Religião: um bem ou um mal necessário?

No atual estágio de evolução da humanidade, as religiões desempenham um importante papel, seja refreando os instintos mais primitivos ou incutindo valores morais e espirituais que a maioria das pessoas não buscaria por si próprias. Embora tendo este importante papel, elas ainda pecam pelos dogmatismos e divergências nas formas como são praticadas e pregadas.  Essas divergências até hoje induzem à discórdia e guerras. Os próprios dirigentes religiosos em seus fanatismos, levam seus fiéis ao enganoso conceito de que apenas a sua religião é a verdadeira e apenas ela leva a Deus.

A falta de um estudo mais aprofundado sobre os ensinamentos espirituais, impede-nos de ver os grandes valores que estão incutidos nos chamados livros sagrados.  A essência dos ensinamentos de todas as religiões, em sua forma mais pura, é a mesma transmitida por Cristo, Buda, Zoroastro, Maomé e outros.  Apenas o que diverge é a forma de entendimento e prática que cada religião resolveu adotar. Algumas chegam ao exagero de impedir o uso racional do intelecto para tentar compreender e chegar à verdade. Outras impõem costumes tão infantis que ridicularizam os seus seguidores.

No meu entender, nenhuma das religiões ocidentais parece querer levar-nos ao aprofundamento dos conhecimentos transmitidos pelos grandes iluminados da humanidade.  Para muitas, este comportamento de busca é tido como heresia ou ateísmo. Enquanto não superarmos as formas externas das religiões e entrarmos no coração dos ensinamentos trazidos por esses grandes seres, as guerras continuarão existindo e falsas verdades continuarão a serem defendidas com ardor.

A meu ver, o maior de todos os pecados é não usar as capacidades e potencialidades de que fomos dotados para tentar compreender a verdade, seja ela como for, sem parcialidade ou vendas impostas à razão e ao espírito. Enquanto somente o ser humano for considerado importante e merecedor de salvação, continuo não seguindo nenhuma religião. Para mim, tudo o que é vivo é sagrado e merece o nosso respeito, consideração e ajuda.

Somente quando as religiões compreenderem a unicidade da vida em suas formas, estaremos realmente nos encaminhando para o entendimento das grandes verdades espirituais. Somente quando cada homem entender por si só que toda responsabilidade é apenas sua e sua consciência transcender as formas, não haverá mais necessidade de religiões diversas, pois o templo será o próprio coração de cada um e todos os seus pensamentos e atos serão a sua forma de oração.

Anúncios

15 Respostas

  1. ADAM

    Belo texto, embora discorde em parte sobre o combate aos instintos primitivos pela religião.

    Discordar de um dogma de uma religião já é uma afronta à qualquer credo. Os líderes não querem que os participantes se sintam felizes em apenas exercer sua religiosidade, ou questionem.Eles querem mais fiéis a qualquer custo e para isso tranforma os inúmeros credos em erráticos.

    A existência de deus, para mim ainda é uma aberração, quanto mais escolher uma religião e professá-la.
    abraço

  2. Adamantdog,

    Ótimo texto. Bastante zen eu diria :)

    Mas faço as mesmas resalvas que o Saracura, penso que os instintos primitívos foram controlados pela propria necessidade de conviver em grupo, os humanos perderam um pouco da obediencia aos instintos para conseguir se adequar ao grupo.

    Abraços,
    Anjo_Z

  3. Isso é uma pregação, nasce um ‘mediador” com nome de cachorro.

  4. Realmente concordo com o Saracura e o Anjo Z não se faz necessario professar uma religião para que tenhamos valores morais.
    Se não vamos cair no mesmo pensamento do Matts qeu acha qeu só quem tem Deus ( o Deus biblico ) tem moral.

    Putz !! e estes caras heim?! sumiram até o Sabino não deu mais as caras.

  5. Sr. Haddammann não é pregação não são apenas pontos de vistas para ser depurados pelos ateus qeu graças a “Deus” se dedicam a pensar.

  6. Muito bom ADAM..bom lançar o “mote” para discussão..legal..daí surgem as conjecturas, opiniões…é pra isso mesmo: pensar..abraço

  7. Estou encantada com esse post, parabéns Adamtdog.
    Não consigo nem apontar o que ha de melhor nele, é simplesmente todo perfeito.

  8. A que grau trágico e deprimente a crença leva um indivíduo, chega até a se tornar um equívoco em sua própria espécie; o “fiel” chega a debochar dos nossos ancestrais e sentenciar a si mesmo. Sem ter saída pra defender o que o escraviza, o “fiel” engrandece a medíocre divindade que adora: “Tinha que matar tudo mesmo, era tudo burro!”.
    Crença fabrica ASSASSINOS E PEDERASTAS.
    Em 1980 a garotada entendia plenamente o triplo, quarto, quíntuplo sentido do que cantava Cazuza, R. Russo, RPM, Nenhum de Nós, a Plebe Rude, etc, pois estavam inteirados dos acontecimentos no mundo; estávamos em várias partes do Planeta num instante em que o acervo cultural estava bem disponível, sem travas e censuras. Um teste de lógica espacial que infantes de cinco, seis anos de idade respondiam em dois segundos contrasta com o que vemos hoje nas “pérolas do ENEM” (É só buscar na net pra ver rir, ou, chorar). E a tristeza na Educação não pára aqui pelo Brasil não. A estupidez das crenças também pegou outros países de jeito. Assim, para ler alguns textos utilíssimos, simples, e bem colocados, precisamos no mínimo de um acervo básico em cultura, porque alguns autores capricham num gerenciamento de conhecimentos que nos dão pura felicidade de encontrar uma lisura lógica e semiótica excepcionais, fazendo os leitores terem um brinde à desenvoltura psicológica de nossa espécie.
    Blogs como o Calhamaço dos Embustes e sites como o Rainha Vermelha dão à Internet o retorno do valor (e vigor) informativo em recursos que o Google e a Microsoft, principalmente, nos dispuseram.
    Seria bastante conveniente que o site Deusilusão fizesse também um espaço no TigBlog; os estudantes precisam desse enfoque e coragem. Em várias cidades do Brasil os estudantes lamentam o estado letárgico, apático, vigiado, em que estão; sentem uma amarra ardilosa os esganarem, afrouxando seus pés e mãos.
    Então, vamos nos perguntar: Se os fiéis de crencas têm a desfaçatez de dizer que nossos pais eram ignorantes e deviam ser massacrados, então qual é a sentença que a si mesmo dão, se notoriamente estão chafurdados na estupidez e ignorância?
    Se não têm competência hoje, em pleno Século XXI de ter noção do que é o Nada (esse estudo foi covardemente travado, roubado, e impedido à informação das pessoas pela corja nacional e internacional de SAFADOS que sitiou a Educação), uma importância tão singela e de categoria mais simples a se saber em vista do estágio em que estamos como espécie humana, quanto mais saber qual hífen fotônico chega primeiro no encontro que expressa uma faísca elétrica, e pra que serventia isso teria (Dica: Se não houvesse gradação de velocidade na ejeção dum feixe fotônico, não haveria impossibilidade para que a mesma quantidade de pares-energia constante no Cosmos se armasse em dois blocos distintos e jamais encontráveis; isso sim não daria nem chance pra existir nem um demente pra inventar um deus-‘esprítu’ boçal e tão perturbado e fissurado em carne infantil, como seus ‘representantes’ e ‘mediadores”.
    “Lá em casa não tem querer, tem que ir pra Jesus” (docinho pra ‘fiéis’ incutido nas cacholas dentro dos trens, ônibus,e nas filas de lavagem-almoço nos bairros com rebanhos-senzalas-mistas),
    E a ‘grande’ lição passada com divina-malandragem pelos ‘respeitosos-varões-canalhas’ pra avançar contra as filhas e infantes com menos de 12 anos: “É tua carne, tu criou, tu tem que chegar primeiro, vai dar mole?”.
    Por isso eles insistem tanto em ‘laçar’ as famílias. São um séquito de pederastas presos entre si, em rebanhos, num monturo de canalhice, e amancomunados por sordidez.

  9. Mesmo a Religião tendo um suposto sentido “bom”…e que seja pregado somente as mensagens Boas, verdadeiras lições de moral, amor ao próximo e afins…Sempre haverá aquele crente que entenderá um outro sentido, que pode ser o oposto da mensagem dada, e desse crente convencerá outros de mente frágil e facilmente manipulável a utilizar esse sentido oposto para o próprio prazer…massageando o Ego talvez, ou ainda pior, querer trazer desavenças entre os seres humano

  10. o Mal somos nos.

  11. Só pra lembrar religião mudou pois as pessoas mudaram, vários cristãos por exemplo achariam um absurdo alguém seguindo a Bíblia ao pé da letra hoje em dia.Bem como nós inventamos(nós humanidade) os deuses é de esperar que eles mudem com o tempo.

  12. O Léo tem razão !! só que eles (os crentes ) não conseguem enxergar isto qeu graças a pessoas como os ateus que tem coragem de pensar a religião mudou se não ainda estariamos queimando pessoas na fogueira e matando outros por dizer que a terra gira em torno do sol.

    (Somente porque a biblia diz que josué parou o sol e a lua)

  13. Wanda minha amiga ; vc ja assistiu AVATAR ? é uma analogia a destruição da floresta amazonica ea ganancia do ser humano.
    Um planeta tão lindo como o nosso e as pessoas so fazem é destruir o Carl Seagan defende muito no documentário Cosmos este ponto de vista.
    Se vc assistir vc vai mudar um pouco sua impressão com relação aos ateus.

    Vai no site do Despindo mito e clica la no ano de 2009 ele tem la dublado
    Assista uma parte por semana qeu seja mas sem preguiça preste atenção.
    garanto qeu vai gostar

  14. Wanda a lista de sites ta logo ali em cima na direita o despindo mitos é um deles.

  15. não!!!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: