A honestidade do ateísmo – 3ª parte

<< Parte 1

Numa pesquisa de 2003 da Harris Poll, 4% dos que se denominaram ateus/agnósticos alegaram estar absolutamente certos de que havia um deus. Eu conversei com uns poucos antigos “cristãos rebeldes”. Eles alegavam que sabiam o tempo todo que Deus existia, mas ou estavam com raiva dele, ou apenas não queriam viver sob suas regras, recusando-se assim a adorá-lo. Eles chamavam a isso “ateísmo”, visto que já retornaram para o rebanho. (Essa atitude explicaria por que tantas pessoas alegam que ateus sabem que Deus existe e estão só com raiva dele ou querem levar vidas na libertinagem.)

Se aqueles inesperados 4% na pesquisa da Harrys Poll foram, ou não, devidos aos “crentes rebeldes”, aos ateus funcionalmente neuróticos, às pessoas que usaram uma definição estranha de agnosticismo, ou ao fato de pessoas simplesmente terem dado a resposta errada, nós nunca saberemos.

Das quatro escolhas possíveis nos pares gnóstico/agnóstico, teísta/ateu, o teísmo gnóstico é a posição mais confusa. Crença é uma aceitação ativa de alguma coisa sem evidência, ou apesar da evidência. Se você tem evidência suficiente para uma posição, você não precisa acreditar. Eu não tenho que acreditar que você pode morrer se for atropelado por um carro: eu tenho um monte de evidência disso ― suficiente o bastante pra saber que isso é verdade. Eu não tenho que acreditar que meu marido me ama, ele me mostra isso pelas suas ações. Eu não preciso ter fé que o Sol vai nascer amanhã ― isso tem acontecido todos os dias da minha vida. Eu tenho confiança nessas áreas, não crença. Confiança em alguma coisa só pode ser garantida quando há evidência que a apoie. Evidência é baseada em observação e repetição. Crença é fé ― aceitação sem evidência.

Se o gnóstico verdadeiramente tem o conhecimento que alega ter, ele pode compartilhar isso com outros; isso seria factual, testável, e confiável, porque é isso que o conhecimento É. Se ele tivesse o conhecimento que alega, não precisaria crer. Não se crê naquilo que se conhece ― naquilo que se sabe. E nós sabemos porque isso se repete e é baseado em evidências observáveis. Sim, muito conhecimento é probabilístico. Não há uma certeza absoluta em alguns assuntos além de lógica ou definições, isto é, existem graus de conhecimento até a certeza. Conhecimento é o que você tem quando chega bem perto da certeza.

Infelizmente, os crentes tentaram igualar conhecimento e crença ― a crença deles é considerada conhecimento. Mas deixe um ateu dizer que deuses não existem devido à falta de provas, e ele será bombardeado de volta com a exigência de que prove que não há deus algum. “Você não pode saber tudo”, dizem eles, “mas você tem que pensar que sabe de todas as coisas para dizer que deuses não existem”. Isso é lógica invertida.

Frequentemente ateus dizem mesmo que não existe nenhum deus. Nós baseamos essa posição na observação e nas evidências. Existem tantas evidências sobre a existência de fadas quanto sobre a existência de deuses, contudo não se espera que acreditemos em fadas. Ninguém nos diz que devemos abrir nossos corações para a realidade das fadas antes que vejamos que elas são bem reais. E mais importante: não se espera que provemos que fadas não são reais quando dizemos que não acreditamos nelas.

Não temos nenhum conhecimento sobre fadas ― nenhuma evidência de sua existência. Temos estórias sobre fadas, mas é tudo. Quando você não tem conhecimento sobre algo, das duas uma: ou você permanece sem resposta ou ponto de vista em relação a isso; ou você apenas acredita no que lhe foi ensinado, no que você ouviu, ou no que você sonhou. Somente quando você tem conhecimento, você pode honestamente ter um posição, ou alegar ter uma resposta.

É por isso que a crença em deuses é falsa, e o ateísmo é honesto. Não há evidências para a existência de deuses, apesar das alegações dos crentes. Acreditar é dissuadir alguém da busca da verdade.

Acreditar em Deus tornou-se tão arraigado na nossa sociedade que é o padrão aceito. Pessoas nos Estados Unidos, da maior parte, não gostam de ateus, para dizer o mínimo. Podemos discutir as várias razões disso: o ateísmo joga luz nas próprias dúvidas deles; eles acreditam que isso ameaça o tecido moral da nossa nação; acham que é coisa de Satanás; ou seja o que for ― eles não gostam, e as pessoas tendem a rejeitar e a difamar aquilo do que não gostam. Para muitos, ateísmo é uma imutável recusa em aceitar a realidade da existência do Deus cristão. E isso é, aparentemente, imperdoável e desprezível.

De acordo com uma pesquisa do Projeto Mosaico Americano, em 2004, feita em domicílios pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Minnesota, ateus são a minoria menos confiável. Os americanos deixaram os ateus bem abaixo de muçulmanos, gays e lésbicas, e imigrantes recém-chegados quando identificando aqueles que compartilham a sua mesma visão da América e aqueles com os quais gostariam de ver seus filhos casados. Esse resultado não deve surpreender os ateus.

Pretendentes religiosos raramente são solicitados a mostrar qualquer evidência para a sua crença, ou mesmo descrever o que querem dizer quando usam a palavra Deus. Mas quando forçados a confrontar céticos, teístas são inflexíveis que existam amplas evidências de que Deus existe. E em seu empenho para argumentar, nós então percebemos que a palavra evidência pode ser tão difamada quanto ateu.


Anúncios

38 Respostas

  1. Nossa… por isso eu evito falar sobre religião com um religioso. Aliás, acho que outra coisa que acaba fazendo com que ateus sejam mal vistos (por assim dizer) é que às vezes alguns ateus praticamente façam questão de discutir suas idéias e opiniões com pessoas de visões opostas.
    Embora, é claro, a recíproca também seja verdadeira, e os teístas que costumem “pregar” por aí, principalmente em comunidades e fóruns ateus, também não sejam vistos com bons olhos…

    Não sei se é possível falar sobre isso e ser levada a sério, mas a partir do momento em que os pontos de vista são respeitados, não há ameaça a nenhuma das partes e pode-se conviver em harmonia. Assim como ideologias.
    Pensando bem, soa deveras utópico… =P

  2. Você precisa ler a nova série que eu estou escrevendo: “Deus, Alice e a Matrix”. Fala exatamente sobre isso.

  3. Rapaz eu num tenho problema algum em discutir sobre DEUS alias pq eu sei que ele existe ………….
    Muito pelo contrario são os ateus que tem medo de falar com os cristão eu sou um cara que eu pesquiso sobre as coisas então me procure se quiser pra discutir um pouco
    highmax_93@hotmail.com
    Abraços

  4. Poxa, que legal: um cientista do Céul!! Até que enfim apareceu alguém que vai salvar minha alma do Inferno.

    Eu gostaria muito que as suas explicações fossem postadas aqui mesmo nos comentários dos meus textos, assim todo mundo vai ler. Pra começar, queria as respostas para os meus textos:

    O Deus que não estava lá, e

    De olhos bem fechados.

    É só digitar na ferramenta de busca aí do site.

    Aguardo ansiosamente. Muito grato.

  5. hehe…fiquei curioso agora tb…

  6. hehe…fiquei curioso agora tb…[2]

    Se a certeza do garoto é tão grande, imaginem as provas irrefutáveis que ele vai apresentar: “Eu VI jesus!!! É SÉRIO!!! ELE FALOU COMIGO!!! E também a bíblia diz que…..” Acho que vai ser por aí… ¬¬

  7. Sr. Dreyfus Azobel

    É um prazer conhecer o Sr.

    Espero que o Sr. leia os textos indicados pelo Sr. Barros e os outros textos tb tipo : Alice e a matrix etc

    E gostaria muito que o Sr. passea-se bastante no site lendo todos comentários principalmente os dos amigos Saracura ; Barros e do Sr. Matheus sisdeli (eu acho que é assim o sobrenome dele)

    Sou téista tb como Sr o é ; mas devo dizer-te que o placar aqui ta mais ou menos uns 10 a zero pros ateus.

    Então vamos la estou esperando ansioso por tuas respostas.

  8. Ta ai vamos começar ………….
    Como posso dizer que DEUS se não O procuro??,,,,,,,
    Como posso botar a ciencia para derrubar DEUS se só o que os cientistas ateus tem até agora são apenas teorias sobre a evolução e nada na pratica???
    A ultima questão respondo no proximo post ……….
    Sou mesmo o fruto de um mero acaso???
    Abraços aos senhores e senhoras
    Ps: Irei ler os artigos e os livros solicitados para analisar

  9. Em relação ao comentario anterior…………….
    Frase do dia :
    “A ciencia foi feita para nos aproximar e entender um pouco das coisas que DEUS fez e não para nos afastar dele…..”

  10. Correção primeira pergunta
    Como posso dizer que DEUS não existe se não O procuro??

  11. Dreyfus Azoubel,

    Sua pergunta não procede! VocÊ poderia dizer isto a procura por Sacis, Iaras, Duendes e Monstro do spagheti azul…

    Posso dizer que deus não existe porque, embora procuremos sempre uma prova de sua força, da sua ingerência, dos seus atos e nunca encontramos.

    Tem até prêmio para quem mostrar algo sobrenatural, de U$1.000.000,00 para quem mostrar os poderes de deuses e afins…

  12. O método científici não pode desejar provar algo que só existe na mente de “alienados” desde a infância que insitem que o mundo foi criado há 6000 anos.

    Deuses assim como O unicórnio dourado, só existe no imaginário popular e nas fantasias infantis…

    Como posso provar que a pulga do dragão roxo não existe? ou como provar que deus não existe?

    Seria melhor buscar provas da sua existência primeiro, mas não tem até hoje…pode procurar até no inferno

  13. Dreyfus Azoubel,

    O equus asinus que escreveu esta frase é um religioso!
    e como tal não tem credito algum pra falar de ciência.

    O crente tem apenas uma resposta pra tudo – deus.
    então não é inteligente!

    ser crente é não querer saber o que é verdade!

  14. Ser crente é INVENTAR “verdades” e, pior, ser crente é tentar FORÇAR todo mundo a adotar essas “verdades” inventadas…

    “Ser crente é…” vai ser um dos meus próximos textos… gostei desse comentário aí, porque me inspirou mais algumas coisas…

    Ai, o que seria do DeusILUSÃO sem os crentes…

    Barros

  15. Ótimo texto!

    Fé (do grego: pistia e do latim: Fides= fidelidade[1]) é a firme convicção de que algo seja verdade, sem nenhuma prova de que este algo seja verdade, pela absoluta confiança que depositamos neste algo ou alguém.

    Origem: Wikipédia.

  16. Crer para ver ou ver para crer? =-)

    Hebreus 11
    1 Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.
    2 Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.

    RESPOSTA: Crer para ver !
    O CRENTE CRER E VER!

    Saracura, Deus não se entrega a EXIBIÇÃO.

    Prá que esse premi em dinheiro para quem mostrar um milagre?
    LEIA A BIBLIA PARA PELO MENOS NAO COMETER UM MICO DESSES!

    Eu sou Evangélicos mas nem por isso me bitolo só em biblia.
    LEIO UM POUCO DE TUDO:
    CIÊNCIAS HUMANAS, MORMISMO, CADERCISMO, ATEISMO, INDUISMO, ISLAMISMO, BUDISMO, AGNAL OPS! AGNOSTICISMO, UFOLOGIA…

    PARA! CHEGA! JÁ ENTENDIR!

  17. Existem varios momentos da nossa vida que podemos sentir a presença de DEUS só que por algum motivo nos não sentimos……..
    Vc realmente acredita que nos surgimos do nada???
    Eu não acredito na espontaneadade na criação das coisas o mundo é conduzido de tal maneira que é dificil acreditar que o nada poderia conduzir isso……….
    E aos piadistas e gente sarcastica porfavor debatam sem piadinhas estou aqui conversando serio não fazendo piadinhas
    Abraços

  18. Facil é acusar dificil se defender se vc muito acusa mais na frente não poderá se defender
    Deixo que DEUS responda suas perguntas……..
    Abraços

  19. Como o companheiro disse e pesquisou na wikipedia o significado de fé……….. eu tenho

  20. Reforma religião?

    Fabenrik ……
    Nos cristão naum pregamos religião e sim o evangelho
    ……………………………………………………………………………….
    COmo disse o Dreyfus
    não e preciso ter evidencias para que Deus existe…
    Sabemos que Deus existe e pronto… sentimos sua presença e ela e constante em nossas vidas…
    Eu so lamento se vcs não acreditam….eu so lamentoo…..
    mais não se preocupem… vcs irão descobrir a verdade em breve..
    pois o pricipio das dores estão ai diante dos nossos olhos..
    Haiti lembra teremoto… que me lembra esta passagem
    Mateus 24;7-8
    7. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares
    8. Mas todas estas coisas são o princípio de dores

  21. Simonemoura

    Pois é. Não acreditamos. Mas com propriedade. Até agora nenhum deus se revelou. Estamos esperando a resposta sobrenatural deste ET chamado deus, jesus, diabo, anjo, todos farinha do mesmo saco: a imaginação, carência e impotência.

    Imagine se deus existisse. SErá que a Dra Zilda Arns morreria? E as inocentes crianças? E os crentes em deus, mortos?

    O terremoto é maior que deus. O homem é maior que deus, porque o criou e as vezes se liberta deste mito sem nada mudar. A evolução é maior que deus. Ela faz sua parte, e deus nunca aparece.

  22. Haiti lembra teremoto… que me lembra esta passagem Mateus 24;7-8

    7. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares 8. Mas todas estas coisas são o princípio de dores

    Ah, é sim. Até parece que nunca antes houve terremotos, fomes e nação contra nação. Acho que “o final dos tempos” começou com o “início dos tempos”.

    E quanto ao “Sabemos que Deus existe e pronto” eu só tenho a dizer que é uma saída muito boa. Pena que você não perceba que isso só funciona, só satisfaz aos cérebros já contaminados com a doença que você chama de Deus.

  23. Mateus 24:7-8
    Mas todas estas coisas são o princípio de dores
    Bem observado!
    Palavras ditas a dois mil antes atrás por JESUS CRISTO de NAZARÉ.

    Isso é só o começo!

  24. Dessa passagem bíblica e passagem do Apocalipse ainda falta se cumprir:
    A- A NOVA ORDEM MUNDIAL- UMA SÓ MOEDA, UM SÓ GOVERNO (SOCIEDADE SECRETA! estar em curso, O illuminati)
    B- A MARCA DA BESTA (Na testa e na mão) Já existe os chips de por na pele do tamanho do grão de arroz, onde pode ser utilizado como CARTÃO DE CRÉDITO E RG.
    ISTO É VERÍDICO.

    Como Jesuisi soube disso a 2 mil anos atras?

    Um cientista voltou no tempo para avisar isso para ele?

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  25. BLOG E ORKUT: 4ª Legião da fé –> Sua mula. A única besta aqui é vocÊ. E outros colegas seus que acreditam na mesma besteira que vocÊ.

  26. Esse enrolou os “crentes” bonitinho, mas se FERROU quando tentou fazer os ateus de OTÁRIOS (a “novinha” da Cultura já´ entra “dando” bolsa-vale — só inventam isso; dinheiro no bolso pro povo fica com eles, o larápios): http://www.bemparana.com.br/noticia/230386/marcos-valerio-envolve-lula-no-mensalao-diz-revista-veja

  27. Acreditar na Veja é o equivalente “hunigniano” de se acreditar em fadas,oríxás,”mamomé”,”gizuiz” e quejandos.Policarpo Júnior que o diga.
    Deixemos a política para outos blogs.Atenhamo-nos às artimanhas religiosas de líderes ainda mais larápios,dissimulados,demagogos e hipócritas que nossos políticos(se é que isso é possível).

  28. Ô currumpanhêru da “crúiz” num sêrgi taoun marvádu anrssin. Enquanto por aí surgem sofistas a cismar em enrolar os sem-crenças enfiando-os num saco só (com insinuações de criação de ‘doutrinas’ atéias, presidente dus ateu, orgulhu arteu, etc) devemos ter em vista que só o que cabe mesmo à linha de pensamento livre e o viver em cordialidade como proposição vital dos sem-crenças seria no máximo partidos políticos com enganjamento próprio à questões sociais que as posturas individuais dos ateus requerem. Salutarmente os sem-crenças são bastante políticos, conquanto não se enfiam em sacos de submissão ou enrolação. MorÔ?! Máish si tú quizé mêrmu sê bãozin cum o luladrão, até pódi lervá umhas préda di cráck du istóqui qui êli fêiz a crarcolãndi pá êrli si isbáudá lá na cadeia pá ôndi nóis vamu botá erssi CANALHA; num dianta corrê nóis vamu pegá; u pôrvu brasilêru dais veiz carnsa di sê otáriu; e num fica querênu sê fêrlis in ninhuma fárvéla naoun.

  29. Valeu,companheiro Huning.Continue lendo Reinaldo Azevedo,Diogo Mainardi,Olavo de Carvalho,Demétrio Magnioli,Merval Pereira,Noblat, e que tais.Reproduza-os exaustiva e acriticamente em sítios ateus,religiosos,musicais,humorísticos etc.Quem sabe assim,pela insistência, você consiga convencer os incautos de que quem criou a cracolândia paulista(ou permitiu que ela se instalasse) foi o “Luladrão” e não o picolé de chuchu e seu maior aliado “Serra” nos seus vários anos de (des)governo consecutivos.

    Beijundas.

  30. Esqueci-me:leia também O Globo,A Folha,O Estadão,frequente o Instituto Milenium e curse a Makenzie,seja,portanto, um reacionário completo.Não se esqueça,porém,de tornar-se religioso , fazer parte da TFP e apoiar a ditadura.Seja feliz.vire cada vez mais à direita.

  31. ô arnônimu tu téin inté urn currumpanhêru inrguáuzín tú. U serrinha tu pódi insárcá êrli nu teu cunchávu e méti u érdi tamém. Vôceis faiz maió grurpu urnidu. Si mi isquicíme, bórta tamém u raissssgono aí ná trópa di êrliti. Vôceis téin cára? ô só téin mêrmu êssis psiudôrnimu. Us muléqui qué vê ais cára di vôrceis pá ni nóis curnversá qui néin gênti.

  32. O anônimo sou eu “o currumpanhêru da “crúiz”,nós não somos iguais ,somos a mesma pessoa.Assim como “zunido” e “huning” também o são.Talvez fosse melhor “zuning”.
    O problema é que há ateus de direita e de esquerda,petistas e demos,por isso é que acho que não devemos discutir política neste blog,pois assim estaríamos fugindo de sua ideia fulcral,além de estarmos nos digladiando de forma vã,tendo em vista o escopo do referido sítio.

    Beijundas.

  33. Marcio

    Você ainda está por aí?

  34. O dá “crúiz” é o único que não sabe que RELIGIÃO é a arma mais desastrosa de “governo”; aliás, a mais covarde. Quanto pior é um “governo” mais violenta e desgraçadamente “mexe” pulhiticamente a religião. Meu chápa, se tu visse os prego-preto (vestidos de preto) já se postando nas entradas e no meio das praças públicas, enquanto um bando de “crentes” de seus currais fazem uma propagandinha furreca de “gênti du béin” pra bobo se encantar; aí você vai se tocar que já estão metendo uma “sharia” no Brasil. já estão partindo para o impedimento sumário de pessoas conversarem com pessoas; estão ENFIANDO cachorro à torto e à direito na gente. Tem mais, tem mais, e tem mais. Nós FAZEMOS o governo, e não o “governo” trepa na gente. ISSO TÁ ERRADO. Se esteve assim até hoje e agora ainda pior, nós vamos mudar. Presta atenção: NÓS VAMOS MUDAR ISSO.

  35. Diogo.

    Oi! Diga meu caro! Em que posso lhe ajudar?

  36. Huni
    Concordo em parte com o que você disse,só nós podemos mudar o estado de coisas vigente,a conjuntura atual,mas, muito cuidado com o radicalismo,assim como não queremos crentes radicais,não devemos também ser radicais.O extremismo sócio-político certamente causará mais danos que o fundamentalismo religioso.
    Quanto a não saber que a religião é uma “arma”, aconselho a leitura de “Anarquismo e Aticlericalismo” de Eduardo Valladares.Concordando ou não ideologicamente,a religião é o cerne de diversos problemas de nossa sociedade.

  37. Parabéns. Ótimo esse texto, assim como todos os outros. Continue.
    Sempre entro nesse terma com meus alunos (crença e conhecimento) e, lembro-lhes que seria ridículo perguntar ao dentista se ele acredita em anestesia, ou ao médico se le acrdita em antibióticos ou vacinas.
    Esses são campos do conhecimento. Mesmo que você não acredite o efeito virá.

  38. Olá, Miguel. Obrigado pelo comentário, mas o texto não é meu: é uma tradução.
    Um abraço.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: