Interpretareis conforme a vossa conveniência (parte 3)

.<< Parte 1

Até que o céu e a terra passem, nem um jota ou til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido”.

Admitindo-se que Jesus começou seus trabalhos de vendedor de mansões no Céu quando tinha 30 anos, não é estranho concluir que ele pretendia “abolir” as leis de Deus na data da sua morte, já havendo mencionado que tais leis em nada mudariam, até que o céu e a terra passassem?

Não é preciso nem saber o que diabos é “hermenêutica” para concluir uma coisa: se eu digo algo como “até que o céu e a terra passem, eu não mudo uma palavra do que disse a seu respeito”, você deve entender que eu tenho uma opinião formada, e que não tenciono mudá-la de jeito nenhum. Mas o cristão acha que quando Jesus disse a mesma coisa, estava sinalizando que todas as regras que o papai-neurótico dele havia instituído iam ser revogadas dali a três anos, no máximo, quando “tudo estaria cumprido”.

Se Jesus era mesmo Deus, ninguém melhor do que ele para dizer exatamente que, a partir dali, as coisas deveriam mudar, e que a lei Mosaica seria substituída pela doutrina que ele, então, apresentava. Mas não: Jesus era Deus em cima do muro. Ele encarnou o Mestre dos Magos e nunca disse o que se precisava saber sobre o assunto, além de só complicar algo que poderia facilmente esclarecer com um “sim” ou com um “não”. 

Afinal, pode ou não pode trabalhar no dia de sábado?

“O sábado foi feito por causa do homem, não o homem por causa do sábado”. 

É para apedrejar ou não a mulher adúltera?

“Atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecado”. 

Jesus, sendo Deus, deveria saber que esse conhecimento do que mudava e do que deveria lhe ocupar o lugar seria fundamental para livrar as almas das pessoas do Inferno que ele mesmo criou, ou permitiu que fosse criado. De um jeito ou de outro, um Inferno do qual ele estava ciente e que, indiscutivelmente, fazia parte dos seus planos. E uma vez que ele escolheu se revelar para um povo tão pouco instruído que precisava lhes ensinar usando parábolas, por que, então, ele não deu essas respostas de uma forma mais clara e direta?

Agora, adivinha quem disse isso:

Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.

.

<< Parte 1

Anúncios

2 Respostas

  1. Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de fornicação, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.
    Mateus 5:32

    O louco ainda afirma que se largar a mulher ela ainda comete adultério ou eu estou interpretando errado?e ainda por cima ela tem que ficar sozinha depois porque quem casar com ela depois comete adultério também!

  2. Em uma parte defende a adultera de morrer apedrejada e depois a condena a morrer sozinha!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: