Jesus: uma maldição (parte 1)

O cristianismo emergiu do meio de um sem-número de seitas divergentes do judaísmo. Já naqueles tempos antigos, as pessoas não estavam satisfeitas com os “representantes” de Deus na Terra. Pela época em que os evangelhos descrevem as mágicas que um certo nazareno conseguia fazer, muitos judeus andavam bem descontentes com seus sacerdotes, que monopolizavam toda e qualquer comunicação com a divindade de seus antepassados e, pior ainda, embrenhavam-se numa relação prostituída com o poder romano que somente a eles, sacerdotes e governantes, beneficiava.

O cristianismo foi uma dessas seitas dissidentes e aqui vai uma condensação do que ele significa. Deus teve um filho com uma mortal. Esse filho era ele mesmo, Deus, mas que, sob forma humana, chamava-se Jesus. Sua missão terrena, arquitetada desde a criação do mundo, era deixar uma mensagem aos seres humanos e, na sequência, fazer com que aqueles sacerdotes ficassem tão putos com ele a ponto de condená-lo à morte.

Cinquenta por cento do plano Jesus realizou direito, que foi justamente a parte de ser assassinado. Diga-se de passagem, não era a coisa mais difícil do mundo ser morto pelo governo romano, inda mais se você estivesse sendo denunciado por sacerdotes judeus, que eram os que ajudavam a manter o povo hebreu no cabresto. Quanto a tal da mensagem, dois mil anos depois, ainda nem todo mundo recebeu, e, dentre os que receberam, ninguém entra em consenso sobre o que Jesus quis dizer. 

 

.

Anúncios

17 Respostas

  1. Cristianismo: a crença de que um zumbi judeu cósmico pode te dar vida eterna se você simbolicamente comer sua carne em forma de bolachinha mágica e dizê-lo, por telepatia, que você o aceita como seu mestre, para que ele remova uma força maligna da sua alma, presente em toda humanidade porque uma mulher-costela foi convencida por uma cobra falante a comer de uma árvore mágica.

    Onde já se viu um raciocínio tão estúpido: um deus, todo-poderoso, teve que se tornar carne para poder se sacrificar em seu próprio nome, de modo a livrar sua criação de sua própria ira. Será que Deus, em sua sabedoria infinita, não teria uma solução menos primitiva? O que exatamente deus sacrificou se após três dias ele ressuscitou e virou rei do Universo?

    cristãos não possuem logica mas sim “fé” , da onde nunca vão pensar sobre isso ,mas sim te dar uma resposta que melhor convém a eles .A situação bíblica de criar uma lei e se criar regras para quebrar essa própria lei já é estupido no plano humano , imagina para um deus que é perfeito. não tem sentido , um dia nossos descendentes vão se perguntar como podemos ter sido tão estúpidos em acreditar em coisas tão sem sentido( como rimos e fazemos essas perguntas com relação a mitologias que no passado eram religiões e hoje parece estupidas)

    “A religião de hoje sera a mitologia de amanhã ,assim como a mitologia de hoje foi a religião de ontem”. José ortega

  2. Jesus não foi necessariamente uma maldição. Ele cria com convicção que era o messias pois entrou em Jerusalém montado num burrinho. Foi vitima da sua própria religiosidade. Ele, João Batista e outros desconhecidos que não entram na bíblia deram a sua vida pelas suas crenças sem, todavia, terem a intenção de se sacrificarem. Eu respeito muito estas personagens e o facto de se terem acrescentado factos que não correspondem à realidade significa também uma coisa: a atração por estas pessoas era verídica e deveria ter os seus(bons) motivos. Jesus foi um marco na sua geração e, como não havia investigação jornalística, os relatos são como lemos hoje, uma tentativa de explicação das ocorrências passadas.
    Gostei do texto, Barros.

  3. Concordo Fulano de tal e se observarmos, muitas das leis brasileiras devem ser baseadas nessa ideia religiosa, uma lei anula a outra.

  4. Jesus histórico é diferente do Jesus divino. Os dois existiram? Ou só um deles? Ou nenhum dos dois?

  5. Boa tarde.
    Antes peço desculpa porque não irei abordar o tópico.
    Sou Cristão, tenho 29 anos.
    Tenho uma dúvida muito importante.
    Deixando a discussão de religião de lado. Ser Ateu é não acreditar em nada sobrenatural também?

  6. Etimologicamente falando, o termo “ateu” refere-se apenas à ausência de crença em divindades. Mas, como no meio de uma sociedade religiosa como a nossa, uma pessoa acreditar em Deus seria até mais fácil do que acreditar em duendes e vampiros, se você tem alguém que não acredita em Deus, dificilmente esse alguém acreditaria nesses outros seres.

  7. Corrija-me se eu estiver errado. O Cristão normalmente de “tabela” acredita na existência de anjos caídos e anjos do bem, o ateu acredita ou pode acreditar na existência do sobrenatural?

  8. descordo que jesus ou outro alguem qq possa ter sido uma maldiçao , tudo tem uma causa e a causa de jesus e outro tb “mestres”terem vindo foi para lapidar ( adestrar,domesticar,amassar) o bicho desumano , pois o seres desumanos sao taõ cruel,feroz e violento que ao longo dos tempos foram necessarios a vinda destes ” mestres” todos ao longo dos tempos neste planeta , senao nao fosse assim esta violencia que vemos hoje mesmo com todas estas implataçao de doutrinas seria impossivel vivermos neste planeta de ani-mal. “reflitam isso!” edintellectus@hotmail.com

  9. Gustavo,

    o ateu acredita ou pode acreditar na existência do sobrenatural?

    Acho esta possibilidade bastante improvável, mas considerando que a definição de “ser ateu” costuma variar de pessoa para pessoa, sempre tento evitar o uso de rótulos e características absolutas.

  10. Se todo crente e ateu fossem igual a você que evitam o uso de rótulos e características absolutas, a conversa ou discussões entre ateus e crentes não teriam tanta confusão.

  11. Lendo atentamente os comentários teístas percebo que esse deus a quem eles cultuam não passa de fábulas. Não é possível chegar a nenhuma conclusão a não ser ficar neste loop infinito.

  12. A religião em si já é uma maldição , e a tríade monoteísta cristianismo judaísmo islamismo consegue superar todas em tolices e estupidez.

  13. Concordo com o Atento. Por isso sou ateu. Também por ñ ver milagres convincentes e pelos corruptos religiosos (especialmente o Peão Pedir Mais Cedo q usa a IURD pra bancar a record). O texto foi muito bem escrito.

  14. Tenho uma coisa q eu queria q vcs me respondessem: Sou ateu, mas ñ contei ainda pra ninguem da minha familia nem amigos. Queria pedir a vcs ateus assumidos q me contem como foi quando vcs contaram pra eles.

  15. Não conta não Matheus!! contar pra que?! vai empurrando com a barriga, se não nem opiniões suas eles aceitarão mais, vai falando a verdade devagarinho, apesar de eu ser deista concordo com a maior parte das opiniões ateistas, entendeu? tire vantagens do seu disfarce kkkkkkkkkkkkkk

  16. Matheus ateu graças a deus

    Dá uma lida nesse texto, talvez ele te ajude em algo.

    http://ateus.net/artigos/ateismo/saindo-do-armario-a-assuncao-do-ateismo/

  17. qui tem um breve comentário sobre o texto acima apresentado. Abraços
    http://paipastorprofessor.blogspot.com.br/2014/01/besteiras-que-lemos-por-ai-1.html

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: