Contradições bíblicas

Deus se arrepende?

SIM: “Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração”. (Gênesis 6:6)

NÃO: “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?” (Números 23:19)

SIM: “Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas palavras. Então Samuel se contristou, e clamou ao Senhor a noite toda”. (I Samuel 15:11)

SIM: “Ora, Samuel nunca mais viu a Saul até o dia da sua morte, mas Samuel teve dó de Saul. E o Senhor se arrependeu de haver posto a Saul rei sobre Israel.”. (I Samuel 15:35)

Deus pode ser “visto”?

SIM: em Gênesis 18:1 Deus apareceu a Abraão.

SIM: em Gênesis 32:24-30 Jacó (Israel) viu e lutou com Deus.

SIM: em Êxodo 24:9-11 Moisés e 73 anciãos viram Deus.

SIM: em Êxodo 33:11 Deus falou com Moisés cara a cara.

SIM: em Êxodo 33:22-23 Deus permitiu que Moisés visse suas “partes de trás”.

SIM: em Deuteronômio 34:10 Deus falou com Moisés cara a cara.

SIM: em Isaías 6:1-13 Isaías postou-se diante de Deus e o viu.

SIM: em Ezequiel 1:27-28 Ezequiel descreve Deus em detalhes.

SIM: em Amós 7:7 Amós viu Deus.

NÃO: “Deus nunca foi visto por alguém.” (João 1:18)

NÃO: “Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.” (1 Timóteo 6:16)

Ele é um Deus de paz?

NÃO: “O SENHOR é homem de guerra; o SENHOR é o seu nome.” (Êxodo 15:3)

SIM: “Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.” (1º Coríntios 14:33)

Ele é um Deus de palavra?

SIM: em Números 23:19 Deus não muda, cumpre suas promessas.

NÃO: em I Samuel 2:30-31 Deus admite não cumprir sua promessa.

NÃO: em II Reis 20:1-6 Deus diz uma coisa, depois muda de idéia e diz outra.

NÃO: “E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.” (Jonas 3:10)

Devemos temer a Deus?

SIM: em Deuteronômio 6:13 devemos temer a Deus.

SIM: em I Pedro 2:17 devemos temer a Deus.

NÃO: em I João 4:18 amor perfeito não se mistura com medo.

Deus é a favor de imagens?

NÃO: em Êxodo 20:4 fazer imagens é proibido.

SIM: em Êxodo 25:18 Deus ordena que se façam dois querubins de ouro.

Só Jesus subiu aos céus?

NÃO: em Gênesis 5:24 Enoch foi levado corporalmente aos céus.

NÃO: em II Reis 2:11 Elijah ascendeu ao céu num redemoinho.

SIM: em João 3:13 Jesus diz que nenhum homem além dele jamais subiu aos céus.

Judas morreu enforcado?

SIM: “E ele, atirando para o templo as moedas de prata, retirou-se e se foi enforcar.” (Mateus, 2:5-6)

NÃO: “Ora, este [Judas] adquiriu um campo com o galardão da iniquidade; e, precipitando-se, rebentou pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram.” (Atos, 1:18)

Quando viveram os Nefelins?

Em Gênesis 6:4 se lê que os nefelins viveram na terra antes da inundação.

Em Gênesis 7:23 está escrito que só Noé, sua família e os animais na arca sobreviveram ao dilúvio.

Em Números 13:33 está escrito que bem depois da inundação, os nefelins ainda viviam.

Quantos animais subiram à arca?

Segundo Gênesis 6:19-20: dois de cada espécie, incluindo pássaros, animais e seres rastejantes.

E segundo Gênesis 7:2-3: sete de cada animal e pássaro limpos e dois de cada um dos demais animais.

Deus causa sofrimento voluntariamente?

SIM: em Êxodo 4:11 Deus admite ser a causa de cegueira, surdez e idiotia.

NÃO: em Lamentações 3:33 Deus não causa voluntariamente dor ou aflição.

Os filhos devem pagar pelos pecados dos pais?

SIM: em Êxodo 20:5 Deus culpa as crianças pelas iniquidades dos pais por até quatro gerações.

NÃO: em Deuteronômio 24:16 o filho não deve ser punido pelos pecados do pai.

NÃO: em Ezequiel 18:19-20 cada um é responsável por suas próprias ações; um filho não tem culpa pelos pecados de seus pais.

Deus disse ou não disse?

SIM: em Levítico 1:7 Deus entrou em cada pequeno detalhe sobre oferendas e sacrifícios.

NÃO: em Jeremias 7:22 Deus nega ter dito qualquer coisa sobre oferendas e sacrifícios.

Deus é bondoso, piedoso, etc?

NÃO: em Números 25:4 Deus ordena a Moisés enforcar os líderes ao sol para acalmar sua fúria.

NÃO: em Deuteronômios 4:24 Deus é um fogo que consome, e ciumento.

NÃO: em I Samuel 6:19 Deus mata 50.070 por um pecado sem compaixão.

NÃO: em I Samuel 15:2,3 Deus ordena destruição total de uma nação inteira por causa dos pecados de um homem.

NÃO: em II Samuel 21:1 Deus causa fome de três anos por causa dos atos na casa de um homem.

SIM: em I Crônicas 16:34 Deus é bom e piedoso.

SIM: em Salmos 25:8 Deus é bom e certo.

SIM: em Salmos 145:8-9 Deus é graça, compaixão, pouco dado à fúria, piedoso e bom com todos.

NÃO: em Jeremias 13:14 Deus não terá pena, não poupará, não terá compaixão, e os destruirá.

NÃO: em Jeremias 17:4 Deus ficará irado com Judah para sempre.

SIM: em Ezequiel 18:32 Deus não vê prazer na morte.

SIM: em 1 João 4:16 Deus é amor

Anúncios

162 Respostas

  1. Mas ora Barros ! Não seja tolo. Você não foi agraciado com o autoengano que te permitiria entender tudo isso e muito mais. Morra de inveja !

  2. Irmão Barros, acho que esse link pode ajudar o irmão…

    http://www.editoraculturacrista.com.br/produtos.asp?codigo=480

    Abraço
    Cristiano

  3. Irmãos, oremos para pedir forças a fim de atravessarmos a provação das interpretações desses versículos que porventura caiam nesse post.

  4. realmente esse livro e perfeito… uma perfeita bosta! quem escreveu essa porra? quentin tarantino? provavelmente o cineasta teria se saido melhor!

  5. bELA COMpilacao!
    mas ainda faltou muita merda ainda! isso ai foi so um resumo!
    e Alyson = quentin tarantino [e bem melhor!

    eu sei interpretar isso Shirley, voces sao fracos mesmo de raciocinio!
    onde Deus falou coisas boas e que faz sentido [e correto/ onde nao disse coisas legais e com sentido [e errado, e deve-se interpretar ao contrario ou ao modo mais aceito pela sociedade vigEnte a epoca!! FACIL1 — manda mais!!!!

  6. Toda Escritura É Inspirada Por Deus E Útil Para O Ensino, Para A Repreenção, Para A Correção, Para A Educação Na Justiça, A Fim De Que O Homem De Deus Seja Perfeito E Perfeitamente Habilitado Para Toda Boa Obra. (2 Timóteo 3 – 16,17)
    2 Timóteo 3 – 16 17

    Queria saber a qual escritura ele se referia pois antes da ICAR fazer a bíblia tínhamos milhares de livros ditos inspirados quando um crente lê esse texto nem sabe o que está dizendo.e que porcaria de livro inspirado insano e cheio de contradições e maldades(que deveria ser censurado por faixa de idade) que só é perfeito para quem nunca o leu direito?

  7. Esse trecho deve ter sido escrito por um padre no século 1 ou posterior pois só assim ele faz sentido.

  8. NÃO: em Deuteronômio 24:16 o filho não deve ser punido pelos pecados do pai.
    NÃO: em Ezequiel 18:19-20 cada um é responsável por suas próprias ações; um filho não tem culpa pelos pecados de seus pais.

    Então porque diabo somos responsáveis pela desobediência de um tal de Adão?

  9. É isso aí bibelô do capeta… Parabéns! Vai brincando com as coisas que vc não conhece…

  10. Você que nunca leu a bíblia mesmo senão não vinha falar besteira!

  11. e por que diabos jesus tem que pagar pelos meus pecados, se na hora de pecar eu não peço a opinião dele ?
    Essa historia de de que Deus veio na forma de homem sacrificando a si mesmo para salvar sua própria criação, parece mais coisa de politicos que estando no governo emprestam dinheiro publico a si mesmos, abrem suas empresas , para prestarem serviços ao seu próprio governo, temos o exemplo do filho ex- presidente lula, isto é um bom exemplo de negócio de pai para filho, fica tudo em família.

  12. Ora veja: o Criaturo é ateu. Vai entender…

  13. Também fiquei vendido agora!

  14. “e por que diabos jesus tem que pagar pelos meus pecados, se na hora de pecar eu não peço a opinião dele ?
    Essa historia de de que Deus veio na forma de homem sacrificando a si mesmo para salvar sua própria criação, parece mais coisa de politicos que estando no governo emprestam dinheiro publico a si mesmos, abrem suas empresas , para prestarem serviços ao seu próprio governo, temos o exemplo do filho ex- presidente lula, isto é um bom exemplo de negócio de pai para filho, fica tudo em família.”

    Criaturo está a trollar a gente!

  15. não ha necessidade disso….he..he.he..he..he

  16. Ora, vc está pegando versiculos isolados, sem ler o texto. Ai fica facil meter o pau né barros.

  17. Mas se pegar o texto todo ele também se contradiz!

  18. Irmão Barros, acho que esse link pode ajudar o irmão…
    http://www.editoraculturacrista.com.br/produtos.asp?codigo=480

    o livro nem vale a pena ser lido e ainda por cima é vendido de graça já tá caro heheheh!

  19. Até Jesus Cristo meteu o pau na Bíblia. Trocando em miúdos, ele disse que a palavra de Deus não devia ser levada a sério.

    E esse livro sobre “hermenêutica”, hein? Eu acho que pra mim não serve porque é uma “introdução”. Para o meu “nível”, eu precisaria de um livro que tratasse de hermenêutica “avançada”. Eu só compro esse aí se, no prefácio, o autor disser que teve inspiração divina pra escrever essa “introdução”. Afinal, hermenêutica é a habilidade de ler a palavra escrita de Deus e captar o que Deus queria dizer mas não disse. Porra!, eu sou foca em definições! Vou tuitar essa! rsrsrsrs

  20. Twitei:

    HERMENÊUTICA Bíblica é a interpretação da palavra escrita de Deus pela qual se chega à mensagem que ele queria ter deixado e não deixou.

  21. Deus parece ter problema para inspirar textos deve ter a mente muito complexa para não dizer confusa!

  22. o que Jesus disse foi que as leis de Moisés não eram todas divinas

  23. Criaturo
    temos o exemplo do filho ex- presidente lula, isto é um bom exemplo de negócio de pai para filho, fica tudo em família.
    —- agora voce esta entendendo porq os ateus estao se manifestando e nao ficam calados diante de certas coisas, na maioria das vezes o religioso se cega com a sua crença e nao ve o que esta diante dos olhos!
    o Lula com aquela falacia toda de politico se assemelha muito ao religioso, no fim ele tira vantagem da situaçao.

    os ateus muitas vezes querem abrir os olhos das pessoas e isso inclui todas as areas!!! – politico no brasil tem a mania de botar Deus no meio, a coisa nao acaba bem!!!

  24. Sim! o ateísmos tem suas funções positivas, mas o extremismo diminui a razão de ambas as partes,

  25. Alguém pode explicar por que Deus (se é que ele existe) deixa uma criança sofrer?

  26. o único de jeito de não sofrermos é não sermos ignorantes, mas se não formos ignorantes seremos Deus e deixaremos de existir.
    o sofrimento é o preço pela liberdade de “ser.
    Se você esta insatisfeito(a) com o sofrimento, poderá abrir mão da sua vida, se Deus não existir, seu sofrimento terá um fim, assim como toda sua indignação.
    ps. espero ter ajudado.

  27. Ele não existe mas se existisse seria u ser desprezível que só se importa com bajulação e jogos psicológicos sádicos regados com muito sangue.

  28. Os religiosos sempre fazem isso se matam acreditando em um céu ou desperdiçam suas vidas na crença de algo irreal como Deus.

  29. Carlos
    acho que Deus e o autor de Jogos MOrtais sao a mesma pessoa!

  30. Mgo28, mesmo lendo os capítulos inteiros vai cair nas contradições e sem que os pastores também pegam recortes da bíblia nos cultos.

    Fui em uma igreja Batista este ano e lá o pastor começou com uma historinha e em seguida foi para Josué na parte em que fala do exército dele invadindo novas terras e IMPONDO a palavra do “senhor”. Quem não seguia, simplesmente morria.

    É assim que funciona a fé de vocês? Na porrada?

  31. Queria deixar a minha contribuição e perguntar aos cristãos se eles recomendam a bíblia para ser lida por crianças:

    Alguém já se deparou com a passagem em que tem uma conotação de ZOOFILIA?

    Pois bem, vejam por si só:

    E enamorou-se dos seus amantes, cuja carne é como a de jumentos, e cujo fluxo é como o de cavalos.
    Ezequiel 23:20

    O capítulo inteiro é sobre perversidade sexual com requintes de zoofilia.

    E ai cristãos, o “livro sagrado” pode ser lido por crianças e jovens?

  32. A bíblia não pode ser interpretada por aqueles que não tem o espírito santo.

  33. A Bíblia precisou do espírito santo para ser escrita, precisa do espírito santo pra ser interpretada, e eu acho que você vai precisar do espírito santo também pra discernir quem está interpretando corretamente de acordo com o espírito santo.

    É por isso que Deus sumiu nos últimos milênios: ele tá tendo um bocado de trabalho…

  34. Meu maior desgosto é que na realidade Deus não exista, privando-me assim de insulta-lo mais positivamente.

  35. A Bíblia ficou 500 anos na mão da igreja católica.! e Sofreu mutilações e acrecemos. seria interessante se tivéssemos acesso aos manuscritos originais, para tiráramos nossa conclusões .
    os texto bíblico citados acima são realmente bíblicos e as contradições estão lá. só não ver que não que ver.
    Waldemar Justo / Doutor em Teologia

  36. SIM: Pegou trechos soltos de passagens bíblicas sem mostrar o contexto.

  37. Tirou do contexto?

  38. É mistério, é mistério as coisa de Deus não tem explicação são mistério É mistério, é mistério e quem tentar compreender morre sem entender por que é, mistério!

  39. É mistério, é mistério as coisa de Deus não tem explicação são mistério É mistério, é mistério e quem tentar compreender morre sem entender por que é, mistério!

    Como disse Richard Dawkins: o maior dano que a religião impõe à mente humana é ensinar que é uma virtude ficar satisfeito em não entender.

  40. he…he..he..he..he…. saber tudo tambem deve ser tedioso

    “Jesus : todo aquele que se instruir será igual ao seu mestre e fará obras ainda maiores”
    por isso tudo aquilo que te falarem aos ouvidos grite do telhado para que todos saibam” pois não se esconde a luz debaixo de uma cama e sim a colocamos no alto para todos poderem compartilhar dela.

    voce e o “gênio egoísta” não entenderam nada do ensinamentos cristãos.
    por isso preferiram ser ateus.

  41. Putz! Se há um caso de auto-hipnose em último grau, é essa Marina.

  42. Parece que a Marina não assistiu ao Scooby-doo quando criança. Esse negócio de “mistério” é só pra enganar quem é ingênuo, e como passava no desenho, sempre em um vigarista por trás…

  43. A UNICA E VERDADEIRA IGREJA É A CATÓLICA, VARIOS TRECHOS DA BIBLIA SAO INVENÇOES DE ALGUNS PERTURBADOS QUE TIVERAM ACESSO PARA ESCREVE-LA
    ADAO E EVA, ARCA DE NOE, HUE HUE MENTE FERTIL

  44. Minha opinião: Uma questão de contexto! O uso de uma frase ou um texto avulso, sem seu real contexto, torna-se, nada mais que um mero pretexto. Como em muitos livros, na Bíblia Sagrada nem tudo têm sentido literal. A linguagem figurada é encontrada enumeras vezes. Há textos bíblicos que são simbólicos e quando os lemos não devemos nos limitar a entender as palavras. Ex.: “O Senhor é a minha rocha.” (Sl. 18:2) é uma forma de se dizer que podemos confiar no Senhor, pois Ele é forte e inabalável. A mesma coisa podemos dizer das parábolas existentes no Evangelho: “O bom samaritano”, “o jovem rico”, etc.Todos estes textos têm sentido figurativo. O autor da matéria, um tanto quanto sensacionalista e com poucos fundamentos, tenta ser convincente utilizando-se de textos “soltos”. Dessa maneira, avulsos, os textos realmente dão a entender como contraditórios! …mas será que em seu real contexto, os eles realmente entram em contradição? Se for interessante pra você, dê uma conferida: http://www.dc.golgota.org/proposito.html (Descontradizendo contradições), é um site que traz diversos estudos e mostra que tais “contradições”, não resistem a uma observação mais detalhada, levando em conta o contexto. Talvez você concorde que minha opinião tenha algum sentido! Mas, respeito a sua opinião e o seu modo de pensar. À Deus toda a Glória, Honra e Louvor!

  45. Contextualiza a primeira contradição sobre Deus se arrepender. Vamos ver se eu concordo.

  46. Introdução às contradições da Bíblia – A Bíblia do Cético
    Quem conseguir demonstrar uma única contradição na Bíblia ficará mundialmente famoso – mais famoso do que Sócrates, Platão ou Aristóteles. Será, com certeza, um autor estudado em universidades do mundo inteiro. Ser-lhe-ão erguidas estátuas, em reconhecimento de tal façanha intelectual. Até hoje, no entanto, ninguém conseguiu alcançar tal glória e fama.
    Há realmente pessoas que gostam que lhes digam coisas que elas querem ouvir, inclusive gostam que se lhes diga que a Bíblia está cheia de contradições.
    É certo que tem havido alegações de que a Bíblia contém contradições. Algumas dessas alegadas contradições são apresentadas no curioso site da Bíblia do Cético Comentada, http://bibliadocetico.net/contradicoes.html, que tem o grande mérito de levantar questões e desafios intelectuais. Porém, submetidas essas alegadas contradições da Bíblia à análise científica proporcionada pela maquinaria pesada da semântica, da sintaxe, da pragmática e da lógica, verifica-se que nenhuma dessas «contradições» da Bíblia é genuína. Todas elas são fabricadas pelo intérprete, pelo tradutor ou por ambos, através de uma operação ou manobra de acréscimo de texto que não consta no texto original da Bíblia.
    Muitas dessas pessoas que dizem que a Bíblia tem contradições – e que até espalham isso através de livros e de folhetos ou pela televisão e pela internet – nem sequer sabem o que é a Bíblia. Lembremos, pois, que a Bíblia é um livro em língua hebraica (com alguns trechos em aramaico) e em língua grega, composto de contributos de cerca de quarenta escritores, começando por Moisés, no ano 1513 antes da nossa era, e terminando em João, no ano 98 da nossa era. Para melhor clareza e agilidade de raciocínio, designemos por a esse livro, a Bíblia. Acontece que o objeto a, a Bíblia, tem sido traduzido para muitas outras línguas – para milhares delas, sendo o livro mais traduzido do mundo. Designemos por x uma qualquer das traduções de a. Observe-se que a e x são objetos distintos. Por exemplo, todo o x é posterior a a e nenhum x é escrito, nas mesmas passagens, na língua hebraica, aramaica e grega do tempo de a; além disso, a pode existir sem existir x, mas x não pode existir sem existir a, e a é absolutamente independente de x, sendo que nada do que afeta x afeta a. Ora, a simples inspeção ao site da Bíblia do Cético Comentada revela que aí se não trata do objeto a, a Bíblia. Aí se trata de um objeto x, que é distinto, mais concretamente, como lá se informa, a Bíblia do Cético Comentada se baseia numa tradução de a denominada Nova Versão Internacional da Bíblia, publicada em 2001, i.e. uns 2.000 anos depois de a existir (http://pt.wikipedia.org/wiki/Nova_Vers%C3%A3o_Internacional). A Bíblia não é um livro em língua portuguesa, nem em língua inglesa. Observe-se que não existe uma Bíblia original e uma Bíblia não original – assim como também não existe um Alcorão original e um Alcorão não original, ou uma Tanakh original e uma Tanakh não original, ou uns Lusíadas originais e uns Lusíadas não originais. O que existe são traduções dessas obras. Note-se até que há pelo menos uma organização religiosa que traduziu a Bíblia para a língua portuguesa (português do Brasil) e que, em vez de intitular essa obra Bíblia, ou Bíblia Sagrada ou Escrituras Sagradas, intitulou-a, muito honestamente, Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas. É uma tradução. Assim, as pessoas sabem o que têm em mãos. Por conseguinte, alguém que queira demonstrar uma inconsistência ou contradição na Bíblia tem de falar da Bíblia; alguém que queira demonstrar uma inconsistência ou contradição em Os Lusíadas tem de falar de Os Lusíadas. Se, em vez disso, falar de uma tradução e, portanto, se passar de eventuais contradições, erros ou incongruências do objeto x para daí se concluir que existem contradições, erros e incongruências no objeto a, que é distinto de x e anterior a x, comete um vício lógico do maior grau de gravidade, referenciado na literatura da especialidade como «falácia do espantalho», e seus argumentos não merecem a mínima credibilidade. O mesmo vício lógico seria cometido por alguém que pretendesse demonstrar uma contradição ou um erro histórico nas obras de William Shakespeare ou de Molière só com base numa tradução, por exemplo, uma tradução que alguém fez para a língua portuguesa, sem qualquer consideração do texto original escrito, respectivamente, em inglês e francês. Os proponentes e defensores de tais argumentos viciados pela falácia do espantalho expõem-se ao ridículo perante a comunidade científica, filosófica e acadêmica.
    Todo o raciocínio em que se baseia a Bíblia do Cético Comentada assenta nesta falácia do espantalho e, por isso, de uma só vez, fica demonstrado que a Bíblia do Cético Comentada nenhuma prova faz quanto a sequer uma qualquer alegada contradição de todas as alegadas contradições da Bíblia. O fracasso é completo. Naturalmente, o vício lógico da falácia do espantalho ficará sanado quando os autores da Bíblia do Cético Comentada tomarem como objeto de análise a própria Bíblia, e não uma tradução da Bíblia, e nela efetivamente demonstrarem erros e contradições.
    Adicionalmente, algumas dessas pessoas que dizem que a Bíblia tem contradições nem sequer sabem o que é uma contradição. As contradições são problemas lógicos e não problemas literários. Convém recapitular o que é uma contradição. A ciência que estuda as contradições é a Lógica. De acordo com a Lógica, uma contradição é uma frase, proposição ou fórmula do género «este homem casado é solteiro», «aquele animal é todo preto e todo branco», «desenhei um triângulo quadrado» ou «a Bíblia é divinamente inspirada e a Bíblia não é divinamente inspirada» ou «é proibido matar e não é proibido matar». Acresce que – como lembra a Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos (de João Branquinho/Desidério Murcho, sob a entrada «Contradição» –, só existe contradição quando uma frase, proposição ou fórmula «é falsa em todas as interpretações», ou seja é falsa em todas as situações possíveis. Por exemplo, a frase «Lula foi um bom presidente e Lula não foi um bom presidente» só é uma contradição se for interpretada em termos absolutos, mas não é uma contradição se o falante quiser significar que Lula sob certo aspecto foi um bom presidente (por exemplo, sob o aspecto da assistência aos mais carenciados) e sob outro aspecto (por exemplo, o aspecto da corrupção) Lula não foi um bom presidente; ou a frase «a Seleção do Brasil jogou bem e jogou mal» não é uma contradição se quem a profere quer dizer que sob certo aspecto (por exemplo, o aspecto de jogar ao ataque) jogou bem, e sob outro aspecto (por exemplo, o aspecto de jogar à defesa) jogou mal.
    Ora, as pessoas com conhecimentos científicos adequados sabem que a Bíblia não tem e não pode ter contradições, visto que, para isso, seria necessário (1) selecionar pelo menos duas frases da Bíblia, (2) demonstrar que cada uma dessas frases só pode ser verdadeira numa única situação; (3) demonstrar que não existe nenhuma situação em que ambas as frases sejam verdadeiras. Simplesmente, é impossível fazer a demonstração de (2) e (3). Na verdade, a Lógica e a Matemática ensinam-nos que há coisas que não existem. Por exemplo, não existem quadrados redondos, nem existe um número maior que os outros todos, e não existe nem é possível descobrir ou inventar um calmante que excite as pessoas. Semelhantemente, a Lógica e a Matemática, em particular a Teoria dos Conjuntos, ensinam-nos que é impossível encontrar contradições na Bíblia. Tentar encontrar uma contradição na Bíblia é a mesma coisa que tentar encontrar um homem solteiro que seja casado. Esta é a segunda razão pela qual os proponentes e defensores da tese de que a Bíblia contém contradições se expõem ao ridículo perante a comunidade científica, filosófica e acadêmica.
    Assim, mesmo que a Bíblia do Cético Comentada analisasse a própria Bíblia – e não uma tradução –, afastando, deste modo, a falácia do espantalho, o seu fracasso em provar qualquer contradição da Bíblia é sempre completo e absoluto, como a Lógica o demonstra.
    Vamos dar tudo isto de barato e continuar a discutir uma a uma todas as pretensas contradições da Bíblia enunciadas pela Bíblia do Cético Comentada. Essa discussão tem muito interesse porque associado a ela está um grande conjunto de verdades, conforme se verá – à luz da Lógica, da Razão e da Ciência.

  47. Xavier Bastos

    Resolva a pendência de uma vez por todas, então. Ao invés de escrever tanto sem realmente dizer nada, vá às fontes e aponte exatamente onde não estão as contradições.

    Caso contrário você será apenas mais um “enchedor de linguiça”.

  48. Xavier Bastos

    Já que você gosta de escrever tanto, que tal ler muito também?

    Uma sugestão para leitura que aborda as contradições no novo testamento bíblico:

    http://minhateca.com.br/Se4in5an/Documentos/Cristianismo/Livros/O+que+Jesus+disse+o+que+Jesus+n*c3*a3o+disse_Bart+D.+Ehrman,16216605.pdf

  49. sessrodrigues:
    Obrigado pelo seu comentário. Reparei que você não ataca o argumento acima produzido. Ataca o homem – ou será um computador? – que o produziu. Ao assim fazer, porém, você incorre no bem conhecido vício lógico identificado na literatura da especialidade como «falácia ad hominem», sendo que «ad hominem» significa «contra a pessoa». No caso, até estamos na presença de um ad hominem ofensivo (queira ver John Nolt/Dennis Rohatyn, Lógica, 325 Problema resolvidos, 454 Problema Suplementares. São Paulo: McGraw-Hill, 1991, p. 346), cometido através do uso da expressão «enchedor de linguiça», com a qual se ameaça o oponente. Observe que a falácia ad hominem é um tipo de falácia da relevância, isto é, as premissas não tem relação com a conclusão. Na verdade, é muito estranho alguém tentar convencer as outras pessoas (ou convencer a si próprio) que é verdadeira a conclusão «a Bíblia tem contradições», com base em que está conclusão é verdadeira porque ela se infere das premissas de que a pessoa que diz que a Bíblia não tem contradições é um enchedor de linguiça, ou é coxo, calvo e só vê de um olho, ou de origem índia, ou é de raça branca, ou é pobre e bate na mulher, ou é ateu ou é crente. O fracasso de um argumento assim é total. Por isso, para alguém poder ser levado a sério numa discussão, o melhor é atacar o argumento — e não o seu proponente. Isso faz-se atacando a verdade das premissas — apontando razões pelas quais elas são falsas –, e/ou atacando a validade do argumento. Assim é que é discutir racionalmente. O resto é blá-blá-blá, que não conduz a lado nenhum — sobretudo não conduz à descoberta da verdade.
    Dito isto, considero que tenho desse lado uma (ou mais pessoas) racionais. Nesta medida, a discussão pode prosseguir. Consequentemente, aceito o desafio de tornar mais claro o argumento produzido no meu anterior comentário.
    Tome-se a porção composta da língua hebraica, da língua aramaica e da língua grega em que se exprimiram os cerca de 40 redatores da Bíblia. Chamemos «objeto B» a esse conjunto de palavras, encerrado no 1.º século da nossa Era. Em seguida, tome-se a porção da língua portuguesa usada por João Ferreira de Almeida [1628-1691] na sua tradução da Bíblia, feita 16 séculos depois de a escrita da Bíblia ter ficado completa. Chamemos «Objeto F» a essa porção de língua portuguesa. Ora, o objeto B é anterior ao objeto F, é distinto do objeto F e é totalmente independente do objeto F. Se alguém provar que existe um erro, uma incoerência ou uma contradição no objeto F (i.e. na porção da língua portuguesa usada da tradução de João Ferreira de Almeida), isso nada prova quanto à existência de um erro, de uma incoerência ou de uma contradição do objeto B, que é a porção de língua hebraica, da língua aramaica e da língua grega usada 16 séculos antes pelos redatores da Bíblia. De fato, até se verificou que o objeto F – o texto da tradução de João Ferreira de Almeida — continha (e ainda contém) vários erros, incoerências e contradições. Por isso, o objeto F teve a sua situação «revista e corrigida», em 1898, «revista e atualizada», em 1959, «corrigida e revisada – fiel», em 1994, 2007 e 2011. Em contraste, o objeto B jamais foi – nem pode ser – revisto, atualizado, corrigido ou tornado fiel – e muito menos o foi nas passagens em que o objeto F, pelo visto, precisou de ser. Quem quiser provar que a Bíblia contém erros, incoerências ou contradições tem de falar do objeto B, e não do objeto F. Se falar do objeto F quando devia falar do objeto B, o seu argumento sofrerá do irremediável vício lógico da falácia do espantalho, e a credibilidade do seu defensor ou oponente é nula, na medida em que vai contra a Razão e contra a Lógica.
    Quanto ao desafio que você lança «Resolva a pendência de uma vez por todas», a pendência está resolvida, genericamente.
    Com efeito, a Bíblia do Cético Comentada apoia-se na Nova Versão Internacional [NVI], que é uma tradução da Bíblia publicada em 2001. Chamemos «objeto N» à porção de língua portuguesa usada na NVI. Ora, tal em relação ao objeto F, o objeto B (o conjunto das palavras da língua hebraica, da língua aramaica e da língua grega usadas na Bíblia) é anterior ao objeto N, é distinto do objeto N e é totalmente independente do objeto N. Se alguém provar que existe um erro, uma incoerência ou uma contradição no objeto N (i.e. na porção da língua portuguesa usada na NVI), isso nada prova quanto à existência de um erro, de uma incoerência ou de uma contradição do objeto B, que é a porção de língua hebraica, da língua aramaica e da língua grega usada 19 séculos antes pelos redatores da Bíblia. Acontece que a Bíblia do Cético Comentada nem fala sequer do objeto B. Só fala do objeto N. Logo, nada prova quanto ao objeto B, sendo as suas afirmações totalmente irrelevantes quanto a eventuais contradições do objeto B. A falácia do espantalho é clamorosa. Aliás, para cúmulo, a Bíblia do Cético Comentada nem consegue demonstrar uma única contradição do objeto N – a porção de língua portuguesa da NVI. No entanto, nós vamos ajudar um pouquinho, demonstrando, com um exemplo, que a NVI (bem como a tradução João Ferreira de Almeida e a generalidade das traduções da Bíblia que circulam na Cristandade, das quais os pastores, padres e pregadores afirmam categoricamente que não têm contradição) contém mesmo contradições genuínas. Lembremos o que é uma contradição: existe uma contradição nos casos em que não é possível haver uma situação em que duas sentenças são ambas verdadeiras (Wilfrid Hodges, Logic, Na Introduction to Elementary Logic. Londres: 1977, p. 13-15). Lemos na NVI, em João 1:1: «a Palavra [Jesus Cristo] era [e, como não deixou de ser, ainda é] Deus». Assim, temos a afirmação que os pregadores, os pastores e os padres constantemente repetem: «Jesus é Deus». Por outro lado, lemos ainda na NVI, em Romanos 8:34 dias: «Cristo Jesus […] está à direita de Deus». Por consequência, na NVI, João 1:1 e Romanos 8:34 são incompatíveis. Não é possível haver uma situação — em tempo algum, no céu, na terra ou em qualquer outro lugar – em que as referidas sentenças de João 1:1 e Romanos 8:34 sejam ambas verdadeiras. Assim como nenhum quadrado pode ser redondo, nenhuma pessoa ou coisa pode ser A e estar à direita de A. Logo, existe uma contradição. Pela regra da adição lógica, temos a sentença molecular «Jesus é Deus e Jesus está á direita de Deus» — é o mesmo que dizer «Deus está à direita de Deus». Esta sentença é sempre falsa.
    Agora a questão é: esta contradição, entre João 1:1 e Romanos 8:34, e esta falsidade que se encontram na tradução NVI (e na generalidade das traduções) também se encontram na própria Bíblia – o nosso objeto B? Se se encontram, então a própria Bíblia tem, pelo menos, esta contradição e esta falsidade. Cabe a cada um verificar por si e pensar por sua cabeça, à luz da Lógica, da Razão e da Ciência.
    Quanto a resolver a «pendência» caso a caso, também terei muito gosto em fazê-lo. Porém, é necessária uma grande dose de paciência, pois trata-se de um trabalho que prevejo venha a demorar entre 15 (quinze) e 20 (vinte) anos, e escrever com verdade é trabalho muito duro.

  50. Anônimo, on 23/07/2014 at 10:53:
    Muito obrigado. As sugestões de leitura são sempre bem-vindas. Não contei, mas seguramente já li várias centenas de livros (tenho uma biblioteca pessoal bem recheada), em diversas línguas. Há cerca de 40 anos que todos os dias leio um livro (dependendo do seu tamanho, às vezes o livro é o mesmo durante vários dias). Dá-se o caso de eu já conhecer essa obra que você refere (muito falada num grupo de discussão na Internet, a que pertenço). Os argumentos aí despendidos, submetidos à análise científica proporcionada pela maquinaria pesada da Semântica, da Sintaxe, da Pragmática e da Lógica, claudicam. Todos se revelam falaciosos, enfermando sobretudo da falácia do espantalho e da falácia da relevância, em geral.

  51. Xavier Bastos

    Você não entendeu? Por extenso: aprenda aramaico, hebraico, grego; leia os originais e então aponte exatamente em que passagens há adulterações ou traduções incorretas; submeta tudo a uma porção de pessoas que também dominam tais idiomas. Quando todos estiverem de acordo, torne públicos seus resultados.
    Outra solução é você entrar em contato diretamente com Deus e solicitar que ele explique exatamente o que ele pretendeu que fosse explicitado. Penso que Deus não deveria encontrar dificuldades em se fazer entender nos diversos idiomas falados pelos humanos. É o mínimo que se espera do criador do universo.

  52. sessrodrigues, on 26/07/2014 at 18:36:

    Entendi perfeitamente. Acho que, para seu crédito, você também entendeu perfeitamente! O tema em pauta é — como está escrito acima — «contradições bíblicas». Fixemo-nos nesse tema. Não mudemos de tema antes de, sobre ele, chegarmos a uma conclusão.
    Vamos então devagar, com calma. O tema da conversa é «contradições bíblicas» e tanto assim que você me lançou o desafio, em seu post anterior, formulado neste termos: «aponte exatamente onde não estão as contradições». Cabe agora responder a essa importante questão — a que, por lapso, ainda não respondi.
    Pois bem: como sabe, a Bíblia contém 31.173 versículos. Seja A o seguinte conjunto {1, 2, 3, 4, … 31.171, 31.172, 31.173} e represente cada número natural de 1 a 31.173 em A um versículo da Bíblia. Pois então a resposta à questão que você levantou — exatamente onde não estão as contradições – é esta: as contradições da Bíblia não estão exatamente em nenhum elemento de A.
    É agora o momento de finalizarmos o tema em questão — as contradições da Bíblia — apontando a conclusão a que se chega, à luz da Lógica, da Razão e da Ciência.
    Ora, como ficou exposto nos comentários anteriores, todos os argumentos aduzidos pela Bíblia do Cético Comentada e outros para chegarem à conclusão que existem contradições bíblicas, ou que há contradições na Bíblia, ou que a Bíblia tem contradições, são todos falaciosos porque, em geral, estão viciados pela falácia da relevância e, em particular, estão viciados pela falácia do espantalho. Por conseguinte, esses argumentos não merecem qualquer crédito, nada provam, sendo que os proponentes e defensores desses argumentos viciados pela falácia do espantalho se expõem ao ridículo perante a comunidade científica, filosófica e acadêmica. É esta a conclusão do tema «contradições bíblicas» ou «contradições da Bíblia». Ponto.
    Notei que você, neste seu último post, mudou completamente de tema (de tópico, de matéria ou de assunto de conversa). Até aqui estivemos tratando das «contradições bíblicas», que é um tema de Lógica. Agora você propõe outra coisa: o tema das «adulterações ou traduções incorretas» da Bíblia. Este é um tema de Filologia. Observe-se que este tema não deixa de ser interessante, sem dúvida. Simplesmente, tudo isso que você quer que eu faça já foi realizado com sucesso. Na verdade, já existe uma tradução da Bíblia, feita com a participação de todos os eruditos e especialistas em hebraico, aramaico e grego que quiseram participar. Essa tradução, aliás, disponível a todos em qualquer parte, não contém contradição alguma.
    A sua sugestão de eu «entrar em contato diretamente com Deus e solicitar que ele explique exatamente o que ele pretendeu que fosse explicitado» tem todo o cabimento. Igualmente seu pensamento «Deus não deveria encontrar dificuldades em se fazer entender nos diversos idiomas falados pelos humanos. É o mínimo que se espera do criador do universo» me parece verdadeiro. Eu próprio tenho a intuição que Deus deve ser um Grande Comunicador. No entanto, pergunto: há uma base em que este raciocínio se possa firmar? Se sim, qual? Por que razão?

  53. Deus é um ser vivo, por isso tem jeito de ser e emoções, q variam conforme a pessoa ou situação q ele lida. N vejo contradiçâo em Deus ser de paz e de guerra. Vc pode ser calmo mas ficar furioso as vezes. Sobre as outras supostas contradições, mesmo q sejam verdade, COMPENSA FAZER VISTA GROSSA A CERTOS DEFEITOS DA BÍBLIA, pq ela em si traz uma mensagem necessariíssima pra nós: a da NECESSIDADE DE JESUS PRA SERMOS SALVOS (AS).

  54. Xavier Bastos.

    Eu não mudei de tema. Você começou afirmando que não há contradição onde outros as estão apontando. Para sustentar o que afirma, usa um bocado de retórica que não explica nada. Ademais,foi você e não eu quem disse que tudo está ligado a um problema de tradução. Sabemos que não é possível, algumas vezes, traduzir ipisis litteris, pois o texto ficaria sem sentido, sendo necessária uma adaptação ou interpretação com os termos correlatos mais próximos, coisa que um bom profissional dá conta muito bem.
    Restam então duas possibilidades: ou o tradutor não dominava o idioma ou ele o adulterou.

    Como você sustenta que não há contradições na bíblia, que essas contradições são fruto de tradução inadequada, você deve apontar onde houve a incompetência do tradutor ou a desonestidade criminosa dele, quando adulterou o texto bíblico. É uma coisa bem simples, e você pode aproveitar esses versículos que já estão aí no texto.

    Quanto às suas perguntas, a base firma-se na alegação (de vocês, crentes) de que Deus é onipotente. Sendo onipotente, não há, obviamente, qualquer impeditivo para que ele se comunique diretamente com você e explique-se sobre o que exatamente ele quis dizer, afinal de contas.

  55. Errata:

    Onde se lê:

    COMPENSA FAZER VISTA GROSSA A CERTOS DEFEITOS DA BÍBLIA, pq ela em si traz uma mensagem necessariíssima pra nós: a da NECESSIDADE DE JESUS PRA SERMOS SALVOS (AS).

    Leia-se:

    Compensa fazer vista grossa a certos defeitos de Deus, porque precisamos dele para termos um lugar para onde ir depois do nosso próprio funeral.

  56. obs: como se faz citações aqui? tentei [quote] e não funcionou.

    Não vou defender a infalibilidade da Bíblia, pois infalível só Deus. Muitos defendem que a Bíblia (ou Alcorão, Gita, etc.) sejam “A palavra de Deus”, mas por mais INSPIRADOS que sejam os livros sagrados, a partir do momento que é preciso interpretar para compreender, os livros sagrados caem na limitação humana.

    Todo texto pode ser distorcido, mal traduzido, sofrer acréscimos ou até mesmo tendenciosidades ainda que involuntárias. Com a Bíblia não é diferente, e se algumas citações mostram um deus que não é perfeito, é porque está errada, simples assim.

    Portanto vou comentar só pontos que são importantes quanto à ESSÊNCIA da Bíblia.

    Deus se arrepende? Não, alguém perfeito não erra, se não erra não se arrepende.

    Várias passagens, e às vezes até livros inteiros da Bíblia são escritos em linguagem figurada, isto é evidente quando se lê o Apocalipse. Usar linguagem figurada não é necessariamente ruim, o problema é interpretar um trecho figurado ao pé da letra (Mateus 16:11) isto é óbvio para qualquer pessoa que tenha bom conhecimento de interpretação de texto e confirmado na própria Bíblia. Além disto os judeus não interpretavam as escrituras da forma bitolada que nossa cultura atual faz, eles sabiam que para entender o sentido mais profundo dos textos, é preciso ter olhos de ver e ouvidos de ouvir, e não apenas ver a superficialidade.

    Sendo assim, se o último livro da Bíblia é figurado (e mais de 80% de todos os teólogos não questionam isto) o primeiro livro também pode ser. A própria Gênese usa vários símbolos que mostram que ela é uma FÁBULA. Fábulas não são simples mentiras ou fantasias, mas histórias com lições de moral implícitas nas analogias. Uma fábula lida como tal é algo que permite assimilar ensinos profundos de forma fácil, e são os melhores textos para se ensinar crianças, mas se não forem lidos como fábulas perdem todo seu valor.

    Ele é um Deus de paz? Sim. Deus aparece como “Senhor dos Exércitos” no antigo testamento porque o povo daquela época era embrutecido demais e não entendiam o verdadeiro amor (Mateus 19:8), então os profetas tinham que ensinar-lhes a verdade por etapas. Mas para quem tem olhos de ver, verá que mesmo no Antigo Testamento Deus fala várias vezes que não quer sacrifícios e sim misericórdia (Oséias 6:6 Isaías 1:11-12)

    Ele é um Deus de palavra? Sim. Os trechos citado, em especial Jonas, mostram que Deus mudou a postura porque as pessoas a quem ele se dirigia mudaram de postura primeiro, neste caso seria incoerente e injusto se ele não tivesse mudado. Os dois últimos versículos de Jonas não podiam ser mais claros:
    “E disse o Senhor: Tiveste tu compaixão da aboboreira, na qual não trabalhaste, nem a fizeste crescer, que numa noite nasceu, e numa noite pereceu;
    E não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que estão mais de cento e vinte mil homens que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?”

    Devemos temer a Deus? O problema aqui é que nossa cultura considera “temor” como sinônimo de respeito, tanto que tá até nos dicionários. Fruto da imperfeição humana e nossa limitação linguística, mas se analisarmos a psicologia moderna, veremos que I João 4:18 é que reflete a verdade. O “respeito” imposto pelo medo é um respeito meia-boca, mas o respeito que é fruto do amor é inabalável.

    Deus é a favor de imagens? Imagens sim, desde que não sejam para IDOLATRIA. Algumas Bíblias em português pecam por traduzir apenas por “imagem de escultura”, mas se comparar as traduções verá que muitas deixam claro que é para não fazer ÍDOLOS. No mais o contexto deixa isto claro, por exemplo, Moisés faz uma escultura de uma serpente dourada, não era um ídolo, mas depois de algum tempo as pessoas passaram a tratar a escultura como um ídolo, e em Reis é ordenado que ela seja destruída.

    Os filhos devem pagar pelos pecados dos pais? Não, aqui é um erro de tradução, embora quase todas as Bíblias dizem “ATÉ a terceira ou quarta geração” a preposição correta é NA, e não ATÉ, como na Bíblia em Esperanto:
    iu la malbonagon de la patroj punas sur la idoj EN la tria kaj kvara generacioj
    Ou na Bíblia em latim (vulgata):
    iniquitatem patrum in filiis IN tertiam et quartam generationem

  57. Estamos todos na era da escuridão,não sabemos quem somos nem de onde viemos,e o futuro é um incógnita,há muitas explicações e também contradições em todos os livros cristãos ou de outras religiões,o presente é a única verdade tangível,e ainda assim talvez estamos dentro de uma matrix selvagem,a vida pode ser a morte,a morte talvez seja a ressurreição que nós levará para o lugar de origem,a escolha e a decodificação para nosso destino está sendo feita hoje de acordo com nosso poder de decisão e atitude.

  58. procurando informações pela internet,achei seu blog achei interessantissimo abrir a linha de dialogo,de trocas de conhecimentos e desmembramentos de mitos,e mentiras ligado a religião,ao criador,criaturas,dogmas,invenções em cima de biblias,além de práticas diversas bom,achei interessante sua postagem,nem protestantes cristãos,nem catolicos cristãos nem outros aceitam jamais que toquem no termo biblia,pra eles a biblia e algo totalmente sagrado,intocavel,e santa a ponto de se esbarrarmos nela nos tornamos canalhas,se deixarmos a cair no chao dado o ponto que idolatram o livro biblia,devido as esforços de conhecedores das linguas aramaica,hebraica,grega,e ate o proprio latim,ja se descobriu a biblia nao passa de um montagem,uma colagem dos formatadores da religiao cristianismo em roma,num concilio chamado Concilio de niceia em 325,ficou a intenção e outorga para montagem dos livros,através de constantino e seus papas e padres,com provas reais a BIBLIA CONTEM MAIS DE 52.000 ADULTERAÇÕES explicitas,desde de termos,ate nomes como os nomes do messias,e do criador,mais protestantes e catolicos cristaos ficam loucos,fica claro que a biblia e explicita a induzir as pessoas a seguirem o cristianismo,prova disso os pastores se utilizam tudo com embassamento em versos biblicos,a biblia foi feita uma maquiagem,uma colagem de livros,partes,por roma e cia,todos idolos romanos foram parar na biblia de uma forma ou outra,ESSAS CONTRADIÇÕES QUE VOCE ENCONTROU AI nao sao nem 10% dos erros estao la rsrsr,nao e so por que nao conheciam a transliteração dos livros hebraicos,aramaicos,latim ficou claro a tentativar de induzirem nao so as pessoas aceitarem o cristianismo,como serem controlados por ele em determinada altura CONSTANTINO E CIA começou cristianizar todas pessoas,através de uma forma ou outra,do perdão de impostos,do perdão de crimes,todos eram obrigados a aceitarem a condição de seguidor do cristianismo,NAO HA SEQUER UM RELATO,QUE O MESSIAS,OU SEUS DISCIPULOS TENHA FUNDADO UMA RELIGIÃO,CHAMADA CRISTIANISMO…um produto mais que claro de roma…

  59. A bíblia pode até ter problemas técnicos, q tem, além de ser muito ameaçadora, mas foi através dela q Deus resolver explicar a nós humanos o q ele requer, e como são as coisas no mundo espiritual. A BÍBLIA tem defeitos sim, mas é a MENSAGEM DE DEUS PRA NÓS.

  60. para quem está em dúvida, confira a biblia, e vai ver que há “certos” trechos que não tem nada a ver com o q foi colocado

  61. Quanta merda uma pessoa é capaz de escrever, é nitido que o critico deste artigo é uma pessoa totalmente incoerente nos seus argumentos, leia os capitulos antes de escrever, a biblia é clara e não deixa duvidas como voce citou, bas interpretar correntamente não pegar o que julga ser e escrever.

  62. O Xavier para mim VC também e mais um bitolado sem uma visão da logica elementar defendendo algo que por ignorância de seus pai VC abraçou.
    Porque antes de VC escrever oque não sabe mao pesquisa parte do oriente médio AC/DC rolinho!

  63. Detalhe o mundo ta um caos por causa das religiões e da ignorância dos seus seguidores

  64. Concordo q o mundo ta um caos, mas não é tanto por causa de religiões, e sim pq está cheio de demos soltos, causando. Eles causam doença, eles despertam maus desejos, eles causam acidentes, eles põem pensamentos mentirosos na kbça das pessoas, isso tudo quase sempre na surdina. Mas a Bíblia os denuncia, desmascara e nos dá estratégias em DEUS para nos defender deles e vencê-los…

  65. criaturo 2

    A BÍBLIA tem defeitos sim, mas é a MENSAGEM DE DEUS PRA NÓS.

    ô xara! quer dizer que a palavra de deus esta defeituosa ?
    Tirando todos os defeitos a biblia seria perfeita se bem resumida a esta pratica de Jesus:

    “Ame ao seu próximo, como se fosse a voce mesmo, perdoe até seus inimigos, pois essa é toda a lei de Deus que deveria ter sido ensinada por todos os profetas”

    sds

  66. Criaturo 1

    Eu quis dizer q a bíblia tem uma linguagem muito ameaçadora, o q é pura verdade, quis dizer também q seus ensinamentos estão misturados pedacinho aki, pedacinho ali, pedacinho acolá, além disso em muitos casos ela não leva em consideração os sentimentos humanos (como no caso de casar e não dar certo, não pode casar de novo pq ela considera como adultério, mas e ai como a pessoa lida com seus desejos sexuais e seus sentimentos?), além de linguagem vaga em muitos trechos, e o resultado é o q temos de divergências teológicas mil. MAS mesmo assim, precisamos encontrar a interpretação q faça sentido com a bíblia e procura seguir. Isso q eu quis dizer.

  67. Eu sou um cristão q decidi ser SINCERO, q me RECUSO A MENTIR EM FAVOR DA BIBLIA OU QUALQUER ENTE RELIGIOSO. Prefiro ser franco, não dá p dizer q a bíblia é mil maravilhas se não é, eu estaria mentindo , pecando se der uma opinião q não condiz com o q acredito, MAS apesar dos problemas da bíblia precisamos crer nela e procurar obedecer.

  68. é incoerente afirmar que algo possui erros e afirmar que continuará seguindo tais erros?

  69. Um certo semeador saiu a semear, os grãos caíram em partes distintas e uma em boa terra. Muitos trechos vagos de fato.

  70. Senhorito Criaturo 1

    não vejo incoerencia em minha posição, permita-me exemplificar. Por exemplo o sal e o açucar, são uteis a alimentação embora tenham caracteristicas técnicas q causam problemas a saude. Não podemos dizer q são alimentos perfeitos, mas mesmo assim são necessarios, a mema coisa a bíblia, tem probleminhas sim, mas é necessaria.

    Geralmente as pessoas não entendem porque não estão acostumadas com opiniões francas e equilibradas, geralmente são 8 ou 80, sendo q a vida real tem muitas nuances.

    Enfim, Deus abençoe a todos, e q compreendam o quanto é gratificante e libertador ser francos.

  71. entendi abiblia é que nem sindicato , “ruim com ele , pior sem ele”

    abraço

  72. Às vezes, penso que os ativistas ateus se parecem com críticos de arte que ficam apontando os pequenos defeitos de uma grande obra artística em vez de admirar o conjunto todo da obra.

    Quando analisada como um todo, a Bíblia (embora escrita ao longo de vários séculos por diversos autores diferentes) tem sim uma linha de coerência do começo ao fim; indicando que tais livros foram inspirados pelo mesmo Deus.

    O próprio Gênesis (o primeiro livro da Bíblia, que aos olhos da ciência moderna parece mais um conto de fadas) contêm simbologias e profecias que só são explicadas no último livro da Bíblia, o Apocalipse e em aparições mais recentes de Nossa Senhora. Por exemplo, em Gênesis, a SERPENTE tenta a mulher; a qual Deus profetiza que um descendente da MULHER iria esmagar a cabeça da SERPENTE. Uma interpretação literal da Bíblia, nos leva a crer que era uma cobra falante mesmo. Porém, em Apocalipse, a profecia esclarece que o GRANDE DRAGÃO (Satanás) é a ANTIGA SERPENTE, que persegue a MULHER. Finalmente, séculos e séculos após a profecia de Gênesis, em 27 de novembro de 1830, NOSSA SENHORA (a nova EVA) aparece à Santa Catarina Labouré (cujo corpo está incorrupto) pisando na cabeça da SERPENTE e manda cunhar a famosa Medalha Milagrosa, alcançando inúmeras graças.

    No artigo da Wikipedia sobre “CRISTO” há dezenas de profecias do Antigo Testamento (comprovadamente escritas antes do seu nascimento, pelos Manuscritos do Mar Morto) que se cumpriram integralmente no Novo Testamento:

    “…
    Entre os que entendem ser Jesus o Messias, seria relatado que nele foram cumpridas as profecias do Antigo Testamento. Tais como:
    Nasceria em Belém de Judá (Miqueias 5:2)
    de uma virgem (gr. phanteros) (Isaías 7:14)
    por intermédio de Deus (Salmos 2:7)
    descendente de Jacó (Números 24:17)
    da tribo de Judá (Gênesis 49:10)
    iria para o Egito (Oseias 11:1)
    surgiria da Galileia (Isaías 9:1)
    um mensageiro prepararia o seu caminho (Malaquias 3:1) clamando no deserto (Isaías 40:3)
    o Espírito de Deus iria repousar sobre Ele (Isaías 11:2)
    faria profecias (Deuteronômio 18:18)
    abriria os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos (Isaías 35:5)
    curaria os coxos e os mudos (Isaías 35:6)
    falaria em parábolas (Salmos 78:2)
    mesmo sendo pobre, seria aclamado rei, em um jumento (Zacarias 9:9)
    seria rejeitado (Salmos 118:22)
    traído por um amigo (Salmos 41:9)
    por trinta moedas de prata (Zacarias 11:12)
    moedas essas que seriam dadas a um oleiro (Zacarias 11:13)
    seria ferido e depois abandonado por seus discípulos (Zacarias 13:7)
    seria acusado injustamente (Salmos 35:11)
    seria ferido pelas nossas transgressões (Isaías 53:5)
    não responderia aos seus acusadores (Isaías 53:7)
    seria cuspido e esbofeteado (Isaías 50:6)
    seria zombado depois de preso (Salmos 22:7,8)
    teria os pés e mãos transpassados (Salmos 22:16)
    na terra dos seus amigos (Zacarias 13:6)
    junto com transgressores (Isaías 53:12)
    oraria pelos seus inimigos (Salmos 109:4)
    seria rejeitado e ferido por nossas iniquidades (Isaías 53:3:5)
    lançariam sortes para repartir as suas vestes (Salmos 22:18)
    o fariam beber vinagre (Salmos 69:21)
    clamaria a Deus no seu desamparo (Salmos 22:1)
    entregaria seu espírito a Deus (Salmos 31:5)
    não teria os ossos quebrados (Salmos 34:20)
    a Terra se escureceria, mesmo sendo dia claro (Amós 8:9:10)
    um rico o sepultaria (Isaías 53:9)
    assim como Jonas ficou três dias dentro do grande peixe (Jonas 1:17;Mateus 16:21;Lucas 11:30)
    Ele ressuscitaria (Salmos 30:3)
    no terceiro dia (Oseias 6:2)
    subindo também aos céus (Salmos 68:18;Atos 1:11)
    e sendo recebido pelo seu Pai, à sua direita (Salmos 110:1;Atos 7:55).
    …”.
    FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cristo

    E, justamente, são as profecias e os milagres autênticos que podem PROVAR que a Bíblia foi realmente inspirada por Deus e não apenas fruto da imaginação humana. Pois, homens podem contar histórias e estórias, fazer registros históricos, inventar ou exagerar fatos históricos, mentir, escrever belas palavras, lindas poesias e sábios pensamentos, ou mesmo esquecer detalhes passados por tradição oral e cometer erros ou imprecisões durante um cópia ou tradução de um texto original, etc.; menos fazer PROFECIAS e MILAGRES autênticos, isso só Deus pode fazer!

    E é justamente as PROFECIAS e MILAGRES autênticos que tornam a Bíblia diferente de qualquer outro livro da humanidade e a Igreja Católica (a única fundada por Cristo, o Filho de Deus) diferente de qualquer outra religião do mundo (fundadas por meros homens mortais).

    No estudo da Bíblia, temos também que levar em conta o contexto histórico da época em que viviam os judeus e os outros povos daquela época. Se selecionarmos somente os trechos (fora de contexto) da Bíblia que consideramos “maus”, realmente, faremos dela um livro maldito e de Deus um ser tirano e perverso.

    Porém, enquanto Deus mandava os judeus sacrificar animais (que, aliás, depois foi substituído pelo sacrifício de Cristo na cruz e pelo sacrifício eucarístico do pão e vinho no Novo Testamento), os outros povos sacrificavam seres humanos e crianças (quando não, os próprios filhos) aos seus ídolos e deuses da época.

    Se analisarmos a Bíblia como um todo, veremos que Deus se revelou aos poucos e agiu como um pedagogo ao longo da história, começando a ensinar aquele povo ignorante, rude e duro de coração até chegar no cume da revelação em Cristo Jesus. Se o povo judeu, muitas vezes, não compreendia os ensinamentos e atos de Deus e as palavras dos profetas, é porque Deus estava pensando séculos a frente; planejando salvar não somente aquele povo escolhido, mas toda a humanidade.

    E o mesmo ocorre conosco hoje, por causa da nossa vã filosofia. Às vezes, julgamos Deus mau, louco e injusto e não compreendemos os seus desígnios, porque Ele está pensando séculos, milênios e até a eternidade a frente de nós.

    Devemos amar a Deus com ele é não como gostaríamos que ele fosse. Se Deus existe, somos nós que devemos nos submeter a ele e não ele a nós. E Deus não é apenas bom, mas também justo; se sua MISERICÓRDIA é infinita, sua JUSTIÇA não é menor; por isso, devemos não só amá-lo, mas também temê-lo.

    Todos querem a Divina Misericórdia, mas poucos aceitam a Justiça Divina (que é realmente terrível; basta ver a existência do Inferno); todos querem o perdão de Deus, mas poucos fazer penitência. Infelizmente, nestes tempos de democracia e libertinagem, quase ninguém quer acreditar num Deus bom, mas também justo e soberano.

    O próprio Cristo afirmou que Deus agiu de forma severa com o povo judeu porque “Outrora vossos pais me provocaram…” e porque não ouviram e mataram os profetas. E disse que não veio trazer a paz, mas sim a espada; porém, não é que Jesus era mau e desejava a guerra, mas que isso seria uma consequência de sua própria revelação ao mundo e de suas palavras (profecia, aliás, que foi realmente cumprida ao longo da história).

    Não nos iludamos, o próprio Jesus Cristo que é a “pedra angular” para os que creem, também pode ser uma “pedra de tropeço” para os que não creem. Se, primeiramente, Jesus veio na MISERICÓRDIA e na HUMILDADE, como inocente cordeiro, para nos salvar; finalmente, virá na JUSTIÇA e na GLÓRIA, como justo juiz, para nos julgar segundo as nossas obras.

    Portanto, o mesmo Deus do Antigo Testamento é o mesmo Deus do Novo Testamento e o mesmo Deus de ontem, de hoje e de sempre. E muitas dessas aparentes contradições e “bipolaridade” de Deus, se explicam pelo equilíbrio entre sua infinita misericórdia e sua extrema justiça.

  73. No texto do DR poderia se entender ”justiça” como crueldade extrema?? sinceramente textos como esse acima em nada glorificam Deus, apenas prejudicam ainda mais sua imagem, é lamentável :p em meus textos eu não fico bajulando Deus através de mentiras, tenho ética, mas também evito difamá-lo. Abra a mente e comunique com mais sensibilidade

  74. Eh, Criaturo 1, com seus comentários divertidos, me fez rir kkk comparar a biblia a um sindicato kkkkkk

  75. Um ótimo livro para conhecer o tema. Todo baseado em pesquisa.

  76. Ainda tem gente perdendo seu precioso tempo que Deus deu pra dar discutir com um jegui desse,vai ler bíblia,bastardo

  77. Biblia , e contraditoria , porque …, foi um monte de bebados , que a traduzui , do grego para o latim,,,,,,,,,,, pra quem nao sabe ,,,,,,,, martinho Lutero , gostava dum bom VINHO , tem muito , pastor por ai que gosta de da uma beicada num vinho , todo pastor sabe disso ,,, por isso que ela e contraditoria

  78. masi um arjumento de um anonimo…ha.ha.ha.ha.ha.ha

  79. Não pegue versículos fora de contexto, se é p/ querer contradizer, então leia o capítulo todo p/ depois ter a conclusão certa.

  80. Gente, quem tem kbca boa, Estudem td o cobtexto antes de dizer q ha contradicao ebtre os versiculos A e B, pq com uma boa hermeneutica vcs verao q nao ha. Kd meu Barrinhos?FELIZ 16, cabou o carnaval agora comeca ora vaker o pega…

  81. Ignorantes, vermes imundos, escória da humanidade, almas embriagadas de maldade, incrédulos, estúpidos, cruéis, nojentos, podres e asquerosos, estercos humanos, vermes em forma de gente assim são vocês que menosprezam a palavra Deus e difundem o erro e a ignorância através de seus ensinamentos tortos e sem sentido, nem com um vocabulário inteiro de palavras sujas de baixo escalão e extremamente ofensivas, eu conseguiria expressar de uma forma satisfatória minha revolta e indignação contra essa atitude louca e insensata de vocês pobres cegos e carentes de graça, fé, humildade e sobretudo respeito, sobre tudo que é santo, pessoas como vocês são, sem sobra de dúvidas, os escolhidos para trilhar com o demônio no quinto do inferno os caminhos tortuosos do sofrimento eterno, almas podres, nojentas, e imundas que já tem garantido seu lugar no inferno ao lado esquerdo do diabo.

  82. hipócritas em vão me horam, com seus lábios pregando maldições para os outros.

  83. Adoro ver o desespero, ódio e descontrole dos crentes que entram aqui ao lerem e comentarem as idiotices e contradições da gibíblia expostas tão bem kkkkkk

  84. Vou deixar aqui a minha opinião sobre esse assunto e fazer uma pergunta. É interessante saber sobre o que se avaliou da bíblia e de alguns trechos que foram postados. Eu não sei quem foi que postou mas ele está abordando sobre o que ele encontrou escritos e critica os textos contraditórios. De certo que ele parece está certo sobre essa observância, mas no entanto o que se dizem diante disso, se resume em um monte de piadas, por chamarem de gibiblia, livro de contos de fadas e etc. Assim dizia um tio, “Cada cabeça é uma sentença” e outro “Quem pode, podee, quem não pode bate palmas” Aproveitando que o assunto é sobre contradições, e eu estive analisando sobre o que eu estudei nas aulas de ciências, isso na escola e em uma delas eu achei interessante também. Ciências não é uma área que eu me dedico, e também quero deixar claro que eu sou leigo nesses assuntos e talvez eu não me exponha corretamente. Vejamos então. Eu sei que a matéria é compostas por três classificações, sendo a mineral, vegetal e animal. Eu não conheço todos os componentes minerais, vegetais e animais, apenas alguns dentre esses três. Então eu estive observando que uma planta que é “vegetal” se alimenta de água e sais minerais, que são substâncias “contrarias” as massas que os vegetais possuem, assim também como os animais herbívoros, que se alimentam de substâncias “contrárias” as massas que eles possuem. Então eu pergunto a esses que conhecem sobre ciências. Como é explicado pela ciência a realização desse processo natural, e eu digo assim, contradições da natureza?.

  85. Mané escrevinhou:

    [[[[ Eu sei que a matéria é compostas por três classificações, sendo a mineral, vegetal e animal. Eu não conheço todos os componentes minerais, vegetais e animais, apenas alguns dentre esses três.Então eu estive observando que uma planta que é “vegetal” se alimenta de água e sais minerais, que são substâncias “contrarias” as massas que os vegetais possuem, assim também como os animais herbívoros, que se alimentam de substâncias “contrárias” as massas que eles possuem. Então eu pergunto a esses que conhecem sobre ciências. Como é explicado pela ciência a realização desse processo natural, e eu digo assim, contradições da natureza?.]]]]

    Hahahahahaha!!!!!

    Vá-se entender o que ele quis dizer com “substâncias contrárias”!!!!

  86. pessoal, a gente pode até ter medo de ir para o inferno,ter medo de brincar(ofender) com (a) Deus, mais que na bíblia há contradições ,isso não tenho dúvida, e eu não quero dizer erros feitos nas traduções não ou erros de números ou se fulano é descendente desse ou daquele não,eu falo são de características de Deus. A que mais me deixa assustado é quando se fala sobre o amor de Deus,onde jamais eu sendo um cara terrível,um cara ruim, um cara mais perveso do mundo,eu,na minha inferioridade a Deus,jamais criaria qualquer tipo de ser vivente,passível a sentir dor, e condenar esse ser vivente a sofrimento ETERNO,só porque ele não quis acreditar em mim,não quis fazer a minha vontade,eu mesmo sendo um cara sem amor comparando A Deus amoroso,faria isso com meu filho que não quis me obedecer,no máximo um castigo, passageiro,mas eterno,aí não consigo dizer que isso não é contraditório do DEUS É AMOR, e não venham me dizer que também está escrito que Deus é fogo consumidor que eu rebato que o AMOR SUPERA TODAS AS COISAS (1 co 13)

  87. Aleluia! irmão Geisel hoje eu vi salvação nesta casa!
    onde só ha ovelha doando suas carnes a lobos vestidos de pastores.
    o problema do ser humano é que ele só um deus bom se for parecido com ele….ha…ha..ha..ha…ha ja pensou um deus com cara de homem…sera que os macacos também acham que o deus deles tem cara de macaco?
    Ja pensou no deserto o povo de macacos hebreus clamando a deus mandar a bananá que desceu do céu?
    se fossem lobos clamariam por chuva de ovelhas, ladrões por chuva de dinheiro, se fossem brasileiros por chuvas de políticos honestos…..ha…ha…ha,…ha…ha …..vai ter fé assim la onde pessoas estão morrendo de fome, reze o dia todo e não va trabalhar pelo pão nosso de cada dia e morra de fome, acreditando que Deus é surdo, quando na verdade somos todos mendigos da fé!

  88. Deus vai salvar do que mesmo?

  89. oi Ana tudo beleza ?

    Se tiver interesse vá la visitar dar os seu pitacos :

    https://religiaodeuslivre.wordpress.com/2016/08/02/questoes-que-irrelevantes-que-me-tiram-o-sono/

  90. Criaturo
    Tudo beleza, acredito que vivemos numa época em que os mitos vão perdendo sua representação fantasiosa, sendo desmistificados cada vez mais e depostos de seus tronos na medida em que a ciência avança em suas descobertas esclarecedoras sobre nossas origens e a formação do universo provando que realmente o homem está em constante evolução como disse Darwin favorecendo o crescimento intelectual do homem.

    Eu estou cada vez mais crente de que andamos em direção a um caminho livre de demônios e dragões.

    Vou fazer-lhe uma visita e quem sabe contradizer ideias divergentes à minha racionalidade. Entrarei como Elma Carneiro, mas, se quiser pode me chamar carinhosamente Ana, fique a vontade.
    Um abraço

  91. Elma! fique a vontade, estamos precisando de um toque de uma alma feminina, os assuntos são diversificados os principais participantes são céticos.
    Pena que a ss rodrigues deu linha na pipa, era engraçado ver os pega dela com a portuguesa Maria .
    abraço!

  92. Olá, galerinha fofa de papai kkkk

    Passei aki pra matar saudades. Meu xará Criaturo 1 continua escrevendo, e bonito. Como é q tu tá, rapaz, Deus ja tocou no coração do irmão pro irmão ser um dizimista e ofertante fiel?? Amém

    Aprendi e diverti mtuito com vcs nesse site há uns 2 anos atrás.

    E o Barros, q tava sumido, pelo jeito ta sumido ainda. Eu acho que ele ta estudando pra ser padre kkk

    Abraços

  93. Nossa, eu achi Ana Judice q é Elma Carneiro, pois o desenhinho da Elma é o mesmo da Ana ?? kkk amém, irmã, os pastores gostam muito de carneiro pra seu precio$o rebanho…

  94. GOSTEI DA SUA FRANQUEZA, SEU GEZIEL. EU SOU CRISTÃO E PENSO PARECIDO COM VC (leia comentários de CRIATURO 2 de 2014 em diversos artigos)

    gesiel rodrigues, on 15/08/2016 at 09:39 said:

    pessoal, a gente pode até ter medo de ir para o inferno,ter medo de brincar(ofender) com (a) Deus, mais que na bíblia há contradições ,isso não tenho dúvida, e eu não quero dizer erros feitos nas traduções não ou erros de números ou se fulano é descendente desse ou daquele não,eu falo são de características de Deus. A que mais me deixa assustado é quando se fala sobre o amor de Deus,onde jamais eu sendo um cara terrível,um cara ruim, um cara mais perveso do mundo,eu,na minha inferioridade a Deus,jamais criaria qualquer tipo de ser vivente,passível a sentir dor, e condenar esse ser vivente a sofrimento ETERNO,só porque ele não quis acreditar em mim,não quis fazer a minha vontade,eu mesmo sendo um cara sem amor comparando A Deus amoroso,faria isso com meu filho que não quis me obedecer,no máximo um castigo, passageiro,mas eterno,aí não consigo dizer que isso não é contraditório do DEUS É AMOR, e não venham me dizer que também está escrito que Deus é fogo consumidor que eu rebato que o AMOR SUPERA TODAS AS COISAS (1 co 13)

    CONCORDO COM QUASE TUDO, MAS DEUS É DEUS, E UM SER PODEROSO QUANDO PERDE A PACIENCIA, SAI DEBAIXO… ENTÃO PAREM DE FALAR MAL DELE E VÃO JOELHAR NO MILHO JẤ kKKK

  95. Olá blogueiros! Eu vim aqui para compartilhar algo que eu descobri meio sem querer através de uma duvida que eu tinha referente aos ateus. Eu fiz uma pergunta no globo.com na pag. do G1, a respeito do casamento, e essa foi a pergunta que eu fiz la´: “Existe casamento entre os ateus sendo isso um ato religioso? Algum ateu aqui pra me dizer?” Então um ateu disse que é casado com uma ateia, “ambos são ateus”, óbvio. Isso aumentou a minha intriga que eu já vinha tendo a respeito do casamento entre os ateus. Outro disse que se casou por ter a companheira religiosa. Até ai tudo bem, mais um casal ateu se casar é cúmulo da ignorância no meu ponto de vista. Então eu fiz uma análise do q eu já sei um pouco e repliquei sobre a minha pergunta, porque eu não acho correto um ateu se casar por ser um ato religioso. Então eu fiz a seguinte tréplica ou réplica seja lá como for, e postei novamente assim: “Bíblia e ciência tem conceitos opostos, podemos dizer que o que tem num não tem no outro, e o casamento é bíblico e não científico pelo meu entender, e os ateus chamam de conto de fadas mas usam um conceito bíblico. Se existe casamento entre ateus, dizendo o (FULANO), como explicar o uso do casamento sendo a bíblia um conto de fadas? O casamento entre os ateus não seria parte de um conto de fadas também por ser bíblico?. Depois disso só uma FULANA postou dizendo que quem quiser pode optar pelo civil ou religioso. Então eu não voltei mais a treplicar, porque eu não vi mas razão para isso, sendo que eu queria algo mas relevante sobre a questão. Sendo o casamento no civil ou no cartório eu entendo que é a mesma coisa pra mim, por ser bíblico. No meu ver o casamento no civil foi apenas aprimorado do religioso que lida apenas com assunto da bíblia. Diante disso eu cheguei a uma dedução que os ateus avacalham com algo que eles mesmos utilizam, por está contido na bíblia. Isso não seria um tipo de contradição dos ateus? Não estou bem certo disso, mas hipoteticamente fica parecendo, que os ateus vomita e depois come o que vomitou, por se expressar contra algo que usa. Eu tenho mas assunto para relatar nessa questão, mas vou dar um tempo por hora.

  96. Em que parte da bíblia judaico cristã está instituído o casamento? Não há cerimonia de casamento em outras culturas e religiões anteriores ao judaísmo e o cristianismo? No Brasil e em quase todos os países, há muito tempo o casamento deixou de ser um apenas um ato religioso.
    A título de informação copie o link abaixo na sua barra de endereço e leia o que diz o site do wikipedia sobre o casamento:

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Casamento

    Hoje temos leis regulamentando o matrimônio. O Código Civil brasileiro tem todo um capítulo normatizando essa instituição, que na verdade tem quase todas as características de apenas ser um contrato. Não vejo incoerência nenhuma no fato de ateus se casarem apenas no civil e ao mesmo considerarem a bíblia como um conto de fadas.

  97. Manoel.SPO

    O Sr pensa que o casamento foi instituído pela Igreja Católica?

    Pois o casamento já era costume hebraico desde o Velho Testamento e esse costume veio dos egípcios antigos bem antes do nascimento de Jesus, aliás, o casamento existia desde a pré-história, naquela época o casamento se dava por um acerto entre o casal ou sua família, firmando um elo social entre eles e seus deuses eram outros. O casamento não é e nunca foi um ato religioso, esse conceito religioso foi contraído com o passar do tempo.

    Sr Manoel.SPO, o homem é capaz de ser ético e moral sem religião ou sem um deus. O Sr não sabe nada sobre o que é ser um ateu, aliás, o Sr supõe que sabe e parece até que os imagina criaturas não humanas como o Sr, não é mesmo?

    O Deus cristão-judaico, esse que criou Adão de um pedaço de barro e dele, tirou-lhe uma lasca da costela para formar sua mulher, a Evita, pode-se dizer que é quase contemporâneo. A história do homem na terra antecedeu ao seu Deus bilhões de anos atrás conforme cálculos científicos.
    Hoje sabemos que a existência de deus é imanente no homem pela necessidade de ter um ser superior que possa salvá-lo dos males durante sua existência e principalmente para levá-lo à outra vida pós morte.

    Então o Sr tem a convicção de que o casamento foi criado pela Igreja. Eita, aiaiai, só rindo.
    Precisamos ampliar mais nossos conhecimentos e mergulhar na história da humanidade, precisamos fazer uma retrospectiva para alguns bilhões de anos antes dessa historia ser inventada e estudar mais sobre o homem primitivo, sua evolução até os dias de hoje.

  98. Quero corrigir a frase “bilhões de anos atrás ” para “milhões de anos atrás” quando falo da existência do homem na terra. Calcula-se que os primeiros hominídeos apareceram na Terra entre 4 a 1 milhão de anos a.C exatamente no sul da África.

    Aliás, nessa época o Deus cristão-judaico ainda não havia sido criado pelo homem.

  99. Elma Carneiro

    Perdoe-me “adentrar” em vossa conversa, mas existem várias argumentações “bizarras” de sua parte onde eu, por mais que queira, não consigo me calar.
    Vamos lá:

    O casamento não é e nunca foi um ato religioso, esse conceito religioso foi contraído com o passar do tempo.

    A escrita mais antiga do mundo (cuneiforme) que provém dos mesopotâmicos, já indicavam que eles acreditavam que todas as realizações primordiais, que haviam permitido ao homem fundar o mundo tal como o conheciam (onde o casamento é incluso), tinham sido criadas pelos deuses e concebidas à humanidade.

    Se na escrita mais antiga, temos EVIDÊNCIAS de que o ato de casar-se já era considerado religioso, em que baseia-se sua crença de que o mesmo não era? Em fé cega?

    o homem é capaz de ser ético e moral sem religião ou sem um deus

    E qual é a sua base OBJETIVA para se definir o que é ético e o que é moral se na fé ateísta, a moral e a ética é SUBJETIVA ao desejo pessoal e/ou coletivo?
    Segundo o Ateísmo, o que faz de sua “moral” é superior a “moral” dos Espartanos, onde deixavam os seus filhos “menos capacitados” morrerem nas montanhas?

    A história do homem na terra antecedeu ao seu Deus milhões de anos atrás conforme cálculos científicos.

    E qual é a sua garantia que a datação proposta pelo modelo evolucionista é verídica, refletindo a realidade?
    Eu conheço muito bem estes “cálculos científicos” e neles vejo muitas incertezas, falhas e pressuposições fundamentadas em pura fé cega (sem NENHUMA observação empírica).
    Tu fundamentas toda a tua “certeza” neste castelinho de areia?

    Hoje sabemos que a existência de deus é imanente no homem pela necessidade de ter um ser superior que possa salvá-lo dos males durante sua existência e principalmente para levá-lo à outra vida pós morte.

    Sabemos????
    Acha mesmo que a tua crença e achismo se generaliza a todos habitantes de Terra?
    Acho que tu se esquece que a grande maioria da população NÃO CRÊ neste argumento que acabaste de utilizar, visto que a porcentagem de ateus na comunidade mundial é ínfima (menos de 2%)

    Ademais, qual é a sua evidência para a tese de que Deus é inexistente, pois supostamente é fruto de uma suposta necessidade humana? Fé cega também?

    Precisamos ampliar mais nossos conhecimentos e mergulhar na história da humanidade

    Precisamos mesmo. Que tal colocar em prática esta frase, começando pelo primeiro registro histórico da civilização (mesopotâmicos)?

    precisamos fazer uma retrospectiva para alguns bilhões de anos antes dessa historia

    Primeiro precisamos corroborar empiricamente que estes supostos “bilhões” de anos são verídicos, visto que os métodos são embasados em métodos falhos, cheio de pressuposições cegas e com evidências contrárias que a refuta.

    estudar mais sobre o homem primitivo, sua evolução até os dias de hoje.

    Os supostos “homens primitivos” criaram artefatos extremamente tecnológicos (como os OOparts), demonstrando claramente que de primitivos, eles não possuíam nada.
    Diante deste fato, vocês evolucionistas, preso as fábulas dos “homens das cavernas”, imputam estes achados a ET´s, visto que as evidências não se enquadram nos vossos mitos.

    Calcula-se que os primeiros hominídeos apareceram na Terra entre 4 a 1 milhão de anos a.C

    Calcula-se não….. CRÊ-SE.
    Não existe NENHUM cálculo empírico que corrobore esta conjectura hipotética.

  100. Senhor Morelli

    Pois é, depois de milhares de deuses, enfim o homem criou um Deus para si com D maiúsculo, porque a historia foi muito surreal e incrível, esse Deus tinha que provocar sensações de amor e ódio nos seres, então ele saiu a sua imagem (do homem claro), composto de muitas outras sensações como sentimentos de ternura, admiração, desprezo, paixão ou físicas – como a dor e o prazer.

    Ele possuía corpo de homem, dois olhos, uma boca, dentes e língua, duas pernas, dois braços, sexo, pois dizem que ele era um homem-deus, ou deus-homem. Não sei se Deus comia e nem sei se defecava, será? Só sei que está escrito que ele adorava o “cheiro suave da carne assada”, então presumo que era um grande carnívoro e se ingeria alimentos, certamente possuía todo um sistema digestivo e pela lógica, tudo que entra tem um canal de saída. Confere?

    Mas, esse Deus só foi descoberto depois que foi criado pelo homem já depois ele que estava mais evoluído, saído das cavernas e havia desenvolvido uma escrita que pode ser a cuneiforme, escritas em placas de barro chamadas de tábuas. Formavam comunidades ou tribos nômades. Então, é o que eu falo: foi só depois que o homem achou que poderia criar um Deus, um ser que o livraria das intempéries da vida e acima de tudo ainda poderia dar-lhe outra vida depois de ter morrido conforme gostaria que fosse é que ele ficou pronto.
    Aí é bom mesmo.
    Perfeito. Então poderia morrer mais conformado.

    Spinoza escreve coisas incríveis: “Per substantiam intelligo id quod in se est et per se concipitur; hoc est id cuius conceptus non indiget conceptu alterius rei, a quo formari debeat

    Ele crê que Deus é uma concepção imanente da natureza humana, por isso presumo a existência de milhares deles espalhados pelo mundo conforme sua localização geográfica e cultura. Só da Índia existem 330 divindades, mas, dizem que extraoficialmente chega a casa de 1 bilhão. Arre.

    Em resumo: Para Spinoza, Deus é toda substancia existente e não há um Deus pessoal. Esse Deus, transcendente com vontade e agente no mundo não existe.

    Poisé, esse Deus de vocês é fogo na canjica, e não faz nada para melhorar o mundo, deixa tudo por conta da fé e das rezas dos coitados. O homem tem mesmo que dar conta de si mesmo na ilusão de que se rezar, pelo menos está poderá tem mais esperança.

    Fé e esperança é a mola que dá incentivo a vida, senão os homens podem se sentir órfãos, vazios, fracos e desestimulados.

    Mais uma vez, agradeço sua paciência em desfragmentar meu texto em diversas citações, a fim de corrigir minhas bizarrices, que bom. Espero que tenha ficado satisfeito. Um abraço.

  101. Como eu disse na minha postagem anterior eu descobrir isso meio sem querer, mas eu já vinha querendo saber sobre essa questão do casamento, mas ainda havia receio da minha parte, porque eu já tinha feito uma pergunta parecido como essa, mas a mais tempo atrás e eu não consegui me desenrolar na questão e acabou ficando por isso mesmo.
    A minha intriga se originou porque eu quereria saber como era o casamento dos ateus. Eu fiquei sabendo que há vários tipos de casamentos com comportamentos diferentes entre os casais e que são diferentes do que eu já estou acostumado a saber.
    Mas eu acreditava que o casamento entre os ateus era só um acordo entre eles e sem ir para o cartório. Ai fodeu-se a questão. Isso é inaceitável pra quem bombardeia a bíblia e se prevalece dela ao mesmo tempo. Casamento não tem parte com a cultura ateia, nem um tipo que exerça uma união entre eles, isso é um fato. Mas também é claro, não existe uma proibição para um casal de ateu se casar, isso também é um fato. Mais um desgraçado desse que diz barbaridade da bíblia e fica defendendo o casamento ao mesmo tempo. Fica fazendo de conta que não está acontecendo nada. “Tá tranquilo, tá favorável.” Nesse caso fica difícil de eu resolver isso sozinho. Porque eu já fui um religioso e hoje eu cultuo apenas a bíblia. Se eu fosse um pastor ou um padre de uma igreja eu ia reunir os membros das outras igrejas, e ia apresentar o que está acontecendo para as outras igrejas e ver o que poderia ser feito contra esses satanistas desgraçados filhos do capeta. Se eu fosse um líder religioso, isso não iria continuar. Estão usando um dos mandamentos da bíblia que é o casamento e que por sinal é sagrado ” O sagrado matrimônio” e anda ficam zombando na nossa cara. Ah não! Isso não. Se for o caso para acabar com esses satanistas eu retorno de novo para a religião.

  102. REVENDO O QUE EU DISSE ANTERIORMENTE NA MINHA ÚLTIMA POSTAGEM, E DANDO UM PESQUISADA RÁPIDA POR AI, EU VI QUE ESSA QUESTÃO AI, NEM É BEM EU RETORNAR PARA A RELIGIÃO OU INCENTIVAR UMA RELIGIÃO PARA TOMAR PROVIDÊNCIAS SOBRE ISSO, EU PEÇO IMENSAMENTE DESCULPA POR ISTO.
    Eu revendo mais um pouco a questão, o que eu entendi mesmo, é que eu devo é sair fora dessa questão aqui e deixar isso pra lá. Essa é a melhor coisa que eu tenho a fazer. FUI.

  103. Elma Carneiro

    Pois é, depois de milhares de deuses, enfim o homem criou um Deus para si com D maiúsculo, porque a historia foi muito surreal e incrível, esse Deus tinha que provocar sensações de amor e ódio nos seres, então ele saiu a sua imagem (do homem claro), composto de muitas outras sensações como sentimentos de ternura, admiração, desprezo, paixão ou físicas – como a dor e o prazer.

    Ok, esta é a tua CRENÇA.
    Além dela, tu possui alguma evidência que corrobore este argumento, ou a tua fé é a única coisa que a torna “verídica”?

    Mas, esse Deus só foi descoberto depois que foi criado pelo homem

    Tens alguma evidência que o Deus Bíblico foi criado pelo homem, ou novamente a tua fé cega é tudo o que torna este teu argumento “verídico”?

    já depois ele que estava mais evoluído, saído das cavernas e havia desenvolvido uma escrita que pode ser a cuneiforme, escritas em placas de barro chamadas de tábuas.

    Esta estória da mitologia evolutiva onde homens macacos, gruindo e batendo ossos, saem das cavernas com suas ferramentas primitivas e “evoluem” com o tempo não estão de acordo com as evidências encontradas.

    As ruínas de Puma Punk, Baalbeck, e os artefatos com extrema tecnologia (OOpart) nos quais vocês, por creem em Darwin, classificam-os como de origem Alienígena, refutam este pensamento.

    Deixando a fábula evolucionista e os ET´s de lado, temos evidências que o ser humano EM SUA ORIGEM, já possuía tecnologia e conhecimento suficiente para criar, não apenas monumentos, mas também artefatos altamente tecnológico, onde nem mesmo nós HOJE, conseguiríamos reproduzir.

    Veja este vídeo sobre os achados citados:

    Fé e esperança é a mola que dá incentivo a vida, senão os homens podem se sentir órfãos, vazios, fracos e desestimulados.

    E????
    Mesmo que isso fosse verdade, onde que refutaria a existência de Deus?
    Está a cometer a falácia genética.
    Pesquise sobre isso e entenderá.

  104. Mais um desgraçado desse que diz barbaridade da bíblia e fica defendendo o casamento ao mesmo tempo. Fica fazendo de conta que não está acontecendo nada. “Tá tranquilo, tá favorável.” Nesse caso fica difícil de eu resolver isso sozinho. Porque eu já fui um religioso e hoje eu cultuo apenas a bíblia. Se eu fosse um pastor ou um padre de uma igreja eu ia reunir os membros das outras igrejas, e ia apresentar o que está acontecendo para as outras igrejas e ver o que poderia ser feito contra esses satanistas desgraçados filhos do capeta. Se eu fosse um líder religioso, isso não iria continuar. Estão usando um dos mandamentos da bíblia que é o casamento e que por sinal é sagrado ” O sagrado matrimônio” e anda ficam zombando na nossa cara. Ah não! Isso não. Se for o caso para acabar com esses satanistas eu retorno de novo para a religião.

    Jesussssssssss!!!! Quanto ódio no coração!!!!
    Foi isso que a religião fez contigo????
    Ah! Típico!!!!

  105. Realmente eu fiquei bastante estressado em saber do episódio do casamento e das críticas ao mesmo tempo da bíblia, Inclusive a Elma Carneiro tentou justificar dando umas amostras de como era os casamentos antigamente. Justificativas que o Diego Morelli discordou por ter um conhecimento mais abrangente sobre esse assunto. Eu não irei mas falar sobre o casamento ou quem deu início a isso vou deixar pra lá.

    Agora eu irei falar de um outro texto que se encontra na bíblia, pelo qual eu mencionei isso no site da globo.
    Um cidadão disse em sua postagem que a bíblia é um livro só de mitos e um outro disse uma seguinte frase. Vejamos aqui um pedaço do que ele “Gato Mestre” escreveu.

    “Só para um analfabeto científico que fé e ciência andam juntas. A CIÊNCIA IGNORA A FÉ. Qualquer um com o mínimo de conhecimento sobre ciência sabe que qualquer teoria científica que se baseia na fé é motivos de risadas!…….”

    Eu discordei do que ele disse e fiz a seguinte postagem pra ele:

    “Fé e ciência só não andam juntas pra quem é alienado e um anta. Em gêneses 2:6 diz: “Um VAPOR, porém, subia da terra, e regava toda a face da terra.” Gato mestre e aos demais eu pergunto, esse texto ai representa ciência ou fé?. Eu não obtive respostas e lá tem um limite de tempo para as postagens que são de dois dias + ou -.

    Analisando sobre essa questão do que dizem sobre a bíblia, então eu resolvi refazer essa mesma pergunta aqui.

    Quando eu estudei, eu passei pelo um assunto que tratava dos estados físicos da água, que no caso são “3” os que eu conheço.
    A questão aqui é: Se os ateus dizem que a ciência ignora a bíblia porque considera ela um livro de conto de fadas, fábulas, mitos, contos infantis, da idade da pedra e etc. O que os ateus tem a dizer sobre esse texto que está em gêneses, que para mim é um assunto parecido com o qual eu estudei e esse mesmo assunto se encontram agora em dois livros diferentes pelo que eu estou sabendo. Afinal de contas, como esse assunto foi parar em um outro livro diferente, porque e quem deu início a esse assunto primeiro? Esse é um assunto que eu gostaria de saber da parte dos ateus e que dizem também que conhecem bastante a bíblia e pra mim no meu ponto de vista, são as pessoas certas para me explicarem sobre essa questão citada. Mas hipoteticamente dizendo. Se no caso for a bíblia a pioneira desse texto, a ciência então lida com mitos em certos assuntos dela, mas se for o contrário então, nesse caso o texto não é um mito, isso no meu ponto de vista. Mas eu vou esperar pra saber o que os ateus tem pra me dizer sobre isso.

  106. Manoel, SPO;
    Pelo exposto logo acima nos seus dizeres escritos.
    Concluo, dentre outras coisas, que: Você sequer entende o significado de CIÊNCIA e como ela funciona.
    Talvez sequer entenda o significado de FÉ também!

    Avante!

  107. God, só porque eu não estudei os passo a passo da ciência e não estou em um laboratório fazendo experiências, isso então me desclassifica como um entendedor de ciência no teu ponto de vista, não é mesmo?. Eu posso ser leigo mas não irracional.

    Tu ia morrer de fome se vivesse de adivinhação….. kkkkk
    Eu tenho algumas descobertas na área da ciência e vou citar uma que eu defino como a mais irrisória entre elas.
    Essa se refere ao ciclo da vida pelo qual nós conhecemos que possuem quatro fases apenas, que são as seguintes fases: Nascer, crescer, reproduzir e morrer. Mas na minha observação, eu analisei que o ciclo não possuem 4 fases apenas, mas cinco fases, são elas: Nascer, crescer, “reproduzir”, parar de crescer e morrer. A palavra reproduzir que está entre aspas, fica em uma alternativa, entre crescer e parar de crescer.
    Ora, nós sabemos que a ciência aceita essas quatro fases, não sei porque a ciência ignora uma fase que é bastante comum.
    Então God, como tu te denomina um conhecedor e eu um desconhecedor da ciência. Eu gostaria que tu me esclarecesse sobre esse ciclo da vida e porque a ciência ignora uma fase, que pra mim no meu ponto de vista, sendo irônico nessa questão, eu entendo que a ciência está “boiando” nessa questão. No meu ponto de vista, a ciência teria que corrigir esse erro, que pra mim está incompleto.

    God, a primeira pergunta tu não respondesse. Viesse com argumentos de adivinhações e só. Agora são duas perguntas..
    A primeira pergunta é: O texto em Gêneses é um mito conforme dizem os ateus da bíblia?
    A segunda pergunta é: O ciclo da vida são só quatro fases mesmo, ou é eu que estou errado e imagino que são cincos fases?

  108. Manoel. SPO:

    Piorou!
    Realmente você parece não entender muito de ciência, especificamente de biologia.
    Esses tais “ciclos da vida” me parecem simplistas demais para se definir o que ocorre com um organismo durante sua existência. Serve talvez pra explicar muito minimamente para alguma criança o tema em questão. Muito raso.
    A ciência da biologia vai muito mais além que isso.
    Quer dizer que antes do “nascer” não há todo um processo de formação depois do encontro dos gametas? Que ciclo seria esse?
    Talvez gestação?

    Quanto à sua primeira pergunta: ” O texto em Gêneses é um mito conforme dizem os ateus da bíblia?”
    Sim, deve ser considerado um relato mitico pois implicitamente descreve de forma fabulosa, irracional e ilógica uma forma de criação do mundo.
    Da mesma forma como outros mitos de criação de outros povos não judáicos-cristãos.
    E você mencionar que: Em gêneses 2:6 diz: “Um VAPOR, porém, subia da terra, e regava toda a face da terra.” , não refuta o argumento de que a Gêneses é um relato mítico.
    Quem escreveu, ou aqueles que criaram o mito, certamente sabiam o que era VAPOR de água que se condensa. Eles cozinhavam suponho!

    Curioso que a Gêneses “científica” diz que os dias foram criados antes da criação do Sol. O que se deduz disso?

    Isso só pra começar!

    Avante!

  109. God

    Se me permitir, gostaria de pontuar suas respostas, pois elas ficaram nebulosas (pelo menos para mim), e também gostaria de fazer algumas considerações

    Sim, deve ser considerado um relato mitico pois implicitamente descreve de forma fabulosa, irracional e ilógica uma forma de criação do mundo.

    Em qual ponto, especificamente, a narrativa de Gênesis, segundo tua visão, é “fabulosa”, irracional e ilógica?
    Poderia pontua-las?

    Da mesma forma como outros mitos de criação de outros povos não judáicos-cristãos.

    Como o mito evolucionista?
    Já paraste para pensar o quão irracional e ilógico é esta fábula naturalista?
    Veja bem, não me refiro restritamente a doutrina de Darwin, mas sim aos deuses evolução, nos quais resumem-se no deus evolução cósmico/estelar, deus evolução química e deus evolução biológica (que este sim é defendido pelo “profeta” Darwin).

    Posso pontuar várias inconsistências desta fé, assim como as partes ridículas que ela contém.

    E você mencionar que: Em gêneses 2:6 diz: “Um VAPOR, porém, subia da terra, e regava toda a face da terra.” , não refuta o argumento de que a Gêneses é um relato mítico

    Mas não há o que ser refutado o que não foi comprovado.
    Está querendo inverter o ônus da Prova?
    Antes de tu existir, o Livro de Gênesis já estava lá, sobre uma narrativa HISTÓRICA.
    Portanto se alegas que ele é um relato mítico tu deverás, por intermédio das evidências, COMPROVAR que de fato o seu argumento é verdadeiro.
    Quais são as suas evidências deste teu argumento?

    Quem escreveu, ou aqueles que criaram o mito, certamente sabiam o que era VAPOR de água que se condensa

    Mas quem disse que o fato de Moisés (autor da Torah) saber sobre a condensação da água torna o relato mítico, conforme tu alegas?

    Veja bem, tu alegas que o relato de Gênesis, que CLARAMENTE se manifesta como histórico, é um mito.
    com base em que fazes esta alegação? Fé cega e pessoal?

    Curioso que a Gêneses “científica” diz que os dias foram criados antes da criação do Sol. O que se deduz disso?

    Cientificamente a separação dos dias não necessitaria do sol se a Terra tivesse um ponto fixo de luz e o seu movimento de rotação.
    O Dia e a Noite são separados pela presença e ausência de Luz.
    Portanto se deduz que para haver dia e noite, não é necessário o sol,, mas siam a LUZ e o movimento de rotação.

  110. hehehehe, eu fico tempos sem a aparecer por aqui e quando dou uma passada tudo continua a mesma coisa…

    Diogo, deus usou a lanterna do iPhoneGod dele para calibrar qual seria a melhor posição do sol… esse era o ponto fixo de luz

    Abraço
    Cristiano

  111. Cristiano;

    Por isso que tem um certo ditado que diz; “Melhor esperar na sorte ou no azar, do que ter que formular”.
    Então eu estava tentado formular aqui a minha dedução, para responder a pergunta do God, mas eu acredito no acaso, e pensei. Porque formular se eu acredito no big bang e eu posso ter uma frase assim do nada.

    Então graças ao big bang, a frase que eu queria, surgiu assim do nada

    Que sorte a minha. Pulei uma fogueira.

    Então God, essa é a minha dedução para a tua pergunta.

    “deus usou a lanterna do iPhoneGod dele para calibrar qual seria a melhor posição do sol… esse era o ponto fixo de luz”

    abraços e
    avante….

  112. Cristiano

    Diogo, deus usou a lanterna do iPhoneGod dele para calibrar qual seria a melhor posição do sol… esse era o ponto fixo de luz

    Muito improvável visto que o IPhone é uma invenção humana e surgiu bem depois da criação do universo.

  113. “”””Muito improvável visto que o IPhone é uma invenção humana e surgiu bem depois da criação do universo.””””

    Engana-se meu caro. Deus sabe de tudo e pode tudo em qualquer Tempo e Espaço.
    Criar um IPhone do nada seria simples demais para quem é capaz de criar um Universo tão mais complexo.

    Não subestime as capacidades divinas!

  114. Morelli:

    Em qual ponto, especificamente, a narrativa de Gênesis, segundo tua visão, é “fabulosa”, irracional e ilógica?
    Poderia pontua-las?

    Toda a narrativa é fabulosa, irracional e ilógica.

    Devemos entender também que era uma forma primitiva de se descrever a criação como intuída por um povo muito antigo.
    Outros povos tem seu próprio mito de criação.

    Como o mito evolucionista?
    Já paraste para pensar o quão irracional e ilógico é esta fábula naturalista?
    Veja bem, não me refiro restritamente a doutrina de Darwin, mas sim aos deuses evolução, nos quais resumem-se no deus evolução cósmico/estelar, deus evolução química e deus evolução biológica (que este sim é defendido pelo “profeta” Darwin).
    Posso pontuar várias inconsistências desta fé, assim como as partes ridículas que ela contém.

    Fique à vontade para apontar as inconsistências e afins sobre a Teoria da Evolução, que trata apenas de como os seres vivos evoluíram neste planeta.
    Pode também tentar refutar as teorias cosmológicas.

    Mas não há o que ser refutado o que não foi comprovado.
    Está querendo inverter o ônus da Prova?
    Antes de tu existir, o Livro de Gênesis já estava lá, sobre uma narrativa HISTÓRICA.
    Portanto se alegas que ele é um relato mítico tu deverás, por intermédio das evidências, COMPROVAR que de fato o seu argumento é verdadeiro.
    Quais são as suas evidências deste teu argumento?

    Mitos também fazem parte da HISTÓRIA de um povo. Geralmente fica-se fácil de delimita-los na narrativa geral quando descrevem acontecimentos fantásticos e incongruentes com uma cadeia racional e lógica de conhecimentos que possuímos atualmente.

    Mas quem disse que o fato de Moisés (autor da Torah) saber sobre a condensação da água torna o relato mítico, conforme tu alegas?
    Veja bem, tu alegas que o relato de Gênesis, que CLARAMENTE se manifesta como histórico, é um mito.
    com base em que fazes esta alegação? Fé cega e pessoal?

    Eu quis dizer que o fato de se mencionar algo sobre condensação da água não torna o contexto em questão algo científico.
    E você pode provar que Moisés foi o único autor da Torah?
    Parece que não, segundo muitos pesquisadores, dentre eles alguns judeus.

    Cientificamente a separação dos dias não necessitaria do sol se a Terra tivesse um ponto fixo de luz e o seu movimento de rotação.
    O Dia e a Noite são separados pela presença e ausência de Luz.
    Portanto se deduz que para haver dia e noite, não é necessário o sol,, mas siam a LUZ e o movimento de rotação.

    Dia e noite são definidos pelo movimento de rotação do planeta que se evidencia por alguma fonte de luz intensa que deverá estar próxima (em termos astronômicos) e relativamente estável na sua órbita dentro do sistema.
    Pode provar que havia outro ponto “fixo” de luz que foi criado antes da estrela Sol?

  115. Manoel, SPO:

    Então eu estava tentado formular aqui a minha dedução, para responder a pergunta do God, mas eu acredito no acaso, e pensei. Porque formular se eu acredito no big bang e eu posso ter uma frase assim do nada.
    Então graças ao big bang, a frase que eu queria, surgiu assim do nada
    Que sorte a minha. Pulei uma fogueira.
    Então God, essa é a minha dedução para a tua pergunta.
    “deus usou a lanterna do iPhoneGod dele para calibrar qual seria a melhor posição do sol… esse era o ponto fixo de luz”

    Kacete!!!! Não entendi nada agora!

    Chega? Ficou complicado demais?

  116. God,

    Eu desconfio que tu ainda não sabe o significado das palavras generalizar, exceção, mito e fato.

  117. Eu

    Engana-se meu caro. Deus sabe de tudo e pode tudo em qualquer Tempo e Espaço.

    Deus pode pecar? Deus pode destruir a ele mesmo?
    Caso não, então Deus não pode tudo.

    Criar um IPhone do nada seria simples demais para quem é capaz de criar um Universo tão mais complexo

    Concordo. Por isso acho improvável ele ter criado uma simples invenção humana para servir de fonte de luz para a Terra. Provavelmente a luz primordial foi a dele mesmo.

  118. God

    Toda a narrativa é fabulosa, irracional e ilógica

    É o que disseste anteriormente, porém não respondeu a minha pergunta.
    QUE PONTO ela supostamente é fantasiosa e porque?

    Devemos entender também que era uma forma primitiva de se descrever a criação como intuída por um povo muito antigo.
    Outros povos tem seu próprio mito de criação.

    Ou podemos entender que o Criador do universo revelou a Moises o fato único ocorrido no início da humanidade, que posteriormente foram deturpados pelos povos remanescentes que se desviaram deste criador.

    Como sabe que a segunda opção não poderá ser a correta?

    Fique à vontade para apontar as inconsistências e afins sobre a Teoria da Evolução, que trata apenas de como os seres vivos evoluíram neste planeta.

    A Evolução Biológica trata deste tema.
    Porém, a fé evolutiva não se restringe a ela. Temos a evolução Cósmica/Estelar e a evolução Química.
    Viu só, quem disse que os cristãos são os únicos adeptos a uma trindade.
    :-)

    Pode também tentar refutar as teorias cosmológicas.

    Maravilha God, percebo que és bem corajoso ao desafiar alguém a questionar sua fé. Presumo que haverá um grande debate.

    Quanto a trindade “Evolução”, gostaria de me limitar a Naturalista (ou seja, aquela que não há nenhum Deus executando ou direcionando o processo).
    Comecemos pelo início então, questionando a existência da primeira pessoa da trindade, o deus evolução Cósmica/estelar.

    Muitos adeptos a este deus, utilizam-se da proposta de um PADRE (o que é irônico) como base de suas crenças. Nesta proposta o tempo, espaço e matéria supostamente estavam condensados em um único ponto singular, que “puf”, explodiu gerando o universo.
    Pois bem, a questão se complica no início.
    Se este ponto sempre existiu (sendo eterno, portanto IMUTÁVEL), porque ele não permaneceu eternamente neste estado?
    Se este suposto ponto surgiu do ex-nilho, qual é a justificativa lógica para alegar que o nada absoluto poderá gerar alguma coisa?

    Mitos também fazem parte da HISTÓRIA de um povo.

    Então a sua “evidência” a favor de sua crença que o relato Bíblico é mentiroso baseia-se no argumento que “Mitos fazem parte da história”?
    É isso mesmo?

    Geralmente fica-se fácil de delimita-los na narrativa geral quando descrevem acontecimentos fantásticos e incongruentes com uma cadeia racional e lógica de conhecimentos que possuímos atualmente.

    Concordo.
    Por isso conseguimos facilmente classificar de mito, a crença evolutiva, nas quais descreve acontecimentos fantásticos e incongruentes com uma cadeia racional e lógica de conhecimentos que possuímos atualmente.
    Estes acontecimentos será descritos por mim, no decorrer de nosso debate.
    Porém quanto o relato de Gênesis, onde estão os supostos acontecimentos fantásticos e incongruentes com uma cadeia racional e lógica de conhecimentos que possuímos atualmente, que até o momento não pontuaste?

    Eu quis dizer que o fato de se mencionar algo sobre condensação da água não torna o contexto em questão algo científico

    Porque não, se o contexto está declarando algo científico?

    E você pode provar que Moisés foi o único autor da Torah?

    Não, até mesmo porque a Bíblia não revela quem é o autor.
    Apenas deduzi conforme a tradição judaica, no qual atribuía a ele a autoria.
    Existe alguma comprovação de que ele NÃO é o autor?

    Parece que não, segundo muitos pesquisadores, dentre eles alguns judeus.

    Muitos pesquisadores, e judeus inclusos, dizem que Moisés foi o autor (conforme a tradição judaica)
    Qual dos dois grupos estão certos?

    Dia e noite são definidos pelo movimento de rotação do planeta que se evidencia por alguma fonte de luz intensa que deverá estar próxima (em termos astronômicos) e relativamente estável na sua órbita dentro do sistema.

    Correto.

    Pode provar que havia outro ponto “fixo” de luz que foi criado antes da estrela Sol?

    Vamos lá, assumindo que o Deus Bíblico é verdadeiro, e que a criação do universo foi realizado conforme o relato de Gênesis, providenciando ele esta luz em sua origem, e nos dias seguintes criando o Sol e a Lua para “governar” esta luz (extinguindo então, a luz primordial), que tipo de prova tu espera encontrar hoje?

  119. [Diogo Morelli]

    “Deus pode pecar? Deus pode destruir a ele mesmo?
    Caso não, então Deus não pode tudo.”

    Quem instituiu ou criou as regras pode quebra-las quando bem quiser. Talvez não queira, ainda.
    Destruir à si mesmo? E por que não?
    Se um simples humano pode faze-lo, por que não um deus?

    “Concordo. Por isso acho improvável ele ter criado uma simples invenção humana para servir de fonte de luz para a Terra. Provavelmente a luz primordial foi a dele mesmo.”

    Ah! A piada perdeu a graça.

  120. God,

    Infelizmente eu não vim aqui neste blog com o intuito de ficar respondendo as perguntas a mim direcionadas a respeito da bíblia, mas sim com um outro objetivo que também é referente a bíblia. Objetivo que por incrível que pareça eu consegui alcançar de maneira estudando a questão.

    Eu já tinha lido o texto em Gêneses 2:6 a bastante tempo atrás, mas eu ainda não tinha uma visão mas ampla de conhecimento para fazer uso desse texto.

    É apenas um texto contido na bíblia, mas mesmo sendo apenas um texto na bíblia, vai quebrando a hegemonia desses opositores que se denominam conhecedores da mesma. Seria hilário se não fosse trágico. Conhecedores da bíblia imaginários.

  121. Manoel.SPO

    O senhor tem plena convicção de que a bíblia é o melhor e mais certo livro do mundo, não é mesmo? Tenho observado que sua fixação pela bíblia parece ser uma patologia arraigada na sua personalidade.

    Pois eu não penso assim e posso viver muito feliz e sem medos, assim como vivo sem nenhuma influência desse livro, mesmo porque minha postura sobre a vida é a do humanismo secular.
    As pessoas com fixação nesse livro imagina ser impossível haver possibilidade de uma vida plenamente feliz, se não viver em conformidade com seus preceitos e “ensinamentos”.
    José Saramago, escritor e dramaturgo português ganhador do prêmio Nobel de literatura de 1998, fala sobre a Bíblia e Deus no que concordo em gênero, numero e grau, pois me satisfaz 100% pela lógica do seu raciocínio.
    Ele comenta que o Deus cristão, especificamente o descrito na Bíblia, é cruel, invejoso e insuportável. Questiona também sobre como o livro foi escrito e como ele pode ser absurdo, inclusive alegando que a bíblia é um manual de “maus costumes ” e que Deus só existe na nossa cabeça.

  122. EU

    Quem instituiu ou criou as regras pode quebra-las quando bem quiser.

    E se há uma regra que proíbe a quebra de regras?

    Talvez não queira, ainda

    Não é questão de querer, é questão de poder.
    Deus não pode pecar, pois o pecado é contra a sua natureza.
    Seria o mesmo que pedir para brotar maçã de um pé de amora.
    Deus não pode se destruir pois a sua essência é ETERNA.
    Como limitarás a ETERNIDADE no tempo, se o mesmo a transcende?

    Destruir à si mesmo? E por que não?

    Porque é ilógico.
    Me explique como que uma entidade que é ETERNA poderia se reduzir ao temporal?

    Se um simples humano pode faze-lo, por que não um deus?

    Porque humanos são LIMITADOS ao tempo.
    O fim chega JUSTAMENTE pelo limite que possui.
    Como o fim viria para um ente ilimitado e eterno?

  123. por que o God zila não crê em Deus ?

  124. D. Elma Carneiro.

    A sra. se intitula ateia, mais está dentro de um assunto que não faz parte da sua cultura, mas sim dessa cultura cega baseada na obra do acaso.

    faço-lhes umas peguntas:
    Quem foi o sr. inteligência que invetou essa doideira do acaso?.
    Como foi testado para se chegar a conclusão que as coisas acontecem mesmo por obra do acaso?
    Se nós fazemos parte da obra do acaso como tem que ser, porque as coisas não aconteceram mais pela obra do acaso? Porque parou, parou porque?.

    .

  125. Manoel. SPO
    O senhor poderia dizer como surgiu o subcontinente da América do Sul ou quem o formou?

  126. e voce Elma saberia me dizer quando foi que um átomo passou a raciocinar sobre a própria existência?

  127. Elma Carneiro

    Eu não sei como surgiu e não tenho nem ideia. Agora quem formou, eu estou certo disso que não foi eu.

    Agora a sra. poderia me dizer como foi que surgiu os transportes:”aviação, navegação e carros”. As habitações: “casas e prédios e etc”. Os equipamentos em geral e os utensílios?.

  128. Você anda muito evoluído Criaturo, passou a raciocinar melhor que até deixou-me com a mente no vácuo devido a carga elétrica que calcinou meu cérebro. Parabéns pelo crescimento, falando até em átomos, andou lendo Demócrito ou John Dalton e já está na mecânica quântica?

    Terminou de criar seu Deus pessoal de acordo com suas vontades? Seu Deus particular deverá superar todos os outros inclusive aqueles deuses mortos, senão o seu vai acabar ficando só no registro da história como mais um mito, ta bem?

  129. Querido Manoel. SPO

    Quanto ao surgimento dos “transportes:”aviação, navegação e carros”. As habitações: “casas e prédios e etc”. Os equipamentos em geral e os utensílios?.”, também não tenho a menor ideia, acho que foram as formigas, não?

    A sra. se intitula ateia, mais está dentro de um assunto que não faz parte da sua cultura, mas sim dessa cultura cega baseada na obra do acaso.

    Sou eu quem determina minha própria cultura de acordo com meus conhecimentos. Sou dona do meu destino, vivo num país democrático, multicultural e faço, parte dessa cultura.
    Tudo que acontece no mundo e na medida dos meus limites procuro me inteirar. Saiba que não me fecho e nem detenho meu direto de viver tudo aquilo que me interessa inclusive as estórias e fábulas bíblicas. Não vivo enclausurada num quadrado, pois não sou limitada, gosto de voar, adquirir um pouco mais de sabedoria.

    Deixa dessa soberba celestial. Estou num site ateu e imagino que aqui posso me sentir à vontade para explanar sobre os temas colocados ou expressar de acordo com meus conceitos. Quem está totalmente desarticulado com os propósitos desse site é o senhor, apesar de que um dos prazeres do autor é mesmo provocar os crentelhos em suas incoerências.

    Não existem “acasos” na ciência, os astrofísicos tem esclarecido esses equívocos mostrando que tudo que existe veio de um processo da evolução e uma causa real, física e palpável. Saiba mais sobre a ciência da cosmologia, astronomia, fenômenos geológicos, espaciais, para não ficar pensando que o big bang foi uma explosão do acaso que de repente deu origem ao universo da forma que vemos hoje.
    Levou milhares de anos para ser formado e o que houve foi devido a um estado elevado de densidade e alta temperatura no espaço o que causou sua expansão dando origem a uma grande explosão que, com o tempo foi se arrefecendo, permitindo então a formação de partículas subatômicas como os prótons , nêutrons e elétrons, o que não significa que a terra apareceu pronta e no seu formato atual como num passe de mágica assim como os mares, continentes e tudo que existe aos nossos olhos.

    Se o senhor já leu sobre a Pangaea ou Pangea a primeira crosta terrestre que existiu, saberá mais sobre os continentes. Tudo isso foi o resultado de mais de milhares de anos até chegar à forma atual.

    O MUNDO NÃO FOI FEITO EM 6 DIAS COMO UM ESPETÁCULO DE PASSES DE MÁGICA CIRCENSE, CERTO?
    A humanidade não pode mais acreditar nessa mágica atribuída a um ser imaginário, criado pelo próprio homem conforme suas conveniências, aliás, um Deus muito humano que odeia, ama, castiga, dá ordens, tira ordens, se arrepende, volta atrás, mata e salva que promove guerras e genocídios a fio de espada como na conquista da terra prometida ao seu povo como é narrado no livro de Josué. Um Deus que tinha preferência por um povo em detrimento aos outros seus filhos, ordenando a exterminação de várias nações para assentar ali os seus escolhidos e amados.

    É a história se repetindo com o Estado islâmico que promove uma sangrenta e covarde guerra em nome do seu Deus, que a propósito, é o mesmo dos cristãos-judaicos e Judeus.
    É a história se repetindo, como no conceito filosófico do “Eterno Retorno” de Friedrich Nietzsche sobre os sentidos das vivências em alternâncias que se “repetem”. Tudo vai e tudo retorna: Criação e destruição, alegria e tristeza, saúde e doença, bem e mal, belo e feio.

    E o seu Deus não faz nada para mudar o rumo.

  130. Elma Carneiro,

    Parece que estamos nos entendendo.

    “Sou eu quem determina minha própria cultura de acordo com meus conhecimentos. Sou dona do meu destino, vivo num país democrático, multicultural e faço, parte dessa cultura.”

    “A humanidade não pode mais acreditar nessa mágica atribuída a um ser imaginário, criado pelo próprio homem conforme suas conveniências, aliás, um Deus muito humano que odeia, ama, castiga, dá ordens, tira ordens, se arrepende, volta atrás, mata e salva que promove guerras e genocídios a fio de espada como na conquista da terra prometida ao seu povo como é narrado no livro de Josué. Um Deus que tinha preferência por um povo em detrimento aos outros seus filhos, ordenando a exterminação de várias nações para assentar ali os seus escolhidos e amados.”

    A senhora então escolheu a sua cultura e acha que ela é boa e as restantes não presta. Por isso que a sra. quer que as outras culturas acabem pra que seja implantada a sua cultura?

    Eu também posso escolher a minha cultura e achar o que é melhor pra mim.

    Elas por elas.

  131. parabéns e sejam felizes!

  132. Elma Carneiro, voce pegou repulsas biblicas devido aos holocaustos ?

  133. Morelli:

    E se há uma regra que proíbe a quebra de regras?

    Só um idiota proporia uma regra assim.
    Deus Todo-todo é um idiota retardado?

    Os denominados “pecados” são regras instituídas por deus aos humanos, segundo a mitologia, logo o deus não estaria sujeito à elas, se assim fosse os “pecados” seriam mais poderosos que o próprio deus.
    Qual a lógica disso?

    Não é questão de querer, é questão de poder.
    Deus não pode pecar, pois o pecado é contra a sua natureza.

    Leia acima de novo.

    Como um deus pode ter uma “natureza” ou característica tão limitante?
    Por ser deus ele pode fazer coisas que podem nos fazer um bem ou um mal, ou pode ser simplesmente amoral.
    Talvez ele opte por fazer o bem apenas por preferência ou empatia.
    Veja que na natureza ocorrem fenômenos que simplesmente destroem muitas vidas inocentes.
    Nisso reside um problema, se ele não interfere para impedir essas mortes comete um desvio de conduta por omissão. O livre arbítrio não refuta essa tese pois se trata de fenômenos da natureza.

    Seria o mesmo que pedir para brotar maçã de um pé de amora.

    A analogia não procede por deus não ser limitado como um pé de amora que está sujeito às regras da natureza.

    Deus não pode se destruir pois a sua essência é ETERNA.
    Como limitarás a ETERNIDADE no tempo, se o mesmo a transcende?

    “Destruir” é um termo vasto. Basta deus se transformar em outra coisa que o faça perder suas características e assim mesmo continuaria sendo eterno.

    Porque é ilógico.
    Me explique como que uma entidade que é ETERNA poderia se reduzir ao temporal?

    Vide acima! E algo eterno não é necessariamente atemporal.

    Porque humanos são LIMITADOS ao tempo.
    O fim chega JUSTAMENTE pelo limite que possui.
    Como o fim viria para um ente ilimitado e eterno?

    Humanos são tão menos poderosos que deus e podem se destruir. veja que esse destruir é mudar de forma, se desconstruir. Não se pode fazer desaparecer toda massa que compõe um corpo vivo.

    Um deus poderia fazer isso por intenção própria, mas jamais por ação de outros entes quaisquer.

  134. Manoel SPO:

    Infelizmente eu não vim aqui neste blog com o intuito de ficar respondendo as perguntas a mim direcionadas a respeito da bíblia, mas sim com um outro objetivo que também é referente a bíblia. Objetivo que por incrível que pareça eu consegui alcançar de maneira estudando a questão.
    Eu já tinha lido o texto em Gêneses 2:6 a bastante tempo atrás, mas eu ainda não tinha uma visão mas ampla de conhecimento para fazer uso desse texto.
    É apenas um texto contido na bíblia, mas mesmo sendo apenas um texto na bíblia, vai quebrando a hegemonia desses opositores que se denominam conhecedores da mesma. Seria hilário se não fosse trágico. Conhecedores da bíblia imaginários.

    E…?????????????????????????????????????????????????????

  135. Criatura:

    por que o God zila não crê em Deus ?

    Porque eu só creio em mim mesmo! Hahahahahaha!

  136. é por acaso o antigo Deus ?

  137. Como eu não acompanho a ciência passo a passo e etc. Pode até ser esse um assunto corriqueiro. Mas pra mim isso ainda é um assunto desconhecido. Sabemos que temos que entre nós mesmo, diferenças anatômicas como nas cordas vocais, rostos e nas digitais e que essas diferenças ocorrem em pouco tempo e não em muito tempo como dizem os evolucionistas.

    E o mais curioso disso pra mim, é que essas mudanças na anatomia não parecem fazer parte de uma evolução anatômica mais de uma evolução neurológica. Pode até parecer bizarro isso, mais é como eu deduzo esses acontecimentos. No meu ponto de vista, essas mutações na anatomia não evoluem para formar uma cadeia evolutiva anatômica, mas para formar uma cadeia evolutiva neurológica, onde ficamos sabendo que esses acontecimentos nos diferenciam um do outro.

    Como por Exemplo:

    Um novo ser tem. Novo rosto, digitais e corda vocal. E hoje nós sabemos que as nossas digitais, são usados como forma de identificação, assim também como o nosso rosto.

    Mas eu confesso que estou por fora desse assunto, igual bunda de índio, sendo apenas uma curiosidade da minha parte, com essas minhas deduções.

    Recentemente eu fiquei sabendo sobre um assunto que trata do designer inteligente e suas teorias, o (TDI). Pra mim que não faço parte da cultura evolucionista, o assunto foi interessante.

  138. EU…,
    eu só li agora a tua postagem.

    Se você não entendeu, o que quis dizer, eu vou abrir essa exceção e ressuscitar o assunto..

    Coloca uma vasilha com água no fogo e uns ovos dentro, isso pela manhã e volta só a tarde pra ver o que aconteceu. Se tu quiser assar os ovos, tu vai conseguir isso, tem essa questão também. Mas da uma “zoiada” na água que é a questão do assunto ressuscitado. Se a água ainda continuar na vasilha, então isso da água evaporar é um mito. Nesse caso os generalizadores estão certos, a bíblia é um livro só de mitos.

    Amém?

  139. Criaturo, on 18/12/2016 at 10:58 said:

    “parabéns e sejam felizes!”

    Assim espero “irmão”, que nem num conto de fadas, o tijolo e a tijola viveram felizes para sempre. Amém. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  140. ah vá dizer que já estão pensando na construção do ninho, eu acho isto muito bonito crentes e descrentes unidos pelas divergências!

  141. Uma das maiores piadas da bíblia – o livro sagrado dos “cristões “- colocada nesta postagem do Barros.

    João 3:13 Jesus diz que nenhum homem além dele jamais subiu aos céus.

    Desde que o mundo é mundo nem mesmo no Período Carbonífero ocorrido entre 360 milhões e 290 milhões de anos atrás isto é, bem antes de o mundo ter sido criado por Deus há 6.000 (…) anos, conseguiram inventar algo tão absurdo e hilário como essa fábula que, pelo teor surreal chega a ser ridícula. E pensar que muitas pessoas acreditam nessa balela.

    Que vergonha do DNA humano do qual também sou composta, ainda bem que cada cérebro é um à parte.

  142. Eu

    Só um idiota proporia uma regra assim.
    Deus Todo-todo é um idiota retardado?

    Não interessa o que tu achas ou deixa de achar dele, mas sim a lógica do argumento.
    Se Deus criou uma regra que proíbe a quebra de regras, ele quebraria a sua regra, SIM ou NÃO?

    Os denominados “pecados” são regras instituídas por deus aos humanos

    E???

    segundo a mitologia

    E como sabe que os relatos Bíblicos tratam-se de uma mentira (mitologia) e não um relato histórico verídico? Por pura fé, ou tens alguma evidência que corrobora esta acusação?

    Como um deus pode ter uma “natureza” ou característica tão limitante?

    O fato de Deus ser 100% LÓGICO o torna “limitante”?
    Como que o ETERNO poderá ter um fim, por exemplo?

    Por ser deus ele pode fazer coisas que podem nos fazer um bem ou um mal, ou pode ser simplesmente amoral

    Baseado em que, diz isso?

    Veja que na natureza ocorrem fenômenos que simplesmente destroem muitas vidas inocentes.

    Ok, mas a ORIGEM destes fenômenos, como diz a Bíblia, não provem de Deus.
    Deus criou o universo PERFEITO em sua origem e deixou para os homens cuidarem
    Os males posteriores decorreram por uma má administração por parte dos HOMENS, que por sua vez deixaram para o diabo cuidar.

    Nisso reside um problema, se ele não interfere para impedir essas mortes comete um desvio de conduta por omissão.

    Temos vários problemas neste teu comentário.

    Primeiro, com qual base ABSOLUTA tens alguma propriedade para classificar o que é ou não desvio de conduta?
    Segundo, Como sabe que ele não interfere?
    Terceiro, Como sabe que a morte é o fim, e não o começo de algo melhor?

    O livre arbítrio não refuta essa tese pois se trata de fenômenos da natureza.

    Interfere sim, pois Biblicamente estes fenômenos começaram a fazer parte do universo como consequência de uma má ESCOLHA dos homens (que por sua vez é ligada ao livre arbítrio)

    A analogia não procede por deus não ser limitado como um pé de amora que está sujeito às regras da natureza.

    Mas quem Disse que Deus não está sujeito a regras (limites), no caso a sua natureza LÓGICA?
    Deus, sendo lógico, poderia realizar algo ilógico?

    “Destruir” é um termo vasto. Basta deus se transformar em outra coisa que o faça perder suas características e assim mesmo continuaria sendo eterno.

    Mas se Deus MUDASSE, pela lógica ele não seria a primeira causa eterna CRIADORA do tempo.
    Deus transcende o Tempo, então ele é IMUTÁVEL (pois não está preso aos limites do mesmo).
    Sendo IMUTÁVEL, como ele se destruiria?

    E algo eterno não é necessariamente atemporal.

    Depende do algo.
    No caso de Deus, sua eternidade TRANSCENDE o tempo (pois ele o criou).
    Portanto sim, a sua eternidade imanente implica imutabilidade.

    Humanos são tão menos poderosos que deus e podem se destruir.

    Humanos não são imutáveis pois humanos não possuem a eternidade imanente que criou o tempo. por este motivo eles podem se alterar (destruindo-se)

    veja que esse destruir é mudar de forma

    Mas mudar de forma é possuir uma forma EM UM PERÍODO DE TEMPO, e A PARTIR de OUTRO PERÍODO DE TEMPO, ele possuiria outra forma.
    Para isso ocorrer, este objeto que mudará sua forma deverá estar LIMITADO ao tempo.
    Deus CRIOU o tempo, pois ele é a primeira causa imanente e eterna.
    Como ele seria INFERIOR a algo que ele criou?

    Um deus poderia fazer isso por intenção própria

    Um deus (com letra minuscula) de fato poderia, visto que este deus seria INFERIOR ao tempo.
    Porem, se este deus limitado a uma força superior mudasse, deveria haver O Deus superior ETERNO, criador do tempo, que seria sim IMUTÁVEL.

    É uma questão de lógica.

  143. God

    Desistiu? Não quer mais debater a sua fé?

    Este argumento ficou sem resposta:
    https://deusilusao.com/2013/10/21/contradicoes-biblicas-drops-1-2/#comment-61170

  144. teste

  145. Morelli:

    Não interessa o que tu achas ou deixa de achar dele, mas sim a lógica do argumento.

    A entidade mais poderosa de todas, criadora de tudo, impondo regras para si mesma?
    Qual a lógica disso? Nenhuma!

    O que eu acho faz parte do meu conhecimento e baliza meus argumentos. O mesmo vale pra você. Portanto…

    Se Deus criou uma regra que proíbe a quebra de regras, ele quebraria a sua regra, SIM ou NÃO?

    Nem dá pra responder porque a pergunta carece de lógica.
    É o mesmo que perguntar se deus poderia criar uma pedra que ele próprio não pudesse carregar.
    E uma regra é algo meio abstrato, ela não impede automaticamente o seu descumprimento.
    Se deus descumprisse alguma regra, quem iria puni-lo? Você?

    ” Os denominados “pecados” são regras instituídas por deus aos humanos”

    E???

    E sendo assim, só os humanos poderiam “pecar” pois deus não está sujeito à elas por motivos óbvios.

    E como sabe que os relatos Bíblicos tratam-se de uma mentira (mitologia) e não um relato histórico verídico? Por pura fé, ou tens alguma evidência que corrobora esta acusação?

    Que acusação? É só uma constatação simples.

  146. “Por ser deus ele pode fazer coisas que podem nos fazer um bem ou um mal, ou pode ser simplesmente amoral’

    Baseado em que, diz isso?

    Estamos discutindo o conceito deus que por definição tem poderes para fazer o bem ou mal, ou mesmo ser amoral. Deixando claro que bem e mal são relativos às criaturas limitadas.
    Se ele não pode fazer o mal ele não é mais um deus maior, pois está limitado. É a mesma coisa se ele também não puder fazer o bem.
    Entendeu? Bem e mal se referem às ações, um deus maior não pode estar limitado em ações quer sejam boas, más ou neutras.

    Ok, mas a ORIGEM destes fenômenos, como diz a Bíblia, não provem de Deus.
    Deus criou o universo PERFEITO em sua origem e deixou para os homens cuidarem
    Os males posteriores decorreram por uma má administração por parte dos HOMENS, que por sua vez deixaram para o diabo cuidar.

    Isso daria uma longa discussão de como pode um ente PERFEITO criar seres imperfeitos.
    O mito bíblico apenas tenta justificar porque o mundo é “IMPERFEITO” mesmo vindo de um deus dito PERFEITO.
    Mas falha miseravelmente!

  147. Segundo, Como sabe que ele não interfere?

    Tem razão. Vai saber né? Por simples observação percebe-se que a interferência dele deve ser bem limitada, tanto que se confunde com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais que afetam uns e outros indistintamente.

    Terceiro, Como sabe que a morte é o fim, e não o começo de algo melhor?

    Eu não sei, porque não ha nada que indique essa hipótese.

  148. “O livre arbítrio não refuta essa tese pois se trata de fenômenos da natureza.”

    Interfere sim, pois Biblicamente estes fenômenos começaram a fazer parte do universo como consequência de uma má ESCOLHA dos homens (que por sua vez é ligada ao livre arbítrio)

    Universo todo? Hahahaha! Que coisa doida! O ser humano só atua majoritariamente nesse planetinha insignificante e TODO O UNIVERSO sofre as consequências. Que coisa mais sem sentido! Entretanto explicasse pelo fato de que os criadores do mito bíblico mal conheciam onde viviam, quanto mais o vasto Universo.

    Mas quem Disse que Deus não está sujeito a regras (limites), no caso a sua natureza LÓGICA?
    Deus, sendo lógico, poderia realizar algo ilógico?

    Como por exemplo instituir regras para si mesmo?

    Mas se Deus MUDASSE, pela lógica ele não seria a primeira causa eterna CRIADORA do tempo.

    O tempo não é uma entidade, é uma consequência da existência, seja ela qual for.
    Não se pode criar tempo apenas.
    Deus existindo tem seu próprio tempo como consequência da sua existência.
    E nada impede que ele mude a si mesmo por vontade própria.

    Deus transcende o Tempo, então ele é IMUTÁVEL (pois não está preso aos limites do mesmo).
    Sendo IMUTÁVEL, como ele se destruiria?

    Deus tem o seu próprio tempo. O tempo é relativo à cada existência.
    Não sei até onde você leva o termo IMUTÁVEL. Ser absolutamente imutável implica em ser absolutamente estático. Nada é gerado a partir de algo absolutamente imutável, é preciso mudar para criar. Mesmo para um deus. Ou para a base primal de tudo.

    Deus poderia se “destruir” mudando apenas de forma, sendo outra coisa ou coisas.

    “E algo eterno não é necessariamente atemporal.”

    Depende do algo.
    No caso de Deus, sua eternidade TRANSCENDE o tempo (pois ele o criou).
    Portanto sim, a sua eternidade imanente implica imutabilidade.

    Já explicado acima!
    Reafirmando que o tempo não é uma entidade que pode ser criada.

    Humanos não são imutáveis pois humanos não possuem a eternidade imanente que criou o tempo. por este motivo eles podem se alterar (destruindo-se)

    Sendo deus ele poderia se alterar intencionalmente se quisesse, ele teria esse poder que simples humanos tem.
    O poder ou capacidade de se alterar não exclui a eternidade da unidade mais fundamental.

    Mas mudar de forma é possuir uma forma EM UM PERÍODO DE TEMPO, e A PARTIR de OUTRO PERÍODO DE TEMPO, ele possuiria outra forma.
    Para isso ocorrer, este objeto que mudará sua forma deverá estar LIMITADO ao tempo.
    Deus CRIOU o tempo, pois ele é a primeira causa imanente e eterna.
    Como ele seria INFERIOR a algo que ele criou?

    Sobre o tempo ja foi explicado acima, não é uma entidade que pode ser classificada como superior ou inferior.
    Deus poderia mudar e ainda assim seria uma primeira causa da sua mudança.

    Um deus (com letra minuscula) de fato poderia, visto que este deus seria INFERIOR ao tempo.
    Porem, se este deus limitado a uma força superior mudasse, deveria haver O Deus superior ETERNO, criador do tempo, que seria sim IMUTÁVEL.
    É uma questão de lógica.

    Um deus primal poderia mudar-se e mesmo assim seria a causa primeira de sua mudança.

    Pura lógica!

  149. Temos vários problemas neste teu comentário.
    Primeiro, com qual base ABSOLUTA tens alguma propriedade para classificar o que é ou não desvio de conduta?

  150. Sério isso?

    Pois deixar de salvar inocentes de um desastre natural, tendo plena ciência disso e capacidade de executar o salvamento só pode ser classificado como desvio de conduta ao cubo!!!!!

  151. Desculpem-me. O blog não queria postar meu texto de respostas ao Morelli inteiro, por isso fui obrigado a postar fragmentado.
    Por algum motivo obscuro não aceitava essa minha última resposta acima postada.
    Eu refiz modificando alguma coisa e enfim foi. Hahahaha!

  152. Acho que é um sinal divino o blog conspirar contra suas respostas

  153. Eu

    A entidade mais poderosa de todas, criadora de tudo, impondo regras para si mesma?

    Porque não?

    Qual a lógica disso? Nenhuma!

    Errado.
    O LIVRE ARBÍTRIO que não é condicionado a nada, não impede a lógica deste evento.

    Nem dá pra responder porque a pergunta carece de lógica.

    Não carece não. Como disse acima, seria ILÓGICO achar que entidade mais poderosa de todas, criadora de tudo, dotada de LIVRE ARBÍTRIO, seria impossível criar regras a si mesmo.

    É o mesmo que perguntar se deus poderia criar uma pedra que ele próprio não pudesse carregar.

    Não é o mesmo não. Uma coisa não tem nada a haver com outra.

    A sua pergunta é ilógica porque condiciona um evento limitado, não considerando a onipotência imanente da natureza de Deus.

    Já a minha questão utiliza o seu LIVRE ARBÍTRIO para uma escolha INCONDICIONADA.

    E uma regra é algo meio abstrato, ela não impede automaticamente o seu descumprimento.

    Mas existindo uma regra que impeça o seu descumprimento, ela será descumprida?

    Se deus descumprisse alguma regra, quem iria puni-lo? Você?

    Mas não e uma questão de punição, mas sim de DESEJO PRÓPRIO.
    Deus, sendo dotado de LIVRE ARBÍTRIO, seria impossibilitado de possuir uma regra interna imanente que o proíbe de quebrar qualquer regra que ele já possua?

    E sendo assim, só os humanos poderiam “pecar” pois deus não está sujeito à elas por motivos óbvios.

    Então Deus não pode pecar, correto?
    Se ele não pode pecar por estes motivos óbvios, então ele não pode tudo, certo?
    Foi exatamente o que eu Disse. Ao contrário do que alegou no início, a onipotência, onisciência e onipresença de Deus, não significa que ele poderá fazer de tudo.

    Que acusação? É só uma constatação simples.

    É uma acusação, visto que tu alegas que os versículos Bíblicos são mentirosos.
    Porém, devemos ver se esta tua acusação procede ou não.
    Para proceder, tu deverás ter alguma evidência que corrobore esta acusação. Tens alguma?
    Caso não tenha, então a tua acusação é infundada, e acusações infundadas é considerada CALÚNIA e DIFAMAÇÃO.

    E aí, tu podes provar que a Bíblia mente com evidências, ou assim como todos anti-cristãos está a fazer o que fazem de melhor: caluniar e difamar?

    Estamos discutindo o conceito deus que por definição tem poderes para fazer o bem ou mal, ou mesmo ser amoral. Deixando claro que bem e mal são relativos às criaturas limitadas.

    Tem duas falhas falha neste argumento.
    Primeiro, quem disse que o Bem não faz parte da natureza de Deus?
    Segundo, se o mal é a AUSÊNCIA do que é bom (assim como as trevas é a ausência da luz), e Deus é bondade imanente (simbolicamente, imanentemente Luz), como ele produziria algo que não faz parte de sua Natureza (simbolicamente, trevas)?

    Em forma de analogia, como a luz produziria trevas?

    Se ele não pode fazer o mal ele não é mais um deus maior, pois está limitado

    A semântica utilizada por ti na palavra “maior”, não me ficou claro.
    Deus é “menor” por não poder produzir algo que não faz parte de sua natureza?
    Por ser impossível a Luz produzir trevas, então a luz é “menor” por causa disso?

    Por simples observação percebe-se que a interferência dele deve ser bem limitada, tanto que se confunde com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais que afetam uns e outros indistintamente.

    Transformação de água em vinho, andar sobre as águas, ressuscitar ou até mesmo coisas simples como fazer cair maná sobre um determinado povo (como este caso: https://noticias.gospelprime.com.br/milagre-mana-ceu-africa/ ) são eventos que se confundem com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais?

    Eu não sei, porque não ha nada que indique essa hipótese.

    Se tu não sabe, então como pode dizer que Deus é “ruim” ou “omisso”, por permitir que pessoas morram?

    Universo todo? Hahahaha! Que coisa doida!

    Não interessa se achas ou não doido, o que interessa é que se estamos a debater o conceito Bíblico, deveremos permanecer sobre o CONTEXTO Bíblico, e não no contexto que tu determinas. :-)

    O ser humano só atua majoritariamente nesse planetinha insignificante e TODO O UNIVERSO sofre as consequências. Que coisa mais sem sentido!

    Se a Terra é tão insignificante, então cite pelo menos UM planeta que possua vida ou que possua, pelo menos, todos princípios antrópicos que a permitam vida como a Terra possui.
    Consegues um exemplo?

    Se não conseguir pelo menos um, então todo este teu comentário sim é sem sentido.
    :-)

    Entretanto explicasse pelo fato de que os criadores do mito bíblico mal conheciam onde viviam, quanto mais o vasto Universo.

    Primeiro ponto, onde está a lógica em afirmar que seria IMPOSSÍVEL o UNIVERSO TODO (em toda sua imensidão) “sofrer” por causa da má escolha do homem?
    Segundo ponto, tens alguma evidência para corroborar a sua acusação de que os autores da Bíblia MENTIRAM, ou assim como no caso da Bíblia, está a caluniar e difama-los também?

    Lembre-se que a tua FÉ pessoal não serve de prova, logo, tu deverás COMPROVAR o que alegas, pois caso contrário, estarias a cometer calúnia e difamação.

    Deus tem o seu próprio tempo

    Esta afirmação é ilógica. Como Deus, que é ATEMPORAL, poderia ter seu próprio tempo?
    Poderia um careca ter cabelos? Poderia um homem casado ser solteiro?

    O tempo é relativo à cada existência

    Relativismo não o torna INEXISTENTE ou EXISTENTE onde ele não existe.
    Deus, sendo ATEMPORAL, não estaria sujeito ao tempo, logo ele não possui tempo algum.

    Não sei até onde você leva o termo IMUTÁVEL

    Que não sofre alteração.

    Ser absolutamente imutável implica em ser absolutamente estático.

    Corrigindo, em NOSSO universo, onde tempo, espaço e matéria caminham juntos, um ser imutável implica ser estático.
    A mesma regra não se aplica a Deus, que não é um ser (pois CRIOU todos os seres) e tão pouco está sujeito ao tempo (pois é atemporal).

    Outra coisa que deverá ser ressaltado é que até mesmo no nosso universo, a ação não implica alteração de forma.
    Por exemplo, eu, sendo humano, mesmo caminhando, não me transformo em um peixe.

    Deus poderia se “destruir” mudando apenas de forma, sendo outra coisa ou coisas

    Como Deus poderia mudar de forma se nele há a eternidade imanente, sendo portanto IMUTÁVEL? (temos um déjà vu? rsrsrs)

    Reafirmando que o tempo não é uma entidade que pode ser criada.

    Mas eu nunca disse que o Tempo é uma entidade.
    Porém a tua alegação que a mesma não pode ser criada o faz com base em que?

    Sendo deus ele poderia se alterar intencionalmente

    Pelo contrário, o fato de ser Deus, o impede de alterar a sua forma.
    pela terceira vez (rsrs) Como Deus poderia mudar de forma se nele há a eternidade imanente, sendo portanto IMUTÁVEL?

    O poder ou capacidade de se alterar não exclui a eternidade da unidade mais fundamental.

    Logicamente se exclui sim.
    Se é eterno, o tempo não existe. Se o tempo não existe então a sua forma é estática.
    Veja bem, tu confundes alteração de forma com ação.
    Uma coisa não tem nada a haver com outra.
    Mesmo eu, sujeito ao tempo, posso me mover sem mudar de forma.

    Um deus primal poderia mudar-se e mesmo assim seria a causa primeira de sua mudança.
    Pura lógica!

    Pura lógica não, pura ilógica.
    E este raciocínio falacioso tem um nome: petição de princípio.
    Deus É a primeira causa, ele NÃO se tornou a primeira causa.

    Pois deixar de salvar inocentes de um desastre natural, tendo plena ciência disso e capacidade de executar o salvamento só pode ser classificado como desvio de conduta ao cubo!!!!!

    Mas quem disse que ele não salvou?
    Novamente te pergunto, COMO tu sabes que a morte é o final?
    Para dizer que Deus não salvou, devemos assumir que a morte é o fim de tudo.
    Se tu não tem certeza que a morte é o fim, logo tu não poderás afirmar com certeza que Deus não salvou o inocente.

  154. Cristiano:

    “Acho que é um sinal divino o blog conspirar contra suas respostas”

    Talvez o sinal seja um aviso para eu não perder meu tempo!

  155. Morelli:

    Porque não?

    Qual a lógica de um deus absoluto criar regras pra si mesmo?

    Não carece não. Como disse acima, seria ILÓGICO achar que entidade mais poderosa de todas, criadora de tudo, dotada de LIVRE ARBÍTRIO, seria impossível criar regras a si mesmo.

    Não faz sentido porque seriam regras inócuas e desnecessárias. Regras servem para controlar. Um deus absoluto é incontrolável.
    É bobeira esse argumento. Ele faria qualquer coisa quando bem quisesse.

    Não é o mesmo não. Uma coisa não tem nada a haver com outra.
    A sua pergunta é ilógica porque condiciona um evento limitado, não considerando a onipotência imanente da natureza de Deus.
    Já a minha questão utiliza o seu LIVRE ARBÍTRIO para uma escolha INCONDICIONADA.

    Besteira, deus pode definir um plano para executar qualquer coisa sem definir regras para si mesmo. É simples vontade de fazer e pronto.

    Mas existindo uma regra que impeça o seu descumprimento, ela será descumprida?

    A regra pode ser revogada? Hahahaha!!!!!

    Mas não e uma questão de punição, mas sim de DESEJO PRÓPRIO.
    Deus, sendo dotado de LIVRE ARBÍTRIO, seria impossibilitado de possuir uma regra interna imanente que o proíbe de quebrar qualquer regra que ele já possua?

    Desejos e intenções podem ser mudadas, suponho que deus possa fazer isso.

    Se é um deus absoluto, ele pode revogar quaisquer regras auto-impostas, Inclusive uma suposta regra idiota que o proibiria de quebrar suas próprias regras .

    (Aff!!!! Não acredito que estou discutindo essa bobeira!)

    Então Deus não pode pecar, correto?
    Se ele não pode pecar por estes motivos óbvios, então ele não pode tudo, certo?
    Foi exatamente o que eu Disse. Ao contrário do que alegou no início, a onipotência, onisciência e onipresença de Deus, não significa que ele poderá fazer de tudo.

    Eu disse que deus não está sujeito às regras criadas para os humanos(esses tais pecados), Se ele não está sujeito à elas, como pode “pecar”?
    Se tu me matar, é um pecado.
    Se deus me matar. Foda-se.

    É uma acusação, visto que tu alegas que os versículos Bíblicos são mentirosos.
    Porém, devemos ver se esta tua acusação procede ou não.
    Para proceder, tu deverás ter alguma evidência que corrobore esta acusação. Tens alguma?
    Caso não tenha, então a tua acusação é infundada, e acusações infundadas é considerada CALÚNIA e DIFAMAÇÃO.
    E aí, tu podes provar que a Bíblia mente com evidências, ou assim como todos anti-cristãos está a fazer o que fazem de melhor: caluniar e difamar?

    Hahahahahahahahahahahahahaha!
    Me processe então!
    Como sabes que eu não tenho todas as provas e evidências que corroboram as minhas afirmações sobre a bíblia?
    Que piada!

    Tem duas falhas falha neste argumento.
    Primeiro, quem disse que o Bem não faz parte da natureza de Deus?
    Segundo, se o mal é a AUSÊNCIA do que é bom (assim como as trevas é a ausência da luz), e Deus é bondade imanente (simbolicamente, imanentemente Luz), como ele produziria algo que não faz parte de sua Natureza (simbolicamente, trevas)?
    Em forma de analogia, como a luz produziria trevas?

    Eu disse que o bem e mal fazem parte da natureza de um deus absoluto. Assim pode ser classificado de amoral.
    E quem disse que o mal é a ausência do bem?
    Esses conceitos relativos só existem entre seres limitados.
    Entes ilimitados não possuem tais conceitos, eles são poderosos para executarem quaisquer ações sobre seres limitados que, esses sim, podem classificar tais ações segundos seus conceitos.

    A analogia com a luz não procede.
    Mas vamos lá: A luz fora do espectro visível para humanos é “trevas”!

    A semântica utilizada por ti na palavra “maior”, não me ficou claro.
    Deus é “menor” por não poder produzir algo que não faz parte de sua natureza?
    Por ser impossível a Luz produzir trevas, então a luz é “menor” por causa disso?

    O deus maior, o deus absoluto.
    A natureza de um deus assim seria ilimitada. Logo…

    Sobre a luz, leia acima de novo.

    Transformação de água em vinho, andar sobre as águas, ressuscitar ou até mesmo coisas simples como fazer cair maná sobre um determinado povo (como este caso: https://noticias.gospelprime.com.br/milagre-mana-ceu-africa/ ) são eventos que se confundem com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais?

    Prove que tais coisas ocorreram.

    Hahahaha. Houve uma notícia sobre peixes caindo sobre pessoas.
    Tornados sobre o mar podem ser bizarros!!!!!

    Se tu não sabe, então como pode dizer que Deus é “ruim” ou “omisso”, por permitir que pessoas morram?

    Eu não sei se a vida continua depois da falência corporal total.
    Você se enganou sobre a correlação da minha resposta.

    Não interessa se achas ou não doido, o que interessa é que se estamos a debater o conceito Bíblico, deveremos permanecer sobre o CONTEXTO Bíblico, e não no contexto que tu determinas. :-)

    Tá! O contexto bíblico desconhece o Universo fora da terra. Mas, o Universo existe. Logo, esse presente contexto bíblico é um mito de criação de um povo antigo que desconhecia a existência do Universo.

    Se a Terra é tão insignificante, então cite pelo menos UM planeta que possua vida ou que possua, pelo menos, todos princípios antrópicos que a permitam vida como a Terra possui.
    Consegues um exemplo?
    Se não conseguir pelo menos um, então todo este teu comentário sim é sem sentido.

    Então né! Não posso! Por que não temos tecnologia para verificar presença de vida fora do sistema.
    Mas a Terra é “insignificante” diante da grandeza do Universo.
    A “insignificância” aí é relativa.
    Qual a falta de sentido?

    Primeiro ponto, onde está a lógica em afirmar que seria IMPOSSÍVEL o UNIVERSO TODO (em toda sua imensidão) “sofrer” por causa da má escolha do homem?

    Eu não disse que era impossível, eu disse que seria ilógico para um deus bom.
    Para um deus sádico até que seria viável.
    O deus da bíblia é sádico?

    Segundo ponto, tens alguma evidência para corroborar a sua acusação de que os autores da Bíblia MENTIRAM, ou assim como no caso da Bíblia, está a caluniar e difama-los também?
    Lembre-se que a tua FÉ pessoal não serve de prova, logo, tu deverás COMPROVAR o que alegas, pois caso contrário, estarias a cometer calúnia e difamação.

    Me processe!
    Uáááááááááá… Esses seus “argumentos” dão sono!!!!

    Esta afirmação é ilógica. Como Deus, que é ATEMPORAL, poderia ter seu próprio tempo?
    Poderia um careca ter cabelos? Poderia um homem casado ser solteiro?

    Algo atemporal é estático, sem ação.
    O tempo é consequência de uma ação.
    Algo Atemporal é inexistente.
    Tempo não é uma entidade.

    Relativismo não o torna INEXISTENTE ou EXISTENTE onde ele não existe.
    Deus, sendo ATEMPORAL, não estaria sujeito ao tempo, logo ele não possui tempo algum.

    Vide acima!

    Que não sofre alteração.

    Algo imutável absoluto não pode realizar pensamentos, deduções, ações, etc. é estático e para todos os efeitos, inexistente.

    Corrigindo, em NOSSO universo, onde tempo, espaço e matéria caminham juntos, um ser imutável implica ser estático.
    A mesma regra não se aplica a Deus, que não é um ser (pois CRIOU todos os seres) e tão pouco está sujeito ao tempo (pois é atemporal).
    Outra coisa que deverá ser ressaltado é que até mesmo no nosso universo, a ação não implica alteração de forma.
    Por exemplo, eu, sendo humano, mesmo caminhando, não me transformo em um peixe.

    Ja expliquei sobre o tempo.

    Tecnicamente se você muda de posição, muda também de forma.

    Como Deus poderia mudar de forma se nele há a eternidade imanente, sendo portanto IMUTÁVEL? (temos um déjà vu? rsrsrs)

    Pode-se mudar de forma sem perder a eternidade.

    Mas eu nunca disse que o Tempo é uma entidade.
    Porém a tua alegação que a mesma não pode ser criada o faz com base em que?

    Você disse que deus criou o tempo, Portanto, entidade.
    O tempo não pode ser criado porque é uma consequência de algo que existe dinamicamente.
    Pode ser uma propriedade da matéria também.

    Pelo contrário, o fato de ser Deus, o impede de alterar a sua forma.
    pela terceira vez (rsrs) Como Deus poderia mudar de forma se nele há a eternidade imanente, sendo portanto IMUTÁVEL?

    Já expliquei acima.

    Logicamente se exclui sim.
    Se é eterno, o tempo não existe. Se o tempo não existe então a sua forma é estática.
    Veja bem, tu confundes alteração de forma com ação.
    Uma coisa não tem nada a haver com outra.
    Mesmo eu, sujeito ao tempo, posso me mover sem mudar de forma.

    Se algo eterno é estático total, imutável absoluto, tal coisa não pode realizar nada.
    Alterar algo pressupõe uma ação. Rsrsrs!
    Quando você se move, muda de forma. Na verdade tu muda de forma o tempo todo, dentro de certos limites.

    Pura lógica não, pura ilógica.
    E este raciocínio falacioso tem um nome: petição de princípio.
    Deus É a primeira causa, ele NÃO se tornou a primeira causa.

    Que canseira!
    Por que deus não pode ser a causa de sua própria mudança?

    Mas quem disse que ele não salvou?
    Novamente te pergunto, COMO tu sabes que a morte é o final?
    Para dizer que Deus não salvou, devemos assumir que a morte é o fim de tudo.
    Se tu não tem certeza que a morte é o fim, logo tu não poderás afirmar com certeza que Deus não salvou o inocente.

    Temos uma tsunami que arrasa uma ilha habitada, supondo que diante de uma população humana devem haver pessoas inocentes, muitas morrem, a maioria.
    Você argumenta que deus salvou para a “vida eterna” todos os inocentes que morreram.
    Prove que há uma “vida eterna” real para inocentes, fora da mitologia bíblica e eu mudo o argumento..

  156. Eu

    Qual a lógica de um deus absoluto criar regras pra si mesmo?

    Na verdade ele não “criou” as regras. Elas são IMANENTES a sua natureza eterna.
    E por esta imanência que elas, pela lógica, não poderão ser quebradas.

    Regras servem para controlar. Um deus absoluto é incontrolável.

    Um Deus Absoluto não controlaria a si mesmo?
    Se não controlasse, então não seria absoluto.

    Ele faria qualquer coisa quando bem quisesse.

    E ele faz, dentro de sua eternidade lógica.
    O ponto não é fazer o que ele quer, mas sim fazer o que é ilógico.
    Tu alegas que seu absoluto o permite fazer coisas ilógicas a sua natureza.
    Eu discordo pois pela lógica, Deus só pode produzir o que é lógico.

    deus pode definir um plano para executar qualquer coisa sem definir regras para si mesmo.

    Mas ele o faz, dentro de sua natureza lógica.
    Portanto não é uma questão de impor regra, mas sim questão de se produzir algo que não faz parte de sua natureza.

    É simples vontade de fazer e pronto.

    Sim, e ele fez e pronto.

    A regra pode ser revogada?

    Pela lógica, não.
    Por Deus ser Eterno, Onipotente e Onipresente, suas regras internas seriam irrevogáveis.

    Desejos e intenções podem ser mudadas, suponho que deus possa fazer isso.

    Sim, e Deus faz.
    Ele faz dentro da sua lógica imanente.

    Se é um deus absoluto, ele pode revogar quaisquer regras auto-impostas

    Como disse no começo, as regras não são “auto-impostas, elas são IMANENTES a sua natureza eterna e lógica.

    Eu disse que deus não está sujeito às regras criadas para os humanos(esses tais pecados), Se ele não está sujeito à elas, como pode “pecar”?

    Mas para isso, tu assume que o pecado é uma regra humana.
    Porém, Biblicamente, o pecado é a transgressão das regras IMANENTES de Deus.
    Como Deus quebraria uma regra imanente, se o mesmo faz parte de sua natureza?

    Se tu me matar, é um pecado.
    Se deus me matar. Foda-se.

    O termo correto não é matar, mas sim ASSASSINAR.
    Um homem assassina o outro pois ele tira uma vida QUE NÃO LHE PERTENCE.
    Como Deus cometeria assassinato se TUDO pertence a ele?
    Me explique esta “lógica”.

    Me processe então!

    Se eu fosse um dos autores, certamente te processaria e ganharia. rsrsrsr

    Como sabes que eu não tenho todas as provas e evidências que corroboram as minhas afirmações sobre a bíblia?

    Porque simplesmente não compartilhou nenhuma sequer.
    Simplesmente fizeste uma acusação vazia, sem demonstrar nenhuma evidência de que as mesmas são verdadeiras.
    Tens alguma evidência, sim ou não?

    Eu disse que o bem e mal fazem parte da natureza de um deus absoluto.

    Mas com base em que diz que o mal (que é a ausência do bem) faz parte de Deus?
    Isso é ilógico, pois seria o mesmo que dizer que a escuridão faz parte da luz.

    E quem disse que o mal é a ausência do bem?

    A Bíblia. Inclusive ela o faz em forma de analogia, comparando o mal com as trevas e a o bem com a luz.
    Novamente, se estamos debatendo os conceitos Bíblicos, devemos debater sobre o contexto Bíblico.

    Esses conceitos relativos só existem entre seres limitados.

    Espere, nós estamos debatendo o ateísmo ou a natureza do Deus Bíblico?
    No ateísmo, o bem e o mal são relativos (tornando um mascar de chicletes ou um esquartejar de um bebê semelhantes), porém no contexto Bíblico, eles são bem objetivos.

    A analogia com a luz não procede.

    Dentro do contexto Bíblico procede, tanto que esta analogia é utilizada frequentemente nela.

    A luz fora do espectro visível para humanos é “trevas”

    Mas a luz LITERALMENTE se torna trevas por causa da visibilidade humana?
    Os olhos humanos tem este poder?

    O deus maior, o deus absoluto.

    Então na sua concepção, um Deus maior e absoluto será aquele que produz algo que não faz parte de sua natureza?

    Prove que tais coisas ocorreram.

    Provar o que? Eu eu levantei uma questão.
    Transformação de água em vinho, andar sobre as águas, ressuscitar ou até mesmo coisas simples como fazer cair maná sobre um determinado povo (como este caso: https://noticias.gospelprime.com.br/milagre-mana-ceu-africa/ ) são eventos que se confundem com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais, sim ou não?

    Houve uma notícia sobre peixes caindo sobre pessoas.

    Teria como postar esta suposta notícia?

    Eu não sei se a vida continua depois da falência corporal total. Você se enganou sobre a correlação da minha resposta.

    Não me enganei não. Disseste a seguinte frase:

    “”Nisso reside um problema, se ele não interfere para impedir essas mortes comete um desvio de conduta por omissão.””

    Após isso eu realizei questões sobre se a morte é o fim de tudo (corroborando o seu argumento acima)

    Disseste que não sabia, então eu respondi:

    “”Se tu não sabe, então como pode dizer que Deus é “ruim” ou “omisso”, por permitir que pessoas morram?””

    O contexto bíblico desconhece o Universo fora da terra.

    Com base em que diz isso?

    esse presente contexto bíblico é um mito de criação de um povo antigo que desconhecia a existência do Universo.

    Mesmo que a Bíblia não narrasse algum contexto além da Terra (o que eu discordo) este teu comentário não procederia pelo simples motivo de se fundamentar na falácia do Argumentum Ex Silentio.

    Tu não podes afirmar que eles não sabiam simplesmente porque não viram necessidade de narrar, assim como tu não poderás alegar que Marco Polo não conhecia a muralha da China, pelo fato dele não ter relatado em seus diários.

    Então né! Não posso! Por que não temos tecnologia para verificar presença de vida fora do sistema.

    Então se até o momento não foi detectado nenhum planeta com as características ÚNICAS que a Terra possui, ela não poderá ser considerado insignificante, pelo contrário, ela é uma raridade valiosíssima.

    Mas a Terra é “insignificante” diante da grandeza do Universo.

    Eu digo o contrário, os cientistas revelaram (até o momento) que na grandeza do universo, a Terra é a UNICA “Joia rara” existente, sendo portanto a mais significante nela.

    A “insignificância” aí é relativa.

    Se há relatividade, conforme dizes, então não há certeza.
    Se não há certeza, então não poderás dizer categoricamente que a Terra é insignificante.

    Eu não disse que era impossível, eu disse que seria ilógico para um deus bom.

    E porque seria ilógico um Deus bom, ser incapacitado de dar TODA autoridade do universo a humanidade, como presente?

    Para um deus sádico até que seria viável.

    E qual é a sua base absoluta para se definir o que é sadismo ou não?

    O deus da bíblia é sádico?

    Depende da base absoluta definida.
    Por exemplo, para um canibal estuprador, dotado de uma moralidade singular (onde para ele, estuprar e canibalizar bebês é algo “bom”), um juiz que o condenasse a viver toda sua vida em uma cela apertada, seria sádico.
    Este mesmo Juiz, para ti seria sádico?

    Me processe!

    Não precisei te processar.
    Apenas alerto para a inconsistência de seu argumento, onde utiliza a tua FÉ pessoal como “prova” de alguma coisa.

    Algo atemporal é estático, sem ação.

    E a PRIMEIRA CAUSA da PRIMEIRA AÇÃO, veio de onde?

    O tempo é consequência de uma ação.

    E em qual “tempo” estava o criador da primeira ação antes de produzir esta ação?

    Algo Atemporal é inexistente.

    Negativo. Pela lógica da origem do tempo, ela é auto-evidente e NECESSÁRIA.

    Tempo não é uma entidade.

    E eu nunca disse que era.

    Algo imutável absoluto não pode realizar pensamentos, deduções, ações, etc.

    Mas quem disse “absolutamente” imutável?
    Que eu me recorde, atribuí a NATUREZA de Deus como imutável, e não ele mesmo.

    Tecnicamente se você muda de posição, muda também de forma.

    Negativo. Mesmo mudando de posição, ainda continuarei humano.

    Pode-se mudar de forma sem perder a eternidade.

    Mas para mudar de forma ele deveria ser LIMITADO a uma forma.
    Se Deus não é LIMITADO a forma nenhuma (Pois ele CRIOU todas as formas possíveis), como ele “mudaria” de forma?

    O tempo não pode ser criado porque é uma consequência de algo que existe dinamicamente.

    Esta alegação é contraditória.
    Se supostamente o Tempo é CONSEQUÊNCIA, ele foi SURGIU (foi criado) por uma ação que o precedeu.

    Se algo eterno é estático total imutável absoluto, tal coisa não pode realizar nada.

    Não vejo ligação entre natureza eterna com abstenção de ações.
    o que uma coisa tem a haver com outra?

    Alterar algo pressupõe uma ação.

    Alterar algo sim, mas eu disse alterar A FORMA (natureza intrínseca).

    Quando você se move, muda de forma. Na verdade tu muda de forma o tempo todo, dentro de certos limites.

    Pois é, foi exatamente o que eu disse.
    Os meus limites é a forma de minha NATUREZA.
    Quando eu me movimento, meu posicionamento altera de lugar, porém isso não significa que virarei um cachorro por me movimentar.

    Por que deus não pode ser a causa de sua própria mudança?

    Porque ele, por ser ÚNICO, não está preso a alguma forma, para altera-la.
    Se ele fosse limitado a alguma forma, então não seria Deus.
    É uma questão de lógica

    Você argumenta que deus salvou para a “vida eterna” todos os inocentes que morreram.

    Não argumento não. Eu QUESTIONEI a tua afirmação de que ele não salvou ninguém, ao permitir a morte de inocentes.

    Prove que há uma “vida eterna” real para inocentes, fora da mitologia bíblica e eu mudo o argumento

    Isso é claramente uma falácia, no caso inversão do ônus da prova.

    Realizaste a afirmação que Deus não salva os inocentes em um tsunami.
    Eu questionei se terias alguma evidência para corroborar sua alegação.
    Tu diz que não.
    Agora tu, invertendo o ônus da prova, pede para que eu comprove que a tua alegação é falsa?
    Assim fica fácil, né?

  157. Morelli:

    Na verdade ele não “criou” as regras. Elas são IMANENTES a sua natureza eterna.
    E por esta imanência que elas, pela lógica, não poderão ser quebradas.

    Mas não foi isso que eu estou tentando argumentar?
    Eu venho dizendo que não faz sentido um deus absoluto impor regras a si mesmo…
    Você dizer que elas são imanentes por características próprias é só um jogo de palavras. No final seriam impostas do mesmo jeito.

    Regras servem para controlar. Um deus absoluto é incontrolável.
    Um Deus Absoluto não controlaria a si mesmo?
    Se não controlasse, então não seria absoluto.

    Por isso que ele não precisa cumprir as regras denominadas “pecados”, que são regras endereçadas à seres humanos.

    Você argumentou que “deus não poderia pecar” porque não poderia quebrar regras que ele determinou.
    Eu argui que não faz sentido um ente poderoso ficar preso às regras criadas por ele mesmo.
    Na verdade não há como ele pecar, não pelo fato de ele cumprir as regras, mas sim pelo simples fato de que tais regras não se aplicam à ele.

    Para salvar o seu argumento, me veio com aquela balela de uma suposta regra que impede a quebra das outras.

    E ele faz, dentro de sua eternidade lógica.
    O ponto não é fazer o que ele quer, mas sim fazer o que é ilógico.
    Tu alegas que seu absoluto o permite fazer coisas ilógicas a sua natureza.
    Eu discordo pois pela lógica, Deus só pode produzir o que é lógico.

    Só o que é lógico pode ser realizado, acho que até mesmo para um deus. Eu nunca disse que ele seria capaz de fazer coisas ilógicas.
    Eu só acho ilógico deus ser limitado em ações que poderiam ser consideradas más por outros seres limitados.
    Se tais ações ruins podem ser realizadas por qualquer humano, porque um deus absoluto não poderia?

    Um deus poderia apenas realizar ações boas, isso seria uma opção pessoal por decisão própria e não um impedimento limitante.

    Mas ele o faz, dentro de sua natureza lógica.
    Portanto não é uma questão de impor regra, mas sim questão de se produzir algo que não faz parte de sua natureza.

    E como você sabe exatamente como é a natureza de algum deus?
    Eu não sei. Apenas por questão de raciocínio lógico, devo supor que as características de um deus absoluto lhe dão capacidades ilimitadas para ações, desde que sejam possivelmente lógicas.
    Ações ruins não são ilógicas só por serem ruins.

    Pela lógica, não.
    Por Deus ser Eterno, Onipotente e Onipresente, suas regras internas seriam irrevogáveis.

    Mas a tal regra que tu inventou ( regra que impede o descumprimento das outras) carece de lógica.

    Suponho que você entenda “regras internas” como características inerentes de um deus absoluto.
    Uma característica que o impedisse de ser mau seria limitante.
    Ele seria um deus menor se comparado a outro que pudesse ser bom e mau, amoral.
    Se estamos definindo um deus absoluto, então devo supor que o deus “bom” da bíblia seja um deus menor.

    Mas para isso, tu assume que o pecado é uma regra humana.
    Porém, Biblicamente, o pecado é a transgressão das regras IMANENTES de Deus.
    Como Deus quebraria uma regra imanente, se o mesmo faz parte de sua natureza?

    Tá! Já entendi que o deus da bíblia é um deus menor, limitado para o bem.

    “Se tu me matar, é um pecado.
    Se deus me matar. Foda-se.”

    O termo correto não é matar, mas sim ASSASSINAR.
    Um homem assassina o outro pois ele tira uma vida QUE NÃO LHE PERTENCE.
    Como Deus cometeria assassinato se TUDO pertence a ele?
    Me explique esta “lógica”.

    Justamente, se tudo pertence a ele então: ” Foda-se!” Essa é a lógica.

    O termo “matar” é genérico, não especifica o mérito do ato. Eu quis dizer “matar” mesmo.

    Porque simplesmente não compartilhou nenhuma sequer.
    Simplesmente fizeste uma acusação vazia, sem demonstrar nenhuma evidência de que as mesmas são verdadeiras.
    Tens alguma evidência, sim ou não?

    Eu tenho caminhões de evidências!!!!

    Mas com base em que diz que o mal (que é a ausência do bem) faz parte de Deus?
    Isso é ilógico, pois seria o mesmo que dizer que a escuridão faz parte da luz.

    Acho que já expliquei isso anteriormente.

    A Bíblia. Inclusive ela o faz em forma de analogia, comparando o mal com as trevas e a o bem com a luz.
    Novamente, se estamos debatendo os conceitos Bíblicos, devemos debater sobre o contexto Bíblico.

    Ah tá! Mesmo se o contexto bíblico for uma bos…, digo, sabidamente errado e incorreto tal qual considerar morcegos como sendo aves.

    Espere, nós estamos debatendo o ateísmo ou a natureza do Deus Bíblico?
    No ateísmo, o bem e o mal são relativos (tornando um mascar de chicletes ou um esquartejar de um bebê semelhantes), porém no contexto Bíblico, eles são bem objetivos.

    Na vida humana o bem e o mal são relativos. Por isso há regras e leis para colocar ordem na coisa.
    Logo: acho bom se mascar chicletes em vez de esquartejar bebes.
    Alguns hebreus da bíblia andaram “rasgando ventres com espadas” talvez porque não houvesse chicletes para mascar.

    Mas a luz LITERALMENTE se torna trevas por causa da visibilidade humana?
    Os olhos humanos tem este poder?

    Ah vá! O termo “trevas” está condicionado à capacidade de perceber o espectro visível das ondas eletromagnéticas.
    Os cegos totais vivem em trevas eternas.

    Então na sua concepção, um Deus maior e absoluto será aquele que produz algo que não faz parte de sua natureza?

    Na minha concepção, um deus absoluto não estaria limitado em ações possíveis, sendo boas ou más.

    Provar o que? Eu eu levantei uma questão.
    Transformação de água em vinho, andar sobre as águas, ressuscitar ou até mesmo coisas simples como fazer cair maná sobre um determinado povo (como este caso: https://noticias.gospelprime.com.br/milagre-mana-ceu-africa/ ) são eventos que se confundem com os próprios aspectos e dinâmica dos desastres naturais, sim ou não?

    Não, por isso não ocorrem. Não literalmente, talvez por ilusionismo.

    Mesmo que a Bíblia não narrasse algum contexto além da Terra (o que eu discordo) este teu comentário não procederia pelo simples motivo de se fundamentar na falácia do Argumentum Ex Silentio.
    Tu não podes afirmar que eles não sabiam simplesmente porque não viram necessidade de narrar, assim como tu não poderás alegar que Marco Polo não conhecia a muralha da China, pelo fato dele não ter relatado em seus diários.

    Ta!

    Então se até o momento não foi detectado nenhum planeta com as características ÚNICAS que a Terra possui, ela não poderá ser considerado insignificante, pelo contrário, ela é uma raridade valiosíssima.

    Ta! Valiosíssima para quem vive nela. Óbvio!

    Eu digo o contrário, os cientistas revelaram (até o momento) que na grandeza do universo, a Terra é a UNICA “Joia rara” existente, sendo portanto a mais significante nela.

    Que cientistas são esses? Eles rastrearam o Universo inteiro para afirmar isso?
    Pelo que me consta, quanto mais se sabe sobre o Universo, menos significância a Terra tem.

    Se há relatividade, conforme dizes, então não há certeza.
    Se não há certeza, então não poderás dizer categoricamente que a Terra é insignificante.

    Ta! Eu quis dizer que o termo “insignificância” é relativo porque perante o Universo a Terra é insignificante, para os habitantes da mesma é de relevante significância.

    E porque seria ilógico um Deus bom, ser incapacitado de dar TODA autoridade do universo a humanidade, como presente?

    Não é ser incapacitado para tal, é que não tem lógica as “cagadas” nossas influenciarem todo o Universo.
    Porque também não atuamos sobre o Universo, Mal conseguimos sair com sondas fora do nosso sistema.

    Depende da base absoluta definida.
    Por exemplo, para um canibal estuprador, dotado de uma moralidade singular (onde para ele, estuprar e canibalizar bebês é algo “bom”), um juiz que o condenasse a viver toda sua vida em uma cela apertada, seria sádico.
    Este mesmo Juiz, para ti seria sádico?

    Ai, ai, aí! Mandar rasgar ventres grávidos para mim é pior que sadismo.
    Afogar tudo e todos(menos uns) pra mim é mega sadismo. E etc, etc.

    “Algo atemporal é estático, sem ação.”

    E a PRIMEIRA CAUSA da PRIMEIRA AÇÃO, veio de onde?

    Por isso um deus não é atemporal. Tem que ser dinâmico.

    “O tempo é consequência de uma ação.”

    E em qual “tempo” estava o criador da primeira ação antes de produzir esta ação?

    No tempo dele oras! Qualquer ação “gera” tempo intrínseco
    .

    Mas quem disse “absolutamente” imutável?
    Que eu me recorde, atribuí a NATUREZA de Deus como imutável, e não ele mesmo.

    Ah! Só a natureza dele é imutável. Anotado!

    Negativo. Mesmo mudando de posição, ainda continuarei humano.

    Mas mudou de forma. Se eu arrancar suas pernas, mudara de forma e ainda assim continuará humano.

    Mas para mudar de forma ele deveria ser LIMITADO a uma forma.
    Se Deus não é LIMITADO a forma nenhuma (Pois ele CRIOU todas as formas possíveis), como ele “mudaria” de forma?

    O que ele criou não seria ele, exceto se ele usou de si mesmo para criar outras coisas.
    Você dividiu deus entre a natureza dele e ele mesmo.
    O que seria esse “ele mesmo”? Forma de alguma coisa da constituição dele?

    Esta alegação é contraditória.
    Se supostamente o Tempo é CONSEQUÊNCIA, ele foi SURGIU (foi criado) por uma ação que o precedeu.

    Não. O tempo é a própria ação, só que entendido de outra forma.

    “Se algo eterno é estático total imutável absoluto, tal coisa não pode realizar nada.”

    Não vejo ligação entre natureza eterna com abstenção de ações.
    o que uma coisa tem a haver com outra?

    Se algo eterno for estático obviamente seria abstêmio de ações. Não produziria nada.

    Pois é, foi exatamente o que eu disse.
    Os meus limites é a forma de minha NATUREZA.
    Quando eu me movimento, meu posicionamento altera de lugar, porém isso não significa que virarei um cachorro por me movimentar.

    Tecnicamente você mudou de forma, obviamente não o suficiente para se transformar num cachorro.
    É só isso, não complica!

    “Por que deus não pode ser a causa de sua própria mudança?”

    Porque ele, por ser ÚNICO, não está preso a alguma forma, para altera-la.
    Se ele fosse limitado a alguma forma, então não seria Deus.
    É uma questão de lógica

    Se o tal existe, ele deve ser constituído de alguma forma, então ele deve ser capaz de muda-la.
    E a mudança pode ser de atitudes, vontades, etc. Se for um ente mental, cognitivo.

    “Você argumenta que deus salvou para a “vida eterna” todos os inocentes que morreram.”

    Não argumento não. Eu QUESTIONEI a tua afirmação de que ele não salvou ninguém, ao permitir a morte de inocentes.

    Afinal, ele salvou ou não?

    Isso é claramente uma falácia, no caso inversão do ônus da prova.
    Realizaste a afirmação que Deus não salva os inocentes em um tsunami.
    Eu questionei se terias alguma evidência para corroborar sua alegação.
    Tu diz que não.
    Agora tu, invertendo o ônus da prova, pede para que eu comprove que a tua alegação é falsa?
    Assim fica fácil, né?

    Ué? Se você sabe de alguma coisa, me conte! Como posso avaliar a coisa se não há evidência alguma contra ou a favor?

    Se tem alguma evidência à favor de que deus salva as almas para “sei lá onde”, mostre-as. Simples!

  158. Eu

    Você dizer que elas são imanentes por características próprias é só um jogo de palavras. No final seriam impostas do mesmo jeito.

    Eu discordo deste posicionamento.
    Criar código morais de conduta (Leis), é uma coisa, POSSUI-LAS desde a eternidade é outra.
    Quando ela é criada, significa que em um determinado período elas não existiam. Quando ela é imanente, significa que as mesmas fazem parte desde sempre, logo NUNCA houve-se um período de inexistência.

    Por isso que ele não precisa cumprir as regras denominadas “pecados”, que são regras endereçadas à seres humanos.

    Mas não é por isso que ele não pode pecar, mas sim porque o pecado NÃO FAZ PARTE de sua natureza.

    O Homem pode escolher entre caminhar ou não, segundo as Leis de Deus, porém para Deus, seria IMPOSSÍVEL (pela lógica) quebrar suas leis imanentes.
    Este é o ponto.

    Você argumentou que “deus não poderia pecar” porque não poderia quebrar regras que ele determinou.

    Mas eu corrigi, dizendo que ele não criou nada, mas sim que as mesmas fazem parte de sua natureza eterna.

    Na verdade não há como ele pecar, não pelo fato de ele cumprir as regras, mas sim pelo simples fato de que tais regras não se aplicam à ele.

    Mas este é o ponto em que não concordo.
    Ele não pode pecar pois não poderá fazer algo contra sua natureza, e não porque as leis não se aplicam a ele (pelo contrário).
    As regras SE APLICAM e Ele, pois FAZER PARTE Dele.

    Eu nunca disse que ele seria capaz de fazer coisas ilógicas.

    Então se tu concordas, como afirmas que Deus poderá fazer aquilo que é pecado ao homem?
    Este é o ponto.

    Segundo tua lógica, Deus pode fazer aquilo que é condenado aos homens fazer.
    Porém eu digo que este pensamento é ilógico, visto que as ações condenadas a humanidade são aquelas que NÃO FAZEM PARTE da natureza de Deus.

    E como você sabe exatamente como é a natureza de algum deus?

    Lembre-se, estamos debatendo sobre o Deus Bíblico, e não “algum” deus.
    E este Deus, a sua natureza é bem declarada.

    Eu não sei. Apenas por questão de raciocínio lógico, devo supor que as características de um deus absoluto lhe dão capacidades ilimitadas para ações, desde que sejam possivelmente lógicas.

    Todo pensamento lógico parte de um axioma.
    Isso significa poderemos ter vários raciocínios logicamente válidos, antagônicos entre si.
    A chave então é a veracidade do Axioma.
    Se a mesma for verdadeira, o raciocínio lógico sobre ela será verdadeira. Se a mesma for falsa, o mesmo raciocínio, mesmo que lógico, será falso.

    Eu não sei qual axioma está a utilizar, mas se o mesmo for a descrição da natureza do Deus Bíblico, a tua lógica não procede.

    Aliás….. para se discutir sobre o Deus Bíblico, devemos ambos ter o conhecimento suficiente sobre ele. Qual é o seu conhecimento sobre a Bíblia? Quantas vez a leu por inteiro? Qual o seu nível teológico?
    Tu realmente a conhece ou a “conhece” por “catequeses” ou sites ateístas (como este Blog)?

    Ações ruins não são ilógicas só por serem ruins.

    Depende do axioma. Se ela for a natureza do Deus Bíblico, então estas ações sobre ele é ilógico.

    Ele seria um deus menor

    Novamente temos um disparate semântico na palavra “Menor”
    O Que seria “menor” para ti? Um Deus que, pela lógica, não consegue produzir algo que não faz parte da natureza, é “menor”?

    se comparado a outro que pudesse ser bom e mau, amoral.

    Mas é aí que tu erras.
    Como poderás comparar deuses com Deus, se os mesmos possuem características (naturezas) diferentes com AXIOMAS diferentes?
    Deus tem o seu axioma que pressupõe o raciocínio lógico.
    Os outros deuses possuem OUTROS axiomas que pressupões OUTROS raciocínios lógicos.
    Se um deus “entrar” no axioma de Deus (e vice e versa), o raciocínio será falho.

    Portanto CADA deu ou O Deus, deverá ser analisado individualmente, DENTRO do seu axioma e raciocínio lógico

    Se estamos definindo um deus absoluto, então devo supor que o deus “bom” da bíblia seja um deus menor.

    Esta afirmação é ilógica pelo motivo que declarei acima.

    Tá! Já entendi que o deus da bíblia é um deus menor, limitado para o bem.

    Não entendeu não, pois a palavra “menor” é totalmente ilógico no contexto do Deus que estamos a debater.

    Justamente, se tudo pertence a ele então: ” Foda-se!” Essa é a lógica.

    Mas ele NÃO DESCUMPRIU a sua Lei, visto que ele não tirou alguma vida que ele não lhe pertence (não cometeu assassinato).
    Portanto a lei continua vigente, tanto para ele como para qualquer humano.

    O termo “matar” é genérico, não especifica o mérito do ato. Eu quis dizer “matar” mesmo.

    Pode ser genético a ti, e não a Bíblia.
    Sobre qual contexto estamos a debater mesmo? rsrsrs

    Eu tenho caminhões de evidências!!!!

    Mostre UMA.
    Consegues?

    Ah tá! Mesmo se o contexto bíblico for uma bos…

    Não interessa o que tu ache ou deixe de achar. O que interessa é o contexto envolvido.
    Se vais criticar a Bíblia, deverás critica-la pelo contexto que ela se apresenta.

    digo, sabidamente errado e incorreto tal qual considerar morcegos como sendo aves?

    Mas o erro não está na Bíblia, mas sim a quem a interpreta e a traduz.
    A Taxonomia hoje vigente, surgiu de Carolus Linnaeus, que viveu no século XVIII.
    A taxonomia da Bíblia era a Hebraica, e lá os seres eram definidos por “Voadores”, “Rastejantes”, “Nadadores”, “Plantas” e “Terrestres” (se não me engano)
    Portanto, Prezado, o termo correto do ORIGINAL HEBRAICO na Bíblia é “Voadores”.
    Tens alguma dúvida que o Morcego Voa? rssrsr

    Na vida humana o bem e o mal são relativos.

    Então se tu nascesse e fosse deixado em uma ilha deserta, e depois de crescer viesse para a civilização, tu matarias, roubarias, estupraria, numa boa?

    Por isso há regras e leis para colocar ordem na coisa.

    Os espartanos tinham como regras, deixarem seus filhos “menos favorecidos” a morrer nas montanhas.
    Os Amorreus tinha como regras, estuprarem virgens e sacrificar seus filhos primogênitos a deuses.

    Para ti, deixar os filhos morrerem, estuprar virgens e sacrificar bebês recém nascidos eram atitudes boas, e ao contrário, na civilização vigente, eram comportamentos maus?
    É assim que tu pensas?

    Logo: acho bom se mascar chicletes em vez de esquartejar bebes.

    Mas para ti, este comportamento era plenamente bom para os Amorreus, não é mesmo?
    Para ti, está tudo certo se algum povo decide fazer isso em como sacrifício a deuses, certo?

    Alguns hebreus da bíblia andaram “rasgando ventres com espadas” talvez porque não houvesse chicletes para mascar.

    E mesmo que o fizessem (algo que não ocorreu) qual seria o problema, segundo a tua visão?
    Segundo o teu ateísmo, se eles decidissem abrir ventres com espadas (ou até mesmo com colheres), de mulheres grávidas, estava tudo certo, pois no ateísmo, como bem disse, tanto faz se tu masca chicletes ou estupra, esquarteja e canibaliza bebês.
    Portanto, prezado, tu não poderás julgar nenhum evento Bíblico como imoral, visto que na tua visão a moralidade NÃO EXISTE objetivamente.
    :-)

    Ah vá! O termo “trevas” está condicionado à capacidade de perceber o espectro visível das ondas eletromagnéticas.
    Os cegos totais vivem em trevas eternas.

    Então segundo a tua “lógica” se TODA humanidade fossem cegos a luz não existiria?

    Na minha concepção, um deus absoluto não estaria limitado em ações possíveis, sendo boas ou más.

    Mas existido um Deus ABSOLUTO, cujo possuas regras absolutas imanente a sua eternidade, alguma delas seria quebrada?

    Não, por isso não ocorrem.

    E quais são suias evidências de que a transformação de água em vinho, andar sobre as águas, ressuscitar ou até mesmo coisas simples como fazer cair maná sobre um determinado povo (como este caso: https://noticias.gospelprime.com.br/milagre-mana-ceu-africa/ ) NUNCA ocorreu na história humana?

    Se dizes que NUNCA houveram tais eventos, deverá, por meio de evidências comprovar que as mesmas são relatos mentirosos.

    Tens alguma evidência para compartilhar (lembrando que a tua FÉ pessoal, não serve de evidência)

    Que cientistas são esses?

    Todos

    Eles rastrearam o Universo inteiro para afirmar isso?

    Não. Foi por isso que eu disse: “ATÉ O MOMENTO”, ou seja, por tudo que foi rastreado, a Terra é ÚNICA em sua categoria.

    Não é ser incapacitado para tal, é que não tem lógica as “cagadas” nossas influenciarem todo o Universo.

    Se o Homem tem a autoridade de TODO universo, e ele, por vontade própria, decide entrega-la a alguém que pode “cagar” com tudo, onde está a falta de lógica nisso?

    Porque também não atuamos sobre o Universo, Mal conseguimos sair com sondas fora do nosso sistema.

    Mas Biblicamente o universo, que era dos homens, foi entregue ao diabo, que por si só atua sobre todo ele, “cagando” com tudo.

    Ai, ai, aí! Mandar rasgar ventres grávidos para mim é pior que sadismo.
    Afogar tudo e todos(menos uns) pra mim é mega sadismo. E etc, etc

    Mas para ele, tu é um sádico por achar que rasgar ventres grávidos e afogar tudo e todos (menos uns) é mega sadismo.
    Quem está ABSOLUTAMENTE certo, se segundo a tua fé ateísta, tudo é permitido?

    Biblicamente estes atos são imorais e errados, mas segundo o teu ateísmo, está tudo certo.

    Portanto eu, pela Bíblia, possuo propriedade para afirmar o que é sadismo ou não, mas tu, pelo teu ateísmo não tem propriedade nenhuma.

    Por isso um deus não é atemporal. Tem que ser dinâmico.

    Mas onde está a mutualidade exclusiva entre dinamismo (no sentido de “relativo ao movimento e às forças”) e Atemporalidade?
    Porque um Deus dinâmico não poderá ser Atemporal?

    No tempo dele oras! Qualquer ação “gera” tempo intrínseco

    Mas como poderia ser o “tempo” dele se ele é atemporal?
    Não acha contraditório esta frase?

    Mas mudou de forma. Se eu arrancar suas pernas, mudara de forma e ainda assim continuará humano.

    Mas para “arrancar” a minha perna, eu deveria ter uma perna em um período de tempo, para a partir daí, não ter mais (sendo temporal), e também tu deverás deixa-la em OUTRO local (sendo material), distante do meu corpo.
    No caso de Deus, como “arrancará” algo de uma entidade Atemporal e Imaterial?

    O que ele criou não seria ele, exceto se ele usou de si mesmo para criar outras coisas.

    É a primeira opção, pois se ele usasse de si mesmo para CRIAR, todas as coisas, elas teriam a sua natureza, que é ATEMPORAL (o que é uma contradição lógica, pois se é atemporal, não tem nem início e nem fim)

    Você dividiu deus entre a natureza dele e ele mesmo.

    Como poderia dividir algo que é indivisível?

    O que seria esse “ele mesmo”? Forma de alguma coisa da constituição dele?

    Mas de que forma isso responde a minha questão?
    Não sendo Deus limitado a nenhuma forma, como ele “mudaria” de forma?

    Não. O tempo é a própria ação, só que entendido de outra forma.

    Mas o tempo para ti, SURGIU por uma primeira ação, correto?
    Ou tu achas que o tempo não existe?

    Se algo eterno for estático obviamente seria abstêmio de ações. Não produziria nada.

    Mas novamente pergunto, quem disse que para ser eterno, deverá ser estático, e quem disse que não ser estático, implica modificar sua natureza?

    Tecnicamente você mudou de forma, obviamente não o suficiente para se transformar num cachorro.

    Mas a minha natureza continuou a mesma, ou seja, continuo sendo humano.
    Portando quer eu me mova ou quer eu fique estético, a minha natureza é a mesma.
    Este foi o ponto.

    Se o tal existe, ele deve ser constituído de alguma forma

    Mas como ele seria constituído de alguma forma sendo que ele CRIOU todas as formas?
    Isso é petição de princípio, um raciocínio circular.
    Não teria como Deus ser composto por algo que ele criou, pois Deus é ETERNO e ÚNICO, não sendo forma nenhuma.

    E a mudança pode ser de atitudes, vontades, etc. Se for um ente mental, cognitivo.

    Neste ponto eu concordo.
    Porém possuindo uma natureza imutável, mas com as atitudes e vontades mutáveis, como Deus se destruiria se para isso ele tivesse de alterar a sua natureza, que é imutável?

    Afinal, ele salvou ou não?

    Mas sou eu quem estou questionando a sua afirmação de que ele não salvou. rsrsrsrs
    Tens alguma evidência, sim ou não?

    Se você sabe de alguma coisa, me conte! Como posso avaliar a coisa se não há evidência alguma contra ou a favor?

    Ora Marcio… kkkkkkk, como tu irás fazer alguma afirmação se não tem informação suficiente para saber se ela é verídica ou não?

    Se não sabe, então não poderás alegar de cara. Deverias perguntar antes.
    rsrsrssr

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: