{ o 8° pecado capital }

Aqui, comentando o post Deus: aprecie com moderação (parte 3), o leitor Hagnus postou o vídeo abaixo, do YouTube, o que me fez interromper a série de textos que venho publicando para tecer um breve comentário a respeito.

O  vídeo em questão foi claramente editado, e quem o editou foi desonesto porque, com isso, suprimiu um trecho que poderia ter estragado sua intenção de ridicularizar o renomado cientista.

Note que, aos 28 segundos, Dawkins diz:

“Can you just stop? Ah… I think/corte/” (“Você pode parar? Ah… eu acho/corte/ “).

O que ele disse, mui provavelmente não serviria ao propósito desonesto do crente que, então, editou essa parte. Dawkins poderia ter dito: “Você pode parar? Ah… eu acho que posso elaborar uma boa analogia para você entender…”, ou qualquer outra coisa, mas foi tirada do filme.

Como se isso já não bastasse, o autor do vídeo, sem ter apresentado nenhuma credencial que nos fizesse supor que ele sabia algo sobre biologia, antropologia, zoologia, ou qualquer área correlata com o assunto tratado, tenta ridicularizar a resposta que um cientista deu à pergunta feita.

E baseado em quê? Na sua crença. Baseado na sua vontade de possuir um parentesco com um ser um trilhão de vezes mais poderoso que o Super-Homem, ele faz umas gracinhas sobre a resposta do zoólogo, professor, pesquisador, escritor, palestrante ateu, Richard Dawkins:

“Viu só gente? Somos animais! rsrs”

Ele não quer ser um animal. E aí sonha que não é e ri de quem não sonha junto com ele.

E, por último, tendo Richard Dawkins apresentado uma resposta coerente com a pergunta feita, nada garantiria o tom de chacota do vídeo se não fosse a expressão pensativa que o entrevistado fez antes de responder à repórter.

Como o ateu Richard Dawkins não poderia recorrer a um livro sagrado milenar que contivesse todas as respostas de que precisaria durante sua vida; como ele não sabia de cor uns tantos versículos desse livro que pudessem responder a essa e a uma infinidade de outras perguntas, ele precisou fazer algo que é visto pelo crente como digno de umas boas risadas:

Usar o cérebro para raciocinar.

.


Anúncios

11 Respostas

  1. Ah, que legal, descobri uns tantos vídeos no próprio YouTube que mostram que a edição feita não se resumiu apenas ao corte que eu mencionei. Na verdade, o autor juntou duas entrevistas que Dawkins deu na sua casa: uma com a pergunta e outra com a resposta.

    Além disso, houve uma edição muito bem feita nas “piscadelas” de forma que elas foram copiadas e coladas em sequência, para aumentar o suposto tempo em que ele estaria pensando na resposta.

    Por que os teístas precisariam forjar tantas provas para continuarem acreditando que o Deus deles existe? Por que falsificar um vídeo de um “opositor”? Por que a farsa? Por que não deixar Deus se revelar por si a todo mundo? Por que forçar as pessoas a acreditarem? Por que tanta raiva de quem não acredita?

    Tantas perguntas. Uma resposta.

    Porque Deus não existe.

  2. De qualquer forma de nada adianta forjar provas, porque mesmo que Dawkins dormisse na pergunta, mesmo assim deus não apareceria. Estamos acostumados a fraudes. A fraude deusé insistente, quando está sempre mostrando sua mentira, alguém tenta forjar algo..desde a infância é assim

    Até o momento, deus está morto! Ainda não surgiu nada sobrenatural para ressuscitá-lo..para os crentes até o desenho do “coiote e papa-léguas” é prova de deus, para nós ainda esperamos seus poderes

  3. O objetivo desse vídeo é tentar ridicularizar, com farsas, um dos mais influentes ateus da atualidade. Na falta de argumentos, partem para a agressão.

    Eu ainda acho que no fundo todo teísta que chega ao ponto de discutir religião com um ateu morre de medo de estar errado, e estar de fato dedicando a sua única vida a um mito, fazendo papel de bobo, e por isso faz de tudo pra sustentar a sua ilusão.

  4. Certamente que, as pessoas não querem admitir, se acharem que vigarices assim são necessáriamente PRUDENTES então irão seguir falseando toda e qualquer situação que apareça em desconexação com sua crença*

  5. Eu como ateu não tenho que me reafirmar que deus não existe. Já um crente passa por esse teste de fé a vida toda. Não digo que é mais fácil ser ateu mas com certeza é mais natural.

  6. Ai Leonardo vc e o Despinto mitos que entendem de ciencia me responde ai se é verdade o qeu o Malafaia fala neste video que o evolução é tão lenta qeu não pode ser observada?!

  7. Um exemplo bem cretino, mas tudo bem. Bactérias e vírus por exemplo sofrem mutações e evoluem, olhe por exemplo os vírus da gripe sempre há mutações neles ou deus sempre fica mudando os vírus hahaha. No vídeo o Silas diz que todos os animais foram criados e não sofreram mais adaptações, um exemplo Biblico

    Gênesis 3

    18 – Espinhos e cardos também te produzirá; e comerás a erva do campo.

    Deus amaldiçoa a terra e faz espinhos e cardos crescerem. Antes disto, de acordo com a (falsa) história do Gênesis, as plantas não tinham nenhuma defesa natural.

    —————————–
    Bem temos animais especializados em comer plantas com espinhos ou veneno, agora se deus planejou um mundo sem tais defesas naturais nas plantas, e animais que não precisavam ter essa “adaptação” hahaha.Um bom exemplo são lagartas que se alimentam de plantas venenosas e atribuem esses venenos em suas asas quando adultas. pela história biblica isso se torna impossível hahaha.
    Outro exemplo são as raças de cães e todos tem um ancestral em comum , e várias raças são criadas todo ano.

  8. Sabe uma coisa que eu vi muito interresante na TV, peçonha( é diferente de veneno) de cobras só tem efeito se inoculadas diretamente no sangue o biólogo tirou a peçonha de uma cascavel e bebeu no palco do programa e disse isso(o único problema é você ser alérgico a peçonha) hahaha. Não acreditem em “homens de deus” que tomam veneno(no caso peçonha) e dissem que deus os protege.

  9. Valeu Leo pela explicação bem elucidativa

  10. E olha que eu não sou nenhum especialista, somente alguém que gosta de aprender e observar o mundo com olhos criticos hahaha.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: