O deus que há em mim

>

Nemastê é a pronúncia de uma palavra em sânscrito que designa um cumprimento cotidiano feito por religiosos de países do sul da Ásia. Utilizado também na escrita, é posto no início ou no fim da mensagem, e, nesses casos, pode ser equiparado, talvez, ao nosso Salve!. Entretanto, quando se está frente a frente com o interlocutor, a palavra é substituída pelo cumprimento em si: em silêncio, juntam-se as palmas das mãos em frente ao rosto, ou na altura do peito, ao mesmo tempo em que se inclina o corpo para frente, e se direciona o olhar para os pés da pessoa cumprimentada. 

Confundido por nós, ocidentais, com uma atitude de deferência, o gesto de saudação de hindus, sikhs e budistas é, em vez disso, um sinal de humildade. Em sânscrito, nemastê significa exatamente isso: “curvo-me perante ti”.

Desde que ganhou o mundo, porém, o termo se dissociou de sua raiz etmológica e acabou sendo indevidamente correlacionado a significados outros, em nada semelhantes ao original. O mais comum talvez seja o do título: “o deus que há em mim saúda o deus que há em você”. 

Ocorreu-me, então, que esse gesto — com essa acepção — bem que poderia ser adotado como a saudação oficial entre cristãos ao redor do mundo. E a explicação para isso é a que segue.

Graças à Santíssima Trindade, os católicos perceberam que Deus tinha essa conveniente habilidade de se dividir — ou de se multiplicar; como queiram. Quando converso com crentes de diferentes denominações religiosas, a impressão que tenho é a de que eles cultuam deuses bem diferentes entre si. Ali, o padre só menciona um Deus fofinho, selecionando trechos bíblicos dignos de apreciação bem do meio de outros que provocariam pesadelos. Acolá, o pároco fala de um Jesus que não pode ser encontrado em parte nenhuma da Bíblia, um que ama todo mundo de igual maneira, sem querer nada em troca — nem dinheiro! Já o pastor prega um Jesus (meu segundo trocadilho em mais de 3 anos de blog…) que só quer que nós prosperemos financeiramente, pelo que exige uma quantia mensal para permitir que isso aconteça. E assim por diante. Os nomes são parecidos, as origens são praticamente as mesmas, mas esses deuses não se bicam.

Só aparentemente os católicos cultuam o mesmo Deus. Pra começar a confusão, eles cultuam mesmo, de fato e de direito, é a Jesus Cristo, que foi o deus novo que a Igreja inventou para substituir o intragável Deus psicótico do Antigo Testamento. Só que o Jesus que eles veneram, bem como o Deus por quem eles alegam morrer de amores, não estão na Bíblia, mas foram criados em suas próprias cabeças, a partir da ideia que eles fazem de como um deus deveria ser. Daí a necessidade de uma Igreja Católica Apostólica Romana, uma Igreja Ortodoxa Russa, uma Igreja Católica Bizantina, uma Igreja Anglicana, as igrejas protestantes e por aí vai. Se toda essa gente estivesse de acordo em adorar o mesmo Deus, ou se esse Deus fosse o mesmo que se revelou através da Bíblia a todos eles, essas divisões não fariam o menor sentido.

No catolicismo a coisa não é tão evidente, entretanto, como no meio evangélico. Entre em dois daqueles galpões de culto de denominações diferentes e você vai perceber que estão adorando deuses diferentes. Em um, por exemplo, as pessoas estarão falando com Deus através de línguas estranhas; em outro, estarão tendo demônios expulsos de seus corpos. Na que expulsa demônios, o falatório angelical não é ouvido; na que as pessoas recebem o dom de Deus de falar coisas incompreensíveis (um dom completamente inútil, aliás), os demônios não têm poder pra invadir o corpo de ninguém.   

Acredito eu que, no futuro, as pessoas continuarão frequentando as mesmas congregações, mas cada crente cristão terá a sua própria versão de Deus, a sua cópia autenticada e exclusiva de Jesus Cristo. Cada deus será único, pessoal e intransferível, como um cartão de crédito. E se eles aceitarem a minha humilde sugestão, quando se encontrarem nas portas de suas bocas de culto, para venerarem juntos deuses separados, poderão fazer uma solene reverência uns para os outros, cada um saudando o deus do seu semelhante. 

Quem sabe, por essa época, finalmente as pessoas tenham desistido de tentar converter os outros à sua própria fé, e se contentem em adorar seu deus interior, seu deus de estimação. Talvez, então, e finalmente, a humanidade comece a aprender a viver em paz. Sem precisar fazer guerras em nome de amigos imaginários; sem ter que viver em busca de ser aceito em mundos mágicos; sem infernos a temer; sem nenhum Deus que nos inspirasse os mais diversos motivos pelos quais matar ou morrer. 

Nemastê!!

.

Anúncios

24 Respostas

  1. Isso é o que você “leu” e ficou “conhecendo”; mas não CONFERIU, a não ser que esteja debandando ou dando uma moedinha para a dissimulada nova ordem do Grande Ecumenismo.
    Inclinar ligeiramente a cabeça à frente indica um reconhecimento qualquer que seja; curvá-la até fitar o pé de alguém tem dois sentidos: humilhação estúpida (entre outros sinônimos), e, pasme: dica para “sacar” um certo modo esquisito de pisar entre uns que andam por aí há muito tempo.
    Temos de discutir umproblema por demais grave, ainda que palhaços estejam infestando os comentários também nos espaços de pessoas sem-crenças. e ainda que “compassos” com rabinho envolto e tudo encimando “orgulho” e “procissão” de ateu estejam já em vias de abarcar o “controle” dos ateus.
    Vou repetir: A carteira da imbecilidade é entregar-se a si mesmo e os filhos à morte em uma vida presa num pasto.
    Acabamos de verificar o motivo divino do tal do Três em Um. Não importa mais se os fiéis em crenças vão se desmanchar de mêdo ou se desesperar ao ver que seus céus caíram e que seus “adoráveis” feitores-de-crenças não passam cruamente disso ou capachos DISSO:
    http://www.atheistnexus.org/photo/temos-de-discutir-isso-r-pido-o-dilma-escorado-em-si-mesmo-como-o?context=user

  2. Nas imagens postadas neste endereço: ( http://www.atheistnexus.org/photo/photo/listForContributor?screenName=2lt83rab6zxpg )
    contém detalhes que dirimem quaisquer dúvidas acerca do que elas mostram. Direcionadas primeiramente a blogs e sites de pessoas sem-crenças, para não desesperar a condição psicológica de muitos fiéis-crentes.
    O estarrecimento de muitos que as têm visto é tanto quanto os que verificaram-nas em microscopia de varredura.
    Elas mostram textura sub-epitelial e aprofundamentos em rastreamento de dados fisio-ergonômicos,locomotores, e bio-físicos. As pessoas que se refazem logo após o impacto que elas causam, notam os detalhes nelas, e as referências umas nas outras.
    E perguntam ou de pronto concluem: “Como logo essas pessoas estão tão estreitamente vinculadas assim como ‘uma família’, e logo por essas simbologias que elas tanto pregam contra?” ;;; “Como, bem
    na mão do malafaia está disfarçada, nas duas mãoszinhas que fecham encostadas na bôca, um ôlho que ao mesmo tempo parece a ponta de uma língua ensopada de sangue — como um bicho
    após o refestelado jantar de uma presa?” ;;; “Por que eles todos têm o mesmo padrão de textura epitelial sob seus disfarces, os mesmos olhos em vertigem de ganância, ódio e ferocidade?”.
    E as pessoas notam em todos, um fito nocivo, parado, por trás de um ar de deboche, uma arrogância, ou de um choro falso, ou de um semblante de caridade enganoso.
    E vêem que nossa História Social será outra.

  3. Rapaz, oque lhe aconteceu, que, de tão grave, o fez brigar com Deus, hein? SÓ PODE SER ISSO: birra de um sujeito que CONFUNDE deus com religião!
    Cara, OLHE DENTRO DE SI, ESQUEÇA os dogmas, faça as pazes com Deus.

    Você parece querer provar para todos o IMPOSSÍVEL, e se vale de retóricas já em desuso há anos… tudo isso só prque sofreu algum revés, cuja culpa você atribiu a Deus…
    NÃO CONFUNDA religião com DEUS, faça as pazes com o Criador, meu caro Barros.

    Parece criança de birra, que tem tantos conflitos internos que até criou um blog para LUTAR CONTRA SI MESMO…
    é ISSO que você, no íntimo, faz: BRIGA CONTRA SUA PRÓPRIA ESSÊNCIA, Barros.

  4. Amigo,

    Se olharmos pra dentro da gente mesmo, ficamos livres dos deuses. Veremos que nós somos superiores a estes, porque nós os criamos à nossas necessidades.

    Pelo que vivencio, não precisamos de revezes para desacreditar, precisamos apenas pensar racionalmente. Não existe conversão à moda do cristão que diz que deus falou com ele. è um trabalho de perguntas, respostas e procura pela verdade. Deus é uma proposta interessante da religião de tentar se apropriar das vontades humanas. A ciência vem e manda esses dogmas pro lixo.

    A essência do ser humano está dentro dele, pertence a ele e nenhum deus consegue entrar, quando se trata de honestidade. Enquanto humanos não necessitamos de deuses para nos salvar, nem interferir, já que sua incompetência reside no fato de não existirem.

    Não lutamos contra o deus oxóssi, Shiva, Mitra, Thor que há dentro de nós. Libertamo-nos dessas ilusões assustadoras que nos é importa na infância e que não faz o menor sentido quando adultos pensantes..

    abração

  5. Aí, Saracura! Que prazer em revê-lo por aqui de novo. O site já completou meio milhão de acessos, você viu aí? E a Luciana me disse que lê sempre aqui os posts e os comentários. Fiquei muito contente.

    Grande abraço, meu nobre!!
    Até a próxima

  6. Valeu Barros…

    estou tentanto encontrar inspiração e tempo pra por um texto…

    Chegou a ver a briga do MP pra tirar da notas de real os dizerem de apologia a deus?

    abração…quando tiver algo te aviso

  7. @Saracura

    Tuas afirmações são proselitistas, parciais e errôneas. És também outro fanático religioso, cujo qual sente a necessidade constante em negar a Deus, para confortar-se tua consciência ao Ceticismo Naturalista.

    Observe as alegações:

    Se olharmos pra dentro da gente mesmo, ficamos livres dos deuses. Veremos que nós somos superiores a estes, porque nós os criamos à nossas necessidades.

    Afirmas que deuses foram criados conforme necessidade humana. Concordo em partes. De fato alguns deuses foram criados para satisfazer o ego e consciência humana (assim como o deus que criaste, chamado acaso), porém, generalizas a entidade racional superiora, revelado no universo e na vida, em forma de evidências EXPLICITAS

    Porque isto ocorre?

    Como dizia o sábio filósofo (pelo qual não me recordo neste momento, teu nome) “Nenhum homem tende a ser moralmente superior ao deus que serve” .

    A sua necessidade era sentir livre para fazer o que bem entender. Tua consciência o acusa de teus atos cometidos. Com isto, sente a necessidade de cala-lo e para isto, nega a Deus constantemente, para o tal.

    Tua crença e religião não dispõe de nenhuma base, a não ser as críticas a outras religiões ou a negação a Deus.

    Com outras palavras, não há um só exemplo no cosmos e na vida que embase tuas ideias, com isto, como subterfugio, critica as crenças alheias, para sentir-se mais “aliviado”

    Isto é ilusório e pobre, visto que os alicerces de tua crença está fundamentada na areia.

    Pelo que vivencio, não precisamos de revezes para desacreditar, precisamos apenas pensar racionalmente. Não existe conversão à moda do cristão que diz que deus falou com ele. è um trabalho de perguntas, respostas e procura pela verdade. Deus é uma proposta interessante da religião de tentar se apropriar das vontades humanas. A ciência vem e manda esses dogmas pro lixo.

    Este é outro exemplo de auto-engano pelo qual vive. Teu subconsciente já sabe que é impossível refutar a existência de Deus (Com evidências afirmando ao contrário) e também sabe que a ciência não enquadra-se no âmbito religioso, pois é operacional.

    Devido a isso, cria um espantalho, para facilitar a refutação, sentindo-se (temporariamente e ilusoriamente) com a consciência “leve”

    A essência do ser humano está dentro dele, pertence a ele e nenhum deus consegue entrar, quando se trata de honestidade. Enquanto humanos não necessitamos de deuses para nos salvar, nem interferir, já que sua incompetência reside no fato de não existirem.

    Uma mentira mil vezes repetida, JAMAIS torna-se verdade, contrariando pensamento de Joseph Goebbels.

    Uma mentira, sempre será uma mentira. Por mais que minta para tí mesmo, jamais a fará uma verdade. Teu desespero interno e inquietação psicológica, o acompanhará pelo resto de tua vida. Por mais que distorça a verdade e ignore algumas evidências que se chocam com tua fé, sempre terá uma vida atribulada, psicologicamente falando.

    Não lutamos contra o deus oxóssi, Shiva, Mitra, Thor que há dentro de nós. Libertamo-nos dessas ilusões assustadoras que nos é importa na infância e que não faz o menor sentido quando adultos pensantes.

    Destes, podes até ser liberto, afinal, são deuses criados pelos desejos humanos. Porém A entidade racional superiora, revelado no universo e na vida, em forma de evidências EXPLICITAS, não estás liberto, pois o mesmo interfere diretamente em tua consciência, forçando-o a nega-lo constantemente, como uma fuga desesperadora de sua existência.

    Saracura, por um acaso desistiu de minha proposta a respeito do debate das teorias pelo qual tens afirmado como “seguras”?

    Fizeste acusações a teorias opostas a tua religião, chamando-as de “contraditórias”, mas nega o debate das teorias pelo qual defende como não contraditória?

    Estaria tu, semelhantemente ao @Cristiano, com medo de deixar a zona de conforto pelo qual vive?
    Estaria também tu, fechado as evidências, crendo cegamente a uma crença motivada pelo fideismo, cujo não possui evidências racionais para embasa-las?

    sds

  8. SR,

    É verdade, sou livre para fazer o que bem entender, mas a própria sociedade tem regras morais relativas, mas que funcionam bem. Não temos inspiração divina para perceber que não devemos fazer mal a outrem.

    Sobre se libertar de um deus qualquer, pode-se se libertar de qualquer um, inclusive o que sua mente entende como seu próprio.

    Sobre a discussão do Big Bang, podemos sim falar a respeito. Creio que existam ainda dúvidas, mas a ciência é assim, no entanto, o advento da teoria tem indícios fortes e bastante previsíveis com cálculos simples matemáticos. A dificuldade é saber se o universo é senhor do próprio universo, que não tem a função de se preocupar com a humanidade nem cuidar dela, nem fazer o bem. Existe e xempre existirá. Pode até se confundir com seu deus, pode chamar do que quiser, porém nao deseja cuidar da minha vida sexual, assim como o acaso..

    A necessidade de um deus nos amparando é que não creio. Até o momento não surgiu evidência disso. Nada é controlado pela previsão dos deuses. Como disse, o seu deus é bem particular como assim o quer. Pode ser diferente, ou igual a de outra pessoa, mas não serve para quem não crê. Está na sua mente apenas!

  9. @Saracura

    Fico feliz em responder. Antes de iniciar-mos nosso debate a respeito das teorias, gostaria de exclarecer uma afirmação proferida por ti.

    Afirmaste:

    Está na sua mente apenas!

    Com isso, o ônus da próva cabe a tí, afinal fizeste uma afirmação.
    Como comprovaria que a exisência da entidade expressa por forma de evidência no cosmo e na vida, apenas existe em minha mente?

    Minha mente teria o poder de criar leis naturais? teria poder de criar informação presente no cosmo e na vida? teria poder de criar a princípios atrópicos, existentes no planeta terra, onde permite-se a existência de vida inteligênte? teria o poder de criar a complexibilidade irredutível presente nos organismos mais simplês e a estrutura na formação de códigos codificados como DNA?

    Ora, prezado, por acaso afirmas que sou Deus?, pois através de minha mente, todas estas coisas foram criadas?

    sds

  10. @Saracura

    Corrigindo esta frase:

    códigos codificados como DNA

    Substitua a palavra “códigos” por “linguagem”, ficando:

    Linguagem codificada como DNA

    sds

  11. SR,

    Sua mente não precisa criar leis naturais, mas pode criar explicações sem nexo, confundir o universo grande e icògnito com deuses! A complexidade tão alegada foi surgida por bilhões de anos pela natureza, por tentativas, que não podem ser feitas em laboratório, é bem verdade. Que o senhor não me venha com o tal do 747 formado pelo lixo, pela tempestade! Houve uma aprendizado em replicação de DNA ao longo da existência do mais simples organismo, mas nenhum dos deuses fizeram isso, levando-se em conta que os deuses trabalham com mágica, rapida e era de se esperar que houvesse a certeza, que na natureza não tem. Alguns erros ocorrem naturalmente, alguns são destrutivos, outros não.

    Realmente é complicado falar sobre isso porque não temos um laboratório de bilhões de anos para refazer os experimentos.

    Você tem um deus na sua mente quando alega coisas naturais aos deuses, que eles estão por trás disso tudo, mas não há razão para isso. Chegamos até aqui, por tentativas, não somos os melhores, em nenhumas da condições de sobrevivÊncia, não podemos ser imagem e semelhança de deuses, segundo a acepção fazem tudo perfeito e são diametralmente contra os erros, tentativas, mutações que deixaram como são os seres.

    Sobre a origem é realmente complicado falar. Chegamos ao ponto inicial, bem fácil, mas é complicado fazer avaliações quando nem tempo nem espaço existiam. ATé dizem que deus nem poderia existir porque não teria tempo de fazer o mundo, nem espaço!

    Cientistas conhecendo certas distÂncias das galáxias próximas e Huble descobrindo que elas estão se afastando pelo telescópio, na modernidade perceberam e calcularam o desvio para o vermelho, que deu a medida exata da velocidade e aceleração. Descobriram que as mais distantes estão se afastando mais rapidamente. Então bastaram fazer o percurso inverso chegaram a um ponto que chamaram de Big Bang. Daí trouxeram essa velocidade e posição de volta e chegaram aos números de 4,5 bilhões de anos. Não é um chute, propriamente, mas uma avaliação bem interessante!

    A dificuldade, e digo a você que não sei de tudo, porém há evidências bem aceitáveis disso, seria determinar o que determinou a tal explosão. Isso é só uma teoria. Se essa explosão se chama deus, é bem diferente das divindades que determinam tudo e controlam tudo. O universo, penso eu, existirá para sempre no seu modelo de sanfona estica e encolhe. Há quem diga o contrário, porém, não apareceu nenhum deus necessário à realização própria do universo!

    A dificuldade é esta. Aceitar uma força, fora das forças naturais, que não se preocupam com sua vida. Estarão lá, querendo ou não. Assim como o Sol irá gastar seu combustível daqui a alguns bilhões de anos e engolir tudo. Será que um deus previu isso tudo? Não creio

    Um deus não se faz necessário na criação tão irregular e implacável. Tudo caminha para a desordem, por mais ordem que queira por, mais desordem surgirá pela tentativa.

  12. http://www.youtube.com/watch

    “Quanta luz nesse ambiente, descendo sobre nós,
    vibrando em nossa mente!
    Quanta luz quando assim, em prece
    como a alma cresce aos olhos de Jesus!
    Quanta luz, quando em oração, a voz do Mestre fala
    em nossos coraçõse!
    Quanta luz! Quanta luz!”

    Por que é tão difícil aos (que pensam ser) ateus aceitar a paz que Deus nos traz…

  13. Oração ao deus Sol? Ou ao lanterna verde?

  14. Escrito por Robson Pinheiro (Revista Cristã de Espiritismo)

    “A terra está sendo removida como um campo preparado para o plantio. O arado do Senhor está em plena atividade fazendo o serviço de remover do solo terrestre as impurezas que precisam ser eliminadas. Outros elementos devem ser selecionados para a produção de frutos de qualidade.
    Como uma mãe que sente dores de parto pela proximidade do momento em que dará à luz um filho, um homem novo ao mundo, a Terra geme e estertora.
    Mas como disse o Mestre há dois milênios: ainda não é o fim!
    Angústia nas nações, mudanças climáticas, revelações sociais. Oscilações na economia e a derrocada do poder dos homens falidos. Tudo isso produz uma certa inquietação nas pessoas mais sensíveis. Toda essa movimentação, tanto física quando social, nos faz pensar que a Terra é um grande organismo vivo, que, como o homem, os filhos da Terra, reflete na área física e social as grandes revoluções que ocorrem na sua vida espiritual.
    Multidões de espíritos a serviço do Cordeiro de Deus vão e vêm entre as dimensões da vida, obedecendo às ordens do seu Comandante Supremo, pois a hora da colheita se aproxima.
    Os Espíritos do Senhor, realizando a sua vontade sublime e soberana, visitam as regiões sombrias da vida extrafísica, realizando a higienização intensa e profunda dos quistos purgatoriais do globo.
    Do lado de cá da vida, a grande mudança está em pleno andamento. Toda essa movimentação de seres comprometidos com a política divina e das energias por eles postas em ação faz com que certos reflexos sejam sentidos no panorama físico do mundo…
    Assim como o corpo físico do homem reflete as mudanças que ocorrem na área emocional e mental, também o mesmo ocorre num âmbito mais geral com o planeta Terra.
    O conflito final está sendo travado nos bastidores da vida, e as energias desencadeadas pela ação natural do expurgo planetário, da seleção natural dos espíritos que ficarão na Terra e daqueles que partirão fazem com que a Terra se ressinta.
    Não somente a ação do homem é o que interfere no sistema de vida do planeta. O mundo está expulsando de si os cânceres astrais, as inteligências sombrias, e, como um grande organismo que se contrai e se movimenta para eliminar os focos de pestilência internos, o planeta Terra reage
    .
    Em reação natural, progressiva, mas também incrementada por energias poderosas que estão a serviço do saneamento coletivo, faz com que os homens, os encarnados sintam de perto os primeiros sinais de que algo novo está ocorrendo, de que estamos começando a sentir as dores de um parto planetário. Um novo homem, uma nova humanidade e uma nova civilização emergirão das cinzas das antigas.
    Água, terra, ar e fogo são os elementos criados e acionados pelo organismo terrestre a fim de dinamizar o processo de expurgo daquelas consciências que não amadureceram e não servem mais para compor o novo corpo da civilização do espírito que triunfará sobre todas as dores e falhas humanas.
    Estejamos atentos às nossas responsabilidades; estejamos armados com a couraça da justiça e as armas do espírito, pois o Senhor ordenou que a primeira trombeta seja tocada, e os seus mensageiros já estão de prontidão para o grande dia do Deus Todo-Poderoso.”

    Edgar Cayce (Psicografia de Robson Pinheiro, em 8/4/2010)

    Um abraço,

    ADAMANTDOG, um EX-ATEU

  15. é claro que é preciso fé para ser Ateu

    1) vc precisa de fé seja pra acreditar que o universo veio do NADA,ou seja, NADA criando alguma coisa…
    2) ou vc precisa de fé pra acreditar que o universo SEMPRE existiu..

    ambas as declarações não se sustentam nos modelos científicos atuais, sobrando somente a FÉ pra sustentar o pensamento ateístas…
    não existem provas disso q vcs precisam pra justificar o modelo ATEÍSTA de pensamento

    ateuzarada… vocês tem FÉ.. sejam honestos pelo menos nisso…
    e ainda contrariam, dizem que não… não sabem nem O QUE vocês são.. seus CRENTES

  16. 1) vc precisa de fé seja pra acreditar que a DEUSA veio do NADA,ou seja, NADA criando alguma coisa…
    2) ou vc precisa de fé pra acreditar que a DEUSA SEMPRE existiu..

    Só que, LOGICAMENTE, não é necessário TER FÉ em nenhuma dessas quatro opções (no total). Assuntos sobre os quais não existe conhecimento seguro não precisam ser objeto de fé, e o mais sensato é manter-se agnóstico quanto a elas, ao mesmo tempo em que é sensato rejeitar como infundadas as alegações teístas, que nada têm além de FÉ.

    Mas, Vc tem FÉ VERDADEIRA que o primeiro algarismo do próximo sorteio de loteria será PAR? Ou tem FÉ absoluta de que será ÍMPAR? Qual é a sua FÉ ABSOLUTA em qualquer dessas opções, Sr. Anderson?

    Lógica e religião: nunca vêm acompanhadas…

  17. Pessoal meu pc estava quebrado não fui eu quem postou isto ai acima.

  18. Amigo ADAMANTDOG FALSIFICADO vc tem até um ponto de vista diferente dos demais ; porque não expo-lo aqui para analisarmos juntos?! e por favor não pegue meu apelido; isto não vai ajudar muito se quer realmente debater saudavelmente.

  19. Outra coisa Sr. ADAMANTDOG FALSIFICADO:
    Eu nunca fui ateu!! posso ser um dia; mas no momento estou mais pra deista agnostico.

  20. Bem que eu estava estranhando… Ad a man ant dog

  21. Pessoal,só para descontrair.
    Jesus disse:
    “onde houver duas ou mais pessoas falando em meu nome,lá estarei.”
    Conclusão:deus é onipresente mas jesus depende de quórum.

  22. Um reporter entrevista um extremista islâmico que declara:
    – Pretendo matar mil ateus e um cristão!!
    -Mas porquê um cristão????
    -Tá vendo??? Ninguem se importa com os ateus!!!!

  23. Deus é ateu:

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: