Jesus: uma maldição (parte 2)

É Jesus Cristo a divindade cultuada pelo cristianismo. Sendo uma nova religião, não era um absurdo terem os cristãos um novo deus só deles, mesmo porque o Deus do Antigo Testamento tinha resolvido apadrinhar exclusivamente o povo hebreu. Os cristãos têm tamanha aversão ao Deus bíblico, que tacitamente o remodelaram em sua imaginação, de tal forma e a tal ponto que as únicas coisas que ele aparenta ter em comum com o original foi ter criado o mundo, Adão e Eva, e ter estuprado a Virgem Maria.

Quando me vejo vítima de uma abordagem por parte de algum crente, eu procuro encerrar a conversa o mais rápido possível, através do expediente de fazer o filho de Deus desejar mesmo que eu vá torrar no Inferno. E a maneira mais eficiente de se conseguir isso é desqualificar o objeto do seu culto.

Eu faço questionamentos dos mais inconvenientes e arrogantes, já visando mesmo um comportamento belicoso por parte do meu interlocutor, o que via de regra obriga a uma dispersão das partes e o fim da discussão.

“Mas por que diabos você cultua Jesus na sua igreja e não Deus?”. Eles respondem que Deus e Jesus são um só, o que deixa a pergunta ainda sem resposta, pois, se são um só, por que não continuar cultuando Deus? “Por que Jesus e não Deus?”, eu insisto. Aí, mais que depressa, eles costumam apelar para o argumento-mor do imbecilionismo: Jesus deu a vida para nos salvar.

Primeiro que, se pelo próprio sistema de crença cristão, Jesus ressuscitou dos mortos e está vivo até hoje, então ele não “deu a vida” por ninguém. Segundo, você cultuar Jesus porque ele “venceu” a morte é o mesmo que admirar Santos Dumomt por ter sido um ótimo piloto de avião. Amado, Deus inventou a morte! Por que essa fixação tola nesse episódio pontual em que ele decidiu suspender sua ação?

E terceiro: Jesus queria me salvar do que mesmo? Do inferno. Depois de inúmeras discussões com crentes das mais variadas denominações, eu atinei que é justamente isso que torna Jesus Cristo uma maldição.

Anúncios

5 Respostas

  1. De certa forma, o sistema divulgado por jesus consegue ser mais cruel que o de javé.
    O deus do AT punia seus desafetos com a morte e pronto.
    A idéia de punição com tortura eterna veio com jesus.

  2. Os cristãos são muito confusos:
    1)Eles se dizem monoteistas, mas cultuam alem de seu deus, jesus e ainda o espirito santo. alem disso dizem que eles são um só. lembrando eles são “monoteistas”.
    2)Jesus morreu pra nus salvar do pecado, mas, como os proprios religiosos dizem, devemos nos arrepender dos nossos pecados senão iremos pro inferno.Então pq ele morreu na cruz?
    3)Deus nos ama, mas mesmo assim mandara pro grande forno se nós desobedecermos ele.E olhe que ela ainda nos fez livre.

  3. impecavel como sempre!
    eu tinha escrito umas 20 linhas de um comentario para postar aqui, mas deu pau na internet ou nao sei o q e o comentario foi perdido. deve ser Jesus que impediu meu comentario. Eu falei mal dele e do padre Marcelo que esta cultuando o seu livro Agape como um amuleto super-poderoso para curar, salvar, e fazer com q as pessoas arrumem emprego.
    é so comprar e ler, pelo que da a entender nao precisa nem mesmo orar pra Jesus; leu o livro ESTA ABENÇOADO e protegido!
    palavra da salvaçao!! Amen!

  4. Sobre o texto, ótimo muito bem escrito. Cheguei aqui pelo Deus, Ciência e Religião e já estou colocando a leitura dele em dia. Abraços.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: