O artifício

.

No texto Feto ateu, feto cristão, você leu uma estorinha bem interessante, daquelas bem fofinhas, bem cuti-cuti-cuti mesmo, que os religiosos adoram contar, na qual são feitas as seguintes comparações:

1. o útero materno é, para os fetos, o que o universo é para nós;

2. o parto é, para os fetos, o que a morte é para nós;

3. a nossa vida atual é, para os fetos, o que será o Paraíso para nós, na eterna e agradável companhia de Deus e do Nosso Senhor Jesus Cristo, que a Paz esteja sobre ele (ups! religião errada).

Pois muito bem. Eu propus, naquele texto, que os leitores identificassem a desonestidade intelectual da qual o crente faz uso para achar que esse tipo de tolice pode ser usada para fazer gente como eu entender — isso mesmo, irmãos e irmãs em Cristo — “entender” por que a vida mágica num mundo mágico governado por um ser mágico é assim tão difícil de aceitar como sendo o nosso destino certo.

Na estorinha cuti-cuti-cuti, dois fetos conversam sobre… Ôpa! Para tudo!

Tá. Pra continuar, você, por favor, atenha-se apenas ao argumento principal, ok? Desconsidere tudo o mais, tá bom? Tem problema pra você? Tudo bem? Certo? Beleza, então.

Assim, digamos… os fetos em questão magicamente adquiriram consciência de si mesmos e das coisas ao redor (que também não era lá tanta coisa assim); magicamente adquiriram inteligência e interesse filosófico pelo seu destino fetal; magicamente desenvolveram uma linguagem  comum e, por fim, magicamente encontraram uma forma de se comunicar usando essa linguagem de uma forma, sei lá, telepática.

Como disse, desconsidere esses detalhes e se concentre na raiz do argumento. E a raiz do argumento é a que segue.

Exatamente como os ateus não conseguem entender a lógica da vida após a morte, um daqueles fetos não conseguia conceber uma vida melhor, num lugar maior e repleto de maravilhas após o fim de suas existências intrauterinas. Exatamente como os ateus, um daqueles fetos não conseguia perceber que o seu atual estado era apenas uma preparação para algo maravilhoso que estava por vir, mas que era, então, inacessível ao seu conhecimento e até impossível de ser imaginado. Exatamente como os ateus, um daqueles fetos não conseguia entrar em sintonia com a “Mamãe”, a ponto de ouvir seu coração, ou mesmo o som da sua risada, nos momentos de silêncio e introspecção.

Nós, ateus, somos aquele feto contestador, aquele idiotazinho teimoso que não era capaz de perceber o óbvio: o parto não era o fim.

O problema com essa estória — isso, claro, desconsiderando todos aqueles outros problemas que eu já pedi pra você desconsiderar — o problema com essa estória é que ela não permite que você identifique o motivo daquele idiotazinho teimoso ser tão idiota e tão teimoso. Afinal, tendo a mesma inteligência e a mesma consciência das coisas, num universo do tamanho de um melão, nada a que o seu irmãozinho crente tivesse acesso lhe seria inacessível. E não dá para imaginar a “Mamãe” dos dois se dispondo a fazer contato e revelações a apenas um deles.

Se você achou aquela estorinha dos fetos conversando sobre a vida após o parto uma maneira inteligente de fazer os outros compreenderem a vida após a morte, é só porque você usa o supremo artifício no qual a sua fé se baseia e se sustenta a tantos milênios: a arte de ser desonesto consigo mesmo, a ponto de achar que é possível explicar uma fábula com outra fábula.

.

Anúncios

30 Respostas

  1. Oração do Waldérmio nosso

    Deus-Barros nosso, que estais na Terra,
    Respeitado sejam sua pessoa e seu nome
    Nós, ateus graças deus,
    Juramos segui-lo, como cordeiros,
    SEM contestar-lhe JAMAIS!
    Seja feita sua vontade
    Assim na Terra quanto no seu blog
    AMÉM, DEUS-BARROS! AMÉM DEUS-BARROS!

    Ass: Augusto Gerin, Cristiano e todos os barros-idólotras…

    Deus-Barros é bom, hein!

  2. KKKKKKKKKKK

    Até que enfim eu vejo um crente rezando pra alguém que existe!

  3. Não resisti quando li que você criou o blog em seis dias e no sétimo descansou. Fez igual ao seu colega lá de cima….

    Afinal, se você é ateu, é por causa dele, concorda? Se fosse por causa do Augusto Gerin, por exemplo, você seria, sei lá…Aaugustus…

  4. O Barros tem toda razão ou é desonestidade ou inocência dos crentes; nenhum deles levou em consideração que os bebes tem ouvidos; que sentem; olha só a minha conversa de bebes:

    Bebe 1 : O que sera isto fazendo tum ; tum ;tum?
    Bebe2 : É o coração da mamãe

    Não vou me estender muito ; mas é so para os crentes ver que realmente; uma fabula pra justificar outra fabula não da certo.

    No caso ai da minha fabula nenhum dos dois bebes seriam ateus com relação ao mascimento devido as fortes evidencias intra-uterina.
    Sem contar que as outras religiões podem reivindicar a fabula para os deuses delas tb!! ai voltamos ao quebra pau dos deuses.

  5. E não me venha os crentes quererem dizer que eles não sabem o que é coração ainda ; porque os bebes desta parabola são bebes formados em biologia ; sabem até pra que serve o cordão umbilical não vão saber o que é coração?!

    Obs. deve ter uma faculdade de biologia dentro desta mamãe.

  6. ADAMANTDOG, que garotinho ingênuo, NÃO SABE o significado de metáfora…
    Pergunte ao Deus-Barros que ele explica o que é uma metáfora.

  7. Um dos erros óbvios é que autor do texto religioso sabe como funciona o mundo em que vivemos (o paraíso do feto), no entanto, NINGUÉM sabe o que ocorre após a morte. Ou seja, ele parte de ALGO CONHECIDO(o autor sabe, o bebê não) para equivaler-se a ALGO DESCONHECIDO.

    Já que a situação é absurda, vou pensar absurdamente. O que o bebê teísta teria como referência para o significado de CORRER? Baseado em que ele imaginaria CAMINHAR?

    E ressaltando a desonestidade destacada pelo V. BARROS, no texto anterior a parte “”.. mas garanto a você que É BEM MELHOR VIVER ASSIM, com essa certeza de que, depois de nascer, eu irei ver a Mamãe, e que Ela irá cuidar de mim.”” o próprio autor CONFESSA que seguir esta idéia é uma forma de defesa, de conforto, não significando necessariamente a VERDADE.

  8. Sr. Bulldog aqui esta a definição do Houaiss
    substantivo feminino
    Rubrica: estilística, lingüística, retórica.
    designação de um objeto ou qualidade mediante uma pa
    lavra que designa outro objeto ou qualidade que tem com o primeiro uma relação de semelhança (p.ex., ele tem uma vontade de ferro, para designar uma vontade forte, como o ferro)

    Viu ai tem relação um com o outro

    No caso do texto ai esta mais para uma alegoria da realidade; qeu por sinal muito disonesta mesmo.

    aqui a definição de alegoria

    substantivo feminino
    modo de expressão ou interpretação us. no âmbito artístico e intelectual, que consiste em representar pensamentos, idéias,
    qualidades sob forma figurada e em que cada elemento funciona como disfarce dos elementos da idéia representada.

    Rubrica: filosofia.
    método de interpretação aplicado por pensadores gregos (pré-socráticos, estóicos etc.) aos textos homéricos, por meio do qual se pretendia descobrir idéias ou concepções filosóficas embutidas
    figurativamente nas narrativas mitológicas

    A analogia que o autor faz com a realidade é falsa; ainda que eu sendo um teista tenho qeu concordar com isto; não ha nada provado sobre o mundo espiritual (cientificamente falando)

    I rest my case Mr Bulldog.

  9. Aprendeu direitinho, hein,ADAMANTOG. Vê se aprende, agora, a PENSAR pela sua PRÓPRIA cabeça, e para de dizer amém a todas as tolices que o “poderoso” Deus-Barros diz aqui…

  10. Sr. Bulldog gostaria qeu me enumera-se e explica-se quais são as tolices qeu o Barros disse.

    Pode ser?

    Pelo qeu eu tenho visto aqui; ta dificil aparecer alguem que exponha a coisa de um jeito que deixe os ateus sem respostas.

    Tenho visto o contrário; os crentes sem argumentos nenhum a não ser a biblia.

    E tb tenho visto que eles estão certos em muitas coisas; e vc pensa por vc? ou pensa pela cabeça de pessoas de 2000 anos atrás? (a biblia)

  11. Qual é o argumento do Deus-Barros? Ele tem um ótimo texto, sim, muitíssimo bem escrito, e é por isso mesmo que vocês, tolinhos, caem na dele… não sei a profissão do Barros, mas seria, sem dúvida, um excelente redator publicitário. Pega argumentos toscos e os transforma, numa retórica magistral, a ponto de fazer de vocês SIMPLES bajuladores…

    Qual é a SUA argumentação? concordar cegamente com um cara que EVIDENTEMENTE sofreu alguma decepção na vida e culpou Deus por isso?

    Continue, ADAMANTOG, com seu culto ao Deus-Barros, admirando-o CEGAMENTE…

    Mas, de vez em quando, lembre-se de PENSAR com sua PRÓPRIA cabeça…

  12. Mas Bulldog me fala vc então!! estou pronto a aprender; vai la contesta os pontos principais ; explica porque sim e porque não etc

    Estou no aguardo…

  13. KKKKKKKK O melhor elogio que recebi veio de um crente!! Rsrs Esse mundo tá perdido mesmo! KKKKKKKKK

    E quer dizer que eu culpo Deus pelas minhas decepções?! Então… Eu sou Deus!

  14. ADAMANTDOG, nunca vi nenhum crente escrever nada minimamente aceitável em contestação aos meus textos. O máximo que eles fazem é vomitar trechos ridículos de um livro ridículo.

  15. ADAMANTDOG (e, também, DEUS-BARROS), nunca vi nenhum ateu escrever nada minimamente aceitável em concordância com seus textos, DEUS-BARROS.
    Todos os seus seguidores são cordeirinhos, sempre a aceiatram, SEM CONTESTAÇÃO, as bobagens escritas, bem escritas, sob o ponto de vista da língua portuguesa, mas são TOLICES sem NENHUMA consistência.

    DEUS-BARROS, prove seu argumentos toscos. Seguidores do DEUS-BARROS, pensem com suas próprias cabeças.

  16. O máximo que o DEUS-BARROS faz é vomitar trechos ridículos de fontes igualmente ridículas. Mas os cordeirinhos SEGUEM fielmente tais sandices…
    Cordeirinhos queridos, vocês TÊM cabeça para quê?

  17. Nada como ver a reação de um crente confrontado com a ridicularidade de suas crenças…

    Abraço
    Cristiano

  18. DEUS-BARROS, prove seu argumentos toscos.

    Eu? Provar que a sua fantasia ridícula é uma fantasia ridícula? Deixa eu ver…

    Tá. VÊ se isso serve: existe um ser supremo superpoderoso que criou todo o universo pra ter um lugar onde botar a Terra, que é o lugar que ele achou pra botar pessoas como você, que ele criou com o único propósito de obrigá-las a repetir pra ele o quanto ele é fodástico!

  19. Nada como ver a reação de um ateu confrontando com sua ridularidade de suas crenças…
    Abraço

    Buldog

    Eu? provar que todo seu argumento ridículo é uma fantasia ridícula? Deia eu ver…

    Ta. VÊ se iso serve: existe um ser comum nada podseroso que não crou o universo para não ter um lugar onde botar na Terra, que não é lugar que ele achou para não botar pessoas como você, que ele não criou com nenhum propósito de não obrigá-las a não re´petir o qunto ele não é fodástico!

    (Barros… ta precisando se renovar, hein!)

  20. Buldog

    Você deve se achar muiiiiiiiiiiiiiiitttttttttttooooooooooo inteligente desviando o foco da conversa… você deve pensar assim: como não posso refutar os argumentos desse blog, vou fomentar esse negócio do deus barros… fez curso de esperteza aonde cara??? na casa da moeda do senhor???

    Abraço
    Cristiano

  21. Nessa “historinha” há umas diferença importante que não está sendo levada em conta pelos crentes, mesmo sendo um deles “ateu” e outro “crente” ao nascer possivelmente ambos serão amados pela mãe ( que não possui bondade infinita) e no caso da morte (vida real) um deles seria queimado por toda a eternidade por um ser que possui bondade infinita.

  22. Bem lembrado Meyer… mais um pequeno detalhe dessa histórinha bacana que eles precisam deixar de fora… “o que aconteceria com o bebe que não acreditasse…”

    Abraço
    Cristiano

  23. Cristiano

    Você deve se achar muuuiiiiiitooooooooooo inteligente desviando o foco da conversa… você deve pensar assim: como não posso refutar os argumentos desse cristão (eu), vou fomentar ese negócio de Deus… fez curso de esperteza onde, cara? na casa de alvenaria do senhor Deus-Barros????

    Abraço
    BULDOG

    E aí, Cristiano, já começou a pensar com SUA cabeça? ou ainda diz amém ao Deus-Barros?

    Continuo esperando uma PROVA de que a vida se acaba na matéria, Cadê a PROVA?

    Não me venha com textos elogiosos “babando o ovo” do Deus-Barros e seus textos RIDÍCULOS.

    Quero que você pense com a SUA cabeça, ta bom?

  24. Oração do Waldérmio nosso

    Deus-Barros nosso, que estais na Terra,
    Respeitados sejam sua pessoa e seu nome
    Nós, ateus graças a Deus,
    Juramos segui-lo, como cordeiros,
    SEM contestar-lhe JAMAIS!
    Seja feita sua vontade
    Assim na Terra quanto no seu blog
    AMÉM, DEUS-BARROS! AMÉM DEUS-BARROS!

    Ass: Augusto Gerin, Cristiano e todos os barros-idólotras…

    Deus-Barros é bom, hein!

  25. Ex-ateu …

    “(…) Eu fui criado numa casa secular, e desde tenra idade eu fui cercado de propaganda ateísta, quer seja da escola quer seja dos órgãos de informação maciça. Sem surpresa alguma, eu tornei-me num ateu aos 12 anos.

    À medida que os anos passavam, e enquanto eu verdadeiramente tentava entender o mundo à minha volta, eu descobri uma verdade aterradora que tinha sido escondida a mim e a todos.

    É por esta razão que eu vos escrevo esta carta, uma vez que os vossos excelentes artigos sobre o ateísmo não revelam o quão profundamente os ateus enganam toda a gente, eles mesmo incluídos. (…)”

    ” (…) Pondo as coisas de forma simples, o ateísmo destrói a possibilidade de identidade pessoal, livre arbítrio, e um propósito objetivo e subjetivo. (…) ”

    “(…) O ateísmo inevitavelmente conduz-nos ao naturalismo, e do naturalismo segue o grande esqueleto [no guarda-fato] que os promotores do ateísmo tentam esconder: determinismo. (…)”

    ” (…) Em que sentido é que o ateu pode dizer que ele, como pessoa, verdadeiramente existe? A matéria da qual é feito o nosso corpo é reciclado todos os 7 anos, e a nossa consciência aparenta cessar todas as vezes que vamos dormir. Portanto, em que sentido é que a massa de matéria que acorda de manhã a mesma que foi dormir, na noite anterior? (…)”

  26. Buldog

    Estou começando a achar que já conheço você daqui… tinha um cara que vinha aqui e ficava “invertendo” nossos comentários exatamente como você faz… mas de uma maneira típica de quem irritar…

    Em segundo lugar, não tenho que provar nada para você… só acho sua crença ridícula… já pensava assim antes de frequentar o blog do Barros… se o que ele escreve te incomoda, já que joga na sua cara o quão ridículo é o cristianismo, não é atacando os outros daqui que isso vai mudar…

    Abraço
    Cristiano

  27. É cachorro ou papagaio?

  28. aaaaaaaabbbbbbb

  29. Agora Testemunhas de Jeová podem fazer transfusão de sangue!!!

    http://testemunhasdejeovah.blogspot.com.br/2012/07/o-caso-bulgaria.html

  30. […] A minha resposta: O ARTIFÍCIO […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: