Brincando de Deus (parte 2)

images

Tentativa Falha de Criar um Mundo Perfeito

Parte 1

 

DEUS: Bem-vindo ao Paraíso, Adão! Calma, rapaz! Não se assuste!! Eu sou o seu Criador! Fui eu que fiz você. Não tenha medo. Queria saber o que você achou da minha Obra.

ADÃO: Eu… Eu… Não sei nem o que dizer.

DEUS: Como assim não sabe o que dizer?? Eu criei um universo inteiro pra você, e não recebo nenhum elogio? 

ADÃO: Mas eu abri os olhos pela primeira vez essa manhã, e nem deu tempo de entender o que está acontecendo…

DEUS: O que está acontecendo é que eu sou Deus. Sou todo-poderoso, onipresente, onisciente, eterno, imutável e perfeito. Sou o seu Senhor e Criador. Agora dê uma boa olhada em volta e veja que beleza que ficou! Fiz esse mundo perfeito pra você, projetado pra você, e pensando apenas em você. E fiz isso justamente pra você poder me encher de elogios. E ainda estou esperando.

ADÃO: Bom… Deixa eu ver… Eu diria que… realmente… parece ser um lugar muito… Ei!, o que são aquelas coisas?

DEUS: Hein?! Onde? Ah, aquilo são as nuvens. Elas são água em forma de vapor. A função delas é condensar e cair na forma de chuva para prover o mundo com água líquida, que é o que sustenta toda a vida que eu criei. Eu projetei tudo nos mínimos detalhes e cada coisa tem sua função. Sendo perfeito, eu teria que criar um mundo perfeito, não é? Mas você dizia…

ADÃO: E depois das nuvens, tem o quê?

DEUS: Ora, tem o cosmos, galáxias sem fim, quasares, asteroides, matéria escura, buracos-negros… Uma infinidade de coisas.

ADÃO: Pra que serve um buraco-negro?

DEUS: Pra que serve?

ADÃO: É. Você disse que cada coisa tem uma função, não foi?

DEUS: Eu disse? Bom, na verdade, o que eu disse foi pra você olhar “em volta”, não “para cima”, entendeu? Veja aí e me diga o que acha.

ADÃO: Tudo bem, vejamos… O que é aquela coisa grandona ali ao lado daquela coisinha de pernas finas?

DEUS: Aquilo são animais. E você precisará dar nome a eles.

ADÃO: Ah… Então o grandão com a juba e dentes enormes eu vou chamar de leão. A coisinha de pernas finas que tá saltitando alegremente em volta dele vai se chamar gazela. Eles parecem tão amigos, não é?!

DEUS: De fato! Criei todos em perfeita harmonia, mas deixei pra você a subida honra de dar o nome a todos os animais da Terra.

ADÃO: O quê?! Você já reparou no monte de bicho que tem por aí? E só de insetos deve ter mais de dois milhões de espécies! Como que eu vou arranjar tempo pra nomear isso tudo?

DEUS: Tempo não é problema. Você vai viver para sempre. Agora eu é que não posso ficar esperando pra sempre você elogiar o meu trabalho! Foi pra isso que eu te criei. E não fique mexendo aí, você tá ouvindo?!

ADÃO: Pra que serve isso? Tá aumentando de tamanho…

DEUS: Para de fazer isso, porra!

ADÃO: Credo! Só queria saber qual a função disso. E qual a função do buraco-negro também, que você acabou esquecendo de dizer…

DEUS: Quem anda esquecido aqui é você. E o elogio que você ainda não fez?

ADÃO: Ah, é mesmo. Bom… Na verdade eu achei o lugar muito legal sabe? Mas é que tem uma coisa…

DEUS: Uma coisa?

ADÃO: É, Deus… Assim… Na verdade mesmo são duas… Quer dizer… São três ao todo…

DEUS: Olha, se você quiser manter a sua saúde em perfeito estado, eu acho bom você desembuchar duma vez…

ADÃO: É que tem uma coisa que tá me incomodando. Vê só: de manhã, eu sentei na grama, sabe?, e a grama é bem viçosa, não é? Bem viçosa e pontuda… Pois é. E eu achei bem desagradável sentar na grama, entende? Não teria como providenciar alguma coisa pra eu usar, de modo que…

DEUS: Já entendi! Tá anotado e vejo isso depois. Próxima!

ADÃO: Então. É que esse negócio de dar nome a bicho e fazer elogios… Isso tá me incomodando também. Eu tô perdidinho na parada, tipo, não sei direito quem é você, nem quem eu sou, nem o que estou fazendo aqui. Aliás, não sei nem onde é esse “aqui”. E aí… Você ficar me pressionando assim… Tá meio que me estressando.

DEUS: Próxima!

ADÃO: É que eu só vi esses… esses animais o dia todo… E agora apareceu você… Tipo assim: eu tô sozinho, né? Não tem ninguém igual a mim e isso me incomoda muito. Daí eu achei que você podia…

DEUS: Vira aqui um pouquinho, Adão.

ADÃO: Aaarrrrh!! Você tá louco?!!

DEUS: Isso se chama dor. Não era pra você sentir dor, mas, já que pediu uma acompanhante, eu vou fazer uma mulher da sua costela.

ADÃO: Isso doeu muito!! E por que você precisa usar uma costela minha? Por que não faz uma mulher sem precisar me aleijar desse jeito?! Você fez as galáxias e os buracos-negros usando costelas?! Agora tô eu deformado, com um osso a menos!

DEUS: Porra, mas tu reclama pra caralho! Puta que pariu!!!

 

‘Continua…

Anúncios

11 Respostas

  1. Mandou bem, Barros !

    O crente que lê isso fica obrigado a refletir um pouco e fica também na complicadíssima situação de explicar, de acordo com suas próprias interpretações as primeiras cenas do Gênesis. Para a felicidade geral da nação cristã pode não haver tanto desconto afinal de contas a tal fé inabalável deve se sair bem, apesar do aperto . Com mais umas poucas doses de desculpas o susto deve passar e a julgar pela história de postura irracional ou como preferimos falar, desonestidade intelectual; tudo deve voltar ao normal. Simples assim.

    Amém.

  2. Barros
    Muito bom, ri muito imaginando a cena: Deus lá de camiisolão , barba longa, cabelão, tudo branco, Adão nu e peitando Deus, “Você fez as galáxias e o buracos negros usando costelas?!”
    E sabe que nunca tinha parado para pensar nos insetos? Coitado do Adão! 930 anos nomeando bichos, insetos, bactérias, pássaros…morreu cansado, o coitado!

  3. Ah, Fernando, que esperança!
    Qualquer tico de reflexão que ameace rondar as periferias cerebrais dos crentes eles logo vão começar a se enfurecer e xingar muito, só para não correr o risco de começar a pensar.

  4. Cara, não faz sentido algum, no seu texto você tá partindo de um ponto que não existe, de onde você tirou que Deus criou o mundo para ser elogiado? Ao contrário, Deus criou tudo por amor, e não para mostrar o quanto é perfeito!

  5. João,

    [[Cara, não faz sentido algum, no seu texto você tá partindo de um ponto que não existe,]]
    R:alvíssaras,finalmente um crente consciente neste blog.
    Obs.:O ponto a que você se refere se chama deus;

    Até.

  6. “Deus criou tudo por amor…”
    imagina se ele nos detestasse.

  7. João, em 09/01/2013 às 23:48 disse: “você tá partindo de um ponto que não existe,”, e depois disse: ” Deus criou tudo por amor”. Pois é, João… sua afirmação sobre a intenção de Deus em criar tudo também parte de uma coisa que não existe. Ou será que só existe o que você quer que exista?

  8. Desculpe entrar aqui, mas é para avisar que vou te destroçar lá no Luciano com esse texto repleto de ignorância. Você foi muito infeliz, além da conta, desta vez kkkkk

  9. Frase da semana: “Deus criou o mundo por amor; imagina se ele nos detestasse.” (Shirley)

    Fernando, rapaz, eu tô até pensando em reeditar os principais livros da Bíblia e criar a Bíblia do Barros, com o objetivo claro de doutrinar os mais jovens para se tornarem ateus. Ou melhor, neoateus.

    João, esse Deus ao qual me refiro é o Deus cristão. Você pode ler sobre ele num livro chamado Bíblia Sagrada, tem umas mil páginas e custa cerca de 50 reais, nas Edições Paulinas. Vale a pena ler; é bem engraçado. Esse seu Deus, a gente se informa sobre ele onde?

    Anônimo, capriche no texto! Depois eu vou lá pra corrigir os seus erros de português.

  10. O Ayan fez um texto enorme falando de mim! Nossa!, eu fiquei superemocionado!! Mas como ele escreve suas teses baseando-se em filmes de Hollywood, como o do Prometeus e aquele dos Lycans vs. Vampiros, eu preciso ver esses filmes primeiro, né?, pra ver se eu consigo entender o que ele tá falando. Nao li o texto todo porque é muito grande, mas eu salvei no iCloud para não ter perigo de perder o primeiro artigo sobre a minha pessoa já publicado. Quando eu ficar famoso isso vai valer milhões.

    Tomara que ele não tenha usado o Harry Potter nas comparacões dele, porque aí é sacanagem! Não vou ver aquela bosta.

    E, pelo menos até agora, eu acho que entendi a distinção que ele estabeleceu entre ateu MESMO e neoateu.

    Parece que o neoateu é aquele que resolveu entrar numa cruzada para exterminar os crentes e pôr um fim nas religiões, enquanto o ateu MESMO é aquele que resolveu entrar numa cruzada contra os neoateus, já que esse, o ateu MESMO, nao se importa se Deus existe ou não, nem vê nenhum problema em as pessoas quererem pautar suas vidas num monte de mitologia desenvolvida por criadores de cabras do deserto, cinco ou seis milênios atrás.

    Se brincar, o ateu MESMO até frequenta igreja e paga dízimo.

  11. Seu textinho “parte 2” já foi comentado com todo carinho lá no Luciano. Espero que não leve para o pessoal, mas vacilou do começo ao fim. Desculpe a invasão.

    http://lucianoayan.com/2013/01/03/uma-tatica-para-devastar-a-apologetica-neo-ateista-a-tatica-prometheus/#comment-13292

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: