TRATADO DAS ILUSÕES – O Fim

             

.

Quando somos crianças, tudo o que sabemos sobre a vida é que, um dia, iremos crescer. E mesmo isso parece não nos incomodar muito. Na adolescência, a vida é um parque de diversões, e não nos preocupamos nem um pouco com a morte, talvez pela falta de hábito de nos preocuparmos seja com o que for. Quando muito, nós vemos a morte como uma “doença de velho”, e a velhice, como um país distante onde nunca precisaremos pôr os pés. Só quando nos tornamos adultos é que as apresentações são feitas, e a morte passa a fazer definitivamente parte das nossas vidas, por assim dizer. E é aí, também, que a eternidade, até ali apenas conhecida de ouvir dizer nos catecismos, nos sermões e nas orações que sempre repetíamos sem sequer prestarmos atenção ao que estávamos dizendo, é só aí que a eternidade vem nos seduzir, e se consumar como a solução perfeita para um problema tão estupidamente inevitável, tão absurdamente sem sentido, tão completamente inconcebível quanto a ideia do nosso próprio fim.

Quanto mais o tempo passa e nos damos conta da inexorável marcha que estamos fazendo em direção ao túmulo, mais a perspectiva da eternidade nos parece plausível, e mais a fé religiosa se fortalece, porque só mesmo um deus para nos conceder a graça de continuar a existir após o nosso funeral.

O culto a Deus é, na verdade, o culto à morte. Praticamente toda a doutrina cristã se fundamenta em coisas a serem vividas numa outra dimensão, cujo portal mágico que nos levará a ela é a nossa própria sepultura.

Jesus Cristo, supostamente o Deus em pessoa, havia orientado os seus seguidores a desprezar este mundo (um mundo que, também supostamente, ele mesmo havia criado) em detrimento de um outro ainda por vir, a ser desfrutado no além-túmulo. Os seus poucos ensinamentos que podem ser considerados aproveitáveis — copiados e adulterados de doutrinas mais antigas do que ele — foram apenas uma maneira de estabelecer a norma de conduta necessária para se obter um passaporte para uma outra vida — não essa —, num outro mundo — não esse.

A fé religiosa se baseia e se sustenta na sua capacidade de manter viva essa ilusão coletiva da imortalidade; essa certeza autoimposta de que a morte não é o fim. Tudo o mais foi inventado em volta disso, para dar suporte a esse sonho, e vazão a essa vontade desesperada de que não sejamos mesmo tão insignificantes quanto parecemos ser: um amontoado de átomos que adquiriu consciência de si mesmo e, desde então, passou a se julgar a coisa mais importante do universo.

Foi por ter negligenciado o tema da imortalidade que o Deus cristão nunca fez sucesso com os seres humanos. Não importava o quanto ele chantageasse os pobres-diabos do Antigo Testamento; nem quantos povos exterminasse para mostrar como era forte; nem quantas mágicas fizesse, nem quantas vezes aparecesse em público, as pessoas não davam muita bola pra ele. Mesmo tendo sido o autor de toda a Criação, mesmo sendo o ser mais poderoso do universo, foi só quando conseguiu mostrar que tinha poderes para driblar a morte — se sujeitando a uma autoimolação em público —, e propagandear que seus seguidores também seriam agraciados com essa recompensa, caso se dispusessem a bajulá-lo por toda a vida, só depois disso que Deus passou, de fato, a receber alguma admiração sincera.

Um Deus que sabe construir mundos, que atende a preces e que nos protege de perigos não nos seria tão útil quanto um Deus que nos permitisse viver nossas vidas na ilusão de que seremos eternos.

.

.

 

.

About these ads

11 Respostas

  1. [...] TRATADO DAS ILUSÕES … on TRATADO DAS ILUSÕES –…Cristiano on #4 Deus é todo-poderoso?Cristiano on #4 [...]

  2. Parabéns pelo texto Barros, cada dia se superando

    To começando a achar que as bobagens que os crentes falam por aqui, estão surtindo efeito contrário ao que eles imaginam, em vez de nos “colocar no caminho” apenas estão te dando mais e mais argumentos…

    Agora uma aposta: quanto tempo até o Deus e Ciencia copiar esse texto acima e escrever abaixo:

    “Que argumentos???????? o deus do acaso é resposta???? kkkkkk”

    Aposto que no máximo em 4 horas ele faz isso…

    Abraço
    Cristiano

  3. Ui que medo!

  4. Barros

    Desculpa cara, seu blog “era” o melhor blog da internet… descobri outro muito melhor

    http://abiblianaotemcrueldade.blogspot.com/

    Brincadeiras a parte, acho que vou convidar o dono do blog a vir discutir aqui conosco, garantia de boas gargalhadas….

    Humor grátis na internet…

    Pá acabaaaaaaaa

    Abraço
    Cristiano

  5. Eu vou lá ver. Deve ser tão engraçado quanto o da Cleycianne. Kkkkkkkkkkk

  6. Blog da gleycianne? Um dia sem querer eu cai nesse tal blog, li três postagens e me arrependi profundamente,o blog religioso mais ridiculo que eu já tive a infelicidade de ler.

    Ela até já escreveu que os ateus vão para o inferno para serem estrupados por enormes pênis por toda a eternidade, deve ser algum tipo de desejo reprimido dela…

  7. Cristiano vc viu este tema no site do cara ai que vc passou que diz:

    Deus fara com que crianças sejam mortas, mulheres apedrejadas etc.

    A resposta dele no final é incrivel; que Deus monstro qeu os crentes acreditam!!
    Vou pedir pro Vanderlei ir la dar uma lição pro cara pelo menos o Deus dele é bom e mais justo.

  8. Bacana tudo que esta escrito
    Pena é ver tanta capacidade intelectual desperdiçada com o mesmo tema, as mesma palavras, as mesmas interpretacoes. acreditar ou não em Deus tanto faz, chato é ler sempre as mesmas coisas. Interpretações equivocadas pra satisfação própria. Ma os valeu o
    pensamento. ajuda os meus

  9. Que pena também tanta capacidade intelectual do Edir, Valdomiro, MAlafaia, PAdre MArcelo, PApa e outros também sendo desperdiçadas com o mesmo assunto!!! — È chato também vermos as mesmas besteiras na tv e ouvirmos as mesmas falácias.
    Interpretaçoes equivocadas pra satisfação própria!!! $$$$$$$$$$$$$$$

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 286 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: