A História das Coisas

..

.

.

.

Anúncios

21 Respostas

  1. Caro Barros, sugestão de leitura, para aumentar seu repertório.

    O TEMPO E A DOR CURAM OS VÍCIOS E O FANATISMO

    (Bruno Gimenes)

    Ao longo dos anos, a humanidade experimentou muitos erros e acertos na relação com a espiritualidade e com as Forças Universais. Chamamos essa ligação de CONEXÃO. A lição maior na qual o amadurecimento – promovido pelos anos que a nossa humanidade já viveu – nos trouxe, ainda que não na totalidade, é que não existe um único caminho para encontrar a CONEXÃO, não existe uma única forma de sermos plenos, tampouco não existe uma única religião, crença ou filosofia espiritual. O que nos conecta a Fonte Maior é um estado de espírito adequado, além disso não é a Fonte que se liga a nós, mas nós é que nos ligamos a Ela. Melhor dizendo, nós nos religamos a Ela, porque nunca fomos separados, apenas estamos separados por conta da barreira que criamos com o ódio, o medo, a vaidade, o orgulho, em outras palavras, por conta do nosso egoísmo, que nada mais é do que achar que somos indivíduos sem qualquer ligação com o Todo.
    A CONEXÃO É ESSENCIALMENTE UM ESTADO NATURAL DO SER HUMANDO. O egoísmo é a consequência dos erros e da imaturidade das almas humanas, pois quando o amadurecimento forjado ao longo de muitos ciclos de vida e morte física acontece, lenta e gradativamente, o egoísmo se enfraquece. O egoísmo é o fruto da imaturidade espiritual. Essa imaturidade espiritual é identificada claramente nos situações de fanatismo religiosos e vícios dos mais diversos. No caso do fanatismo acontece porque aquela alma ainda desconhecedora das qualidades balsâmicas promovidas pela CONEXÃO saudável e verdadeira, ao entrar em contato com pequenos momentos de sintonia com a Fonte Maior, conclui que essa é a única forma, Ele sente-se completamente transformado, pois a força da CONEXÃO é como um choque elétrico: é evidente e intenso e causa uma reação imediata.
    Quando uma alma ainda imatura no caminho da evolução da consciência experimenta lampejos da força da CONEXÃO, ela se fascina porque não conseguia imaginar que tal sensação era possível. Mas ainda sem expressar as qualidades da tolerância, da harmonia e da sensatez em sua alma, de maneira determinista, inicia uma jornada avassaladora no sentido de extravasar a força daquele lampejo de sintonia, sem medir consequências, sem planejar maneiras, sem respeitar o tempo de cada um. O egoísmo latente presente em almas fanáticas não consegue deixar com que elas percebam que aquele mesmo sentimento obtido em uma experiência religiosa também pode ser encontrado em uma atividade gratificante. Um pintor pode perfeitamente encontrar sua CONEXÃO ao pintar um quadro, um cantor ao expressar-se pela música, um jardineiro no trato com as plantas, um atleta na prática do seu esporte e assim por diante.
    Isso é possível porque a CONEXÃO não se dá por uma porta racional ou lógica – num sentido da ciência moderna -, não precisa acontecer através de um mestre espiritual, de um culto, de uma missa ou uma religião, mas a CONEXÃO se dá por resposta da FONTE em relação a um estado de espírito pleno. Mas que fique bem claro que também pode acontecer em uma celebração religiosa.
    A Fonte não faz distinção, não julga, não condena, não faz preconceito, Ela simplesmente abastece aquele que está aberto a Ela. Se você puder expressar seu estado de espírito pleno e radiante, então você sentirá o poder da CONEXÃO, que é o momento em que a sua alma entra em sintonia com a alma do Grande Espírito Criador. Nesse instante de tempo não há doença, não há medo, nem angústia, controle o erros consciências, só há virtudes, plenitude, alegria e paz total.
    CONEXÃO é o caminho que os grandes seres que que mudaram o mundo encontraram. CONEXÃO não é apenas para santos ou mestres espirituais, mas para pessoas comuns, em ambientes comuns e em atividades comuns, que entendem que a força do TODO é a que nos move.
    Estamos ligados na FONTE, ela nos procura o tempo todo, ela reage aos nossos sentimentos e emoções penetrando em nós quando estamos serenos e positivos ou apenas circulando ao nosso redor quando estamos desalinhados, pessimistas, medrosos, ansiosos ou em conflito.

    Não é um ser de luz que determina se sua CONEXÃO acontecerá ou não, mas você! Os seres iluminados, mestres, anjos e santos sempre foram entidades sábias que nos ajudaram e nos ajudam, a entender melhor o processo, todavia, eles também sabem que só existe um caminho para a pessoa conquistar a CONEXÃO: através dela mesma.
    Nesse processo, qualquer caminho de fanatismo é inútil, porque gera conflitos dos mais diversos, aumenta os carmas individuais e coletivos, promove a discórdia e o desamor,
    Nos processos de vícios não é muito diferente pois sensações mundanas de aparente prazer e satisfação, dão a impressão que são caminhos de elevação e bem estar, mas são passageiros pois não são alimentados pela Fonte Maior, que é inesgotável, abundante e constante.
    Viemos da Fonte, fomos criados a Sua imagem e semelhança, por isso somos essencialmente abastecidos, alimentados, protegidos e energizados por Ela. Quando buscamos caminhos para promover nosso crescimento interior, os quais não estejam sintonizados com a Fonte, então sofremos – ainda que não percebamos instantaneamente.E é por isso que o tempo é o maior amigo da humanidade! Em especial, as cíclicas existências as quais o homem vem sendo submetido para que tenha um aprimoramento moral, espiritual e consciencial, que o permita entender a natureza da Fonte a qual ele próprio origina.
    Nenhum vício que o homem experimentou poderá levá-lo ao caminho da CONEXÃO, entretanto ele só entenderá isso quando também sentir a dor, a escassez e o vazio que esse caminho provoca. Então, somente no desespero reduzirá o seu orgulho para se expressar com pureza e respeito com a Fonte, pois conhecedor de seus erros dará passos firmes na direção de seus acertos. Nenhum fanatismo religioso será saudável na busca pelo estado de espírito conectivo, que é aquele capaz de fazer qualquer alma sentir a força do Todo, entretanto, não se pode dizer que o fanatismo seja uma falha humana ou uma doença. Ele é apenas um caminho necessário para alguns encontrarem no futuro – próximo ou distante de acordo com a suas consciências – a ponderação, a sensatez e o discernimento necessários nessa jornada no sentido da reCONEXÃO.

    O tempo e o sofrimento ensinam os extremistas,
    O tempo e a dor trazem ponderação à emoção humana.
    O tempo e a dor impregnam a consciência humana de perfumes conscienciais;
    O tempo e a dor ensinam o homem como digerir o seu orgulho, transmutando em amor e doação;
    O tempo e a dor aproximam as polaridades e diminuem seus efeitos.
    O tempo e a dor trazem amor e sabedoria.

    Quanto mais dor, menos sabedoria. Quanto mais sabedoria, menos rebeldia. O manso é o amadurecido pelas intempéries das emoções doentias, que agora consciente da destruição que tais desequilíbrios promovem, adota para si uma conduta equilibrada. Esta é uma consciência que só é conquistada com o tempo e com a dor. A sugestão é: aceitar mais, perdoar mais, amar mais para que a dor deixe-nos logo e a plenitude aconteça. Amando mais nos tornamos sábios e flexíveis, espantamos a dor e aprendemos mais rápido.

  2. Masoquismo grátis.

  3. “A Fonte não faz distinção, não julga, não condena, não faz preconceito, Ela simplesmente abastece aquele que está aberto a Ela. Se você puder expressar seu estado de espírito pleno e radiante, então você sentirá o poder da CONEXÃO, que é o momento em que a sua alma entra em sintonia com a alma do Grande Espírito Criador. Nesse instante de tempo não há doença, não há medo, nem angústia, controle o erros consciências, só há virtudes, plenitude, alegria e paz total.”

    O cara é completamente delirante e traiçoeiramente vago como convém aos místicos e religiosos….

    ótimo exemplo de DeusIlusão, com o deus travestido de “Fonte”…

  4. …Nesse instante de tempo não há doença, não há medo, nem angústia, controle o erros consciências, só há virtudes, plenitude, alegria e paz total…por isso somos essencialmente abastecidos, alimentados, protegidos e energizados por Ela.

    Resposta:

    Para pessoas idosas, não pode haver velhice pior do que aquela que se está mergulhado no breu. Inúmeras doenças (0 homem criado a semelhança de deus?) corroem a memória. A memória inteirinha e o sentido da vida vai para o brejo.. O que se fez e sentiiu. Esvaziam se nos 80 anos, nossos 90 ou cem anos e muitas vezes acompanhadas de muita dor e sofrimento. Seremos uns desmemoriados sem alicerces, vagando num presente ilusório e desaparecendo e vegetando a cada minuto que passa “abastecidos” e alimentados por sondas num asilo e “energizados” pelo Grande Espírito Criador desmemoriado!

  5. (Bruno Gimenes)

    Escritor, terapeuta holístico, palestrante, pesquisador, mestre Reiki, Karuna Reiki e Sechim(Cura Egípcia).Graduado em Química industrial e black belt em Seis Sigma. É co-fundador do Portal Luz da Serra http://www.luzdaserra.com.br

    É autor do Livro Fitoenergética, A energia das plantas no equilibro da alma, sendo o pioneiro ao abordar este tema. Também é autor dos Livros; Decisões, Sintonia de Luz. Evolução Espiritual na Prática, O Criador da Realidade (co-autoria com Patrícia Cândido) . Seu último é: Mulher, a essência que o mundo precisa.

    Como professor e escritor, tem por missão, ajudar as pessoas a se ajudarem. Busca através de técnicas simples, orientar seus leitores e alunos buscar espiritualidade e encontrar suas missões pessoais, para que com isso possam realizar o máximo de seus potenciais.

    Marca uma consulta com ele, Barros.

  6. Sobre ”as coisas”.
    É um círculo vicioso também, ao se produzir um item de qualidade e durável (à moda de antigamente) seu preço se torna maior e perde-se competitividade com seus similares menos sofisticados, prefere-se então baixar os custos, sacrificando a durabilidade para se manter vendas constantes e maiores.
    Penso que uma otimização da reciclagem dessas ”coisas” minimizaria substancialmente o problema da exploração excessiva de novos recursos. A reciclagem de materiais é um grande e lucrativo negócio à ser explorado fechando mais esse círculo.
    Entretanto, obsolescência ditada apenas pela aparência ou design, desprezando a funcionalidade chega à ser um certo exagero.

    Abraços!

  7. Caro proprietário deste blog.

    Venho por meio desta, comunicar que os comentários de sua autoria, descritos neste blog, vem de forma constitucional, violar o código penal de Crimes Contra o Sentimento Religioso.

    Código Penal – CP – DL-002.848-1940

    Título V: Dos Crimes Contra o Sentimento Religioso e Contra o Respeito aos Mortos

    Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:

    Pena – detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa.

    Informo que estarei entrando com um processo judicial contra você e contra qualquer pessoa que utiliza a liberdade de expressão para deliberadamente ofender pessoas cujo qual não compartilhe de suas crenças.

  8. @Direito Brasileiro

    Você se vê como (a) um paladino da justiça, ou como (b) um crente que não gostou do que leu aqui?

    Se for (a), deverá ser justo e reconhecer que crentes que acusam ateus de cometerem crimes e atrocidades que não cometeram merecem também um processo, visto que a justiça é cega. Deverá reconhecer que quem acusa homossexuais de corromper a sociedade também merece um processo, a exemplo de certo deputado boca rota que vomita preconceito. Se for esse o caso, processe também os administradores de sites cristãos que ofendem ateus.

    Se for (b), então é apenas um crente que não aceita que critiquem o seu deus de estimação. Nesse caso, sua atitude se assemelha à do “cala a boca” que a religião aplicou em quem dela discordava durante quase 1900 anos.

    Religião e fé não são intocáveis, podem ser criticadas, como qualquer outra coisa.

  9. Direito Brasileiro

    Toca o processo pra frente, mas pede a outra pessoa pra redigir, que tu escreve mal pra caralho!

  10. Botsuano, não estou bem agora, mas respondo depois o seu comentário. Grato.

  11. Desculpem se eu bagunçar, mas é que ainda não entendi como se posta vídeos em comentários.

  12. Ajeitei pra ti, Eddie.

    youtube=link (isso entre colchetes)

    Obrigado pelos comentários.

    Até a volta.

  13. Legal, funcionou. Gostaria de saber como o camarada indignado vai processar todos os que assistiram e postaram comentários favoráveis ao que se diz no vídeo em todos os blogs em que ele já foi incorporado. Inclusive as 512 pessoas (até agora) que curtiram no youtube. Eu também curti.

  14. Obrigado, Barros!

    Força aí, cara, espero que se recupere logo. Se eu ainda acreditasse em deus iria rezar por ti e sacrificar um bode (mas nada frutas, porque deus não gosta).

    Até a volta.

  15. @Direito Brasileiro
    Informo que estarei entrando com um processo judicial contra você e contra qualquer pessoa que utiliza a liberdade de expressão para deliberadamente ofender pessoas cujo qual não compartilhe de suas crenças.

    E assim surge o super-herói brasileiro:

    Alguém lhe ofendeu porque você crê em seres invisíveis?! Te gozaram por você falar línguas estranhas no culto?! Te humilharam por não acreditarem que o capeta tava no teu coro fazendo você sofrer?! Alguém lhe ordenou que matasse seu semelhante por ele acreditar em outros deuses?! Deuteronômio 13:6-10
    Oh, whait….O.o
    .

  16. Chame o direito brasileiro…

  17. Caro Botsuano,para você aquela velha dupla sertaneja:

    Caro Direito Brasileiro,
    “Venho por meio desta, comunicar que os comentários de sua autoria, descritos neste blog, vem de forma constitucional, violar o código penal de Crimes Contra o Sentimento Religioso.”(Lei da blasfêmia,versão tupiniquim?)
    R:Então está tudo bem,violamos mas foi de forma constitucional.
    Qual a faculdade que você cursou?A de Direto Canônico da IURD?
    Vá estudar!!!!!


  18. Eu rii

  19. Antes eu tinha pena…

  20. O diabo e filho da igreja e de seus fanaticos fieis esta sempre presente na mente dos cristaos, no decorer da historia as igrejas enriqueceram as custas dele

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: