De olhos bem fechados (17ª parte)

Catarse, segundo o dicionário Aurélio:

1. Purgação, purificação, limpeza; e sob a rubrica “teatro”: 4. O efeito moral e purificador da tragédia clássica, conceituado por Aristóteles, cujas situações dramáticas, de extrema intensidade e violência, trazem à tona os sentimentos de terror e piedade dos espectadores, proporcionando-lhes o alívio, ou purgação, desses sentimentos.

Quando você vê um filme, lê um livro, acompanha uma novela, etc., você necessariamente precisa se identificar com o personagem principal da trama. É o que se chama de “empatia”. Em duas horas de cinema, por exemplo, o que normalmente acontece é você passar os primeiros minutos conhecendo esse personagem principal, “o mocinho” — que na minha infância matutamente se chamava de “o artista”; na sequência, você é apresentado ao problema que ele vai ter que enfrentar; então, a partir daí, vivencia com ele a resolução desse problema, que, inicialmente, parecerá insuperável, mas que depois de muito esforço, sofrimento, perdas, etc., ele vence tudo, prende ou elimina o bandido, salva a mocinha, casa com ela, felizes para sempre, blá-blá-blá, e fim.

A sensação boa, embora de muito curta duração, que você desfruta quando o filme acaba é o resultado da catarse. Se você assistiu a um 007, você — também — salvou o mundo. Isso porque você se identificou com “o artista”, porque se deixou levar propositalmente pelo enredo, de forma que, em pouco tempo, até esqueceu que aquilo era um filme e que você não era um agente secreto com permissão para matar. E fez isso justamente para poder usufruir do alívio que veio ao final, por ter conseguido se safar de um problema imaginário que nem mesmo era seu.

Religião  é catarse.

Quer entender melhor? Ouça esse relato do “apóstolo” Valdemiro [começa Aqui e termina Aqui] sobre um naufrágio que sofreu na África, em que ele, com 160 kg, nadou quilômetros em alto-mar, contra a corrente, cercado de tubarões gigantes e ondas maiores ainda, cego, usando apenas uma das mãos, rebocando pela boca uma bolsa em que levava dois computadores, a carteira de documentos e o passaporte, e ainda teve tempo de bater um papo com o Diabo e com o Espírito Santo, ao mesmo tempo, sobre por que ele deveria continuar vivo. [Eu aconselho imensamente você a ouvir esses dois arquivos do YouTube, porque é algo im-pa-gá-vel, que você vai ter de graça. Atentem para o ponto, na segunda parte, em que ele se toca de que já tinha mentido demais e quase não tinha como terminar a história…]

Do mesmo modo que se paga pelo ingresso para sentir os efeitos da catarse provocada por uma sessão de cinema, paga-se pela oportunidade de senti-los na igreja e, de brinde, ao longo da vida. As pessoas se viciaram com a catarse promovida pela religião. Durante um culto, elas são expostas aos seus piores pesadelos, elas são confrontadas com seus piores problemas, elas são visitadas pelos seus piores demônios, mas, depois que o pastor desfiou toda a sorte de miséria a que um ser humano pode estar sujeito, ele põe o seu “artista” em cena, e sugere que é preciso apenas fé para se chegar a um final feliz.

Mesmo que para os seus problemas reais ele aponte uma solução tão imaginária quanto às dos filmes do 007, você sabe que precisará se entregar a essa ilusão, porque, só assim, sentirá o alívio que advém da crença de que há uma outra vida lhe esperando; de que há um Deus no Céu que está cuidando de você e da sua família; de que você pode estar sofrendo, mas isso como parte de um plano divino, blá-blá-blá, Jesus te ama, e fim.

 

 

 

<< Início

Anúncios

40 Respostas

  1. Eu não sabia que no Brasil existia um cara de dar inveja em qualquer 007, Rambo, Hulk, etc.Trata-se de “Valdomiro, o heroi brasileiro”
    Aconselho a pegarem pipoca e sentarem para a diversão. Ele é eh muuuuuuuiiiiito cara de pau. Em algum concurso de mentira ele tiraria o primeiro lugar disparado.
    É diversão garantida. Não acredito, não acredito mesmo, que apesar do baixo nível de seus “pastores”, alguém acredite numa estória destas. E impossível.

  2. huhuEHUEhueHUEaehueaheaHEAhueAHUae
    O circo evangélico e seus palhaços

  3. Musica para o Pastor Valdomiro:

    E é verdade?! é sim senhor !!!! quem me contouooooouu foi um pescadoooorrrrrr

  4. Barros, o seu texto me chamou atenção principalmente pq trabalhei com o conceito de catarsis no meu TCC que tem por título : “Puritanism and Tragedy in Arthur Miller’s The Crucible”.
    As pessoas nas igrejas nem se dão conta que estão sob esse efeito, digamos assim.

    Parabéns!

  5. Não posso concordar com isso. Um ateu não tem como saber o que pessoas de fé sentem nas suas orações nem nas suas reuniões em cultos, missas e etc. Não tem ele como saber se isso é cartasi ou alucinação ou mesmo até que Deus esteja operando na vida daquelas pessoas. O que mais me parece é que existe uma certa inveja de ateus porque as pessoas de fé geralmente vivem suas vidas de uma forma muito melhor e mais prazerosa do que os ateus em forma geral, que são geralmente pessoas frustradas e aterrorizadas pelo medo de estarem vivendo sozinhas no mundo entregues a sua propria sorte. Lamentável que o autor não tenha mencionado isso.

  6. Meu, eu queria saber o que seria dos ateus se não existisse Deus!!!! hahahahahaha… Então, vcs seriam o que???!!! hahahahahaha….
    Convertam-se….

  7. Não posso concordar com isso. Um ateu não tem como saber o que pessoas de fé sentem nas suas orações nem nas suas reuniões em cultos, missas e etc.

    Você está esquecendo de um pequeno detalhe, Afonso: quem é ateu hoje já foi cristão no passado (ou de outra crença). Tem ateu que já foi evangélico. Eu já fui católico e também passei por uma igreja evangélica (a Batista). É equivocado dizer que um ateu não sabe como se sente um crente, pois o ateu já foi crente e, portanto, já conhece esse lado. O crente, por sua vez, só co9nhece um lado.

    O que mais me parece é que existe uma certa inveja de ateus porque as pessoas de fé geralmente vivem suas vidas de uma forma muito melhor e mais prazerosa do que os ateus em forma geral, que são geralmente pessoas frustradas e aterrorizadas pelo medo de estarem vivendo sozinhas no mundo entregues a sua propria sorte.

    Vivem melhor em que sentido? É uma vida mais prazerosa em que sentido?

    Todo ser humano tem medo da morte, mas parece que, ao contrário do que você afirma, são os crentes os que mais se aterrorizam com a idéia de não ter para onde ir após o túmulo. Lembre-se que os crentes se fiam na promessa que o deus deles faz de uma vida após a morte e isso se constitui num dos fatores cruciais da crença. O crente faz tudo o que pode para não se indispor com o objeto de sua adoração pra não minar suas chances de ir pro paraíso. Isso pode incluir passar a vida toda baseando-se apenas num livro da era do bronze, cheio de contradições (sem falar nos terríveis exemplos de genocídio perpetrados por “homens de deus” a mando de sua divindade, conivência com a escravidão, etc.) até não levar filhos ao médico (o que pode resultar na morte deles, como já aconteceu).

    Ateus, num primeiro momento, sentem medo assim como qualquer ser humano. Mas podem superar, como eu fiz. Não sinto terror da morte. Eu fico um pouco chateado (mas não frustrado, como você afirma) e intrigado com essa coisa que é a morte. Apesar disso, a vida de um ateu também pode ser bastante prazerosa. Sabendo que essa é a única vida que há, deve-se fazer o possível para torná-la significativa (traduzindo: é você que dá sentido à sua vida, não uma suposta entidade sobrenatural nem alguns mandamentos absurdos que essa entidade teria promulgado). Um boa orientação é o humanismo. Muito melhor que a religião.

  8. Meu, eu queria saber o que seria dos ateus se não existisse Deus!!!!

    Taí uma frase semanticamente nula…

  9. Mais feliz?! O qeu eu vejo é muita infelicidade no meio evangélico disfarçada de felicidade, deixam de fazer muitas coisas que tem desejo para agradar a Deus e como não recebem nada ficam frustrados.
    Afonso deve ser novinho ainda, com o tempo ele vai perceber que é muito mais feliz quem não tem um monte de regras absurdas para obedecer com o unico objetivo de encher igreja ($).
    Ele mesmo vai peceber como os ateus são mais estudados tem mais coisas alcansam seus objetivos em proporção bem maior que os crentes.

  10. corrigindo = alcançam

  11. Cristão
    Situação Ação
    Doença Não desiste, tem fé!
    Na tristeza Canta
    Recebeu o mal Faz o bem
    Alguem tem raiva Ora por ele
    Foi errado Pede Perdão

    O Verdadeiro Cristão sabe lidar com as situações que todos os seres humanos passam de forma inversa dos que não tem essa Fé. Se alguem lhe faz o mal, lhe retribua com o bem.

    A Religião não salva ninguém, mas o Homem que se chama Jesus Cristo que deu sua vida por todos nós, que nos ensinou a amar sem fazer julgamento, mas simplismente amar, este sim eu tenho aprendido.
    Não somos tolos, sabemos que existe muita coisa errada em todos meios, mas devemos procurar o certo e praticá-lo.

    SL23

  12. Meu, eu queria saber o que seria dos ateus se não existisse Deus!!!!

    Taí uma frase semanticamente nula…

    Caro fabio, minha frase se da assim.

    se Deus não existisse não existiria ateu, rsrsrsrsrs… e não é nula não viu!!!! rrsrsrs… é viva!!!

  13. “Meu, eu queria saber o que seria dos ateus se não existisse Deus!!!! ”

    R: Nós iriamos tirar sarro das crenças no saci, boi da cara preta, mula sem cabeça, etc, além de mágicos charlatões

  14. “Doença Não desiste, tem fé!”

    R: Engraçado que o crente é o primeiro a encher a fila do hospital e nos fazer pagar mais impostos. Além de deixar outras pessoas sem atendimento.

  15. O crente, dá uma dor de cabeça, vai pro hospital, outros fazem tratamentos de 2 anos no hospital, vai na igreja ao mesmo tempo e depois diz que o médico não prestava e que foi Deus que curou, se é pra sempre Deus curar no final, então por favor deixe os hospitais para os desacreditados que não tem outra maneira mágica de salvação.

  16. Sei disso, pois faço entregas de material descartável em Hospitais, e na fila ou sala de espera, não se fala outra coisa senão Deus, além de um monte de senhoras de idade cheias de problemas de saionas até os pés

  17. Agora, esse pastor Valdomiro é uma comédia, quando estou emburrado, coloco no programa dele, para dar boas gargalhadas, e fico blz, eu e minha mãe apelidamos ele de Pastor “Cowboy”, pois tá sempre de chapéu de boiadero

  18. se Deus não existisse não existiria ateu

    Seguindo o raciocínio (se é que se pode chamar assim) da Luciana, deus existe porque existem ateus, ou seja, pessoas que não acreditam nele. Nesse caso,

    * o saci existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * o curupira existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * a cuca existe, já que há pessoas que não acreditam nela;

    * Odin existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * Thor existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * Marduk existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * a mula-sem-cabeça existe, já que há pessoas que não acreditam nela;

    * o monstro de espagueti voador existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * o bule voador existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * o chupa-cabras existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * Iara existe, já que há pessoas que não acreditam nela;

    * o lobisomen existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    * os duendes da Xuxa existe, já que há pessoas que não acreditam neles;

    * o monstro de Lock Ness existe, já que há pessoas que não acreditam nele;

    Eu acho que você não acredita na existência do saci/curupira/Odin/Thor/Marduk/cupa-cabras/lobisomen/Nessie/etc…, ou acredita?

    Você não acha que tem uma falha um tanto evidente no seu raciocínio (se é que se pode classificá-lo assim)?

  19. Talvez fosse melhor reescrever a frase, Luciana:

    Seu não existisse a ilusão de um deus, não existiria ateu

    Aí, sim. Todos seriam normais, digo, sem ilusões.

  20. Rafael
    “Meu, eu queria saber o que seria dos ateus se não existisse Deus!!!! ”
    R: Nós iriamos tirar sarro das crenças no saci, boi da cara preta, mula sem cabeça, etc, além de mágicos charlatões

    R: nós os crentes ! Aprendemos a dar aos homens oque são dos homens (ciência) e a Deus o que é de Deus (Fé além da ciência e da consciência humana) a nossa humildade nos guia além do limite da matéria, quando essa diz sinto muito não posso te ajudar, dizemos a Deus: Sr. sentimos muito, mas o seu amor pode aliviar a minha dor e se formos merecedores, justos e sensatos seremos ouvidos.
    Deus se faz surdo para injustos, egoístas, hipócritas e tolos.
    Mas se todos nós somos “bons” se alguém não foi atendido isto significa que Deus não existe, pois se existisse ouviria o pedido de todos nós.
    Se você pensa assim tem bons motivos para continuar sendo um ateu, para você melhor seria encontrar o gênio da lâmpada.
    Deus só deixara de existir, quando você deixar de existir!
    Quem prega a inexistência de Deus inconscientemente rejeita a graça da vida e procura pela o final da sua própria inexistência.
    abraço

  21. Fabio X medo da morte

    Todo ser humano tem medo da morte
    Ateus, num primeiro momento, sentem medo assim como qualquer ser humano. Mas podem superar, como eu fiz. Não sinto terror da morte. Eu fico um pouco chateado (mas não frustrado, como você afirma) e intrigado com essa coisa que é a morte
    pois o ateu já foi crente e, portanto, já conhece esse lado

    R: Quando digo que voce é frustrado me refiro a sua ex-crença, como Jesus disse: “ninguem pode amar a dois deuses” assim foi que voce optou por amar somente ao deus humano.
    Voce tem razão que as pessoas se apegam a Deus para se livrarem daquilo que elas mais temem a morte.
    No entanto o medo da morte é um instinto pertencente aos seres racionais como tambem dos irracionais, todos nós lutamos pela preservação das nossas vidas instintivamente até o ultimo suspiro, a questão é : De onde veio esse instinto de sobrevivencia e qual a sua grande finalidade, ja que um acaso não possui nenhum objetivo lógico?
    O medo e o mistério da morte tem a priore o objetivo da preservação da vida evitando desistências precoces das difíceis missões terrenas. Pois ninguém veio por acaso, nem a passeio, mas alguns ja nascem perguntando onde é que fica o paraíso?
    Respeito a morte e tenho medo dela, mas não por acreditar que será uma vilã causadora do final da minha existência, temo-a por minha consciência estar sempre me dizendo : ” Voce ainda não fez tudo o que poderia ter feito.” Assim é que não importa a minha idade, sempre desejarei viver mais, assim como a grande maioria das criaturas, isto prova que a vida é muita boa, logo quem a criou é muito bom.
    Então eu agradeço a minha vida a Deus e você ?

    sds

  22. Agora, esse pastor Valdomiro é uma comédia

    R:seria comico se não fosse tragico.
    Acredito que alguns pastores mercenarios são ateus e se divertem explorando financeiramente a fé dos insensatos, talvez sejam reencarnações dos antigos fariseus continuando seus negócios excusos. Tem gente que demora milenios para aprenderem o basico, por isso acredito que a vida pela lógica deve ser eterna.

  23. Vanderlei, não entendi o que você quis dizer quando falou que eu optei por amar somente o “deus humano”. Eu não optei por amar deus nenhhum.

    Quanto ao questionamento acerca da origem do instinto de sobrevivência, acho que você vai concordar que faz parte de um mecanismo de defesa do organismo. Mas não vejo necessidade de dizer que isso é algo programado por um ser superior. Não sou biólogo, mas suponho que isso seja parte do mecanismo da evolução. Afinal, uma espécie que não tivesse instinto de preservação teria possibilidade remota de deixar descendentes.

    Eu também não vejo a morte como uma vilã, mas como um incômodo. Entretanto, não há o que se fazer. Todos vão ter que encará-la.

    Respondendo sua pergunta final, eu agradeço minha vida a uma longa cadeia de eventos que culminou no meu nascimento. Começando pelo fim da estória, meus pais se conheceram e antes deles os pais deles e antes disso os pais dos pais e etc, etc, … e chegamos aos microorganismos no início da vida na Terra, que tiveram uma sorte danada desse planetinha estar na zona habitável desse sistema solar e dessa galáxia e etc, etc, voltando até o começo do universo. Imagine a quantidade de eventos que ocorreu desde lá até meu nascimento. Eu tenho muita sorte de ter nascido. Não vejo lugar nessa cadeia de eventos para um ser sobrenatural doador da vida.

  24. Sei não, Vanderlei. Eu não apostaria que o Valdomiro não é ateu. Ele é um cristão muito esperto.

    Agora, achei um pouco preconceituosa sua afirmação de que alguns pastores mercenarios são ateus e se divertem explorando financeiramente a fé dos insensatos. Você não considera que esse mercenários são qualquer coisa exceto ateus? Observe que você disse são ateus em vez da expressão podem ser ateus. Está afirmando categoricamente?

  25. Desculpe, corrigindo:

    Eu não apostaria que o Valdomiro é ateu.

  26. “alguns pastores mercenarios são ateus e se divertem explorando financeiramente a fé dos insensatos.”

    Quanto mais elevada a posição desses parasitas dentro da igreja, mais eles reconhecem o verdadeiro caráter político e econômico da instituição, você realmente acha que o papa acredita em deus, que ele foi escolhido por deus???
    E quanto a explorar financeiramente os insensatos, digamos que eles pagam pelo SHOW, o circo precisa de grana pra manter seus artistas e PALHAÇOS, como fica bem exemplificado no caso abaixo.

  27. Será que até esta musica de valsa é original?

    Eu prefiro a versão editada ; da pra rir mais.

  28. VIK
    tanto na politica como na reliões prevalece o interesse próprio, são poucas as que pregam a pratica do verdadeiro amor ao proximo e a caridade desinteressada (ao meu ver neste quesito, a espirita é a melhor) são menos ainda os que procuram por alguma religião com esses propósitos a maioria vai em busca de riquezas(properidade) saude, amor, mas intenção de melhorar como ser humano não se peocupam muito.
    Assim cada crente constrói a religião que supre as suas necessidades e procura por elas e paga por elas e se satisfazem com elas.
    abraço

  29. Acreditar em Deus é questão de Fé e não de ciencia!!!!
    Mas vcs nem fé tem, alias tem, que não ha Deus!!!
    Fabio se meu raciocinio lhe deixou tão irritado, não vou nem falar o que eu penso sobre o seu!!!!
    e não fiquem tanto vcs todos a sombra desse pastor que vcs tanto usam….
    Vou passar o nome de um pastor bem melhor, paul washer, é melhor que o pastor valdomiro!!! rsrsrs…Podem assistir algumas de suas pregaçoes, e tambem tem outro Jhon piper ta!! Aproveitem!!!

    DISSE O NESCIO AO SEU CORAÇÃO NÃO HA DEUS!!!

  30. Afonso,

    Pelo teor de seu comentario, podemos ver que vc tem um profundo odio por quem é ateu, e chamando-os disso e daquilo, e fazendo comparacoes entre a vida deles e com a vida de crentes, de modo bem desfavoravel. Podemos ver que vc é uma pessoa frustrada e aterrorizada, por ter que recorrer a esses expedientes. Afinal, vc nao tem argumentos. So quer atacar e ofender. Tipico de crente.

  31. DISSE O NESCIO AO SEU CORAÇÃO NÃO HA DEUS!!!

    O que eu acho estranho é que, mesmo naqueles tempos, milênios antes do nascimento de Cristo, numa época em que Deus falava das nuvens com os mortais, mandava pragas, operava milagres através de seus profetas… caraca, mesmo naquele tempo já tinha gente que não acreditava em Deus…

  32. E eu tô sem minha Bíblia agora, mas, ou muito me engano, ou o versículo é “Diz o néscio em seu coração: não há Deus”.

  33. UM DIA VCS IRÃO CONHECER A VERDADE, E A VERDADE QUE É CRISTO, VOS LIBERTARA!!!!

    DEUS AMA A TODOS, INDEPENDENTE QUE VC ACREDITE NELE OU NÃO!!! ELE TE AMA BARROS, ELE TE AMA FABIO… A TODOS!!!

  34. Fabio eu acho que a luciana, estava falando de Deus, não de folclore ou coisa parecida!!!
    Ele vive, Deus, mesmo que vc não creia!!!!
    Ô questões loucas!!!!

  35. Ai, ai, ai, falando do raciocinio dos outros, e o Dele pessimo!!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

  36. Fabio se meu raciocinio lhe deixou tão irritado, não vou nem falar o que eu penso sobre o seu!!!!

    Ôxente, mas quem é você, Anônimo? E que raciocínio você fez que teria me deixado “tão irritado”? Poderia esclarecer?

  37. Hahaha o Vanderlei continua o mesmo textos enormes sem dizer nada, e é aquilo é só mudar a divindade na frase que todas dizem a mesma coisa, Jeová, Jesus, Allah, Shiva todas fantasias que se baseiam na fé pois se fossem reais essa não seria a maior arma do crente.

  38. Cadê o Anônimo que não volta para refutar o que eu disse? Falta de argumentos? Talvez um cristão “de manada”, que se cdomporta como boi.

  39. Até porque, ser guiado mcomo gado é coisa que cristão conhece bem…

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: