Quem escreveu os Evangelhos? [2]

MATEUS E MARCOS

A identificação, na tradição cristã, de Mateus e Marcos como os autores dos Evangelhos que levam seus nomes parece vir de uma alegação não confiável de um escritor cristão dos primeiros anos do século II chamado Papias. Nossa evidência de tal atribuição vem do historiador da Igreja Eusébius, do século IV. Enquanto Eusébius cita favoravelmente o testemunho de Papias no que diz respeito às origens dos Evangelhos, ele aparenta ter em pouca monta a inteligência de Papias, chamando-o de homem de “compreensão muito limitada”.

De acordo com Eusébius, que alegava ter tido cópias dos livros de Papias, este tencionava colecionar as tradições sobre os ensinamentos dos apóstolos. Ele mesmo, Papias, nunca havia encontrado nenhum dos apóstolos e se fiava na tradição oral dos mais velhos do seu tempo para obter as informações, sugerindo que esses vários anciãos que serviram de fonte não tinham ciência de nenhum escrito atribuído aos apóstolos de Jesus. Ele menciona a existência desses escritos cristãos, mas não os considera tão confiáveis quanto o que os anciãos tinham para contar. Isso fortemente sugere que esses outros escritos cristãos conhecidos não eram atribuídos ao círculo apostólico que conhecia Jesus.

Papias, diz Eusébius, escreveu sobre uma tradição dada a ele por um desses anciãos relacionada a dois textos: um escrito por alguém chamado Marcos, que ele alegava ter sido o secretário do apóstolo Pedro; e o outro escrito pelo apóstolo Mateus. Eusébius cita Papias acerca de Marcos como segue:

“Marcos, tendo se tornado o intérprete de Pedro, escreveu acuradamente, embora fora de ordem, tudo que ele lembrava sobre as coisas ditas e feitas por Cristo. Isso porque ele nem vira o Senhor, nem o seguira, mas, depois, como eu disse, ele seguiu Pedro, que adaptou seus ensinamentos às necessidades de seus ouvintes, mas sem nenhuma intenção de dar um relato conectado aos discursos do Senhor, de sorte que Marcos não cometeu nenhum erro enquanto, assim, ele escrevia as coisas enquanto Pedro as relembrava. Pois foi ele muito cauteloso em uma coisa: não omitir nada que tivesse ouvido, e não mencionar nada falsamente.”

Eusébius, então, diz que Papias adicionou o seguinte comentário sobre Mateus: “Assim, então, Mateus escreveu os oráculos na linguagem hebraica e cada um interpretava conforme a sua capacidade.” Essas duas citações constituem tudo o que disse Papias sobre a alegada origem dos Evangelhos de Marcos e Mateus.

Pelo fim do segundo século, o escritor cristão Irineus repete a alegação feita por Papias de que Mateus escreveu seu Evangelho no dialeto usado pelos hebreus, e de que Marcos, o discípulo e intérprete de Pedro, escreveu o outro Evangelho. Só que ele não diz de onde tirou essas informações. Sua menção a Mateus ter escrito seu texto no dialeto hebreu e a de Marcos como sendo o “intérprete” de Pedro, essa mesma palavra incomum também usada por Papias, indicam que Irineus usou Papias como sua fonte.

Pouco tempo depois, no começo do terceiro século, Origen, um dos antigos escritores cristãos mais instruídos e respeitados, diz que Mateus escreveu seu Evangelho em aramaico e que foi publicado para crentes de origem judia. (O aramaico era a linguagem usada pelo povo hebreu no tempo de Jesus.) Ele também se refere a Marcos, Lucas e João como autores de Evangelhos. Ele adiciona a alegação que esse Marcos era aquele mencionado na segunda epístola de Pedro como sendo seu filho. Mas, assim como Irineus, ele não diz de onde tirou essa informação. Contudo, ele realmente indica que, na sua época, era essa a opinião tradicional e que ele a aceitava.

2 Respostas

  1. SIM, ADOREI ESTE! DE ONDE A SUA FONTE?

    CLARO,claro e … ”sua opiniao naquela época,tradicional…”
    Muito bom ressaltar. . . as descrições dos discursos!
    *Citações de Papias, sim, fazem – nos pensar que tencionar todos tencionam, assim como voce, eu…

  2. SR.Barros:

    Muito bom um texto histórico e que muito pouca gente conhece( ai sim vcs estão sendo justos e honestos qdo se apegam a documentos históricos outros pontos de vista etc; to gostando do texto : passa-nos uma boa cultura religiosa)

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: