Brincando de Deus (parte 5)

família cristã.’

A maior e melhor prova de que Deus é um personagem de ficção é justamente o livro em que ele “se revela” à humanidade. Na Bíblia, todas as limitações dos seus diversos coautores humanos são repassadas para Deus e para o mundo que ele criou. É somente essa constatação que permite entender não só por que a infinitamente poderosa divindade cristã precisou limitar seu poder supremo de criação e nos deixar um mundo tão mal acabado, como ter ela resolvido “se revelar” através de um meio tão prosaico quanto o da narrativa de suas façanhas, cósmicas e terrenas, que era o mesmo expediente adotado por várias outras divindades de povos muito mais antigos do que aquele que ela escolheu para editar seus livros.

O artifício usado pelo crente para não encarar essa verdade nos olhos é até bastante eficaz. Ele lê a palavra do seu Deus da maneira que lhe é mais conveniente. O problema é que, como o que é conveniente pra mim pode não ser conveniente pra você, esse subterfúgio acabou gerando, ao longo dos últimos séculos, cópias e mais cópias de Deus, cada uma com sua parcela de seguidores, cuja prioridade maior parece ser a de convencer os outros de que são os detentores do Deus original. Só isso já bastaria para transformar qualquer paraíso num inferno.

E por falar em Inferno, esse seria o primeiro retoque que eu faria na obra dessa criatura perfeita, eterna, imutável, onipotente, onisciente e onipresente que quer posar de “boazinha”, mas que ameaça com a possibilidade de castigos indizíveis, durante toda a eternidade, aqueles que, nesse jogo de esconde-esconde, não fingirem que sabem onde ele se meteu. Sim, porque Deus, na sua infinita perfeição e sabedoria, achou que se esconder seria a melhor maneira de convencer as pessoas de que ele não é uma invenção da cabeça delas.

O crente, mais uma vez, precisa recorrer a um estratagema para manter sua ilusão. Quando alguém manda um e-mail mostrando uma paisagem belíssima, com montanhas nevadas e um céu azul ao fundo; ou um grupo de crianças brincando num gramado verde com animaizinhos fofinhos; ou uma família feliz e bem de vida lendo a Bíblia no seu amplo apartamento de classe média-alta, em tudo isso ele vê a presença de Deus, e com esses exemplos ele endossa as invejáveis qualidades do seu Criador.

Mas é fato que nem tudo serve como exemplo, e é sempre necessário pensar numa desculpa para as guerras, fome, pestes, injustiças e toda sorte de desgraças que circundam tão de perto aquela paisagem belíssima, as crianças na grama e a família feliz em seu prédio de apenas um apartamento por andar.

y1pnjeyupqx6wzxjwrdc3xnocfwy_d_kvpnokaxseenvisic71tq7gtkzvnybzglethr0peygktgnt576smclryoq1

 

 

Anúncios

10 Respostas

  1. Complicado é ter que ouvir sempre os mesmos argumentos para sustentar o insustentável. E ainda fazer cara de interessado como se fosse a primeira vez. Para não passar uma imagem de arrogância. =(

  2. Maycon,

    por mais óbvio que seja pra você, seu comentário acabou por me deixar com duas interpretações possíveis para ele. A de que você concordou e a de que você discordou com o artigo. Eu tenho o hábito de fazer isso com bastante ironia e quando o discurso é falado eu geralmente deixo a entonação da voz mostrar minha real intensão e o lado que supostamente defendo.

    Não porque eu concorde com o artigo em si nem que eu prefira que as pessoas também o façam, mas nesse caso tenho a tendência a imaginar que você o aprova.

  3. Quem criou papai noel?Resposta:O comercio,Quem criou esse tipo de religiao comercializada?O tempo que achou a fraqueza de certos seres,no decorer das pressas,a falta de reis e rainhas a falta de um paizao.Mas que ha no universo algo de positivo que conspira a favor da existencia isto nenhum burro pode negar.Eh so comer capim verde que eh a base do conhecimento,E pronto final.Capim no ponto.verdinho.Viu burrinhos.

  4. Foi o conhecimento que nos permitiu chegar a onde chegamos. Parebens pelo texto e continue escrevento.

  5. Obrigado.

    Um abraço.

  6. “Você não é derrotado quando perde. Você é derrotado quando desiste.” (Paulo Coelho – em breve, no DeusILUSÃO:

    Por favor, não!!!! Você vai se render. Este pensamento, como todos dele, é de outra autoria! Paulo Coelho??? É uma piada?!!

  7. Anônimo, você deve ter nascido de sete meses! Espere, pelo menos, eu escrever o texto; depois você critica! Pelo menos é assim que as coisas deveriam funcionar.

    Essa citação foi atribuída a Paulo Coelho pelo jornalista Marcilio Godoi, da revista Língua. Se ele plagiou alguém, não é culpa minha.

    E outra, acabei de ler — pela segunda vez — a biografia de Paulo Coelho. Um livro excepcional de Fernando Morais, graças à vida excepcional de Paulo Coelho.

    Esse é o segundo livro que leio de Fernando Morais, mas nunca li nenhum livro de Paulo Coelho. Entretanto, depois de ter lido duas vezes a biografia dele, posso garantir que ele deve ser o melhor humorista do mundo, pois o mundo todo adora suas piadas.

  8. Tem razão. Por mais que os intelectuais o desprezem, ao menos ele provou que o mundo é místico. Absolutismo em crendices. Axé! E muita grana no bloso! Mas na gramática… Salve Jorge! Salve os ghost writers. Ele desbancou o escritor do mesmo estilo na Rússia. Vejamos a quantas anda o misticismo no Deusilusão.

  9. “A causa da derrota não se encontra no obstáculo ou no rigor das circunstâncias; está no retrocesso na determinação e na desistência da própria pessoa. Se falasse em dificuldades, tudo realmente era difícil. Se falasse em impossibilidades, tudo realmente era impossível. Quando o ser humano regride em sua decisão os problemas que se erguem em sua frente acabam parecendo maiores e confundem-no como uma realidade imutável. A derrota encontra-se exatamente nisso.”
    (Daisaku Ikeda)

    “A pior derrota de uma pessoa é quando perde seu entusiasmo.”
    (H. W. Arnold)

    “Um homem não está acabado quando enfrenta a derrota. Ele está acabado quando desiste.”
    (Richard Nixon)

    Este é Paulo Coelho. Sinistra inteligência em copiar tudo pelo mundo e suas culturas e condensar em livros de “sua autoria”. Muda algumas palavras aqui, outras ali, e no fundo, engana o mundo inteiro. Dinheiro sujo. Depois de entrar para a ABL, a Literatura perdeu a seriedade no Brasil. Mas, diga lá. Aguardo o texto. Você é um cara sagaz.

  10. […] 15/01, Barros concluiu o desafio (que ele havia prometido para o dia 09/01), com os posts Brincando de Deus (parte 5), e  Brincando de Deus (parte 6) e  Brincando de Deus […]

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: