Espiritismo: sua alma é reciclável (parte 5)

<< Parte 1

clique

.

Ouvi de uma colega que ela havia se convertido (se filiado? aderido? — não sei, de novo, que palavra usar) ao Espiritismo porque presenciou uma médium de 40, 45 anos incorporar o espírito de uma garotinha, durante uma sessão, e passar a falar feito criança. Ela disse que ficava arrepiada só de lembrar, e me garantiu que eu também ficaria, se tivesse visto a cena. Eu rebati que esse tipo de coisa não é pra mim: não tenho medo de demônios, nem de almas penadas, nem de vampiros, mas pode apostar que jamais permaneceria no mesmo ambiente com alguém que fosse querer me convencer de que espíritos existem, e, pior, que acabou de ser possuída por um…

Um velhinho uma vez me perguntou se eu teria coragem de entrar numa sala onde houvesse uma pessoa possuída pelo Diabo. Como eu lhe garanti que não cometeria tal imprudência, ele erradamente concluiu que eu também acreditava no sobrenatural. Eu precisei explicar que não era o Capiroto que me metia medo: era a “pessoa”.

Eu sou — como já confessei — um completo ignorante sobre o Espiritismo, assim como sobre praticamente tudo. Quanto à doutrina de Allan Kardec, porém, o termo “ignorante” refere-se tão somente ao que eu não sei sobre o conjunto de crenças que compõem o Espiritismo, e que os espíritas, claro, devem conhecer bem. A minha ignorância, portanto, não é acerca de algo que não tomei conhecimento, ou de um aspecto da realidade que eu, por algum motivo, não estou apto a perceber ou entender, enquanto os iniciados no espiritismo estão.

Um erro grosseiro que as pessoas de todas as religiões fazem questão de cometer e propagar é o de confundir duas noções bem distintas: fé e conhecimento. O fato de você acreditar que eu tenho uma alma que, antes de habitar o meu corpo, pertencia a uma outra pessoa (ou, como fiquei sabendo, a qualquer outro ser vivo inferior, como uma lombriga) não significa que você “sabe” que as coisas são assim. Desse modo, quando eu rejeito essa sua alegação como algo que pertença à realidade, você não pode dizer que eu “ignoro” o que você “sabe”, porque você não “sabe”. Você não tem conhecimento. Tudo o que você tem é fé. 

Não, não importa o quanto você esperneie, não importa quantos versículos da Bíblia você saiba de cor, nem quantos livros do Allan Kardec você tenha lido: a realidade não se curva a vontades, nem atende a desejos, nem se remodela de acordo com aquilo que nos parece ser o mais conveniente. Acreditar em reencarnação, em cartas psicografadas, em garotinhas mortas falando através de matronas com poderes mediúnicos faz parte das coisas nas quais você achou por bem acreditar; não significa dizer que isso tudo faça parte da realidade.

Vocês apenas “acreditam” que eu tenho uma alma que está dentro de um determinado processo de evolução (ou purificação) do qual vocês tomaram conhecimento através de um homem que, por sua vez, ficou sabendo dele — desse processo — através dos espíritos. Ótimo. Acontece que tudo o que já se usou para reafirmar essa crença, angariar mais seguidores, ou combater argumentos dos descrentes acabou virando uma coleção de fraudes. Dos espíritos cobertos com filó branco de Chico Xavier e de suas cartas psicografadas, até às manifestações duvidosas de seres desencarnados, seja através de copos deslizantes sobre folhas de cartolina, ou de performances histriônicas de pessoas adultas dando voz a crianças mortas.

.

Anúncios

7 Respostas

  1. Pode até se supor que Chico Xavier era, de certa forma, “bem intencionado” ao pregar o espiritismo para consolar parentes de pessoas falecidas.

    Mas, pela foto acima, supor que ele era inocente e não sabia dessas fraudes aí já é demais!

  2. Correto. Mas, ainda uma vez: Espiritismo não é religião, é uma doutrina espiritualista fundamentada na filosofia e na Ciência, embora muitos adeptos o queiram religião com ritual e tudo. Veja: o Espírito é uma individualidade, portanto você como Espírito é sempre você, ocupando corpos diferentes (lembre-se que corpos tem apenas vida orgânica, e não inteligência) pela eternidade afora. A reencarnação é uma teoria muito antiga, desde os egípcios e os hindus acreditva-se numa volta ao corpo, porque eram povos do ponto de vista intelectual (desenvolvimento mental, psíquico, Espíritos mais experientes, por assim dizer) muito mais evoluídos do que outros povos. Apesar de terem o conhecimento da reencarnação por intuição, eles não sabiam como ela se dava. O Espírito só se conecta ao corpo humano, não anima uma minhoca, um cão ou conforme você colocou, uma lombriga.rsrs. O que o Espiritismo fez foi esclarecer a questão. Cada um acredita (ou não) no que quiser, não há razão para se tentar convencer os outros. Concordo com a diferenciação entre fé e conhecimento. A fé precisa estar juntinho da racionalidade, senão é superstição e fanatismo. Mas se já se tem ideias pre definidas sobre algo, conceitos já firmados, então já se está predisposto a negar sem se conhecer e utilizar a razão para discernir o verdaddeiro do falso. Para estudar o Espiritismo é preciso, antes de tudo, desarmar-se das ideias pre concebidas. Conheci uma senhora que, na sua mocidade, passou a estudar a Doutrina Espírita para desmontá-la. Ela era católica de uma cidade pequena na qual inauguraram centros espíritas; e isso passou a ‘perturbar” a paz do pároco e dos fiéis. Bem, ela começou a estudar o Espiritismo, ciente de que encontraria contradições e assim, os centros teriam que fechar as portas. Depois de um tempo ela se viu totalmente convicta da lógica, da moral que o Espiritismo encerra e o acolheu; e olha que ela tinha lá suas convicções católicas… Mas também conheço o contrário: gente que leu, leu e leu e permaneceu indiferente. No fundo o que importa mesmo é cada um fazer o bem seguindo as próprias intuições, os símbolos religiosos ou filosóficos não tornam ninguém melhor que ninguém.

  3. Olá, Maria Ribeiro. Pretendo ler todos os seus comentários amanhã, e respondê-los um a um. Amanhã é o melhor dia porque estarei isolado do mundo por quase dez horas seguidas…

    Abraços!

  4. FELICIANO, para MARIA RIBEIRO, gostei muito de sua exposição, vou inserir abaixo para seu conhecimento e os demais desta tribuna, um texto de uma declaração muito interessante de ex evangélico PRESBITERIANO, que fala sobre o Pastor NEHEMIAS MARIEN, pastor este que, oferece pequena Biografia de Allan Kardek. E como ele mesmo disse; Estudou o Espiritismo para passar novos conhecimentos para os fieis de sua Igreja.
    PASTOR EVANGÉLICO ACREDITA NA REENCARNAÇÃO, COMO TAMBÉM NOS DEMAIS PILARES DA DOUTRINA ESPIRITA
    Prezados amigos e irmãos…
    Fiquei muito feliz ao ler a entrevista com o Pastor Nehemias. Como ele mesmo falou, o meio protestante está repleto de artilheiros…. que condenam, que julgam, que menosprezam aos espíritas, como se fôssemos instrumentos do mal. Na sua intenção fanática de detonar tudo o que não pertence aos dogmas que defendem, acabam esquecendo que se existissem mais espíritas na Terra, haveria menos violência e menos maldade do que existe. Esquecem-se também, que Jesus Cristo não é protestante, ou católico ou espírita, etc, mas o Ser Universal, o Príncipe entronizado, o Governador do Orbe terrestre, que ao se fazer homem, trouxe para nós o modelo maior do que é, ser um espírito evoluído, um verdadeiro Filho de Deus.
    Agradeço a Deus, pela vida do referido pastor, e rogo ao nosso Divino Mestre Jesus, que muitos outros líderes religiosos, possam ter os seus entendimentos abertos e sejam capazes de compreender que fazemos, todos nós, parte do Universo, que todos somos filhos de Deus, e não somente os “evangélicos”. 
    Na verdade, a partir do momento em que as discussões dogmáticas forem deixadas de lado, e que o significado maior dos Evangelhos e da mensagem que nos foi deixada por Cristo sejam levadas como principal elemento norteador da Fé Cristã, certamente, seremos capazes de conciliar os nossos entendimentos e maneiras diversas de cultuarmos ao nosso Pai Celestial e ao Seu filho Jesus.
    Enfim, lamento por todos aqueles que ao defenderem uma doutrina religiosa, ignorem e menosprezem os seus irmãos, que de formas distintas buscam, em Espírito e em Verdade, fazerem a vontade de Deus.
    Pessoalmente, fui evangélico por mais de 10 anos, e hoje sou espírita, por também haver chegado a um entendimento similar ao do Ilmo. Pastor. Por agora ter um novo nível de compreensão a respeito das coisas divinas, não fui mais aceito como membro da igreja a qual pertencia… assim, hoje, sou um estudioso e frequentador de um Centro Espírita, e
    afirmo que ali tenho aprendido muito sobre a verdadeira mensagem Messiânica
    domingo, 29 de abril de 2012ara passar esses novos conhecimentos aos fieis de sua Igreja..

  5. Feliciano; Mais um texto para suas apreciações.
    Se um dia me perguntarem se o Espiritismo é uma Religião ou uma Filosofia de Vida, responderei que sobre a luz do Espírito Santo essas duas definições se tornam uma só. O problema gerado por essa indagação de que o Espiritismo é uma Religião ou uma Filosofia de Vida foi criado pelo descuido dos homens ao saírem definindo e dando conceito a tudo com base em sentimentos de medo, duvida e amor.”

  6. Queiram ou não, todos teremos que passar pelo processo da Reencarnação, é Lei de Deus, mais lógica que a Ressurreição, Por ser Deus suprema inteligência e infinita sabedoria não iria aproveitar corpos Putrificados, sendo que todos os momentos nascem novos corpos, esses nossos irmãozinhos, esses nascimentos são as próprias Reencarnações. Leiam abaixo essas inteligências que estudaram o Espiritismo e que acreditam na Reencarnação, existem muitas outras que não quis citar para não tornar cansativa a leitura deste texto,.

    Padre Miguel Fernandes – Que recebe o Espírito de Fabiano de Cristo
    Padre Vitor – Que enaltece o espiritismo
    Padre Gino Concetti – Famosa entrevista, e enaltece os Espiritismo
    Dão Paulo Sergio Machado – Bispo de São Carlos – Estudioso e Simpático ao Espiritismo
    Dão Aldo Pagotto – Bispo do Ceará – Estudioso das Obras Espiritas
    Pastor Nehemias Mariens – Presbiteriano – Estudioso do espiritismo. Já falecido
    Dr. Izaías Claro, espírita, Procurador de justiça, foi Pastor Protestante, escritor, conferencista, fundador e atual presidente da Comunidade Espírita Joanna de Ângelis.
    Finalizando, quero dizer que 2/3 da população mundial é Reencarnacionísta, preciso falar mais alguma coisa?
    Só quis oferecer minha contribuição como estudioso Espírita. Fiquem com Deus Irmãos.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: