#3 A Bíblia foi inspirada por Deus?

Sim. É claro que o cristão vai dizer que sim, que a Bíblia foi escrita inspirada pelo seu Deus, e que nela se encontra tudo para se viver uma vida de acordo com a vontade dele, de forma a ter garantida a sua entrada no Paraíso prometido. Tanto é assim que ele a carrega debaixo do sovaco pra cima e pra baixo, como um manual de sobrevivência ou como uma tábua de salvação; tanto é assim que ele recorre a seus versículos para defender seus argumentos e sustentar seu raciocínio; tanto é assim que ele cita suas estórias como exemplo de vida ou como ilustração de conduta.

Mas pergunte a qualquer um que venha com esse tipo de ladainha se ele já leu toda a sua Bíblia. As chances são de que ele diga que não, que não leu todo o seu livro sagrado. Por algum motivo, o crente não tem nenhum interesse em ler toda a mensagem que o Criador do universo mandou escrever pra ele. 

Por algum motivo também, a mensagem que esse ser supremo e onipotente deixou não saiu a contento. É sempre necessário que se faça algum tipo de decodificação da sua “palavra”, que pode envolver desde uma reinterpretação da mensagem (cujo novo sentido geralmente passa longe do sentido original impresso) até, nos casos mais drásticos, sua completa exclusão do status de “divina”, que, então, passa a ser encarada como uma intervenção indevida do autor humano no texto santo.

Eu já escrevi um resumo dando conta da perícia do crente em decifrar a palavra de Deus:

O cristão tem sempre a resposta certa pra tudo. Pelo menos é o que ele acha. E, então, ele ‘se acha’.

Quando o assunto é a Bíblia, ele sabe quando um versículo tem que ser tomado ao pé da letra e quando tem que ser reinterpretado; sabe quando um texto bíblico ainda está válido para os nossos dias ou se só serviu para a época em que foi escrito; sabe quando um trecho contém a exata palavra de Deus e quando foi indevidamente misturado às idiossincrasias do autor terreno que o escreveu, ou às peculiaridades e influências do seu próprio tempo; sabe quando ‘a Palavra’ está mesmo escrita no texto e quando está  só nas entrelinhas; sabe diferenciar um relato bíblico ‘real’  de um ‘alegórico’; sabe até quando Deus mandou escrever uma coisa e quis dizer outra.”

Uma Bíblia que tivesse sido escrita inspirada por um fazedor de galáxias teria que, obrigatoriamente, ter saído bem mais acabada do que na verdade saiu. E é de se estranhar que um Deus bonzinho, onisciente e onipotente que tivesse interesse de deixar um guia que deveria ser usado pelos seus amados filhos para conhecerem as suas regras e se livrarem do castigo eterno [respire… respire…] não tivesse se esforçado mais para que ele saísse à sua vontade, tal e qual.

Em vez disso, a “palavra” de Deus precisa ser expurgada dos inúmeros trechos que o próprio crente rejeita e vê como sendo inserções não autorizadas que, se não bem reinterpretadas para que se conheça o que o Autor quis de fato dizer, poderia induzir o cristão a fazer exatamente o oposto do que se espera dele.

E imaginar que esses defeitos terríveis na mensagem do Criador, que poderiam condenar uma alma a toda uma eternidade de sofrimento, foram intencionalmente colocados ali pela mão humana que Deus, em sua infinita sabedoria, escolheu para escrevê-la.

.

<< Início

Anúncios

7 Respostas

  1. Mas vê só que coisa interessante: eu não encontrei nenhum comentário do Deus e Ciência nesses textos-perguntas. O D&C não se dispôs a responder se Deus é bom, nem se ele ama seu amiguinho imaginário. Na certa com medo dos outros usuários aplicarem nele o meu experimento… e pedirem pra ele justificar suas respostas… Como ele só tem a resposta, sem a justificativa… Melhor não se meter por aí, né?…

    #AdoroEstarCerto

  2. Só pra constar, uma coisa que sempre causa constrangimento ao crente é lembrá-lo de que ele está adorando um Deus de um outro povo. O próprio Deus afirma na Bíblia, em vários lugares, que é o Deus do povo escolhido, o povo judeu. Deus é o deus de um povo só. Se você não é judeu, você não foi escolhido por Deus.

    Sabe o que eles fazem? Eles recorrem ao outro deus que fabricaram pra resolver esse bug: Jesus Cristo, a versão 2.0.

  3. O mais engraçado é minha mãe. Ela sabe que os autores dos livros do antigo testamento eram politeístas.

  4. Barros

    Mas vê só que coisa interessante: eu não encontrei nenhum comentário do Deus e Ciência nesses textos-perguntas. O D&C não se dispôs a responder se Deus é bom, nem se ele ama seu amiguinho imaginário. Na certa com medo dos outros usuários aplicarem nele o meu experimento… e pedirem pra ele justificar suas respostas… Como ele só tem a resposta, sem a justificativa… Melhor não se meter por aí, né?…

    Ow Barros….. você quer demais né…. quer que eu responda os comentários da galera e ainda leia seus textos….
    O “The Flash”, só está nos cinemas kkkkk
    Aguenta aí… perciso ler com calma….. uma coisa de cada vez….

  5. Barros

    Fala para mim…. como faço para acessar todos o textos com os comentários?? Qual tópico eu acesso???

  6. […] 2  –  Parte 3  –  Parte 4  – Parte 5  –  Parte 6  –  Parte 7 Divulgue:EmailTwitterFacebookOrkutPrintLike this:LikeBe the […]

  7. Hahahaha… por um bando de loucos, isso sim!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: