O Evangelho segundo o Criador – Capítulo 1

.

Eu sou Deus.

Meus poderes mágicos são inconcebivelmente ilimitados. E isso significa que eu posso fazer tudo e qualquer coisa. “Tudo” e “qualquer” coisa mes-môôôô!

É querer e estalar os dedos, que meus pensamentos se tornam realidade, a coisa pensada acontece, ou ganha vida, ou surge do nada na minha frente. Na verdade, não preciso nem estalar os dedos. Eu penso e pronto: já foi!

Pois bem. Eu criei vocês, seres humanos, para habitarem este planeta, e ainda construí o universo todo só pra… tipo… Sei lá!, só sei que sem tudo o mais em volta, seria como uma tela de computador sem papel de parede, entende? Você sabe que tem que ter alguma coisa ali, servindo como “pano de fundo”. Ia me dar nos nervos saber que não coloquei nada lá, quando podia ter colocado alguma coisa. Aí, como não dava pra ser uma foto minha num passeio de férias, nem a imagem de um animalzinho fofinho, eu construí as galáxias!

Mas, enfim, deixa eu adiantar um pouquinho, que a conversa é bem outra. 

Depois de uns tantos fracassos, uns arrependimentos, uma descarga global, uns extermínios e uns assassinatos que eu cometi tentando ajustar as coisas pra salvar a minha reputação de Criador perfeito e sabe-tudo, acabei chegando à conclusão de que a minha obra (vocês!) desandou a tal ponto (de novo) que ia precisar mudar mesmo todas as regras que eu já havia estipulado. 

Meu primeiro pensamento foi: “Puta que pariu!, como que eu faço isso?” Aí eu lembrei que sou Deus, onipotente e tal, e tentei me acalmar.

Muito bem. Eu pensei, então: “Qual é o meu problema afinal?” E eu mesmo me respondi, já que ninguém mais no universo é mais inteligente do que eu: “O meu problema é que vocês aí nunca seguem as minhas regras!”. Eu ameaço, eu extermino, eu executo, eu chantageio, mas ninguém me leva a sério! Eu sou a porra do Criador do Universo, caralho!!! Por que vocês não me respeitam?! Porra!

Então… Continuando… Quando eu vi que estava completamente sem moral, mesmo tendo me revelado dizendo quem “Eu Sou”, dado amostras do meu poder, ditado as minhas regras; mesmo tendo sido tão presente na vida de vocês, falando-lhes através dos meus profetas, enviando anjos para destruir cidades, lutando em suas guerras, mandando pragas e tal, eu resolvi que deveria lhes dar um ultimato: quem não reza pela minha cartilha não come do meu pirão! Mas como fazer isso? Como fazer vocês entenderem que as regras haviam mudado, ao mesmo tempo em que deveria lhes deixar por sua própria conta e, ainda, cientes desse ultimato?

Eu devo admitir que a ideia não foi completamente minha. Um anjo aqui em cima, percebendo meu estresse divino por conta dos pecados de vocês, apenas disse algo como: “Pena que eles não tenham um bode, não é, Altíssimo?”.

Isso, claro, fazendo referência a uma brilhante ideia minha, pela qual as pessoas podiam acumular vários pecados e cometer delitos sem conta, mas, se transferissem suas culpas para um bode, eu as perdoaria por tudo de mal que houvessem feito, afinal, ora!, todas as suas faltas, crimes e transgressões haveriam passado para o animal, não é mesmo? As pessoas não seriam mais responsáveis por tudo aquilo, e, então, não haveria por que eu castigá-las.

Foi quando eu tive essa ideia: “Por que não lhes enviar um bode?”. E aquele mesmo anjo completou: “Senhor, sabe quem daria um bode perfeito?”.

Sim… é  claro que eu sabia.

. 

Capítulo 2       Capítulo 3.

Anúncios

2 Respostas

  1. SE SENTINDO INCOMODADO, como diz uma das frase de sentimento do Facebook. Como o Barros ousa escrever como se fosse Deus, e ainda em tom de deboche???? .

  2. SE SENTINDO UM PECADOR NECESSITADÍSSIMO DA GRAÇA DO SR JESUS . É q Deus é muito misericordioso, por isso tem aguentado essas infâmias e delitos mil. Mas eis que o Grande Dia vem, preparemo-nos em fé, humildade e arrependimento, para q sejamos considerados dignos da coroa eterna.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: