Interpretareis conforme a vossa conveniência (parte final)

Jesus é uma Graça!

<< Parte 1

Não vivemos mais sob a Lei; vivemos sob a Graça. 

Essa é a desculpa-padrão que os religiosos cristãos usam para explicar por que não precisam mais levar em consideração a antiga lei Mosaica, que era a lei que Deus inspirou Moisés a redigir, difundir e aplicar entre o povo que ele havia adotado como seu, em detrimento de todos os demais povos da Terra.

Para eles, os cristãos, só por causa daquele “sem que tudo seja cumprido”, Jesus revogou todas as leis do Antigo Testamento quando se sacrificou na cruz, e passamos todos nós a viver sob um outro conjunto de regras, que indevidamente inclui os 10 Mandamentos, pois fazem parte da lei que ele supostamente aboliu.

A partir desse ponto, e com essa “nova aliança”, os cristãos entendem que Deus reconsiderou sua opção por um povo só, o “povo escolhido”, e, agora, quer ser o Deus e Senhor de toda a humanidade, e quer salvar todo mundo do Inferno que ele construiu — ou permitiu que fosse construído — , desde que se aceite o fato de que seu filho Jesus é ele mesmo disfarçado, o que, surpresa das surpresas, o primeiro povo a quem ele se revelou e escolheu como “seu povo” — de novo: em detrimento de todos os outros povos da Terra — não aceitou.

Os cristãos acham que o “povo do livro”, o povo que era o xodó de Deus no Antigo Testamento, vai todo pro Inferno justamente porque não está vivendo “sob a Graça”, porque não aceita Jesus Cristo como seu “Salvador”; enquanto os judeus acham que os cristãos é que vão pro Inferno porque comem carne de porco, trabalham no dia de sábado, e desobedecem todas as outras leis ridículas que Jesus, o novo deus do cristianismo, “meio que disse” que não estavam mais valendo.

Independentemente de quem esteja certo e de quem vá para o Inferno, eu percebo aqui dois problemas bem graves. 

Primeiro, por que um Deus tão fofinho criaria leis tão imorais aos nossos olhos? Por que Deus era tão preocupado com a integridade das vaginas que iriam pertencer aos seus adoradores homens? [Levítico 21:13] Por que Deus não permitia a entrada de deficientes físicos no seu templo para lhe oferecer sacrifícios? [Levítico 21:23] {E por que diabos Deus gostava tanto de respirar fumaça de churrasco???} Por que tamanho desprezo por uma criança que não conheceu o pai, a ponto de nem ela nem os filhos dela serem admitidos na congregação do SENHOR, até sua décima geração? [Deuteronômio 23:2] Por que Deus era a favor de uma pessoa possuir outra como seu escravo? [Levítico 25:44] Por que Deus achava que as ofensas e crimes que as pessoas cometiam em relação às outras, suas culpas e transgressões às leis, poderiam ser descarregadas num bode? [Levítico 16:16-30] E por que, afinal, Deus chantageava tão descaradamente seu povo em troca de amor? [Levítico 26]

Segundo problema. Para conciliar a ideia de que Deus e Jesus Cristo são um só, seria necessário admitir que a divindade cristã sofre de transtorno bipolar, que é um distúrbio mental, pois Jesus tem uma personalidade completamente diferente da divindade descrita no Antigo Testamento; prova disso sendo sua “revolução” nas leis que seu pai havia instituído. 

E, pior, mesmo que seja possível viver com a constante preocupação de se adorar um Deus doente mental, como então justificar a crença num livro que se pensa ser obra dele, mas que nunca diz nada confiável, nem mesmo sobre o próprio autor? Se Jesus é Deus e revogou a lei Mosaica, se quis estabelecer um novo conjunto de regras, foi porque não concordava com o que estava em vigor, estabelecido, portanto, por ele mesmo, enquanto Deus.

A Bíblia diz que “em Deus não há mudança nem sombra de variação” [Tiago 1:17]; a Bíblia diz que “seca-se a erva, e cai a flor, porém a palavra do nosso Deus subsiste eternamente” [Isaías 40:8]; a Bíblia diz que a palavra de Deus é “viva, e que permanece para sempre” [1Pedro 1:23]; mas Jesus, o próprio Deus em carne e osso, vem e muda as leis, muda as regras, muda o foco do seu interesse — de um povo escolhido, passa a falar para toda a humanidade. 

O cristão, como não lê seu livro sagrado, está longe de perceber esses problemas, que certamente deveriam preocupá-lo a ponto de lhe dar a coragem para erguer os olhos aos céus e questionar o seu Criador: “Por que, ó SENHOR, parece sempre que estais a curtir com a nossa cara?” E a resposta poderia ser: 

Porque eu, o SENHOR, não mudo.” [Malaquias 3:6]


<< Parte 1

Anúncios

7 Respostas

  1. […] conforme a voss…Interpretareis confo… on Interpretareis conforme a voss…Interpretareis confo… on Interpretareis conforme a voss…Interpretareis confo… on […]

  2. HUAHUAHUAHUA

  3. Barros,

    Na verdade me parece que os crentes além de não ler a biblia, vem aqui e não lêem seus posts também

    É a única explicação possível

    Barros, uma pergunta, você já foi em um culto evangélico? Sábado fui a um da assembléia de deus, e foi algo surreal, seria interessante você ir a um (com bastante “fogo” de deus) como eles dizem rsrs e escrever um post sobre essa experiência…

    Abraço
    Cristiano

  4. CRISTIANO, se eu fosse pra um culto evangélico desses eu ia começar a rir tanto que o povo lá iria querer me exorcizar. Meu medo é que, como eu iria continuar rindo feito um possesso, e como o demônio não iria sair, eles resolvessem fazer tipo uma curetagem, e enfiarem alguma coisa em mim pra arrancar o capiroto.

  5. “Porque eu, o SENHOR, não mudo.”

    [Malaquias 3:6]

    huahuahuahua

    Pois é, Deus deve estar trollando mesmo :P

  6. Barros

    Te garanto, é muito melhor que o circo de soleil, mas realmente tem que fazer cara de quem está gostando, senão você pode ganhar o dia do pastor…

    Agora falando sério, é muito interessante do ponto de vista psicológico, para entender como o pastor constrói o enredo para ao fim do culto ter os fiéis na mão…

    Abraço
    Cristiano

  7. […] – Parte final : se Deus não presta, crie um deus novo e diga que é o mesmo deus velho […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: