Meu tema de Carnaval – II

A legenda, eu coloquei para a  L** .   Os vídeos já disponíveis com a letra em português traziam muitos erros de tradução. E, se você quer uma coisa bem feita, tem que fazer você mesmo.

O relacionamento entre um homem e uma mulher não pode satisfazer plenamente os dois por muito tempo. Arremedando Vladmir Nabokov, o amor só resiste enquanto “infinitas perfeições preenchem o abismo entre o pouco que é dado e o muito que é prometido”. O amor é um jogo muito arriscado para se jogar a três. As apostas são sempre muito altas. E o vencedor leva tudo.

.

.

Se não sair com a legenda (porque a EMI deve achar que colocar legenda fere o direito autoral), veja o vídeo mais abaixo. Os problemas mais prejudiciais na tradução dele (quem traduziu pisou na bola até no português…) são esses:

Ao lado da vitória/ Está seu destino


O “seu”, na verdade, é “dela”: That’s her destiny, “aquele é o destino dela”, ou “é o destino dela”, talvez se referindo ao fato de que a “vitória” sempre humilha o perdedor: “O perdedor se torna pequeno/ Ao lado da vitória”.


Os juízes decidirão/ As coisas boas da minha vida

Os espectadores do espetáculo/ Sempre ficam quietos


Esse é o erro mais frequente nas várias traduções dessa música. Acho que todo mundo só copiou e colou. A frase The likes of me abide, traduzida como “As coisas boas da minha vida” (visivelmente fora de contexto), quer dizer “Aqueles como eu, os que são iguais a mim, pessoas com a minha índole apenas se conformam, ou se sujeitam, ou acatam”, isso em relação à decisão dos juízes do verso anterior. E Always staying low, traduzido como “Sempre ficam quietos”, transmite melhor a ideia de que a plateia em questão não se intromete no show (ou jogo, ou relacionamento amoroso), não interfere, não participa. A minha tradução literal ficou assim:

The judges will decide                          Os juízes vão decidir.

The likes of me abide                             Aqueles como eu apenas acatam.

Spectators of the show                         Os espectadores do show

Always staying low                                  sempre ficam à parte.

.
>


Anúncios

6 Respostas

  1. é mais provável que seja se referindo a ela mesma que perdeu o amor para outra pessoa, pq “vitória” é um substantivo neutro, sendo a frase escrita “That’s its destiny” se fosse em relação a “vitória”. Com “her” deve ser para uma mulher, nocaso quem canta a música mesmo.

  2. A propósito, sempre achei as traduções daquele verso com abide erradas mesmo e sem sentido. A sua realmente torna a frase coerente.

  3. Obrigado, moça. Você está certa mesmo: para estar falando da “vitória” teria que ser its e não her. Esqueci desse detalhe…

  4. Sr. Anônimo ela não fala “that’s its destiny”

    A menos qeu os meus ouvidos estejam me traindo muito.

    Ela fala ” that’s a destiny” ou no lugar do artigo A pode ser OUR

    as “ITS’ é certeza qeu não fala

  5. Corrigindo

    Mas ‘ITS’ é certeza que não fala

  6. ADAM, meu velho. Eu entendi aí a crítica dela (o Anônimo é a senhorita Paty).

    Eu havia escrito que o pronome em questão se referia à “vitória”, esquecendo o detalhe de que, em inglês, “vitória” é neutro, ou seja, qualquer pronome se referindo a ela — que, em português, é “feminino” — seria neutro; no caso ITS. Mas o verso é mesmo “That’s her destiny“, embora algumas letras tragam, equivocadamente, “That’s a destiny”, o que não faria o menor sentido.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: