Deus fazendo bolo [Republicação]

cheiro bolo smell cake fuba

Minha professora de catecismo me odiava. Não lembro o nome dela, mas lembro bem do seu rosto, e mais ainda dos seus olhos fulminantes, que talvez me amaldiçoassem silenciosamente por trás daquelas grossas armações dos seus óculos “fundo de garrafa”, a cada vez que eu interrompia a “aula” com minhas perguntas inconvenientes:

“Irmã, por que Deus teve que descansar no sétimo dia?”

Vendo meus sobrinhos mais velhos saindo pro catecismo, meio que sem querer me veio à mente uma pergunta que, na certa, encheria ainda mais de ódio aquele velho coração cristão:

“Irmã, a senhora consegue imaginar Deus fazendo um bolo?”

Isso mesmo: Deus indo comprar os ingredientes, arrumando os utensílios, seguindo uma receita, untando a forma com margarina, colocando a massa no forno e sentando, calmamente, esperando o tempo necessário para o bolo assar…

Não é um pensamento bem esquisito? Ora se é! Afinal, Deus criou galáxias num estalar de dedos, por que diabos teria ele que se preocupar em preparar um simples bolo de farinha de trigo?

Mas veja você que é exatamente isso que Deus deve estar fazendo agora mesmo: sentado em cima de sua bunda gorda e inútil num trono celeste bem confortável, enquanto espera a massa crescer e seu bolo assar. O bolo, no caso, somos nós.

Quando um crente vem me encher o saco falando do “plano de Deus” ou de como “Jesus me ama”, eu agora costumo, muito educadamente, perguntar: “Vem cá. Onde que tá esse Deus? Que que ele tá fazendo que não aparece?”. Geralmente, a pessoa se surpreende com a minha ignorância acerca desses assuntos etéreos, e me responde com paciência que… Deus está esperando o momento certo.

Foi o que eu disse: ele comprou os ingredientes, seguiu uma receita e, agora, sentado em cima de sua bunda gorda e inútil, está esperando o bolo terminar de assar. Muito mais fácil criar galáxias, não parece?


Anúncios

60 Respostas

  1. “Irmão Barros, o senhor consegue imaginar um bolo se fazendo sozinho?”

    “TEORIA DO BOLO DE CHOCOLATE”
    Suponhamos que você entre em casa e encontre um delicioso bolo de chocolate sobre a mesa.

    A pergunta é:

    – Como surgiu o bolo de chocolate?

    Duas teorias podem ser propostas:
    .
    .
    Teoria 1 – hipótese criacionista.

    Alguém que sabe fazer bolo de chocolate foi na dispensa, pegou ovos, farinha, manteiga, açúcar, leite, fermento e chocolate, pôs em uma forma, os misturou na medida certa, levou ao forno na temperatura de 250 graus celsius, após o tempo necessário retirou o bolo do forno e o pôs propositalmente sobre a mesa.

    Teoria 2 – hipótese naturalista.

    Segundo os naturalistas ateus, essa teoria é muito singela, muito simples… e, porque não dizer, muito óbvia:

    O caminhão do Supermercado Guanabara estava fazendo entregas, quando foi fechado por uma criança de bicicleta. Tentando desviar da criança, o motorista girou o volante e deu uma freada brusca, o que o fez perder o controle do caminhão, que começou a capotar.

    À medida que o caminhão capotava, na carroceria as caixas de ovos se abriram, bem como os sacos de farinha, as caixas de leite, as latas de Nescau, os tabletes de manteiga, os fardos de açúcar, as latinhas de fermento em pó e o chocolate granulado. Enquanto o caminhão capotava, esses elementos iam se misturando de forma homogênea.

    Dentro da carroceria do caminhão, havia também um cantil, que fora esquecido ali por um dos carregadores. Com o movimento do caminhão, o cantil partiu ao meio, e todos os elementos acima mencionados, mesclados na proporção certa, caíram dentro desse cantil.

    Com o acidente, o caminhão explodiu e ao termino de 40 minutos os bombeiros chegaram, conseguiram conter o fogo e abriram a carroceria, e para surpresa deles, estava lá, por obra do acaso, um lindo bolo de chocolate!

    Talvez você esteja lendo agora e pensando: Pôxa, essa segunda teoria é tosca demais para eu crer! É verdade; ela é tosca mesmo.

    Acontece que o bolo de chocolate possui em média 12 elementos, uma célula possui mais de dois milhões, e nós somos informados de que a célula surgiu espontaneamente, e o surgimento aleatório de um bolo de chocolate nós achamos uma idéia tosca.

    Encarando as improbabilidades – o começo do fim do naturalismo científico

    Partindo da premissa de que o bolo de chocolate possui 12 elementos, a probabilidade do surgimento aleatório deste bolo pode ser calculada em uma em 479.001.600 (quase quatrocentos e oitenta milhões!).

    Ora, se a combinação aleatória de 12 elementos parece impossível, a fortiori, a vida com sua complexidade exige a existência de um criador.

    O problema da geração espontânea de uma ameba

    Por exemplo: O DNA de uma única ameba possui informação suficiente para encher mais de 1000 vezes toda a enciclopédia britânica (disse o naturalista Richard Dawkins).

    – Para calcular a possibilidade do surgimento aleatório do DNA de uma ameba, sugerimos a seguinte experiência:

    – “Criando” informação por “acaso”

    Pegue uma enciclopédia britânica e arranque todas as páginas. Em seguida, recorte cada letra de cada página, e junte todas essas letras em um saco grande. Em um dia de calmaria, suba ao alto de um prédio e jogue todas as letras recortadas…

    – Qual seria a probabilidade das letras caírem na ordem certa, de modo a formar as palavras, as frases e os artigos em ordem alfabética, em todas as páginas da enciclopédia?

    Ora, em um cálculo de probabilidade, se as letras caíssem de modo a formar todas as palavras, as frases e os artigos em ordem alfabética, em todas as páginas da enciclopédia, isso seria apenas um milésimo da probabilidade do DNA de uma ameba ter aparecido por conta própria!!!!!

    * Nota: A ameba possui o DNA mais simples que nós conhecemos.

    Para pensar

    – Que tipo de ciência é essa que não encara as impossibilidades de sua teoria?

    – Que religião macabra é essa da ciência naturalista, que formula teorias absurdas para justificar o surgimento da vida sem Deus?

    O surgimento espontâneo de uma única célula é tão improvável que nem vale a pena continuar falando do tema.

  2. A dificuldade que o crente tem de entender o mundo real sem a sua divindade particular é perfeitamente compreensível. Digo divindade particular porque cada crente atribui ao seu deus a criação de tudo. E isso, por si só, já é um empecilho à sua própria teoria, uma vez que ele não tem como descartar os outros deuses.

    Mas uma analogia muito interessante que esclarece ao crente como ele é ignorante quanto ao processo que chama de “acaso” é a do bilhete de loteria.

    Uma pessoa acabou de conferir os números sorteados e descobriu que foi a única ganhadora; após calcular que as chances de ela ter acertado aqueles números eram infinitamente pequenas, ela chegou à brilhante conclusão de que “alguém” deve ter fraudado o concurso em seu favor, talvez jogando dentro da cesta de coleta as bolas com os números nos quais ela havia apostado.

  3. Eu já tinha visto este vídeo.

    Só a cabeça oca do Adauto Lourenço poderia produzir tanta idiotice e argumentos falaciosos.

    Ou melhor, Olavo de Carvalho também seria capaz deste feito.

  4. Mariana

    concordo parcialmente com a lógica do seu argumento, de que”asnos não dão a luz a sábios” que a inteligencia procede da inteligencia, porem devo alerta-la de que:
    Se a inteligencia só pode vir de outra inteligencia, Deus sendo o ser mais complexo de acordo com seu argumento , precisaria ter tido uma causa anterior mais complexa do que ele, isto daria a ideia de uma infinidade de deuses.
    o que acabaria com o sentido que damos a um unico Deus.

  5. Barros

    “Mas uma analogia muito interessante que esclarece ao crente como ele é ignorante quanto ao processo que chama de “acaso” é a do bilhete de loteria”.

    r-As possibilidades físicas e matemáticas de que todo este processo fosse perfeitamente guiado e perfeitamente ajustado através de um processo não-inteligente (cego) ligado ao acaso, é de virtualmente zero – simplesmente não existem possibilidades,o fino ajuste do Universo para as condições de vida inteligente na Terra. O Universo foi projetado com precisão para criar o próprio ambiente que suporta as condições de vida em nosso planeta. Um pequeno desvio em qualquer um dos inúmeros fatores ambientais e físicos impediria, até mesmo, que existíssemos.

    1. Alguma coisa surgiu do nada (a origem do Universo);
    2. A ordem surgiu do caos (o projeto do Universo);
    3. A vida surgiu de matéria inorgânica (o que significa que a inteligência surgiu da não inteligência e a personalidade surgiu da não personalidade);

    É Barros,acho que não são só os crentes que tem dificuldade em entender o mundo real não viu rs É por isso que o Barros precisa ter muito mais fé do que os crentes,os quais ele afirma serem ignorantes.

    Criaturo

    Se a inteligencia só pode vir de outra inteligencia, Deus sendo o ser mais complexo de acordo com seu argumento , precisaria ter tido uma causa anterior mais complexa do que ele, isto daria a ideia de uma infinidade de deuses.o que acabaria com o sentido que damos a um único Deus.

    r-Deus é Auto-existente, atemporal, não espacial e imaterial (uma vez que a Causa Primeira criou o tempo, o espaço e a matéria, a Causa Primeira deve obrigatoriamente estar fora do tempo, do espaço e da matéria). Em outras palavras, não tem limites ou é infinita.Inimaginavelmente poderosa para criar todo o Universo do nada.Supremamente inteligente para planejar o Universo com precisão tão incrível. O_o

    Como já vimos, a lei da causalidade é o fundamento da ciência. A ciência é a busca pelas causas, e essa busca é baseada em nossas observações coerentes e uniformes de que tudo o que tem um começo teve uma causa. O fato é que a pergunta “Quem criou Deus?” destaca com que seriedade levamos a lei da causalidade. Toma-se como certo que praticamente tudo precisa de uma causa.Então por que Deus não precisa de uma causa? Porque a posição dos ateus não compreende a lei da causalidade. A lei da causalidade não diz que tudo precisa de uma causa. Ela diz que tudo o que venha a existir precisa de uma causa. Deus não veio a existir, ninguém fez Deus. Ele não é feito. Como ser eterno, Deus não tem um começo e, assim, ele não precisou de uma causa.

    Criaturo você é ateu?Pensei que você fosse cristão,sério!!!

    aff kd os cristãos aqui no blog do Barros? rs

    Ate mais!

  6. Que Mundo Maravilhoso
    Eu vejo as árvores verdes, rosas vermelhas
    Eu as vejo florescer para mim e você
    E eu penso comigo… que mundo maravilhoso
    Eu vejo os céus tão azuis e as nuvens tão brancas
    O brilho abençoado do dia, e a escuridão sagrada da noiteE eu penso comigo… que mundo maravilhoso
    As cores do arco-íris, tão bonitas no céu
    Estão também nos rostos das pessoas que se vão
    Vejo amigos apertando as mãos, dizendo: “como você vai?”
    Eles realmente dizem: “eu te amo!”
    Eu ouço bebês chorando, eu os vejo crescer
    Eles aprenderão muito mais que eu jamais saberei
    E eu penso comigo… que mundo maravilhoso
    Sim, eu penso comigo… que mundo maravilhoso.

    Apesar da natureza favorecer o mais adaptado,ser injusta e cruel.Não faz sentido pra mim imaginar,que todo esse fantástico universo com tantos mundos,com as quatro forças fundamentais da natureza agindo em perfeita ordem,tenha vindo a existir por existir sem sentido algum.Portanto,é lógico em pensar que existe um criador inteligente e poderoso,que definimos como um DEUS!

  7. Mariana,

    “As possibilidades físicas e matemáticas de que todo este processo fosse perfeitamente guiado e perfeitamente ajustado através de um processo não-inteligente (cego) ligado ao acaso, é de virtualmente zero”

    As possibilidades não são “zero” se considerarmos a quantidade de tempo que envolve esse processo, bem como a quantidade de tentativas* já realizadas.
    * O termo “tentativas” está em sentido figurado, pois a dinâmica do universo não se dá literalmente por tentativa e erro.

    “simplesmente não existem possibilidades,o fino ajuste do Universo para as condições de vida inteligente na Terra.”

    Pelo contrário, o processo já está “rodando” a tanto tempo e o universo é tão grande se comparado ao universo observável que seria incrível a nossa não existência.
    É até bem possível que existam formas de vida no universo fora da Terra, tendo em vista a extensão do universo.

    “O Universo foi projetado com precisão para criar o próprio ambiente que suporta as condições de vida em nosso planeta. Um pequeno desvio em qualquer um dos inúmeros fatores ambientais e físicos impediria, até mesmo, que existíssemos.”

    As evidencias cientificas apontam no sentido de que nós (seres vivos) é que nos adaptamos ao nosso ambiente no universo e não que o universo foi projetado para nós.
    Se uma certa quantidade de água é despejada em um vaso cilíndrico, não é de se admirar que a agua tome a forma cilíndrica. Seria incorreto afirmar que o vaso foi projetado para o formato da água, quando na verdade a água é amorfa.

    “1. Alguma coisa surgiu do nada (a origem do Universo);”

    A posição da comunidade cientifica sobre o Big Bang não é bem essa. Sugiro ainda que assista os vídeos do Dr. Lawrence Krauss sobre flutuações quânticas (O universo a partir do nada) a fim de evitar utilizar inconscientemente a falácia do espantalho.

    “2. A ordem surgiu do caos (o projeto do Universo);”

    Os conceitos de ordem e caos podem variar de pessoa para pessoa. Não sei bem o que quis dizer
    No mais, não há evidencia suficiente para concluir que houve projeto no universo.

    “3. A vida surgiu de matéria inorgânica (o que significa que a inteligência surgiu da não inteligência e a personalidade surgiu da não personalidade);”

    Também não sei se entendi direito sua intenção com inteligência e personalidade. Se foi no sentido literal, o estudo da abiogênese aponta seriamente para esta possibilidade.

    “É por isso que o Barros precisa ter muito mais fé do que os crentes,os quais ele afirma serem ignorantes.”

    Discordo de que se trata de fé.
    Fora isso, o que seria “mais” fé? Como se mede a fé?

  8. Marcos Kiyoji,

    “A posição da comunidade cientifica sobre o Big Bang não é bem essa. Sugiro ainda que assista os vídeos do Dr. Lawrence Krauss sobre flutuações quânticas (O universo a partir do nada) a fim de evitar utilizar inconscientemente a falácia do espantalho”.

    R-O problema reside numa pequena palavrinha travessa: “nada”. Krauss afirma que o universo surgiu do nada, mas o nada de onde ele diz que o universo surgiu é o vácuo quântico. Dá para entender o problema? Ele renomeou alguma coisa (o vácuo quântico) como nada, quando claramente é alguma coisa. O vácuo quântico é essencialmente o espaço vazio, mas é repleto de energia, e também pesa alguma coisa. Então o que temos aqui ainda é alguma coisa. Krauss não responde à pergunta de por que existe algo onde não deve haver nada. Ele simplesmente sabota a questão. Ele não lida com o fato de que é preciso explicar de onde veio a matéria, a energia e as leis físicas que regem nosso universo. Ele simplesmente redefine o termo “nada” para se encaixar com os seus próprios pressupostos naturalistas de que Deus não existe.

    Então isso nos deixa com o nosso tema original para discutir: nada. O que exatamente é nada? Aristóteles ponderou que: “nada é aquilo com o que as rochas sonham.” Ou seja, nada é a ausência completa de qualquer coisa. É um termo de negação universal. A física não consigue descrever nada, porque o nada tem zero de propriedades a ser descrita.

    O cristianismo sempre afirmou que Deus criou o universo,literalmente do nada. Quando se retira o universo, vemos que algo sempre existiu. É algo que sempre existiu necessariamente. Os cristãos dirão que este é Deus, enquanto Krauss deve apelar para um multiverso (um número infinito de universos). A cosmologia moderna aponta para um começo específico do universo que parece ser melhor explicada por um agente externo necessário: Deus.

    Então, vemos que o título do livro de Krauss é enganoso, mas tenho a certeza que isto ajudou o livro a circular. Foi a maior coisa (ironicamente) que tornou Krauss conhecido por algumas pessoas. No entanto, é possível que alguns leigos serão ludibriados por sua falaciosa definição de “nada”, quando na verdade seu “nada” é realmente algo.

    Como se vê, o nada de nada ainda não é nada, porque nada é nada.

    Ande bem. Viva sabiamente. Seja abençoado.

  9. Mariana,

    ” Krauss não responde à pergunta de por que existe algo onde não deve haver nada.”

    Acho prejudicial perpetuar aquela mesma velha opinião de que os cientistas são obrigados a ter todas as respostas. Cientistas trabalham com investigação de hipóteses. Muitas hipóteses existem atualmente, mas não é porque não foi comprovado (ainda) que devemos assumir que o universo foi criado por uma divindade. Este é o “Argumento da Ignorância”.

    “Ele simplesmente redefine o termo “nada” para se encaixar com os seus próprios pressupostos naturalistas de que Deus não existe.”

    O mesmo trabalho de definições é feito constantemente por quem defende a existência de deus. Por exemplo, o Criaturo simplesmente chama “tudo que existe” de deus. Nestes termos eu até concordaria que deus existe.

    “Então isso nos deixa com o nosso tema original para discutir: nada. O que exatamente é nada? Aristóteles ponderou que: “nada é aquilo com o que as rochas sonham.”

    “O cristianismo sempre afirmou que Deus criou o universo,literalmente do nada. Quando se retira o universo, vemos que algo sempre existiu. É algo que sempre existiu necessariamente. Os cristãos dirão que este é Deus, enquanto Krauss deve apelar para um multiverso (um número infinito de universos). A cosmologia moderna aponta para um começo específico do universo que parece ser melhor explicada por um agente externo necessário: Deus.”

    Krauss não apela para nada, pois ele não se propõe a solucionar definitivamente o enigma. Ele simplesmente apresenta fatos científicos e suas possibilidades, nenhuma delas envolvendo o “divino”.

    De qualquer modo, perceba que a existência de deus só pode ser defendida de maneira “não ridícula” no campo da filosofia. Contudo, não acho produtivo este debate filosófico, pois sempre temos os problemas dos conceitos e definições. Minha conversa com o Criaturo sempre trava neste estágio.

    Talvez isso se dê porque a filosofia, na prática, não se propõe a prover respostas, mas a orientar as perguntas.
    Não chegaremos a lugar algum com debates filosóficos, pois as evidencias que a filosofia apresenta para deus não são suficientes sequer para me fazer considerar.

    “No entanto, é possível que alguns leigos serão ludibriados por sua falaciosa definição de “nada”, quando na verdade seu “nada” é realmente algo.”

    Nada é uma palavra que pode ter vários significados, seja no sentido semântico, filosófico, físico ou cosmológico.
    Só porque ele utiliza uma definição de “nada” diferente da sua, significa que a definição dele é falaciosa?
    Que pretensão hein?

  10. Eu até agora não sei de onde os crentes/criacionistas e o resto tirou a ideia de que cientistas afirmam que o Universo surgiu do nada.

    Há uma teoria que diz que o Universo teria se formado a partir de uma associação de partículas atômicas, as quais teriam se condensado até o ponto em que sua densidade levou a uma “explosão”, pra dizer de forma muito ligeira (e por isso mesmo muito precária).
    Onde estaria o nada nessa hipótese?
    Tendo em mente que essa é uma teoria, que não há ninguém nos meios científicos sérios chamando-a de verdade estabelecida, a questão já não seria o como, seria de onde vieram as partículas e como elas teriam se formado, a partir do quê.

    Pessoalmente acho que não chegaremos nem perto da resposta em muito e muito tempo à frente, se é que em algum momento chegaremos a saber. Não nós aqui agora, nós a humanidade.
    Será o medo disso, de nunca vir a saber a resposta, o que leva as pessoas a achar razoável vindicar a plausibilidade do “ser auto-existencial”?

    Quer dizer, um cientista tem alguma base para considerar a teoria do big bang, comprovadamente o Universo está em expansão, mas o que apoia a ideia do ser que sempre existiu?

    Eu vejo isso como desistência, como uma confissão de impotência, como se a pessoa dissesse
    – “Olha, não sei como foi que tudo começou e desisto de pensar em como teria sido, me sinto melhor colocando uma barreira intransponível entre mim e o fato de não saber. Eu tenho medo das coisas que desconheço, então prefiro por um ‘autor’ imaterial, aespacial, eterno, intangível, como o responsável por tudo”

    Ainda bem que nem todos são assim.

  11. Mariana

    voce aparenta um ser interessante e por isso mesmo discutiremos muito, se não vejamos:

    para criar todo o Universo do nada.Supremamente inteligente para planejar o Universo com precisão tão incrível. O_o

    r. a inteligência é inquestionável ,mas os intuitos são:
    Doenças, dor, sofrimento, ignorância nata,catástrofes, más formações genéticas, falhas de raciocínio, sentimentos confusos, sentidos sensoriais poucos desenvolvidos.

    Toma-se como certo que praticamente tudo precisa de uma causa.Então por que Deus não precisa de uma causa?

    r. isso é coisa do passado, hoje existe a hipótese “Das cordas que vibram desde sempre”

    Porque a posição dos ateus não compreende a lei da causalidade. A lei da causalidade não diz que tudo precisa de uma causa. Ela diz que tudo o que venha a existir precisa de uma causa. Deus não veio a existir, ninguém fez Deus. Ele não é feito. Como ser eterno, Deus não tem um começo e, assim, ele não precisou de uma causa.

    r. ok! mas,me parece contraditório afirmarmos que coisas inteligentes necessitam de uma origem inteligente e que Deus seja uma exceção a esta mesma regra.

    Em outras palavras, não tem limites ou é infinita.Inimaginavelmente poderosa para criar todo o Universo do nada.

    r. qual seu entendimento de como Deus conseguiria criar algo do nada ? Voce acredita em mágicas ? Coisas sobrenaturais ? o que seria exatamente o nada ?

    só ha limites quando existe um espaço ainda não ocupado, se voce aifrma que Deus é ilimitado, insinua que fora de Deus existe um vacuo divino ainda a ser preenchido por ele, mas como justificar a existência dessa suposta ausência de Deus ?
    Não é mais lógico cogitarmos que Deus seja limitado por ele mesmo , ou seja Deus não pode ir além de si mesmo, porque não existe algo fora de Deus ?

    Criaturo você é ateu?Pensei que você fosse cristão,sério!!!

    r. não se sinta uma fé isolada, mesmo ateus possuem suas duvidas, na sua grande maioria são de ex-crentes equivocados na fé.

    aff kd os cristãos aqui no blog do Barros? rs

    r. de vez em quando aparecem uns fanáticos salvadores de almas perdidas, muito orgulho e pouco procedimento, prato cheio para ateus devorarem com muito humor, a vida é cruel.
    tivemos dois casos recentes:
    irmã Keli uma graça de pessoa, porem a egoísta foi embora nos privando da sua graça.
    irmão Cicero: defendia o deus de Moisés afirmando que ele mandava e vai mandar matar muito mais pessoas, este é um fanático ,uma ovelha totalmente bitolada pela religião.
    por falar nisto qual seria a sua ?

  12. Marcos Kiyoji

    “Não chegaremos a lugar algum com debates filosóficos, pois as evidencias que a filosofia apresenta para deus não são suficientes sequer para me fazer considerar”.

    r-Talvez não chegue a lugar nenhum pra você por causa da sua visão de mundo materialista.Deus não pode ser provado pela razão da ciência,a questão de se Deus existe ou não se apresenta como a maior das questões filosóficas.A filosofia nasceu da vontade do homem entender melhor a natureza, entender melhor o mundo e os seus problemas. Nasceu da reflexão sobre a vida e do seu espanto que os homens começam a filosofar, isto é válido tanto para os homens de hoje, como para aqueles que primeiro se dedicaram à filosofia.Estes espantaram-se de início com as dificuldades mais óbvias e, depois, avançaram a pouco e pouco e levantaram problemas sobre assuntos mais importantes, tais como os fenômenos da lua, do sol e das estrelas e, também, acerca da origem do Universo.A descoberta de si,a procura do sentido de vida,a formação das personalidades e do caráter,a aprendizagem da arte de viver,o desenvolvimento do pensamento lógico e discursivo e do pensamento meditativo, ou seja, encontrar respostas para as nossas inquietações, até mesmo para as nossas ideias mais básicas.

    1. Por que há algo em vez de nada?
    Parece justo que a existência seja o primeiro destes grandes enigmas. Por que algo existe quando parece perfeitamente possível que nada fosse a norma? Que impulso secreto do universo físico foi decisivo para que o nada se convertesse em algo?

    2. Deus existe?
    Uma entidade metahumana que dá ordem e sentido ao que vemos e vivemos, ao que existe, inclusive quando esta ordem toma a forma do caos e do incompreensível.Não é com a linguagem humana ou com a razão que se distingue um Deus. Simplificando, não podemos saber se Deus existe ou não. Ambos os ateus e crentes estão errados em suas proclamações, e os agnósticos estão certos.Podemos viver em uma simulação onde Deus controla todas as variáveis. Quem vai saber?

    Ateus são materialistas,esta visão de mundo que tem os impede de enxergar além do mundo físico.Certamente,o universo vai muito além do materialismo,essa é uma conclusão no minimo razoável.

    Faço faculdade de filosofia,por isso nossas ideias nunca chegarão a um consenso.rs

  13. Criaturo
    ….por falar nisto qual seria a sua ?

    Eu sou católica,mas às vezes tenho comportamento deísta ou agnóstica…hahaha…

  14. ssrodrigues

    “Há uma teoria que diz que o Universo teria se formado a partir de uma associação de partículas atômicas, as quais teriam se condensado até o ponto em que sua densidade levou a uma “explosão”, pra dizer de forma muito ligeira (e por isso mesmo muito precária).
    Onde estaria o nada nessa hipótese?”

    r-Alguns dizem que tudo começou de uma massa informe de átomos; bem, mas quem criou esses átomos? De onde procediam? Quem guiou a evolução desses átomos, segundo leis que podemos descobrir, e que evitaram um desenvolvimento caótico? Alguém teve que faze-lo. Alguém que, desde toda a eternidade, tem gozado de uma existência independente.
    Sem impulso nem direção exteriores, começaram a associar-se, a combinar-se aleatoriamente entre elas para passa dos quarks aos átomos, e dos átomos a moléculas de arquitetura cada vez mais complicada e diversa.A doutrina da criação não pedia mais do que apenas um milagre de Deus. A da auto criação do mundo exige um milagre a cada décimo de segundo.”Quando vemos um livro, um quadro, ou uma casa, imediatamente pensamos que por detrás destas obras haverá, respectivamente, um escritor, um pintor, um arquiteto. E da mesma maneira que não ocorre a ninguém pensar que a biblioteca surgiu de uma imensa massa de letras que caiu ao azar sobre o papel e ficou ordenada precisamente dessa maneira tão engenhosa, tampouco ninguém sensato diria que o edifício “está aí desde sempre”, nem que esse quadro “foi pintado sozinho”, ou coisas do estilo. Não podemos sustentar seriamente que o mundo “se fez sozinho”, “foi criado por si mesmo”. São incongruências que caem pelo seu próprio peso.

  15. Mariana

    Sua argumentação é fruto da arquitetura da nossa mente. Somos “fazedores de coisas”, construtores do mundo. A tendência é essa mesma, olhar em volta e se perguntar ‘quem criou, quem fez.’
    Há a opção de se permitir ficar presa dessa arquitetura ou não.
    Você opta pelo ser auto existente, eu opto pelo bom e velho “não sei”, auxiliado pelo não menos bom “vamos continuar perguntando”.

  16. Mariana quer um conselho?

    Não perca seu tempo tentando provar a existência de deus para esses ateus,pois sua beleza de uma deusa grega já é evidência de uma obra divina.rs

    Sabe porque meu anjo?

    Porque Quando Deus te desenhou, ele tava namorando
    Quando Deus te desenhou, ele tava namorando
    Na beira do mar, na beira do mar do amor
    Na beira do mar, na beira do mar do amor
    Papai do céu na hora de fazer você
    Ele deve ter caprichado pra valer
    Botou muita pureza no seu coração
    E a sua humildade fez chamar minha atenção
    Tirou a sua voz do própolis e mel
    E o teu sorriso lindo de algum lugar do céu
    E o resto deve ser beleza exterior
    Mas o que tem por dentro para mim tem mais valor
    Papai do céu na hora de fazer você
    Ele deve ter caprichado pra valer
    Botou muita pureza no seu coração
    E a sua humildade fez chamar minha atenção
    Da estrela mais bonita ao brilho desse olhar
    Diamante verdadeiro sua palavra foi buscar
    O resto deve ser, beleza exterior
    Mas o que tem por dentro para mim tem mais valor

    bjs,linda!

  17. Mariana:

    Criaturo
    ….por falar nisto qual seria a sua ?

    Eu sou católica,mas às vezes tenho comportamento deísta ou agnóstica…hahaha…

    r. E depois vem querendo dar uma de santinha perguntando onde estão é que estão os crentes? quem não tiver algum tipo de ceticismo que seja o primeiro atirar a pedra.
    Aconselho parar de postar sua beleza por que ela ta desviando o foco das suas ideias, mas agora falando sério : a onde é que estão seus contra argumentos ?

  18. Ela é muito linda mesmo. Tão linda que sei não…

    Talvez ela seja uma personagem. Um fake de alguém. Alguém desconfia de quem?

    E olha que eu não Day nenhuma dica…

  19. Barros

    r-Talvez ela seja uma personagem. Um fake de alguém. Alguém desconfia de quem?

    É Barros,ela é fake mesmo,ela parece com a XUXA cara não ta vendo kkkk Que cara despeitado,só porque ela é bonita assim quer dizer q ela e fake??
    Quem deve ser fake e vc cara,porque fei desse jeito,rsrsrs Ou será que você tá acostumado só com gente feita aqui no blog? é deve ser por isso…

  20. *gente feia

  21. “Aconselho parar de postar sua beleza por que ela ta desviando o foco das suas ideias”

    olha aí o comentário do outro mané,quer dizer q só pq a menina é bonita vai desviar o foco das ideias dela? Não pode postar a foto dela pq existem despeitados como o Barros aqui no blog q não podem admitir gente bonita?

    Meu na boa,vcs ateus comentando nada são uns poetas…

  22. É isso não, Zé Mané.

    Acontece que eu, analisando as fotos que ela postou já, em mais de um perfil, percebi que são copiadas de uma imagem e não diretamente de uma máquina digital, tipo, alguém deu um PritScreen na foto original, entende?

    As fotos dela são sempre borradas, com baixa nitidez, típico de uma imagem copiada. A verdadeira Mariana, que certamente nem se chama Mariana, iria copiar as fotos dela diretamente de sua máquina digital, do seu celular, tablet, etc. Sem PritScreen, portanto.

    É isso.

    De nada.

  23. Opa! Temos um adorador de Zeus aqui, o anônimo da musiquinha, deusa grega sendo criação divina o criador só pode ser Zeus.

    E Barros, nos últimos days tenho tido a impressão de ver fantasmas por todo lado, mas quanto a esse em particular pelo menos não estou sozinha…

    Criaturo

    “quem não tiver algum tipo de ceticismo que seja o primeiro a atirar pedra”

    Você está no bom caminho, definitivamente. Ainda vamos vê-lo um ateu completo.

  24. “Acontece que eu, analisando as fotos que ela postou já, em mais de um perfil, percebi que são copiadas de uma imagem e não diretamente de uma máquina digital, tipo, alguém deu um PritScreen na foto original, entende?”

    Ô zé manè,agora tu virou detetive pra analise de fotos foi,meimão eu nem acredito que tu ocupou teu tempo pra analisar a foto da mina,também nem sabia q tu manjava dos PritScreen e tals,tu tens graduação na área dos phothoshops da vida e?,rsrsrs Ela não poderia copiar a foto dela dessas porcarias de redes sociais não? Facebook,orkut, badoo..etc Ela tirava foto da máquina digital,passava pros orkuts e depois clicava com botão direito do mouse e salvava para o DESKTOP,depois passava pro WordPress

    É barros,não colou não essa de analise,tu foi mesmo foi se apaixonar rsrsr Pq na boa meu,tu ficar com essa suspeita e birra toda da mina pq ela é uma gata cara kkkk

    E outra

    “verdadeira Mariana, que certamente nem se chama Mariana, iria copiar as fotos dela ”

    Como é q tu sabe q a mina não é quem diz q é?Tu tens bola de cristal?

  25. “Opa! Temos um adorador de Zeus aqui, o anônimo da musiquinha, deusa grega sendo criação divina o criador só pode ser Zeus”.

    ssrodrigues,

    pois bem,ela não é a única deusa grega por aqui não,se quiser eu posso lhe mostrar meus atributos de deus grego pessoalmente para você dona shirley

    rs

  26. Ninguém disse :
    olha aí o comentário do outro mané,

    Mané pelo menos é abreviatura de um nome e Anônimo é um ninguém

    quer dizer q só pq a menina é bonita vai desviar o foco das ideias dela?

    não vai evidenciar que você é um sem ideias

    Não pode postar a foto dela pq existem despeitados como o Barros aqui no blog q não podem admitir gente bonita?

    pode,mas cabeças fracas podem confundir isso como um site de relacionamentos

    Meu na boa,vcs ateus comentando nada são uns poetas…

    meu na boa ,voce não comentando esta com toda razão

  27. “Anônimo”

    Até pra ser troll é necessário um mínimo de talento. Em todo caso dispenso sua oferta, vulgar demais.

  28. SS @ Barros

    “quem não tiver algum tipo de ceticismo que seja o primeiro a atirar pedra”

    Você está no bom caminho, definitivamente. Ainda vamos vê-lo um ateu completo.

    r. e voce uma crente acreditando em milagres

    não creio que a Day e a Mariana sejam a mesma pessoa , a Mariana é mais dócil e quanto a beleza dela , não fica com ciúmes não que você e´a deusa dos ateus.

  29. Anônimo carente de afeto divino, responde essa:

    – Quantos PARES de animais Moisés colocou na Arca?

    ( ) 1
    ( ) 2
    ( ) 7
    ( ) 0

    Agora eu vou dormir que amanhã tem mais uma partida do campeonato mundial de xadrez. A de hoje demorou quase 6 horas.

    Inté Shirley!

    Criaturo, espero que a sua perda da fé em Deus não lhe traga nenhum efeito colateral.

  30. Criaturo

    Milagre nada. Começa assim, um grão de ceticismo aqui, outro ali, e a coisa progride.

    Pode ser que sim, pode ser que não sobre o avatar Mari ou Mariana.

    Complicado isso de ser deusa dos ateus, sabe? Sou uma deusa muito cruel, condeno aqueles que não me adoram conforme minhas leis a ouvir musiquinhas como essa aí do deus namorando, por toda a eternidade e esses ateus são uma cambada de gente rebelde.
    No meu inferno tá cheio de ateus ouvindo Armandinho.

  31. Criaturo

    “Aconselho parar de postar sua beleza por que ela ta desviando o foco das suas ideias”

    Mais hein!rs Não sabia que a teoria da aparência atrapalhava no foco das ideias,também não sei porque minha aparência te incomoda.

    “a onde é que estão seus contra argumentos ?”

    Vou te dar a mesma resposta que dei para o Marcos.
    r-Ateus são materialistas,esta visão de mundo que tem os impede de enxergar além do mundo físico.Certamente,o universo vai muito além do materialismo,essa é uma conclusão no minimo razoável.Faço faculdade de filosofia,por isso nossas ideias nunca chegarão a um consenso.rs

    Portanto,é perca de tempo e energia continuar argumento o mesmo assunto,vai ficar só nessa de eu acho isso e você acha aquilo….Entende?

    O Anônimo,ri d+ da sua resposta pro Barros;kkkkkkkkkkkkkk Que isso hein Barros,sinceramente.Ficou analisando os pixels das minhas fotos atrás de falsificações,já ta bom de trabalhar no CSI: New York kkkk Sabe até mesmo que estou me passando por outra pessoa,vai saber como ele descobriu isso!!!

    Até mais! Fui..

  32. Pois é, Amada. Sua foto foi PrintScreezada, tem um borrão de PhotoShop bem na linha dos seus dentes, e tentaram apagar uma coisa no seu pescoço (lado direito na foto) que mais parece uma garra de um alienígena.

  33. Agora eu vou dormir.

    Obrigado, Deus, por mais um dia.

    Amém.

  34. BARROS
    Criaturo, espero que a sua perda da fé em Deus não lhe traga nenhum efeito colateral.

    Fique tranquilo que não irei cometer o mesmo erro que voce

  35. SS

    Criaturo

    Milagre nada. Começa assim, um grão de ceticismo aqui, outro ali, e a coisa progride.

    pare de jogar pragas que isto não passa de superstição

    Complicado isso de ser deusa dos ateus, sabe? Sou uma deusa muito cruel, condeno aqueles que não me adoram conforme minhas leis a ouvir musiquinhas como essa aí do deus namorando, por toda a eternidade e esses ateus são uma cambada de gente rebelde.
    No meu inferno tá cheio de ateus ouvindo Armandinho.

    ué! não ia ser rock pauleira ?

  36. Criaturo

    Não é praga, boto fé na seu ateísmo hahahaha

    O inferno com rock pauleira é aquele pra onde eu queria ser enviada se o negócio do deus for valer alguma coisa.
    O meu inferno é aquele pra onde vou mandar quem não me adorar nos conformes, se sou uma deusa tenho que ter um inferno, certo?

  37. Mariana

    “Aconselho parar de postar sua beleza por que ela ta desviando o foco das suas ideias”

    Mais hein!rs Não sabia que a teoria da aparência atrapalhava no foco das ideias,também não sei porque minha aparência te incomoda.

    r. E eu não sabia que aparência tinha uma teoria,mas não bonitinha, sua aparência não me incomoda até agrada aos olhos,mas sinceramente me interesso mais pela sua sabedoria.Pois se o avatar dela é de fada ou de bruxa isso faz parte do mundo virtual.
    assim quis dizer que podem aparecer mais fãs Anônimos “apenas” da da sua beleza e ai desvirtuaremos a razão do fórum para o de relacionamentos pessoais, por mim fique a vontade, pois o que mais me agrada aqui é a diversidades de ideias interessantes de pessoas como voce e a liberdade de expressão.

    “a onde é que estão seus contra argumentos ?”

    Vou te dar a mesma resposta que dei para o Marcos.
    r-Ateus são materialistas,esta visão de mundo que tem os impede de enxergar além do mundo físico.Certamente,o universo vai muito além do materialismo,essa é uma conclusão no minimo razoável.Faço faculdade de filosofia,por isso nossas ideias nunca chegarão a um consenso.rs

    R. não sou ateu, nem materialista e sou aberto a filosofia, assim como vemos diversidades na matéria talvez aquilo que você acredita ser imaterial seja apenas mais uma variação do que conhecemos por matéria ?

    Portanto,é perca de tempo e energia continuar argumento o mesmo assunto,vai ficar só nessa de eu acho isso e você acha aquilo….Entende?

    Não ! se voce não explicar-se, pois o objetivo do fórum é esse mesmo , apenas trocar ideias : Você começou bem expondo sua visão da vida, falando sobre criação, sobre inteligência, gerando inteligência.
    Gostei e me animei a questiona-la, o que você entende por criar, ja que afirma acreditar em um Criador ?

  38. SS

    entendi, inferno com rock para ateus e inferno com Armandinho para crentes, qualquer coisa é melhor do que ter que passar a eternidade ouvindo harpas no céu,ninguém merece.

  39. Significado de Criaturo de acordo com dicionário online de português;Rapazinho,menininho mimadinho de papai e de mamãe.

    “Mané pelo menos é abreviatura de um nome e Anônimo é um ninguém”

    Prefiro me identificar como Anônimo do que ter esse nick escroto aí de mamãe quero ser,já ta bom de tirar suas fraudas menininho…rs

    “não vai evidenciar que você é um sem ideias”

    Vixe!!! Agora fiquei curioso pra saber tuas ideias de ateu modinha de internet,conta aí tuas ideias muleque,se eu ver que tu manjas dazideia eu compro um toddynho pra ti…rs

    “pode,mas cabeças fracas podem confundir isso como um site de relacionamentos”

    Na minha terra,cabeças fracas confundem caranguejo com siri..rsrs

    ssrodrigues

    “Em todo caso dispenso sua oferta, vulgar demais”.

    Dona Shirley,vais dispensar uma oferta logo de mim,o deus dos mares,Poseidon,assim como sou conhecido quando me aventuro por aí procurando haréns de sereias.rs

    Quando mudares de ideia,e só ir para perto das águas turbulentas do meu oceano e invocar meu nome,eu aparecei cortando o mar como no dia que eu emprestei meu poder a MOISÉS.Então eu te levarei,te levarei para meu aquário nas profundezas do meu oceano,minha sereia..rsrs

  40. Niguem disse:

    Significado de Criaturo de acordo com dicionário online de português;Rapazinho,menininho mimadinho de papai e de mamãe.

    E ?

    Prefiro me identificar como Anônimo do que ter esse nick escroto aí de mamãe quero ser,já ta bom de tirar suas fraudas menininho…rs

    no popular sem personalidade, mas falando em menininho, seus pais ja sabem o que voce anda fazendo na net

    eu acho que voce não anda muito bem ,não!
    anda com uma conversas muito estranhas

    estimo melhoras

  41. A Day nao deixa esse blog em paz
    ela é um encosto !!! o encosto do blog!!
    Barros faz um descarrego!! 0 livrai-nos deste encosto! amennnnn

  42. “mas falando em menininho, seus pais ja sabem o que voce anda fazendo na net”

    /´ /)
    ……………….. ..,../¯ ..//
    ……………….. …./… ./ /
    ……………….. ..,/¯ ..//
    ……………….. ./… ./ /
    …………./´¯/’ …’/´¯`.¸
    ………./’/…/… ./… …./¨¯\
    ……..(‘(…´(… ……. ,~/’…’)
    ………\………. ….. ..\/…./
    ……….”…\…. ….. . _…´
    …………\……. ….. ..(
    …………..\….. ….. …\ ….. Costumo mandar um foda-se para ateus toddynhos como você!

  43. Toddynho acabou e agora tão revoltados.Neo-ateísmo = síndrome do coitadismo vitimista porque são baitolas gays enrustidos e porque acabou o Toddynho.Todo neo-ateu, além de menor de idade, é menor de Q. I. Então, pode. Nesse clube de fanáticos religiosos do ateísmo e baitolas, pode de tudo. Rola todo tipo de suruba militante nesse bordel.Saíram do armário só pra mostrar que são retardados. Não são ateus. Ateus merecem respeito. Ateísta militante merece um tapa na bunda.Vocês, como toda militância ateísta na Internet, são só bobos da corte da esquerdalha, do marxismo cultural. Não representam ateus. Ateus que conheço são pessoas dignas e que respeitam religiosos. Vocês são só xiitas e jihadistas do fanatismo religioso do neo-ateísmo. Só porque acabou o Toddy, acham que Deus não existe e ficam culpando o mundo e o fundo por isso. Troquem as fraldas, pivetes retardados.

  44. Gente, vamos deixar o/a troll meia boca falando sozinho/a. A pessoa está atrás de atenção, se ninguém der a mínima vai acabar cansando uma hora qualquer.

  45. Faço minhas as palavras do anônimo,mas pra mim não importa a distinção de neo-ateu ou ateu,todos são a escória da sociedade,adoradores do diabo.

    Devem ser exterminados como baratas!

  46. Seus imbecis,sabem que discriminação religiosa é crime? Tomem cuidado porque de acordo com o código penal;

    Código Penal Brasileiro: Decreto Lei nº 2.848, de 07.12.1940

    § 3º Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião ou origem:
    Pena: reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos e multa.
    (§ 3º acrescentado pela Lei nº 9.459, de 13/05/97).

    Art. 208: Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objetos de culto religioso:
    Pena: Detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa.
    Parágrafo único: se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência

    ———–
    Vou encaminhar uma denúncia ao orgão responsável para fechar esta merda aqui e prender os responsáveis.

  47. Os dias desse blog estão contados……

  48. Ui! o cara vai encaminhar o blog para as autoridades! Hahahahaha! Ri demais com essa!

  49. Costumo mandar um foda-se para ateus toddynhos como você!

    Ninguem: que é revoltado!

    pode ser um exemplo de crente a ser seguido

  50. Mais um Anônimo crente que tambem conseguiu escapar do manicômio religioso

    Devem ser exterminados como baratas!

    r. agora sim um bom exemplo de crente do deus dos exércitos:
    “matai, matai a todos, velhos , mulheres e crianças”

    Repare bem no seu gravatar que a providência divina ja aponta o caminho para sua salvações

  51. Oiiiii!!! Oiiiii!!! Urra!..Urra! Vai ter sangue jorrando até umas horas.rs
    Os carrascos chegaram.Que os jogos mortais da idade média comecem.

    Alguém vivo? Não sinto mais a cosmo energia dos ateus…rs

  52. Mariana,

    “A descoberta de si,a procura do sentido de vida,a formação das personalidades e do caráter,a aprendizagem da arte de viver,o desenvolvimento do pensamento lógico e discursivo e do pensamento meditativo, ou seja, encontrar respostas para as nossas inquietações, até mesmo para as nossas ideias mais básicas.”

    É mais ou menos neste ponto que discordamos.
    Não acho que a filosofia nos dê respostas, mas apenas nos instiga a perguntar.
    Mas não me entenda mal, não nego o valor da filosofia; afinal, a filosofia foi o berço do pensamento científico. Só acho que o método científico é a maneira mais eficiente já desenvolvida pelo homem a fim de avaliar os fenomenos naturais e ampliar a fronteira do conhecimento com o máximo possível de informações verdadeiras.

    “Deus não pode ser provado pela razão da ciência,a questão de se Deus existe ou não se apresenta como a maior das questões filosóficas.”

    Neste ponto concordamos. Contudo, sequer peço provas de deus, mas apenas evidencias minimamente sérias.

    “Ambos os ateus e crentes estão errados em suas proclamações, e os agnósticos estão certos.”

    Agnósticos nunca estarão errados, pois não têm conclusão sobre o assunto. Eles são tão corretos quanto irrelevantes neste tipo de discussão.
    Quanto a estar certo ou errado, já conversei com o Criaturo que minha maior preocupação é que as pessoas se comportam de acordo com suas crenças e eu gostaria que as pessoas tivessem realmente evidencias fortes para embasar suas crenças (mesmo que não haja prova absoluta), principalmente as crenças que podem interferir perigosamente na vida de outras pessoas.
    Acho a certeza absoluta uma perda de tempo. Talvez eu seja apenas muito pratico.

    “Ateus são materialistas,esta visão de mundo que tem os impede de enxergar além do mundo físico.Certamente,o universo vai muito além do materialismo,essa é uma conclusão no minimo razoável”

    Não acho a conclusão razoável se não há evidencia objetiva apontando nesta direção.
    Quanto a ateus serem materialistas, não tomei como ofensa. Algumas pessoas utilizam o termo num tom pejorativo, mas não sei se foi este o seu objetivo.

  53. Concordo com a Mariana. No tópico “To be, or not to be…” (page one) já ilustrei que as evidências filosóficas, históricas e científicas a favor da existência de Deus são bem maiores do que da não existência de Deus.

    Sim, a Ciência é sem dúvida a maior ferramenta inventada pela humanidade para a busca do conhecimento da Verdade; mas, onde ela ainda não chegou ou onde ela não alcança, só podemos avançar através da metafísica, da teologia e da filosofia.

    Vejam que por mais que a ciência e a tecnologia tem avançado exponencialmente, ainda não conseguimos responder sequer as perguntas básicas da filosofia formuladas pelos antigos filósofos gregos e pelos primeiros humanos:

    – De onde viemos e para onde vamos?”
    – O quê há depois da morte?”
    – Por quê existe algo ao invés do nada?
    – Qual a origem do universo, da vida e da consciência?”

    Por isso, por mais importante que seja, não devemos endeusar a Ciência; pois, no fundo, ela é tão limitada quanto o próprio homem que a criou!

    O que os ateus parecem não entender é que se Deus tivesse sido criado por outro ser, ele não seria Deus. Por isso, vale a pena colocar aqui, mais uma vez, as evidências filosóficas, históricas e científicas a favor da existência de Deus:

    EVIDÊNCIAS FILOSÓFICAS:
    —————————————–

    Qualquer um entende que do NADA, nada pode vir a existir.

    Quando digo NADA, é o NADA ABSOLUTO da Filosofia (nem matéria e energia, nem espaço e tempo, nem espírito, nem matemática, nenhuma entidade real ou abstrata.) e não o ‘nada’ do vácuo quântico de Stephen Hawking e Krauss. No entanto, o universo existe e, portanto, não pode ter surgido no NADA.

    Observamos também que, no mundo, para tudo há uma causa; todo ser é contingente, pois depende da existência de outro ser para existir. Por exemplo, a causa do filho são seus pais; os seres vivos são formados por células, que são formadas por moléculas, que são formadas por átomos, que são formados pelas partículas subatômicas e assim por diante; toda a vida deriva da biologia, que deriva da química, que, por sua vez, deriva da física das partículas elementares; cuja causa é a energia e a matéria gerada no Big Bang.

    Porém, nesta sequência de causa e efeito, necessariamente deve existir uma causa primeva, um ser necessário, incontingente e eterno (que sempre existiu) e que é a causa de si mesmo e de todos os outros seres existentes. Portanto, logicamente e necessariamente, tem de existir pelo menos esse ENTE ETERNO que nunca foi criado e não causado por nada, mas que é causa de todas as outras coisas. Isso gera duas cosmovisões do mundo; uma que vai de cima para baixo e outra que vai de baixo para cima.

    Para os filósofos gregos, São Tomás de Aquino, os teólogos e os crentes, esse ENTE ETERNO necessariamente tem de ser infinitamente grande, sábio e poderoso; pois, ele tem de possuir todas as qualidades que dá ao entes contingentes (aqueles que para existir precisam de uma causa anterior). E esse ente ou ser eterno nós chamamos de DEUS. Estranhamente, o Deus revelado por Jesus Cristo possui todas essas qualidades.
    http://andrehenriquerodrigues.blogspot.com.br/2010/07/as-vias-de-sao-tomas-de-aquino.html

    Nesta cosmovisão de cima para baixo, a suprema inteligência (ou Logos) criou a matéria e a energia, o universo e tudo o que existe.

    Notem que essa suprema inteligência eterna não precisaria necessariamente ser um ser antropomórfico, ou seja, ter um cérebro, órgãos e membros; ela poderia ser um ente espiritual ou abstrato como a própria razão (ou logos), amor, poder, etc. Seria algo cuja existência naturalmente é eterna e sem causa.

    Estranho que a própria Bíblia diz: “Onde está o AMOR aí está DEUS, porque DEUS é AMOR”.

    Será que Deus criou o amor, é amor, ou é o próprio Amor? Eis a questão!

    Já para os materialistas, esse ENTE ETERNO não é algo inteligente ou consciente, mas algo como uma energia ou partícula primordial que pelo tempo e acaso mais seleção natural “criou” todas as coisas. Notem que, neste caso, o tempo tem que existir naturalmente.

    Nesta cosmovisão de baixo para cima, a matéria e energia ou partícula primordial eterna (aliada ao acaso + tempo + seleção natural) “criou” todas as coisas superiores a ela; inclusive a ordem, a beleza, a inteligência e a consciência.

    Essa cosmovisão era mais fácil de ser aceita antes do Big Bang, pois a grande maioria dos cientistas acreditavam que o universo era eterno e estático. Com a Teoria do Big Bang, comprovou-se que o universo teve um começo no tempo; e, portanto, teve uma causa; o que dificultou muito essa linha de raciocínio.
    Seja lá o que for, o fato é que ninguém pode negar que este mundo físico, lógico e matemático, cheio de ordem e beleza, parece ter sido projetado e criado por um matemático e artista extremamente inteligente, talentoso e poderoso.

    Penso que se o homem, ao longo de toda a sua história, com toda a sua inteligência, ciência e tecnologia, têm se esforçado tanto para entender só um pouquinho do universo; imagina a inteligência e o poder para se inventar e criar tudo isso?

    Pergunto:

    Pode a desordem e o acaso ter gerado a ordem e a vida?

    Pode a não-inteligência ter gerado o código genético, a inteligência e a consciência?

    (…)

  54. (…)

    EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS:
    ————————————

    Ora, se DEUS existe, é razoável que em algum momento da história da humanidade Ele se revelasse ao mundo.

    E há evidências de que isso realmente já aconteceu; primeiro, houve uma revelação ao povo hebreu e, depois, a revelação pública de DEUS na pessoa de Jesus Cristo.

    E como podemos saber que houve essa revelação?

    Ora, se tem duas coisas que homem nenhum não pode fazer são profecias e milagres autênticos, que violam as próprias leis da natureza. E a Bíblia está cheio de milagres e profecias:

    Por exemplo, o artigo da Wikipedia sobre ‘CRISTO’ mostra dezenas de passagens do Antigo Testamento (escritas séculos antes do nascimento de Cristo) que se cumpriram na pessoa de Cristo, inclusive: que ele nasceria de uma virgem, falaria em parábolas, faria milagres, seria rejeitado e traído por trinta moedas de prata, seria acusado injustamente, seria rejeitado e ferido por nossas iniquidades, seria cuspido e esbofeteado, teria os pés e mãos transpassados, oraria pelos inimigos,lançariam sorte para repartir suas vestes, o fariam beber vinagre, não teria os ossos quebrados, um rico o sepultaria, ressuscitaria no terceiro dia, etc., etc., etc.

    Alguns céticos argumentam que Jesus poderia ser um charlatão que aproveitou-se de algumas dessas profecias do Antigo Testamento.

    Porém, poderia ele ter forjado a profecia de sua própria crucificação, um instrumento de pena de morte usado pelos Romanos?

    “E Iahweh respondeu-lhe: Faze uma serpente abrasadora e coloca-a em uma haste. Todo aquele que for mordido e a contemplar viverá.” (Números 21,8)

    “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que seja levantado o Filho do Homem.” (João 3,14)

    “Porquanto cães me cercaram; a assembléia de malfeitores me rodeou; traspassaram-me as mãos e os pés. Posso contar todos os meus ossos; eles estão-me encarando e mirando. Repartem entre si os meus vestidos, e deitam sortes sobre a minha vestidura.” (Salmos 22,16-18)

    “Então o crucificaram. E repartiram as suas vestes, lançando sorte sobre elas, para saber com o que cada um ficaria.” (Marcos 15,24)

    “Ele, então, lhes disse: ‘Insensatos e lentos de coração para crer tudo o que os profetas anunciaram! Não era preciso que o Cristo sofresse tudo isso e entrasse em sua glória?’ E, começando por Moisés e por todos os Profetas, interpretou-lhes em todas as Escrituras o que a ele dizia respeito.” (Lucas 24,25-27)

    E a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto demonstrou que tais profecias, realmente, foram escritas séculos antes do nascimento de Jesus Cristo.

    (…)

  55. (…)

    EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS:
    ————————————

    Em 1973, o astrofísico e cosmólogo Brandon Carter, sugeriu a ideia do Princípio Antrópico e o ajuste fino das constantes cosmológicas.

    É como se o universo, desde o Big Bang, tivesse sido feito na medida para a existência do homem; o que, necessariamente, nos leva a um criador extremamente inteligente; já que são tantas as coincidências que fica quase que matematicamente impossível ser pura sorte.

    A ideia do Princípio Antrópico é tão forte que uma das poucas alternativas para dispensar um criador seria a existência do multiverso; com infinitos universos, cada um com leis e constantes físicas distintas, para termos a probabilidade de um universo ajustado para a vida como o nosso. Ou, então, que o nosso universo fosse quase infinito e as leis e constantes físicas variassem de ponto a ponto do universo e nós estaríamos numa região favorável.

    Vale a pena ler:

    http://www.cleofas.com.br/ver_conteudo.aspx?m=art&cat=110&scat=82&id=5240

    http://www.sbfisica.org.br/rbef/pdf/331504.pdf

    Interessante também são as afirmações do Dr. Robert Spitzer; que, além de físico e filósofo, é também jesuíta:

    “… Spitzer assinalou que as provas científicas mais recentes evidenciam que “o Universo não é infinito, mas finito, que começou em um certo ponto (estimado aproximadamente em treze bilhões de anos) e está em constante expansão.

    ‘A complexidade do Universo se apóia em um equilíbrio incrivelmente delicado de 17 constantes cosmológicas. Se qualquer uma delas se modificasse uma décima a tetragésima potência, estaríamos mortos e o Universo não seria o que é’, adicionou.

    Do mesmo modo, assinalou que ‘cada modelo do Big Bang mostra o que os cientistas chamam uma singularidade, e a existência de cada singularidade exige que exista um elemento externo ao Universo’.

    Neste sentido, recordou que Roger Penrose, o famoso matemático e físico inglês, corrigiu alguma das teorias de seu amigo e colega Stephen Hawking, concluindo que todas as teorias do Big Bang, inclusive a chamada ‘teoria quântica’, confirmam a existência destas singularidades.

    Todas as explicações nos levam ‘a uma força que é prévia e independente ao Universo. Pode soar a argumento teológico, mas é realmente uma conclusão científica’, assegurou conforme informa
    La Razón.

    O perito indicou que ‘não se pode não aceitar a existência desta singularidade. Esta teoria é tão sólida que 50 por cento dos astrofísicos estão ‘saindo do armário’ para aceitar uma conclusão metafísica: a necessidade de um Criador, fora do espaço e do tempo’.
    “.

    FONTE: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=17187

    Agora, se existe uma PROVA objetiva da existência de Deus, essa prova são os MILAGRES autênticos (que passam pelo crivo da própria Ciência) que ocorrem apenas na Igreja fundada por Cristo e em nenhuma outra religião do mundo. Pois, os milagres autênticos são o elo entre a fé e a razão, entre a ciência e a religião, entre Deus e os homens; são como que a assinatura de Deus para confirmar sua existência, sua Igreja e sua verdadeira doutrina.

    Se Jesus não existiu ou não fez milagres quando veio ao mundo e nem ressuscitou, com certeza, também não faz milagres agora; e, portanto, todos (repito: todos) os milagres da Igreja têm de ser falsos! Por isso, insisto tanto no estudo dos grandes milagres da Igreja, tais como: Santo Sudário (que nada mais é do que a foto radiográfica e tridimensional de um homem ressuscitando), Imagem de Guadalupe (cujo olho reflete a cena do milagre e cuja pupila dos olhos reage à presença de luz como se fosse um olho VIVO, cuja imagem mantém a temperatura de um corpo humano e têm batidas de coração, etc.), Santa Casa de Loreto (a casinha onde viveu a Virgem Maria milagrosamente transportada de Nazaré até Loreto, passando por outras cidades, durante a invasão islâmica à Terra Santa), Milagre Eucarístico de Lanciano (cuja hóstia e vinho virou carne e sangue de uma pessoa viva atualmente), Sangue de São Genaro (que se liquefaz no dia do seu aniversário), Coxo de Calanda (cuja perna reapareceu após enterrada por quase três anos), Espinho da Coroa de Cristo (cujo sangue coagulado se liquefaz a cada 11 anos, toda vez que a sexta-feira da paixão ocorre num dia 25 de março, o suposto dia da crucificação de Cristo), corpos e órgãos incorruptos de santos (que exalam perfume e destilam água e óleo por séculos) e tantos outros espantosos milagres que, por incrível que pareça, só ocorrem na Igreja Católica e em nenhuma outra religião do mundo. Isso é um fato espantoso e extraordinário que existe no mundo e que não deveria ser ignorado ou desprezado por quem quer que seja.

    Quem ainda não viu, não deixe de ver, por exemplo, o incrível documentário do History Channel “GUADALUPE: UMA IMAGEM VIVA” (http://www.youtube.com/watch?v=7yTwabUjgYQ) e também o excelente e sério documentário do Discovery Channel “O MISTÉRIO DO SANTO SUDÁRIO” (http://www.youtube.com/watch?v=M9j38PmEGWA) e sua continuação “O SUDÁRIO DE TURIM” (http://www.youtube.com/watch?v=h_1_ag_H6Kk).

    Ou ler os livros “Milagres – A Ciência Confirma a Fé” e “Os Milagres e a Ciência”, do Pe. Oscar Quevedo.

    Ou mesmo em sites como OEPNET (http://oepnet.sites.uol.com.br/milagres.htm) e CIÊNCIA CONFIRMA A IGREJA (http://cienciaconfirmaigreja.blogspot.com.br/).

    E, também, sobre a doutrina e história da Igreja no site VERITATIS SPLENDOR e em tantos outros sites de apologética católica.
    Recomendo ainda o programa ESCOLA DA FÉ, do ilustre Prof. Felipe Aquino (engenheiro, físico, doutor pelo ITA, escritor, ex-reitor de universidade, apresentador, etc.), na TV Canção Nova todas as quintas-feiras às 20:40 horas (e também no YouTube); onde ele ensina muito sobre ciência e religião, sobre a história da Igreja e sobre a fé católica.

    É ver para crer!

    Portanto, dá sim para ficar ‘brincando’ de ‘Deus existe ou não existe?’; desde que ignoremos as grandes profecias e os grandes milagres da Igreja.

    Meu raciocínio é muito simples: Se Deus não existe, então, Jesus não era Deus e, portanto, todos (repito: todos) os milagres da Igreja fundada por ele, necessariamente, têm de ser falsos. Caso contrário…

    Por isso, digo e repito:

    QUEREM SABER SE DEUS REALMENTE EXISTE? ESTUDEM OS GRANDES MILAGRES DA IGREJA!

  56. Ora, se tem duas coisas que homem nenhum não pode fazer são profecias e milagres autênticos, que violam as próprias leis da natureza. E a Bíblia está cheio de milagres e profecias:

    Os livros do Harry Potter têm muito mais.

  57. As pessoas não “acreditam” na ciência. Há, sim, algumas pessoas (e até aí eu concordo) que são do tipo preguiçosas, que compram a opinião de uma autoridade moral no assunto e assim já está bom. Pessoas essas que não foram educadas, de criança, a duvidar das coisas antes de formar a opinião. A estas, garanto, não só ciências como qualquer outro campo de filosofia irá gerar comodismo intelectual nelas. O famoso “vi no Fantástico, então deve ser verdade”. Mas exceto por essa estirpe e direcionando-me aos demais, “saber” não deve ser confundido com “acreditar”: acreditar é um passo ANTES do saber. Há quem pára nele, há quem prossiga adiante. Podemos afirmar então, diante disso, que a ciência não é o CONTRÁRIO da religião e nem mesmo uma RELIGIÃO A PARTE, mas sim as práticas pós-religiosas ou pós-crenças, em busca de uma verdade condizente com a realidade.
    Eu estou, na verdade, alertando que se você, religioso, quer dispor de suas doutrinas para a correta investigação científica, esteja alerta de que em ambos os resultados, verdadeiro ou falso, em matéria de sustentabilidade dos dogmas, sua religião sairá perdendo.

  58. D.R.

    “onde ela (a ciência) ainda não chegou ou onde ela não alcança, só podemos avançar através da metafísica, da teologia e da filosofia.”

    Concordo. Já falei sobre isso com a Mariana. Contudo, estas disciplinas apenas instigam as perguntas. Suas respostas e conclusões são puramente especulativas.

    “Para os filósofos gregos, São Tomás de Aquino, os teólogos e os crentes, esse ENTE ETERNO necessariamente tem de ser infinitamente grande, sábio e poderoso; pois, ele tem de possuir todas as qualidades que dá ao entes contingentes (aqueles que para existir precisam de uma causa anterior). E esse ente ou ser eterno nós chamamos de DEUS. Estranhamente, o Deus revelado por Jesus Cristo possui todas essas qualidades.”

    Conforme explicado anteriormente, são conclusões puramente especulativas.

    “Com a Teoria do Big Bang, comprovou-se que o universo teve um começo no tempo; e, portanto, teve uma causa; o que dificultou muito essa linha de raciocínio.”

    O detalhe é que o conhecimento humano sobre o universo é limitado, portanto seria muito mais preciso chamar o universo de “o universo como o conhecemos”. Existem diversas hipóteses sendo estudadas sobre as origens do universo como o conhecemos, mas ainda não há conhecimento suficiente para “concluir” qualquer coisa sobre o universo antes do big bang.

    “Seja lá o que for, o fato é que ninguém pode negar que este mundo físico, lógico e matemático, cheio de ordem e beleza, parece ter sido projetado e criado por um matemático e artista extremamente inteligente, talentoso e poderoso.”

    Errado. Esta é só a sua opinião e muitas pessoas discordam de você.

    “Pode a desordem e o acaso ter gerado a ordem e a vida?

    Pode a não-inteligência ter gerado o código genético, a inteligência e a consciência?”

    Tudo leva a crer que sim. Mas depende das definições de ordem, caos, inteligência e consciência utilizadas.

    “Ora, se tem duas coisas que homem nenhum não pode fazer são profecias e milagres autênticos, que violam as próprias leis da natureza. E a Bíblia está cheio de milagres e profecias:”

    Nas evidências históricas, você se perdeu.
    A bíblia por si só não compõe evidência histórica, uma vez que suas muitas de suas afirmações não são compatíveis com o conhecimento científico, que o cruzamento de informações com outros documentos da época indicaram erros cronológicos e historiográficos e que as “supostas” profecias não poderiam ser mais subjetivas e auto-realizantes.

    “É como se o universo, desde o Big Bang, tivesse sido feito na medida para a existência do homem; o que, necessariamente, nos leva a um criador extremamente inteligente; já que são tantas as coincidências que fica quase que matematicamente impossível ser pura sorte.”

    Novamente, trata-se apenas de opinião sua.
    Para mim fica bastante claro que nós é que nos desenvolvemos de modo a sermos compatíveis com as constantes do universo e não o contrário.
    Você ficaria impressionado se ao colocarmos água em um jarro cilindrico a água também assumisse a forma cilíndrica?
    Se as constantes universais fossem outras, talvez outras formas de vida se desenvolvessem.
    Concluir que o universo foi feito para nós é uma especulação precipitada e egocêntrica.

    “Agora, se existe uma PROVA objetiva da existência de Deus, essa prova são os MILAGRES autênticos (que passam pelo crivo da própria Ciência) que ocorrem apenas na Igreja fundada por Cristo e em nenhuma outra religião do mundo.”

    Tais milagres (comprovados pela ciencia) não existem.

    “Se Jesus não existiu ou não fez milagres quando veio ao mundo e nem ressuscitou, com certeza, também não faz milagres agora; e, portanto, todos (repito: todos) os milagres da Igreja têm de ser falsos!”

    BINGO!
    Exatamente. São falsos.

    “QUEREM SABER SE DEUS REALMENTE EXISTE? ESTUDEM OS GRANDES MILAGRES DA IGREJA!”

    Concordo.
    Aquele que procurar em sites científicos e imparciais vai descobrir que são todos fraudes.

  59. D.R.

    “É como se o universo, desde o Big Bang, tivesse sido feito na medida para a existência do homem; o que, necessariamente, nos leva a um criador extremamente inteligente; já que são tantas as coincidências que fica quase que matematicamente impossível ser pura sorte.”

    Um Universo afinado para a existência Humana?
    1. O Universo existe há 13.700.000.000 anos. Os seres humanos, na sua forma semelhante à atual, só existem há 100.000 anos. O Universo existiu quase todo o tempo sem humanos.
    2. O Universo é composto principalmente de espaço vazio. Os seres humanos não sobrevivem no vácuo.
    3. O Universo tem muitos milhões ou até bilhões de galáxias. Os seres humanos só se encontram num pequeno planeta, que orbita uma estrela de médio porte, entre milhões de uma galáxia mediana…
    4. O planeta Terra existe há 4.500.000.000 anos. Os seres humanos, na sua forma semelhante à atual, só existem há 100.000 anos.
    5. Mais de 70% da superfície da Terra é coberta por água, mas o ser humano necessita de oxigênio atmosférico para viver e não consegue respirar dentro d’água!
    6. A maior parte da superfície sólida do planeta Terra é inóspita para a vida humana.
    7. A expectativa média de vida de um ser humano é de pouco mais de oitenta anos.
    Muitos seres vivos vivem centenas de anos. As estrelas “vivem” bilhões de anos.
    Aliás, na própria terra há muitos lugares impróprios para a vida e esta inclusive já foi quase extinta várias vezes (99% das espécies). O problema aparece quando crentes dizem que, porque uma coisa é improvável, nós precisamos de Deus para explicá-la. Por isso, o próprio Deus seria ainda mais improvável.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: