Uma fé inofensiva.

Autor Texto: Bruno Iori

Fé. Apenas um monossílabo tônico na gramática. Simples e desimportante.

Mas no mundo real, esta palavra torna-se uma das mais poderosas ferramentas de manipulação e destruição em massa da história. Muito mais eficiente que a televisão. Muito mais destrutiva que uma arma nuclear. Assim é, a amada fé.

Como pode a crença, causar tanto mal? E, ao mesmo tempo, propagar a idéia de que faz tão bem? O que uma fé sincera e moderada tem de tão mau?

Por definição, fé é uma crença não-baseada em fatos que sustenta-se pela sugestão de terceiros (ou própria) acerca de sua veracidade. Sempre foi ensinado a qualquer cristão: “Se sua fé vacilar, peça a deus por ajuda para fortalecê-la.” Que bela antítese! É o mesmo que dizer: “Lobo, toma conta das ovelhas que eu já volto, tá?”. Este beco sem saída da lógica é apenas um dos muitos métodos utilizados para a doutrinação inconseqüente, covarde, desonesta de pessoas inocentes, que não têm escolha diante dessa poderosa arma psicológica. Acreditar não oferece escolhas. Pensar, sim.

Pense em uma criança de 5 anos que ouve freqüentemente estórias de fadas, saci-pererê, papai-noel, bicho-papão, ao mesmo tempo que ouve sobre deus, jesus, alá e etc. Depois que esta criança cresce, na maioria das vezes, deixa de acreditar nas primeiras porque entende que não faz sentido e que são lendas criadas pelas pessoas para seus filhos. Mas, curiosamente, muitas não concluem o mesmo em relação às estórias sobre deus. Por quê?

Por dois motivos: O primeiro é a ilusão coletiva que é mantida pela esmagadora maioria das pessoas à sua volta. Geralmente quando ela começa a perceber que tudo isso não faz sentido nenhum, ela se sente desamparada e confusa. Neste momento difícil ela é acolhida lentamente pelo sentimento reconfortante de que não estará sozinha se acreditar. As pessoas lhe falam: “Pode não fazer sentido, mas não se preocupe em pensar. Apenas tenha fé. Deus é justo e saberá recompensá-lo.” Esta mentalidade metade passiva de aceitação e metade ativa de ameaça faz com que ela perca a capacidade de duvidar desta e de outras idéias incrivelmente rápido.

Mas então, por que isso não acontece com as outras lendas também, você deve estar se perguntando. Por que não esquecem de deus? Por que não o encaram como deve ser, ou seja, um conto de fadas? Isso nos leva ao próximo motivo.

O segundo motivo pelo qual essas pessoas não esquecem de deus, é que assim como a campanha pró-deus é muito forte, a campanha pró-diabo, também. Isso mesmo: Pró-diabo. Afinal, toda ditadura (leia religião) que se preze tem que ter um eficiente mecanismo de opressão e controle. E, neste caso, é o medo do sofrimento eterno. Um medo que acompanha a criança durante todo o tempo e não só no escuro como o bicho-papão. Um medo que pode até tomar o controle da vida dela, fazendo-a temer seus próprios instintos o tempo todo, fazendo-a acreditar que só merece sofrimento e que deve arrepender-se por ser uma pecadora suja. É essa a força destrutiva que é exercida por este “mecanismo” na mente infantil. E este tipo de violência é tão abominável quanto os outros.

Uma criança tem o direito de pensar livremente e de ser protegida de medos prejudiciais à sua saúde mental. Uma criança tem o direito de não ter fé.

O fato é: Mesmo a mais pura e honesta fé semeia o fanatismo. A idéia de que ter uma fé inabalável é uma virtude, faz com que horrores possam ser justificados. Acho que cabe aqui uma frase dita pelo deísta Voltaire: “Aquele que faz você acreditar em absurdos, faz com que cometa atrocidades”

Se você acha que tudo isso que estou dizendo é puro preconceito ou agressão gratuita, lembre-se dos terroristas islâmicos que seqüestraram e jogaram dois aviões de passageiros contra as torres gêmeas do WTC em Nova Iorque no dia 11 de setembro de 2001, matando 3.234 pessoas. Eles eram maus? Eles eram loucos? Eles eram burros? Não.

É inconcebível colocá-los nessas posições. Eles eram cidadãos religiosos, lúcidos e com formação universitária. Como muitos religiosos “moderados” do cristianismo. Mas foram criminosamente manipulados por sacerdotes sem escrúpulos (como os que existem nas nossas igrejas) e acreditavam de verdade no que estavam fazendo. Acreditavam que aquilo era o certo a se fazer. Que era a vontade do deus deles. Apenas isso. Eles tinham esse tipo de fé. Uma fé que foi orientada para resistir aos mais sérios dilemas morais. Uma fé que está acima de tudo e de todos. Sincera e inquestionável.

Se alguém possui uma fé que não se abala nem um pouco com os mais convincentes questionamentos; estremece e se desespera só de pensar em perdê-la; que a faz assumir e proteger uma posição a qualquer custo; e procura por argumentos que a sustentem e às vezes precisa inventá-los, então, tenha cuidado. Se essa pessoa for manipulada por alguém experiente e mal intencionado, nada a impedirá de provar a deus sua fé, essa gigantesca fé, de uma maneira mais ativa ou agressiva. Por exemplo, com um atentado a uma clínica de aborto. Ou a uma parada gay. Ou até de formas menos drásticas, mas igualmente letais: Não usando camisinha, não doando nem recebendo sangue, não permitindo pesquisas com células-tronco, não permitindo a eutanásia e etc.

O que resta a compreender é que estas atitudes perigosas são derivadas de dogmas impostos pela religião, não através da força bruta e fanatismo, mas pelo cultivo gradual e inexorável da inofensiva fé.

Anúncios

27 Respostas

  1. PelamordeDeus!!!

  2. Ótimo texto.

  3. Texto muito bem elaborado. O tema é rico e daria para exlorá-lo muito mais ainda.

  4. Formidável dissertação, lúcida, contundente e absolutamente verdadeira.
    É pela falta de fé que o ateu é odiado, execrado, por todas as igrejas/religiões. Nada mais apavora um “promotor de crentes” que aquele que não acredita, que não paga dízimo e não o sustenta, que não aceita os dogmáticos “pratos feitos” que lhe impõem. Que é livre para exercer o “livre arbítrio” em sua plenitude sem ter a quem culpar ou suplicar.
    Qualquer um pode ser adepto de outra igreja (outra fé), que não inspira tanta ojeriza quanto um descrente.
    Compare-se ao Futebol: qualquer um pode simpatizar com um outro time, mas jamais deixar de gostar de futebol.
    Ateus são taxados de “filhos do demônio”, porém, nem no diabo o ateu acredita.
    Muitas guerras e mortes foram incentivadas pela fé (religião), nenhuma por ateus.

  5. PERFEITO!!!!

  6. Tudo é possível e já foi foi/está sendo estudado pela física e mecânica quântica.

    Nós vemos objetos e cores, ouvimos sons e todos sabemos que o mundo é silencioso, transparente, incolor e que o Universo é 1 holograma.←A máquina perfeita que denominamos de corpo é capaz de tudo. Cabe a você tentar entender como ele funciona.

    ∟♪

  7. excelente artigo

  8. Não considero nem desconsidero nada nessa vida.

  9. Obrigado e desculpem-me pela péssima gramática, não revisei o texto e por isso está assim. Com certeza esse tema dá muito pano pra manga, já tenho algumas idéias mas ficará pra outra oportunidade. Sobre o comentário de K-roll, para comprovar e entender o que ele disse assistam o documentário “Quem somos nós?”.

  10. Houve um tempo em que os cordeiros falavam, pintados em paredes de sangue diziam aos deuses que a vida existia, acreditavam na salvação. As lanças, eram os sinais do contraditório, os montes, locais de refúgio para crentes que imaginavam pedras gravadas pela força dos raios….

    Cá por baixo, junto dos plebeus, a arte de não pecar confundia-se com a vontade da salvação.
    Os leões esfomeados do passado são o liberalismo (económico) selvagem de hoje, roubam a dignidade a crentes e não crentes. A “societé” do antigamente vivia em colunas jónicas, como hoje vive em colunas sociais, sempre amigos dos donos das lanças, imperam em sua defesa os mesmos senhores que em tempos perseguiam os que oravam em oposição.

    Os escravos de ontem afinal são os de hoje, difere a arena da diversão; esta, hoje, é o instituto de desemprego e formação profissional. No passado, apenas uma religião era capaz de fazer sofrer o pecador inocente.
    Hoje, estes judeus procuram não só os primogénitos, mas também todos os que nascem marcados pelos sinais do tempo: todos saltarão para o teatro dos sonhos perdidos. Para trás, fica a História, mas a perseguição continua.

    Aos leões juntaram-lhe os impostos, as taxas moderadoras, as propinas, a insegurança, a corrupção. Na tribuna de honra, o dedo indicador aponta sempre para a terra. Do pó vieste e para pó voltarás. Páscoa Feliz……..

  11. Excelente o texto. A fé é com certeza uma das piores pragas a assolar a humanidade. Certa vez vi um folheto de propaganda de uma “escola” adventista, dizendo que ensinariam as crianças a dobrar os joelhos para deus, e a “virtude” da fé. Sempre procuro deixar bem claro para os meus filhos que ter fé é uma atitude estúpida.

  12. É pela falta de fé que o ateu é odiado, execrado, por todas as igrejas/religiões. Nada mais apavora um “promotor de crentes” que aquele que não acredita, que não paga dízimo e não o sustenta, que não aceita os dogmáticos “pratos feitos” que lhe impõem. Que é livre para exercer o “livre arbítrio” em sua plenitude sem ter a quem culpar ou suplicar.
    Qualquer um pode ser adepto de outra igreja (outra fé), que não inspira tanta ojeriza quanto um descrente.
    Compare-se ao Futebol: qualquer um pode simpatizar com um outro time, mas jamais deixar de gostar de futebol.
    Ateus são taxados de “filhos do demônio”, porém, nem no diabo o ateu acredita.
    Muitas guerras e mortes foram incentivadas pela fé (religião), nenhuma por ateus.

    Odiado? Só se for por você próprio! Como ousa falar por outros, você vê dentro dos corações das pessoas agora!? Pela falta de fé, temos pena de vocês, sim! O ódio está no coração de todos, se um cristão odeia você ele não se converteu! Tenho pena porque você próprio disse que são taxados filhos do demônio! Não é que vocês são propriamente filhos do demônio, mas pra Deus há o sim e o não, não tem meio termo! Ou adora a Deus ou ao diabo! Você não adora ninguém, seu lugar será onde! Agora esqueça que você é ateu por 1 segundo! E pense! Eu nao adoro Deus nem diabo! Como vou ser salvo se não adoro a Deus!?

    Muitas guerras foram feitas por pessoas que diziam estar fazendo guerra por causa de algum motivo religioso…
    Se você é estudioso, deve saber que a igreja católica(universal). Em tempos distantes, ela matou vários cristãos. Sabe porque? Eram acusados de “eresia”, simplesmente por estar lendo a bíblia ou pregando a palavra de Deus! Aquele que faz guerra em nome de Deus é so pra tentar envergonhar seu nome e sua grandeza!
    Paz a todos irmaos!

  13. Na minha igreja existe várias pessoas que não pagam o dízimo, e o pastor não as odeia, ou as maltrata. Ele prega sim a palavra, mas diz: Dê de coração, de bom grado! Se não é melhor não dar, porque Deus não o aceitará! A palavra nos diz para darmos 10% de tudo para a casa do senhor como mantimento dela! E para que o devorador(satanás) não nos tire aquilo que temos! Garanto pra vocês que qualquer pessoas que é cristão, dê dízimos, está em oração e não comete pecados! E quando comete se arrepende e pede perdão a Deus. Tenho certeza que este está tão abençoado, que quando pensa que seu dinheiro acabou, ele fica admirado com o quanto que tem!
    Vocês tem fé! Ou não acreditam em sua esposa, quando ela o diz ” eu te amo”.
    Na verdadeira amizade de seu amigo!
    Vocês nao tem fé em Deus! Mas que a fé existe dentro de vocês isso sim…

  14. A simples fé implica uma disposição de alma para confiar noutra pessoa. Difere de credulidade, porque aquilo em que a fé tem confiança é verdadeiro de fato, e, ainda que muitas vezes transcenda a nossa razão, não lhe é contrário. A credulidade, porém, alimenta-se de coisas imaginárias, e é cultivada pela simples imaginação. A fé difere da crença porque é uma confiança do coração e não apenas uma aquiescência intelectual. A fé religiosa é uma confiança tão forte em determinada pessoa ou princípio estabelecido, que produz influência na atividade mental e espiritual dos homens, devendo, normalmente, dirigir a sua vida. A fé é uma atitude, e deve ser um impulso.
    A fé cristã é uma completa confiança em Cristo, pela qual se realiza a união com o Seu Espírito, havendo a vontade de viver a vida que Ele aprovaria. Não é uma aceitação cega e desarrazoada, mas um sentimento baseado nos fatos da Sua vida, da Sua obra, do Seu Poder e da Sua Palavra. A revelação é necessariamente uma antecipação da fé. A fé é descrita como “uma simples mas profunda confiança Naquele que de tal modo falou e viveu na luz, que instintivamente os Seus verdadeiros adoradores obedecem à Sua vontade, estando mesmo às escuras”. A mais simples definição de fé é uma confiança que nasce do coração.

    “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós bênção sem medida.” Ml 3.10, 11 e 12
    Gosto dessa parte, provai-me nisto, diz o senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós bênção sem medida!
    Todos nós somos abençoados inclusive vocês, mas há benção que é só para aqueles que são verdadeiramente de Deus…

  15. A salvação eterna é coisa do homem primitivo que não tinha respostas para nada , aê inventou a alma deuses e etc.
    Hehehe eu penso com o cérebro sou lógico demais para esse papinho que nem pode ser confirmado só imaginado e empurrado goela abaixo sem ter nenhum fundamento real, acreditar por acreditar tem gente que jura de pé junto que já esteve em Marte.

  16. @Wellington

    Seu Jesus não tinha templo, não tinha Igreja, pregava na rua e até que era gente boa… Em nenhum momento ele exigiu 10% do dinheiro de ninguem e dividia o pouco que tinha com todos.

    Recomendo você ler sua Biblia melhor… Você esta seguindo o exemplo errado :)

    Ah, e seu deus, se existisse, teria vergonha de você… Mas ele te ama de qualquer forma, não se preocupe :)

  17. Bruno,

    Parabéns pelo texto, muito bom mesmo! Faço das palavras de todos que aprovaram aqui o texto, as minhas próprias.

    Aquele que faz guerra em nome de Deus é so pra tentar envergonhar seu nome e sua grandeza!

    Moisés e os Amalequitas… alguém aqui conhece isso? Foi em nome de quem? Está escreito onde? Que lição boa se tira disso? Um esquizofrenico perdido no deserto acompanhado de muitos mais loucos que o próprio esquizofrênico que ouvia vozes, e essa voz diz que tem de matar os Amalequitas, inclusive CRIANÇAS, ANIMAIS E MULHERES.
    Pergunta de ouro:
    Isto é saudável? Leia o texto do Bruno e verá que não!

    Fabenrik
    ateueatoa.com
    rede.ateueatoa.com (Atheist College)

  18. Meu amigo Wellington e irmão, não pela fé, mas pelo mesmo gênero humano. Podemos, sim, amar uns aos outros sem acreditar em deus. Animais amam e não têm lugar nas igrejas. Segundo vossas escrituras e leis, os animais são criaturas de deus, portanto filhos também e vossos irmãos, mas vocês não os consideram assim, porque o vosso pai criador preFeriu alguns de seus filhos e preTeriu outros. É como um pai que ame mais (prefira) um filho nascido “perfeito” e ame menos (pretira) um nascido com síndrome de Down, por exemplo.
    Mas você me lançou um repto: “Agora esqueça que você é ateu por 1 segundo! E pense! Eu nao adoro Deus nem diabo! Como vou ser salvo se não adoro a Deus!?” – Sic. Salvo de quê, meu amigo? Nem me interessa, sou como os meus cães que já morreram, virarei um punhado de elementos essenciais de que sou constituido, como eles eram. Você realmente acredita que não é “pó”, só pela sua fé? Eu lhe lanço outro: o seu deus criou um Universo perfeito? Não, por certo não é perfeito, pois que está em expansão, mas vamos admitir “por um segundo” que sim. Ele criou todas as leis que regem essa criação. Então porque razão iria ele mudar tudo pelas suas orações ou minhas blasfêmias? Porque teria de ressuscitar Lázaro e não outros cristãos? “Tu acreditas nisso Marta?” ou “Meu filho a tua fé te salvou, levanta-te e anda” e quantos paralíticos não andam e têm fé? Quantos crentes morrem e não voltam (Conheces algum da tua igreja que tenha ressuscitado?). Por certo acreditas que Canaã era a terra prometida, ora Canaã era a terra dos Cananeus que os judeus expulsos do Egito invadiram e usurparam (até aí, nada demais, Gregos, Romanos, Persas, Mongóis, Árabes… fizeram isso (até nós aqui). Tomando mais um segundo do teu tempo: imagina que os Cananeus tivessem derrotado os judeus invasores, não estarias tu, adorando Bahal? O que achas que te dá o direito de ser um filho preFerido? A tua fé (objeto deste tópico) te faz melhor que outrem? O que tens feito para salvar a Natureza que, assim o crês, o teu pai te emprestou?… Além de orar na tua igreja?
    Lê a tua bíblia, sem falsas interpretações (e, por mais um segundo, sem fé). Foi escrita sob inspiração divina, não foi? Então o que ali está escrito é verdadeiro e imutável. Lê, então… e verás que não há tanto de justiça ali. Está mais cheia de ódio que de amor. Mais cheia de ganância e inveja que de caridade. É a maior fonte histórica de paradoxos.
    Mas não te estou agredindo por seres crente. Como não agrido o teu deus. Não por cautela, mas simplesmente porque não posso bater no que não existe e, se existisse, também não bateria… sou da paz.
    Queres ser feliz, meu irmão? Não visites os “sites” de ateus, isto aqui não é uma “cruzada”. Não vais converter alguém, como não queremos convertidos. É um lugar filosófico e livre, portanto sem constrangimentos.

  19. Iori ,
    Parabenizo-o sempre pelos teus textos, e aqui também, nunca é demais …
    Sei que passamos pelo blog e lemos aqui os textos postados por diversos dos autores comprometidos ou convidados por uma questão de gosto por determinado tema, por agregar ainda mais nossa cultura de informação e de bom bom senso. Nada é mais saboroso que uma boa leitura.
    Nada é mais precioso que agregar ideias boas tanto dos semelhantes quanto dos não semelhantes a nossa maneira de raciocinar ou de filosofia de vida. Não estamos aqui mesmo para nos sobresair, e nem para rebaixarmos a todos que não ”acompanham” nossa maneira de pensar , estamos apenas trocando nossos conceitos dentro da nossa mesma ideia sobre tudo que engloba a polêmica …
    Bem, desejo-lhe a continuidade de bons textos dentro do que for possível à sua rotina de vida para cá nos deliciarmos , ok?
    Um abraço Amigo!!!

  20. …Cristãos esclarecidos e que estudam a fundo sabem que tudo não passa de mito, mas nem por isso renegam a sua fé.
    É inútil explicar a um pobre coitado fundamentalista o que é uma Era Axial e a importância de mitos na sociedade. . .

  21. Trazemos … o exercício da tolerância, construído da convicção e da prática de que idéias e opiniões devem sempre ser confrontadas com idéias e opiniões opostas ou diferentes, para que cada um tenha a chance de julgar e escolher aquelas que melhor satisfazem sua própria consciência.

    Acima de tudo trazemos a amizade.
    Uma amizade que rompeu os limites do mundo virtual e tornou-se próxima e terna neste mundo real onde vivemos, movemo-nos e somos.
    Uma amizade que muitas vezes derrubou as barreiras do preconceito e da desconfiança mútua entre pessoas separadas por opiniões diametralmente opostas, tornando-as amigos em torno de um bem comum que nos aproxima e iguala a todos: nossa humanidade.

    Que nossa humanidade brilhe em nossa ”casa” .

  22. eu só digo uma coisas pra vcs, a batata de vcs está assando; em breve o Evangélho vai retomar a sua força e seu poder e prestígio e vcs voltarão para o esgoto de onde sairam. Não permitiremos tal afronta a nossa fé e ao nosso Deus.

    Do mesmo modo que um filho precisa da mão firme de seu pai para não se perder por caminhos torturosos como alcool e drogas e sexo, foi dado a nos a missão de guiar a humanidade para Deus através do Evangélho. E para isso se for preciso como um pai faz com seu filho para que ele trilhe o caminho certo, nós também poderemos usar a nossa força. Os que blasfemarem contr a o nome do Senhor Nosso Deus serão punidos já aqui na terra mesmo. Esperem e verão. A ora de vcs está chegando. Preparem suas costas para a chibata!!!

  23. Olha a fogueira hahaha.É tão corajoso em se esconder atrás de seu deus quem nem nome coloca tsc tsc tsc.

  24. Anônimo… já experimentou exercitar o amor, por amor? Fazer Caridade por Amor e não por medo? Amar e ajudar um “anônimo” e não apenas o “próximo” que senta no banco do lado na sua igreja? Sair do “templo” e plantar uma árvore, sem pensar em colher os frutos ou se beneficiar da sombra?

    Olhe as palavras… não suas, mas plagiadas da papagaiada de seus pastores… “em breve o Evangélho vai retomar a sua força e seu poder e prestígio e vcs voltarão para o esgoto de onde sairam. Não permitiremos tal afronta a nossa fé e ao nosso Deus.

    Do mesmo modo que um filho precisa da mão firme de seu pai para não se perder por caminhos torturosos como alcool e drogas e sexo, foi dado a nos a missão de guiar a humanidade para Deus através do Evangélho. E para isso se for preciso como um pai faz com seu filho para que ele trilhe o caminho certo, nós também poderemos usar a nossa força. Os que blasfemarem contr a o nome do Senhor Nosso Deus serão punidos já aqui na terra mesmo. Esperem e verão. A ora de vcs está chegando. Preparem suas costas para a chibata!!!” Sic

    Quanto ódio, nessas palavras!…
    O seu evangelho é muito novo em termos universais. Já pensou nos milhões de anos da Humanidade em relação a esses escritos? Como viviam antes deles? E está em decadência esse tal de evangelho ou não precisaria “retomar a sua força e seu poder e prestígio” como sua mão escreveu (e não sua cabeça oca). Prepare a chibata para você mesmo. Faça um exame de consciência. Penitencie-se, se quiser. Mas faça alguma coisa real para melhorar o mundo à sua volta, além de ficar apenas orando e “sendo bonzinho” dentro da sua fé decadente e parasitária.
    Vá plantar batatas para serem “assadas”, pelo menos.

  25. Boa NáJung!… Trazer a amizade e tolerância…
    Fazer caridade por amor à Natureza, de que somos parte integrante.
    Há mais de trinta anos venho plantando árvores na Serra do Mar em locais de desmatamento ou erosão, a cada uma dou o nome de um amigo… Você terá seu pé de Pau-Brasil e, em breve, lhe passo as coordenadas. É o meu conceito de imortalidade.
    Que nossa humanidade brilhe em nossa ”casa” .

  26. Anônimo, meu amado!

    Aceite a sugestão de Tho Alexandrino, vá plantar batatas…
    Depois de colhidas, asse-as e antes de desligar o forno, entre dentro dele juntamente com o teu deus, permaneçam lá por aproximadamente 45 minutos ou até que estejam bem dourados, em seguida, retirem-se, ajeitem-se em uma bela bandeja de prata, reguem-se com um fio de azeite de oliva igualmente quente e pronto!

    Sejam o banquete saboroso oferecido a Lúcifer!

    Obs: jesus poderá ser flambado e servido como sobremesa.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: