What porra is that?

Você sabe o que é a Seicho-Nô-Iê ?


É um ensinamento de amor que prega que o ser humano é filho de Deus, que o mundo da matéria é projeção da mente e, também, nos revela qual é a nossa verdadeira natureza. É uma filosofia que transcende o sectarismo religioso, pois acredita que todas as religiões são luzes de salvação que emanam de um único Deus.


Antes de tudo e qualquer coisa, é preciso dizer que essa definição é ridiculamente ridícula, uma amostra grátis da hipocrisia e desonestidade que está sendo oferecida. Mas alguém tinha que inventar uma frase bonitinha que respondesse à pergunta inevitável que viria após a abordagem deles aos candidatos a otários.

“É uma filosofia que transcende o sectarismo religioso”, traduz-se por “não importa que religião te fisgou primeiro, você pode contribuir com a nossa caixinha também, que Deus vai adorar”; todo o resto da definição é apenas pra ter certeza de que quem cair na rede e se filiar ao clube é mesmo um grande idiota que pode ter os bolsos esvaziados com um sorriso nos lábios.

Eu vi um vídeo em que um padre, pastor, bispo, pregador, obreiro, sacerdote, sei lá como eles se denominam, mas pra mim, tudo é uma corja só, lia para umas centenas de crianças o livro de uma tal de Keiko, cuja oração, ao longo do dia, era “Sou filha de Deus, tenho capacidade infinita, tudo sou capaz de fazer”. A lição era a de que nós não devemos nos abater diante dos nossos problemas, não devemos nos entregar vencidos antes de enfrentar os novos desafios, que devemos perseverar e ter esperança e confiança na nossa própria capacidade e potencial… Afinal, somos todos filhos de Deus!

É, eu pesquisei um pouco e descobri que o Deus da Seicho-Nô-Iê não é o Lair Ribeiro, mas bem que poderia ser.

Esse vídeo, com aquelas centenas de crianças aprendendo com Keiko como é bom ser filho de Deus, mostra como é frágil a mente humana, como é facilmente maleável, enganável, se há, para isso, tempo suficiente e gente preparada. E se você insere seu filho nessas “aulinhas” desde muito pequeno, e se há quem tenha em executar esse preparo a sua profissão, como os pastores, obreiros, sacerdotes, ou seja lá como eles se chamam na Seicho-Nô-Iê, então você terá, em breve, um grupo bem grande de pessoas que vai ter certeza de que o mundo da matéria é projeção da mente, de que todas as religiões são luzes que emanam de um único Deus, e de que conhecem a nossa verdadeira natureza: nós somos criaturas mágicas!


Anúncios

10 Respostas

  1. Crença derivada de trip proviniente da ingestão de cha de cogumelo detected

  2. Parabéns!Para mim uma excelente pesquisa que tu fez, Barros!

  3. Olá.
    Antes de mais nada quero esclarecer duas coisas: 1) não tenho religião, mas acredito em Deus; 2) concordo com o texto. Vamos aos fatos:
    Se todas as religiões são boas – como diz a Seicho-No-Ie( sei lá como se escreve isso…) – então prá quê criar uma nova?!?!
    Frequentei por dois anos essa “religião” (observação: eles, como outras religiões, não se intitulam “religião”; e sim ‘filosofia de vida”). Não passa de uma reles seita de autoajuda, com preceitos chupados de religiões “sérias”. É preciso ter muito bom senso para não cair na lorota deles. Parei lá do mesmo jeito que os outros: sofrimento, dificuldades etc. Eles dizem que se tu não praticares a meditação shinsokan e a sutra sagrada (orações), não há como prosperar. FIquei pensando com meus botões: como é que o Bill Gates conseguiu construir um império, se ele não pratica Seicho-no-Ie?! É das coisas mais piegas que existe; te fazem sentir-se uma criança; tudo mecânico, cheio de fórmulas “infalíveis”. Me sentia uma marionete lá, sendo manipulado pelos preletores (o equivalente deles para padre, pastor etc.). Hoje estou feliz, conquistei muitas coisas, e sem ajuda de Seicho nem de religião nenhuma. Entre os títulos dos livros deles, cito alguns: “Chave da Provisão Infinita”; “A `Prosperidade Em Suas Mãos”; “A Verdade da Vida” (a Bíblia deles); “Progrida Infinitamente” etc. Abusam de todos os clichês da autoajuda. O dízmio deles se chama “missão sagrada” – contribuição “espontânea” para ajudar a obra do “filho de Deus” (expressão muito usada pelos adeptos). Em resumo: pura lavagem cerebral, que, no frigir dos ovos, não tá muito longe do que faz a Universal, por exemplo. Espero que tenha contribuido em algo. Valeu!

  4. Obrigado pelo esclarecimento anônimo é bom saber que é mais uma fabrica de dinheiro.
    Eu como estou tentando estudar as religiões(tema que eu gosto muito) isto vai ajudar bastante.

  5. Você frequenta determinado local com fins religiosos por dois anos e não sabe nem como se escreve.. Logo se vê sua deteriminação e afinco afim de esclarecimento. Sem apologia ao tema, acredito que antes de criticar é preciso conhecer.. caso contrário são meras palavras ao vento como está sendo feito aqui. A propósito, indulgência, dízimo, colaboração, auxilio financeiro, ou sei lá como queiram chamar é pré-requisito para se chegar ao enriquecimento como mencionado no texto, mas mesmo um leigo que conhece o mínimo da seicho no ie sabe que isso não existe na filosofia.
    Sem maiores discussões, me limito a dizer que críticas só são válidas quando dotadas de conhecimento, portanto seja lá o que queiram falar, falem! mas antes de tudo tenham a coragem de ir além daquela simples pesquisa do google e conceitos preformulados acerca do que quer que seja, isso é vergonhoso!

  6. Eu diria mais que não basta só o conhecimento teórico é necessario ainda o pratico, mas este é muito trabalhosos e são poucos que se interessam por ele, então continuem falando da quilo que não conhecem de fato.

  7. Ih Vanderlei se conhecimento prático significa historias anedóticas elas não valem nada.

  8. De acordo com a premissa do Vanderlei se ele for estudar os gays, ele não vai ser preguiçoso e vai para o conhecimento prático, traduzindo, vai liberar o anel

  9. Vocês não conhecem o bastante. Não tem capacidade nem direito de julgar!

    Respeitem para serem respeitados!

  10. Tudo que você acredita torna-se real. Quem ignora isso é que está perdendo tempo e sendo manipulado.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: