Eis o mistério da Fé

.

.

Estudo revela ingrediente secreto na religião que torna as pessoas mais felizes

Por Josh Rhoten

Link para o texto original

.

Um artigo publicado no começo do mês, na American Sociological Review, confirma aquilo que muitos na comunidade religiosa já sabiam faz tempo: a participação em organizações religiosas pode levar a uma vida mais realizada.

Os cristãos ativos (aqueles que vão regularmente à igreja) reportam que estão mais satisfeitos com suas vidas do que aqueles que não vão à igreja com tanta frequência.

Este senso de satisfação vem mais das interações que os frequentadores de igreja compartilham, do que das atividades e discussões teológicas que ocorrem nas igrejas de fato, diz o estudo.

O artigo, intitulado Religião, Rede Social e Vida Realizada, usou dados de uma pesquisa com americanos adultos, feita em 2006 e 2007, como parte do Estudo ‘A Fé Conta’. Essa pesquisa traçou a relação entre religião e capital social nos Estados Unidos.

“Nosso estudo oferece evidências convincentes de que são os aspectos sociais da religião, em vez de teologia ou espiritualidade, que levam a uma vida realizada”, diz Chaeyoon Lim, que conduziu os estudos e é professor assistente de sociologia na Universidade de Wisconsin-Madison.

“Em particular, descobrimos que amizades feitas em congregações religiosas são o ingrediente secreto da religião que torna as pessoas mais felizes.”

De acordo com o estudo, 33% das pessoas que iam semanalmente à igreja, e que tinham de três a cinco amigos íntimos naquela congregação, reportaram que estavam “extremamente satisfeitos” com suas vidas.

Em comparação, somente 19% das pessoas que iam semanalmente à igreja, mas que não tinham amigos íntimos na congregação, disseram que estavam “extremamente satisfeitos”. Este número foi o mesmo para os que não frequentavam igrejas, com apenas 19% desse grupo dizendo que estavam “extremamente satisfeitos”.

Embora o estudo tenha focado na fé cristã, Lim também notou que havia um padrão semelhante entre outros grupos religiosos, apesar das amostras terem sido de tamanho bem mais reduzido.

“Eu diria que a maior razão das pessoas frequentarem igrejas não é por seu pastor, mas por causa das relações que elas têm lá”, disse o Reverendo Max Janzen, pastor sênior da Igreja Batista Lado Ensolarado, em Cheyenne. “Por causa disso, eu concordaria totalmente com esse estudo, baseado na experiência que tenho na minha igreja”.

Lim disse, “Para mim, a evidência fundamenta que não é mesmo o fato de ir a uma igreja e ouvir sermões, ou rezar, que torna as pessoas mais felizes, mas fazer amigos através da igreja, e construir lá uma rede social íntima”.

Lim observou que o estudo não está dizendo que as pessoas que não frequentam igrejas não podem levar uma vida satisfatória. Mas que os que frequentam igrejas e têm um mesmo sistema de crenças e conexões sociais podem ser mais felizes devido a essas conexões.

O pastor Billy Minder, da Igreja Batista Ribeirão do Prado, em Cheyenne, disse que os dados [do estudo] condizem com sua experiência em sua igreja:

“Eu encontrei alguma informação, um tempo atrás, quando uma socióloga falou sobre os três lugares em que as pessoas se conectam umas com as outras, e ganham um senso de identidade e realização. Os dois primeiros são o lar e o trabalho, e eu sempre pensei no terceiro como sendo a igreja, onde você pode se ligar a pessoas com a mente parecida com a sua, e ter uma sensação de pertencer àquele lugar.”

Anúncios

26 Respostas

  1. Interessante , não sabia que viver em bando deixa os homi sapiens mais felizes , os Gnus deve ser muito felizes ,como os macacos nas florestas :-)

  2. E por isso acabam com qualquer coisa que não esteja subalterno a um curral-senzala religioso. A impregnação da crença é feita de qualquer maneira em quem está exposto à dominação psicológica imposta à nossa Sociedade;
    Hoje haverá um encontro de pessoas arejadas em Portugal, a imagem postada no link adiante é terão pela frente para encarar, esse é um fato, e é o porque nossa Sociedade estar atolada em misticismos e religiões.
    Com certeza, o que tá posando aí com cara e apelido de Lula vai ter mais que “uma irritação na garganta”.
    Alguém disse que isso era de uma “garotada amadora”, não importa mais quem descobriu; importa é o que mostram; e o que mostram é que os que desgraçam nossa Sociedade foram descobertos.
    Apresento formalmente que todos os pastores e chefes de crenças em divinices e toda farsa de “espíritos” têm conluio com isso.
    E também declaro que não importa o quanto alguém tenha em riqueza hoje, não passa de um subalterno de uma situação escrava que assola a Sociedade Humana.
    Somos roubados e parasitados o tempo todo e massacrados por uma mentirada hedionda e sem tamanho..
    Temos de rever e encarar isso.

  3. Tá!… O problema todo mundo conhece… Mas qual é a solução?

  4. De novo essa estória do “troço”? Isso já encheu o saco.

  5. De novo essa estória do “troço”?. Isso já encehu o saco.

  6. Qual estória do troço?

    Essa aqui, de um dos caras do Atheist Experience, é mais legal:
    http://christianitymeme.org/

    Tem uns memes altamente malignos por aí que fazem pessoas ficarem viciadas em “troços”…

  7. Que palhaçada é essa? ateu é tudo sem-noção? Que estudo é esse? Onde estão as provas? CadÊ os dados? PQ ninguém ficou sabendo disso só um ateusinho metido a blogueiro.

    O q eu acho mais estúpido é se dizer querer compartilhar uma ilusão com apenas com os idiotinhas do clube. Esse texto seu apresentado a um pastor da minha igreja faria você se evergonhar de ser ateu, pq meu pastor conhece a Bíblia de traz pra frente e de frente pra traz. É um homem viajado e sabe falar pelo Espirito Santo. So ateus dão crédito a uma idiotices dessas

  8. e essa historia de troço é bem coisa de ateu doido mesmo.

    O troço é Satanás? SE for eu estou protegida!

  9. O “troço” tem nome e está nas imagens. Só um cego (ou uma cega), pra não ver…

  10. Rosaly(sem s2), você já pediu desculpas ao Barros pelas ofensas anteriores e insinuações mórbidas?

    A propósito, se você quiser ler o estudo “que ninguém ficou sabendo”, taí, ó, direto da fonte indicada (só não achou quem não quis ou não teve capacidade):

    Religion, Social Networks, and Life Satisfaction
    Chaeyoon Lima & Robert D. Putnamb
    http://www.asanet.org/images/journals/docs/pdf/asr/Dec10ASRFeature.pdf

  11. Correção: os autores são
    Chaeyoon Lim & Robert D. Putnam

  12. Rosalys2 eu tenho certeza que o espirito de porco santo não te protege porque ele não existe, da mesma maneira que teu deus também não existe e também não te protege.

  13. @rosalys2

    O texto diz quem conduziu o estudo, o que faz e onde trabalha. Você não viu essas informações? Tem até um link bem no começo pra uma matéria sobre isso.

    Eu pesquisei (coisa que você devia ter feito também, já que a princípio se trata de coisa de seu interesse); está na edição de Dez/2010 da American Sociological Review. Veja AQUI a página com o artigo, que inclusive está disponível para download em formato pdf (O nome é Religion, Social Networks, and Life Satisfaction Chaeyoon Lim and Robert D. Putnam (December 2010), e o link está na mesma página). É um artigo de verdade, indexado e que cita as fontes.

    PQ ninguém ficou sabendo disso (…)

    “Ninguém” é uma denominação muito geral. Você não sabia, nem eu ou outros leitores do blog, mas muita gente deve ter ficado sabendo disso. Os editores, os colegas dos pesquisadores, os alunos deles, pessoas interessadas em sociologia, leitores do WyomingNews, que foi o jornal que divulgou a notícia, etc. Depois se espalhou pra outros lugares. Não chega a ser nenhum mistério.

    E o artigo é interessante, Rosalys, recomendo a leitura.

  14. Tá vendo Rosalys? O povo aqui vai atrás da informação.

  15. Se o espírito santo existir, deve estar mudando de lado. Toda hora eu vejo na TV algum crente possuído, mas nunca vi nenhum ateu.

    Curioso… ;)

  16. RRRRSSS O Hill perdeu o debate do troço rrrsss

  17. Rosely vai no banheiro e da uma cagada e olha!! ai vc vai ver o que é o troço .

  18. O bom aqui do deusilusão é que tem sempre uma galera afiada; aqui ninguem joga milho pras galinhas não (elas ja vão comendo)
    Pra alguem engolir algo aqui o cara tem que estar bem embasado.

  19. Não há a mínima distinção de um crente católico para um crente evangélico ou espírita ou o que for; diante do desespêro de gente que nem o direito a um cubículo prometido teve, uma gente que teve de se armar de paus pra enfrentar uma polícia como a do putin e a que espanca estudantes que não estão mais dispostos a fazer passeatas pra mentirosos parasitas, os que se dependuram como traíras, covardemente, a favores escusos por “moleza” dada aos buchas que se vendem à custa de ver a própria expécie humana degradada e arrebentada, então ao ver gente espremida pelo terror imposto,e sem saída, os crente entram no youtube se gabando de que a polícia tem de meter o cacete e meter “bala” nas pessoas em desespêro, nos estudantes que ainda têm coragem, em gente digna que não se curvou ao parasitismo do Nazi-teo-pulhismo que está hoje se disseminando no mundo.
    Então, com os cumprimentos dos que têm como ver, aí está uma mostra que nós também podemos ver bastante bem os mentores das festanças nefastas que nos desgraçam.

  20. adam,ant,dog: “RRRRSSS O Hill perdeu o debate do troço rrrsss”
    Perdi mesmo. Não era um vírus mental (meme)? Mas parece haver uns malucos conspiracionistas por aí…

  21. Podem ter certeza que nenhum deles é maçon, nem comunista, nem monarquista, nem drogado, não joga garrafinha de cana na calçada pra dizer que é rebelde, não perde a vida com big brother, nem é babá de cachorrinho-bibelô, se lixa pra xicos burarcos, pra pustulus coelhos, pra zeitgeists dos “um só”, etc; mas têm a mesma fibra do time dos pais que encararam os chefetas-parasitas donos de crenças nos EUA em 1987, para livrar os filhos das aulas de religião nas escolas.
    Aliás, foi daí que veio o 11 de setembro; nas década de 80 as pessoas encararam o Sistema Falido, e um “sidious” escrachado grunhiu, ou sibilou, que podiam esperar o “refluxo”. E estouraram na cara de todo mundo dois arranhas-céus pra botar todo mundo apavoradinho sob a farsa do terror, que são eles mesmos. O conluio das crenças fazem de conta que são uns contra os outros, mas o intento é que o incauto saia de uma e caia em outra, mas nunca fora de algum emuste ludibrioso. Forçam a proliferação de senzalas de iludidos, desesperados, drogados, ou do outro lado, os bam-bam-bans que são os tudo fodão que acham que se deram bem e foda-se os outros. Nessa pantomima toda os pústulas traíras da espécie humana se acovardam vendendo-se por alguma coisa, e os parasitas infestam toda a conjuntura social.

  22. Bacana, estudaram o que o Durkheim já indicava em 1912 com “As formas elementares da Vida Religiosa”!

  23. […] isso, também já divulguei um texto muito interessante aqui no blog, intitulado Eis o mistério da fé que vale a pena ser lido: explica por que os iluministas erraram no seu prognóstico do fim da […]

  24. […] Outra coisa, na mesma resposta, ele afirmou que “tanto os mandamentos religiosos quanto a vida em comunidade estimulam a boa saúde”. Eu gostaria que ele tivesse dito exatamente a que mandamento(s) ele estaria se referindo. Quando à vida em comunidade, divulguei também outro estudo a respeito em Eis o Mistério da Fé. […]

  25. Documentário que explica a forma em que o cérebro funciona para proporcionar, através do placebo, experiências religiosas:

  26. […] Outra coisa, na mesma resposta, ele afirmou que “tanto os mandamentos religiosos quanto a vida em comunidade estimulam a boa saúde”. Eu gostaria que ele tivesse dito exatamente a que mandamento(s) ele estaria se referindo. Quando à vida em comunidade, divulguei também outro estudo a respeito em Eis o Mistério da Fé. […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: