Espiritismo: sua alma é reciclável (parte 3)

<< Parte 1

.

.

Então, para 4 espíritos reencarnados a primeira vez, Deus precisa mandar para a Terra 116 almas novinhas em folha. E até que essas 116 almas passem pela sua primeira reencarnação, ele vai ter que despachar mais 3.364 novos espíritos… 

Ups!

Um Deus que tivesse completado o Ensino Fundamental teria desconfiado que esse processo, em forma de bola de neve, não era lá muito eficiente para os seus propósitos, uma vez que ele estaria gerando — numa proporção absurdamente imoral — muito mais almas de primeira viagem do que almas reencarnadas. Se a ideia era obter espíritos evoluídos através de reencarnações sucessivas, ele poderia se orgulhar de ter inventado o método mais ineficiente e imbecil de se conseguir isso.

Concluindo um cálculo de interpolação linear integral com duplo mortal carpado, eu descobri que, para os 7 bilhões de espíritos existentes hoje poderem reencarnar, precisaria haver uma quantidade tão grande de gente no planeta que as pessoas ocupariam cada espaço de terra disponível, e ainda precisariam ter que carregar outra pessoa escanchada nos ombros.

Mas como a Bíblia sempre mostrou que Deus não consegue “dar uma dentro”, esqueçamos esse porém para nos concentrar no cerne da questão: que benefício pode haver um espírito reencarnar sem memória alguma de vidas passadas?

Acho que quase todo mundo já ouviu a explicação que os espíritas dão para o nascimento de pessoas com defeitos físicos: elas estariam “pagando” por algo de ruim que fizeram numa outra vida.

Da próxima vez que você vir um cadeirante na rua, ou um deficiente visual, ou uma pessoa que não tenha os braços e as pernas, tente descobrir o que ela fez de mal na vida anterior. Eu duvido que ela saiba. 

Pagar por erros dos quais não se lembra não é em nada diferente de pagar por crimes que não cometeu. O que você acharia de ter que passar sua vida na cadeia por causa dos milhões de pessoas mortas nos campos de concentração nazistas?

Eu respeitaria muito mais um Deus, e levaria mais a sério uma crença ou doutrina que o venerasse, se esse Deus adotasse o expediente prático e simples de punir exemplarmente alguém, por algo que lhe tenha desagradado, logo após ter cometido o delito, o pecado ou a desobediência. Tornaria tudo bem mais fácil. Não concordar com isso é venerar um Deus que gosta de complicar coisas simples, ou acreditar em algo que, na verdade, não existe. 

E como se não bastasse, levando-se em conta aquela desproporção absurda entre espíritos reencarnados e espíritos debutantes, e ciente do número de pessoas com algum defeito físico, alguém poderia chegar à conclusão de que as pessoas Sãs nunca reencarnaram. O que é o mesmo que dizer que quem reencarnou só fez merda na última vida.

.

Anúncios

8 Respostas

  1. […] Espiritismo: sua alm… on Espiritismo: sua alma é recicl…Austin on Espiritismo: sua alma é […]

  2. O espiritismo que eu aprendi é bem diferente. Não tinha essa história de pagar pelos pecados das vidas anteriores, a gente reencarna para aprender cada vez mais. O que, claro, não faz muito sentido, já que a gente nasce sem memória.

    Os indivíduos que nascem com defeitos de nascença são espíritos menos evoluídos, que acabaram de sair do reino animal e ainda não aprenderam a controlar um corpo de um ser humano.

  3. A estrutura lógica construída aqui falha de cara porque VOCÊ ACREDITOU NA BÍBLIA QUE DIZIA QUE NO COMEÇO TINHA UNS TAIS DE ADÃO E EVA!

  4. Ruim também nesta série de artigos é a esquisita compactuação de que se alguma coisa acontece é porque deus que fez…espiritismo não tá na bíblia, né? Aliás essa é a melhor característica do espiritismo: é uma IDÉIA ALTERNATIVA para explicar coisas, e NÃO FOI TIRADA DA BÍBLIA.

  5. andrew escreveu:

    A estrutura lógica construída aqui falha de cara porque VOCÊ ACREDITOU NA BÍBLIA QUE DIZIA QUE NO COMEÇO TINHA UNS TAIS DE ADÃO E EVA!

    Não sei quantos anos você tem, mas se ainda for um adolescente que vai enfrentar a prova do ENEM no próximo ano, sugiro se dedicar um pouco mais a interpretações de texto. Eu não “acredito” em Adão e Eva. Usei os nomes de Adão e Eva para ilustrar um raciocínio matemático. Poderia ser qualquer nome, ou mesmo poderia apenas ter designado como “casal A”, “casal B”. Se você se dedicar um pouco mais à leitura em geral, vai aprender a identificar num texto as figuras de linguagem mais comuns. Ironia é só uma delas.

  6. Tudo o que importa no raciocínio do Valdênio, andrew, é o caráter exponencial do crescimento populacional humano (2, 4, 8, 16, 32…), não importa se tudo tenha começado a partir de um casal ou de 1000 indivíduos.

    A versão que eu aprendi do espiritismo (que espíritos controlam elétrons, depois evoluem e passam a controlar átomos, depois moléculas, células, organismos simples, organismos mais complexos, seres humanos, planetas, sóis, galáxias, universos…) também tem um problema semelhante (pois há exponencialmente mais elétrons que átomos, mais átomos que células, e assim por diante) o que levaria à necessidade de criar mais e mais universos de forma exponencial. Um sistema nem um pouco inteligente.

  7. Ai está, você disse algo do qual eu sempre pensei ” porque pagar por algo que nem me lembro?” as pessoas ainda conseguem ver justiça e conforto nisso.Eu considero isso bem troll da parte de deus.Ja nao basta vc ter seus proprios problemas, o espiritismo ainda quer que voce se sinta culpado dizendo que vc está pagando por ter ferrado outras pessoas anteriormente

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: