Cada Vez mais Ateu e Convicto! (republicação 2)

I 

Ao tentar criar um espaço    
de pluralidade e discussão
Aos delirantes e aos da razão
Causou-se um certo embaraço
Mas deixou a essência, o traço
Do dito sábio, original
Com propriedade, o estendal
De tantas áreas, revelado
No conhecimento, nos projetado
Acrescentando ao nosso cabedal 
  
II
O “deusilusão” tem revelado
Nos ramos da mente humana
Áreas diversas no qual se explana
As mentes sãs que  tem visitado
E o êxito tem-se logrado
Pois é, de fato, o objetivo
É a graça, é o incentivo
Da dinâmica a perdurar
E assim sendo,  renovar
Ser “blog” legal e inventivo
  
III
Sociólogo, andou comentando
Membros ilustres da psicologia
Das letras, física e engenharia
Piloto, médico, ou “se formando”
E mentes se vão libertando
Das garras da ignorância
Dada esta tal “inoperância”
De descobrir a verdade
Obnubilada  pela impossibilidade
Dos dogmas terem relevância
 
  IV
Já aventamos comentários
Se deus tem uma existência
tudo dele é uma incoerência
pois se existe, é um sicário
facínora, perverso, salafrário
indiferente à humanidade
só pressupõe desonestidade
injustiça e tanto desmando
sob os males, está fraquejando
merecia um “HAITI” de maldade?
 
 V
Se reportarmos a um milagre
Como se  ocorrência,existisse
Não em mente dos que mentissem
Mas na do cético que consagre
Exclua os “cabeça de bagre”
Dos crentes inescrupulosos
Arrogantes, rotos, mentirosos
Sempre vítimas, a arregimentar
Pra muito melhor arrecadar
E os torná-los poderosos
 
 VI
No mundo, nunca se viu
Crescer membros de amputados
Estes, por deus discriminados
Deles, pena nunca sentiu
E o crente ainda cria um ardil
Pra tanta desumanidade
Diz: - Deus não quer, de verdade!
Prover peça de reposição
Assim  só prova a omissão
Do seu deus, com a caridade!
  
 VII
Por mais que surja proposta
Pra enfiar deus na “goela”
Inconsistência, mais se revela
Somos loucos? E a resposta?
Escancarada à mostra
De dizer, deus não é nada
Criação de mente enganada
Não interfere no universo
Só se for grande e perverso
Fábula  farsa alucinada
 
 Saracura do brejo
 
 
 
VIII 

Deus é o ópio e mal-feitor
Estorvo o entorpecente
Provoca males em gente
Cedo, incrustrado com fervor
Corrói a mente com ardor
A ponto do difícil “extirpar”
Do âmago do ser, expulsar
Tornar livre o “ser pensante”
E o racional, ser relevante
Uma vida nova, ressuscitar
   
IX 
 Não há nenhuma equação
Que prove os poderes divinos
Nem o proceder malinos
Ousaram entrar em ação
Tudo é criado é imaginação
Na mente do alucinado
E só pra ele é revelado
Os atos sobrenaturais
Sem comprovar, atos tais
Passando desacreditado
  
X
Dessa forma é que age o crente
Expondo a sua teoria
Repetindo em demasia
Que fé tem poder inerente
Ao deus, arrebanhador de mente
Mas não passa de uma sugestão
Fé cega, a bitolação
Que os remete à loucura
Não reage, não traz cura
A tremenda alienação
 
  XI
Analisando certos comentários
Sobre deus, não surge advento
Só amolação e juramento
De tanta bobeira, são hilários
Os crentes e seus sectários
Nos fazem bem mais ateus
De tudo que falam em deus
Infantil, irreal, improvável
Sem nexo, nada respeitável
Subsídios melhores: - os meus!
 
 XII
E assim vem transcorrendo
Com mais firmeza e noção
Ser ateu é iluminação
A batalha, estamos vencendo
Ser livre, é bem estupendo
Jogar mitos na lixeira
Deus, sacis e rezadeira
farinha do mesmo saco
tenho vergonha se fui fraco
outrora crido em tal “leseira”
  
XIII
Se onipotente deus cristão
Fosse o dono do universo
Duvido se fosse disperso
Deixar-me livre da sua ação
Morreria eu, de antemão
De desafiar o poderoso
Mandar-me-ia ao tinhoso
Pro quinto do seu inferno
morte e sofrer eterno
teria eu, fim pavoroso
 
XIV
Mas a maldade insolente
Ataca em qualquer ser
A morte, todos vão ter
Desde o pagão ao mais crente
Ao covarde, ao mais valente
Sofrem infortúnios ou desgraça
Deus nunca deu ar da graça
Tirar dos pios,  desventuras
Doar dádivas sem mesuras
Morte é certa, nunca passa!
 
Anúncios

15 Respostas

  1. Nestes últimos meses, ou dias estive meio desmotivado pra escrever. Só deixei algo, meio sem inspiração….próxima semana..vou ver se volto a por textos….abração a todos…desculpem a ausência…

  2. Fala Saracura!!!
    Adorei essa…
    Vc, sempre com suas palavras lá do fundo mais obscuro do dicionário!

    Tbm reservei um espaço a poesias lá no ateu e atoa, comecei semana passada com um colaborador e amigo do orkut o curioso,

    Tbm manda bem!
    Depois dá uma chegada lá e comente!

    Um abraço
    Fabenrik
    ateu e atoa

  3. Paramahansa Yogananda, “A Eterna Busca do Homem”.

    A qualquer dúvida que lhe acorrer durante a semana,
    consigo, com a família, com o trabalho ou junto à sociedade,
    lembre-se que o amor é a solução,
    sempre.

  4. Fabenrik

    Valeu amigo…tendo um tempinho, claro darei uma passada ou uma contribuição…valeu amigo..

    Joanaperi

    Sim..O amor, tão desejado é a solução..abraço amiga

  5. Sara, parabéns!

    rsrs…

  6. Faço questão de deixar meus parabéns ao Saracura pelos versos! Não canso de ler e reler!

    Há braços,
    Maximiliano

  7. Max,

    Não havia visto seu comentário. Agradeço sua educação e seu elogio..abração. amigo

  8. O homem é mesmo um poeta. Muito bacana, bacana mesmo. Mandou muito bem.

    Abraço.

  9. Fábio Paiva,
    Obrigado amigo! Se você gostou, gosto de perguntar qual verso…he! Eu publiquei este em fevereiro 2010….Abração, valeu!

  10. Tenho visto em tal resposta
    a personalidade dos leitores
    que variam em idéia e labores
    em convicção e proposta
    mas tem até quem não gosta
    do “non sense” dogmático
    Um vanderlei pragmático
    panfletando em enrolação
    Que de tão tolo seu sermão
    Não é sério e nem é prático

  11. Saracura, a parte que eu mais gostei foi essa:

    XI
    Analisando certos comentários
    Sobre deus, não surge advento
    Só amolação e juramento
    De tanta bobeira, são hilários
    Os crentes e seus sectários
    Nos fazem bem mais ateus
    De tudo que falam em deus
    Infantil, irreal, improvável
    Sem nexo, nada respeitável
    Subsídios melhores: – os meus!

    Mostra bem o que acontece aqui.

  12. Fábio Paiva,
    he!he! Gostei deste também…..obrigado amigo!

  13. como diz o brilhante filósofo Romario:

    O Pelé com a boca fechada é um poeta…he…he…he

  14. Interessante…

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: