Cristoólatra [Republicação]

.

LRC é como um leitor do blog se identifica nos comentários. Eu temo pela alma dele, porque, se ele está com vergonha de escrever o próprio nome para defender o Jesus dele das ofensas perpetradas por esse ateu do demônio, ou muito me engano, ou o tal do Jesus também vai ter vergonha de pronunciar o nome dele diante do Pai.

O  leitor LRC escreveu sobre mim, nos comentários:

      Como pode um sujeito NÃO acreditar num cara e, no entanto, VIVE citando o nome dele?… afinal, se ele não existe, qual é a razão desse site? Simplesmente NÃO acredite e pronto.

Infelizmente para vocês, religiosos, ainda vivemos numa sociedade composta, em sua maior parte, por crentes de manada (os maria-vai-com-as-outras) e crentes de programa (os que vivem à custa de um Deus-cliente que lhes promete uma eternidade de delícias em troca de favores dos mais pervertidos). Esses dois tipos de crente são apenas usuários da droga Deus; eles não fazem parte do cartel que pega mesmo em armas para defender seu negócio. Se esses fossem a maioria, eu não teria coragem de manter esse blog. Como já disse várias vezes: eu sou um ateu muito covarde.

Uma das razões desse site é justamente para lembrar, a gente como você, que gente como eu ainda pode exercer o direito de discordar da maioria, sem correr o risco de ser morto, como é a vontade do Deus que você acredita ser a personificação do amor, da tolerância e de tudo mais que é bom.

Um crente dizer a um ateu “Não acredite e pronto” é, mais ou menos, o mesmo que um político corrupto dizer a um político honesto: “Não aceita propina? Problema seu! Mas Vossa Excelência não ouse criticar quem aceita!”. 

      Tenho uma amiga ateia, sabe o que ela faz? NADA, não faz blog nem “briga consigo mesma”, como fazem  vocês, frequentadores desse site. Têm MEDO do desconhecido, de si mesmos… e então, NEGAM o o óbvio, ATACANDO aquilo que lhes é claro, cristalino… Freud explica…

O que seria esse “óbvio” tão “claro e cristalino” que os ateus atacam? Seria Deus? O mesmo Deus que, de tão óbvio e cristalino, inspira a construção de uma nova igreja a cada mês, para se juntar às centenas e centenas que já existem, cada uma dizendo uma coisa diferente sobre o que ele é e sobre o que ele quer; sobre o que fez e o que ainda vai fazer?

       NÃO TENHAM medo, Deus não é nada disso que vocês pensam, e que algumas visões equivocadas de certas religiões implantaram durante anos. Deus NÃO TEM NADA A VER com religião

Visões equivocadas de “certas religiões”? A “sua” religião, por acaso, não está equivocada, eu suponho.

E Deus não tem nada a ver com religião? Jura? Façamos um teste.

Ingredientes:

– 300 crianças recém-nascidas, todas de pais católicos;

– três ilhas completamente desabitadas.

Modo de preparo:

– divida os 300 recém-nascidos em grupos de 100;

– deixe um grupo em uma das ilhas, completamente abandonado à própria sorte;

– deixe o segundo grupo na segunda ilha, mas providencie um exército de robôs japoneses altamente especializados em tarefas como trocar fraldas, dar sopinha, cuidar de doenças, etc.;

– coloque o terceiro grupo na última ilha, junto com um casal adulto de Hare Krishnas.

(Lembre-se de abastecer regularmente a segunda e a terceira ilhas com víveres suficientes.)

Espere duas décadas e veja o que você vai encontrar, quando voltar lá:

– na primeira ilha: 100 esqueletos de bebês;

– na segunda, uma civilização bem estranha de adoradores de um deus-robô-japonês invisível;

– na terceira, uma feliz comunidade de Hare Krishnas.

Deus tem tudo a ver com religião, porque é a religião que faz as pessoas “precisarem” acreditar num determinado deus, não necessariamente no “seu” Deus, com D.

Em outro comentário, LRC  escreveu:

      “O essencial é invisível aos olhos”. Você, certamente, não acredita nessa frase: não vê o ar, não é palpável. (…) Puxa vida, esqueci: você só acredita no que vê e apalpa…

Esse pensamento é bastante comum entre os religiosos e serve muito bem como exemplo da visão equivocada e distorcida que os crentes têm do mundo. É com esse tipo de raciocínio enviesado que eles sustentam a sua fé enviesada num Deus enviesado. Faz sentido.

Mas um ateu não “acredita” apenas naquilo que vê e apalpa. Nós não acreditamos no seu Deus, senhor LRC, pelo mesmo motivo que não acreditamos em sacis e em vampiros. Não só porque não podemos vê-los e apalpá-los, mas porque nos demos conta de que deuses, sacis e vampiros são apenas histórias que as pessoas inventaram para assustar as crianças. Eu sei que o senhor não concordará comigo, mas sei também por quê.

O crente, o religioso, é um drogado em permanente estado alucinatório. Como existe gente viciada em crack, em cigarro e em cachaça, existe gente viciada em Deus, em Krishna, em Alá… Mudam os nomes e os infernos, mas o “barato”, a “viagem”, a “lombra”, a “noia”, a embriaguez, o delírio, tudo é o mesmo.

Pra mim, foi muito fácil ficar “limpo”, foi muito fácil “me desintoxicar”, porque, na verdade, nunca fui um usuário “pesado”. Nunca dependi tanto assim de Deus.

Sua religião é um vício nocivo à sociedade e à humanidade como um todo, mesmo que, eventualmente, possa lhe trazer benefícios.

Deus é uma droga” é o nome de um texto de Richard Dawkins que eu traduzi, e que explica bem essa comparação. Você não poderá concordar com ele pelo mesmo motivo que um bebum não pode concordar que a bebida alcoólica lhe é danosa, enquanto estiver curtindo a felicidade artificial que o álcool produz no cérebro. A diferença entre um religioso e um pinguço é que o pinguço viveria bem menos se, como o crente, conseguisse ficar o tempo todo de porre.

.

Anúncios

20 Respostas

  1. O Strodrigo diz que as religiões são bem sucedidas porque propiciam sensação de bem estar e acolhimento. Eu já acho que uma das maiores razões é a simplificação de tudo ao ponto da imobilidade mental.
    A pessoa achar que prova alguma coisa falando absurdos: como você não vê o ar,mas sabe que ele existe, ou: você só acredita no que você apalpa…
    No máximo prova que abdicou de usar o cérebro para pensar e se contenta com as asnices ditas por outros.

  2. Continua com bons textos. Que bom.

  3. as 100 crianças dessa 2* ilha deus rôbos , adoram o DEUS RÔBOS e nao a religiao. entendeu ??? e as criança da 1* ilha é lógico que elas morreriam sem ter ninguem pra cuida-los pois as crianças sao dependentes e incapazes de sobrevivencia proprias . 3* a fonte (deus) existe indepedente de acreditamos ou nao nele(a) a fonte(deus) nao inventou crenças,dogmas ou religioes, isso tudo foi criado pela vaidade e orgulho dos terraqueos . ok. edintellectus@hotmail.com

  4. . 3* a fonte (deus) existe indepedente de acreditamos ou nao nele(a) a fonte(deus) nao inventou crenças,dogmas ou religioes, isso tudo foi criado pela vaidade e orgulho dos terraqueos

    Eu posso aplicar o mesmo raciocínio para cada um dos deuses já inventados… Logo, ou todos os deuses existem, ou todos são invenção da mente desses terráqueos. Com qual opção você fica?

  5. Alguém que escolha um deus importado do oriente, que por questões históricas foi trazido pela colonização, tem muitas dificuldades de dizer que creem por este fator aleatório, afinal se deus não se apresentou pessoalmente. Para refutar essa situação criam nas suas pobres mentes a alucinação de verem o seu deus particular, falando, normalmente em sonhos, dando conselhos.

    Esse amigo imaginário, particular, só se apresenta aos pobres diabos crentes. Cada região tem uma história de sonhos e visitas! Mas tudo tem que ser escondido, sorrateiro, para não abrir a representação “insana” aos olhos da verdade.

    O seu deus é o deus da moda ou o que você acatou! Poderia ser um robô, um Moai, Penis do macaco, Shiva, Thor! Basta querer aceitar! Só entenda algo simples, existem mentes que não os concebem, não adiantando tentativa de “implantar” em terceiros, se estes terceiros não tem propensão à alucinação!

  6. barros,todos os deuses, sao invençao das mentes desses terraqueos, que inventaram apego para anestesiar os sofrimentos deste planeta , mas a FONTE =( o que deu a causa a cada seres:animal,vegetal,mineral,seres invisiveis , etc…) EXISTE e pra fácil compreensao ,pedido de ajuda ou apego , chamamos a FONTE das CONCIENCIAS materializada ou invisiveis de DEUS . entendeu ???espero que tenha sido claro na opniao .

  7. Ah!, mas eu entendi, sim. Só gostaria que você me explicasse como você tomou conhecimento disso, ou seja, como você chegou à conclusão de que essa tal fonte existe, porque, até agora, ela é só uma ilusão da sua cabeça.

  8. se vc existe ou melhor , tudo pra existir tem que 1* sair de uma fonte e essa fonte é que dar a origem(a causa) a tudo que é visivel(material) ou invisivel(energia) , mesmo que essa existencia (ser/materia/energia) nunca venha ter conciencia disso , entendeu ???

  9. Entendi. Então, seguindo seu raciocínio, de qual fonte Deus saiu?

    Suponho que você vai precisar me responder que “Deus é a primeira causa”, ou coisa do tipo, o que é bem conveniente, porque é a única maneira de manter seu sonho de pé: criar um argumento que se aplica a tudo e qualquer coisa, menos àquilo que o próprio argumento defende…

    Ora, seu marcos edson, não me faz te pegar nojo!

  10. O sucesso desse blog tem fundamento, porque tanta merda que tem aqui, só acreditando no diabo, que é tão obtuso, burro, que achou que Abel era o Homem enviado.

  11. “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite. Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz. Mas a sua voz ressoa por toda a terra e as suas palavras até os confins do mundo. Nos céus ele armou uma tenda para o sol, que é como um noivo que sai de seu aposento e se lança em sua carreira com a alegria de um herói. Sai de uma extremidade dos céus e faz o seu trajeto até a outra; nada escapa ao seu calor.”
    Salmos 19:1-6

    O deus do neoateu é o NADA que criou, DENTRE TANTAS MARAVILHAS, OS CÉUS, A TERRA, MARES E OCEANOS, DARVIM, SÓCRATES, PLATÃO…, os iluministas Montesquieu, John Locke, Voltaire, Jean-Jacques Rousseau, Bento de Espinosa, Adam Smith… Essa galera fundou o Iluminismo que, claro, trouxeram luz para as mentes obscuras que se sumetiam ao Clero que nunca passou dse uma sociedade, uma nação capitalista ao extremo, um secto altamente perigoso. Prender o Feliciano, etc… basta um pouco de mídia. Por falar nesse senhor, se tivéssemos um bom Legislativo, ele seria enquadrado, uma vez que que disse que quem não está no evanmgelismo, pode se foder em acidentes. Lennon tomou 3 tiros porque, diz a lenda urbana que foi a CIA, mas, de qualquer forma dizer que cada tiro era para uma entidade, eu oergunto: O que esse ser desequilibrado quis ser deputado? Um ateu, um macumbeiro seriam qualificados como como cidadãos? Não querendo parecer piegas, mas um homem ateu (e decente) poderia se sair melhor.

    Conclusão: Só tem filho da puta administrando o Brasil. Eu juro que que quando o BR foi escolhido, ganhou sei lá, eu pensei: ESTAMOS CUMPRINDO ORDENS. mAS DE QUEM??? ALGUÉM DUVIDA QUE QUE PT PODE ROUBER MAIS UM MANDATO? MAS QUEM ESTÁ POR TRÁS?

    Eu amaria ver esses ímprobos, gatunos, sem amor no coração (Deus é pedir demais), em catres, mas não como o do Graciliano Ramos, pois esse escritor genial foi preso justamente por lutar por uma nação justa que, lamentavelmente, não é – até hoje – o caso do país mais lindo do mundo. :

  12. “O seu deus é o deus da moda ou o que você acatou! Poderia ser um robô, um Moai, Penis do macaco, Shiva, Thor! ”

    “Penis de macaco”???? Sem chances. No mínimo do super-saracura hahaha. Ateus…Nada na cabeça ;)

  13. “Ateus… Nara na cabeça.”

    O típico comentário de “pombo”.

  14. Quem adora um instrumento de tortura pode adorar qualquer outra coisa idiota, como um pênis de macaco…

  15. otimo texto Barros
    sobre as manifestaçoes de repudio e a do ateu Rodrigo sobre a questao do porque o Barros fica cutucando Deus & sobre esses assuntos de modo geral a minha opiniao é a seguinte:
    1 – Se crentes tem seu espaço para criar suas lendas e historias inveridicas, porque nao as pessoas nao crentes trocarem ideias e opinioes. como disse a Shirley desabafar?
    2 – que fique claro>Barros e outros do blog pouco atacam os crentes na verdade. O alvo é o ser imaginário criado por eles.
    Tirando alguns apelidos e colocaçoes que o Barros faz como: Crente de manada , crente de programa e outros, isso é ate pouco pela discriminaçao que os nao crentes sofrem, principalmente aqueles que se declaram gys e lesbicas, como a Daniela Mercury! (perceberam que ela agora tem outra ligaçao com o lendário Freddie mercury??)
    O Barros ofendeu mais o proprio “Deus” – como no seu texto> Quando Deus cagava no mato e outros varios! — mas ate que com os religiosos nao há quase ofensa, exceto aqueles que entram no blog para ofender
    3 – Respondendo ao Rodrigo, acho que o Barros criou diversas interpretaçoes e buscou ate novos fatos e argumentos sobre o assunto, nao acho que a discussao tenha terminado como voce diz do ponto de vista filosofico, muito pelo contario!
    Com o surgimento de novas ceitas, doutrinas e tudo o mais aumentou e muito o confronto! – na epoca dos filosofos mais antigos , ate mesmo do seculo passado e XXI nao havia NOVA ERA – Televangelistas – Lei da Atraçao – Cientologia e o Espiritismo estava apenas começando.
    na verdade do ponto de vista social a coisa mudou tanto que é por esse mesmo motivo que se tem tanto o que debater e o que po BArros argumentar!
    Que fique claro : O barros e outros ateus . deste blog ou ao redor do mundo , nao são contra e nem tem vontade de agredir e guerrear com os religiosos, mas sim com o DEus imaginario que leva as pessoas a fazer o que fazem e as vezes a ser o que sao! Ex: Racistas!!!!
    Se as pessoas deixarem de acreditar muita coisa muda!
    Afinal quem gosta de brigar e guerrear por causa de Deuses sao os religiosos que se sentem ofendidos e tomam as dores de seus deuses que como nao existem nao podem fazer nada e se denfender! — No fundo eles tambem sabem que esses deuses nao existem , mas o EGO é tao grande que preferem morrer e matar pela mentira do que aceitar a verdade!!
    Rodrigo: se os ateus nao se manifestarm um pouquinho, como fica as coisas entao!? Isso é apenas um blog que tenta ao menos iluminar a cabeça das pessoas, ate agora nao vi intençao no Barros de mudar leis – Criar PLs – comover pessoas de tal forma , numa militancia! formar partido politico nemhum!!! e olha que existe o PSC – partido da democracia crista! só nao sei como o Cristianismo ou qualquer outra religiao pode ser democratica?
    Será que nem um blog pode haver para se manifestar ideias ateistas??
    Acho que vc Rodrigo esta sendo incoerente e ate inocente demais?
    Leia outros textos do Barros vc vai gostar – talvez muda de opiniao!

  16. É isso mesmo, Greg. Muito obrigado pelo comentário e pelas pertinentes observações. Concordo com tudo.

    Agora me diga, você acha que a sociedade religiosa iria ou não se manifestar contra a criação de um PAB – Partido Ateu Brasileiro?

    E há algum protesto dos ateus contra o Partido Social Cristão?

    Quem seriam os discriminadores então?

  17. ““Deus é uma droga” é o nome de um texto de Richard Dawkins que eu traduzi, e que explica bem essa comparação. Você não poderá concordar com ele pelo mesmo motivo que um bebum não pode concordar que a bebida alcoólica lhe é danosa, enquanto estiver curtindo a felicidade artificial que o álcool produz no cérebro. A diferença entre um religioso e um pinguço é que o pinguço viveria bem menos se, como o crente, conseguisse ficar o tempo todo de porre.”

    Richard Dawkins é uma droga moderníssima. É usada todos os dias. E causa um certo torpor no começo, mas depois a pessoa fica violenta, achando-se o centro de tudo.

  18. Caro Greg,

    Acho que você não entendeu o sentido intrínseco da minha crítica. Vou repetir alguns pontos e apontar algumas afirmações que estão não embasadas.

    “Será que nem um blog pode haver para se manifestar ideias ateistas?? ”

    Pode não ! DEVE ! É importantíssimo. Temos que aproveitar a liberdade que uma democracia laica nos proporciona, ao máximmo. Porém temos que agir com parcimônia. Justamente por causa de outro ponto que você levantou.

    “Isso é apenas um blog que tenta ao menos iluminar a cabeça das pessoas”

    Bem, em resposta a minha crítica o Barros disse que esse não era nem de perto o objetivo do blog. As exatas palavras dele foram :

    “Aí, meu caro, os temas sobre os quais já escrevi aqui me ajudam a soltar os cachorros em cima do camarada. Porque eu não quero mesmo dialogar com uma pessoa dessas. Se for pra falar essas merdas, eu quero ela bem longe de mim.”

    Nesse ponto não poderia discordar, se o objetivo é “desabafar” e “bater boca”, então : ótimo trabalho !

    Se o seu objetivo é iluminar, isso é ótimo. A ciência e o secularismo, precisa de pessoas como você. Mesmo que você não seja cientista e não produza conhecimento, ajudar a difundir o conhecimento e combater o obscurantismo é ainda, de grande ajuda.

    O ponto central da minha crítica é essa. O escárnio, deboche, palavras baixas e discurso raso, não são boas armas para “quebrar o encanto”. E isso remete a outro ponto que acredito não ter ficado muito claro.

    “Acho que o Barros criou diversas interpretaçoes e buscou ate novos fatos e argumentos sobre o assunto, nao acho que a discussao tenha terminado como voce diz do ponto de vista filosofico, muito pelo contario!
    Com o surgimento de novas ceitas, doutrinas e tudo o mais aumentou e muito o confronto! ”

    Essa é a impressão de quem leu pouco, mas muito pouco, sobre ateísmo. Procure ler mais ! Desde de o século passado vários filósofos já destilaram aspectos da teologia, apontando todos os aspectos de incoerência e ilogismo. Nenhum teologista até o presente argumento conseguiu rebater filosoficamente, os trabalhos de Nietzsche, Kant, Freud e Ludwig Feuerbach, É claro que muitos argumentos que já foram rebatidos, continuam ecoando até hoje, porém as respostas que desmascaram essas falácias já existem e são antigas. Você pode selecionar qualquer argumento ou observação que você viu aqui e eu poderei lhe informar quem foi o autor da ideia e em que época.

    Não disse nem antes, nem agora para desmerecer o Barros ou qualquer outro aqui, pelo contrário ! Só quis mostrar um ponto que alguns autores já entendem hoje. A filosofia já mostrou a muito tempo que Deus é muito improvável e se ele existe, ele ainda não se manifestou de maneira detectável e portanto ninguém sabe nada, absolutamente nada, sobre ele. Porém apenas a demonstração lógica, não foi e não é o suficiente !

    O fato de novas seitas evangélicas terem surgido e evoluído (agora a fé de fato move montanhas, montanhas de dinheiro), apenas corrobora com o meu argumento, que aliás nem é meu originalmente !

    E por que não funciona ? Isso tem muito a ver com outra posição sua :

    “que fique claro>Barros e outros do blog pouco atacam os crentes na verdade. O alvo é o ser imaginário criado por eles.”

    Não existe distinção real entre o que você e o que você acredita, o que você acredita determina o que você faz, o que consome e com quem se relaciona. O que você acredita, determina quem você será.

    Isso se aplica a todos os seres humanos. Debochar do que você acredita, te ofenderia tanto quanto debochar da sua aparência ou atributos físicos. (Vide o quão acalorados são os debates entre capitalistas e comunistas.).

    Você e eu também não daria atenção a quem te critica usando deboche e escárnio. Primeiro precisamos convencer a pessoa a usar a razão livre de sentimentos. Depois disso é que argumentamos. Sempre mantendo o respeito e a cordialidade.

    Só porque os televangelistas são baixos, não quer dizer que devemos agir igual.

    Último ponto :
    Se as pessoas deixarem de acreditar muita coisa muda!

    Você tem algum exemplo de sociedade que alcançou a prosperidade por que seus membros pararam de acreditar em Deus para sustentar essa afirmação ?

    Todos as vezes que se tentou iluminar as pessoas, “forçando a barra” com propaganda difamatória, fechando igrejas e outras ações do tipo, a população se voltou contra o governo . Estou falando dos regimes comunistas do último século !

    Existe sim uma relação entre não religiosidade e prosperidade social, mas ela é oposta a que você propôs :

    Nos países onde o progresso foi alcançado, e o abismo social diminuiu de fato, a religião perdeu adeptos aos montes ! ( Suécia, Noruega, Japão, Islândia, etc), O que entra em coerência com a minha afirmação de que religião, triunfam onde há carência.

    Eu diria que inocência é acreditar que uma tática que vem dando errado a mais de 100 anos, vai dar certo eventualmente…

    Um abraço !

  19. Partido Ateu Brasileiro não faz sentido, porque não existem valores sociais, econômicos e políticos que se apliquem a todos os ateus.

    Cristãos tem opiniões iguais sobre questões iguais. Ateus não !
    Essa parte ai.. viajou…

  20. he-he-he

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: