A fila dos ignorantes

O que mais lhe vem à memória, além da figura acima e do rosto barbudo de Charles Darwin, quando alguém toca no assunto Teoria da Evolução?

Quando Testemunhas de Jeová vêm bater na minha porta nas manhãs de domingo, eu sempre tenho curiosidade de saber o que elas pensam a respeito do tema. E é constrangedor perceber que tudo o que aquelas pessoas conhecem sobre a Teoria da Evolução das Espécies é o que lhes sugere a figura de alguns seres, em fila, com a silhueta de um macaco agachado numa ponta e, na outra, a de um homem caminhando.

Eu estou no extremo oposto ao que se poderia chamar de “especialista”, mas arrisco dizer que entendo a essência da Evolução, talvez com a mesma arrogância com que os religiosos alegam entender a essência de Deus. É essa arrogância, aliada a um certo preconceito, que me faz acreditar que os crentes de programa só sabem uma coisa sobre o assunto: que “o homem veio do macaco”. Chamo atenção para o meu preconceito, porque imagino que aqueles que fazem da ida semanal às suas bocas de culto sua principal atividade de lazer, não teriam mesmo de onde tirar tempo ou motivação para se inteirar acerca de uma teoria científica. Há, é claro, pessoas de fé que podem, sim, ter a exata noção do que se trata, mas estas não querem entendê-la, e preferem ficar com a versão sagrada do livro sagrado que elas, estranhamente, não encontraram tempo nem motivação para ler. Esses dois tipos de crentes farão questão de rir na sua cara — como já riram na minha — por você acreditar em tamanha tolice; a de que, como lhes ensina a imagem que se tornou uma famosa estampa de camiseta, um macaquinho começou a caminhar sobre as patas traseiras e virou gente.

A propaganda que foi ardilosamente disseminada  pela Igreja Católica, desde a publicação do livro que dispensou a Bíblia para dizer de onde viemos, acabou beneficiando todas as demais religiões, ao sugerir que essa teoria ridícula de Charles Darwin não só merece mesmo o escárnio do crente, como serve também de fortalecimento (se não de orgulho) de sua própria fé naquele que o criou à sua imagem e semelhança. Afinal, você prefere ter uma ascendência divina, ou ser descendente de um macaco?

No imaginário daqueles que têm a Bíblia como “fonte de informação”, a Teoria da Evolução diz que, num belo dia, uma macaca emprenhou de um macaco e pariu o primeiro ser humano. O que, sem dúvida, merece mesmo umas risadas. Só não entendo por que eles não acham graça quando se conta uma certa estória em que uma cobra tenta convencer uma mulher a comer uma maçã; ou a de um ser que é todo bondade fazendo a Terra, digo, fazendo o Sol parar seu giro em volta do nosso planeta e, assim, ajudar um apadrinhado a exterminar seus inimigos; ou aqueloutra que fala de um cara que sobreviveu por três dias no estômago de uma baleia. Pois não, eles não riem dessas. E como se fosse o suficiente, eles apenas fazem questão de nos lembrar (ou de nos corrigir) que não, a Bíblia não diz que é uma maçã, mas um “fruto”; e não, a Bíblia não diz que era uma baleia, mas um “peixe grande”. Mas nenhum crente consegue fazer aquela ideia — a de uma macaquinha sendo mãe de um bebê humano — parecer mais inverossímil do que a de um sol que para no céu por algumas horas e nenhum outro povo na Terra ter percebido o evento.

Para os que quiserem ter uma noção um pouco mais aprofundada do que vem a ser a Teoria da Evolução, eu indico o vídeo abaixo, em que Yuri Grecco expõe, de uma forma brilhantemente concisa e bem-humorada, os conceitos básicos que você precisa ter sobre o tema, mas que vão muito além do que se poderia inferir de uma estampa de camiseta. Assista e saia da fila dos ignorantes.

E, se interessa saber, nós não “viemos” dos macacos. Nós “somos” macacos!

>

Anúncios

15 Respostas

  1. Bom dia Sr Barros… acho esse tem bem intrigante sim e até tenho algumas duvidas, se nós somos uma evolução essa evolução parou ou continua? pois tem muita gente com mente de macaco ainda.

  2. Olá, Rafael. Bom, como mencionei no texto, não sou um especialista, mas acho que posso me dar o direito de tentar responder a sua pergunta.

    As pessoas que você acha que ainda têm mente de macaco possuem o mesmo tipo de cérebro que eu e você possuímos. O problema de elas parecerem ter cérebro de macaco, portanto, não é uma pane no processo evolutivo, mas, sim, no processo educativo… rsrs

    E não faça como o crente que cai na esparrela de achar que nós, agora, somos o “resultado” da Evolução. Nós estamos evoluindo e o processo evolutivo não para. Espero voltar ao tema até o fim dessa semana.

  3. rssrsrs vc sabe que foi só uma brincadeira o fato de mencionar os “cabeças de macaco”… mas minha duvida mesmo é em relação de ainda estarmos em processo de evolução… eu acho que biologicamente falando nós estamos ao inves de evoluindo estamos é regredindo com tantos remédios, vacinas, alimentos, poluição

  4. Humor!

    A resistência contra a Teoria de Darwin e a idéia de que o homem “descendia” do macaco não pode ser melhor ilustrada do que pela reação da esposa do bispo de Worcester ( Inglaterra ):

    “Por Deus !” , exclamou ela,
    “descendemos do macaco ? !
    Esperemos que não seja verdade.
    E se for…rezemos para que ninguém fique sabendo”.

  5. Bom dia a todos e que Lucifer vós abençoe. Digam amém

  6. Só deus ñ sabe,

    Amém!

  7. Creio que conhecer e aceitar a idéia da evolução é um fato muito comum, quase que obrigatório nos dias atuais, para pessoas com o mínimo de conhecimento científico e, desobrigada dos interesses e conveniências teológicas e religiosas, obviamente.

    Um ponto muito curioso, no meu modo de ver essa questão, e que a evolução, ainda, não conseguiu explicar, é a causa, o processo e o momento do surgimento da INTELIGÊNCIA, num primata específico, no caso, o homem…

    Particularmente, penso que a resposta à questões como esta, apontará sempre, para a possibilidade da “interferência” ou a “opção” do planejador inteligente da aventura humana na terra…

    Antonio Ferreira Rosa.

  8. Não existe “um momento de surgimento da inteligência”. Não acho que você deva pensar que um dia um dos nossos antepassados foi dormir apenas com seus instintos animais e acordou inteligente.

    Você pode se inteirar da explicação para o desenvolvimento da inteligência humana no livro A MENTE SELETIVA, já resenhado aqui no blog.

    E obviamente eu preciso lembrá-lo que o seu Deus de inteligente não tem nada, segundo o seu próprio livro sagrado. A menos, claro, como já entendi ser o seu caso, você tenha criado um Deus-Extra-Bíblia só pra você. Aí, desse eu não posso falar nada, até que você mesmo escreva seus próprios Evangelhos.

  9. Barros,

    Algum tipo de gatilho deve ter sido acionado, em algum ponto da evolução, se não o do momento, o da causa, ou do processo, ou da preferência por um primata específico. Penso que a seleção natural não daria conta, e, principalmente, não teria o poder de nos conceder a exclusividade da inteligência, sozinha.

    Como explicar o fato de que outros animais, com centenas de milhões de anos de evolução a nossa frente, não tiveram a inteligência desenvolvida; como explicar o fato de que, entre centenas de primatas, só o homem desenvolveu a inteligência? Por que não a percebemos, em processo evolutivo, em nenhum outro animal?

    Não acha que a seleção natural, neste mundo de infinitas probabilidades, cujo tempo transcorrido é abundante para todas as espécies, esta sendo muito condescendente com um primata em especial, em detrimento dos demais seres vivos, submetidos às mesmas condições, nesse planeta?

    Eu acho que sim. E penso, voltando a afirmar, a explicação mais coerente deve ser, a interferência dos planejadores inteligentes da odisséia humana, na terrena…

    Lembrando que a falta de comprovação científica para essa afirmação, é válida, também, para sua refutação…

  10. Meu caro, quando você diz que outros animais não tiveram sua inteligência desenvolvida, você está desconsiderando que há níveis diferentes de inteligência. E se um tubarão não é capaz de projetar prédios, compor sinfonias ou escrever poemas, foi simplesmente porque, estando no topo da cadeia alimentar, e não tendo dificuldade nenhuma para encontrar comida e parceiros sexuais, ele não precisou ter uma inteligência fantástica.

    Se quiser entender melhor por que somos mais inteligentes do que um tubarão, por exemplo, leia o livro A MENTE SELETIVA. É uma tese que explica porque os humanos são os seres mais inteligentes do planeta. E não tem nenhum capítulo sobre Deus.

    E outra, essa condescendência da qual fomos alvo, e que certamente supõe você tenha partido do seu Deus em particular, é só uma ilusão, já que você está considerando, de acordo com sua vontade, um único fator, a inteligência. Deus foi mais condescendente, em matéria de longevidade, por exemplo, com certos tipos de moluscos, que podem viver quase meio século.

  11. BARROS.

    Você diz:
    “E se um tubarão não é capaz de projetar prédios, compor sinfonias ou escrever poemas, foi simplesmente porque, estando no topo da cadeia alimentar, e não tendo dificuldade nenhuma para encontrar comida e parceiros sexuais, ele não precisou ter uma inteligência fantástica.”

    Se isto serve de argumento, o que dizer então, das suas centenas de espécies de presas, que, obviamente não gozam do privilégio de estar no topo da cadeia alimentar; por que então não desenvolveram a inteligência pra se livrar da condição de presa?

    O que dizer das centenas de espécies de primatas, originalmente, como nós, alguns com quase 100% do nosso DNA, excluídos do privilégio da inteligência?

    Você diz:
    “Deus foi mais condescendente, em matéria de longevidade, por exemplo, com certos tipos de moluscos, que podem viver quase meio século.”

    Você, realmente, acha que isso é um privilégio, comparado à inteligência, que daqui a alguns séculos nos levará ao domínio de todas as doenças e por conseqüência à imortalidade? Ou você duvida disso?

    Realmente, desconfio que a tal “seleção natural” é um SER inteligente e voluntarioso…

    Antonio Ferreira Rosa

  12. por que então não desenvolveram a inteligência pra se livrar da condição de presa?

    Antônio, tente usar a sua inteligência pra escapar de um leão, no ambiente dele e, daí, a gente conversa. Ou tente estudar sobre a Teoria da Evolução primeiro, porque você, além de não entendê-lá (usando sua ignorância no assunto como uma aliada), está achando que “inteligência”, no nível em que está a humana, é o “resultado” que se deveria esperar do processo evolutivo.

    O que você está fazendo é, basicamente, o que qualquer religioso faria, ou seja, justificar a ausência de conhecimento com a criação de uma divindade que preenche esse vazio.

  13. Barros,

    Você diz:

    “”Antônio, tente usar a sua inteligência pra escapar de um leão, no ambiente dele e, daí, a gente conversa.””

    Só tenho a dizer que você nunca agüentou comigo na argumentação coerente. Sempre te deixei em apuros e quando te deixo encurralado, sem saída, você apela para uns argumentos sem eira e nem beira como esse do leão.

    Honestamente, dei uma boa gargalhada quando li o seu argumento… Isto é o que se pode chamar de desespero de causa… Você com o seu conhecimento sobre a teoria da evolução, que já leu o livro A MENTE SELETIVA, não conseguiu responder nenhuma das questões que coloquei nos meus últimos comentários neste debate.

    Não fique chateado, nem a teoria, nem o livro, tem as respostas para as perguntas que formulei aqui. Se eles (o livro e a teoria) tivessem a resposta, você teria respondido, já que os conhece, e não teria desconversado com o comentário do Leão…

    Desculpa aí, meu caro Barros… Não vai ficar bravo… Ninguém sabe tudo…

    Antonio Ferreira Rosa.

    Vou deixar uma pra reflexão:

    http://antonioferreirarosa.blogspot.com.br/2012/04/tragetoria-da-humanidade.html

  14. Só tenho a dizer que você nunca agüentou comigo na argumentação coerente.

    Meu blog inteiro está cheio de argumentações coerentes que nem você, nem nenhum outro crente que passou por aqui, teve a menor vontade de contra-argumentar. Quanto ao comentário sobre o leão, lamento que não tenha entendido.

    Acho que você, como todo religioso, considera as argumentações mais ou menos coerentes de acordo com o que elas mais ou menos se aproximam daquilo em que vocês já creem.

    De qualquer forma, eu não posso sequer debater com você, já que o foco do meu blog é o Deus bíblico e você criou um deus só pra si.

  15. Você disse:

    “”Meu blog inteiro está cheio de argumentações coerentes que nem você, nem nenhum outro crente que passou por aqui, teve a menor vontade de contra-argumentar. Quanto ao comentário sobre o leão, lamento que não tenha entendido.””

    Não discordo que seu blog esta cheio de argumentos coerentes, tanto que concordo com a maioria deles. Nossa divergência está em um único ponto chave… Isso não exclui a existência de comentários incoerentes, também…

    Voltando a um deles, sobre o leão… Se analisarmos a proposição literalmente, o que não é o caso, a solução da nossa inteligência é, ingenuamente óbvia, as possibilidades são múltiplas, desde subir em uma árvore até injetar-lhe um dardo com sonífero…

    Mas, voltando à questão das “presas” dos tubarões, que motivou essa sua proposição, quero dizer , haja condições adversas por milhões e milhões de anos, nem assim desenvolveram a inteligência. O eu quis dizer foi que: se as condições adversas e outros fatores aleatórios e involuntários, apenas, serviram para desenvolver a inteligência nos humanos, porque não serviriam também para milhares de outras espécies, incluindo aí as centenas de espécies de primatas originalmente, com as mesmas condições, inclusive vivendo no mesmo habitat que nos?

    Não precisa tentar responder por que sei que você não sabe…

    Veja que os argumentos das condições adversas e dificuldade de sobrevivência, em geral, não serviu pra nada, inclusive, não serviu para todos os demais habitantes do planeta, sejam presas ou predadores; habitantes da terra, da água ou do ar.

    Só serviu mesmo, pra nós, os PRIVILEGIADOS humanos!!!

    Não te parece, nem um pouquinho, MUITO ,MUITO, MUITO, suspeito?

    Que tal admitir a possibilidade de uma ajudazinha externa?…

    Não vale mais dizer que isso é visão de crente…

    Antonio.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: