Minha DeusILUSÃO, by Douglas Abreu


Minha “desconversão”.

Até seria o título ideal que muitos ateus usariam ao falar do processo que os levou à descrença em deus… Mas não para mim, não houve uma desconversão propriamente dita na minha vida, meus pais nunca me forçaram a frequentar igrejas ou a comungar de determinada religião, nunca me senti atraído por nenhum tipo de ritual, frequentei muitos tipos de centros religiosos, distribuí sopa para os famintos e miseráveis nas madrugadas acompanhando centros espíritas aqui de Fortaleza, já tomei o tal “passe” nesse lugar, já assisti missas católicas, cultos de dezenas de denominações evangélicas… posso dizer que a promessa e o produto que eles vendem é realmente atraente, entendo perfeitamente pessoas necessitarem de uma muleta religiosa para tornar suas vidas mais… como posso dizer… atraente, do que apenas seguir o rumo natural de todas as coisas vivas, não há nada de mágico entre o nascer e o morrer, não há nada de sobrenatural em perder a consciência quando a vida escapa do nosso corpo.

Muitas pessoas entendem isso como uma atitude pessimista — Ahh, então morreu e ponto final??? — Então você acredita no nada? — Como você pode negar quem te deu a vida?

Aposto como muitos já escutaram isso, mas é natural esse tipo de pergunta ser feita, o crente é ensinado a temer o ateu, o crente é ensinado a não questionar e quem o faz é tido como não natural ou uma pessoa problemática e confusa.

Sou ateu não por picuinha, sou ateu não por ter me frustrado com alguma religião, sou ateu não porque sofri algum tipo de abuso e fiquei traumatizado.

Sou ateu por simplesmente ter colocado a ideia de um ser omnipower no lugar que a ele pertence, do lado das fábulas, junto dos contos infantis. Estudei, me formei, sou concursado, tenho meus bens, dou aula de karatê, amo minha noiva como nunca amei outra pessoa (tirando pai, mãe e irmãos, pois é um amor diferente), vivo minha vida tentando causar o mínimo de dano às pessoas ao meu redor, ajudo todos os que posso, trato bem até quem não merece ser tratado, faço caridade, nunca agredi ninguém, nunca cometi algum crime… Posso dizer hoje que sou uma pessoa realizada e feliz.

Você não tem dúvidas quanto a sua “criação”??? Você não tem dúvida de como surgiu o universo??? Quem você acha que criou isso tudo (geralmente acompanhado de um gesto que abrange as coisas ao redor)???

Claro que tenho dúvidas!!!

Quem vive de absolutos é o crente, quem não duvida e questiona sabe exatamente a resposta; só não acho que o mais honesto e correto a se fazer é atribuir algo sobrenatural para as respostas de nossas dúvidas; já passamos do tempo de adorar o Sol por ser o astro que nos dá vida e calor, e a Lua por nos vigiar o sono; já passamos do tempo em que a epilepsia era possessão demoníaca… a única resposta aceitável, honesta e correta a se dar seria um simples — não sei e não há como saber — não sou arrogante a ponto de acreditar que um universo (tão grande como você possa imaginar) tenha sido criado, para esse minúsculo grão de poeira chamado Terra, abrigar uma raça que se diz inteligente, e que em pleno século XXI ainda acredita em coisas como deuses, infernos, demônios e homeopatia…

Douglas Abreu

.

Anúncios

5 Respostas

  1. “Matou a pau!”, meu velho!

  2. rapaz, eu concordo, matou a pau mesmo. gostei desse texto pra caramba. tem crente que num suporta ler histórias de trajeto de vida como essa e acha que tem só q ter pena (e até raiva) de ateu. admiro tua lucidez, meu camaradinha.

    só uma dúvida: douglas abreu é o doug que comenta por aqui?

  3. Somos aquilo que fazemos e não aquilo que acreditamos.
    o sobre-natural pode ser traduzido como “ignorância humana”, não existe esta coisa de sobre natural, virou ciência acabou o milagre, ignorou a lei passou a ser milagre.
    Contudo o ser humano ainda desconhece muitas leis físicas daí não conseguir entender certos fenômenos, ditos “milagres sobre-naturais, impossíveis”
    com certeza a terra não é o centro do universo, não somos os únicos, nem os melhores .
    algumas pessoas não precisam morrer para perderem a consciência.
    Mas se você afirma que perderá sua consciência , então cabe a você o ônus da prova.
    No estado de dormência perdemos a consciência deste mundo físico, mas a nossa consciência mantêm -se em outro mundo mais ou menos lúcida conforme a capacidade de cada um.
    o seu cérebro foi formado a partir de uma complexa união de energias atômicas invisíveis conforme a sua crença materialista, dando vida assim a sua consciência personalizada e que essa energia desassociando-se voltará a suas origens invisíveis no seu estado natural e perderá a sua função principal da consciência.
    Em quais evidencias você se baseia para afirmar que:
    O cérebro e a consciência são uma Única Energia, ao invés de duas Energias distintas:
    -Energia atômica formando Cérebro
    -Energia atômica formando consciência e personalidade.
    Como você pode afirmar que antes do átomos formarem o seu cérebro, outros já não haviam se reunidos para formarem a sua consciência e personalidade alma, e depois essas duas Energias Distintas se reuniram e formaram o conjunto Cérebro-Consciência? E que esta ultima sendo uma matéria invisível mais complexa e inteligente, continuará existindo, após a energia do cérebro voltar ao seu estado natural disperso?

  4. Legal; o que eu gosto nos ateus é isto mesmo! a sinceridade consigo próprio.

  5. Vlw Barros, demorei pra te mandar o texto porque minha vida é muito corrida…

    obrigado a todos pelos elogios

    @ No Faith,

    sou eu mesmo brother,

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: