Como surgem as Religiões.

Contribuição do leitor e agora colaborador Oiced Mocam

Como tudo começou – a primeira religião e os primeiros deuses

     A origem da Religião e o primeiro Deus, são assuntos de controvérsia. Provavelmente, a primeira atitude religiosa do homem foi o naturalismo religioso, isto é, a adoração de objetos e fenômenos da Natureza. A seguir, em vez do culto do objeto físico passou a reverenciar o espírito ou a alma do objeto ou fenômeno.

       Mas a teoria mais aceitável, parece ser a seguinte:
     
       Suponhamos que morreu o chefe de uma tribo, que em vida foi um  líder temido. Mas depois de morto, passou a ser ainda mais temível, porque seu corpo-sombra ficou invisível e ninguém sabia quando iria atacar as infelizes criaturas que por ventura lhe caíram em desagrado. Para cair nas boas graças dele, fazia-se necessário cativá-lo com muitos presentes e orações. Ele era um espírito terrível e poderoso. Trovejava e relampejava (na tempestade), ocorriam eclipses, trazia doenças e mortes aos que lhe desagradavam e assegurava a vida aos recém-nascidos. O homem primitivo, naturalmente, não suspeitava que o ato sexual tivesse relação com a produção de uma nova vida.        
        Além disso, esse poderoso espírito-sombra controlava ainda alguma coisa de misterioso que pairava no ar: a Sorte.  Às vezes ele vinha ajudá-los, outras vezes, não vinha. Um dia dois amigos partiram para a caça ou à batalha: um morria e outro se salvava. A sorte fora favorável a um e desfavorável a outro. Por quê ?  Talvez por causa de um ato importante que um deles praticara ou deixara de fazer. Mas quem podia afirmar ? Ora, havia sábios na tribo que se propunham descobrir esse mistério e se tornaram peritos na previsão da Sorte, mágicos Sagrados, e, por fim Xamã – uma mistura de bruxo, feiticeiro e sacerdote. Passaram a informar o que se devia fazer ou deixar de fazer para conseguir a graça aos  olhos do seu chefe-sombra, seu Deus e obter uma dose razoável de boa sorte. Esses sacerdotes deviam ser rigorosamente obedecidos, pois a desobediência se pagava com a morte.
      Os primeiros deuses foram os espíritos gloriosos dos chefes mortos quando esses tinham alguma sensibilidade especial. Fincaram no solo um poste, ou uma pedra, no lugar do encontro, e disse para o homem-animal: esteja aqui na próxima vez que a luz que muda (a Lua) estiver redonda, e nos encontraremos de novo. O marco era uma espécie de presente misterioso para entrar em contato com Ele. Passaram a ajoelhar-se e orar diante Dele e matavam seus semelhantes que se recusassem a acreditar Nele. Os vestígios arqueológicos mostram que os corpos eram sepultados junto a ornamentos, armas e comida, o que demonstra que nossos antepassados não encaravam a morte como um fim definitivo.
       O homem passou a reverenciar o espírito ou a alma do objeto ou fenômeno. Possivelmente, foi durante um desses longos períodos (para ele) de espera, que o homem-animal achou que, se ele trouxesse algo para o local do encontro e deixasse ali um presente, talvez o Visitante fosse induzido a descer do céu um pouco antes da época marcada, e assim ele poderia pedir um conselho ou resolver um problema antes da data marcada.  Foi assim que o homem tinha feito o seu primeiro sacrifício e oferendas.
      Passou também a venerar os animais que caçava e que eram foram simbolizados em pinturas rupestres e pequenos entalhes. O sacerdote começou a vestir a pele dos animais e se adornava com cornos de animais. Tentava, como acontece ainda hoje com o Homo sapiens, obter boas caçadas e um destino próspero para a tribo através de promessas e magias. Surgiu assim a primeira e a pior profissão do mundo.
      Foi nesse período animista que surgiu a adoração e o culto dos antepassados: dos deuses manes, como diziam os romanos. A divinização do espírito, duplo ou alma das coisas e dos antepassados, foi o passo seguinte, um pouco mais abstrato, na evolução religiosa.
      Na ilha isolada do Oceano Pacífico, a Ilha de Páscoa temos um exemplo muito claro da cultura Rapa Nui, com as enormes esculturas de pedra – os – moai. O culto ao homem pássaro. O ritual era realizado entre os competidores, quando o primeiro homem apanhava um ovo e retornava a ilha com ele intacto. O vencedor era recebido com festa e como semideus. O homem-pássaro era considerado “intermediário” dos deuses durante seu reinado. Os monumentos megalíticos, foram erguidos na Idade da Pedra, e encontrados também em diferentes regiões da Europa.
         Em Stonehenge, Salisbury, Inglaterra, encontramos um famoso círculo de pedras enormes, no meio de um imenso campo verde, monumentos formados por enormes blocos de rocha. Acredita-se que seja tão antigo quanto as pirâmides do Egito.

     Os nórdicos achavam que o mundo começara num embate no gelo, do calor contra o frio. Para os gregos os deuses viviam numa montanha, assim como para os  indianos. Na África o povo acha que o mundo veio do grande ovo cósmico, como também alguns chineses. O homem pré-colombiano achava que viemos do milho. Outros de argila, da madeira, do barro ou do sopro divino;

      Seja qual for o ritual, ou a teologia que envolve, o homem-animal ainda procura induzir seus deuses a descerem do céu para ajudá-lo – ou no caso dos que são reconhecidos como Santos por seus companheiros, meramente pelo prazer de sua companhia. Essa última prática é chamada de Misticismo, e é muito apreciada entre os seres humanos já que o verdadeiro Místico não busca qualquer  recompensa – ele se acha pura e simplesmente “em amor com o Deus”. O homem confundiu  suas idéias com o sobrenatural, e daí não saiu da magia, supertição ou religião,  até hoje!
     
        Das culturas  primitivas , lentamente resultaram novas idéias e o homem passou da infância do barbarismo das religiões politeístas, para o jardim da infância da civilização até a chegar a Disneylândia com homens bomba da religião monoteísta da civilização atual.  Foi desse modo que, a princípio, o homem ignorante criou um Deus de acordo com sua própria imagem até os nossos tempos.
        Sob essas infelizes circunstâncias desenvolveram-se duas castas. Os que assumiram o lado legislativo do homem-animal,  conforme a idéia do seu irmão do Céu, tornaram-se líderes religiosos e formaram a classe dos sacerdotes. E os que assumiram o lado administrativo da idéia do homem-animal, incutido pelo Irmão do Céu – aqueles que se tornaram controladores e líderes pela força e formaram os seus exércitos.  Estava feita a união entre Igreja e Estado com privilégios para ambos, para conquistar uma massa de rebanho, sem força, individualidade ou autonomia, através de uma moral massificadora de fracos e de escravos que através de regras limitam o ser humano.
      
       Nas aulas de religião passaram a ensinar que Deus tinha criado o mundo e muitos se contentaram com isso. Mas e o próprio Deus quem criou? Teria ele se criado a partir do nada absoluto? Dificilmente ele poderia ter criado a si mesmo, sem antes possuir um “si mesmo” através do qual pudesse criar. Se Deus sempre existiu, Ele tinha que ter tido um começo.
       Então dizem os sacerdotes ao povo: Em nossas transes (visões e alucinações) e por meio de nossas orações e nossos sacrifícios para vocês (e algumas vezes de vocês), entramos em contato com o Céu e Ele nos fala. Foi isso o que ele disse, e vocês devem obedecer a mim a Ele e ao filho único JC. A maior parte disso sai diretamente de nosso subconsciente sacerdotal, mas não importa. Eles conseguem o poder pelo qual anseiam, principalmente apresentando um ritual destinado a impressionar os crédulos – uma forma de hipnotismo de massa. E, em parte, em nossos dias mais civilizados eles conseguem seguidores, prometendo o inferno e a danação eternos aos que discordam deles e a salvação através do arrependimento.
        O sacerdote passou a ser olhado como uma pessoa capaz de construir uma ponte sobre as águas, ou espaço, existente entre a Terra e a morada do além. Os sacerdotes declararam-se capazes de se comunicarem com  essas entidades e colocaram-se na posição de organizar e transmitir conselhos, leis, regras, regulamentos, promessas e até de fazer profecias. A crença de que era possível transmitir o poder de comunicação levou à criação das Ordens Sagradas adaptadas em seus objetivos em diferentes épocas.  Moisés subiu no monte Sinai e falou diretamente com Deus. O arcanjo Gabriel visitou  Maomé em sua caverna.
        O próprio Papa é chamado Pontífice termo derivado da palavra latina que significa ponte (pons), porque se supõe que ele atue como elemento de ligação entre o Céu e a Terra, entre o Altíssimo e a Humanidade. A idéia da ponte aparece em outros lugares nas religiões da humanidade, no sistema escandinavo, onde na ponte do Arco-Iris, a passagem celestial por sobre a qual os valentes guerreiros que morriam em combate eram levados para o Vahala, onde desfrutavam da companhia dos deuses.

          Até mesmo o famoso psicanalista austríaco Sigmund Freud (1856-1939), em seu livro Totem and Taboo (Totem e Tabu), tentou explicar a origem da religião. Freud explicou que a mais primitiva religião surgiu do que chamou de neurose e temor ligada à figura do pai. Espelhado no que o pai representava quando criança, desesperado em busca de proteção e que não virá da sociedade que o cerca, o homem se volta para aquela figura plena de força (uma entidade): onipotente, amoroso, porém duro.  Teorizou que, como se dava no caso de cavalos e gado selvagens, na sociedade primitiva o pai dominava o clã. Os filhos homens, que tanto odiavam como admiravam o pai, afirmava Freud, “estes selvagens canibalistas comiam a sua vítima”. Mais tarde por causa do remorso, eles inventaram ritos e cerimônias para reparar a sua ação. Segundo a teoria de Freud, a figura do pai virou Deus, os ritos e as cerimônias passaram a ser a mais primitiva religião.
         Na presença real de Cristo na eucaristia,  bebem, comem, digerem e defecam o corpo de Cristo, transformar vinho em sangue e pão em carne, passou a ser a  comunhão, tradição praticada em muitas religiões. Crença absurda e espantosa! E, afinal de contas, por que não? Se Deus pôde criar o mundo, seria bobagem prender-se as detalhes.
       Entre tantos livros geniais , Freud escreveu: “O Futuro de uma Ilusão”, um estudo sobre como a religião é subproduto da Civilização. Discorre acerca do desamparo do ser humano diante das forças da Natureza.
      
      Sem qualquer conhecimento sobre o que realmente foi dito e feito pelos verdadeiros mestres da Humanidade (os avatares-Buda, Jesus, Krishna.,..), crentes de fé cega, seja pela condição miserável de suas vidas, seja por falta de acesso a outros escritos que confrontam as versões “oficiais” desses credos, nem suspeitam que tais doutrinas, longe de promoverem a elevação espiritual do ser humano, ocupam-se em tomar para si o monopólio da Verdade, produzir mentiras metafísicas, acobertar crimes contra a Humanidade, promover guerras contra os opositores de suas convicções, impedir o avanço do conhecimento e do autoconhecimento (pois, com a iluminação interior e exterior, suas tramas falaciosas viriam à luz), entre outros delitos do mesmo cunho.
      Não faltam no mundo seitas e religiões que abrigam em seu seio a pior espécie de homem, os piores assassinos, os maiores corruptores dos mesmos valores que fingem defender: a vida, a honra e a dignidade. Dos pedófilos da cristandade aos radicais do Islã, ainda resta um cortejo de falsos milagreiros teatrais, profetas do fim do mundo, santos dos últimos dias, gurus de Rolls-Royces, corretores das moradias celestiais, sacerdotes do capital ilícito, não faltam homens cuja indecência , perversidade e ambição se escondem sob o manto sacerdotal.
         Apesar de alguns exemplos valiosos e meritórios que tivemos no cristianismo. E não faltam multidões de fiéis e incautos, que sofrem a usurpação de seus bens ou que são iludidos com o fato de que foram tocados por uma encarnação divina e se deixam enganar com bênçãos e milagres.
       
       Lucrécio, via  “a religião como uma doença derivada do medo e como fonte de tristeza incalculável para a raça humana”.
       Para Nietzsche, o cristianismo representa uma moral dos fracos, pois valoriza o servilismo, a humildade, a aceitação, o conformismo com um tipo de sofrimento que só retrai, submete.
       Nas palavras de Bertrand Russsel e sua crítica s religião institucional: “ A igreja é perniciosa não apenas no que diz respeito à intelectualidade, mas também à moralidade”.
         
          E assim começaram as confusões mentais da sociedade, a idolatria e o apego a imagem  acerca de Deus imaginário benevolente que escreveu ou ditou um dos nossos livros oferecendo o Paraíso, o céu, o “além-túmulo”, o inferno, purgatório.
         O mito do “pai nosso que está no Céu” – Deus ( o nascimento virginal de Jesus, seus milagres, e sua ressurreição) e no qual bilhões ainda acreditam, assim como recorrem  a magia negra, cartomancia (tarôs), necromancia (consulta aos mortos), adivinhos, astrólogos, para saber a sorte,  o futuro e receber ajuda de primitivas formas de adoração e crenças em qualquer coisa.

Anúncios

71 Respostas

  1. Oiced Mocam,
    Mandei e-mail que iria publicar..porque achei interessantíssimo…abraço

    Pessoal, continua uma discussão acalorada no texto Barros X Diabo……se o assunto voltou à tona, estou pensando em republicar uns cordéis que fala nisso…a culpa recai no diabo, quando deus poe tudo..rsrsrs…vcs decidem se coloco!
    abração

  2. Sempre espero o contraditório dos crentes e sempre faço esse convite pra discutir…..tentem explicar isto irmãos….valeu todos

  3. Além de quase tudo, gostei dessa parte:

    Não faltam no mundo seitas e religiões que abrigam em seu seio a pior espécie de homem, os piores assassinos, os maiores corruptores dos mesmos valores que fingem defender: a vida, a honra e a dignidade. Dos pedófilos da cristandade aos radicais do Islã, ainda resta um cortejo de falsos milagreiros teatrais, profetas do fim do mundo, santos dos últimos dias, gurus de Rolls-Royces, corretores das moradias celestiais, sacerdotes do capital ilícito, não faltam homens cuja indecência , perversidade e ambição se escondem sob o manto sacerdotal

  4. Eu adorei esta parte:
    “Na presença real de Cristo na eucaristia, bebem, comem, digerem e defecam o corpo de Cristo, transformar vinho em sangue e pão em carne, passou a ser a comunhão, tradição praticada em muitas religiões. Crença absurda e espantosa! E, afinal de contas, por que não? Se Deus pôde criar o mundo, seria bobagem prender-se as detalhes”

  5. Nós devemos evitar massacrar os crentes que apareçam por aqui, senão vão sumir.
    Temos que considerar que eles não tem nada além da bíblia, ou seja, não tem nada. E nos temos todas as evidências. Eles necessitam acreditar, então temos que mostrar isto e esperar que comecem a pensar na besteirada resultante da lavagem cerebral que ainda não conseguiram se livrar. Então vamos segurar os martelos de Thor.

  6. Li os dois últimos textos aqui postados e achei-os muito interessantes.
    Eu já fui um pouquinho evangélica(quando criança),católica na adolescência(rezava o terço e tudo),acreditei durante um tempo na doutrina espírita…

    Enfim,havia um ”DEUS” para mim.
    Depois me tornei agnóstica e,mais recetemente,
    neo-ateísta.
    Considero-me assim pois,penso ser a religião uma praga,uma doença,um mal que deve ser extirpado da sociedade,ou pelo menos,diminuído,pois,o restante do mundo,não precisa de um novo Tribunal da
    Inquisição.

    Fico feliz em saber que o número de pessoas que estão se libertando das religiões está crescendo e apóio totalmente blogs como este.

    :)

  7. Naná,
    Querida, relato como o seu nos faz feliz. Que bom que pense assim, porque pensamos bem parecido. Eu já fui católico, com tios padres e tia freira, depois vi que tudo era bobagem.Apareça e comente. SErá sempre bem-vinda..abração.

  8. Carlos,
    Eu gostaria de que os crentes comentassem mais..só alguns tem coragem..no passado tinham vários nos xingando…mas quem comenta agora é só xiita….mas eu gosto da presença deles..nos divertimos e cada vez mais somos orgulhosos do nosso ateísmo..abraço

  9. FRENÉTICA ADORAÇÃO A DEUS

    A frenética adoração a Deus, a Cristo e a todos os profetas, no meu modo de ver é um exagero desnecessário.
    Não acho que Deus seja vaidoso para gostar de bajulação, não é necessário que dediquemos nossas vidas em seu louvor com tanto entusiasmo. Isso me parece mais propaganda do bajulador, ou então o mesmo se encontra com problema de consciência. O que Deus quer, na verdade, é que nós sigamos as normas e as leis do bem, da moral e da decência. Esta adoração desenfreada não nos levará a nada, porque este procedimento dá á nítida demonstração que nós, não estamos entendendo o verdadeiro caminho, estamos agindo como cegos e não estamos notando o sentido da coisa. Está provado ou pelo menos se supõe, que Deus é amor e bondade, ele tenta nos ensinar o caminho correto através de Cristo e de todos os profetas que vieram à terra. Os ensinamentos destes profetas são para nós como um curso, onde foi ensinado tudo o que se deve fazer ou não fazer. Portanto, se conclui que o templo religioso é na verdade uma escola, que devemos freqüentar e aprender os ensinamentos e posteriormente aplicá-los. Com o aprendizado concluído não necessitamos mais ir à escola, daí em diante é só praticar o que foi assimilado pelas nossas faculdades intelectuais. Pelo que vejo, freqüentadores assíduos dos templos religiosos são na verdade maus alunos, pois não conseguem aprender os ensinamentos e nem pô-los em pratica. Para mim estes são alunos repetentes incorrigíveis, na verdade não conseguem aproveitar bem as aulas recebidas, estão sempre lá ouvindo as mesmas lições. Cristo disse em seus ensinamentos, “amai o próximo como a ti mesmo” esta máxima por acaso alguém entendeu?

    Não, todas as semanas voltam lá no templo para ouvir as mesmas aulas, porque não aprendem? Hora, se eu vou à igreja ouço o pastor, padre ou qualquer outro mestre em teologia falar, Cristo disse nos seus ensinamentos, “amai o próximo como a ti mesmo, não julgueis para não serem julgados” ou ainda, “perdoais seus inimigos,” nós imediatamente concordamos e aprovamos aquelas sábias palavras, a partir destes ensinamentos, o que devemos fazer, é praticar o que foi por nós aprendido, mas o que acontece na verdade? Na próxima semana estamos lá novamente, porque não conseguimos por em prática nada do que foi ensinado. Nós continuamos sendo egoístas, maledicentes e hipócritas, continuamos a julgar nossos irmãos, e continuamos a não perdoar nossos inimigos, portanto, se não conseguimos por em prática, o que aprendemos, continuamos no mesmo estágio evolutivo, não houve progresso, acham vocês que é isto que Deus espera de nós? Não, ele não deseja que estejamos sempre lá, louvando-o, dando a nítida impressão de pura falsidade. O que Deus quer na verdade, é que entendamos seus ensinamentos e passamos saber qual o caminho do bem e da moral. Deus não precisa de louvores e badalações, pois ele está muito acima de tudo isso, o que ele quer de nós, é pura e simplesmente que sejamos bons, que tenhamos o coração cheio de amor para dar. Diante disso devemos lembrar, das palavras do apostolo Paulo “não vale nada a fé sem as obras,” portanto, se agirmos da maneira correta, estaremos dando bons exemplos, esses bons exemplos poderão ser seguidos por pessoas próximas a nós, pois se sabe que a bondade atrai a bondade. Agindo assim estaremos espalhando o bem sobre a face da terra, o bem espalhado destrói o mal, assim como a luz destrói a escuridão.
    Muitos poderão me contestar, dizendo que indo a igreja se aprende mais. Mesmo diante de contestações deste tipo, continuo dizendo, a assiduidade exagerada à casa de Deus é bobagem, porque, por exemplo, os ensinamentos de Cristo, são claros como água, não há nenhuma dificuldade para ser entendido, são frases simples e objetivas a qual tem em seu conteúdo um profundo sentido. Atentem para este, amai seu próximo como a ti mesmo, acham isto difícil de entender? Isso não é difícil, o que o torna difícil é porque contrariam os nossos interesses, nosso egoísmo e nossa pequenez, o próximo para nós, na maioria das vezes, é considerado um inimigo, um concorrente. Quando ouvimos algum ensinamento que nos interessa, acatamos, aplaudimos e nos manifestamos até com palmas, mas quando o ensinamento fere nossos interesses, passamos nos fazer de mal entendedor e torcemos o nariz. Ao invés de ir ao templo religioso para continuar a ouvir as coisas repetitivas sobre o velho testamento, os lideres religioso, deveriam usar a casa de Deus para coisa mais útil. Por exemplo, como escola de aprendizado prático, tais como cursos profissionalizantes, ensinar normas de uma boa nutrição, normas de convivência em sociedade, e por que não, cursos para nos ensinar a se defender de políticos inescrupulosos. Outra coisa interessante, orientação familiar, ensinando a nós como educar melhor nossos filhos, para que eles possam enfrentar com mais facilidade as dificuldades da vida. Outra coisa que seria muito proveitosa: os adeptos se reunirem no templo uma vez por semana para congratularem-se e também trocarem idéias a respeito dos bens praticados durante a semana isso seria maravilhoso até Deus aplaudiria estes feitos.No caso de usar os templos como centro de ensino, essas associações, unidas no mesmo propósito, seria na prática uma grande e importante universidade. Esta organização teria estrutura e espaço físico suficiente para este empreendimento. O que falta é mudar as coisas não práticas, para coisas práticas e objetivas.
    Continuando minhas observações, atento para um simples fato, quando freqüentamos uma faculdade, estamos lá para aprendermos uma profissão, neste período nós concordamos com tudo aquilo que nos estão ensinando. Durante o tempo em que estamos sentados nos bancos escolares, vemos nossos professores como sábios, acatamos todos os seus ensinamentos, sentimos até uma certa adoração por eles, suas sábias palavras estão nos encaminhando para um futuro melhor, mas quando terminamos o curso, não temos mais a necessidade de continuarmos a adorar nossos professores, o que temos que fazer e por em prática tudo aquilo que nos foi ensinado. Com nossos progenitores é a mesma coisa, eles nos ensinam que devemos viver uma vida decente, sermos trabalhadores, honestos e que devemos seguir os bons conselhos recebidos e pô-los em prática, é exatamente isso que nossos pais esperam de nós, alguém pode pensar que eles gostariam de receber de nós somente uma frenética adoração? Não, o que eles querem é que nós adoremos seus ensinamentos e os coloquemos em prática. Na igreja também se da a mesma coisa, o que Deus espera de nós não é toda esta badalação, semanal, diária e até de hora em hora. O que o criador almeja na verdade, é que nós estejamos sintonizados com as coisas do bem e com a extrema preocupação com a decência, também deseja que o nosso amor ao próximo esteja sempre florescendo em nossos corações, que nosso egoísmo, maledicência, orgulho e muitos outros defeitos sejam extirpados do nosso interior. Deus quer também, que nosso comportamento seja de elevação espiritual, para que possamos ser mantidos como verdadeiros filhos do criador. Sendo assim, esta prática de estar sempre freqüentando a igreja, estar sempre ouvindo as mesmas ladainhas, é somente perda de tempo, se continuarmos a proceder desta maneira, ou seja, os ensinamentos entram por um ouvido e sai pelo outro, agindo assim, nós continuaremos a viver em um vazio profundo. Seguindo nesta trilha estaremos, apenas e tão somente, exercendo uma fé cega, sem nenhum proveito. Temos que abandonar a maneira bitolada imposta pelas igrejas. Além de freqüentar os templos, devemos fazer também nossas próprias pesquisas, ou nunca encontraremos o verdadeiro caminho, caminho este que nos levará a perfeição espiritual. Se continuarmos sendo guiados sem usarmos um pouco do nosso bom- senso, estaremos sendo cegos guiados por cegos. Muitos vão aos templos para demonstrarem que são bons, que são tementes a Deus, mas não se esqueçam, lá vão os hipócritas e também os falsos, há muitos que usam a bíblia e a igreja para esconder suas garras, muitos usam pele de cordeiro sobre o pelo ardiloso dos chacais. Este fato é muito conhecido. No passado os barões, donos de grandes fazendas. Eles chicoteavam seus escravos, após mandá-los para o tronco, estes mesmos poderosos que empunhavam a bíblia com muita pose, também submetiam aos maiores sofrimentos e humilhações os pobres negros indefesos. Após estas práticas abomináveis durante a semana, no domingo estavam eles lá na igreja, dando suas polpudas oferendas que eram bem aceitas pelos membros da paróquia. Lá diante do altar, demonstravam se condoer com o sofrimento de Cristo na cruz, mas em suas fazendas submetiam os negros escravos a torturas e sofrimentos bem parecidos com o sofrimento pelo qual passou Jesus, portanto não se esqueçam; Nos templos existem entre freqüentadores, bons e hipócritas, os quais são lobos disfarçados de cordeiros, os bons e os maus se misturam na aparência, mas não na essência. Pois lábios que proferem orações, pode ser os mesmos que fazem falsas acusações, que maldizem a vida alheia, há pessoas que se curvam para reverenciar as entidades supremas, estas mesmas são capazes de desembainhar a espada para atacar seu semelhante. Já foi estudado por antropólogos: é sabido que, o ser humano por ser inteligente, tendo a faculdade do raciocínio, se preocupa muito com o fato misterioso da morte, sendo este acontecimento inevitável, o ser humano busca através da entidade Deus um pouco de alento e esperança na expectativa do além- túmulo. Esta situação de duvida vem dos primórdios da raça humana, no início tudo era um mistério total, mas com a evolução, muitas coisas foram se aclarando, muitos mistérios que havia no passado foram facilmente esclarecidos através de pesquisas da ciência, mas mesmo com o adiantamento extremamente rápido que se observa nos dias de hoje, o mistério principal que se refere a Deus continua sobre uma intrincada penumbra. Nós, seres humanos, observando a grandiosidade do universo e também de tudo que há de maravilhoso na natureza, chegamos à conclusão, que há em todo este intrincado mistério um criador. O que nos leva a isto é o nosso bom-senso, se há beleza na natureza, alguma entidade bela tem que ser o criador. Se notarmos na natureza uma perfeita harmonia e porque alguma coisa ou entidade muito harmoniosa esta por traz dando esta sustentação. Diante de tudo isso que nos rodeia e o que nos leva a pensar em algo acima da nossa parca visão. Isto que digo que é misterioso e que está acima de nós. Este mistério não está somente acima de nós, pessoas comuns, está também sem sombra de duvida acima daqueles que dizem saber tudo a respeito de Deus. Todos nós sobre a face da terra temos as mesmas duvidas e incertezas, só que muito dos lideres religiosos tem por traz dos seus interesses, a intenção de atrair para si o monopólio da verdade absoluta. Eles também estão como nós, seres comuns envoltos no mesmo mistério e na mesma duvida, mas passam para seus seguidores, a crença de que a verdade foi alcançada e muito bem entendida. Eles passam para nós, a impressão que tudo é muito simples e perfeitamente compreensível, mas como nós somos seres inteligentes, somos dotados de cinco sentidos e também um importante cérebro que nos proporciona a faculdade do raciocínio; esta dádiva de Deus que nos leva a poder julgar estas explicações religiosas, se elas têm ou não pelo menos um pouco de lógica ou coerência. Não podemos fechar os olhos e deixar-nos guiar por este desconhecido caminho, parece pelo menos para o meu entendimento que não esta nos levando para lugar algum. Sei que tudo que pregam sobre Deus não é de todo perdido, estes ensinamentos mesmo não sendo a verdade absoluta, tem a incumbência de levar as pessoas a se sentirem um pouco mais confortadas diante dos mistérios da morte.Mesmo estas pessoas estando seguindo um caminho incerto, isto serve de ajuda, de alento e de esperança. Estes ensinamentos pregados pelas igrejas têm um podem, eles podem ajudar ou atrapalhar nossas vidas. Ajuda se colocarmos em prática os preceitos de Cristo, Buda ou quaisquer outros profetas enviados a terra por Deus. Seguir estes bons preceitos nos enriquece o espírito, mas estes ensinamentos podem também atrapalhar se nos transformarmos em cegos e fanáticos, porque o fanático deixa de raciocinar e passa a ser dirigido em seus pensamentos por terceiros que os manipulam a seu bel prazer, transformando-os em marionetes, é ai que está o perigo de um retrocesso espiritual. Seguindo minhas pesquisas sobre religiões, noto que há uma pequena luz no fim do túnel, esta pequena luminosidade vem da doutrina espírita que para mim é no momento a mais coerente das religiões. Mesmo assim, após terem transposto o misterioso mundo do além, ou seja, o mundo espiritual, mesmo eles tendo dado um grande passo, acho que mesmo com o grande avanço obtido, ainda estão muito longe de desvendar o grande mistério das entidades supremas. A doutrina espírita, já teve um grande avanço, mas o caminho ainda é muito longo. Parece-me que a direção é esta, não deve haver dúvidas. O que noto de importante no espiritismo é a diferença que há em relação às outras religiões, enquanto as outras continuam bitoladas em dogmas e mesmices repetitivas, o espiritismo se esmera em estudar e pesquisar. Este procedimento dá a esta doutrina, um dinamismo que é necessário em
    tudo no mundo que almeja progresso, tudo que há sobre a face da terra, e em todo o universo, não pode ser estático. A água da lagoa e estática ela apodrece, cria lodo, o rio e dinâmico, corre, serpenteia pelas planícies ou planaltos, sempre renovando seu teor de oxigênio e caminhando sempre para frente em busca do mar, que é o pai de todos os volumes de água. As religiões também tem o dever se ser dinâmicas, pesquisar, evoluir e não ficar presa a dogmas da idade média, ou mesmo de períodos mais remotos. Devemos caminhar para um mundo melhor, onde com o aperfeiçoamento espiritual possamos alcançar o ceio do criador, o que nós não podemos fazer, é ficar estacionados em um só ponto. Se continuarmos usando livros antiguíssimos que já tiveram sua importância no passado, mas agora diante do dinamismo da evolução que a vida nos impõe, devemos criar novos livros, que possam ajudar a esclarecer de uma forma mais dinâmica, para ajudar as novas gerações que estão chegando. No passado nós usamos carroça, que foi muitíssimo útil em seu tempo, para nossa época atual, devemos usar coisas mais apropriadas, devemos usar o passado só como lembrança sem se apegar a ele. O que devemos fazer é aliar os ensinamentos do passado conjuntamente com as descobertas do presente e caminhar em direção ao futuro, sempre com a mente aberta em busca de novos horizontes. Pois é isso que Deus quer que façamos, quer que nós o encontremos. Não se esqueçam: não chegamos a Deus, fisicamente, chegaremos a ele como espíritos, portanto não é só simplesmente caminhar em sua direção, é preciso que durante o trajeto devamos ir melhorando nossa conduta moral, apagar a chama do egoísmo, do orgulho e da maledicência. Para chegar a Deus não é só freqüentar templos e pagar dízimos, nada disso nos levará ao criador, pois o aprimoramento espiritual encurta o caminho para a glória, a decadência do espírito terá seu caminho aumentado em sua extensão, sendo assim Deus não está em um determinado ponto fixo, ele está na verdade onde nossa pureza de espírito estiver. A nossa glorificação só se dará pelo bom uso do nosso livre arbítrio, portanto, sempre pratique o bem, a caridade e fundamentalmente o amor ao próximo. Se quisermos a felicidade, não a devemos buscá-la nos templos, nem nas coisas maravilhosas que a vida nos oferece. Sua felicidade será encontrada de uma maneira muito simples, pois ela está dentro de você, ela está aí bem guardadinha dentro da sua consciência que é o canal de ligação com Deus.

    Autor, Paulo Luiz Mendonça.

    Frase proferida por um religioso Hindu.

    Mãos que ajudam, são mais sagradas que lábios que oram.

    Esta crônica é extraída do livro Crônicas indagações e teorias, de autoria de Paulo Luiz Mendonça. Editora Scortecci.

  10. Deus, o mistério.

    Existe em um lugar qualquer do nosso planeta, uma caixa hermeticamente fechada. Esta caixa esta imóvel não tem nenhum odor, não há nada que a identifique. Muitos humanos passaram a observar, andaram a sua volta, a examinaram, chegando até tocar com as mãos, mas nada puderam perceber, era impossível saber seu conteúdo. Esta caixa continua a ser um grande mistério. Algum esperto teve uma idéia maravilhosa e disse; Deus o nosso criador esta nesta caixa, após dizer isso passou a descrever como seria este Deus, ele é onipotente, bondoso e justo, nós somos a sua imagem, ele foi o criador do universo. Foi assim que começou a primeira religião monoteísta.
    Como o negocio foi ficando muito lucrativo, apareceram outros adotando a mesma idéia e assim foi proliferando todo tipo de crença. A caixa continua lá no mesmo lugar e muito bem fechada como sempre esteve. Aquele pseudo conhecimento de Deus foi se alastrando por todo planeta, cada um dando sua versão de acordo com seus interesses, mas até o dia de hoje a caixa não foi aberta tudo que se fala, sem nenhuma duvida são suposições, pois o mistério continua, ninguém pode dizer que já o desvendaram, acredito que nunca será desvendado, passam gerações e gerações, e o mistério continua a desafiar nossa imaginação. Tudo que é pregado pelas religiões, são somente suposições nada pode ser provado até hoje.
    Não pensem que sou ateu, nada disso apenas tenho um cérebro para pensar, para raciocinar. E qualquer explicação que não tenha coerência, não posso aceitar como verdade. Penso que deve haver um criador de todo este misterioso universo, mas este misterioso criador não precisa ser necessariamente divino pode ser um criador sem dotes celestiais, isso não lhe tiraria os méritos diante de tamanha construção.
    Sei muito bem que minhas palavras não irão mudar nada na humanidade, pois isso já esta enraizado na mente humana não há como mudar. Gostaria que pelo menos as pessoas usassem mais o potencial maravilhoso dos seus cérebros, refletissem com mais clareza, deixando com isso de ajudar muitos espertos a montarem verdadeiros impérios de poder em nome deste Deus que continua fechado na caixa misteriosa.

    Paulo Luiz Mendonça. Autor do livro Crônicas indagações e teorias. Editora Scortecci.

  11. Livros Sagrados.
    Quanto mais vivo neste planeta, mais bobagens ouço falar. Os partidários da Bíblia Sagrada, falam com uma convicção tão entusiasmada sobre a veracidade do seu livro, como se eles estivessem participado efetivamente da elaboração do mesmo. Ora este livro foi escrito a tanto tempo, nem se sabe verdadeiramente se foi escrito por profetas ou por pessoas comuns. Outra coisa muito importante, todo estes anos A Bíblia teve varias traduções, em todas Houve varias modificações, às vezes por dificuldades de interpretar certas palavras, e na maioria das vezes por interesse de quem a esta traduzindo. A Bíblia Sagrada, não é a única, existem muitos outros livro sagrados. Temos o alcorão, livro islâmico, temos os Vedas livro da religião da Índia, e muitos outros livros sagrados espalhados pelo nosso planeta. Para mim, ignorar os livros sagrados das outras religiões, e dar crédito somente a nossa Bíblia não passa de interesses particulares e mesquinhos. Deus não é monopólio somente de quem acredita na bíblia Sagrada, Deus se existir realmente ele está a disposição de todos os religiosos da terra e não apenas de um ou de outro grupo. Temos que dar um basta neste jogo de interesses que há no comportamento humano. Temos que praticar mais o amor ao próximo, eliminar de nós o egoísmo, a maledicência, o orgulho, a hipocrisia, o individualismo e muitos outros defeitos que são heranças malditas de todos nós seres humanos. Temos que ter bom senso, refletir com seriedade, todos nós estamos no mesmo barco da incerteza, por isso temos que ser coerentes e remar todos na mesma direção, assim chegaremos mais rápido ao destino desejado, se continuarmos sendo individualistas querendo levar vantagens em tudo não chegaremos a lugar nenhum. Se somos filhos de um mesmo Deus, para que a discórdia, afinal somos todos irmãos, por isso temos que nos irmanarmos para um só propósito, buscar e encontrar a paz e a felicidade tão almejada por todos..

    Paulo Luiz Mendonça. Autor do livro, Crônica, Indagações e Teorias. Editora Scortecci.

  12. Manifestação religiosa.

    A manifestação religiosa, ou seja, a busca de um Deus exercida pelos seres humanos, dizem os entendidos que esta manifestação se dá porque existe dentro de nós uma chama flamejante e divina a qual nos impulsiona a crer em um ser superior e criador do universo como um todo.
    Eu particularmente não acredito em nenhuma chama flamejante interna nos levando para esta manifestação.
    Em primeiro lugar se o ser humano fosse eterno não houvesse a morte, ou seja, o fim da vida, esta manifestação, esta chama flamejante nem faria parte do nosso vocabulário, também não faria parte do nosso intimo. O que acontece na verdade é que o ser humano morre de medo só de pensar na morte, e como será alem dela. Todos nós sabemos que ela é impossível de ser evitada. Diante desta preocupação com o alem tumulo e que leva os seres humanos a buscarem alguma coisa na sua imaginação, ou ainda nos ensinamentos vindo de pessoas que professam religiões, mesmo que estes ensinamentos não sejam verdadeiramente provados, eles acreditam para aliviar um pouco as suas preocupações com o futuro incerto. Sendo assim eles se contentam com uma fantasia qualquer para aliviar suas duvidas e amenizar o medo mórbido da morte.
    A maioria das pessoas irão se arrepiar com esta crônica, irão dizer que é uma escabrosa heresia, mas estou tranqüilo porque, ela está baseada em raciocínio lógico e coerente, é só analisá-lo friamente sem a interferência de dogmas religiosos.
    O que leva a maioria dos seres humanos a buscarem as religiões não é nada mais do que buscar ajuda para problemas de saúde, de dificuldades financeiras, ou por problemas de foro intimo. Observem buscar ajuda: Ninguém se preocupa em levar ajuda para ninguém, pensam somente em angariar vantagens, isso é próprio do nosso egoísmo
    Pessoas, sem os problemas relacionados acima, dificilmente são freqüentadoras assíduas de templos religiosos. Elas freqüentam bem moderadamente sem muito fanatismo, muitas vezes, somente para fazerem se passar por pessoas cheias de moral, para mostrarem que são tementes a Deus, mas o egoísmo, maledicência, orgulho, arrogância e o individualismo continuam intactos na consciência sem nenhum progresso.
    O progresso tecnológico executada pela mente humana caminha rapidamente para um futuro promissor, continua avançando a passos largos, mas infelizmente a moral humana continua caminhando para traz, sempre retrocedendo. Continuando assim a moral humana que dizem ser a essência de Deus estará voltando lá para a idade da pedra.
    Paulo Luiz Mendonça, autor do livro Crônicas Indagações e Teorias. Editora Scortecci.

  13. Paulo,

    Nunca vi TAMANHA concisão!!!

  14. Sr. Paulo concordo plenamente com o Sr. que a maioria usa a religião como droga.
    Eles não se preocupam com o essencial como o Sr. disse : Amor ao proximo etc.
    Eles vão la para passar por um tipo de transe do espirito ; ai choram falam linguas sentem a presença de “Deus” e voltam pra casa e continuam os mesmos cretinos de sempre.

  15. O barco da incerteza.
    Vivemos em um mundo cheio de mistérios. Todos nós estamos no mesmo barco chamado de barco da incerteza, todos podem falar o que quiser, podem dar as mais variadas explicações, podem dizer que não existe mistério, podem dizer que a Bíblia Sagrada explica tudo, qualquer um pode especular, pode criar teorias, pode ter sonhos, fantasiar sua existência como quiser, mas certeza ninguém tem, nem os mais ignorantes nem os mais sábios. O barco da incerteza continua navegando já á muitos séculos, as águas são turvas e profundas, acima um intenso nevoeiro, nevoeiro este que deturpa nossa visão nos impedindo de ver e conhecer nosso destino e nosso futuro. Tenho certeza se perguntarmos a qualquer pessoa de juízo perfeito, de bom senso e bem equilibrada se ele tem certeza do que fazemos aqui e para onde vamos após a morte, todos dirão com convicção absoluta, não sabemos. Por outro se perguntar aos religiosos mais convictos, dirão eles que acreditam piamente que não há mistério nenhum, porque tudo foi devidamente esclarecido pela bíblia Sagrada, porque darão esta resposta, porque foram condicionados desde sua infância a acreditar que tudo é muito simples e não existe mistério algum. Esta maneira de pensar não os levará a lugar algum, nem resolverá o problema de ninguém, mas serve apenas para fantasiar sua existência e com isso amenizar o torturante medo mórbido da morte.
    Paulo Luiz Mendonça.

  16. gostei muito so tenho 9 anos eutou lendo isso pra um trabalho como surgiram as religioes

    boa sorte a vcs :)

  17. meu nome e deivid eu estou a procura de como deus nasceu ???
    desde criança eu sempre quis saber como Deus nasceu . eu acho que ele foi feito pelo espaço e vcs ja se perguntarao como Deus nasceu ?? bem entao procurem e vejam a verdadeira resposta :)

    boa sorte pela procura :)

  18. Galera, sou cristão.
    Já que o espaço está livre para comentários de diversas opniões…

    O texto tem um conteúdo muito interessante… Entretanto, em relação aos comentários dos leitores devo discordar da maioria.

    Enquanto cristão, particularmente, procuro colocar em prática o que leio na Bíblia e ouço nas mensagens na igreja.

    Não quero dizer aqui que faço parte da igreja perfeita, mas posso compreender a revolta de muitos quando se fala de igrejas com milagres teatrais, pastores mercenários que sugam o dinheiro do povo e esse besterol todo que ultimamente temos visto por ai.
    Isso pra mim se deve à interpretações equivocadas da Bíblia com leituras de textos isolados (texto fora do contexto é pretexto), da mesma forma também não se deve considerá-la como um livro mágico ou como gosto de brincar dizendo “horóscopo de crente”. Imagine se uma pessoa que procura ler em busca de consolo para uma dificuldade pessoal abre e se dá de cara com o suicídio de Judas Iscariotes?
    Embaçado né?

    Pois é, esse “duelo” de religiãoxciência acho que nunca vai ter fim…

    Mas uma coisa posso argumentar, se você sabe o gosto que tem o limão é por que já experimentou, caso contrário, nunca saberá que ele puro é azedo. Com isso quero dizer que você um dia só vai entender o que sente e encontrar respostas para tantas dúvidas quando decidir entender o que passa na cabeça de uma cristão “maluco” considerando que talvez você nem sempre detém a resposta certa para todas as coisas… =(

    Abraços..

  19. Como surgem as religiões.

    Gostei de tudo que li e também ressalto este trecho:

    Mas e o próprio Deus quem criou? Teria ele se criado a partir do nada absoluto? Dificilmente ele poderia ter criado a si mesmo, sem antes possuir um “si mesmo” através do qual pudesse criar. Se Deus sempre existiu, Ele tinha que ter tido um começo.

    E mais este:

    Não faltam no mundo seitas e religiões que abrigam em seu seio a pior espécie de homem, os piores assassinos, os maiores corruptores dos mesmos valores que fingem defender: a vida, a honra e a dignidade. Dos pedófilos da cristandade aos radicais do Islã, ainda resta um cortejo de falsos milagreiros teatrais, profetas do fim do mundo, santos dos últimos dias, gurus de Rolls-Royces, corretores das moradias celestiais, sacerdotes do capital ilícito, não faltam homens cuja indecência , perversidade e ambição se escondem sob o manto sacerdotal.

  20. mesmo com todo temor do além,com tantos fanáticos por infintas religiões e sabendo como os seres humanos são desumanos com tudo e com todos, com seria o mundo sem religiões?

  21. Observei, e admirei que ,vocês, são só sumidades,respeitam, muito o direito de escolha de cada pessoa. vocês estão de parabéns,porque vocês tem a ultima palavra.vocÊs são demais, nem mesmo os reconhecidos sábios ficam a quilômetros de você.nem posso dizer Deus os abençoe, pois pra vocês ele não existe.

  22. Não existe mesmo!

  23. Tem certeza que ele não Sara e Cura?
    E ai fio! Tem noticias do Barros ?

  24. Notícia do Barros, foi para Olaria kkkk

  25. he…he…he..he

    mais respeito com o Sr. Valmidenio Lamas

  26. O Barros virou telha ou tijolo? Hihihihihih…!

  27. Devagar amigos, que o Santo e de Barrosw

  28. Água mole em Barros duro, tanto bate até que vira Lamas!

    Hahahaha!!!! Ta certo, essa foi péssima.

    Good night!

  29. Bom dia!
    quem tem telhado de Barros não deveria jogar pedra na religião dos outros, tem tudo haver Diluvio,Barros, Lamas, só espero que ele não acabe com a nossa diversão porque o Santo é de Barros.

  30. Ja pensaram quanta ironia, o Barros sendo queimado no fogo do inferno e virando um Santo?
    kkkkkkkkkkkkkkk!

  31. O Barros aparenta ter uma honestidade interior mt grande, mais até do q muitos cristãos. Eu diria q o Barros é um ateu mais cristão q a maioria dos cristão. A questão pro Barros ser salvo agora é mais aceitar oficialmente Jesus e se adequar.

  32. pro Barros ser salvo precisamos destruir todas olarias e pavimentadoras de ruas.
    Vamos começar a campanha salvem o Barros!

  33. que ele esta EM EXTINÇÃO!

  34. Porque o ser humano inventa um deus nas coisas que não consegui explicações ? nossa inteligência e o que nos amarga na vida ser o animal mais inteligente que sabe da própria morte que vai acontecer uma dia ter que trabalhar pra comprar objetos que amanha não fara falta mais em vez de só fica de boa que nem os animais comer caçar transar dormir. o sistema da civilização hj esta falida mais e mais pessoas com depressão com aquela ansiedade p ter um emprego se sustentar onde poucos conseguem e os que tem um trabalho estão na depre do mesmo jeito. todos só riem das minhas ideias sou mais um grão de areia que busca se informar e as vezes ajuda.

  35. Rafael

    Porque o ser humano inventa um deus nas coisas que não consegui explicações?

    ALGUNS humanos podem fazer isso, não todos.
    A generalização precede o preconceito e revela a ignorância da pessoa que a profere.

    Agora, pergunto, porque ALGUNS humanos negam a Deus nas coisas JÁ DESCOBERTAS que CLARAMENTE indicam a sua existência?

  36. Agora, pergunto, porque ALGUNS humanos negam a Deus nas coisas JÁ DESCOBERTAS que CLARAMENTE indicam a sua existência?

    Quais coisas? Como indicam CLARAMENTE sua existência? E qual deus?

  37. Quetzalcoatl (Marcio)

    Quais coisas?

    Todas

    Como indicam CLARAMENTE sua existência?

    Indicam assim como minhas palavras neste Blogue indicam CLARAMENTE minha existência. (ou por acaso tu duvidas que eu existo? )

    E qual deus?

    O que criou Tudo.

  38. Morelli.

    Todas

    Ah vá!

    Indicam assim como minhas palavras neste Blogue indicam CLARAMENTE minha existência. (ou por acaso tu duvidas que eu existo? )

    Ah vá! Que analogia descabida!
    Você á apenas uma das coisas, oh pá! Provar que coisas existem é fácil porque elas tem substância.

    Já provar que as coisas foram criadas por algum deus…
    Cadê?

    O que criou Tudo.

    Ah vá!

    Sawabona!

  39. Ótimo texto dentro de muita racionalidade de Oiced Mocam nesta postagem “Como surgem as Religiões”. Endosso todos seus parágrafos sem tirar e nem por uma palavra sequer e também ressalto novamente o que ele resume do que seja a religião.

    Não faltam no mundo seitas e religiões que abrigam em seu seio a pior espécie de homem, os piores assassinos, os maiores corruptores dos mesmos valores que fingem defender: a vida, a honra e a dignidade. Dos pedófilos da cristandade aos radicais do Islã, ainda resta um cortejo de falsos milagreiros teatrais, profetas do fim do mundo, santos dos últimos dias, gurus de Rolls-Royces, corretores das moradias celestiais, sacerdotes do capital ilícito, não faltam homens cuja indecência , perversidade e ambição se escondem sob o manto sacerdotal

    Estamos precisando da volta do Barros nesse seu espaço esclarecedor com textos cheios de verdades que elucida muito bem o pensamento do homem moderno, consciente e bem informado, que anda de mãos dadas com a evolução e ciência, o que sem sombra de dúvida tem desmistificado enormemente os mitos em volta da própria dinâmica do universo e das complexidades do homem.

    A crença em deuses e seus milagres fazem parte dos reflexos mais primitivos do homem, desde quando ele começou a imaginar que poderia ser capaz de criar e adequar seu mundo pessoal como também criar deuses baseados em suas próprias superstições. Esse homem primitivo ainda cultiva dentro de si a ideia da existência de um ser cuidador e perdoador refletindo seus anseios acreditando na essência desse poderoso espírito-sombra que vê tudo e toma conta de tudo nos mínimos detalhes, porém a meu ver esse homem busca a paz interior baseado num deus apropriado as suas próprias necessidades, inclusive suas vaidades.

    Por isso as religiões promovem tantas guerras e atrocidades como foi no passado e no presente, hoje em evidencia o Estado Islâmico porque se faz necessário a cada época fazer valer sua vez.
    É a história de repetindo, como no conceito filosófico o “Eterno Retorno” de Nietzsche sobre os sentidos das vivências em alternâncias que se “repetem”. Tudo vai e tudo retorna: Criação e destruição, alegria e tristeza, saúde e doença, bem e mal, belo e feio.

    E com isso as religiões vão sendo criadas para se adaptar as exigências da incompletude humana.

  40. De fato! A religião funciona como um freio moral, uma moral externa e punitiva. Já que muitos não são capazes de te-la por si mesmo, por puro altruísmo.
    Uma prova disso é que muitos religiosos imputam automaticamente à todo descrente (sem nem ao menos conhece-los)todo um cabedal de imoralidades que aparentemente lhes fica atormentando a mente, como uma projeção dos próprios desejos proibidos, no outro.
    Nesse sentido eu acho que a religião é útil para manter a boiada na linha.
    Quem não é capaz de ter uma moral natural deve te-la por imposição religiosa.

    Namastê!

  41. Quetzalcoatl

    A religião vai muito mais além dos benefícios que você citou. Não é a religião que coloca freio nas pessoas, a questão da moral nunca e jamais deveria ser ancorada em conceitos bíblicos – geradores das religiões e de uma suposta moralidade. A Bíblia é um livro que conta estórias, lendas amontoadas daqui e dali, incluindo todo tipo de imoralidade e maldade da natureza humana.
    A moral e outras qualidades advém da natureza do próprio homem como ser complexo e não necessita de religião nenhuma para consertar quem quer que seja, isso é balela dos exploradores da fé.
    Educação e bons costumes, a bondade e a honestidade se ensinam em casa, independente de religião e também é uma herança cultural que passa de uma pessoa a outra.
    O site humanista Bule Voador faz uma explanação racional e coerente sobre a religião com o título “ O buraco da agulha religioso” que eu concordo, essa é a minha linha de pensamento.
    Nesse link:
    http://www.bulevoador.com.br/2015/11/o-buraco-da-agulha-religioso/

  42. Atenção!!!
    Noticia Importante!
    Após muitas controvérsias e fofocas comentando que o Barros tinha ido parar em uma olaria, virado telha, tijolo de igrejas ou ainda pior um Santo de Barros, finalmente conseguimos descobrir o que de fato ocorreu com o desaparecimento do Sr. Barros:

    foi vitima de uma praga jogada por crentes e o Barros escafedeuses.

    virou crente e abriu o blog DeusRealidade.

  43. ô Quéchocollati

    va la no blog https://religiaodeuslivre.wordpress.com/2015/11/25/falando-sobre-deus/#comment-852

    se divertir um pouco com o deus hiperbólico de relatos biblicos não literais do sr. Diogo, tem uns comentarios muito engraçados, veja :

    Na verdade a Circuncisão foi a PRIMEIRA aliança.
    Depois vei a Lei, e por fim o Espírito Santo.
    Vais dizer agora que a Circuncisão também não veio de Deus?
    Quem tu vais chamar de farsante agora, para tentar caluniar contra Deus de novo?

    Só mesmo imbecis primitivos querem agradar Deus cortando parte do pênis, oferecendo animais sacrificados, para fazerem seu pedidos magicos, isto me lembra muito a macumba de hoje……ha.ha.ha.ha.ha…só que agora finalmente este tipo de deus perdeu a vergonha e revelou a sua cara de demônios , exu caveira……zé pilantra….bla…bla….bla.. demônios brasileiros que mal sabem falar o português, envergonham lucifer…bah!
    Os fariseus de hoje ficaram mais espertos e menos fanáticos, substituíram o pedaço do penis por abraço ao espírito santo que dói bem menos é verdade!
    Se você acha que fazer isso é vontade de Deus,não passe esta vontade, pegue a gillette e pode o seu bilau….ha.ha.ha.ha…ha, se Deus ficará feliz eu não sei,mas deve doer pra k. literalmente…uiiiiii……ha.ha.ha.ha.ha

  44. Huahuahuahuahuaaaaa!
    Imagina só a cena: O deus super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, chega na criaturinha de um planetinha de um desses universos e quer fazer alguma aliança com ele e seu povo, pedindo um pedaço do pipi do dito cujo.
    Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!

    Non sense é pouco! Pior que há quem acredita nessas bobagens!

  45. não seja assim tão descrente , ainda da tempo de dar uma tosadinha no garotão.

  46. Aí o fanático que quer uma aliança reforçada com o deus dos prepúcios, corta o pipi pela raiz!
    Hahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…aiaiaiai!
    Para!

  47. E dai ? deverá ser cortado pela raiz, Então deixa de ser medroso !
    um pedacinho de carne em troca do paraíso, é praticamente uma “barganha” veja ,lá hein! depois não vá se arrepender!

  48. E dai ?O mal deverá ser cortado pela raiz, Então deixa de ser medroso !
    um pedacinho de carne em troca do paraíso, é praticamente uma “barganha” veja ,lá hein! depois não vá se arrepender!

  49. Vander

    ô Quéchocollati
    va la no blog
    se divertir um pouco com o deus hiperbólico de relatos biblicos não literais do sr. Diogo, tem uns comentarios muito engraçados, veja :

    Ta de “birrinha” comigo, Vander? Quantos anos tem, 10?
    Só porque eu rejeito a crença em almas recicláveis e defuntos manifestando em pessoas, sobre uma mesa branca, já ficas “mordidinho”?

    Como se não bastasse descontextualizar a Bíblia para torna-la ridícula (ou tentar encaixa-la em tuas crenças), tentas fazer isso com meus comentários?
    Acha mesmo que ridicularizações sobre espantalhos vão provar alguma coisa, ou me convencer de algo?

    Bom… para falar a verdade provam sim, elas provam que não possui argumentos racionais e que és mais infantil do que imaginava.
    Lamentável

  50. Quetzalcoatl

    Imagina só a cena

    Imaginação não é problema para ti, correto?
    Nada que explode e origina universos, caos e desordem que SOZINHO se organiza, raios e trovões (não foi um trocadilho ao castelo ra tim bum rsrsrs) que fazem uma poça de lama, SOZINHO virar vida, seres INFERIORES a amebas virando gente, lobos virando baleias, dinossauros virando colibris, e outras coisas do gênro, só com muita.. mas muita imaginação mesmo. hehehehehe

    O deus super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, chega na criaturinha de um planetinha de um desses universos e quer fazer alguma aliança com ele e seu povo, pedindo um pedaço do pipi do dito cujo.

    A questão não é a atitude mas O PORQUE dela.
    Não há nada mais ridículo ver uma pessoa enviando uma caneta na traqueia de outra. Porém se a mesmas A FIZER com o intuito de salvar a vida de outra pessoa, então o que é ridículo, vira nobre.

    Ademas o que é mais viável, um Deus, por motivos pontuais, exigir a circuncisão de um povo A UM DETERMINADO MOMENTO, ou NADA explodindo SOZINHO virando universos?

    Tens senso crítico Quetzalcoatl? Já paraste para analisar o quão ridículo e absurdo são suas convicções?

  51. Morelli…

    Imaginação não é problema para ti, correto?
    Nada que explode e origina universos, caos e desordem que SOZINHO se organiza, raios e trovões (não foi um trocadilho ao castelo ra tim bum rsrsrs) que fazem uma poça de lama, SOZINHO virar vida, seres INFERIORES a amebas virando gente, lobos virando baleias, dinossauros virando colibris, e outras coisas do gênro, só com muita.. mas muita imaginação mesmo. hehehehehe

    Ai, ai, ai! O que isso tem à ver com o meu comentário jocoso sobre deus e pipi?

    A questão não é a atitude mas O PORQUE dela.
    Não há nada mais ridículo ver uma pessoa enviando uma caneta na traqueia de outra. Porém se a mesmas A FIZER com o intuito de salvar a vida de outra pessoa, então o que é ridículo, vira nobre.

    Ai, ai, ai!² Que analogia descabida e bobalhona!
    Esta comparando uma pessoa limitada que não tem todos os recursos para executar uma determinada ação com um deus ultra-mega-super-extra-poderoso? É isso mesmo?
    Eu acho que tal deus poderia ser capaz de inúmeras outras ações mais inteligentes para propor alianças às pequenas criaturinhas e criaturinhos de um planetinha. Pedir um pedaço do “pinto” aos machinhos me parece descabido. À menos que…deixa prá lá! Parafilía divina? Hahahahahahahaha…não, não, não pode ser!

    Ademas o que é mais viável, um Deus, por motivos pontuais, exigir a circuncisão de um povo A UM DETERMINADO MOMENTO, ou NADA explodindo SOZINHO virando universos?

    Hahahahaha!!!! Eu fico com o NADA explodindo SOZINHO, virando universos!!!!

    Tens senso crítico Quetzalcoatl? Já paraste para analisar o quão ridículo e absurdo são suas convicções?

    Bobo! Conheces as minhas convicções?

    Bom eu não quero nada com deuses que exigem que eu corte o meu “pipi”!!!!!! Hihihihihihihihihihihi…! Ui!

    Tchauses, mon amour!!!!

  52. Ta de “birrinha” comigo, Vander? Quantos anos tem, 10?
    Só porque eu rejeito a crença em almas recicláveis e defuntos manifestando em pessoas, sobre uma mesa branca, já ficas “mordidinho”?
    Como se não bastasse descontextualizar a Bíblia para torna-la ridícula (ou tentar encaixa-la em tuas crenças), tentas fazer isso com meus comentários?
    Acha mesmo que ridicularizações sobre espantalhos vão provar alguma coisa, ou me convencer de algo?
    Bom… para falar a verdade provam sim, elas provam que não possui argumentos racionais e que és mais infantil do que imaginava.
    Lamentável

    Ui! Que babado é esse? O casal andou brigando?
    Hó, não coloquem eu no meio disso não!i

    Hihihihihihihi!!!!

  53. Sr. Quéchocollati

    Eu acho que tal deus poderia ser capaz de inúmeras outras ações mais inteligentes para propor alianças às pequenas criaturinhas e criaturinhos de um planetinha. Pedir um pedaço do “pinto” aos machinhos me parece descabido. À menos que…deixa prá lá! Parafilía divina? Hahahahahahahaha…não, não, não pode ser!

    deixe eu e o meu amigo fora dessa, só de imaginar tal mutilação ele ja anda meio caído “cabisbaixo”mesmo, oh dó!

  54. deus azteca

    Ai, ai, ai! O que isso tem à ver com o meu comentário jocoso sobre deus e pipi?

    Tem a haver com a tua frase: “Imagina só a cena”
    Para ti, imaginação não é problema.

    Esta comparando uma pessoa limitada que não tem todos os recursos para executar uma determinada ação com um deus ultra-mega-super-extra-poderoso?

    Não. Estou comparando, em forma de analogia, O MOTIVO e CIRCUNSTANCIA da ação.
    Se tu vês um médico, ultra formado, com 10 PHD´s, mais de 50 anos de experiência, que escreveu mais de 100 livros sobre medicina, especialista em quase todas as partes do corpo, pegando uma caneta Bic e furando a traqueia de um menino, obviamente será uma cena ridícula.
    Porém é ridículo pois tu NÃO SABE o motivo pelo qual ele fez isso, assim como o cenário que o levou a fazer aquilo.

    Eu acho que tal deus ….

    Achar não é provar.

    Pedir um pedaço do “pinto” aos machinhos me parece descabido.

    Sem saber a razão e o motivo, até mesmo um doutor “ultra fodão” furar o a traqueia de uma pessoa com a caneta bic é descabido.

    Eu fico com o NADA explodindo SOZINHO, virando universos!!!!

    Fica mesmo? kkkk e Provavelmente tu não deves achar descabido o NADA explodir e gerar universos, correto?

    Conheces as minhas convicções?

    O fato de se declarar ateu revelou convicções 95% de suas convicções.

    Ui! Que babado é esse? O casal andou brigando?

    Nada diferente do que eu tenha dito naquele comentário.

  55. Morelli…

    Tem a haver com a tua frase: “Imagina só a cena”
    Para ti, imaginação não é problema.

    Nada disso rapazinho, não tente desviar do assunto.
    Mesmo que isso seja uma aberração:
    “Nada que explode e origina universos, caos e desordem que SOZINHO se organiza, raios e trovões (não foi um trocadilho ao castelo ra tim bum rsrsrs) que fazem uma poça de lama, SOZINHO virar vida, seres INFERIORES a amebas virando gente, lobos virando baleias, dinossauros virando colibris, e outras coisas do gênro, só com muita.. mas muita imaginação mesmo. hehehehehe”

    Não faz disso uma coisa sensata:
    ” O deus super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, chega na criaturinha de um planetinha de um desses universos e quer fazer alguma aliança com ele e seu povo, pedindo um pedaço do pipi do dito cujo.”

    Nada de “peixinho vermelho”, tá? Seu levadinho!

    Não. Estou comparando, em forma de analogia, O MOTIVO e CIRCUNSTANCIA da ação.
    Se tu vês um médico, ultra formado, com 10 PHD´s, mais de 50 anos de experiência, que escreveu mais de 100 livros sobre medicina, especialista em quase todas as partes do corpo, pegando uma caneta Bic e furando a traqueia de um menino, obviamente será uma cena ridícula.
    Porém é ridículo pois tu NÃO SABE o motivo pelo qual ele fez isso, assim como o cenário que o levou a fazer aquilo.

    Nananinanão! Bobinho! Sua analogia é incorreta sim, porque você não pode comparar um deus com poderes ilimitados com um médico limitado em capacidades e ações.
    Deuses não tem suas ações e intenções limitadas por quaisquer motivos ou circunstâncias. Na verdade eles criam os motivos e circunstâncias da forma que bem quiserem.
    Já um médico é limitado por motivos óbvios.

    Achar não é provar.

    Eu também acho isso! Provar não é achar!

    Sem saber a razão e o motivo, até mesmo um doutor “ultra fodão” furar o a traqueia de uma pessoa com a caneta bic é descabido.

    Pode ser, mas no caso de um deus super-big-hiper-mega-poderoso me parece descabido a tal exigência de se cortar prepúcios para firmar alianças com machinhos. Hahahaha!
    Pensando bem, só há um motivo lógico por trás disso.
    Seria um motivo sanitário. Pense naquele povo que raramente tomava banhos, pense no “bilau” imundo com aquela pele frouxa armazenando fluidos fétidos gerando um meio de cultura para bactérias maléficas causadoras de doenças.
    A macharada jamais iria cortar fora o prepúcio imundo apenas por motivos sanitários, então deus teve aquela idéia brilhante da aliança e voilá!
    Mas, “peraí”! Como criador de tudo ele deveria antes ter feito os homenzinhos com “pipis” sem os prepúcios pendurados! Ou poderia não ter criado bactérias deletérias.
    Ato falho! Hehehehe!

    Fica mesmo? kkkk e Provavelmente tu não deves achar descabido o NADA explodir e gerar universos, correto?

    Acho tão lindo isso! Sabia? Um “nada” explodindo aqui, outro “nada” jorrando ali. Como fogos de artificio coloridos. Gerando nebulosas, estrelas, planetas, vida! Hummmmm! Me dá até tesão! Hihihihi!

    O fato de se declarar ateu revelou convicções 95% de suas convicções.

    Onde me declarei ateu? Pois se sou um deus também!!!!!

    Nada diferente do que eu tenha dito naquele comentário.

    Fizeram as pazes? Ai que lindo, tão lindo quanto um “nada” explodindo em miríades de estrelas! Felicidades à dupla!

    S2 S2 S2 !!!

  56. deus azteca

    Nada disso rapazinho, não tente desviar do assunto.
    Mesmo que isso seja uma aberração:
    “Nada que explode e origina universos, caos e desordem que SOZINHO se organiza, raios e trovões (não foi um trocadilho ao castelo ra tim bum rsrsrs) que fazem uma poça de lama, SOZINHO virar vida, seres INFERIORES a amebas virando gente, lobos virando baleias, dinossauros virando colibris, e outras coisas do gênro, só com muita.. mas muita imaginação mesmo. hehehehehe”

    Não faz disso uma coisa sensata:
    ” O deus super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, chega na criaturinha de um planetinha de um desses universos e quer fazer alguma aliança com ele e seu povo, pedindo um pedaço do pipi do dito cujo.”

    O ponto é:
    As primeiras opções, de fato são insensatas, pois segundo a visão ateísta não há propósito ou direcionamento algum nelas.

    Já a segunda, como diz ser insensato se nem mesmo sabe o motivo pelo qual “”o ultra-médico, PHD “furou” a traqueia do menino com uma caneta bic?””
    Tu está apenas olhando ação, sem entender o motivo.
    Desta forma, qualquer ação isolada fica insensata.

    Sua analogia é incorreta sim, porque você não pode comparar um deus com poderes ilimitados com um médico limitado em capacidades e ações.

    Rapaz, será que ainda não entendeu que não estou comparando nada, mas sim ILUSTRANDO o ocorrido?
    Acho que precisarei ser mais claro…..

    O fato de tu NÃO SABER o motivo pelo qual Deus exigiu a circuncisão, obviamente deixou aquela atitude insensata.

    Foi neste ponto que eu quis dizer, comparando com o médico ultra-PHD.

    O fato de NÃO SABER o motivo pelo qual ele fura a traqueia do menino com uma caneta bic, obviamente deixa TAMBÉM aquela atitude insensata.

    Provar não é achar!

    Olha, há controvérsias.
    Exemplo, cientistas naturalistas PROVARAM EMPIRICAMENTE que APENAS VIDA GERA VIDA (lei da Biogênese)
    Isso é um fato bem observado.
    Por esta LEI CIENTÍFICA, sabemos que é IMPOSSÍVEL uma pedra sozinha virar vida (mesmo que passe uma eternidade)
    Porém, mesmo contra as provas claramente observáveis, toda razão e toda lógica, estes cientistas fecham os olhos e acham cegamente que em algum tempo, sozinho, uma pedra virou vida.

    Pensando bem, só há um motivo lógico por trás disso.
    Seria um motivo sanitário. Pense naquele povo que raramente tomava banhos, pense no “bilau” imundo com aquela pele frouxa armazenando fluidos fétidos gerando um meio de cultura para bactérias maléficas causadoras de doenças.
    A macharada jamais iria cortar fora o prepúcio imundo apenas por motivos sanitários, então deus teve aquela idéia brilhante da aliança e voilá!

    Muito bem… parabéns.
    Já descobriu pelo menos UM motivo.
    Viu só como não foi difícil?

    Mas, “peraí”! Como criador de tudo ele deveria antes ter feito os homenzinhos com “pipis” sem os prepúcios pendurados! Ou poderia não ter criado bactérias deletérias.
    Ato falho! Hehehehe!

    Esta é uma questão em que mescla teologia e ciência.

    A parte científica é:

    Como bem observamos, todos órgãos no corpo humano possuem função. Mesmo que cientistas evolucionistas não identifiquem a princípio esta função, e utilizando desta lacuna de conhecimento a fazem “evidência da evolução” (orgãos vestigiais), este mito cai pouco a pouco com o avanço científico. (o apêndice é um exemplo)

    Porém no caso do prepúcio, cientistas já descobriram algumas de suas funções:

    “”O prepúcio tem inúmeras funções importantes no organismo de um homem, nas quais se centraliza em dar prazer à própria pessoa e ao seu parceiro durante a prática sexual””

    Portanto o homem ter prepúcio é uma VANTAGEM, logo Deus não falhou em nada ao cria-lo

    A parte Teológica é:

    Biblicamente, no início não haviam bactérias maléficas.
    Tudo foi criado perfeito e bom.
    Estas bactérias começaram a se deteriorar, tornando-se maléfica, após desobediência do Homem perante Deus.

    Somando estas duas questões, vemos que o ato de Deus a criar o prepúcio foi perfeito e o ato dele exigir que o homem o tire (depois da queda e das complicações) foi corretivo.

    Portanto, logicamente nem criar e nem pedir parar tirar foi uma atitude falha.

    Acho tão lindo isso! Sabia? Um “nada” explodindo aqui, outro “nada” jorrando ali. Como fogos de artificio coloridos.

    HAHAHAHAHA tu zombas da fé de alguns dos seus irmãos?kkkk
    Existem ateus que DE FATO credita nisso.
    E para piorar eles acreditam que o “nada” estava a girar antes de explodir, e por isso o universo hoje está a girar.

    Onde me declarei ateu? Pois se sou um deus também

    Uai, se tu se declara deus, então não crê em outro Deus, logo és um deus ateu. kkkkk

    Fizeram as pazes?

    Agora eu comecei a questionar a fé dele, do mesmo modo que ele fez comigo.
    Vamos ver até quando esta paz vai continuar. hehehehehe

  57. Morelli…

    O ponto é:
    As primeiras opções, de fato são insensatas, pois segundo a visão ateísta não há propósito ou direcionamento algum nelas.
    Já a segunda, como diz ser insensato se nem mesmo sabe o motivo pelo qual “”o ultra-médico, PHD “furou” a traqueia do menino com uma caneta bic?””
    Tu está apenas olhando ação, sem entender o motivo.
    Desta forma, qualquer ação isolada fica insensata.

    Para com isso “peixinho vermelho”!
    O ponto é que você quis desviar do assunto introduzindo um outro que não tinha nada a ver!
    E foi isso que eu apontei estritamente.

    Rapaz, será que ainda não entendeu que não estou comparando nada, mas sim ILUSTRANDO o ocorrido?
    Acho que precisarei ser mais claro…..

    Pois não! ILUSTROU comparando uma coisa com outra que se assemelham pela estranheza da ação.

    O fato de tu NÃO SABER o motivo pelo qual Deus exigiu a circuncisão, obviamente deixou aquela atitude insensata.

    Pois é! E você entendeu o fato de que um deus não pode ser limitado pelas circunstâncias ou ações de criaturas?
    E que para um ser super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, exigir prepúcios fétidos de machinhos como sinal de aliança é ridículo em quaisquer circunstâncias?
    E aliança pra que afinal? Se o “cara” pode fazer o que bem entender para ajudar quem ele quiser?

    Foi neste ponto que eu quis dizer, comparando com o médico ultra-PHD.

    Comparando né? Pensei que estava só ilustrando! Hahaha!
    Pois então, sua comparação-analogia foi imprópria pelos motivos apontados por mim anteriormente.

    O fato de NÃO SABER o motivo pelo qual ele fura a traqueia do menino com uma caneta bic, obviamente deixa TAMBÉM aquela atitude insensata.

    É! Mas qualquer pessoa sensata deve achar ridículo um deus pedir pedaços de “bilaus” como prova de aliança.

    Olha, há controvérsias.
    Exemplo, cientistas naturalistas PROVARAM EMPIRICAMENTE que APENAS VIDA GERA VIDA (lei da Biogênese)
    Isso é um fato bem observado.
    Por esta LEI CIENTÍFICA, sabemos que é IMPOSSÍVEL uma pedra sozinha virar vida (mesmo que passe uma eternidade)
    Porém, mesmo contra as provas claramente observáveis, toda razão e toda lógica, estes cientistas fecham os olhos e acham cegamente que em algum tempo, sozinho, uma pedra virou vida.

    Meu caro “espantalho”, eu nunca vi em lugar algum verdadeiros cientistas dizerem que pedra adquiriu vida!
    Mas ja vi gente tola dizendo que uma estátua de barro virou homem de carne e osso, e ainda mais com uma costelinha extra!

    Muito bem… parabéns.
    Já descobriu pelo menos UM motivo.
    Viu só como não foi difícil?

    Pois é, ouvi o galo bíblico cantar isso em algum lugar como explicação para algo ridículo. Mas até faz sentido!

    Porém no caso do prepúcio, cientistas já descobriram algumas de suas funções:
    “”O prepúcio tem inúmeras funções importantes no organismo de um homem, nas quais se centraliza em dar prazer à própria pessoa e ao seu parceiro durante a prática sexual””
    Portanto o homem ter prepúcio é uma VANTAGEM, logo Deus não falhou em nada ao cria-lo

    Hahahahahahahaha! Boa! Já que aquela pelinha tem tanta função assim, seria mais um motivo para deus pedir outra coisa aos machinhos hebreus como sinal de aliança.
    Isso deixa o pedido mais bizarro ainda.

    Biblicamente, no início não haviam bactérias maléficas.
    Tudo foi criado perfeito e bom.
    Estas bactérias começaram a se deteriorar, tornando-se maléfica, após desobediência do Homem perante Deus.

    Você acha isso ou tem como provar?

    Somando estas duas questões, vemos que o ato de Deus a criar o prepúcio foi perfeito e o ato dele exigir que o homem o tire (depois da queda e das complicações) foi corretivo.
    Portanto, logicamente nem criar e nem pedir parar tirar foi uma atitude falha.

    Tá! Então o problema foi deixar a coisa descambar.
    Aliás, se tudo era perfeito e bom, não tinha como as coisas deteriorarem. Algo não era tão perfeito assim.

    HAHAHAHAHA tu zombas da fé de alguns dos seus irmãos?kkkk
    Existem ateus que DE FATO credita nisso.
    E para piorar eles acreditam que o “nada” estava a girar antes de explodir, e por isso o universo hoje está a girar.

    Hahahaha! Você não sabe de NADA menino!
    Além de girar loucamente os NADAS trocavam informações quânticas entre si!

    Uai, se tu se declara deus, então não crê em outro Deus, logo és um deus ateu.

    Eu acredito em mim, bobo!

    Agora eu comecei a questionar a fé dele, do mesmo modo que ele fez comigo.
    Vamos ver até quando esta paz vai continuar. hehehehehe

    A empatia de vocês é comovente!
    A amizade é mágica e atravessa qualquer barreira!

    tchau, tchau!!

  58. Sr. Quéchocollati ?

    Seria um motivo sanitário. Pense naquele povo que raramente tomava banhos, pense no “bilau” imundo com aquela pele frouxa armazenando fluidos fétidos gerando um meio de cultura para bactérias maléficas causadoras de doenças.
    A macharada jamais iria cortar fora o prepúcio imundo apenas por motivos sanitários, então deus teve aquela idéia brilhante da aliança e voilá!
    Mas, “peraí”! Como criador de tudo ele deveria antes ter feito os homenzinhos com “pipis” sem os prepúcios pendurados! Ou poderia não ter criado bactérias deletérias.
    Ato falho! Hehehehe!
    Fica mesmo? kkkk e Provavelmente tu não deves achar descabido o NADA explodir e gerar universos, correto?
    Acho tão lindo isso! Sabia? Um “nada” explodindo aqui, outro “nada” jorrando ali. Como fogos de artificio coloridos. Gerando nebulosas, estrelas, planetas, vida! Hummmmm! Me dá até tesão! Hihihihi!

    isso faz todo o sentido, Moises foi criado como neto do faraó dentro da cultura egípcia, isto justifica porque disse que Deus visitava seu povo por isso deveriam enterrar seus dejetos, não comer carne de porco ou seja tudo questão de higiene para evitar doenças.
    quanto a teoria do “nada” não existe nela fundamento algum..kkkkkkk
    voces estão falando nada com nada.

    voalá

  59. Diogo

    Biblicamente, no início não haviam bactérias maléficas.
    Tudo foi criado perfeito e bom.
    Estas bactérias começaram a se deteriorar, tornando-se maléfica, após desobediência do Homem perante Deus.

    este paraíso perfeito só existe dentro da cabeça de alguns crentes a realidade é bem mais dolorosa…uiiiiiiii!

    Sr. Quéchocollati ?

    Para com isso “peixinho vermelho”!

    ja evoluiu para uma ovelha dentro do cercadinho

    Pois é! E você entendeu o fato de que um deus não pode ser limitado pelas circunstâncias ou ações de criaturas?

    negativo, sou tambem o limitado deus criaturo
    Cara não se meta nas intenções divinas alheias a sua vontade, se deus é limitado ou quis ser limitado eis que se fez humano.

    Meu caro “espantalho”, eu nunca vi em lugar algum verdadeiros cientistas dizerem que pedra adquiriu vida!
    Mas ja vi gente tola dizendo que uma estátua de barro virou homem de carne e osso, e ainda mais com uma costelinha extra!

    ja vi tambem alguns dizendo que uma mulher virou uma estauta de sal… (obs. não se metam na minha “hermenêutica exagerada”)
    .mas tambem ja tivemos um outro caso mais recente em que um astronauta virou uma “estauta de mármore” quebrou o encanto e voltou mais puro que o céu.
    mas gente que babado é esse o Barros virou homem ?

    normal né? todo o planeta veio do mesmo lugar, diria até é todo feito da mesma energia só muda a forma que ela se manifesta,mais ou menos mecânica .

    voalá ll

  60. deus asteca

    O ponto é que você quis desviar do assunto introduzindo um outro que não tinha nada a ver!

    Quanto o meu comentário sobre a sua imaginação, eu apenas fui irônico.

    E você entendeu o fato de que um deus não pode ser limitado pelas circunstâncias ou ações de criaturas?

    Deus não é limitado, mas as suas ações sobre os humanos DEVERÃO SER LIMITADAS, pelo simples fato dos humanos serem limitados.

    Como Deus vai adotar uma ação ilimitada a um ser limitado?

    E que para um ser super poderoso, com capacidade mental-intelectual para criar universos, exigir prepúcios fétidos de machinhos como sinal de aliança é ridículo em quaisquer circunstâncias

    Discordo. Dizer isso seria o mesmo que dizer que o fato do médico ultra PHD furar a traqueia de um menino com uma caneta bic é ridículo sobre qualquer circunstancia.

    O que faz o ato ridículo ou não é o que o motiva.

    Por exemplo, se o médico fura a traqueia do menino com a caneta bic, apenas para tentar faze-la pegar (pois a tinta não está saindo), então sim, é uma circunstância ridícula.
    porém se ele o faz para SALVAR A VIDA do garoto, esta circunstância não é mais ridícula.

    O mesmo ato, com motivadores diferenciados. Um é ridículo e outro não.

    E aliança pra que afinal?

    Qualquer aliança no qual você não conhece o propósito, torna-se ridículo.

    Se o “cara” pode fazer o que bem entender para ajudar quem ele quiser?

    Quem disse que, Biblicamente, Deus poderá fazer o que quiser?

    Comparando né? Pensei que estava só ilustrando! Hahaha!

    Comparar e ilustrar não são mutuamente exclusivos.

    Pois então, sua comparação-analogia foi imprópria pelos motivos apontados por mim anteriormente.

    E eu discordo pelos motivos apontados por mim anteriormente.

    Mas qualquer pessoa sensata deve achar ridículo um deus pedir pedaços de “bilaus” como prova de aliança.

    Uma pessoa sensata primeiramente buscaria ENTENDER O PROPÓSITO antes de julgar qualquer coisa ridícula.

    Meu caro “espantalho”, eu nunca vi em lugar algum verdadeiros cientistas dizerem que pedra adquiriu vida!

    Obviamente o termo “pedra” foi exagero de minha parte, porém o fato é que qualquer cientista evolucionista ateu, acredita que elementos inorgânicos, SOZINHOS viraram vida.

    Pois é, ouvi o galo bíblico cantar isso em algum lugar como explicação para algo ridículo. Mas até faz sentido!

    Ridículo assim com furar uma traqueia com uma caneta bic?

    Boa! Já que aquela pelinha tem tanta função assim, seria mais um motivo para deus pedir outra coisa aos machinhos hebreus como sinal de aliança.
    Isso deixa o pedido mais bizarro ainda.

    Então na tua visão, proteger o povo se contaminar com as bactérias, é bizarro?
    Todo médico para ti, é bizarro?

    Você acha isso ou tem como provar?

    Se estamos debatendo a Bíblia, então não há nada que eu tenha de provar fora dela.
    Ela diz que tudo era perfeito e bom.

    Tá! Então o problema foi deixar a coisa descambar.

    Na verdade o problema foi o homem descambar as coisas

    Aliás, se tudo era perfeito e bom, não tinha como as coisas deteriorarem.

    E não deterioravam.

    Algo não era tão perfeito assim.

    O que não era perfeito em um universo que não se deteriora?

    Além de girar loucamente os NADAS trocavam informações quânticas entre si!

    Informações quanticas no nada?? HAHAHAHAHAHA
    Então segundo a tua fé, o NADA tinha informações, girava e explodiu gerando universos?

    Eu acredito em mim, bobo!

    Ué, então um ateu que crê nele não é ateu?

  61. Vander

    este paraíso perfeito só existe dentro da cabeça de alguns crentes a realidade é bem mais dolorosa…uiiiiiiii!

    Tens alguma evidência que corrobore esta tua alegação, ou ela é simplesmente fundamentado em sua fé?

    ja vi tambem alguns dizendo que uma mulher virou uma estauta de sal…

    E esta pessoa disse que ela virou estatua NATURALMENTE?

    Pois eu conheço um relato parecido de um evento SOBRENATURAL.

    Não sei se sabe, mas um evento SOBRENATURAL são coisas que NÃO ocorrem naturalmente.
    Sei que pode parecer ridículo esta explicação, mas existem pessoas que não possuem a capacidade cognitiva suficiente para entender a diferença
    :-)

  62. Morelli.

    Deus não é limitado, mas as suas ações sobre os humanos DEVERÃO SER LIMITADAS, pelo simples fato dos humanos serem limitados.

    DEVERÃO SER LIMITADAS é por sua conta. Um deus faria o que bem quisesse dependendo dos seus objetivos.

    Como Deus vai adotar uma ação ilimitada a um ser limitado?

    Uma ação ilimitada é um tanto quanto vago. Ele pode fazer coisas que um médico não poderia. Creio que para salvar uma criança engasgada ele usaria de outro meio mais imediato e melhor que uma caneta BIC. E há tanta coisas que ele poderia fazer que sequer perceberíamos que foi uma ação divina.
    A sua comparação continua a ser descabida!

    Discordo. Dizer isso seria o mesmo que dizer que o fato do médico ultra PHD furar a traqueia de um menino com uma caneta bic é ridículo sobre qualquer circunstancia.
    O que faz o ato ridículo ou não é o que o motiva.
    Por exemplo, se o médico fura a traqueia do menino com a caneta bic, apenas para tentar faze-la pegar (pois a tinta não está saindo), então sim, é uma circunstância ridícula.
    porém se ele o faz para SALVAR A VIDA do garoto, esta circunstância não é mais ridícula.
    O mesmo ato, com motivadores diferenciados. Um é ridículo e outro não.

    Não adianta, Morelli! A sua comparação é descabida. Aceite isso que doe menos!

    Qualquer aliança no qual você não conhece o propósito, torna-se ridículo.

    Quando se trata de exigir pedaços de “bilaus” para fazer alianças com machinhos, em se tratando de um deus, me parece ridícula em quaisquer circunstâncias. E os possíveis propósitos para isso seriam igualmente bizarros!

    Quem disse que, Biblicamente, Deus poderá fazer o que quiser?

    Como assim biblicamente? Deus poderia fazer o que bem quiser. Quer dizer que ele está preso à bíblia?
    Faz sentido só se ele for um deus inventado e descrito pelo livro.

    Comparar e ilustrar não são mutuamente exclusivos.

    Ah vá, Moréia! Você quase rasgou a saia antes quando eu disse que estava comparando o caso do médico e deus.
    Me veio com essa de “estou apenas ilustrando”!

    Uma pessoa sensata primeiramente buscaria ENTENDER O PROPÓSITO antes de julgar qualquer coisa ridícula.

    Para um deus não há um propósito que não seja ridículo para uma aliança selada com prepúcios fétidos!

    Obviamente o termo “pedra” foi exagero de minha parte, porém o fato é que qualquer cientista evolucionista ateu, acredita que elementos inorgânicos, SOZINHOS viraram vida.

    A evolução trata apenas dos seres vivos e sua interação com o meio.
    E de como essa interação propiciou as transformações ao longo das eras.
    Ainda é desconhecido o mecanismo que gerou a vida mais fundamental. Sabe-se que certos aminoácidos se formam sozinhos dentro de certas condições. Essa me parece uma boa pista.

    Ridículo assim com furar uma traqueia com uma caneta bic?

    Para um deus é ridículo sim. Para um médico sem recursos, não!
    Entendeu?

    Então na tua visão, proteger o povo se contaminar com as bactérias, é bizarro?
    Todo médico para ti, é bizarro?

    Bom! Você quem disse que o prepúcio tem muitas outras funções e tals! Por isso eu disse que seria melhor deus exigir outra prenda!
    Para proteger os machinhos de bactérias hospedadas no “bilau” bastava ensinar medidas sanitárias de limpeza e asseio!

    Se estamos debatendo a Bíblia, então não há nada que eu tenha de provar fora dela.
    Ela diz que tudo era perfeito e bom.

    Era né! E como algo perfeito por si só se torna imperfeito?

    Na verdade o problema foi o homem descambar as coisas

    Mas, se TUDO era perfeito (e nesse TUDO se inclui o homem), como o homem errou?

    E não deterioravam.

    Não consigo te entender.
    Antes você disse: “Biblicamente, no início não haviam bactérias maléficas.
    Tudo foi criado perfeito e bom.
    Estas bactérias começaram a se deteriorar, tornando-se maléfica, após desobediência do Homem perante Deus.”

    Repito, se TUDO era perfeito (incluindo homens e bactérias), como as bactérias se tornaram maléficas e homens desobedeceram?

    O que não era perfeito em um universo que não se deteriora?

    O Universo não se deteriora? E a famosa entropia?!

    Informações quanticas no nada?? HAHAHAHAHAHA
    Então segundo a tua fé, o NADA tinha informações, girava e explodiu gerando universos?

    Hahahaha! Pois é isso mesmo!

    Sei lá quem cunhou esse termo (NADA), que só gerou confusão entre os leigos!
    Acontece que um NADA científico não é a mesma coisa que o NADA filosófico.
    O NADA científico seria mais um NADA MATERIAL.

    Ué, então um ateu que crê nele não é ateu?

    Um deus que crê em si não pode ser ateu! Hahahahaha!

  63. deus asteca

    DEVERÃO SER LIMITADAS é por sua conta.

    E deverão ser ilimitadas é POR SUA CONTA.

    Um deus faria o que bem quisesse dependendo dos seus objetivos.

    E ele fez o que bem quis de acordo com o objetivo, ou tu achas que alguém o forçou a ordenar a circuncisão?

    Uma ação ilimitada é um tanto quanto vago.

    Ué, não foste tu que sugeriu isso?

    Ele pode fazer coisas que um médico não poderia.

    Sim ele pode. porém poder não é querer.
    Se ele, por vontade própria, adotou algo mais simples, como a circuncisão? O que o impediria?

    Creio que para salvar uma criança engasgada ele usaria de outro meio mais imediato e melhor que uma caneta BIC

    Mas quem falou em engasgamento?
    Traqueostomia não é utilizado apenas em caso de engasgamentos.

    E há tanta coisas que ele poderia fazer que sequer perceberíamos que foi uma ação divina.

    Como a circuncisão? Algo simplês, prático e natural.

    Não adianta, Morelli! A sua comparação é descabida. Aceite isso que doe menos!

    Não adianta ficar com mimimi. O fato de TU achar descabido, não significa que é.

    Quando se trata de exigir pedaços de “bilaus” para fazer alianças com machinhos, em se tratando de um deus, me parece ridícula em quaisquer circunstâncias.

    Mesmo nesta circunstancia, SEM SABER O PROPÓSITO, torna-se ridículo.

    Como assim biblicamente?

    Ué, não estamos a falar da circuncisão Bíblica? Para efetuar uma anãlise lógica, deverás considerar TODO cenário Bíblico.

    Deus poderia fazer o que bem quiser.

    O Deus Bíblico (que é eterno) pode se aniquilar a não existência? pode pecar?

    Quer dizer que ele está preso à bíblia?

    Filho, estamos a debater a LÓGICA da circuncisão, no qual está inserido no CONTEXTO Bíblico.
    Portanto a óptica do julgamento de lógica ou não deverá estar inserido neste contexto.

    Você quase rasgou a saia antes quando eu disse que estava comparando o caso do médico e deus.

    O seu problema não foi a comparação/ilustração, mas sim o PONTO no qual fez isso.
    Quando fiz a analogia estava focando o EVENTO em sí, no qual aparentemente poderia ser esdrúxulo, mas ao entender o motivo, não.
    Porém tu, não focou no ponto de minha analogia, mas fez uma comparação esdrúxula (no caso comparando o Poder de Deus com um humano, que não teve nada a haver com o assunto)

    Para um deus não há um propósito que não seja ridículo para uma aliança selada com prepúcios fétidos!

    Ué, não estava a falar de uma PESSOA sensata? Agora mudou para um deus segundo tuas idéias?
    Torno a repetir, uma pessoa sensata primeiramente buscaria ENTENDER O PROPÓSITO antes de julgar qualquer coisa ridícula.

    A evolução trata apenas dos seres vivos e sua interação com o meio.

    O mito evolutivo abrange muito mais que os seres. Eles partem para coisas inanimadas, como o universo (evolução cósmica estelar) e elementos químicos (evolução química).

    Ainda é desconhecido o mecanismo que gerou a vida mais fundamental.

    O que é conhecido e empiricamente comprovado é que a “natureza” e a aleatoriedade é incapaz de gerar vida e que a mesma surgiu por processos inteligentes e guiados.

    Sabe-se que certos aminoácidos se formam sozinhos dentro de certas condições.

    As “certas condições” são tubos de ensaio, alguém para direcionar o processo e realizar a separação.
    Se isso é formar sozinho, então podemos dizer que a Coca-Cola se forma sozinha.

    Na natureza NUNCA foi observado um aminoácido se formar assim como nunca foi observado a Coca-Cola se formar

    Ademas, os aminoácidos que são PRODUZIDOS EM LABORATÓRIO, são destros e canhotos.
    A vida é formada apenas pelos CANHOTOS e os destros a destrõem.

    Em conjunto, os aminoácidos formados no laboratório formam alcatrão, que é extremamente venenoso a vida.

    Essa me parece uma boa pista.

    “Boa” pista? Na verdade é uma péssima pista.

    Para um deus é ridículo sim. Para um médico sem recursos, não!
    Entendeu?

    Entendi que utilizas dois pesos e duas medidas. Não há desonestidade maior do que esta.

    Para proteger os machinhos de bactérias hospedadas no “bilau” bastava ensinar medidas sanitárias de limpeza e asseio!

    Para um povo nômade a mais de 5000 anos atrás??
    Rapaz… como acha que aquele povo vivia?

    Era né! E como algo perfeito por si só se torna imperfeito?

    Mas quem disse que as coisas se tornaram imperfeitas por si só?

    Mas, se TUDO era perfeito (e nesse TUDO se inclui o homem), como o homem errou?

    O que tem a haver a perfeição física com o erro espiritual provindo pelo livre arbítrio do homem?
    Quando disse que TUDO era perfeito me referia as estruturas FÍSICAS e QUÍMICAS dos elementos contidos no universo.
    A razão é um elemento imaterial, logo esta característica não se aplica a ela.

    se TUDO era perfeito (incluindo homens e bactérias), como as bactérias se tornaram maléficas e homens desobedeceram?

    Vamos separar o joio do trigo.
    Uma coisa é a deterioração FISIOLÓGICAS das bactérias, outra coisa é a capacidade cognitiva do livre arbítrio, no qual é IMATERIAL.

    Quanto a primeira, surgiu por uma maldição que criaram leis universais novas, favorecendo a entropia dos seres.

    Quanto a segunda, não me lembro ter dito que a Bíblia relatava que o homem era perfeito em suas ESCOLHAS, e que ele JAMAIS erraria, pelo contrário, o homem tem o poder do livre arbítrio para decidir que quer permanecer no certo ou se quer fazer o errado.

    O Universo não se deteriora? E a famosa entropia?!

    Quem disse que existia entropia antes do homem cair?

    Sei lá quem cunhou esse termo (NADA), que só gerou confusão entre os leigos!
    Acontece que um NADA científico não é a mesma coisa que o NADA filosófico.
    O NADA científico seria mais um NADA MATERIAL.

    Eu sei muito bem a diferença entre o Ex-Nihilo e o Vácuo Quantico.
    Quando disse o “nada” explodindo, ambas as situações seriam absurdas.
    O ex-nihilo não explode do nada assim como o Vácuo quântico.
    Alguma vez já viu o vácuo explodir?

  64. Feliz natal a todos, paz , amor, saúde ,sabedoria!
    a vida é rápida aproveitem, o máximo possível, sejam felizes todo o tempo.

  65. Gosto de opiniões divergentes. Isso me instiga mais e mais à busca. Os seres vivos existem e o que nos envolve é um grande mistério, pois os nossos sentidos não são capazes de perceber o todo. Creio que o respeito é a chave. Mas percebo também os grandes prejuízos que as religiões vêm mais e mais impondo à humanidade. Somos deuses e demônios è preciso deixar que o nosso lado divino prevaleça.

  66. Olá pessoal, eu sou de família católica, mas com o conhecimento que ganhei sobre a vida no trabalho, escola e faculdade percebi que a religião tem várias lacunas. Sou o tal católico não praticante, se é que existe, é apenas uma definição para responder a quem pergunta sobre minha religião. Acredito que hoje muita gente se diz católico, mas não frequenta a Igreja. Agora que me apresentei no campo da religiosidade, eu gostaria de perguntar? Se as religiões não existissem também não existiriam centros de acolhimento, não existiriam as santas casas que ajudam os enfermos? Como são os países ou cidades no mundo onde não existe religião? Como ficam os pobres, os enfermos em locais sem religião? Isso me deixa preocupado. Outra questão, como surgiu a Bíblia? Como escreveram tantos textos naquela época com tantos detalhes? Isso me intriga.

  67. Boa noite Galera , Sou Cristão e to achando interessante esses comentários gostaria de conversar com alguns ateus pelo whatsapp e responder todas suas duvidas (21)998491907. Deus se criou ? Então, Tudo o que sabemos é porque alguém presenciou o fato certo ? se acontece algo na História a anos atrás só saberemos se alguém relatar esse caso. Ou seja como saberíamos como Deus Nasceu se ele mesmo nos Criou ?. e outro Fato é que nós somos seres Humanos Nós precisamos ser Gerados por alguém . Mas Deus é um ser Supremo do qual não necessita ser Criado, o modo de se nascer e ser gerado foi dado por Deus ao Homem , não incluindo necessariamente que Deus fosse criado por alguém. e Nós só conhecemos a Deus porque ele se apresentou a Nós. Por meio de profetas e seu filho Jesus que fez grandes maravilhas a qual a relatos e provas pela ciência que ele esteve aqui. a relatos da bíblia que viemos do pó da terra, no qual há componentes da mesma no nosso organismo . Boa noite e a Paz . Mas perguntas Esclarecerei todas com grande prazer.

  68. o probelma dessa ideia é o monopólio do divino, mamomé não foi a montanha porque o anjo gabriel veio até ele, joseph smith ficou com inveja de moises e quis tambem ver Deus pessoalmente, veio Jesus e disse que ninguem da terra viu o pai só os que estam com ele no céu são os que o conhecem.
    putz. a concorrencia ta fogo, apostolos cristãos brigando para ver quem sera o maioral no ceu, cada profeta conversando com deus conforme suas conveniências humanas.
    Afirmar que é necessario haver um criador da vida, é descrer que Deus possa existir sem ter sido criado.

  69. Concreto, mas esqueces que há algo mais que o concretismo, a fé, que é algo que não se explica e muito menos pode nos salvar como nos vemos hoje, “humanidade a beira da aniquilação”.

  70. Espero que todos vocês se arrependam de tanta blasfêmia e conheçam verdadeiramente a Cristo antes do fim
    Deus tenha misericórdia de vocês, ele vos ama!

  71. Amém Irmã Monique! Que o Acaso lhe acompanhe nessa sua jornada até a Tumba do esquecimento!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: