O efeito placebo

O ser humano é um animal racional, mas a racionalidade tem um preço alto. A consciência da existência limitada, da dor, da morte, é terrível e dura. O medo da morte, principalmente, faz o nosso íntimo gritar: eu quero acreditar! E, assim, surgem os exploradores da fé pública: médiuns, astrólogos, adivinhos, quiromantes, pastores, macumbeiros, tarólogos. Todos dispostos a arrancar-lhe seu dinheiro. E muitos, otários, pagam a taxa da ilusão.
Já vimos que a leitura fria é uma das técnicas que esses embusteiros usam para adivinhar. Veremos agora o mais grave problema: a cura. Quantos não ignoram a medicina para procurar um curandeiro, um xamã, um benzedor, um massagista, um erveiro, um milagreiro, um doutor Fritz? E quantos não acreditam nessa gente? Quem são as vítimas? Na grande maioria, crianças que morrem sem assistência médica decente!
Mas, muitos juram que esses “abençoados” curam. Como é possível? Graças ao efeito placebo. O placebo é uma substância inerte usada para controlar um experimento, ele é dado aos pacientes, pertencente ao grupo de controle, como se fosse o próprio remédio que está sendo testado para provocar um efeito psicológico. Assim, os pacientes não sabem se estão recebendo o remédio ou o placebo, todos acreditam estar recebendo o remédio.
Assim, se um homeopata garante que 60% dos seus pacientes que sofrem de asma são curados com uma planta específica, esse dado nada significa. Por que? Ora, se substituir a substância por placebo, sem que o doente saiba, os mesmos 60% poderão continuar a serem curados. Ou seja, uma pílula de farinha barata pode ser tão eficaz quanto uma planta cara. Além disso, sabemos que a farinha não tem efeito colateral, enquanto as drogas de plantas ou remédios geralmente têm!
Por isso, não é qualquer sabichão que tem conhecimento e experiência para conduzir uma pesquisa séria, controlada e imparcial sobre uma nova forma de tratamento. Aliás, a maioria nem sabe o que é placebo, não sabe o que é matemática estatística, mas são rápidos para arrogar o número de seus curados.
Não se sabe exatamente porque uma substância inerte pode ter um resultado na saúde de uma pessoa, mas sabemos que as crenças e esperanças de uma pessoa sobre um determinado tratamento aliado à sugestibilidade dela produzem um efeito bioquímico. Um pouco de fé não faz mal para ninguém, o problema é o excesso, a dependência.
Acredita-se que o efeito placebo vicie os usuários de práticas não ortodoxas de medicina. Ou seja, os seguidores dos curandeiros tornam-se dependentes de seus remédios e seus rituais, necessitando cada vez mais. Isso talvez explique porque certos milagreiros que tomam 10% de seus fiéis e desviam para suas contas particulares continuem fazendo muito sucesso.
Assim, não se deve acreditar em testemunhos de cura ou de melhora, eles não têm valor científico nem prático. Para que um medicamento ou tratamento ou remédio seja verificado deve ser feito com critério e com um grupo de controle (tomando placebo, sem saber, claro) para confirmar os resultados. Portanto, não desperdice o seu dinheiro nem o seu tempo precioso com práticas não confirmadas pela ciência.
Nenhuma religião ou medicina alternativa reduziu a mortalidade infantil como a ciência, através das vacinas e dos remédios. Então, confie naquela que você tem visto promover progresso na humanidade!

Anúncios

41 Respostas

  1. Bom tópico este. Está na lista dos trinta e poucos que pretendo abordar no meu blog, assim que possível.

  2. Muito bom mas ainda existe o efeito contrário http://saude.hsw.uol.com.br/histeria-coletiva1.htm o nocebo .

  3. Perfeito! As curas podem ser obtidas por um auxílio, pequeno, da auto-sugetão, quanto da própria aleatoriedade da cura, pela defesa das células do corpo. Que não tem regra, simplesmente aleatório.Não adianta pedir a “deuses”, xamãs, pajelança, catimbó, trabalho macumba,etc.

    O grande problema é que esta aleatoriedade é dedicada a um “deus”, que decide quem deve curar. Se curar foi deus, se não “deus” nao quis….então fica-se amarrado à mentira!

  4. É isto mesmo Saracura ; voce sempre coerente nos seus comentários.

    E a indústria evangélica segue adiante.

  5. Legal isto ai heim Leo!! eu não conhecia o efeito nocebo! não como uma teoria elaborada.
    É logico que eu sabia dos efeitos do negativismo!! mas muto bom este link.
    Voce bem qeu poderia ser um dos nossos autores e ao invés de colocar links vc colocaria como post pra nós.
    Voce sabe selecionar boas matérias.

  6. O fim do texto diz: confie naquela que você tem visto promover progresso na humanidade!
    _____________________

    Então confie em Deus!

    Já que temos de sobra muitos no “ANTES” amaldiçoados e “DEPOIS” abençoados.

    A ciência tem progresso limitado.

    Por exemplo! Vejam os milhares de ex. traficantes que hoje são pais de família e homens de bem.

    A ciência apenas manda sedar os caras, mas não resolve, SÃO FRACOS! kkkkkkk

    (essa fere o orgulho do Amorim) kkk

  7. Que bom saber disto Despindo mitos eu ficaria mais feliz ainda se voce colocasse la no teu blog os outros post tb.
    Tipo aquele : SE ACENDEREM A LUZ ; O FANÁTICO É UM ATEU,
    São temas teista mas faria os teistas qeu passam no teu blog refletirem mais sobre a religião

  8. Agora responda com a racionalidade!

    O que vale mais RESOLVER ou AMENIZAR?

    TEMPO!……
    1,2,3,4,5,6….

  9. Olha o Hagnus ai genteeeeee
    E ai Hagnus como vc esta?
    Ja tava sentindo sua falta ; ja dei muita risada com suas entradas nada ver( nem sempre é claro )

  10. Obrigado mas por enquanto não. Quem sabe no futuro, a minha motivação é debater por enquanto, mas eu adoro mandar links hahaha.

  11. ADAMANTDOG

    Pois tá na hora de novo de se esborrachar na gargalhada, srs…

    =-)

  12. Leonardo, toma-lhe Links, kkk

  13. http://saude.hsw.uol.com.br/12-doencas-mortais-curadas-seculo-20.htm é só clicar em próximo , algumas doenças que podem ser erradicadas.

  14. Blog 4ª Legião da fé (O HAGNUS),

    Tá todo animado hein rapaz!
    Tem uma Igreja aqui onde eu moro, que tem até Quiosque e faz Luau, quando passar por aqui em São Vicente-SP procure por ela a Bola De Neve.

  15. http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAH4X4oBUL7RBtf_o8KG8IxPaYtiRKEaPNwQZcDiY2FzyuPNGepS3fKXtAzBpEbpZ5-HwID3DgJIvPyIPKFg4K7gAm1T1UA07B1uggKr7hVIQAAhkl0Bn_v9B.jpg eta igreginha moderna essa daqui, até academia tem hahaha http://www.boladenevechurch.com.br/ a igreja que mais parece que foi feita pelo pessoal da “Malhação”.

  16. Leonardo,

    DOENÇAS ERRADICADAS?…

    Sim! Algumas serão sim! Mas virão outras e incuráveis.

    Lembra da Gripe espanhola? Da Febre Amarela?

    Foram a AIDS e o CANCER da daquela época.

  17. Eu sei.Os vírus evoluim né ? Evolução hahaha.

  18. Leonardo,

    A Bola de Neve é uma Igreja Carioca especialmente para Surfistas, semelhante à Igreja dos Artistas.

    O púlpito é em formato de prancha de surf.

    MODERNA? MALHAÇÃO?

    PARA MIM É VÁLIDO TER ESSE JOGO DE CINTURA, VAMOS GANHAR OS SURFISTAS!

    1 Coríntios 9:20
    E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.
    ________________________________________________
    O nome Bola de Neve significa que ela vai crescer.

    Pretendo voltar a Guarujá e Guarulhos, onde tenho parentes e amigos que foram para SP a trabalho, quem sabe nao passam por ai.

  19. Opa vou roubar a idéia então fazer um `Park Temático Ateu” pena que não temos formas de arrancar dinheiro dos ateus hahaha.

  20. Esse Leonardo….

    Se ainda estuda com certeza Ele deve fazer parte daquela turminha do mal que senta bem lá no fundo, preparando suas buchinhas de laranja com terra para atirar nas nucas do CDFs.

  21. Eu fui aquele tipo de aluno que sentava de frente, atrapalhava a aula, não fazia nada e para o ódio do Prof° sabia a matéria hahaha.

  22. Caraca Leo, eu também!!! É muito maneiro ser assim!!

    Eu fui aquele tipo de aluno que sentava de frente, atrapalhava a aula, não fazia nada e para o ódio do Prof° sabia a matéria hahaha.[2]

    Fabenrik
    ateu e atoa

  23. “Eu fui aquele tipo de aluno que sentava de frente, atrapalhava a aula, não fazia nada e para o ódio do Prof° sabia a matéria”

    hahaha

    eu sentava no fundão, passava cola de física e matemática pra todo mundo… colava nas outras materias, assim terminei o ensino médio.. o problema foi o vestibular! ahahaha

    mas consegui recuperar um pouco.

  24. Sr. Luis Lopes muito interessante estes links ; acho que todos aqui deveriam lelos.

  25. kkkkk

    Realmente!

    Na hora do vestibular ou prova para concursos publicos é que o bicho pega.

  26. Acho que o Fabenrik fazia parte daquela turminha da chantagem:

    A)Se não passar a cola eu vou te pegar lá fora.

    B)Se não passar o lanche eu vou deixar aqueles 3 jagunços ali te bater

    C)Se não me deixar eu der uma voltinha na sua BMX nova eu vou falar para o criolão que você só fica chamando a irmã dele gostosona e tesuda.

  27. Luiz Lopes,

    já vi o 1º link, é fraco no conhecimento biblico.

    Deixei o seguinte comentário:

    __________________________________
    Nunca se esqueça do único pecado que é imperdoável.

    Assim não será mais possível o Diabo obter o perdão de Deus.

    LEIA A BIBLIA! ELA NAO MORDE.

    BLOG 4ª LEGIÃO DA FÉ.

  28. Só hipnotiza hahaha.

  29. Pelo contrário Agnaldo, eu era o que era ameaçado!

    Fabenrik
    ateu e atoa

  30. INTERVALO COMERCIAL.

  31. O SBT duvidou achando que era montagem e ai levou o Marcos para um presidio surpresa, kkkkkk

  32. Que palhaçada na verdade estas pessoas precisam é de tratamento psicológico.
    Acorda Hagnus

  33. Poisé,

    Eu evito falar sobre as manifestações demoníacas em pessoas. Não acho que devemos ficar dando atenção a Satanás e suas legiões. Eu acho que deveríamos fazer exatamente como Jesus fez: manda calar a boca e manda embora!

    Admito que deve ser complicado para um ateu ver isso, ou até presenciar isso e ficar pensando que são problemas psicológicos.

    Ficam pensando que pode ser teatro, fingimento, ou alguma disfunção psíquica séria. Mas muitos, eu acho, escolhem a primeira, teatro.

    Uma coisa muito interessante é que certamente algum ateu pouco (ou nunca) verá ou presenciará uma manifestação espiritual, seja por parte do Espírito do Senhor ou não. Por que será? Por que passará a suspeitar que a nossa realidade não é bem como ele a conhece?

    Lembro de um testemunho de um ex-ateu:

    Eu era ateu, não acreditava em nada desse papo espiritual etc. Até o dia que eu fui e o pregador me escolheu no meio da multidão e disse exatamente o que eu estava pensando.

    Há uma probabilidade não nula de que esse pregador esteja apenas chutando. Mas muito pequena.
    Ou foi armação? Ou o testemunho é falso?

    Complicado crer nisso, para um ateu.

    Já profetizei e já profetizaram sobre a minha vida, e nada falhou. Claro, há uma probabilidade não nula de que fosse um chute.

    Na verdade, tem muitos ateus que têm medo de freqüentar alguma igreja evangélica exatamente por se deparar com alguma situação sobrenatural que seja de difícil explicação para esse.

    Mas porque Deus não mostra o sobrenatural para os ateus, então?
    Talvez porque Deus não é como o ladrão, que invade. Deus é gentil, sutil, Ele se mostra para aqueles que O querem ver. Deus respeita a vontade dos homens, seu livre arbítrio.
    Por que Satanás e suas legiões não aparecem para os ateus?
    Porque esses deixariam de ser… rsss

    Tb evito falar nesse nível espiritual com ateus, tb não acho muito útil.
    Falar sobre coisas espirituais quem não é espiritual, quem não nasceu no Espírito do Senhor é muito arriscado.

    A idéia que tenho é mostrar que o crente tb pensa, tb é inteligente e consegue ser sinceramente cético e não fanático, e tb não é anti-científico.

    Um diálogo muito bom feito no filme Constantine:
    – Tu acredita em Satanás?
    – Não.
    – Mas ele acredita em ti.

  34. A mulher vomitando me lembrou do Gorfo Kid hahaha.

  35. ADAMANTDOG,
    Psicólogo ou Psiquiatra apanharia de pau desses caras.

    Me apresente um corajoso?

    O que irão fazer? Sedar os mil e um detentos?

    Mais tarde eles irão acordar de novo! E ai?…..
    kkkkk

    SÃO FRACOS.

  36. Israel Goncalves de Oliveia,

    Estou ciente de que por aqui não existe uma gota de fé, na verdade faço como experimento, pois assim é possível obter a reação de várias pessoas que irão nos auxiliar na elaboração de uma nova hermenêutica.

  37. Hagnus,

    Quê feeeioo! Usando os ateus como cobaia?!?! hahahah

    Assumo que tenho aprendido mais sobre a Palavra discutindo com ateus do que com crente.

    Claro que o que eu sei, uns 90% foi lendo e pesquisando mesmo.

  38. A idéia que tenho é mostrar que o crente tb pensa, tb é inteligente e consegue ser sinceramente cético e não fanático, e tb não é anti-científico.

    Eu concordo com isso em parte, Israel.
    São inteligentes sim, com o limite de suas crenças, é só fazer as tais perguntinhas complicadas que fecham o seu livro e começam a complementar a história de suas cabecinhas para fazer sentido, respeitam uma “patente divina” alegando que o mesmo pode tudo, é intocável, inquestionável, e vários “ins” de proteção ao mesmo, (que nem parece ter o poder para defender-se sozinho)…

    Um exemplo disso é vc, o Mats, Sabino e alguns outros que conheço, não quero colocar todo mundo no mesmo saco e generalizar, até pq tu parece o menos louco desse pessoal todo. Tu saca pacas de uma porção de coisa, tem uma maldade ferrada para pegar furos científicos, pesquisa, vai atrás, e pá e bola, mas quando isso se volta para a sua fé, parece que o Israel cristão não é o Israel que tem toda essa perspicácia que apresenta em alguns momentos (para mim “sãos”).

    Não to fazendo propaganda do meu blog, mas gostaria muito de ver o que tens a dizer a respeito de uma debate que tive com o Mats e vem se arrastando tem algum tempo, e que está lá no meu blog.

    Eu li aquele link de Apologia que colocou todinho e discordo que alguém que conheçamos por meio de histórias muito antigas, não temos uma proximidade e intimidade, a não ser algo que não temos nem como avaliar se é uma reação do corpo e simulação do que chamaríamos de “sentir” deus, e que tenhamos que fechar os olhos e confiar, seja conhecer alguém… Acrescentando tbm que aquele texto refere-se o comportamento moral adquirido por ser cristão é como ser contra o “mal”, assim tendenciando que o oposto do mal é deus. Como se a história e todos os fatos inerentes à tal confirmasse o que ele disse sobre deus ser oposto ao mal. Fora os looongos trechos de pregação e enrolação que quase nos fazem esquecer o que se estar a defender na tese dele. Nesse caso, amigo, ele não provou nada ali, somente praticamente afirmou que tem que haver fé… Havendo fé podemos dar poder a qualquer coisa e/ou pessoa. O problema é ser de fato!

    Fabenrik
    ateu e atoa

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: