Nada a ver com Deus (fim)

 

 

 

Nossos cérebros se tornaram para os nossos genes mais ou menos o que a Skynet se tornou para o sistema de defesa americano, no filme O Exterminador do Futuro: era para ser uma ferramenta utilíssima, mas que, de tão perfeita, adquiriu consciência e resolveu mudar as regras do jogo.

Nós também assumimos o controle e nos rebelamos contra os nossos criadores. Nós não somos mais nossos genes. Pelo menos não totalmente.

Hard-wired é um termo em inglês que designa um sistema que não pode ser reconfigurado pelo usuário através de um software. Se você não gostou da configuração que veio no equipamento, vai ter que abri-lo e fazer as alterações desejadas direto no hardware. Boa sorte.

Temos muito disso ainda em nossos corpos. Muita coisa hard-wired, como nossa altura, cor da pele, predisposição a certas doenças e maior resistência a outras. Entretanto, desde que, há 100 mil anos, nosso cérebro atingiu a capacidade que temos hoje, em termos fisiológicos, ele mesmo escreveu e nos disponibilizou um programa que reconfigura certas coisas que eram hard-wired.

Ainda temos nossos instintos, muito úteis e sempre a postos para nos tirar de enrascadas ou para nos fazer evitá-las; vivemos perfeitamente bem com nosso organismo funcionando em piloto-automático, sem que precisemos gerenciar coisas altamente vitais como circulação sanguínea, respiração e sistema imunológico; mas toda vez que alguém começa um regime, ou se torna vegetariano, ou usa um método contraceptivo, ou adota uma criança, ou decide fazer sexo única e exclusivamente com o amor da sua vida, nós damos uma prova a nós mesmos de que não somos mais robores desajeitados controlados por uma sequência inanimada de substâncias químicas.

Nós hoje podemos, por escolha e por vontade, ditar o que fazer e o que não fazer com relação a certos comandos que, antes, eram acionados automaticamente, e eram inacessíveis à reprogramação ou controle. Nós, hoje, podemos dizer que não somos animais, porque já não nos comportamos como animais; e justamente por termos desenvolvido a habilidade de refrear nossos instintos e a capacidade única de agir — às vezes com muito custo, mas às vezes, também, com muito prazer — contra a nossa própria natureza.


 

 

O vampiro que não bebia sangue humano*

 

(*) Eu detestei esse filme, e até tinha pensado em colocar a foto do “Pão” Pitt, que também fez outro vampiro que se recusou a se alimentar de sangue humano, no filme Entrevista com o Vampiro. Só que ele caiu em tentação e não ia fundamentar bem o argumento do post. O do Crepúsculo é mais determinado, e achei, sim, que ele seria um ótimo exemplo de criatura que se rebela contra seus próprios genes: um vampiro vegetariano!! Sem falar nessa foto que ilustra bem o foco principal da série: o Amor, um tema que não tem nada a ver com Deus.

 

<< Parte 1


Anúncios

46 Respostas

  1. otimo desfecho!

    o q estragou foi a foto do Prepúcio!

  2. Legal…Pedro não entendi o “prepúcio”, seria Crepúsculo?….rsrs

  3. Pedro Almeida, eu também detestei esse filme, e até tinha pensado em colocar a foto do “Pão” Pitt, que também fez outro vampiro que se recusou a se alimentar de sangue no filme Entrevista com o Vampiro. Só que ele caiu em tentação e não ia fundamentar bem o argumento do post. O do Crepúsculo é mais determinado, e achei, sim, que ele seria um ótimo exemplo de criatura que se rebela contra seus próprios genes. Sem falar nessa foto que ilustra bem o foco principal da série: o Amor, um tema que não tem nada a ver com Deus.

  4. sorry, barros.

    só entendi essa do vampiro vegetariano quando li seu comentario.

    e olha que eu assisti o filme e li a serie interia.

    e agora nós todos vamos esquecer o que eu acabei de dizer!

  5. Muito bom, apenas ‘inanimada’ é que não compete; ‘fenomenológica’ ficaria mais apropriado; porque as ações químicas são animadas pra carimba.
    Ôpa! É o Zunido aí gente!!
    eis cormentáriu arqui é páru Ai Mêirda, u Crêitu, i tamém pu ladrão, i u deitão qui tá incostado na varga du zôtu.
    Si cherguei pu vendedô di mel du ‘bão’ i prerguntei si era di cârna caiãna lirgítima, dakelas lirstadinha di verdi i amarélu mêrmu, i êrli dissi q era ansim déssa mermu, qui eu purdia comprá suçegadu.
    Aí eu prerguntei pu ôtu compradô si erli táva venu a lista di trêis côr nu mél purim. U cára mirô u vridin i dirssi ki táva venu um filzin brancu. Antão eu dissi ki a arbêlha tinha mermu passado pêrlu carnáviá.
    Aí eu farlei ki a mertádi branca du vridin era u qui a árbelha num cunseguiu dirretê nur fôgu. Intão ur mél éra di cârna lirgítima.
    Ur môçu fircô imprercionádu cumu eu sabia tantu di mél. Antão eu dirssi ki tinha aprendidu venu us comentáriu dus sofistas nu brógui Deusilusão.
    Sir vôrçê num inrtendêu eu vô ispricá. Ó çó cumé ki é.
    Cê xêrga nu vendedô di xurraskin e pregunta si é di gátu virvu. Sir êrli gaguejá tu pregurnta pru ki tá vendenu cum erli si batê nu xurraskin erli mia. Si erli dirssé ki pódi batê ki erli vai miá, mais a carni vai ficá dura, i vc tein ki iscolê, intão u xurraskin é du ‘Bão’.

  6. Barros! Barros!! Bravos!!! Ôuwhwôuhu …

  7. São campeões, Barros, Saracura, Iori, Ná … Timeehh …

  8. Shere

    Obrigado pelo belo show do Bruce…valeu

    Ôô OôÔÔôÔ …ôÔ…Ôô…..

  9. Barros já assistiu HellBoy ? http://pt.wikipedia.org/wiki/Hellboy
    É sobre uma série em quadrinhos de um dêmonio que por sido criado pela humanidade combate o mal, o mais legal é que eles misturam várias culturas tem deuses gregos, espiritos orientais, vampiros, lobisomens é uma salada cultural.

  10. haeuah

    barros
    eu acho q inconsciemente eu entendi o proposito da foto
    mas foi bom explicar, pq no final do teu coment eu finalmente entendi o nome da serie de postagens

    abraço!

  11. Foi? Que bom! Mas a Rayssa também tinha dito que não conseguiu ligar “o nome à pessoa”… rsrsrs Daí que eu achei melhor colocar alguma coisa… Valeu!

  12. A idéia do blog é boa, mas os textos são muito infantis, a típica revolta atéia de quem acabou de ler os livros do Dawkins e se acha mais esperto que os crentes.
    Sou agnóstico e isso é uma crítica contrutiva.
    Ninguém pode ser 100% ateu, pois ninguém pode provar a inexistência de deus e isso foi dito pelo Marcelo Gleiser.
    Nietzsche dizia que o homem possui 3 fases, a do camelo, a do leão e a da criança.
    Aqui ainda eu vejo camelos fingindo ser leões (para entender a metáfora procurem no google).
    Sugiro uma abordagem mais filosófica e menos odiosa dessa coisa toda de fé.
    Sou físico me formando na unicamp e 95% dos meus amigos físicos acreditam em deus por não acreditarem que tamanha complexidade possa ser criada aleatóriamente.
    Desafio qualquer um tentar convençe-los dessa historia de genes egositas.
    Mas se preparem para provar tudo matematicamente.
    Os números são as letras que construiram o universo.
    O que quero dizer a vocês é que se dediquem mais a criticar o aspecto negativo social da religião e seu mal, mas também reconhecer os aspectos positivos das mesmas (e sim, eles existem).
    Para não cair na falha dos ditos “jornalistas cientificos” que se acham superiores ao restante da humanidade “crente” e endeusam os ditos “cientistas”.
    E olha, a maioria dos cientistas é bunda mole e não são melhores que macacos treinados em tarefas complexas…
    Abraços !!

  13. E pelo amor de deus !!! :)
    Citem autores diferentes de Carl Sagan e Dawkins !!!!
    Que tal uma análise do panteísmo de Espinosa ou Einstein (ele não era ateu, quem acha que ele era, não sabe ler direito)
    Que tal Voltaire ou Nietzsche em “O anticristo” e “Crepúsculo dos Deuses” ?
    Amigos, sigo o caminho da ciência a muitos e lhes digo que a modernidade falhou em definir a razão como única forma de definir a verdade.
    Não defendo a metafísica, mas essa abordagem puramente materialista só trás o vazio existencial.
    E com certeza vocês autores o sentem, só devem estar eufóricos demais com esse negócio de sair pregando o ateísmo felizes em mostrar a “heresia” ao mundo dos crentes.
    Religiosidade vem do sentimento de admiração da beleza da vida e do universo e do encanto das descobertas. Nada a ver com religião.
    Recomendo o site da CPFL, procurem pelo Luiz Felipe Pondé. Vai trazer novos horizontes.
    Abraços a todos !!!!

  14. Leonardo, rapaz, o seu comentário em que você diz que um certo texto era uma cópia descarada do Pandé gerou um rebuliço aqui que tu não faz ideia! rsrsrsrs

    Se quiser entrar em contato comigo, eu gostaria de te enviar esse tal texto (que já não está mais disponível aqui) e de receber uma pequena “resenha” tua, explicando mais ou menos onde você identificou o plágio. Não se preocupe que a autora, a que te xingou e esbravejou ante a tua válida e educata observação, não vai mais repetir aquela má educação toda, uma vez que eu a excluí do blog, mesmo porque ela é uma mulher muitíssimo ocupada e não teria tempo pra ficar lendo essas coisas, muito menos xingando ninguém, que ela é uma lady. rsrrss

    É isso. Espero que tenha “assinado” esses comentários, pra ver essa resposta. Meu e-mail é deusilusao@email.com

    Abraço e obrigado pela crítica.

  15. Desafio qualquer um tentar convençe-los dessa historia de genes egositas.

    Bom, digamos que você vai pegar seu filhinho de dois anos na creche e encontre lá o prédio pegando fogo… as crianças presas lá dentro… um inferno. Pois bem. Você vai invadir o prédio, incentivado e “super-heroizado” pela adrenalina no seu sangue, e dentre as inúmeras crianças da creche, seres humanos iguais a você, tu vai procurar por uma em especial: seu filho. Se der, depois que já estiver correndo com ele pra fora, tu pode até se sentir compelido a usar teu outro braço livre pra salvar uma outra criança “qualquer”. Mas só se der…

    E por quê? Porque seus genes são sim egoístas. Mas pra entender isso, não recomendo o Google. Suspenda um pouco a leitura do físico Marcelo Gleiser e vá ler Dawkins! KKKkkkkkkkkkkkk

    Um abraço.

  16. By the way…

    A idéia do blog é boa, mas os textos são muito infantis, a típica revolta atéia de quem acabou de ler os livros do Dawkins e se acha mais esperto que os crentes.

    Esses textos dessa série, como o próprio nome indica, não têm nada a ver com Deus…

  17. […] em Nada a ver com Deus (fim)Barros em Nada a ver com Deus (fim)Leonardo em Nada a ver com Deus (fim)Leonardo em Nada a ver com Deus (fim)Stranger_Land em Continuação :O Mundo Assolado […]

  18. O Barros colocou a foto do filme CREPÚSCULO pois é o filme preferido do Saragaycura.

  19. Leonardo disse:
    “Ninguém pode ser 100% ateu, pois ninguém pode provar a inexistência de deus e isso foi dito pelo Marcelo Gleiser.”

    Isso quer dizer que eu não posso afirmar com 100% de certeza que não existem unicórnios invisíveis e indetectáveis? Ou que não estamos em uma simulação de computador? Ou que tudo o que vivo não é apenas o sonho de um sábio chinês de 5 mil anos atrás?

    Gostaria de saber se há provas contra essas alegações…

    “Sou físico me formando na unicamp e 95% dos meus amigos físicos acreditam em deus por não acreditarem que tamanha complexidade possa ser criada aleatóriamente”.

    Problema deles. Eles têm provas disso?

    http://bulevoador.haaan.com/2010/09/02/stephen-hawking-deus-nao-criou-o-universo/

  20. Alex, você parece ser um cara inteligente mas anda meio nervoso.

    Esse negócio de “você tem provas disso”, “você tem provas daquilo”….já deu o que tinha que dar…..

    Porque afinal ninguem tem prova de porra nenhuma, e posso te garantir que esses meus amigos não estão muito preocupados com o seu questionamento das provas.

    O que eu espero é um pouco de mudança de argumento dos ateistas militantes, que sempre vem com a mesma coisa….. vc pode provar isso….

    A resposta é simples : Não

    E daí ? Aí você fica feliz com a sua superinteligencia ateística e eu continuo com a minha vida e minha crença idiota não-provada-que-só-me-faz-inferior-aos-ateus…

    Mesmo que eu esteja entrando para o mestrado em física das particulas, eu ainda sou um estúpido por acreditar em alguma forma organizadora (sou agnostico e acho a idéia de deus romântica, só isso), já que não posso provar isso…

    É esse tipo de “raiva” que eu acho puramente infantil, chega a ser pior que um crente que fala Jesus a cada 5 minutos e acha tudo pecado.
    Ambos são extremos.

    Agora você pode responder com um argumento cheio de “verdade científicas” e “dados provados” e me perguntar mais umas 5 vezes : “Você pode provar isso ?”
    :)

    Abraços

  21. Leonardo se divindades ficassem apenas no ramo do “romantismo” o mundo já seria diferente, pena que elas tem essa “mania” de ditar regras e leis para todos, e como você disse sem provas talvez esse seja o maior erro das crenças, dizer o que é certo ou errado sem se justificar.
    E o mesmo pode acontecer com pessoas sem “crenças” pois não existe uma lei ou regra universal que agrade a todos, por isso temos que nos unir como seres humanos e separar o que realmente seria importante para a nossa raça.
    Se as crenças não conseguem isso já deveríamos te-las deixado para atrás a muito tempo.

  22. Leonardo ( o físico)

    Eu não sabia que na Unicamp, tem muitos teístas. N UFPE 99% dos professores e uns 70% de alunso de física são ateus…

    O blog está aberto a discussões de toda espécie. Discutir filosofia no contexto dos grandes filósofos, que representariam suas afinidades, desejos, medos, teambém não passa de uma paixão, assim como define ateus militantes…

    Eu passei lá no CPFL, e vi um vídeo com o Pondé (quase mulher)…sobre a questão da criação dos deuses, num tempo fora da nossa realidade, o deus onde o tempo não passa….eu gostei, mas não dá pra ser apaixonado pelas idéias dele..São paenas mais idéias….

    E quando aqui discutimos e colocamos cientistas, da mesma forma que você, gosta desses filosofinhos, que não entendem muito de ciência….dá na mesma..
    o blog se presta aos normais e se tivermos nossas idéias, não queremos ser Spinoza, Eisntein( ATEU), nem Carl Sagan, queremos ser nós mesmos…e se não tem a profundura dos filósofos, que procure outro lugar pra comentar…

  23. Você também estuda na Unicamp ?
    Bom saber !!!
    A gente pode se encontrar lá no instituto de física, e depois me passa o nome dos professores ateus por favor e dos alunos pode me passar alguns também, se bem que eu falei sobre os meus amigos em geral e não sobre todos…

    Pelo jeito você viu TODOS os vídeos do Pondé, afinal você já tem uma opinião formada….
    Ou espera….você viu apenas UM vídeo que fala sobre uma abstração, e não viu os outros vídeos onde a religião é explicitada no dia a dia e já formou uma opinião ?
    Wow cara !!! Você é fodão mesmo !!!!!

    Depois do “filosofinhos” eu nem discuto mais.

    Eu só vim aqui dar a minha opinião, mas como todo extremista leva opiniões subjetivas para o lado pessoal e fica achando que estou querendo provar uma tese com minhas crenças, então eu me recolho a minha insignificância.

    Ah esqueci de te falar, Eisntein não era ateu, mas oscilou em fases panteístas e panenteístas.
    É óbvio que você vai me dizer : Prove isso !!!!
    Mas por favor não fique bravo, eu já carimbo aqui, minha concordância com tudo que você disser !!!
    Você tem razão em tudo !!!!!
    E nem precisa provar isso……

    Você ia se dar bem no “religião é veneno”
    http://www.rv.cnt.br
    Vai lá e destila todos os seus argumentos contra os proselitistas !!!! :)

    Abraços !!!!

  24. Se bem que aqui já está parecendo com o RV…rs….

    Pessoal, só para esclarecer eu gosto muito de filosofia e tenho a mania besta de achar que todo muito tem que escrever com um “viés filosófico”. O Barros levou essa minha “bestalhada” na boa e ainda propôs um diálogo via email e acho isso incrível porque ganho mais um amigo.

    Mas não vou mais discutir esse negócio de “prove isso, prove aquilo”, é um pé no saco do cacete.
    Vou emitir minhas opiniões acerca do artigo do autor, mas terei a triste arrogância de não responder aos comentaristas que ficarem “nervosinhos” às minhas opiniões.

    Assim como também terei o bom senso de não questionar opiniões alheias, e se o fizer, será de um modo dialético, apenas para aprender sobre o que cada um pensa e não para tentar impor minha crença aos mesmos.

    Abraços !!!

  25. […] Leonardo em Nada a ver com Deus (fim)Leonardo em Nada a ver com Deus (fim)saracura em Nada a ver com Deus (fim)Tweets that […]

  26. Eu acho — só acho, porque, em matéria de estupidez, ninguém ganha de mim — que entendi o que o Alex mencionou aqui.

    Quando se diz que “Bom, o universo é assim e assado, ‘tem’ que ter havido alguma coisa por traz… e essa coisa é Deus”, a gente sempre vê a falha do argumento da cabeça do crente que pensa assim, porque, tanto poderia ser Deus, como um deus hindu, um deus grego, ou dos antigos fenícios, ou um deus egípcio, ou de alguma nação indígena desconhecida, ad infinitum. O cristão quer empurrar o deus dele, chamado de Deus, com D, mas a gente olha pra ele e pergunta: “Sim, mas só uma dúvida: por que o ‘seu’?”.

    Geralmente a resposta é: “Uai! Tá na Bíblia!!”

    Eu só arregalo os olhos diante de tamanha prova de imbecilidade e respondo: “Vixe, é mesmo! Eu tinha esquecido desse detalhe.”

  27. *Alex Rodrigues, corrigindo. Eu havia escrito “Leonardo”.

  28. Um grande problema com as pessoas crentes, principalmente cristãs, é que elas nem sabem no porquê acreditam no que acreditam.

    Elas pensam que são Cristãs porque seguem ao cristo bíblico, mas na verdade são cristãs porque NASCERAM em um país cristão.

    Se tivessem nascido na india seriam hindus e teriam 3 deuses : Brahma, Shiva e Khishna (acho que é isso), se tivessem nascido na china ou japão seriam budistas (que é uma religião ateísta) ou taoistas ou xintoistas.
    Se tivessem nascido no oriente médio seriam muçulmanas ( e estariam literalmente ferradas…..), e etc…..

    Esse argumento sempre desarma um crente, porque não adianta dizer que a “Bibria” não prova nada, é preciso tentar fazer ele pensar, e meter o pau nas merdas da “briba” só vai deixar ele nervoso.

    Esse argumento do porquê elé é cristão pode não desconvertê-lo na hora, mas planta a semente da indagação, do “porquê”, e essa semente pode germinar alguma hora…..

  29. Leonardo (Físico, temos que diferenciar! hahaha), genial aquela metáfora do camelo, criança e leão. Embora tenha lido Nietzsche, não a conhecia.

    Também já fui muito de usar o termo “provas” toda hora, até Kant quebrar minhas pernas ao responder a noção de causalidade de Hume. Nossa própria percepção parte de um conceito “a priori”, consistente e aterrador.

    Também acho a ideia por demais romântica. Toda vez que vejo alguém falar de força construtora me lembro de Caos e Eros. Aliás, acho que deus mais complica do que responde. Já é difícil imaginar algo surgir do nada e um “algo” perfeito então.

    OFF:
    Por falar em física das partículas (pela minha ignorância entendo quântica), tenho acompanhado a série “Through the Wormhole” e toda vez que assisto um episódio, pausando e voltando várias vezes, tenho noção de quão fantástica a física é. Mesmo que absorva pouca coisa e acabe não entendendo quase nada no final. HAHAHA!

  30. Leonardo (estudante de física)

    Sou formado, eng civil pela UFPE…..lá quase todos são ateus….não falei que estudo na UNICAMP..

  31. Leo ( estudante de física)

    Eistein era ateu….ano passado descobriram cartas em que ele revela que não acredita em deus….não no deus do spinoza quanto ele fala, deus…..quanto a questões sobre ele ser panteísta, em tudo achar deus, a carta desmistifica isso e contradiz isso…

    O blog está aberto para comuns mortais colocarem sua opiniões..é daí que retiramos a essência das pessoas..não quero endeusar Pondé ou outro qualquer que são apenas mais um dentre os milhões de filósofos, mas é valido…

    simplificando, deuses são criações da mente humana diante da morte certa…tudo leva a isso…podem surgir milhares de explicações, inclusive do deus Pondé, que só imaginei mais um dos bons filósofos, mas não li tudo…realmente não dá….surgem muitos “contrapontos”, muitos “enfim”…é fogo…

    de qualquer forma viva nossa possibiidade de pensar, nossa maneira de ver o mundo, descobrindo mais, aproximando da realidade nua, ou desmistificando mentiras….

  32. Sim…sobre as castas de Eisntein, sai até no Jornal Nacional……realmente a coisa foi popular..

  33. Dhiogo,

    Sobre a Física quântica, estava revendo alguns comentários de físicos como Bohr, que disse que teoria não é nada fácil de ser assimilada, tanto pelos físicos como pelos comuns mortais….

    Imagine entender que quanto mais tentamos compreender a natureza microscópica atômica, mais inserimos incertezas…parece uma lei pra evitar…

    Daí vão surgindo teorias mais complexas de “cordas”, bósons de Higgs, múons, píons, mésons…uma loucura! Uma loucura bonita…

    Porque nem sequer eles sabem se está certo, no mínimo incompleta, como diziz Feynman.

    O mais sensacional é ter contato com as equações complexas dos cientistas…a introdução de operadores pra indicar densidade de probabilidade….é uma viagem…

    Tudo muito legal…

  34. Mais sensacional é a teoria comprovada das partículas em pares, em que mesmo afastadas pela maior distância conseguem perceber o que a outra partícula está fazendo….simplificando..

    O mais incrível é que isso vai de encontro à natureza absoluta da velocidade da luz……como esta informação consegue chegar? Contradiz Einstein….

    Duas teorias que não se encaixam…é o que faz funcionar o mundo!!! Estanho total..

  35. Pessoal, não sou físico, só um estudante.
    Na verdade ainda estou em dúvida se vou seguir carreira acadêmica ou coisa do gênero….mas isso fica para outra hora…..
    Me chamem só de Leonardo, tá mais que bom, e é o máximo que eu mereço..rs….. :)

    Saracura :

    Cara, faz um bom tempo que eu li uma biografia do Einstein, aquela “Sutil é o senhor” do Abraham Paes, mas não me lembro de muita coisa, tem uma biografia nova nas livrarias preciso comprar.
    Vc tem um link dessas cartas ? Agora me interessei nelas, já tinha lido algumas, mas preciso dar uma lida mais precisa…
    Valeu mesmo pela dica

    Dhiogo

    Kant realmente é foda, e detonou com a forma como nós “pensamos o pensar”….
    Mas é um autor bem difícil de ler, o cara que fala difícil….rs..
    Sempre achei que deus é um problema filosófico ao invés de matemático e físico….por isso gosto da discussão filosófica de deus, ela é romântica e permite, como eu diria, dar umas boas “viajadas”, sem ficar preso a causalidade e ao uso de hipóteses “ad hoc”

    Agora digo a vocês que física quântica é coisa do demônio !!!! kkkkkkkkkk
    Deve ter no máximo uns 10 caras no mundo que realmente entendem essa merda direito (com toda a matemática insana !!!!!)
    Eu (como opinião muito pessoal essa) acho que a física quântica é uma extensão irmã adulta da física de partículas, acho que o fato de as duas não se encaixarem ainda, é pelo fato de ninguém saber exatamente “onde começa uma e acaba a outra e como elas se encaixam direito”.
    Meio sem noção essa declaração, mas é mais ou menos como duas engrenagens, se elas estiverem fora de medida uma vai moer a outra, e isso não acontece no nosso mundo (se bem que na realidade essas “engrenagens” realmente se comportem de forma maluca, como dito pelo caso das particulas em pares, e no plano quântico pior ainda, onde nada faz sentido…..rs….)

    Agora vou na padaria tomar um pingado com pão na chapa.
    Abraços !!!

  36. “Leonardos’ no blog hahaha, é uma invasão fujam para as colinas hahaha.
    Se aparecer mais um, aê que o povo vai ficar confuso hahaha.

  37. Saracura

    Pois é cara o que mais me deixou em frenesi foi essa aparente sincronia de pares de partículas que Einsten chamava de “fantasmagórica” ! Inclusive há um experimento, não me pergunte mais detalhes pois só consegui entender o objetivo, que voltaria no tempo usando essa propriedade e inverteria causa e efeito.

    Depois de ver o documentário fui dar um pesquisada e encontrei esse experimento:

    http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,,223235,0.htm

    Ele estimam que a velocidade que esse evento acontece é de 10.000 vezes a velocidade da luz!

    Uma mensagem seria entregue antes de ser enviada, assombroso. Recomendo a série a todos, faz você ficar maluco!

    Leonardo (é por que tem dois aqui cara, não é pra zombar)
    Estou seguindo aquela máxima:(agora não recordo o autor.) “Quem diz que entende Física Quântica, não entende nada”. Se não entendo nem os conceitos imagine só os cálculos, hahahaha!

    Também adoro filosofia pelos mesmos motivo. Entendi Kant porque não li o texto integral, qualquer dia, com mais capacidade e bagagem filosófica vou me atrever a ler “Crítica a razão pura”.

  38. Leonardo ( estudante de física)

    Eu vi a reportagem no Jornal Nacional e em alguma notícia na internet…..vou procurar…

    Dhiogo,

    EStou com este livro de Kant, mas realmente para mim é realmente complexo….incursionar a mente desses “monstros” pensante é complicado..
    Por isso, nunca coloquei aqui minhas elucubrações a respeito destes pensadores, pela falta de profundura minha…..e isso tornaria as discussões meio viajadas, fislosóficas demais, afastando os comuns mortais..

    abração

  39. Leonardo (estudante de física)

    aqui o link
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u402056.shtml

  40. “A palavra Deus é para mim nada mais do que expressão e produto da fraqueza humana”, escreveu Einstein, para quem a Bíblia seria “uma coleção de lendas honoráveis, ainda que primitivas”.

    O conteúdo da carta difere de declarações anteriores de Einstein, que, segundo historiadores, nunca havia deixado muito clara a sua visão sobre a religião. Nessa seara, o físico era mais lembrado pela frase “A ciência sem religião é manca, a religião sem a ciência é cega”.

    Na carta a Gutkind, porém, Einstein classifica a crença em Deus como “produto da fraqueza humana”, e não poupa nem a religião do povo ao qual pertencia. “A religião judaica, como todas as outras religiões, é uma encarnação das superstições mais infantis.” Einstein, um sionista que teve papel importante na criação do Estado de Israel, diz a Gutkind que não acredita que os judeus sejam um povo “escolhido”.

    A carta traz um certo tom de descrença na humanidade e a noção de que o poder corrompe as pessoas. Os judeus, diz, só estariam “protegidos dos piores cânceres por lhes faltar poder”.

  41. Valeu cara !!
    Vou ver com carinho.

  42. É triste. Mas os sentimentos são históricos.
    Vê lá se o amor romântico homem-mulher, tal como o Ocidente o concebe, o idílio-namoro-paixão, não é uma invenção dos poetas trovadores da Provença medieval, flor das cortes condais e baronais do sul da França. Sentimentos são padrões. Podem entrar na moda. E marcar épocas, momentos e circunstâncias históricas.
    [Leminski in Vida]

    Conversamos melhor via-email, mas não pude deixar de comentar.

  43. Tá bom, meu anjo. Brigado pela visita.

  44. “Se tivessem nascido na india seriam hindus e teriam 3 deuses : Brahma, Shiva e Khishna (acho que é isso)…”

    Não, absolutamente não é isto. Se você tivesse nascido na Índia, com esta mentalidade, seria mendigo. Deus é um só: Brahma (favor, na sua santa ignorância não confundir com a cerveja). Somente se usa Brahma, Vishnu e Shiva, quando refere-se a Trimurti (Santíssima Trindade).

    Se você não domina um assunto, como neste caso, é melhor não fazer menção ao mesmo. Limite-se a sua insignificância. O Universo agradece!

  45. Calma !
    “perdoai-lhes porque eles não sabem o que dizem”..ehehehehehe!

  46. […] e sem prejuízo pra ninguém, apenas concordando com um leitor, o famoso Leonardo, que, felizmente, deu as caras de novo, mesmo depois de ter sido — também — xingado pela dita cuja. Pois é. A mulher quer […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: