Quando os deuses se cansam [edição completa]

 

Jesus

 

As pessoas acreditam em Deus porque querem achar que há um plano, um propósito para as suas vidas, traçado por um ser divino que as protege de possíveis perigos, que as direciona, incentiva e inspira, de forma que possam cumprir o tal plano. As pessoas acreditam em Deus pelo conforto que lhes proporciona a ideia de que ele atende seus pedidos de ajuda para problemas, e de socorro para ameaças (agendadas ou iminentes, reais ou imaginárias); e, principalmente, acho eu, porque não querem admitir que, após a morte (em termos de “consciência”), voltarão para o mesmo lugar de onde vieram: o nada.

A ideia de Deus, ou de um determinado deus, atende a esses anseios “divinamente” bem na cabeça das pessoas. Por isso, sendo esses motivos para crer presumivelmente compartilhados por todo ser humano, essa ideia sempre esteve vinculada a toda e qualquer sociedade que existe, ou que já existiu, em todos os lugares da Terra, mesmo naquelas adeptas do animismo e do xintoísmo, em que a divindade cultuada pode estar representada nas árvores, ou ser substituída pelos próprios ancestrais.

Muitos teístas chamam a isso de evidência, como se o fato de todas as sociedades acreditarem em deuses, fosse prova mais que suficiente de que haja, realmente, um deus.

Mas demos à questão a reflexão que merece:

Se isso, realmente, for tido como uma “prova”, há de se querer saber: “Qual deus existe?” E aí, cada um vai responder: “O meu”. Há quem se saia dessa dizendo que Deus é um só, com seus vários nomes e formas para cada diferente povo. Será? Não pareceria, então, infundado todo o ciúme de outros deuses que o Deus cristão sempre deixou claro na Bíblia? E se houvesse mesmo tantos deuses quanto as sociedades querem crer, seria possível ir para o Inferno de um e para o Céu de outro ao mesmo tempo?

Vê-se, assim, que essa “evidência” não é prova de que Deus existe. No máximo, consegue provar que existe uma necessidade humana de acreditar em um.

 

Odin


O crente, por definição, não tem dúvida quanto à existência de Deus, ou qualquer deus no qual ele creia. Mas uma das respostas que se costuma dar à pergunta “O que te faz pensar que Deus realmente existe?” está solidamente ligada à “ilusão do projeto”. As pessoas olham para o mundo à sua volta e veem a obra de um criador, de um projetista; então assumem que esse criador existe, uma vez que sua “obra” é evidente.

Mas isso só acontece porque elas veem um mundo que muda ao longo das eras com os olhos de quem vive um mísero século, se tanto. Quando a ciência nos deu olhos que enxergaram esse mesmo mundo dentro de um período de tempo maior — inconcebivelmente maior para um humano —, nós nos demos conta do que realmente aconteceu. Nós não estamos olhando para um projeto. Estamos olhando para o que sobrou pra se ver, até aqui, depois de uma guerra sem fim pela sobrevivência.

No filme que postei semana passada, Richard Dawkins mostra um esquema que um amigo montou para exemplificar a Teoria da Evolução, que você  poderia facilmente reproduzir como segue:

1. Coloque sobre uma determinada superfície de terra coberta com folhagem umas tantas variedades de espécies de insetos.

2. Peça a um grupo de crianças para que apontem, de uma certa distância da área em questão, o máximo de insetos que puderem avistar. Cada vez que se “descobrir” um inseto no meio da folhagem, você deverá tirá-lo da área de teste.

Depois de algum tempo, você deverá notar que as crianças não mais conseguirão identificar nenhum inseto, embora, muito certamente, ainda estejam por lá algumas espécies que são impossíveis de se ver daquela distância devido a certas características que as confundem com o ambiente.

Um outro grupo de crianças, totalmente alheio ao que foi feito pelo primeiro grupo, trazido para fazer a mesma coisa, talvez não conseguisse avistar mais nenhum inseto, pois todos os que se mostraram mais fáceis de serem avistados já haveriam sido postos à parte.

Alguém presente, após revelar às crianças do segundo grupo um inseto perfeitamente camuflado por entre as folhas, que elas não haviam percebido, bem como ninguém do grupo anterior, poderia sugerir que Deus havia “desenhado” aquele inseto daquele jeito para que ele pudesse se confundir com o ambiente e se proteger de seus predadores. As crianças não teriam por que duvidar. Realmente, mostrando-se assim, que outra explicação poderia haver? Elas estariam contemplando um inseto que parecia, de fato, poder ficar invisível na folhagem. O inseto, por si, não poderia ter feito aquilo. Assim sendo, era de se esperar que alguém o tivesse desenhado mesmo.

Pronto. É a isso que se chama de “ilusão do projeto”.

 

Ámon-Rá

Quando olhamos o mundo em que vivemos, nós vemos os seres que “deram certo”, pois os que não deram foram extintos.

Há o caso da extinção dos dinossauros que é alheio ao processo evolutivo. Eles podem ter sido extintos pelo choque de um meteoro com a Terra, que mudou drasticamente o clima; por uma doença viral extremamente contagiosa; ou pela ação dos primeiros mamíferos que passaram a se alimentar dos seus ovos.

É ilusão achar que o que se vê no mundo é o resultado de um projeto. A Teoria da Evolução está embasada em fatos, em evidências que suportam suas conclusões. A ilusão do projeto é sustentada apenas pela vontade de que algo seja como se quer que seja, e reforçada pelo distanciamento de tudo o mais que possa apontar outras respostas.

Às vezes, porém, essa situação torna-se insustentável e é preciso fazer algumas reconsiderações.¹

Como a ilusão do projeto, as pessoas têm outras “evidências” da existência de Deus — milagres; revelações; experiências pessoais; resposta a preces, sacrifícios e oferendas; um livro sagrado; a tradição; a aceitação coletiva da mesma ideia. Todas as sociedades ao redor do globo parecem aceitar essas coisas como prova de que há um determinado deus. Só que cada uma dessas provas acaba tendo o mesmo fim que teve a “ilusão do projeto”, ou seja, termina por ganhar o rótulo que a qualifica: ilusão.

Mas há algo muito mais contundente a se apresentar como contra-argumento e que servirá, também, para economizar tempo, uma vez que seria por demais dispendioso tratar de cada uma dessas ilusões separadamente. Basta pensar que essas evidências que apontavam para um suposto deus foram compartilhadas pelas sociedades através dos tempos, com a mesma fé, devoção e convencimento que se vê hoje, de forma que já existiram vários e vários deuses. Centenas: Zeus, Apolo, Afrodite, Ares, Odin, Thor, Krishna, Baal, Rama, Kronos, Anúbis, Mitra, Rá, Hórus, Hator, Neftis, Amom, Atoum, Neith, Tezcatlipoca, Yumm Kaax, Ahura Mazda, Shankar, Hestia, Vajradhara, Guruvayuappa, Tsai shen yeh, Kernunnos…

E agora a pergunta é: Para onde eles foram?

 

Zeus

 

Tudo bem que ainda se possa encontrar aqueles carecas com roupões laranjas, em alguns aeroportos, distribuindo flores e tentando vender seus livros fininhos com letras enormes; tudo bem que alguém me lembre de que, na Índia, ainda se adora o deus Shiva, juntamente com todos os outros milhares de deuses que eles têm por lá [O que faz até a gente pensar se eles levam mesmo isso a sério]. Mas, ainda assim, eu poderia elaborar uma lista enorme de deuses aposentados: sem adoradores, sem templos, sem nada que lembre os seus dias de glória do passado.

Quantas religiões, ao redor do mundo, têm Ahura Mazda como seu deus? Que povo envia missões para outros países para arrebanhar servos para Odin? Quantos templos são erguidos anualmente para Ámon-Rá? Quantas pessoas se explodem para garantir uma vaga no paraíso de Zeus? Quantos dedicam suas vidas a Baal? Quantas guerras são feitas em nome de Lord Brähma? Quantos povos querem fazer com que o mundo se convença de que Quetzalcóatl é o único e verdadeiro deus?

Tente responder a essas perguntas antes de querer adivinhar como eu responderei a essa:

Será que, daqui a mais duas dezenas de séculos, o deus da moda hoje — Jesus, Deus, Alá, Jeová, Javé — vai aumentar aquela lista de deuses cansados de existir?

 

 

Quetzalcóatl

 

Minha resposta: — Eu, obviamente, não sei. Não tenho como saber o que vai acontecer daqui a 2 minutos, que dirá daqui a dois mil anos.

Mas eu sei por que Deus existe hoje e não mais Anúbis, o antigo deus egípcio da morte, por exemplo. No politeísmo, as pessoas podiam adorar quantos deuses quisessem e ninguém tinha nada a ver com isso. Mas o Deus da Torá, da Bíblia e do Corão nasceu com o que eu chamo de “Complexo de Highlander”: só pode haver um.

Ele queria que adoradores de deuses rivais fossem dizimados. Os novos adoradores desse novo deus tinham suas ordens, só que não tinham força suficiente para pô-las em prática. Na verdade, não tinham força nenhuma: eram apenas um povo ignorante e subjugado; uma nação de escravos. Mas como seus textos sagrados diziam que Deus enviaria, em breve, um Messias para restabelecer o reino de Israel, talvez eles achassem que deveriam esperar até que ele aparecesse, para começar a cumprir a tal da ordem divina, e exterminar a todos os que adorassem a outro deus. E foi o que aconteceu.

Depois de mil anos de espera, surgiu um tal de Jesus, dentre os muitos com esse nome à época, que resolveu dizer, também, que era o Messias. [Exatamente como faz há mais de 30 anos, no Brasil, o Inri Cristo.] Muito conhecedor dos profetas e suas profecias, Jesus não teve dificuldade em cumpri-las. Você já deve ter lido nos Evangelhos algo como “E isso se deu para que se cumprisse a profecia que diz…” É. Isso mesmo. Jesus estava fazendo por onde se encaixar na descrição. Ora, se no texto sagrado dizia que o Messias deveria entrar em Jerusalém montado em lombo de burro, então, que se arranjasse um burro para que “se cumpra a profecia”. Muito fácil.

A parte dos milagres é contestável. As pessoas que escreveram sobre tais feitos eram bastante suspeitas, pois queriam que se pensasse que Jesus era, realmente, o Messias do qual falavam as Escrituras, aquele que iria unificar Israel. Mesmo se não fosse, isso iria dar um grande incentivo no moral dos judeus, então cativos do império romano. Além do mais, os primeiros textos falando sobre as mágicas dele são historicamente situados entre os anos 60 e 80 d.C. Na média, 70 anos depois do nascimento de Cristo. Se ele morreu na casa dos 30, os primeiros textos que relatam o que ele fez sobre a Terra só foram escritos 40 anos depois, numa sociedade em que a expectativa de vida era de 30 anos para os homens e de 25 para as mulheres

Quem quer que tenha escrito os Evangelhos, ouviu a história toda de segunda mão. E quem contou, disse o que podia lembrar sobre a vida de um judeu que viveu décadas antes. Um fato, por si só, já bem “contestável”.

As histórias passadas de boca em boca só se espalham quando são bem “interessantes”. E se você entende o significado de “quem conta um conto aumenta um ponto”, poderá entender, também, por que as Aventuras de Jesus no País da Bíblia são como são.

Se o evangelista, por sua vez, achasse que seria proveitoso escrever uma história que confirmasse que Jesus era quem disse ter sido, não teria que se preocupar com nada: na época em que seus textos foram passados para os pergaminhos e começaram a ser divulgados, os personagens da sua história, bem como as pessoas que a ouviram de primeira mão, não iriam aparecer para reclamar de nada, pelo simples inconveniente de estarem todos mortos.

 

Ahura Mazda

Duas coisas, depois de Jesus, foram fundamentais para o Big-Bang do cristianismo. A primeira foi o “tino comercial” de Saulo de Tarso (o “apóstolo” Paulo). Muitos romanos e alguns outros povos gentios, já inclinados para o monoteísmo, não aderiam à fé judaica por causa de algumas coisas que lhes eram intragáveis na doutrina, como a circuncisão e as restrições alimentares. Além disso, aquela religião era a marca registrada dos judeus, uma etnia que, já naquele tempo, não era essa Coca-Cola toda, e ninguém queria ser visto como um deles. Saulo de Tarso deu um jeitinho de manter, na nova religião, tudo o que era agradável a essa fatia do mercado, ao passo que excluía tudo o que não era, de forma que, 70 anos após o nascimento de Cristo, judeus e cristãos começavam, cada um, a trilhar o seu próprio caminho.

A segunda coisa foi a “evangelização”, fruto do Complexo de Highlander de Deus. As pessoas não haviam visto nada parecido até ali. Os deuses de então eram simplesmente adorados, e cada nova geração tomava conhecimento deles pela tradição oral de seus mitos, pelo convívio social, pelas festas religiosas e pelos rituais. Nada era imposto.

Foi o conceito de evangelização que garantiu a Deus uma vantagem decisiva nessa selva de deuses. Uma pessoa evangelizada iria evangelizar outras, que evangelizariam outras, etc., num processo expansivo em escala exponencial. E, junto com cada nova família cristã, já se garantia que a próxima geração seria de cristãos. Com os outros deuses da época não acontecia o mesmo, e eles simplesmente foram à extinção.

Lembra da experiência com as crianças e os insetos? Aplicada à evolução, aquela experiência diz o seguinte: se os insetos que eram de difícil visualização estivessem no mesmo ambiente em que outros mais fáceis de serem vistos (e comidos por isso), os que se confundiam com a folhagem sobreviveriam por mais tempo e em maior número, de forma que teriam tempo de sobra para se reproduzir e deixar cada vez mais descendentes do que os das espécies não camufladas. Ia chegar o momento em que só os camuflados, naquele ambiente e com aqueles predadores, iriam continuar existindo. Os outros seriam extintos.

Com Deus, ocorreu um processo semelhante, só que ele próprio tratou de eliminar os concorrentes pela força, pela evangelização de outros povos, e pelo doutrinamento de suas futuras gerações. Assim, praticamente só Deus chegou “vivo” aos nossos dias.

Os crentes o veem, hoje, com o mesmo assombro daquelas crianças do segundo grupo, ao serem surpreendidas pela identificação de um inseto quase invisível em meio à folhagem. Naquele exemplo, eu disse que poderia haver alguém que iria “ensinar” às crianças que aquele inseto não poderia ter se camuflado sozinho para fugir dos predadores, e atribuiria a Deus o seu projeto. Isso sem fazer nenhuma menção ao processo que tirou de cena os outros insetos.

Os líderes religiosos fazem a mesma coisa com seu rebanho. Sem explicar nunca o que ocorreu para se chegar até esse ponto; sem dar conta aos crentes do processo esmagador de proliferação ao longo de dois mil anos, que minou as forças dos deuses rivais, levando-os quase todos à extinção; eles apresentam, extasiados e orgulhosos, o deus remanescente mais famoso, cultuado ao redor do mundo ao longo dos séculos, como sendo o único deus verdadeiro, quando é, apenas, um dos poucos mitos que restaram: Deus, o Highlander.

Só  pode haver um.


 

¹ A Igreja Católica deverá divulgar um documento oficial pelo qual passa a aceitar a Teoria da Evolução, que dirá, mais ou menos, que Deus a usou para criar os seres vivos. Ou seja, se não pode vencê-los… Muito  conveniente:   http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRN1641023720080916

 

² Fonte sobre a expectativa de vida: Revista História BBC, Ano 1, Ed. #5 – Cristianismo. Pág. 10.

 

Anúncios

58 Respostas

  1. Barros, seu texto é um presente. Você fez um roteiro de argumentos básicos contra qualquer crença. Muito bom mesmo!

  2. Parabéns pelo escrito, muito bem fundamentado e observado. A eficiência das estratégias que visam garantir a perpetuação das instituições são fator determinante da existência das mesmas, se hoje a Corporação Jesus Cristo ainda gera grandes lucros, é conveniente darmos uma olhadinha nas práticas da igreja ao longo dos séculos.

  3. Muito bom texto. Parabéns.
    Este tipo de texto dá qualidade a este Blog.

  4. Vocês são um bando de tolos rindo da própria ignorância e felizes com a própria maldição que carregam sobre os ombros: a condenação eterna. Cada um de si merece esse destino.

  5. Jesus, tu nasceste em Belém ou em Portugal?

  6. Aparentemente Em Belém do Pará (ou talvez em alguma Belém no México):
    http://www.umsabadoqualquer.com/511-estrela-de-belem/

  7. Muito bom texto. Parabéns.
    Este tipo de texto dá qualidade a este Blog.(2)
    Apenas que … busquem conhecimento!

  8. Jesus se arrependa ainda dá tempo Allah Akbar hahaha.

  9. A diferença entre Deus, aquele que designas como “deus da moda actual”, e todos os outros em que o homem acreditou, é que esse Deus, o meu Deus, não é de agora. Ele faz-se registar desde as mais antigas escrituras até aos dias hoje.
    Agora dizes “Lá está mais um religioso com uma data de tretas”… Primeiro, não sou religioso, apesar de gostar de Teologia. O que vos tira certa possibilidade de me atacarem de uma fé cega, ingénua, sem questões e ignorante.
    Segundo, eu já fui como vocês, e isto não é “conversa do costume”. É a verdade nua e crua. E dizer que as pessoas acreditam em Cristo para terem uma vida melhor, é uma generalização comum de quem está de fora. Viver para Cristo é sofrer ( http://www.youtube.com/watch?v=zdvXqO7aBBo Vejam e entendam o que quero dizer). Mas é sofrer em amor. O que mais me incomoda é a vossa arrogância para com todos aqueles que não partilham da vossa descrença. http://www.youtube.com/watch?v=0donCN_IUhI&feature=related

    Abraço a todos. Espero um dia encontrar um de vós, pelo menos.

  10. Lá está mais um pseudo-“não-religioso” com uma data de tretas…

  11. DEUS tenha misericordia da sua vida

  12. […] Quando os deuses se cansam […]

  13. De DEUS não se zomba.Felizmente a opinião de alguns e até mesmo a minha não anula O que ELE É:De wternidade a eternidade ELE é DEUS!Está em salms.90:2.Vocé pode crer nas suas prerrogativas(querendo ou não vc é um ser criado)ou resolver deixar de ser amargurado e passar a crer no CRIADOR de todas as coisas,aproveite a oportunidade Ele o ama.
    “Salmos 10:13 NVI-POR

    Por que o ímpio insulta a Deus,

    dizendo no seu íntimo:

    “De nada me pedirás contas!”?

  14. Acesse este blogger com mais informaçoes o titulo é:O ateu sempre morre no sufoco,abandonado até pelos amigos.Ateus não seja mais um Voltair(filósofo frances que tentava redicularizar o evangelho e a DEUS).Ele morreu,como dizem vcs,ele não voltou para o nada,mas sim como pecador que morreu o seu destino foi o inferno.Ateus não esperem estarem em um leito velhos e enfermos para começarem a burcar a DEUS,como todos fazem ante a morte!
    Acesse agora http://pesquisasecular.blogspot.com/

  15. Ateu só quer aparecer, vender livro e fazer blog pra ficar rico as custa dos idiotas de personalidade fraca que o seguem pq acham que são mais inteligentes do q quase toda a totalidade das pessoas da terra. Ou pq quer parecer mais inteligente q os outros ou só mesmo pq quer ser do contra e aparecer pros amigos OLHA AQUELE FULANO É ATEU. Tenho uma amiga atéia que já me disse q só não acredita em Deus pq acha mais culto quem é ateu. Mas no final da vida eles se revelam tementes a Deus mas ái já é tarde.

  16. “vender livro e fazer blog pra ficar rico as custa dos idiotas de personalidade fraca que o seguem” , essa realmente foi para começar bem o fim de semana…

  17. Cristiano

    “vender livro e fazer blog pra ficar rico as custa dos idiotas de personalidade fraca que o seguem” , essa realmente foi para começar bem o fim de semana…

    Realmente… é uma boa colocação Cristiano. por isso que pessoas como Atkins, Dawkins, Darwin e outros Naturalistas com suas teorias insanas, conseguiram lucrar tanto em cima de quem tem personalidade fraca.
    Se estas pessoas pensassem por sí só, e exchergassem onde as evidências apontam…. com certeza estes charlatões ficariam na miséria.

  18. SENTT, então Deus é Deus porque é isso que diz o Salmo não-sei-lá-das-quantas? Eu nunca tinha interpretado a coisa por esse ângulo e, realmente, faz sentido… Parabéns!

  19. Lídia_UnB, você deve tá confundindo esse com o blog da Cleycianne…

  20. Realmente… é uma boa colocação Cristiano. por isso que pessoas como Atkins, Dawkins, Darwin e outros Naturalistas com suas teorias insanas, conseguiram lucrar tanto em cima de quem tem personalidade fraca.

    Já o Valdemiro Santiago, o Silas Malafaia, o Edir Macedo e o padre Marcelo “Reginaldo” Rossi vivem na pobreza, coitados, tal e qual Jesus Cristo.

  21. Deus e Ciência

    É sério isso que você escreveu? Me parece pegadinha do sérgio malandro

    Você deve estar brincando comigo, achar mais relevante o dinheiro que os nomes citados ganham do que o comércio do sobrenatural?

    Vamos fazer o seguinte, a hora que você sair do mundo da fé, onde existe uma lógica que de tão perfeita nós não conseguimos entender, apenas seu Deus, voltamos a conversar….

    Abraço
    Cristiano

  22. Barros

    Já o Valdemiro Santiago, o Silas Malafaia, o Edir Macedo e o padre Marcelo “Reginaldo” Rossi vivem na pobreza, coitados, tal e qual Jesus Cristo.

    É verdade… eu também me esqueci de falar destes ateus que utilizam o nome de Deus para ganhar dinheiro. Se eles REALMENTE fossem Cristãos, temeriam a Deus, seguiriam os ensinamentos de Cristo e não cometeriam este tipo de coisa. Porém como eles são ateus, e não temes a Deus, só utilizando do nome dele para lucrar…. fica aí mais alguns exemplos.

  23. Cristiano

    É sério isso que você escreveu? Me parece pegadinha do sérgio malandro

    Na verdade eu fui tão irônico como você foi.

    Você deve estar brincando comigo, achar mais relevante o dinheiro que os nomes citados ganham do que o comércio do sobrenatural?

    pois é Cristianos.. os ateus estão ficando criativos. até utilizar o nome de Deus em vão para lucrar, eles estão fazendo. Eles, como sempre, não dão a mínima para o que Cristo Ensinou. Eles agem de acordo com suas próprias imundices sem se importar com nada. Então, Silas Malafaia, Padre Marcelo Rossi, Atkins, Dawkins, etc… são todos farinha do mesmo saco. Eles só mudam a ‘carinha” mas as intenções são as mesmas.

    Vamos fazer o seguinte, a hora que você sair do mundo da fé, onde existe uma lógica que de tão perfeita nós não conseguimos entender, apenas seu Deus, voltamos a conversar….

    Na verdade, para termos uma conversa boa, você precisa sair do seu mundo de ilusão, onde o “acaso” pode formar algo, e enchergar o mundo real.
    Então só assim falaremos a mesma língua.

    Um Abraço!

  24. Deus e Ciência, para não cometer nenhum equívoco, preciso antes saber uma coisa

    Percebi que de cada 10 palavras que você fala, 1 é o “acaso”

    Só para entender melhor, você acredita que o seu Deus criou a terra e iniciou a vida, e ela evoluiu até o ser humano, algo como o que é aceito hoje como a teoria da evolução, ou o seu Deus simplesmente criou o homem?

    Antes de dizer qualquer coisa preciso saber qual o seu conceito sobre isso

    Abraço
    Cristiano

  25. Cristiano

    É sério isso que você escreveu? Me parece pegadinha do sérgio malandro

    Na verdade eu fui tão irônico como você foi.

    Você deve estar brincando comigo, achar mais relevante o dinheiro que os nomes citados ganham do que o comércio do sobrenatural?

    pois é Cristianos.. os ateus estão ficando criativos. até utilizar o nome de Deus em vão para lucrar, eles estão fazendo. Eles, como sempre, não dão a mínima para o que Cristo Ensinou. Eles agem de acordo com suas próprias imundices sem se importar com nada. Então, Silas Malafaia, Padre Marcelo Rossi, Atkins, Dawkins, etc… são todos farinha do mesmo saco. Eles só mudam a ‘carinha” mas as intenções são as mesmas.

    Vamos fazer o seguinte, a hora que você sair do mundo da fé, onde existe uma lógica que de tão perfeita nós não conseguimos entender, apenas seu Deus, voltamos a conversar….

    Na verdade, para termos uma conversa boa, você precisa sair do seu mundo de ilusão, onde o “acaso” pode formar algo, e enchergar o mundo real.
    Então só assim falaremos a mesma língua.

    Um Abraço!

  26. Cristiano

    Só para entender melhor, você acredita que o seu Deus criou a terra e iniciou a vida, e ela evoluiu até o ser humano, algo como o que é aceito hoje como a teoria da evolução, ou o seu Deus simplesmente criou o homem?

    Antes de te responder… gostaria que você me respondesse uma coisa primeiro…… em cima de seu comentário: “algo como o que é aceito hoje como a teoria da evolução”, te pergunto… você conhece direito esta teoria??

  27. Sim conheço, mas a que me refiro é essa aqui
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Evolu%C3%A7%C3%A3o

  28. Sei que é apenas o wikipédia, mas para o propósito aqui serve…

  29. Sempre que discuto religião as pessoas me questionam porque me importo tanto com religião:

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/10/091021_espancamento_india_rw.shtml

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2010/01/100107_sacrificio_criancas_uganda_mv.shtml

    Religião, sobrenatural, tudo farinah do mesmo saco… uma vergonha a humanidade…

  30. Cristiano

    Sempre que discuto religião as pessoas me questionam porque me importo tanto com religião:
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/10/091021_espancamento_india_rw.shtml
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/2010/01/100107_sacrificio_criancas_uganda_mv.shtml
    Religião, sobrenatural, tudo farinah do mesmo saco… uma vergonha a humanidade…

    É isso que dar o povo ouvir outros deuzes. assim como os Nazistas que eram Ateus e assim como os russos que também eram ateus.
    Todas estas religiões (incluindo o ateismo) são farinha do mesmo saco.

    Se a pessoa não possui Cristo no coração e não segue seus ensinamentos, cometem atrocidades como esta.

    As religiões que acreditam em outros deuses (incluindo o “deus” acaso), estão dando voltas em círculos.
    Eles se enganam, mas no final, revelam sua natureza.

  31. Cristiano

    Voltando ao assunto da teoria da evolução… você sabe o que é diferênça entre Micro-evolução e Macro-evolução??

  32. Sim, a escala de tempo, você não sabe?

  33. iiiihiiii D&C viu la o video que vc postou sobre a india?! os evangélicos chegaram por la .
    A mulher foi revelada pelo espirito santo que as 5 outras eram bruxas.
    Cansei de ver isto no meio pentecostal

  34. D&C
    diz: Então, Silas Malafaia, Padre Marcelo Rossi, Atkins, Dawkins, etc… são todos farinha do mesmo saco. Eles só mudam a ‘carinha” mas as intenções são as mesmas.

    R: opâ ! Levantar falsos testemunhos é contra os ensinamentos cristãos!
    Não podemos quer defender Deus fazendo fofócas!

    E antes que eu me esqueça…..Tudo Bem com voce meu amigo D&C ?
    Agora falando serio não se pode comparar os padres católicos com os “pastores” no sentido de enriquecimento ilícito, pois os que eu conheço “não possuem nenhum bem reconhecido em cartório.

    sds

  35. Deus & Ciência, ainda se esforçando pra catar as migalhas do seu Deus nas lacunas deixadas pelo conhecimento humano? Quem precisa saber diferença entre tipos de evolução, quando se tem um Deus que pode tudo, né?

    Por que vocês não fazem como o profeta Elias, pra provarem a existência do seu Deus? Em vez disso ficam bulinando nos mais diversos campos em busca de alguma coisa que seja desconhecida pra todo mundo? Eu, se fosse crente, consideraria isso humilhante, ter que ficar catando os pedaços microscópicos do meu Deus Super-TUDO pra mostrá-lo, usando um microscópio, aos que não acreditassem nele.

  36. Valdomiro Barros
    Salmos 10:13

    Por que o ímpio insulta a Deus,

    dizendo no seu íntimo:

    “De nada me pedirás contas!”?

    “Filho” você acredita mais na existência de um SER sobrenatural,até mais que muitos “crentes”.

  37. Na real?Todo genuíno cristão(nascido do espírito) é ateu!Pelo menos é isso que procuramos passar para todos.Ser cristão ateu implica em não acreditar na crença idólatra da igreja católica,ou em Alá(relacionado ao DEUS cristão não sendo o mesmo,visto as multifacetas do sistema infernal),Buda,deuses indianos,africanos,nórdicos,gregos,etc.,
    MUITO MENOS acreditamos nessa crença que O DEUS ETERNO não existe!
    Então,ateu até cristão é,acreditamos no DEUS DA BÍBLIA,não cremos naqueles ou naquilo,que um dia para nós pareciam ser alguma coisa!

  38. Ao criador do site:elogios a parte,sua criatividade intelectual é supreendente!Um abraço.
    Há sim,mais um conselho biblico:
    Eclesiastes 9:10 NTLH

    Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder, pois no *mundo dos mortos não se faz nada, e ali não existe pensamento, nem conhecimento, nem sabedoria. E é para lá que você vai.

  39. “no mundo dos mortos não se faz nada, e ali não existe pensamento, nem conhecimento, nem sabedoria. E é para lá que você vai.”

    Olha só, um crente escreveu algo que preste (citando o Eclesiastes, um dos poucos textos legais da gibíblia, pela esctrutura poética).

    Todos os mortos vão para o “mundo dos mortos”, portanto isso vale pra você também, SENTT.

    Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. (Eclesiastes 3:19)

  40. Snif,snif,poxa amigo eu não sabia!Bom piadas a parte,a regra de morrer vale para todos,plantas,animais,homens,invlusive eu é claro,esse dia chega até mesmo inesperadamente(Eclesiastes 9:1-3 NTLH

    Eu pensei bastante, e me esforcei para entender tudo isso, e cheguei à conclusão de que Deus controla o que as pessoas sábias e honestas fazem e até o amor e o ódio delas. Ninguém sabe nada do que vai acontecer no futuro, mas isso não faz diferença. Pois a mesma coisa acontece com os honestos e os desonestos, os bons e os maus, os religiosos e os não religiosos, os que adoram a Deus e os que não adoram. A mesma coisa acontece com quem é bom e com quem é pecador, com a pessoa que faz juramentos e com a que não faz. A mesma coisa acontece com todos; e isso é o pior de tudo o que acontece neste mundo. O coração das pessoas está cheio de maldade e de loucura; e, de repente, elas morrem.)

    Não somos melhores que vcs.,vcs não são melhores que nós,o mesmo vai suceder a todos!

  41. Um abraço.

  42. Té.

  43. Hill,

    Estude as variantes das palavras gregas para sheol, geena, tártaro e você saberá do que se trata Eclesiastes 3.19.

    Um abraço.

  44. Sent, disse:

    ““Filho” você acredita mais na existência de um SER sobrenatural,até mais que muitos “crentes”.

    Ele acredita Sent. É porisso que blasfema tanto Dele.

  45. Nem precisa, Ton. O Eclesiastes é mais do que claro. E no fim das contas, vale mesmo só como poesia.

    Aproveite e leia:
    http://ceticismo.net/religiao/inferno-desmascarado/

  46. Quer dizer que ignoras a busca da verdade?

    Quanto a ser poesia, tenho minhas dúvidas. Uma vêz que trata da vida sobre a perspectiva “debaixo do sol” que Salomão escreveu quando estava frustrado em suas perspectivas uma vêz que ele se distanciou de Deus ao adotar as divindades de suas esposas e concumbinas.

    A vida sem Deus é mesmo um vazio.

    Acredito que no final ele tenha se reencontrado com Deus.

  47. Hoje a gibíblia só vale como poesia (valor cultural) e curiosidade histórica. Mas o Eclesiastes é o único livro da gibíblia que eu acho legal. Outros nem como poesia servem.

    “Quer dizer que ignoras a busca da verdade?”

    Mera frase de efeito. Você tem procurado a “verdade” também nos Vedas, no Mahabarata, no Livro do Mórmon, no Kamasutra e na revista da Turma da Mônica? Gibíblia é apenas mito. Quer buscar conhecimento factual? Tente a ciência.

    “A vida sem Deus é mesmo um vazio.”
    Quanto a crises de abstinência, só você, como usuário, pode dizer.

    “Acredito que no final ele tenha se reencontrado com Deus.”
    Já eu acho que Capitu não traiu.

  48. Amigo Hill,não estou defendendo ninguém,concordo que vivem zombando,insultando. muitos dos zombadores estão na realidade desesperados pois não existe esperança alguma nas suas almas vazias,talvez achem que insultando a DEUS,ELE lhes envie ou até manifeste algum sinal de sua existência,o que não vai ocorrer sem haja mudança de atitude arrogante.Um abraço

    Quanto ao soberbo e presumido,zombador é seu nome;ele procede com insolente orgulho.Provérbios 21:24

  49. Tenho sorte de nunca ter topado com nenhum desses zombadores/insultadores; já basta o desespero dos crentes fanáticos. Esses zombadores/insultadores de “almas vazias” (sentido poético, é claro) existem mesmo ou também era frase de efeito?

  50. Hill

    Boa sorte na sua crença amigo. Vais precisar.

  51. Mas como crente gosta de fazer ameacinha…
    Cuidado com a Mula-sem-cabeça!

  52. Você parece ter algum complexo.

    Estou apenas te desejando sorte. Desejar sorte virou sinônimo para ameaça? Bom saber. Preciso atualizar meu vocabulário.

    Fica com Deus.

  53. Vamos ficar com frase de efeito!

  54. Boa sorte. Espero que nem precise dela.

  55. Barros , acabei de ler esse texto seu e também achei impressionante! Voce já é um escritor nato, mas como o tema é quase “invendável” será difícil popularizá-lo. Tenho esperanças de que consiga e até estou disposto a ajudá-lo de alguma forma, se possível.
    No Brasil e no mundo é muito, mas muito fácil vender temas com Deus & Sexo. Vide o sucesso de livros cristãos e de livros com apelo sexual light ou vamos dizer “hard”. Esses dias minha namorada está adorando ler 50 tons de cinza – o sucesso erótico do momento. As mulheres estão taradas nesse livro, que é uma trilogia! (autora esperta). Milhoes de cópias vendidas.
    Pelo menos nesse caso as relaçoes conjugais podem melhorar, no meu conceito acho infinitamente mais válido esse tipo livro.
    Sobre o seu texto acho que voce talvez tenha esquecido um outro ponto “cruz”cial para o “Big Bang” do cristianismo. Nao sei se voce o enquadraria aos outros dois, mas é o seguinte: Uma grande vantagem desse Deus em relaçao aos outros que fez com que ele tivesse mesmo ainda hoje no seculo xxi muita aceitação é o fato dele ser INVISÍVEL. Essa idéia foi formidável para que ele se mantivesse na mente e nos “coraçoes” das pessoas, já que ele nao tem uma forma definida e pode assim se adequar a imaginaçao de qualquer um. Nada de imagens e caricatuas que podem desagradar a uns e satisfazer a outros. ele estará sempre na sua imaginaão, do seu jeito. Vejo isso no exemplo dos anjos e dos santos, uns gostam de Sao jorge, outros preferem Sao Judas e muitos outros Nossa Senhora Aparecida. Desta forma há uma certa divisão, como havia com os deuses gregos e todos os outros do politeísmo. Há quem gostava de Zeus, outros mais de Apolo, outras pediam a Atena por coisas, e assim foi. Se o monoteísmo tivesse criado uma imagem de “Deus” (Javé”) tudo poderia ter ido por aguá abaixo. pois seriam criadas em pouco tempo diversas entidades a gosto do fregues e assim poderia levar Javé a extinção. tanto que o “espírito santo” nao tem forma, e só Jesus sobreviveu com uma forma humana até hoje sendo considerando um deus. Mas… tem um motivo; Jesus nao era um Deus poderoso tipo os deuses gregos e nao tinha autonomia, tudo vinha do Pai. As mágicas, as liçoes, as curas e até o “plano divino”.
    Ele era um bode expiatório e estava aqui para sofrer como nós, porque se a vida é difícil hoje, imagina naquela época. Assim colocaram um cara humano na história para sofrer como a gente, para dividir a dor; esse sim precisava se parecer com um humano, sem onipotencia. Mas o todo-poderoso continuaria em mistérios e sem revelar a sua verdadeira identidade. Segredos e mais segredos guardam o existir desse ser “onipresente” que naõ pode aparecer a fim de manter seu disfarce ou mistério intocável.
    Seria idiota identificá-lo e percebe-lo. Para as religioes ele tem que estar sempre no subjetivo, no inconsciente, pois isso faz com que ele permaneça vivo onde interessa, na nossa cabeça. Isso faz com que cada um construa o Deus do seu jeito e monte versçoes mais atualizadas dele. Deus – Deus 2.0 / versao XP / Deus versão beta.Deus preto, Deus branco, Deus loiro, Deus barbudo, (como Noel) sem barbas ou até mesmo sem forma. Um monte de raios e luzes e fumaça a sua volta, muito parecido com a descriçao no Evangelho de João, bem no começo de Apocalipse. Jesus faria com que ele ganhasse uma forma virtual alternativa, para termos um ponto de comparaçao com a nossa propria imagem. Mas a pegadinha mesmo é que O Fodão; ninguem viu, ninguem vê, ninguem pode e tem a capacidade de descrevê-lo nem sequer imaginá-lo, porque isso é “muito” para a mente humana. Ele é tão ultra poderoso que nao tem ponto de comparação (o começo e o fim) o (eterno) e tal. Se lhe atribuíssemos uma imagem perderia todo o charme, todo o glamour que o ego humano pode dar. Como ele seria um homem por motivo óbvios já pensou em como transformá-lo num conceito que agradasse a todos. Pelo ponto de vista feminino, umas achariam ele um pouco baixo, outras meio velho, outras ainda jovem demais, gostariam de um Deus experiente, sabe!?
    Ninguem gosta dos mesmos tipos de coisa nesta vida, então se fazer passar por algo indescritível foi uma das melhores jogadas de marketing desse Deus único que fica ali, guardadinho num cantinho na parte direita do cérebro onde se supõe nasce a imaginaçao.

    nao sei se me fiz entender – espero que seja válido
    thanks

  56. Barros, proprietário do blog:

    Embora não me encontre em posição de comentar, meu irmão, esse texto – “Quando os deuses se cansam [edição completa]” dava para ser discutido em qualquer lugar do mundo. Por isso gosto de vc.Sua inteligência é acima do normal, o que não prova a inexistência de um Criador, claro e lógico.

    No entanto, mexe com os neurônios; mexe com questionamentos porque você é, antes de ateu, um filósofo! Estou impressionada com sua capacidade de sacudir as mentes.

    És filósofo, e não és um imitador. Que Sócrates permeie seus pensamentos. E eu amo seu talento em escrever. Lembre-se de que, quando eu me for, UMA pessoa esteve aqui valorizando seu maior talento, e não se aproveitando de sua ideologia (ateu).

    Sei que vc não fala mais comigo (com razão); mas… acredite, rapaz: se me disfarcei em nicks, não foi para zoar e nem atrapalhar seu trabalho. Na verdade nem eu sei por que amo isso aqui. Acho que sou uma leitora que, mesmo não concordando com suas convicções, me amarro em seu talento ( e estilo) de escritor.

    E mais, não minto!! Essa fotinha aí é linda; seu sorriso é muito sincero. E vc é uma pessoa especial. Me desculpe pelas vezes que disse que o processaria hehe. Sou meio inafntil mesmo.

    Mas, saiba, mesmo eu não voltando mais aqui, querido Barros, retiro, logo, tudo que falei sobre ti. Engraçado, cara… Antes de vc fazer posts sobre Paulo Coelho (que eu comentei), vc disse: “Calma, nem fiz o post ainda.”

    Não tenho “rabo preso” com nada e nem ninguém. Posso sumir daqui – como é o desejo da Shirley e do GREG – , contudo, saiba que eu,como caçadora de talentos, afirmo que és um puta escritor.

    Sem mais. E sinceramente…

    Daisy

    :)

  57. Cristiano,

    Cuidado rapaz,este tal de Deus & Ciência é na verdade o velho Diogo Azetech,só que agora ele anda fazendo “upgrades” lá no blog “Darwinismo” do Mats(aquele que acredita na literariedade da briba)e muito provavelmente deve estar lendo o blog do Ateu de verdade(Lulu Aian).Prepare-se para as contínuas surras vindouras.Boa sorte e use muito Cataflan e compressas de gelo no local.

    Ai que meda!

  58. […] Quando os deuses se cansam […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: