O vício mórbido das palavras vãs (parte 3)

 

    Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.”‘(Hebreus; 11:1)

Fé é a “prova das coisas que não vemos”? Não, o crente não pode aceitar isso como sendo verdade e, mais uma vez, tem que discordar do seu Deus, sujeitando-se, como sempre, a catar da Palavra o que ainda dá para aproveitar: “Fé é a certeza daquilo que esperamos”. Uma definição válida, de fato, mas de aplicação limitadíssima, que exclui de forma paradoxal o uso religioso do termo, justamente por causa da palavra “certeza”. O crente não tem certeza de nada com relação a Deus e a tudo que lhe diz respeito. Ele acredita  nas coisas que sua doutrinação religiosa lhe ensinou a considerar como verdade, mas essa fé que ele alega ter não bate com a definição do seu livro sagrado. Ele está se valendo, então, da minha definição:

   Fé é a vontade que as pessoas têm de que as coisas sejam ou aconteçam como elas gostariam.”

A fé religiosa, despida de toda a hipocrisia com que se revela ao mundo, não passa disso: vontade. Uma vontade premente de que o sonho encantado de imortalidade patrocinado por Deus seja mesmo real. O fascínio que o crente tem por esse sonho acabou por condicionar o seu cérebro a buscar na realidade em volta apenas aquilo que reforça a perspectiva de ter aquela vontade atendida, ao mesmo tempo em que descarta, sem melindres, tudo o que lhe faria pensar o contrário.

Uma vez cativado pela tola ilusão de ainda ter uma consciência no dia seguinte ao seu velório, o religioso se investe da certeza de que a sua vontade — a sua crença, a sua fé — é mais do que suficiente para lhe provar que Deus existe e, por tabela, que a morte não é o fim. E é esse o grande trunfo da religião: agregar o maior número possível de pessoas para lhe dizer que ele está certo.

 

 

 

Anúncios

196 Respostas

  1. Agora você corrigiu o o versículo que os crentes sempre repetem pelo mórbido vício das palavras.

    Fé é a vontade que as pessoas têm de que as coisas sejam ou aconteçam como elas gostariam.

  2. Barros, otima continuaçao!
    vc viu aquele especial de natal do porta dos fundos???
    o gregorio duvier fazendo o Cristo é muito hilario! na minha concepçao – é mais facil a historia ter sido mais ou menos daquele jeito do que do oficial , nao achas?????/ – ate mais sensato!!

  3. Greg, eu vi sim o vídeo. Muito bem feito, por sinal; bem produzido.

    Ana, Deus é o deus “da Palavra”: ele só existe através do blá-blá-blá dos crentes, frequentemente apenas um punhado de frases sem nenhum vínculo com a realidade.

    Agora mesmo, está frequentando o Deusilusão o André Lopes, que acha que hindus e muçulmanos cultuam o Deus dele, e que a moral cristã é o que impede as pessoas de fazer coisas terríveis, como matar criancinhas, isso baseado na crença em Deus, que adorava matar criancinhas. Vai entender…

  4. Ah não ! Ô André Lopes ! Você viu o que o Barros falou de você e de sua crença ? Eu não deixava barato ! Conta pro seu pai e aí esse ateuzinho vai aprender uma lição …

  5. Ele me inspirou a escrever esses textos… rsrsrs Quando uma pessoa diz que hindus são crentes em Deus mesmo sem ter uma Bíblia por perto, eu me encho de inspiração…

  6. Barros,

    seu danadinho ! Eu tenho certeza que não admite mas você quer escrever Ele ao invés de simplesmente ele o tempo todo. Minha crença nisso é a prova definitiva de qualquer coisa que eu não consiga explicar de maneira minimamente raazoável.

  7. Barros

    Religião seja qual for é tudo a mesma coisa e cada uma acha que a sua é a mais certa e verdadeira.

    É verdade, Deus não poupava as criancinhas.
    Ele foi o maior estrategista das guerras bíblicas quando populações inteiras eram exterminadas. A carnificina daquele tempo ainda perdura até hoje pelos mesmos motivos: disputas por territórios. Os jornais contam todos os dias.

    Ao ler o livro de Josué sem a venda da cegueira da fé, quando da tomada das cidades que ocupavam o espaço da Terra Prometida, todos seus reis foram assassinados, amarrados em árvores a população passada ao fio da espada. Foi uma matança de mulheres, mulheres e seus bebes do peito, crianças, velhos, doentes, numa história toda carregada de desonestidade, emboscadas, saques – estes eram preservados para o “tesouro do Senhor”. Não entendo porque as pessoas ainda conseguem amar esse Deus sanguinário.
    E como se não bastasse a gente ainda tem que aturar a mágica história de um menino que nasceu fecundado pelo espírito santo de Deus numa moça nova e virgem.
    Esta criança teve sua infância omitida da história ficando desaparecida 17 anos de sua vida para voltar aos 33 anos fazendo curanderagem, realizando os mais absurdos milagres, andou sobre as águas como se pisasse em terra firme, ressuscitou um homem com três dias de morto em estado de putrefação e, apesar de ser o filho de um Deus tão poderoso, capaz de conter trovões e raios, precisou matá-lo para que ele nos livrasse do fogo eterno dos infernos por causa dos nossos pecados, mas ele também ressuscitou e foi elevado ao céu com seu corpo físico, veja bem:40 dias depois.
    E hoje ele vive no céu que dizem, bem acima de nossas cabeças, lá no alto além das estrelas com seu Pai Celestial e o pior é que a cada dia que passa essa lenda ganha mais argumentos e é repetida de boca em boca.
    Eu não sei como é que as pessoas que andam com a bíblia debaixo do braço pra lá e pra cá, não param um pouco para fazer uma análise mais profunda do que ela diz e suas tantas contradições – livre de paixões e fanatismos.
    Andam por todos os cantos recitando repetidamente trechos bíblicos num vício mórbido das palavras vãs, como você tão bem especificou em 3 postagens.

    Um abraço.

  8. Senti que vem vindo um post sobre a importância da doutrinação infantil para a manutençãe perpetuação da fé. Ótimo texto, Barros!

  9. Barros:

    Ahahaha, fiquei honrado com sua menção a minha pessoa, acho que eu devo estar dando audiência para o seu blog. Ok, que eu sirva de inspiração para você mas só para avisar, eu sou hetero, ok? Pode pensar em mim a vontade, mas sem envolver libido.

    Agora mesmo, está frequentando o Deusilusão o André Lopes, que acha que hindus e muçulmanos cultuam o Deus dele

    Querido, o Papa já declarou que cristãos e muçulmanos têm em comum o mesmo Deus. Está chocado? Pois é, é o meu “conhecimento de almanaque” segundo a ssrodrigues, que me permite a ensinar algumas coisas aos ateus.

    Mas como é possível cristãos e muçulmanos cultuarem o mesmo Deus? Simples, ambos creem que há um único criador do universo, se eu o chamo de Ala ou Deus ou Jeová, com tanto que estejamos nos referindo ao único Deus criador do mundo, estamos nos referindo ao mesmo ser.

    Quantos aos hindus, não, eles são politeístas. Porém, os respeito muito pois são religiosos. É que aqui na turminha dos ateus, tem essa expressão muito interessante “ateu do seu Deus”, algo como, “Ateu que cre em outro Deus que não seja o meu”.

    Sobre as criancinhas, a igreja católica é a maior organização defensora da vida, sendo contra o aborto em qualquer caso, incluído estupro, até a pena de morte. Aposto que entre os ateus daqui há gente a favor do aborto.

    Eu já saquei a de vocês: só querem falar mal do Velho Testamento, que é o alvo fácil. Ignoram as várias outras religiões do mundo. Fogem do debate sobre o cristianismo atual e fogem mais ainda do debate sobre a existência ou não de Deus, como criador do universo. Além da pérola do “ateu do seu Deus”, agora tenho que conviver com aos “ateus de bíblia”, mas não tem problema, é um prazer debater com vocês.

  10. Ana Júdice:

    Ok, você não acredita em Jesus e não é cristã, é uma questão de fé, está no seu direito. Agora me diga: você acha que o nosso universo é fruto do acaso? Que razões têm para isso?

  11. Barros:

    Já que eu te inspiro, quando você vai escrever sobre o ateísmo para que eu possa aprender?

    A minha experiência de fé foi bem diferente da citada no seu artigo. Para mim o primeiro passo foi convencer-me de que o universo foi criado por um ser inteligente fora de nossa espaço e tempo. Essa conclusão cheguei com base na física, na razão e na filosofia. Depois fui analisar Jesus, tive que convencer-me que ele existiu de fato, como atestam historiadores, inclusive ateus. Depois tive que analisar o que Ele disse e seus milagres. Tudo poderia ser somente fraude ou paranormalidade. Porém Ele ressucitou e isso lhe dá credibilidade. Sobre sua aparição depois da morte, creio ser verdade baseado na profunda mudança de seus discípulos que antes negaram-no e depois de morte enfrentaram a própria morte defendendo-o.

    E finalmente, 12 pescadores iniciaram uma religião que dura 2 mil anos e foi a base de nossa sociedade atual. Acho uma história fantástica que não teria chance nenhuma de dar certo, não fosse algo vindo de Deus.

  12. Lopes disse:
    Querido, o Papa já declarou que cristãos e muçulmanos têm em comum o mesmo Deus.
    R – o papa disse entao esta dito, so avisa aos mulçumanos disso!
    Nas Cruzadas, o q houve?? Deus estava jogando nos 2 times??///
    o Lopes é um cara inteligente, mas adora fazer piada!!!

    Aposto que entre os ateus daqui há gente a favor do aborto.
    R – em caso de estupro sim! sem duvida! ajudo se for o caso! quanto mais cedo melhor, a vitima tem esse direito!

  13. Por falar em vício mórbido das palavras vãs, lembrei de um vídeo, chama-se O Julgamento de Deus. Embora seja uma dramatização as palavras de quem defende Deus (não fique tenso, André Lopes, é o Deus da Torá) são de cortar o coração.

    Aí vai, se alguém ainda não assistiu, enjoy!

    Ah só uma coisa, Andrezinho, o papa já combinou com os muçulmanos?

  14. Esse negócio de bíblia , salvação etc , coloca o crente em muitas saias justas , um exemplo disso é o fato que , pra ser salvo você precisa saber que alguém fez algo pra te salvar , e você pra ser salvo precisa saber o que esse alguém fez , e ainda acreditar que é verdade , o ato em si do salvador não te salva , mas saber que houve o ato e aceita-lo como verdade é o que te salva.

    Mas ai você pergunta , o que acontecerá com todos os que não souberam e nunca ouviram falar nesse tal jesus e muito menos na salvação mágica ? Serão salvos só por nunca terem ouvido falar ou serão condenados ao inferno por nunca terem ouvido falar ?

    Bem se eles forem salvos sem nunca ter ouvido falar nisso , pelo fato de nunca terem ouvido falar, seria melhor que ninguém falasse , assim pouparia de mandar todas as pessoas que não crê e todas as outras de outras religiões para o inferno , principalmente nós os ateus.

    Então os crente não estão ajudando a gente a acreditar para ser salvos, eles estão tirando a chance da gente ficar sem saber e ser salvo junto de todos os que morreram sem saber .

    No caso quanto mais eles falam , mais eles contribui para nossa condenação , porque segundo eles no fim dos tempos nós não teremos desculpas.

    Moral , o pregador mais condena do que salva , seria melhor o silêncio , e como todos os que morreram sem nunca ter ouvido isto estão salvos , só pelo fato de nunca terem ouvido falar , seria melhor assim com todo mundo , ninguém nunca ter ouvido falar sobre isso e ser todo mundo salvo.

    Deus no caso manda o filho dele , ele morre , deus se vinga e fica satisfeito e pega um equipamento como aquele que existe no filme Homens de preto e apaga a memória de todo mundo e beleza fica tudo bem , porque o que ele queria ele conseguiu que foi matar o filho pra se vingar da humanidade.

    Mas não , ele não ficou satisfeito ele quer que as pessoas acredite nisso , a morte do filho em si não foi o suficiente , então o evangelho não é o da salvação , é o da condenação , de todos os não cristãos , de todos os ateus , e de todos aqueles que se quer ouviram falar alguma coisa sobre tudo isso.

  15. Desculpem, peguei o link da parte 4, mas dá para começar no 1 na mesma página.

  16. Crente é burro mesmo , infelizmente não há outra palavra pra se dirigir a eles , e uso o termo burro no modo jacoso da palavra mesmo. Nunca existiu no judaísmo a promessa de um messias , o messias judeus é o proprio Israel que vai governar o mundo todo e todas as nações da terra se voltará para eles , tudo que usaram na bíblia pra justificar jesus como messias está fora do contexto , na genealogia dele existe problemas graves porque segundo os Judeus teria na árvore genealógica de jesus um amaldiçoado que o Eterno jurou nunca ter descendência , eles mostram tudo isto versículo por versículo , as genealogias são diferentes , alguém tentou resolver este problema criando uma nova genealogia , mas ficou pior ainda , e observe , as duas genealogias estão na bíblia.

  17. Burro no termo Jocoso eu quis dizer °_°

  18. Lopes
    Sobre Jesus – Porém Ele ressucitou e isso lhe dá credibilidade.
    tem o video disso no you tube, passa o link ai!!
    como uma pessoa pode levar a serio um fato ocorrido a 2 mil anos atras, sem provas, nem da existencia do artista principal e dos coadjuvantes, o fato de ter nascido uma seita e depois uma igreja nao prova nada! se fosse assim = Thor existiu, Zeus, Vishinu, e………..e…………e………
    se hoje em dia inumeras pessoas nao acreditam que o homem foi a lua, uma coisa de 40 anos atras, o duvidoso e estranho episodio do 11 de setembro! varias teorias, o cara vem e diz na lata que tudo o que esta escrito no conto de fadas sagrado ou parte dele foi real e daquele jeito!

    se 12 pessoas falarem que fulano de tal ressuscitou, pronto!! — o fato é tao extraordinario que da credibiidade para garantir outros fatos tao absurdos quanto! algo incomum é garantido por algo mais extraordinario que acontece sem que voce nem mesmo presencie, fato dito por terceiros ja vem com atestado de veracidade graças a irracional historia contada! vc acha que isso tem logica e que vc é RACiONAl???
    Curiosidade:
    As 100 maiores personalidades da história: uma classificação das pessoas que mais influenciaram a história (em inglês: The 100: A Ranking of the Most Influential Persons in History) é um livro de 1978 escrito por Michael H. Hart.
    O que mais surpreendeu os leitores foi a primeira pessoa da listagem de Hart. O autor decidiu posicionarMaomé (Muhammad) antes de Jesus Cristo e Moisés mesmo se for considerado que o islamismonão é a maior religião do mundo, sendo uma crença de área muito distante da pátria do autor. Hart justifica essa escolha ao fato de Maomé ter tido sucesso nos campos da religião e da política. Maomé, conforme Hart, influenciou muito o crescimento e a expansão da fé islâmica, muito mais do que Jesusfez pelo cristianismo. Para Hart quem disseminou a fé cristã foi Paulo de Tarso.

  19. Talvez o crente diz , Mas deus é ruim mesmo e condenou todo mundo , mas matou o filho dele pra se vingar da humanidade e quem crê nisso é salvo.

    Mas o que eu quero saber é o que acontece com todos que nunca ouviram falar sobre isso , eles serão salvos ? Se no caso sim , confirma o que eu disse o evangelho não salva , antes condena , seria melhor como os outros morrer sem saber e ser salvo , do que saber e não crer e ser condenado. Bilhões serão condenados por essa causa , no oriente-médio onde o profeta de lá é outro serão todos condenafos, ou em vários países asiáticos onde se quer existe profetas , ou em outros lugares ainda que nunca ouviram falar sobre esta tríade monoteísta de origem judaica. Quando um crente chega num pais asiático por exemplo ele está levando a condenação para milhares que não vão crer , seria melhor eles terem a desculpa do , mas ninguém nos disse nada , se quer sabiamos disso , do que ser condenados por terem ouvido e não terem acreditado.

  20. Talvez o crente diz , mas o céu faz festa por um único salvo , mas ora bolas , se não existisse pregador todos seriam salvos e não apenas alguns , afinal porque eles seriam condenados por algo que se quer nunca ouviram falar ?

  21. Acabei revendo o video e fica claro por que os crentes fogem do deus do antigo testamento como o diabo foge da cruz.
    Deus é levado a julgamento num alojamento em Auschwitz. A forma como um judeu mostra o lado dos egípcios, amalequitas, dos moabitas, do filho de Davi e Betsaba, entre outros pontos é contundente.

    Ateu Atento não adianta tentar enxergar lógica nisso. Também não adianta tentar fazer com que um crente dê uma resposta honesta sobre essas questões; se ele o fizer estará dando um passo de bom tamanho para deixar de ser crente.

  22. Greg:

    A declaração do Papa foi num encontro com os muçulmanos. Não se preocupe, não há nada de extraordinário nisso, ambos cristãos e muçulmanos crêem num Deus único criador de tudo. A diferença está em um crer Jesus como o filho de Deus, enquanto os Muçulmanos creem ter sido Jesus somente um profeta. Note que ainda sim, respeitam Jesus como um profeta. Portanto, não precisa combinar nada com os muçulmanos.

    Pois é queridos, ateus, é duro a gente descobrir que Hitler não era assim de ir a igreja todos os domingos como foi alardeado, que o Deus muçulmano e cristão é o mesmo, que o ateísmo de Estado foi um tremendo fracasso e matou milhões… mas o que mais me choca mesmo é ver esse monte de ateus e nenhum artigo defendo o ateísmo, só pedradas no cristianismo.

    Nas Cruzadas, o q houve?? Deus estava jogando nos 2 times??///

    Boa colocação Greg, ainda que pareça estranho, é possível isso ter ocorrido e ambos acreditarem no mesmo Deus. Se você tiver algúm desentendimento com outro ateu vai deixar de defender o seu só por que o camarada é ateu que nem você?

  23. ssrodrigues:

    O tema do sofrimento na terra é um dos mais complicados de se explicar mesmo. Há tentativas de explicar, mas ainda sim é difícil de aceitar. Porém, eu não vou acreditar que tudo é uma coincidência e que viemos do nada e para o nada vamos só por causa disso.

  24. Ateu Atento:

    Mas ai você pergunta , o que acontecerá com todos os que não souberam e nunca ouviram falar nesse tal jesus e muito menos na salvação mágica ? Serão salvos só por nunca terem ouvido falar ou serão condenados ao inferno por nunca terem ouvido falar ?

    A resposta do ponto de vista cristão é que os que não conheceram o cristianismo podem se salvar pois não tem culpa de não terem sido expostos. Os que conheceram e ignoraram podem não se salvar. Eu, pessoalmente, penso que aqueles que buscam com um coração sincero saber a verdade e tem a humildade de reconhecer que nada somos perto da grandeza deste universo, podemos ter a misericórdia divina. Mas é misericórdia, ninguém ‘faz jus’ a vida eterna. Nem a vida terrana fazemos jus, é um presente diário estarmos vivos.

    Mas não , ele não ficou satisfeito ele quer que as pessoas acredite nisso , a morte do filho em si não foi o suficiente , então o evangelho não é o da salvação , é o da condenação , de todos os não cristãos , de todos os ateus , e de todos aqueles que se quer ouviram falar alguma coisa sobre tudo isso.

    Deus faz um mundo, lhe dá a vida, o ar que respira, esse planeta maravilhoso. Tudo que ele pede em troca é corresponder ao amor que ele tem por você. Você ainda acha esse Deus é mau e condenador?

  25. Greg:

    Sobre Jesus – Porém Ele ressucitou e isso lhe dá credibilidade.
    tem o video disso no you tube, passa o link ai!!

    Agora é assim, na era do twitter, a pessoa desmerece tudo que não tem um video no Youtube. O Cristianismo tem uma história enorme, muitos historiadores reviraram os registros dos romanos e não acharam explicação para o sumiço do corpo. Depois multidões que afirmam terem visto Jesus aparecer por 40 dias. Os discípulos que poderiam simplesmente pensar “morreu, ele nos enganou, vou voltar a ser pescador”, no entando enfrentaram todos os tipos de dificuldades e alguns foram mortos por isso. 12 pescadores criaram uma igreja global que sobrevive há 2 mil anos. Tudo isso fruto da neura popular, que somente agora, os ‘neo-ateus’ supra inteligentes descobriram? Acho que temos que ter humildade e entender que a inteligência não nasceu com a sua geração. Há muito gente inteligente no ano 100, 200, 300… não seria assim tão fácil manter uma mentira por 2 mil anos.

    Concordo que prova irrefutável não há, porém, essa postura de desconsiderar tudo o que o cristianismo representa e simplesmente pedir pelo vídeo não vai te levar a verdade.

  26. André Lopes,

    Hitler não era assim de ir a igreja todos os domingos

    E daí?
    O fato histórico é que a igreja católica apoiou formalmente o nazismo.

    o ateísmo de Estado foi um tremendo fracasso e matou milhões

    O ateísmo não matou ninguém. O que mata é o totalitarismo.

    mas o que mais me choca mesmo é ver esse monte de ateus e nenhum artigo defendo o ateísmo, só pedradas no cristianismo.

    Eu particularmente estou mais preocupado com a laicidade do estado do que com o ateísmo ou o cristianismo.

    Deus estava jogando nos 2 times?

    é possível isso ter ocorrido e ambos acreditarem no mesmo Deus. Se você tiver algúm desentendimento com outro ateu vai deixar de defender o seu só por que o camarada é ateu que nem você?

    Ateus defendem opiniões e estas opiniões podem divergir.
    É bem diferente de uma guerra santa onde os dois lados supostamente defendem o mesmo deus.
    Nenhum deles teve apoio divino? Os dois tiveram? A guerra era vontade de deus? Ele poderia ter impedido esta divergência entre seus seguidores? Ele não quis impedir? Ele tinha preferência pelo lado vencedor?
    São perguntas cujas respostas atestam o caráter duvidoso deste suposto deus.

  27. André Lopes,

    A resposta do ponto de vista cristão é que os que não conheceram o cristianismo podem se salvar pois não tem culpa de não terem sido expostos. Os que conheceram e ignoraram podem não se salvar.

    Aparentemente, jesus discordava de você.

    “Mas aquele que, ignorando a vontade de seu senhor, fizer coisas repreensíveis será açoitado com poucos golpes. Porque, a quem muito se deu, muito se exigirá. Quanto mais se confiar a alguém, dele mais se há de exigir.”
    (Jesus Cristo, Lucas 12:48)

    Ou seja, mesmo desconhecendo a vontade do senhor, o individuo será castigado.

    Deus faz um mundo, lhe dá a vida, o ar que respira, esse planeta maravilhoso. Tudo que ele pede em troca é corresponder ao amor que ele tem por você. Você ainda acha esse Deus é mau e condenador?

    Isso é óbvio.
    Vida, ar e planeta não são nada sem liberdade. Escravos também têm isso tudo.

    muitos historiadores reviraram os registros dos romanos e não acharam explicação para o sumiço do corpo

    Se a ciência não explica foi deus que fez. (Argumento da Ignorância)

    Depois multidões que afirmam terem visto Jesus aparecer por 40 dias.,

    Isto está escrito num livro que tem cobras falantes, burros falantes e um cara que viveu dentro de um peixe por 3 dias.
    Uma fonte bastante confiável.

    Os discípulos que poderiam simplesmente pensar “morreu, ele nos enganou, vou voltar a ser pescador”, no entando enfrentaram todos os tipos de dificuldades e alguns foram mortos por isso.

    Se hoje tem gente doida por aí que acredita até no Inri Cristo, imagina na era do bronze.

    12 pescadores criaram uma igreja global que sobrevive há 2 mil anos. Tudo isso fruto da neura popular

    Pra você ver. Nunca subestime a ignorância humana.

    que somente agora, os ‘neo-ateus’ supra inteligentes descobriram? Acho que temos que ter humildade e entender que a inteligência não nasceu com a sua geração. Há muito gente inteligente no ano 100, 200, 300… não seria assim tão fácil manter uma mentira por 2 mil anos.

    Somente agora não. Não é de hoje que o alerta vem sendo dado por muitas pessoas.
    Mas infelizmente a maioria dessas pessoas acabou assassinado em episódios como a inquisição ou foi obrigado a se calar para não morrer.

  28. Um típico pombo, o André Lopes. Mas deixa ver se entendi essa maçaroca.
    Deus é o mesmo em todo lugar, só que gosta de aparecer disfarçado ou usando um codinome.
    Na Índia por exemplo ele aparece como macaco, vaca, rato e se duvidar até barata.
    Para os judeus ele apareceu em pessoa e como filho de si mesmo, nesse caso nunca dá pra ter certeza de com quem se está falando. Como filho se deixou ser torturado e assassinado para nos perdoar de um erro dele mesmo.
    Demorou uns 500 anos para mandar um representante seu dar suas instruções pra um fulano, só que o representante ou entendeu errado ou desobedeceu, o fato é que o filho dele/ele mesmo foi rebaixado a mero profeta.
    Daí mais uns 1200 anos ele e ele mesmo como filho dele mesmo aparece(m) para um guri de 14 anos. E por aí vai.
    Em cada aparição ele deixa um manual de instruções diferente, e o povo vive ás turras dizendo que a versão de Deus do manual de cada um é que é a certa.

    Aliás, se o Deus é o mesmo, não dá pra entender o Criaturo e o André Lopes com essa lengalenga de “ateu de bíblia”.
    Ou será uma tentativa de mudar de assunto para evitar o constrangimento?

  29. André Lopes

    A melhor defesa para o ateísmo é não precisar violentar o próprio senso do que seja moral, ético, certo e errado para poder justificar a necessidade de acreditar num ser criado pela mente de uma sociedade primitiva e com costumes bestiais.

    E já que você está no ramo de ensinar ateus, tem essa questão que você fingiu que não viu lá no outro post.

    Você está caracterizando uma sociedade ateia como sendo “uma sociedade em que tudo é permitido”.
    Como foi que você chegou a essa conclusão? Onde estão os estudos, os fatos demonstrando que em sociedades ateias tudo é permitido?
    Em que época e região do mundo está localizado o grupo social que dá embasamento a essa sua proposição?

    Não deixe passar a oportunidade de continuar nos ensinando, Andrezinho.

  30. SS

    Deus é o mesmo em todo lugar, só que gosta de aparecer disfarçado ou usando um codinome.
    Na Índia por exemplo ele aparece como macaco, vaca, rato e se duvidar até barata.
    Aliás, se o Deus é o mesmo, não dá pra entender o Criaturo e o André Lopes com essa lengalenga de “ateu de bíblia”.
    Ou será uma tentativa de mudar de assunto para evitar o constrangimento?

    Pois, é ! Aqui neste blog ele apareceu em forma de mulher, pobres ateus que se limitam a refutar incoerências biblicas.

  31. André Lopes

    Se não acredito em Jesus não é por uma questão de fé e sim porque não faz sentido para mim e não acredito em nenhum mito religioso. Minha religiosidade é um zero a esquerda.
    Prefiro enfrentar minha vida pelo lado real, no que posso ver tocar, sentir e não preciso me ancorar em seres surreais criados pela necessidade de crer em algo superior para sentir-me reconfortada. Quando me sinto doente procuro um médico e vou até a farmácia comprar remédio porque sei que Deus ou Jesus não vai curar minha dor de cabeça e nem a minha pneumonia (se eu a tiver). Sim, eu tomo remédios que a ciência descobriu e fabricou.

    Os criacionistas rapidamente resolveram o enigma de como o mundo surgiu, e foi fácil. Criaram um grande mágico invisível que de repente fez surgir um universo com tudo que o compõe e que eles acreditavam ser apenas o planeta Terra e formou tudo em seis dias, certo?
    Acho que o livro de Gêneses deveria ser retirado ou totalmente modificado e adaptado a nova realidade.
    Hoje a ciência sabe que nossa galáxia pode abrigar até 17 bilhões de planetas iguais a Terra.
    Acredito na teoria científica de que diz que a terra foi criada com o agrupamento de partículas que surgiram da explosão do Big Bang.
    Sim, sabemos que a natureza cria, recria, desfaz, modifica, nasce, morre, renasce, transforma, se acomoda formando todo o complexo do nosso Universo. Somos feito da matéria dessa própria natureza.

    Somos partículas da composição do universo e como Carl Sagan disse: “Somos poeira de estrelas”.

    Abraço

  32. Marcos:

    E daí?
    O fato histórico é que a igreja católica apoiou formalmente o nazismo.

    Apoiou FORMALMENTE o Nazismo? Quanta ignorância, de onde tirou isso?

    O ateísmo não matou ninguém. O que mata é o totalitarismo.

    Ah sim… se a Igreja mata é a religião que mata, se um regime que quer impor o ateísmo mata, a gente troca o nome por “totalitarismo” e está tudo resolvido.

    Eu particularmente estou mais preocupado com a laicidade do estado do que com o ateísmo ou o cristianismo.

    Que bom, a igreja católica também defende a separação de igreja e estado.

    Nenhum deles teve apoio divino? Os dois tiveram? A guerra era vontade de deus? Ele poderia ter impedido esta divergência entre seus seguidores? Ele não quis impedir? Ele tinha preferência pelo lado vencedor?

    Exato Marcos, você é do tipo “se Deus existe, então apareça e fale comigo agora. Ah, não apareceu, então não existe.” Ok, a vida é sua.

    Aparentemente, jesus discordava de você.

    Só se Jesus discordava de toda a igreja católica também. Você faz o que é moda nesse blog: pega um versículo, analisa literalmente e pronto, já sabem mais que o Papa. Infelizmente a vida é mais complicada que isso, a bíblia tem vários livros e a sua interpretação deve ser sistemática, e você deve saber o que é interpretação sistemática.

    Vida, ar e planeta não são nada sem liberdade. Escravos também têm isso tudo.

    Essa então é a maior pérola que já ouvi nesse blog. Você troca o ar que respira pela sua liberdade. Parabéns…

    Se a ciência não explica foi deus que fez. (Argumento da Ignorância)Se a ciência não explica foi deus que fez. (Argumento da Ignorância)

    Ignorante é que acha que religiosos atribuem a Deus tudo que não sabe explicar. A grande e infinita ignorância está nos ateus que pensam que método científico é a grande maravilha do universo e o que ele não explica, não existe.

    Se hoje tem gente doida por aí que acredita até no Inri Cristo, imagina na era do bronze.

    Vai ver se o Inri Cristo vai criar uma instituição global com 2 mil anos de existência e se a doutrina dele terá a solidez da doutrina católica.

    Pra você ver. Nunca subestime a ignorância humana.

    Pura retórica sem conteúdo.

  33. ssrodrigues:

    Respondendo a sua pergunta querida:

    Você está caracterizando uma sociedade ateia como sendo “uma sociedade em que tudo é permitido”.
    Como foi que você chegou a essa conclusão? Onde estão os estudos, os fatos demonstrando que em sociedades ateias tudo é permitido?
    Em que época e região do mundo está localizado o grupo social que dá embasamento a essa sua proposição?

    Cheguei a conclusão por que os ateus desse blog espernearam de todo jeito mas não conseguiram me dizer que é o limite da moral atéia. Chegaram até a dizer que ‘não se pode falar em limites’, ou que ‘o limite é a sociedade laica’, o que não responde nada.

    Os estudos estão nos livros de história, o comunismo é reconhecidamente um regime ateu, que vê a religião como inimigo do povo, uhm…. onde mais será que eu vi pessoas dizendo que a religião é inimiga da sociedade??? Será que foi num blog???

    Portanto, filosoficamente e historicamente chego a conclusão que o ateísmo mata sim, basta querer e ter uma boa desculpa. E mata em massa, e sem culpa, afinal “não há que se falar em limites da moral atéia. É como comparar lilás com 46 kg, é facil, entende?” Não sei onde que me disseram essa pérola…

  34. Ana Júdice:

    Os criacionistas rapidamente resolveram o enigma de como o mundo surgiu, e foi fácil. Criaram um grande mágico invisível que de repente fez surgir um universo com tudo que o compõe e que eles acreditavam ser apenas o planeta Terra e formou tudo em seis dias, certo?

    Há uma ala evangélica que cre nisso. A igreja católica não definiu isso como dogma, ou seja, todo católico está livre para crer neste ponto de acordo com a sua consciência. Eu, pessoalmente, não acredito na criação do mundo literalmente em 7 dias, acho até que o darwinismo “pode” ser correto, ainda que “provado” não está, é uma teoria. Antes que outros do blog venham jogar pedra e dizer “o que???? mas está escrito na bliblia que o mundo foi criado em 6 dias!!!”, informo-lhes que o livro de Genesis é todo escrito de forma alegórica, não é um livro histórico, e portanto deve ser interpretado da forma correta.

    Hoje a ciência sabe que nossa galáxia pode abrigar até 17 bilhões de planetas iguais a Terra.
    Acredito na teoria científica de que diz que a terra foi criada com o agrupamento de partículas que surgiram da explosão do Big Bang.
    Sim, sabemos que a natureza cria, recria, desfaz, modifica, nasce, morre, renasce, transforma, se acomoda formando todo o complexo do nosso Universo. Somos feito da matéria dessa própria natureza.

    Concordamos em quase tudo: no Big Bang e que somos poeira de estrelas.

    Quanto aos planetas parecidos com a terra, tomara que existam mesmo, mas até agora é somente uma especulação. Aliás, a ciência concorda que as condições de vida do planeta terra são excepcionalmente raras, ainda que claro possa existir outros planetas iguais neste universo imenso. De qualquer forma, crer em vida em outros planetas, de maneira alguma conflita com a idéia de um ser criador do nosso Universo. Essas são questões que a igreja católica está aberta a discutir. Alias, o cientista que primeiro propos a teoria do Big Bang foi um padre belga. Sabe como os ateus respondem a isso? Ele só era padre para não ter o que fazer o poder ficar desenvolvendo suas teorias. Assim fica dificil discutir…

  35. André Lopes

    O comunismo não matou em nome do ateísmo. Lênin quando comandou a Revolução Bolchevique não saiu anunciando que aquela era uma luta pela instituição do ateísmo. O propósito explícito dele era eliminar a monarquia russa e no devido momento estabelecer o comunismo.
    Por outro lado, nas Cruzadas e na Inquisição, por exemplo, a igreja alegou que agia em nome de Deus, mas o fato é que suas ações foram motivadas por disputas de poder e interesses econômicos.
    Um bonito exemplo da superioridade moral cristã, sem dúvida.
    Você gosta de ficar fazendo de conta que não entende a distinção entre comunismo e ateísmo por que é a única rota de fuga que encontrou para o fato de que não há nada que justifique seu argumento de que numa sociedade ateia não há limites, em que tudo é permitido. Mais um bonito exemplo da superioridade da moral cristã.

    Sobre os limites da moral ateia, eles se baseiam na moral secular, mas com melhoramentos significativos.
    Como disse no outro comentário:

    A melhor defesa para o ateísmo é não precisar violentar o próprio senso do que seja moral, ético, certo e errado para poder justificar a necessidade de acreditar num ser criado pela mente de uma sociedade primitiva e com costumes bestiais.

    Acrescento que é essa liberdade que temos que mais deixa vocês perturbados.

  36. ssrodrigues:

    Acrescento que é essa liberdade que temos que mais deixa vocês perturbados.

    Quem será que é mais perturbado? Quantos sites católicos existem pela simples razão de falar mal de ateu, como esse blog faz com os cristãos?

    Por favor não fique perturbada por que eu tenho que me ajoelhar e agradecer a Deus pela minha vida, enquanto você pode fazer o que a sua consciência mandar, pois no final, eu creio na vida eterna junto ao criador. Os ateus creem no fim total, no nada, na poeira, deve ser perturbador.

  37. Andre Lopes, desculpa a intromissão, mas, eu gostaria de perguntar-lhe de onde você acha que vem a noção de moral e ética do ser humano social.

  38. André Lopes,

    Apoiou FORMALMENTE o Nazismo? Quanta ignorância, de onde tirou isso?

    A Concordata com o Reich foi um documento assinado entre a Santa Sé e a Alemanha nazista. Foi assinada pelo Cardeal Eugenio Pacelli (representando o Papa Pio XI e Franz von Papen (representando o Presidente Paul von Hindenburg.
    Nesta concordata foi oferecida liberdade à religião Católica Apostólica Romana. Em troca, todos os clérigos deveriam prestar juramento de lealdade ao governador local ou ao Presidente do Reich.
    Vale lembrar que em uma consulta de clérigos católicos, o Tribunal Constitucional Federal da Alemanha determinou em 1957 que o acordo ainda era válido. E assim é até hoje.

    Ah sim… se a Igreja mata é a religião que mata, se um regime que quer impor o ateísmo mata, a gente troca o nome por “totalitarismo” e está tudo resolvido.

    Ainda não entendeu que o ateísmo, ao contrário da religiosidade, não tem qualquer conteúdo ideológico e sendo assim não defende a morte de ninguém.
    Na religião, o que mata também é o totalitarismo, mas sob a justificativa de se atender a vontade divina, purificar o mal.

    Que bom, a igreja católica também defende a separação de igreja e estado.

    Só pode estar louco ou bêbado pra falar um absurdo desses.
    1 – Em 2008, a anta barbuda e o Papa Bento XVI assinaram uma concordata entre Brasil e Vaticano, estabelecendo regras envolvendo proteção ao patrimônio cultural, formas de ensino religioso, estatuto do casamento, extensão dos direitos trabalhistas, etc.

    2 – Símbolos religiosos em prédios públicos são resquícios do tempo em que o catolicismo era a religião oficial do Estado e a ICAR resiste à qualquer tentativa de retirá-los.

    3 – A ICAR resiste a qualquer tentativa de retirar os benefícios fiscais inconstitucionais que a igreja detém.

    4 – Em 2012, César Maia foi condenado em ação movida pelo MP do Estado do RJ por liberar recursos públicos para a construção da Igreja de São Jorge em 2004 (quase R$ 150.000,00).

    Vou parando por aqui, pois a lista não termina nunca.

    você é do tipo “se Deus existe, então apareça e fale comigo agora. Ah, não apareceu, então não existe.” Ok, a vida é sua.

    Percebi que preferiu fugir dos questionamentos.

    pega um versículo, analisa literalmente e pronto, já sabem mais que o Papa. Infelizmente a vida é mais complicada que isso, a bíblia tem vários livros e a sua interpretação deve ser sistemática, e você deve saber o que é interpretação sistemática.

    Percebi que não encarou o assunto de frente.
    Se minha interpretação literal é inválida, então você deve saber a correta, não é mesmo?
    Qual o significado real de Lucas 12:48?

    Você troca o ar que respira pela sua liberdade. Parabéns…

    Não consegue entender um texto de duas linhas?
    O que eu disse foi que o ar sem a liberdade não vale nada e portanto não deve ser motivo de adoração.
    Liberdade sem ar, obviamente, vale o mesmo, ou seja, nada.
    Este amor tão exigido por deus é imerecido.

    Ignorante é que acha que religiosos atribuem a Deus tudo que não sabe explicar.

    Minha intenção não foi ofensiva. Utilizei o termo “Argumento da Ignorância” não para inferir que você seja ignorante, mas porque este é o nome “oficial” do argumento em ambientes de grupos de debate.

    A grande e infinita ignorância está nos ateus que pensam que método científico é a grande maravilha do universo e o que ele não explica, não existe.

    Está te faltando compreensão de texto.
    Ateus não alegam que o que não é explicado pela ciência não existe, mas sim que qualquer afirmação categórica sobre áreas além do alcance da ciência, são irrelevantes em qualquer argumentação.
    O termo é “irrelevante”, e não “inexistente”.

    Vai ver se o Inri Cristo vai criar uma instituição global com 2 mil anos de existência e se a doutrina dele terá a solidez da doutrina católica.

    Hoje seria mais difícil, pois o público alvo está um pouco mais exigente. (só um pouco)
    Mas, quem sabe? Até astrologia é popular no Brasil.
    O pessoal acredita em qualquer coisa.

  39. MAF:

    Não há do que se desculpar. Eu acho que recebemos nossa noção de moral e ética de nossos pais e do meio que vivemos. Isso quer dizer que, deixando o ser humano à sua própria consciência, somos capazes do melhor e do pior, isso que nos diferencia dos animais. Entendo que proteger os próprios filhos por ex. seja algo no nosso instinto, mas nao temos naturalmente a mesma piedade se for a familia de outrem ou de outro país. Na África, uma tribo vendia os membros de outra tipo subjugada como escravos. Nesse momento que acho que entra uma moral superior que ensina a amar o próximo com a si mesmo.

  40. Marcos:

    O que eu disse foi que o ar sem a liberdade não vale nada e portanto não deve ser motivo de adoração.
    Liberdade sem ar, obviamente, vale o mesmo, ou seja, nada.
    Este amor tão exigido por deus é imerecido.

    Sei, ar sem liberdade não vale nada, ou seja, é preferivel morrer. Queria só ver se alguém te afogasse por alguns minutos e perguntasse: “Quer abrir mão da sua liberdade ou quer voltar para a aguinha, Marcos?”

    Se você acha que Deus lhe pede muito, não lhe dê, Ele deu-lhe o livre arbítrio.

  41. André Lopes,

    o comunismo é reconhecidamente um regime ateu, que vê a religião como inimigo do povo

    Sua observação é pertinente, embora sua conclusão não possa estar mais errada.
    Muitos regimes comunistas e totalitários realmente adotaram uma política anti-religiosa. O motivo é que o totalitarismo ganha grande força no medo que inflige às massas. Para ter medo, a pessoa precisa ter um mínimo de sanidade e consciência de atos e consequências.
    Neste aspecto, a religião atrapalha, pois inibe na pessoa a capacidade de racionalidade e ela passa a agir de forma passional, acreditando que está defendendo a vontade de um ser divino.
    Assim, as pessoas religiosas têm uma tendência maior a enfrentar seus opressores com violência, não por coragem, mas por falta de medo.
    A conclusão correta seria: Regimes totalitários não adotam políticas anti-religiosas por achar que a religião é inimiga do povo, mas porque a religião inibe a racionalidade humana e torna as pessoas menos suscetíveis ao medo.

  42. André Lopes,

    acho até que o darwinismo “pode” ser correto, ainda que “provado” não está, é uma teoria.

    Isto é ignorância científica. E estou usando o termo ignorância no sentido de falta de informação científica.
    O termo “teoria”, em linguagem leiga e comum, tem um significado de chute, especulação.
    Quando aplicado em linguagem científica, “teoria” é o mais alto grau de comprovação de uma hipótese científica dentro da hierarquia dos conceitos científicos.
    Aplicar o termo da maneira como você aplicou demonstra ou falta de estudo ou desonestidade intelectual.

  43. Marcos:

    Sobre a igreja católica ser a favor da separação entre igreja e estado você disse:

    Só pode estar louco ou bêbado pra falar um absurdo desses.

    Você naturalmente não sabe o que é separação entre igreja e estado, ou está sob efeito de alguma substância, o que você pode fazer numa boa desde que a sua consciência lhe autorize.

    1 – Em 2008, a anta barbuda e o Papa Bento XVI assinaram uma concordata entre Brasil e Vaticano, estabelecendo regras envolvendo proteção ao patrimônio cultural, formas de ensino religioso, estatuto do casamento, extensão dos direitos trabalhistas, etc.

    Gostei da anta barbuda. Quer dizer que um acordo entre dois Estados é misturar um com o outro? O Brasil assina um acordo com a Argentina e os governos dos dois países já não são mais separados?

    2 – Símbolos religiosos em prédios públicos são resquícios do tempo em que o catolicismo era a religião oficial do Estado e a ICAR resiste à qualquer tentativa de retirá-los.

    São resquícios do tempo em que 98% da população era Cristã e achava perfeitamente normal ter um crucifixo numa repartição pública, que funcionava sob as leis brasileiras, aprovadas pelo parlamento, etc, ou seja, de maneira alguma interferia no trabalho da repartição pública.

    O que vocês querem hoje é que a maioria se curve aos caprichos dos 10%, ou seja, 9 em 10 pessoas que entram naquela repartição não se incomodam com aquele símbolo, mas vocês ateus, querem se impor. É a ditadura das minorias.

    3 – A ICAR resiste a qualquer tentativa de retirar os benefícios fiscais inconstitucionais que a igreja detém.

    Isso vale para qualquer igreja, não só a católica. Certamente não é dogma, se um dia isso mudar, ok. Mas querer benefício fiscal não é algo exclusivo de igreja, concorda?

    4 – Em 2012, César Maia foi condenado em ação movida pelo MP do Estado do RJ por liberar recursos públicos para a construção da Igreja de São Jorge em 2004 (quase R$ 150.000,00).

    Problema do César Maia, não da igreja. Acho que o caso deveria ser julgado junto com o caso da Daniela Mercury que foi cantar na Parada Gay EM SAP PAULO, muito bem paga pelo GOVERNO DA BAHIA.

  44. Marcos:

    Corrigindo o comentario 3

    3 – A ICAR resiste a qualquer tentativa de retirar os benefícios fiscais inconstitucionais que a igreja detém.

    Isso vale para qualquer igreja, não só a católica. Certamente não é dogma, se um dia isso mudar, ok. Mas querer benefício fiscal não é algo exclusivo de igreja, concorda?

  45. André Lopes

    Sério que você está colocando como equivalentes um acordo de comércio entre dois países e o acordo que o sapo barbudo fez com o Vaticano?
    A única coisa que de longe poderia ser comparada seria a parte sobre a proteção ao patrimônio cultural, não esquecendo que o Vaticano está falando do patrimônio cultural de origem católica. Os outros são uma interferência indevida, pra dizer o mínimo.
    Quanto aos símbolos religiosos, eu penso que o pessoal dá mais importância a isso do que merece. Tanto faz se forem crucifixos, máscaras africanas ou esquilos empalhados, serve como decoração e mais nada. De mau gosto, mas ninguém presta atenção neles, mesmo.
    A superioridade moral cristã está sempre visível. Num país que devora cinco meses de salários do trabalhador, esses próceres da moral não querem nem ouvir falar em pagar impostos, enquanto vão garfando tudo em que puserem por as mãos do que sobra do salário dos crentes.
    Sejam católicos, sejam protestantes. Uma beleza em termos de superioridade moral.

  46. André Lopes

    Quem será que é mais perturbado? Quantos sites católicos existem pela simples razão de falar mal de ateu, como esse blog faz com os cristãos?

    Dá uma procurada, Andrezinho, você ficará surpreso.

    No que me diz respeito você pode passar o resto da sua vida ajoelhado agradecendo o que quiser a quem quiser.
    De minha parte, se houvesse um pós-morte, ao lado do seu criador é que eu não quereria estar mesmo. Não ando em más companhias.
    E não acho perturbador o nada, acho natural.

  47. [blockquote] testando o quote [/quote]

  48. testando

  49. André Lopes:

    Não há do que se desculpar.
    Grato!

    Eu acho que recebemos nossa noção de moral e ética de nossos pais e do meio que vivemos. Isso quer dizer que, deixando o ser humano à sua própria consciência, somos capazes do melhor e do pior, isso que nos diferencia dos animais.

    Sim concordo. Em princípio alguma moral e ética são transmitidas pelos pais, depois são aprimoradas e estendidas no convívio social.

    Muitos animais não humanos também tem atitudes de bom convívio entre seus pares principalmente, nós podemos atribuir à esses comportamentos o nome de moral também, ainda que rudimentares.
    O comportamento altruísta parece ter sido selecionado naturalmente com maior intensidade na maioria das sociedades animais, felizmente.
    Isso sugere que certos comportamentos básicos são transmitidos também geneticamente para depois serem modulados pelo meio social.

    Entendo que proteger os próprios filhos por ex. seja algo no nosso instinto, mas nao temos naturalmente a mesma piedade se for a familia de outrem ou de outro país.

    Alguns animais podem ser capazes de adotar as crias de outros, mesmo de outra espécie. Isso ocorre principalmente em animais domesticados, é exceção, mas acontece. E isso parece confirmar a modulação dos instintos por outros fatores.
    As sociedades com consensos mais humanistas tentem a tolerar mais as outras de outros lugares, entendendo que todos os seres humanos, e muitos animais não humanos, merecem respeito.
    É inegável a evolução moral de maioria das sociedades atuais.
    Ainda que excepcionalmente aconteçam aberrações isoladas onde a intolerância gera violência, geralmente motivada por algum motor preconceituoso.

    Na África, uma tribo vendia os membros de outra tipo subjugada como escravos.
    A moral evolui junto com a sociedade.
    Nas sociedades do passado, onde viver era uma tarefa árdua, geralmente se tolerava muitas atitudes que hoje não cabem mais.
    Escravidão, domínio territorial à força, subjugo de culturas e bens alheios, etc., não são mais tolerados em arranjos sociais modernos.
    Percebe-se assim, claramente, que o animal humano evoluiu social e moralmente.

    Nesse momento que acho que entra uma moral superior que ensina a amar o próximo com a si mesmo.

    Regra moral superior que foi aprimorada pelas sociedades humanas modernas.
    “Não faça à outrem o que não quer para si mesmo.”
    Outra regra áurea formulada por humanos, de onde foi extraído o “amar o próximo como a sí mesmo”.

    Enfim, a evolução do pensamento altruísta e humanista leva ao consenso moral e ético do bom convívio.

    Abraços!

  50. Desculpe-me! Truncou a “quotagem” do meu post. Como não dá pra editar depois de postar, paciência!
    Espero que dê pra separar as minhas “falas” das suas.

  51. Lopes
    A diferença está em um crer Jesus como o filho de Deus, enquanto os Muçulmanos creem ter sido Jesus somente um profeta. Note que ainda sim, respeitam Jesus como um profeta. Portanto, não precisa combinar nada com os muçulmanos.

    so isso? só essa a diferença?

    Porém, eu não vou acreditar que tudo é uma coincidência e que viemos do nada e para o nada vamos só por causa disso.

    R – como voce diz, voce NAo quer acreditar, é voce que nao quer aceitar a realidade.

    Se você tiver algúm desentendimento com outro ateu vai deixar de defender o seu só por que o camarada é ateu que nem você?

    deixar de defender o q??? NAo entendi!!

    Pois é queridos, ateus, é duro a gente descobrir que Hitler não era assim de ir a igreja todos os domingos como foi alardeado, que o Deus muçulmano e cristão é o mesmo, que o ateísmo de Estado foi um tremendo fracasso e matou milhões… mas o que mais me choca mesmo é ver esse monte de ateus e nenhum artigo defendo o ateísmo, só pedradas no cristianismo.

    Tem muito catolico que tambem NAo vai a igreja aos domingos! e ai???
    e nao foi alardeado nada, eu NAo disse que ele ia a igreja!! onde vc leu isso?
    Deus mulçumano e cristao nao sao o mesmo! NAo adianta ficar repetindo pra se convencer.
    Nunca houve ateismo de Estado , o crente alem de inventar Deus ainda quer inventar sistemas sociais novos!
    Republica ateista da China nunca houve, o que eu sei é Republica Popular da China
    Uniao Russa Socialista Sovietica nunca foi : Uniao ateia Sovietica Russa
    mostra as fontes ai!!! sei que vou esperar varias eternidades!

    Creio que ainda tem muita coisa pra vc ler no blog!

  52. Testando blockquote.

    [blockquote] “As pessoas defendem apaixonadamente a religião que receberam de seus pais. Defenderiam com igual paixão qualquer outra fé, possivelmente oposta, se tivessem nascido em outra família.”
    — Richard Dawkins
    [/blockquote]

  53. Ana Júdice, para destacar o texto, basta substituir os colchetes pelos sinais matemáticos de menor e maior. É só o que falta: o resto deve permanecer.

  54. Obrigada pela ajuda Barros :)

    A vida inteira precisamos de graça e gentileza.
    Platão

  55. Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram.

  56. MAF:

    Interessante análise. Eu não acredito na natureza humana como boa originalmente, me explico, não acho que o homem seja bom e ético naturalmente. Se deixarmos levar pelos instintos, a ética só prevalece quando conveniente, visando a própria proteção, tipo “eu respeito a sua comida para que você respeite a minha”. No resto, pensamos nossa tribo e faremos o que for necessário para defendê-la.

    Eu concordo com Hobbes, e não com Rousseau. Sociedade, Estado, e Governo surgiram para evitar o caos.

    No campo religioso, fala-se em pecado original, é como se o homem tivesse sua natureza corrompida. Eu acredito que temos uma propensão a condutas que não nos faz bem.

    Alô ateus, joguem suas pedras! Digam que eu sou o crente corrompido, que se não fosse o medo do “meu Deus” eu estaria ai matando e roubando. Que pena que não nasci ateu, o bonzinho por natureza.

  57. Greg:

    so isso? só essa a diferença?

    sim, eu estava me referindo a parte da crença em um único Deus criador do universo. É óbvio que islamismo e cristianismo tem outras diferenças doutrinárias.

    como voce diz, voce NAo quer acreditar, é voce que nao quer aceitar a realidade.

    Não sr., a diferença é que eu sei que não há provas cabais, por isso digo “acreditar”. Ateu que tem juízo, deve ter uma pulguinha atrás do orelha pois certeza vocês também não tem, fala a verdade…

    deixar de defender o q??? NAo entendi!!

    Deixar de defender seus interesses, meu ponto é que mesmo que você creia no mesmo Deus, ainda assim pode haver conflitos.

    Tem muito catolico que tambem NAo vai a igreja aos domingos! e ai???

    Se for alguém batizado pelos pais quando criança e depois de adulto nunca foi a igreja, não é católico praticante e seus atos não podem ser atribuídos a influência católica, como você quis fazer com Hitler.

    Nunca houve ateismo de Estado

    Pelo jeito o wikipedia discorda pois eles tem uma definição para “ateísmo de estado” e lista todos os países que você listou.

    O meu ponto é a falta de limites da moral atéia, ou ausência de moral atéia como disse o Marcos. Para isso, não é condição necessaria que a morte tenha sido em nome do ateísmo, basta que o ateísmo de Stalin tenha permitido a sua consciencia matar milhoes em nome de seu plano de governo.

    E você não há de negar que Stalin e Mao eram inimigos da religião, não viam a hora de aniquila-la, eles achavam que era o ópio do povo, que só gerava ilusões, que era tudo uma mentira… epa, peraí, não é essa a opinião dos meus caros ateus desse blog?Pelo menos vão ter que concordar que nessa vocês estão no time de Stalin e Mao.

  58. Lopes
    Totalitarismo (ou regime totalitário) é um sistema político no qual o Estado, normalmente sob o controle de uma única pessoa, político, facção ou classe, não reconhece limites à sua autoridade e se esforça para regulamentar todos os aspectos da vida pública e privada, sempre que possível.2 O totalitarismo é caracterizado pela coincidência do autoritarismo (onde os cidadãos comuns não têm participação significativa na tomada de decisão do Estado) e da ideologia (um esquema generalizado de valores promulgado por meios institucionais para orientar a maioria, senão todos os aspectos da vida pública e privada).
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Totalitarismo

    isso é so um resumo , no artigo inteiro NAo podemos encontrar entre as milhares de palavras, o termo ateismo, o ateu ou algo do tipo. estranho NAo?? segundo voce isso sao termos tao ligados! vai ver esqueceram!!

    Gostei da anta barbuda. Quer dizer que um acordo entre dois Estados é misturar um com o outro?
    Alem de ser um acordo que um chefe de Estado no caso o molusco fez , foi imparcial – no Brasil nao tem so catolicos e portanto se o $ dos impostos é pago por todos , de macumbeiros , espiritas, crentes de boca de culto, gays e demais, porq um chefe de Estado teria o direito de previlegiar uma igreja??? ´e ErrADO!

    2 – Ele nao fez acordo com Estado algum, por mais que pareça a ICAR nao é Estado! é igreja, uma instituiçao ou associaçao (como Queira) privada! um chefe de Estado so pode fazer acordo de parceria com outros estados neste sentido! dar privilegio a algo privado! È CORRUPÇAO, Trafico de iNfluencia e ate Formaçao de quadrilha dependendo do caso, mas como se trata de religiao nenhum desses crimes é aceito! A religiao esta acima de tudo, ate das leis de um pais!
    Se o molusco tivesse feito um acordo com o estado Italiano por mais que pudesse ser danoso para o pais seria etico e valido. Ele foi eleito para fazer o melhor para todos NAO so para a maioria CAtolica”

  59. Ana Judice
    Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram.

    adorei , vou registrar esssa! faz refletir!! essa é uma excelente qualidade que poucos tem! tento viver assim, nem sempre consigo, mas sei da sua importancia!

  60. MAF
    Que pena que não nasci ateu, o bonzinho por natureza.

    R- voce nsaceu ateu, ou a 1a palavra que voce falou quando bebe foi?:
    AMEN, Gloria Deus, ou melhor !!
    PApai e mamae, vamos louvar ao senhor??
    se vc tivesse nascido arabe:
    papai e mamae vamos para a Jihad em nome de Ala????!!!!!!
    ou
    na India
    vamos adorar ao Deus elefante???
    é cada um que aparece!
    Se o Barros foi publicar um livro, o grande sucesso será os comentarios dos crentes! isso nao pode faltar!
    vai ser um best seller

  61. Lopes

    sim, eu estava me referindo a parte da crença em um único Deus criador do universo. É óbvio que islamismo e cristianismo tem outras diferenças doutrinárias.
    Todo o resto sao diferenças, so a parte de unico deus é quase igual
    isso é que é analogia, hein!!???????

    Deixar de defender seus interesses, meu ponto é que mesmo que você creia no mesmo Deus, ainda assim pode haver conflitos.
    DEsculpe, ainda nao entendo! vc fala de ateus ??/ é melhor montar o contexto todo.
    Prove o veneno de seu argumento tosco:
    . Para isso, não é condição necessaria que a morte tenha sido em nome do ateísmo, basta que o ateísmo de Stalin tenha permitido a sua consciencia matar milhoes em nome de seu plano de governo. =

    R – . Para isso, não é condição necessaria que a morte tenha sido em nome do cristianismo, basta que o cristianismo do PAPA tenha permitido a sua consciencia matar milhoes em nome de seu plano de governo. (poder) = a totalitarismo! os religiosos NAo foram e alguns ainda nao sao diferentes de Stalin!!
    E você não há de negar que Stalin e Mao eram inimigos da religião, não viam a hora de aniquila-la, eles achavam que era o ópio do povo, que só gerava ilusões, que era tudo uma mentira… epa, peraí, não é essa a opinião dos meus caros ateus desse blog?Pelo menos vão ter que concordar que nessa vocês estão no time de Stalin e Mao.

    R – se eu quiser escravizar as pessoas e dominar um Estado, essa é uma alternativa, sem duvida! a outra é usar a religiao para dominar!
    Ex: os paises arabes!!
    mas ai é questao de escolha, cada um com a sua ideia!!!

  62. Greg,

    A frase é de Voltaire.

  63. Lopes
    no wikipidia , no artigo sobre ateismo, Nao encontrei uma unica linha falando de ateismo de Estado, deve ser porq isso nao tem nada a ver com atesimo, que como ja disse NAo é um sistema politico/social.
    Encontrei esse dado: indice de ateus em paises europeus/:
    e de até 85% na Suécia, 80% na Dinamarca, 72% na Noruega e 60% na Finlândia.14 Segundo o Australian Bureau of Statistics, 19% dos australianos declararam-se como “sem religião”, uma categoria que inclui os ateus.126 Entre 64% e 65% dos japoneses são ateus, agnósticos, ou não acreditam em um deus.14

    repare que esses paises com excelente nivel de escolaridade!!!
    nos 4 primeiros paises; em especial na Finlandia , o professor é aa profissao mais respeitada e honrrosa do pais! é o supra-sumo, o DEus vivo do lugar!! — comparando mal com o Brasil é como se o sujeito fosse um importante lider religioso, so que sem a intençao de iludir os outros!
    no sertao do agreste, qual sera a porcentagem de ateus??? hein???
    essa é muita facil de acertar!!!
    00000000000000000000000000000000000000000000000000000000
    nem de vela acesa!

  64. para todo mundo: que saiba interpretar textos

    Na América Latina os índices de ateísmo variam de 1 a 3%, exceto em Cuba (7%), México (7%), Argentina (8%) e Uruguai (12%).130 No Uruguai, entre 30 e 50% da população assume não ter religião.130
    Obs: O Uruguai liberou no ano passado tudo, mas tudo em relaçao a maconha! e cASAMENTO civil gay a muito tempo!!

    Um estudo internacional relatou correlações positivas entre os níveis de educação e os índices de descrença em uma divindade,131 enquanto uma pesquisa da União Europeia encontrou uma correlação positiva entre o abandono escolar precoce e a crença em um deus.127 Uma carta publicada na revista Nature em 1998, relatou uma pesquisa sugerindo que a crença em um deus pessoal ou na vida após a morte alcançou o nível mais baixo de todos os tempos entre os membros da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, sendo que apenas 7,0% dos membros disseram acreditar em um deus pessoal, em forte contraste com os mais de 85% da população geral dos Estados Unidos que acredita em um deus.132 Em contrapartida, um artigo publicado pela Universidade de Chicago que discutiu o referido estudo, afirmou que 76% dos médicos estadunidenses acreditam em Deus, mais do que os 7% dos cientistas acima, mas ainda inferior aos 85% da população em geral.
    De acordo com dados do Censo brasileiro de 2010 do IBGE, 8,0% da população brasileira declarou-se “sem religião” (15,3 milhões), dentre as quais cerca de 615 mil declararam-se ateias.137 No Censo de 2000, estes correspondiam a138 7,4% (cerca de 12,5 milhões) da população.139 Em 1991 essa porcentagem era de 4,7%.

  65. Ah Lopes, enfim achei algo:

    Em 1967, o governo albanês de Enver Hoxha anunciou o fechamento de todas as instituições religiosas no país, declarando a Albânia o primeiro estado oficialmente ateu,115 embora a prática religiosa na Albânia tenha sido restaurada em 1991. Estes regimes acentuaram as associações negativas do ateísmo, especialmente onde o sentimento anticomunista era forte, como nos Estados Unidos, apesar do fato de que ateus proeminentes serem anticomunistas.
    Obs: Eu NAo gosto de comunismo!

    O século XX também assistiu ao avanço político do ateísmo, estimulado pela interpretação das obras de Marx e Engels. Após a Revolução Russa de 1917, houve mais liberdade religiosa para as minorias religiosas, o que durou alguns anos. Embora a Constituição Soviética de 1936 garantisse a liberdade para realizar cultos, o Estado soviético, sob a política de Estado ateu de Stalin, não considerava a religião um assunto privado; o governo soviético ilegalizou o ensino religioso e promoveu campanhas para convencer as pessoas a abandonar a religião.98 99 100 101 102 Diversos outros estados comunistas também se opuseram à religião e promoveram o ateísmo estatal,103 incluindo os antigos governos socialistas da Albânia,104 105 106 e, atualmente, da China,107 108 Coreia do Norte108 109 e Cuba.108 110

    Obs: Da pra notar que nao era interesse do povo ou da sociedade, mas sim do lider totalitario!

    Outros líderes como Periyar E. V. Ramasamy, um proeminente líder ateu da Índia, lutaram contra o hinduísmo e os brâmanes por eles discriminarem e dividirem as pessoas em nome de castas e religião.111 Tal foi sublinhado em 1956, quando ele erigiu uma estátua representando um deus hindu em uma representação humilde e fez declarações antiteístas
    OBs> o sistema de castas na India é desumano ao extremo, terrivel, barbaro, uma das faces mais castigadoras e desumanas que uma religiao deste planeta pode permitir! so sob o véu da religiao mesmo!
    pesquisem se quiser: mais coloque um saco de vomito ao lado!!

  66. Greg:

    2 – Ele nao fez acordo com Estado algum, por mais que pareça a ICAR nao é Estado! é igreja, uma instituiçao ou associaçao (como Queira) privada! um chefe de Estado so pode fazer acordo de parceria com outros estados neste sentido! dar privilegio a algo privado! È CORRUPÇAO, Trafico de iNfluencia e ate Formaçao de quadrilha dependendo do caso, mas como se trata de religiao nenhum desses crimes é aceito! A religiao esta acima de tudo, ate das leis de um pais!

    Aqui você viajou na maionese. Eu não conheço o tal acordo do LUla com o Vaticano de 2008.

    De qualquer forma, o Vaticano tem sim status de Estado, tem representação na ONU, território próprio, corpo diplomático, etc. Sorry, mas a Igreja Católica conseguiu esse status no passado e mantém até hoje.

    voce nsaceu ateu, ou a 1a palavra que voce falou quando bebe foi?:
    AMEN, Gloria Deus, ou melhor !!

    Boa essa, mas obviamente que foi força de expressão, o que eu quis dizer é que não sou ateu. A propósito, ao nascer eu não era nem crente e nem ateu, pois o ateu “sabe” da verdade não sabe? Uma criança não sabe de nada.

    Se o Barros foi publicar um livro, o grande sucesso será os comentarios dos crentes! isso nao pode faltar!
    vai ser um best seller

    Pode ser, mas os comentários dos ateus sobre os crentes serão impublicáveis.

    Encontrei esse dado: indice de ateus em paises europeus/:
    e de até 85% na Suécia, 80% na Dinamarca, 72% na Noruega e 60% na Finlândia.14 Segundo o Australian Bureau of Statistics, 19% dos australianos declararam-se como “sem religião”

    Novamente você vem com essas ‘correlações’ nada a ver, se o Brasil virar ateu, logo vamos ser mais inteligentes, organizados, criativos, o país se industrializará, o PCC vai virar honesto, etc. Você deve ter pego esses números de algúm site ateu nada “honesto”, o que mostra que ateu já aprendeu a massagear os numeros.

    Bastou 1 min de pesquisa e o Wikepedia já te contradisse: 67% dos Suecos em 2012 pertencem a igreja da Suécia. Como se vê, mesmo no paraíso dos ateus, na melhor das hipoteses, vocês não passam de 1/3 da população. Os outros 2/3 dos suecos são claros crente burro, ignorante, sem educação, etc.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Religion_in_Sweden

    Sobre o totalitarismo, eu entendo que vocês queiram se desvincilhar da imagem de Stalin e Mao, e concordo que a agenda principal de ambos era outra, sendo a ateísmo só uma delas. Mas fica o alerta histórico, os 2 regimes que mais mataram na história da humanidade era, coincidência ou não, ateus.

    Agradeço toda a pesquisa que faz, mas não estou conseguindo te acompanhar! Você escreve 300 linhas e eu não tenho tempo de responder todas.

    Um abraço.

  67. ssrodrigues:

    Sério que você está colocando como equivalentes um acordo de comércio entre dois países e o acordo que o sapo barbudo fez com o Vaticano?

    Como expliquei ao Greg, o Vaticano é um mini-Estado, diplomaticamente reconhecido com território próprio, etc. Sinto muito, mas como disse o Zagalo “vão ter que me engolir”

    De qualquer forma, eu acho que a igreja católica assim como qualquer grupo organizado pode tentar influir nas decisões políticas, sem se misturar com o Estado. Os gays não fazer isso? Os ateus podem e devem fazer o mesmo.

    Daí dizer que há uma mistura entre Estado e Igreja é totalmente errado. Essa mistura existe no Irã, onde o lider máximo político é também o líder religioso.

  68. Marcos:

    Quando eu disse que o Darwinismo é só uma teoria, você respondeu:

    Isto é ignorância científica. E estou usando o termo ignorância no sentido de falta de informação científica.
    O termo “teoria”, em linguagem leiga e comum, tem um significado de chute, especulação.
    Quando aplicado em linguagem científica, “teoria” é o mais alto grau de comprovação de uma hipótese científica dentro da hierarquia dos conceitos científicos.
    Aplicar o termo da maneira como você aplicou demonstra ou falta de estudo ou desonestidade intelectual.

    Desonestidade intelectual não é, falta de estudo… talvez, sempre se pode estudar mais.

    Mas aqui vai conhecimento para você digerir: em relação a teoria de Darwin, há consenso sobre a adaptabilidade de uma espécie, ex. o homem em regiões de muito sol desenvolve pele mais escura. Porém há sim divergencia entre os próprios cientistas sobre a parte da teoria que diz que a evolução ocorre ‘inter-espécie’, ou seja, um peixe vira um jacaré, um macaco vira homem. Essa mudança de espécie não é consenso científico e não há provas definitivas. Vai la pesquisar e verá que o meu almanaque está certo.

  69. Greg

    MAF
    Que pena que não nasci ateu, o bonzinho por natureza.

    R- voce nsaceu ateu, ou a 1a palavra que voce falou quando bebe foi?:
    AMEN, Gloria Deus, ou melhor !!

    Não podemos conhecer o que e se passa na consciência de um recém nascido, até que ela possa se manifestar.
    Mas seguindo a mesma linha do seu raciocínio, podemos afirmar que : “Todo animal é ateu !”e vai sempre ser um ateu, a menos que evolua passando acreditar em Deus.
    No seu caso voce nasceu ateu, passou a acreditar em Deus e agora voltou a desacreditar, ta muito muito difícil para você , heim ?
    Conclusão: Como filósofo você daria um ótimo professor de história.

    abraço.

  70. André Lopes,

    Quer dizer que um acordo entre dois Estados é misturar um com o outro? O Brasil assina um acordo com a Argentina e os governos dos dois países já não são mais separados?

    Se o governo argentino quiser legislar sobre a vida e o comportamento dos brasileiros, então não, não são mais separados.
    Além disso, há uma tremenda diferença entre um acordo entre dois países democráticos e uma concordata com um “Estado” teocrático cuja existência é fundamentada na religião.

    de maneira alguma interferia no trabalho da repartição pública.

    Interferia na época e continua interferindo hoje. Trata-se de intimidação velada.
    Por exemplo, em um processo envolvendo de um lado um representante do catolicismo e de outro um representante da umbanda. Logo de cara, o umbandista encontra um crucifixo na parede acima da cabeça do atendente. Posteriormente, para abrir a sessão de conciliação o juiz promove a leitura de um trecho da bíblia. O umbandista sente que não tem a menor chance de vencer a causa diante da parcialidade do sistema e dessa forma faz qualquer tipo de acordo, mesmo que lhe seja lesivo.

    O que vocês querem hoje é que a maioria se curve aos caprichos dos 10%

    Errado. O que você não entende é que ateus defendem a laicidade do estado porque esta beneficia a todos, inclusive você. Tendo em vista o crescimento das denominações protestantes, não se sabe se o catolicismo permanecerá como maioria por muito tempo.

    ou seja, 9 em 10 pessoas que entram naquela repartição não se incomodam com aquele símbolo, mas vocês ateus, querem se impor. É a ditadura das minorias.

    Errado de novo.
    Não importa se são 9, 10 ou mesmo 1 pessoa. A religiosidade de qualquer um deve ser respeitada e protegida da intimidação institucionalizada. Isto não é ditadura das minorias.
    O que você defende sim, é ditadura da maioria. Esta ditadura da maioria não é democracia.

    Mas querer beneficio fiscal não é algo exclusivo de igreja, concorda?

    Concordo, mas não é esse o ponto.
    O ponto é que, como eu disse anteriormente, é incompatível uma instituição religiosa que diz defender a separação entre estado e religião fazer tanta questão de receber benefícios do estado enquanto outras instituições não religiosas não têm o mesmo benefício.
    Este tipo de atitude está muito longe de fomentar a separação tão defendida no discurso.

    Problema do César Maia, não da igreja.

    Corrupção não se faz sozinho. É preciso contrapartida.
    Além disso, demonstra a iniciativa da igreja em se misturar ao estado para obter privilégios.

  71. André Lopes,

    O meu ponto é a falta de limites da moral atéia, ou ausência de moral atéia como disse o Marcos.

    Por favor, não atribua a mim coisas que eu não disse.
    Fui bem claro em explicar que uma sociedade atéia NÃO É desprovida de limites ou de moral. Em uma sociedade atéia, os limites são os da moral secular. A mesma moral que aprimorou o comportamento humano e “domesticou” os religiosos.
    Se hoje os religiosos não apedrejam adúlteras e homossexuais em praça pública, isto se deve à moral secular, a moral desenvolvida pelos homens.

    .Para isso, não é condição necessaria que a morte tenha sido em nome do ateísmo, basta que o ateísmo de Stalin tenha permitido a sua consciencia matar milhoes em nome de seu plano de governo.

    Não foi o ateísmo de Stalin que o permitiu matar milhões. Foi sua deficiência na moral secular em sua busca de poder. Dizer o contrário é asneira e falta de discernimento.

    E você não há de negar que Stalin e Mao eram inimigos da religião, não viam a hora de aniquila-la, eles achavam que era o ópio do povo, que só gerava ilusões, que era tudo uma mentira

    Como já expliquei, a religião atrapalhava o plano totalitarista destes déspotas, pois ela inibe a racionalidade que atribui prudência às pessoas e desta forma elas passavam a agir contra seus opressores pela ausência de medo.
    Era uma estratégia de opressão, não uma disputa religiosa. Não enxergar isso demonstra muita inocência no estudo da história. É o mesmo que achar que o Brasil foi “descoberto” por acidente.

    Pelo menos vão ter que concordar que nessa vocês estão no time de Stalin e Mao.

    Da mesma forma que Charles Chaplin e todo mundo que usa bigode estão no time de Hitler.
    Inferência inteligente.

  72. Greg,

    Ele nao fez acordo com Estado algum, por mais que pareça a ICAR nao é Estado! é igreja, uma instituiçao ou associaçao (como Queira) privada!

    O pior é que é verdade sobre este acordo.
    O Vaticano é formalmente considerado um Estado independente e, por se tratar de uma teocracia, não há separação entre estado e igreja. Ou seja, o Vaticana é nada mais nada menos que a sede da ICAR, a “matriz” da rede.
    Através deste acordo vai tentar legislar sobre o povo brasileiro aumentando seus tentáculos enquanto que, em troca, dá apoio o político de seu rebanho à anta barbuda e seus comparsas.

  73. Daí dizer que há uma mistura entre Estado e Igreja é totalmente errado. Essa mistura existe no Irã, onde o lider máximo político é também o líder religioso.

    Não, não é errado.
    A mistura existe em vários níveis. O Irã simplesmente representa o nível máximo de entrelaçamento, ou seja, uma Teocracia estabelecida.
    A defesa da laicidade do estado é o que impede que atinjamos este ponto.
    É com pequenas subvenções e discretos apoios que se inicia a escalada rumo à teocracia.
    Pesquise sobre o acordo do Brasil com a Santa Sé e perceberá que a ICAR já está na corrida por uma teocracia católica.

  74. André Lopes

    Interessante análise. Eu não acredito na natureza humana como boa originalmente, me explico, não acho que o homem seja bom e ético naturalmente. Se deixarmos levar pelos instintos, a ética só prevalece quando conveniente, visando a própria proteção, tipo “eu respeito a sua comida para que você respeite a minha”. No resto, pensamos nossa tribo e faremos o que for necessário para defendê-la.
    A natureza humana é formado por uma gama de processos, ela começa dominada pelos instintos básicos que visam a proteção individual. No começo da vida somos basicamente amorais, depois conforme nossa capacidade intelectual vai se desenvolvendo vamos absorvendo comportamentos que nos são ensinados pelo meio social familiar e depois pelo social coletivo.
    Assim nossos instintos vão ficando mais sob controle racional, se bem que há vezes, sob condições extremas, perdemos esse controle e os instintos automáticos prevalecem.

    Eu concordo com Hobbes, e não com Rousseau. Sociedade, Estado, e Governo surgiram para evitar o caos.

    Sim, surgiram naturalmente para definir regras de convivência e impor o cumprimento dessas regras.
    Regras conceituadas e aprimoradas pelos membros dessas sociedades.
    Salientando que tais regras evoluem com a sociedade.
    Veja que certas atitudes aceitas no passado não o são mais hoje.

    No campo religioso, fala-se em pecado original, é como se o homem tivesse sua natureza corrompida. Eu acredito que temos uma propensão a condutas que não nos faz bem.

    Acho eu que com exceção dos masoquistas, todos tem propensão à coisas que nos fazem bem e nos dão prazer.
    Ainda que a busca disso possa violar os outros.
    Daí as regras morais e éticas que visam definir os direitos e deveres de todo cidadão civilizado definindo limites.

    Alô ateus, joguem suas pedras! Digam que eu sou o crente corrompido, que se não fosse o medo do “meu Deus” eu estaria ai matando e roubando.

    Basicamente você não mata e rouba porque teve uma boa educação familiar e depois aprendeu sobre o poder de justiça do estado e todas as implicações inerentes à ela.
    Sua religião, como todo grupo social, também lhe ensinou sobre regras morais ainda que atribuindo suas origens à uma entidade sobrenatural.

    Que pena que não nasci ateu, o bonzinho por natureza.

    Não necessariamente um ateu é bonzinho ou mauzinho só pelo fato de ser ateu.
    Assim como um religioso também não é só pelo fato de ser religioso.

    Você saberia dizer qual a origem dos conceitos morais?

  75. André Lopes

    Interessante análise. Eu não acredito na natureza humana como boa originalmente, me explico, não acho que o homem seja bom e ético naturalmente. Se deixarmos levar pelos instintos, a ética só prevalece quando conveniente, visando a própria proteção, tipo “eu respeito a sua comida para que você respeite a minha”. No resto, pensamos nossa tribo e faremos o que for necessário para defendê-la.

    A natureza humana é formado por uma gama de processos, ela começa dominada pelos instintos básicos que visam a proteção individual. No começo da vida somos basicamente amorais, depois conforme nossa capacidade intelectual vai se desenvolvendo vamos absorvendo comportamentos que nos são ensinados pelo meio social familiar e depois pelo social coletivo.
    Assim nossos instintos vão ficando mais sob controle racional, se bem que há vezes, sob condições extremas, perdemos esse controle e os instintos automáticos prevalecem.

    Eu concordo com Hobbes, e não com Rousseau. Sociedade, Estado, e Governo surgiram para evitar o caos.

    Sim, surgiram naturalmente para definir regras de convivência e impor o cumprimento dessas regras.
    Regras conceituadas e aprimoradas pelos membros dessas sociedades.
    Salientando que tais regras evoluem com a sociedade.
    Veja que certas atitudes aceitas no passado não o são mais hoje.

    No campo religioso, fala-se em pecado original, é como se o homem tivesse sua natureza corrompida. Eu acredito que temos uma propensão a condutas que não nos faz bem.

    Acho eu que com exceção dos masoquistas, todos tem propensão à coisas que nos fazem bem e nos dão prazer.
    Ainda que a busca disso possa violar os outros.
    Daí as regras morais e éticas que visam definir os direitos e deveres de todo cidadão civilizado definindo limites.

    Alô ateus, joguem suas pedras! Digam que eu sou o crente corrompido, que se não fosse o medo do “meu Deus” eu estaria ai matando e roubando.

    Basicamente você não mata e rouba porque teve uma boa educação familiar e depois aprendeu sobre o poder de justiça do estado e todas as implicações inerentes à ela.
    Sua religião, como todo grupo social, também lhe ensinou sobre regras morais ainda que atribuindo suas origens à uma entidade sobrenatural.

    Que pena que não nasci ateu, o bonzinho por natureza.

    Não necessariamente um ateu é bonzinho ou mauzinho só pelo fato de ser ateu.
    Assim como um religioso também não é só pelo fato de ser religioso.

    Você saberia dizer qual a origem dos conceitos morais?

  76. Repeti a postagem depois de revisar as posições dos códigos que definem as quotagens. Mesmo assim saiu truncado de novo.
    Sei lá! Talvez seja problema no meu navegador.

  77. André Lopes,

    Porém há sim divergencia entre os próprios cientistas sobre a parte da teoria que diz que a evolução ocorre ‘inter-espécie’, ou seja, um peixe vira um jacaré, um macaco vira homem. Essa mudança de espécie não é consenso científico e não há provas definitivas. Vai la pesquisar e verá que o meu almanaque está certo.

    É triste perceber que muito pior do que não ter conhecimento científico é não ter também a vontade de adquirí-lo. Esta “divergência” no meio científico só existe mesmo no seu almanaque (bíblia) do seu mundo da fantasia.
    No meio científico, existe meia dúzia de gatos pingados adeptos de “teorias da conspiração” que por motivos religiosos continuam o negacionismo da evolução. É claro que estes não são levados a sério no meio científico, pois não apresentam pesquisas confirmadas por pares nem a indexação da base de dados. Portanto, não publicam seus resultados em periódicos científicos.

    Mas já que você se limita sempre à seguir a posição da sua igreja, aqui vai:
    “Hoje, mais de meio século depois do aparecimento dessa encíclica, algumas novas descobertas nos levam em direção ao reconhecimento da evolução como mais do que uma hipótese. Na verdade, é notável que esta teoria tem tido uma influência cada vez maior sobre o espírito de pesquisadores, seguindo uma série de descobertas em diferentes disciplinas acadêmicas.” (Papa João Paulo II)

    http://igrejamilitante.wordpress.com/2012/05/18/a-igreja-acredita-na-teoria-da-evolucao/

    Não tenha preconceito sobre o link que postei só porque fui eu que postei. Trata-se de um site católico. Até a ICAR reconhece a Teoria da Evolução.

    Entenda que negar a Teoria da Evolução é como negar que o holocausto existiu, ou dizer que a ida do homem à lua foi uma fraude da NASA.

    Aqui vai de brinde uma sugestão para evitar passar por constrangimentos:
    Adote a tática de alegar que deus é quem conduz, guia e orienta a evolução, pois negar que a evolução seja um fato pode acabar te expondo ao ridículo.

  78. Marcos:

    Pesquise sobre o acordo do Brasil com a Santa Sé e perceberá que a ICAR já está na corrida por uma teocracia católica.

    Nada a ver. A igreja poderia ter tido uma teocracia no passado quanto tinha ainda mais poder, mas não quis por é contra. Acho que estamos mais próximos de uma gay-gracia ou de uma ateu-cracia.

  79. Marcos:

    Corrupção não se faz sozinho. É preciso contrapartida.
    Além disso, demonstra a iniciativa da igreja em se misturar ao estado para obter privilégios.

    E sobre a Daniela Mercury tu vais ficar quietinho porque ofende os teus amigos, não é?

  80. Marcos:

    Não importa se são 9, 10 ou mesmo 1 pessoa. A religiosidade de qualquer um deve ser respeitada e protegida da intimidação institucionalizada.

    Intimidação institucionalizada? Por tem um crucifixo na parede com o qual 9 entre 10 pessoas não tem nenhuma problema? Agora ficou feio para você essa ‘supersensibilidade’.

    Mas eu tenho que ver homosexual se beijando na rua.

    É isso que vocês querem, crucifixo não, beijo gay sim. E os 95% da população tem que ficar olhando os bonitões ‘engajados’destruir nossos simbolos. Esqueçam, não vão ganhar essa.

  81. André Lopes,

    E sobre a Daniela Mercury tu vais ficar quietinho porque ofende os teus amigos, não é?

    Não comentei porque concordo com você.
    A parada gay não deveria receber subsidio governamental. Trata-se igualmente de corrupção e imoralidade. Tal qual ocorre com subsidio às religiões.
    Achou que eu fosse defender a parada gay só porque são homossexuais? Achou que fossem meus amigos?
    Se enganou tremendamente. Em minha análise sobre qualquer assunto sempre tento usar de imparcialidade e analisar unicamente os argumentos.
    Não tenho preconceito contra eles mas também não tenho à favor.

  82. André Lopes,

    Intimidação institucionalizada? Por tem um crucifixo na parede com o qual 9 entre 10 pessoas não tem nenhuma problema? Agora ficou feio para você essa ‘supersensibilidade’.

    Se você não entendeu a explicação até agora, então está além de qualquer ajuda.

    Mas eu tenho que ver homosexual se beijando na rua.

    É isso que vocês querem, crucifixo não, beijo gay sim. E os 95% da população tem que ficar olhando os bonitões ‘engajados’destruir nossos simbolos. Esqueçam, não vão ganhar essa.

    O que uma coisa tem a ver com outra? Voltamos ao assunto homossexualismo?
    Está fugindo da argumentação tentando mudar de assunto ou o seu cérebro deu pane mesmo?

  83. André Lopes,

    Nada a ver. A igreja poderia ter tido uma teocracia no passado quanto tinha ainda mais poder, mas não quis por é contra.

    A ICAR perdeu sua hegemonia principalmente porque a moral humana evoluiu e os dogmas da igreja se mantiveram arcaicos, ou seja, adotou estratégias de marketing equivocadas.
    Agora, tentando atingir o rebanho mais “jovem” e flexibilizando um pouco suas exigências pode ter bons resultados na tentativa de frear o crescimento dos evangélicos.
    É tudo marketing e política na luta da ICAR contra a laicidade do Estado.

  84. Marcos:

    Se você não entendeu a explicação até agora, então está além de qualquer ajuda.

    Veja só como você se acha a última bolachinha do pacote, eu estou ‘além de qualquer ajuda’.

    O que uma coisa tem a ver com outra? Voltamos ao assunto homossexualismo?
    Está fugindo da argumentação tentando mudar de assunto ou o seu cérebro deu pane mesmo?

    Não fique nervosinho, tem tudo a ver. Você quer tirar o que TE incomoda ainda que 9 em 10 não se importem, e quer forçar na sociedade o que VOCÊ acha certo ainda que a maioria ache errado. Só isso, é tão simples quanto ‘não faça o que eu não quero, e engula o que eu fáco’.

  85. André Lopes,

    Você quer tirar o que TE incomoda ainda que 9 em 10 não se importem, e quer forçar na sociedade o que VOCÊ acha certo ainda que a maioria ache errado.

    Não inverta os papéis.
    Eu defendo igualdade de direitos para todas as crenças, inclusive a sua (o que beneficiaria 10 entre 10 pessoas), enquanto você é quem luta por privilégios que outros não têm, só por não partilharem a mesma fé que a sua.

  86. Marcos:

    É triste perceber que muito pior do que não ter conhecimento científico é não ter também a vontade de adquirí-lo. Esta “divergência” no meio científico só existe mesmo no seu almanaque (bíblia) do seu mundo da fantasia.

    Não preciso dizer que o sabichão está com um tom professoral rídiculo, não é? Toma aqui o bonzão:

    Veja esse filme (se souber inglês, senão já deveria ter ido aprender)

    1 hora e 38 minutos, de graça, para você assistir no comforto da sua casa, sobre o evolucionismo. Veja a quantidade de pessoas entrevistadas questionam o evolucionismo.

    E aqui um site com 500 cientistas proclamando suas dúvidas sobre o Darwinismo como explicação para criação de novas espécies.

    http://www.evolutionnews.org/2006/02/over_500_scientists_proclaim_t001981.html.

  87. Eh André Lopes, você vai ter que ralar muito estudando pra tirar esse ranço de cultura de almanaque, além de melhorar bastante sua capacidade de compreensão da palavra escrita.
    Para os fins que você pretende o uso da expressão “mini estado” é uma barbeiragem e tanto, já que extensão territorial não tem a ver com o conceito de Estado.
    Eu não disse que o Vaticano não seja um Estado, eu questionei a equivalência desse acordo com um que se faça com a Argentina, que foi o exemplo que você deu.
    Para ficar num só dos itens. Se os argentinos abrirem uma empresa no Brasil, seus funcionários deverão ser contratados sob o regime das leis trabalhistas brasileiras. Da forma como foi acordado e ratificado, o Vaticano é um Estado soberano em território nacional. Vá uma entidade declaradamente ateia requerer os mesmos termos para ver a gritaria histérica que vai se levantar.
    É muito educativo observar a superioridade moral dessa gente. Uma instituição que se declara guardiã da superioridade moral propondo acordos que vão contra a Constituição de um país, os legisladores aceitando e ratificando o acordo, mas também não dá para esperar coisa diferente desses legisladores, são em sua maioria pertencentes ao conjunto da superioridade moral, né? A maioria acredita num criador, que lhes incutiu superioridade moral. Roubam, mentem, prevaricam…é muita superioridade moral mesmo. Aliás, a gente vive tropeçando nessa superioridade. É padre pedófilo, é pastor estuprador que manda matar desafetos, é cardeal figurão do Vaticano desviando fundos, é papa que acoberta escândalos, é cristão que pratica aborto às escondidas e o condena em público, enquanto é abertamente favorável à pena de morte, que suborna funcionários públicos, que estaciona em faixa de pedestre na frente das escolas… Ufa! Cansa enumerar exemplos de superioridade moral.
    Mas aí é claro que você dirá que esses são exemplos de quem se desviou dos ensinamentos e blábláblá, enquanto não vê problema nenhum em dizer que ateus são amorais, apenas por serem ateus e ficar forçando uma associação entre ateus e comunistas assassinos.

    Sinto muito, mas como disse o Zagalo “vão ter que me engolir”

    Vou não, André. Anta temperada com arrogância e marinada na desonestidade intelectual é um prato bem indigesto.

  88. ssrodrigues:

    Eh André Lopes, você vai ter que ralar muito estudando pra tirar esse ranço de cultura de almanaque, além de melhorar bastante sua capacidade de compreensão da palavra escrita.

    e

    Vou não, André. Anta temperada com arrogância e marinada na desonestidade intelectual é um prato bem indigesto.

    Querida, eu não vou me vangloriar aqui nesse blog por que tenho educação e não acho que as pessoas estão interessadas em ouvir. Mas te garanto que estou muito bem no quesito conhecimento e cultura. Só pessoas meio limitadas e sobretudo sem educação saem chamando o outro de burro publicamente sem conhecê-lo. Você fala de cultura de almanaque por que não tem mais nada a dizer. Comigo a discussão é baseada em fatos e argumentos. Primeiro é que eu tive accesso a cultura, segundo é que mesmo que fosse uma informação de almanaque, as pessoas inteligentes derrubam-na na argumentação. Sugiro que seus comentários sejam menos pessoais e mais objetivos.

  89. Andre Lopes,

    Não preciso dizer que o sabichão está com um tom professoral rídiculo, não é?

    Não se irrite comigo. Não é meu tom professoral que evidencia sua ignorância científica, mas sim o seu constrangedor discurso anti-evolucionista.

    Toma aqui o bonzão:

    Preciso mesmo?
    Vamos lá. Vejamos se vem algo que presta.

    Veja esse filme (se souber inglês, senão já deveria ter ido aprender)

    Não se preocupe com meu inglês. Não tive dificuldade para ler e invalidar seus preciosos 20 argumentos (que aparentemente você mesmo não leu), por que eu teria agora?

    1 hora e 38 minutos, de graça, para você assistir no comforto da sua casa, sobre o evolucionismo. Veja a quantidade de pessoas entrevistadas questionam o evolucionismo.

    É isso aí? Expelled? Esse filme infantil com aquele ator de “O Máskara” que defende o design inteligente? Ainda bem que é de graça. Mas não vou assistir de novo. Já vi isso a anos atrás.

    Por favor, eleve o nível. Este “documentário” só prova que alguns cientistas também podem ser irracionais quando ativam o modo “religioso” do cérebro.
    Não contém um argumento sequer que refute as evidencias da evolução nem que suporte o design inteligente.

    E aqui um site com 500 cientistas proclamando suas dúvidas sobre o Darwinismo como explicação para criação de novas espécies.

    Procure pesquisar antes de postar para não passar vergonha. Essa lista só confirma o que eu disse.

    Oohhhh! Estão fazendo a lista desde 2001 e até agora atingiram a fantástica marca de 514 nomes (cerca de 0,15% da comunidade científica). Ou seja, meia dúzia de gatos pingados poluindo o meio científico.

    O “Projeto Steve” criou uma lista coletando assinaturas de cientistas que aceitam a Teoria da Evolução contabilizando apenas os que se chamavam Steve. A lista já reuniu mais de 12.000 assinaturas.

    Traga um argumento de verdade.
    Dica: Não vai encontrar nenhum na revista “Caras”.

  90. Marcos:

    Não se preocupe com meu inglês. Não tive dificuldade para ler e invalidar seus preciosos 20 argumentos (que aparentemente você mesmo não leu), por que eu teria agora?

    O mocinho agora é vidente? Acha que sabe o que eu li e o que não lí?

    É isso aí? Expelled? Esse filme infantil com aquele ator de “O Máskara” que defende o design inteligente? Ainda bem que é de graça. Mas não vou assistir de novo. Já vi isso a anos atrás.

    Pelo jeito precisa ver de novo, por que não entendeu nada.

    Por favor, eleve o nível. Este “documentário” só prova que alguns cientistas também podem ser irracionais quando ativam o modo “religioso” do cérebro.

    Claro, se nao concorda com você é irracional. Ainda se ele fosse gay, quem sabe você lhe daria algum crédito.

    Não contém um argumento sequer que refute as evidencias da evolução nem que suporte o design inteligente.

    Não, não tem. Se os produtores tivessem ao menos consultado você antes de fazer o filme… você é mais inteligente que toda a equipe do filme junta.

    O “Projeto Steve” criou uma lista coletando assinaturas de cientistas que aceitam a Teoria da Evolução contabilizando apenas os que se chamavam Steve. A lista já reuniu mais de 12.000 assinaturas.

    Puxa 12 mil professores de renome na area do evolucionismo? Nao sabia que havia tantos especialistas no ramo, vou ver se meu vizinho nao assinou essa lista.

    Traga um argumento de verdade.
    Dica: Não vai encontrar nenhum na revista “Caras”.

    Ah ah, quase morri de rir.

  91. André Lopes

    Perdi a conta das vezes em que você usa a condição homossexual como ofensa.
    Soberbo exemplo de superioridade moral e de que com você a coisa é na base do argumento, não é?

  92. Andre Lopes,

    O mocinho agora é vidente? Acha que sabe o que eu li e o que não lí?

    Considerando que tinha argumento (que você apresentou por ctrl+c, ctrl+v) já refutado no próprio texto que você linkou e você nem se deu conta.
    É só ligar os pontos.

    Claro, se nao concorda com você é irracional.

    Não, o critério não é esse.
    Só é preciso um argumento cientificamente comprovado, coisa que ainda não apareceu.

    Ainda se ele fosse gay, quem sabe você lhe daria algum crédito.

    Uuhhh! Que raivinha.
    Argumento. Tem algum?

    você é mais inteligente que toda a equipe do filme junta.

    Puxa, obrigado.
    Infelizmente minha consultoria não seria eficaz com os produtores. Eu tenho o hábito de usar argumentos, coisa que eles não têm o costume de ouvir.

    Puxa 12 mil professores de renome na area do evolucionismo? Nao sabia que havia tantos especialistas no ramo, vou ver se meu vizinho nao assinou essa lista.

    12.000 são só os que se chamam Steve.
    E ai? Qual a sensação de ser minoria?
    Mas o problema nem é este. Se tivesse algum argumento, o fato de ser minoria seria irrelevante.
    Mas confere lá com seu vizinho. Eu não esperava outra coisa de você mesmo.
    Ler que é bom mesmo, só a bíblia. Dá nisso.

    Sério mesmo, siga a tática do Criaturo e busque refúgio na filosofia.
    Tentar refutar cientificamente a evolução é constrangedor.

  93. Marcos:

    Mas confere lá com seu vizinho. Eu não esperava outra coisa de você mesmo.
    Ler que é bom mesmo, só a bíblia. Dá nisso.
    Sério mesmo, siga a tática do Criaturo e busque refúgio na filosofia.
    Tentar refutar cientificamente a evolução é constrangedor.

    As pessoas inteligentes sabem que as coisas não são “preto no branco” como você quer fazer acreditar. Quando alguém se enche de razão e diz que um filme que eu vi e achei bom, em uma hora e meia “não tem um argumento sequer”, dá bandeira que está tentando ser contundente para ganhar ibope.

    Sério mesmo, siga a tática do Criaturo e busque refúgio na filosofia.

    Busco a verdade, não a tática, tática é coisa de quem está querendo ganhar a discussão, não encontrar a verdade.

    Vamos concordar que discordamos, que temos a pior opinião possível um do outro e tentemos manter o foco na argumentação. Até a próxima discussão, adoro debater com ateu.

  94. MAF:

    Acho eu que com exceção dos masoquistas, todos tem propensão à coisas que nos fazem bem e nos dão prazer.
    Ainda que a busca disso possa violar os outros.
    Daí as regras morais e éticas que visam definir os direitos e deveres de todo cidadão civilizado definindo limites.

    Exato, o contrato social que deu origem a governos e leis é uma forma de organizarmos nossa convivência de modo a torná-la possível. Por isso que bato na tecla da importância de um código moral que não seja algo que admite tudo, deve haver uma base que serve de ‘norma inicial’ e inspira todas as outras.

    Você saberia dizer qual a origem dos conceitos morais?

    Se entendermos a moral como um conjunto de valores, sua origem está na criação familiar e nas instituições da sociedade: escola, igreja, blog do Barros, etc.

    Ainda que eu seja teísta, admito que uma sociedade pode ter um conjunto de valores totalmente laicos e sem nenhuma influência religiosa. Claro que a igreja, tendo o ser humano e sua relação com o criador como principal foco, naturalmente prega uma série de valores morais.

  95. Marcos:

    A ICAR perdeu sua hegemonia principalmente porque a moral humana evoluiu e os dogmas da igreja se mantiveram arcaicos, ou seja, adotou estratégias de marketing equivocadas.

    Errado. A igreja não é sobre marketing, é sobre o que entende por verdade. Não tem essa de ‘evoluir’ os dogmas. Vai aprender o que é dogma da igreja e depois conversamos.

    Agora, tentando atingir o rebanho mais “jovem” e flexibilizando um pouco suas exigências pode ter bons resultados na tentativa de frear o crescimento dos evangélicos.

    É mesmo? Me diga o que ela está flexibilizando.

  96. Marcos:

    Sobre o acordo entre Brasil e Vaticano de 2008, você disse:

    Através deste acordo vai tentar legislar sobre o povo brasileiro aumentando seus tentáculos enquanto que, em troca, dá apoio o político de seu rebanho à anta barbuda e seus comparsas.

    Será que você blefou de novo achando que ninguém ia ler e te peguei de novo de mãos vazias?

    O tal acordo é um documento curto com 20 artigos basicamente falando de preservação do patrimonio cultural, liberdade religiosa e coisas do gênero. Esse documento não muda em nada a vida das pessoas, tem efeito nulo no dia a dia do país. E você fez esse escândalo todo?

    http://noticias.cancaonova.com/entenda-passo-a-passo-o-acordo-entre-brasil-e-santa-se/

  97. os opostos se atraem ….he..,he…he..he..he…he

  98. André Lopes,

    As pessoas inteligentes sabem que as coisas não são “preto no branco” como você quer fazer acreditar.

    Em ciência não tem como se esconder atrás de abstrações filosóficas. É difícil desse jeito, não é?

    Quando alguém se enche de razão e diz que um filme que eu vi e achei bom, em uma hora e meia “não tem um argumento sequer”, dá bandeira que está tentando ser contundente para ganhar ibope.

    Não tem argumento.
    O filme só convence pessoas que não têm conhecimento sobre evolução e que por preconceito religioso não querem buscar informação.
    Documentário por documentário a evolução também tem vários.

    Busco a verdade, não a tática, tática é coisa de quem está querendo ganhar a discussão, não encontrar a verdade.

    Sua constante inversão de critérios não parece busca pela verdade.
    Em dado momento, o que vale pra você é a opinião oficial da ICAR. Quando mostrei que a posição oficial da igreja é aceitar a evolução, de repente a opinião dela não vale mais.
    Em determinada ocasião, a posição da maioria deve ser aceita por todos mas no momento em que você faz parte da minoria, esse critério não vale mais.
    Isto é uma evidente desonestidade intelectual cuja única vítima é você mesmo.

    Não tem essa de ‘evoluir’ os dogmas. Vai aprender o que é dogma da igreja e depois conversamos.

    Realmente, o termo correto seria “moralidade” da igreja, ou mesmo “ensinamentos morais”.

    É mesmo? Me diga o que ela está flexibilizando.

    “Cada um de nós tem a sua visão do bem e do mal (…). Todos devem optar por seguir o bem e combater o mal como o concebe. Isso seria o suficiente para melhorar o mundo”. (Papa Francisco)

    Se cada um seguir sua própria consciência então não é preciso seguir à risca os ensinamentos morais da igreja. Isso é relativizar e flexibilizar as regras morais.

    Será que até o Papa é “ateu prático”?

    O tal acordo é um documento curto com 20 artigos basicamente falando de preservação do patrimonio cultural, liberdade religiosa e coisas do gênero. Esse documento não muda em nada a vida das pessoas, tem efeito nulo no dia a dia do país. E você fez esse escândalo todo?

    Eu já esperava mesmo que você não tivesse o discernimento para entender as implicações deste documento. Então vou ter de explicar.

    O art. 6º responsabiliza o governo brasileiro pela proteção das obras e símbolos da igreja (só da ICAR) ao mesmo tempo que limita a autonomia do governo brasileiro sobre a exposição destas obras. Trata-se de um privilégio exclusivo da ICAR.

    O art. 7º, em seu parágrafo 1º determina que o governo brasileiro não tem a menor autonomia para legislar sobre a localização, sobre a legalidade ou sobre a pertinência da exposição de símbolos considerados sagrados (só para a ICAR), mesmo em espaços e prédios públicos. Símbolos (só os católicos) serão intocáveis mesmo em espaços públicos e até censura religiosa fica instituída. Fim da laicidade do Estado. O Brasil fica sem autonomia em seu próprio território.

    O art. 11 institui a obrigatoriedade da oferta de do ensino religioso confessional nas escolas públicas. Ainda que de matrícula facultativa, isto representa um privilégio da ICAR, pois a realidade brasileira é que não há possibilidade de ministrar aulas de absolutamente todas as religiões existentes no país. Portanto, a oferta de ensino religioso ficaria restrito à religião católica e talvez a evangélica.

    O art. 12 atribui à ICAR poderes legais sobre o casamento civil, tanto para celebrar quanto para anular.

    O art. 14 obriga o governo brasileiro a reservar espaço destinado aos templos dentro dos planejamentos urbanos. É a ICAR interferindo nos Planos Diretores.

    O art. 15 dá imunidade total de impostos para as pessoas jurídicas eclesiásticas (só as católicas).

    O art. 16 retira a autonomia do governo brasileiro sobre normas trabalhistas em se tratando do corpo do clero ou atividades acessórias da ICAR.

    O art. 17 visa atribuir à ICAR poderes especiais sobre a concessão de vistos para entrada no Brasil.

    Você não sabe ler ou é muito inocente ou então está mesmo ansioso para instituir a teocracia católica no Brasil.
    Este acordo, lembra aquela velha estória do rapaz que diz para a namorada “Deixe eu pôr só a cabecinha?”.

  99. Bradesco oferece cartão de crédito exclusivo para fiéis de igreja evangélica – InfoMoney
    Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/cartoes/noticia/3166333/bradesco-oferece-cartao-credito-exclusivo-para-fieis-igreja-evangelica

  100. ssrodrigues;

    Perdi a conta das vezes em que você usa a condição homossexual como ofensa.

    Qual foi a ofensa minha querida?

  101. Marcos:

    Em ciência não tem como se esconder atrás de abstrações filosóficas. É difícil desse jeito, não é?

    Errado. Na ciência há debates, discussões, se fosse assim haveria sempre 100% de consenso sobre qualquer teoria.

    Em dado momento, o que vale pra você é a opinião oficial da ICAR. Quando mostrei que a posição oficial da igreja é aceitar a evolução, de repente a opinião dela não vale mais.

    Errado de novo, a posição oficial da igreja não é aceitar a evolução, mas não se posicionar e deixar que cada católico decida por si. E a propósito, eu não sou contra o Darwinismo, não influi em nada na minha fé. Só te mostrei que há controvérsias, mas claro, isso ofendeu pois é dogma de ateu, vocês não aceitam.

    Cada um de nós tem a sua visão do bem e do mal (…). Todos devem optar por seguir o bem e combater o mal como o concebe. Isso seria o suficiente para melhorar o mundo.(Papa Francisco)

    AHAHAHAHHAHA Te desafio a mostrar a entrevista onde ele, com suas próprias palavras disso isso. Se ele disse, com certeza, foi em um outro contexto e a mídia, que é infestada de ateus e gays, deturpou total. A igreja não é adepta do relativismo onde cada um de nós decide o que é bem ou mal. Isso o Papa Francisco JAMAIS vai dizer.

    Alías, veja quem está na capa do revista Rolling Stones este mes. Vou dar um exemplar para a ssrodrigues.

    Sobre os artigos da lei, eu não tenho tempo de rebater um a um por que eu não sou ateu nem à toa, tenho vida familiar, profissional, etc.

    Mas vou pegar um artigo, só para dar-lhe o gostinho:

    O art. 17 visa atribuir à ICAR poderes especiais sobre a concessão de vistos para entrada no Brasil.

    Veja só como você é bom de conversa e ruim de compreensão. Você fala em “atribuir a ICAR poderes especiais sobre a concessão de vistos”, ou seja, dá a entender que se eu quiser um visto brasileiro basta ir no Vaticano e pegar um.

    Agora a realidade, o artigo para quem quiser ler, não precisa ser nenhum jurista para entender (mas com certeza a ssrodrigues não vai entender)

    Artigo 17

    (Os Bispos, no exercício de seu ministério pastoral, poderão convidar sacerdotes, membros de institutos religiosos e leigos, que não tenham nacionalidade brasileira, para servir no território de suas dioceses e pedir às autoridades brasileiras, em nome deles, a concessão do visto para exercer atividade pastoral no Brasil.

    § 1º. Em conseqüência do pedido formal do Bispo, de acordo com o ordenamento jurídico brasileiro, poderá ser concedido o visto permanente ou temporário, conforme o caso, pelos motivos acima expostos.)

    Ou seja, a autoridade brasileira é quem examina o caso e com base na lei brasileira decide se concede o visto ou não. Oh, quanto privilégio essa Igreja Católica tem…

  102. André Lopes,

    Errado. Na ciência há debates, discussões, se fosse assim haveria sempre 100% de consenso sobre qualquer teoria.

    Debates existem. O que não há, como eu disse, são abstrações filosóficas.

    a posição oficial da igreja não é aceitar a evolução, mas não se posicionar e deixar que cada católico decida por si.

    Ora, é óbvio que qualquer um decide por si só, mas não é este o teor da fala do Papa.
    Ou você sabe mais sobre a posição da ICAR do que o próprio Papa?

    Só te mostrei que há controvérsias, mas claro, isso ofendeu pois é dogma de ateu, vocês não aceitam.

    Não me ofendi. Apenas esclareci o assunto para que nenhum leitor incauto acabasse acreditando na sua desinformação.
    Se estudar um pouco mais perceberá também que ateísmo não se relaciona com evolução. São assuntos totalmente distintos. Não é preciso ser ateu para aceitar a evolução.

    AHAHAHAHHAHA Te desafio a mostrar a entrevista onde ele, com suas próprias palavras disso isso. (…) Isso o Papa Francisco JAMAIS vai dizer.

    Desafio aceito. Dá uma olhada.

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2013/10/1350609-analise-milhoes-de-catolicos-esperavam-por-um-papa-que-falasse-como-francisco.shtml

    http://www.opovo.com.br/app/opovo/mundo/2013/10/03/noticiasjornalmundo,3140223/entrevista-do-papa-abre-debate-sobre-relativizacao-do-dogma-na-igreja.shtml

    http://www.fsspx.com.br/trechos-do-sermao-de-dom-fellay-em-kansas-em-13-de-outubro-de-2013/

    E agora? Vai pedir excomunhão da ICAR?

    Sobre os artigos da lei, eu não tenho tempo de rebater um a um por que eu não sou ateu nem à toa, tenho vida familiar, profissional, etc.

    Claro, Claro.
    Aliás, tem um monte de esclarecimentos que você não tem “tempo” pra dar.
    Nós entendemos.

    Veja só como você é bom de conversa e ruim de compreensão. Você fala em “atribuir a ICAR poderes especiais sobre a concessão de vistos”, ou seja, dá a entender que se eu quiser um visto brasileiro basta ir no Vaticano e pegar um.

    Não dá a entender isso não. É incompreensão e desonestidade sua.
    O fato é que a ICAR terá o privilégio de agir como procuradora (em nome) de qualquer de seus “convidados” junto ao Depto. de concessão de vistos.

    Ou seja, a autoridade brasileira é quem examina o caso e com base na lei brasileira decide se concede o visto ou não. Oh, quanto privilégio essa Igreja Católica tem…

    Privilégio este que outras religiões não têm.
    Além disso, se este privilégio “não é nada de mais”, por que incluir um artigo como este na concordata? Pra encher linguiça?

  103. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu ou na terra (…).

    Esse aí, André Lopes, é o criador da sua superioridade moral, dando uma ordem muito clara.

    Alías, veja quem está na capa do revista Rolling Stones este mes. Vou dar um exemplar para a ssrodrigues.

    Esse aí é você se vangloriando por ter o representante máximo do seu criador aqui na Terra estampado na capa de uma revista totalmente mundana. Um desavisado vai achar que seu deus é o argentino.
    É nessas horas que sempre pergunto: se vocês não têm respeito nenhum pelo seu criador, por que esperam que outros o respeitem?

    Quero a Rolling Stone não, mas já que você está se oferecendo, consegue aí pra mim a edição da Roadie Crew do mês passado? Dei bobeira e como aqui chegam poucos exemplares esgotam-se rapidinho.
    Acho muito mais interessante ler a lista dos cem melhores álbuns de estréia do rock e do metal do que ler qualquer coisa que o papa tenha a dizer.
    Questão de gosto e coerência.

  104. Marcos, ssrodrigues, Greg, MAF, Criaturo:

    Estarei ausente por alguns dias por motivo de viagem, se vier alguma pedrada, não vou poder responder. Aproveitem!

    Criaturo, deixo você como meu representante e defensor da razão e bom senso.

    ssrodrigues: estou te enviando um exemplar da Rolling Stones com o Papa Francisco na capa mais um CD do Padre Marcelo com dedicatória.

  105. Andre

    pensei que você ja estivesse viajando…he..he…he..he..he

    brincadeira, desejo uma boa viajem!

  106. Marcos
    eu sei que o VATICANO É uM EsTaDO , MAS UM ESTADO teocratico ,NAo considero exemplo de estado comum que um chefe como o lula poderia fazer acordos normlmente , o q eles compraram?e o q vederam? qual o comercio? [e neste sentido que estou falando

  107. Greg,

    Você tem razão em perceber o absurdo que é este acordo. O Vaticano tem status de Estado, mas sua própria existência se fundamenta unicamente na religião.
    Mais absurdo ainda é o fato de poucas pessoas perceberem isso.

    O “produto” que o Vaticano comprou (do PT) foi o “apoio estatal brasileiro” para poder ampliar e estabelecer sua supremacia religiosa.
    A “moeda” utilizada pelo Vaticano para pagar por este produto foi o apoio político de seu rebanho (ao PT).

    Formalmente, aquilo que se mascara como um acordo entre Brasil e Vaticano, é na prática um “comércio” entre PT e Vaticano, sem a menor sombra de benefício para o Brasil enquanto nação.

  108. Marcos e Greg

    Os católicos têm um pescoço bem flexível quando se trata de olhar para outro lado na hora de fazer acordos com gente de índole questionável. Afinal o próprio Estado do Vaticano surgiu de um acordo com o ditador Benito Mussolini, o Tratado de Latrão.
    Aliás a história que precede o Tratado de Latrão mostra que a igreja católica só recentemente, em termos históricos, e na marra abriu mão de ser um poder político governante. Até 1870 o papa governava uma parte significativa do território italiano.
    De modos que a existência do Vaticano não se fundamenta apenas na religião, Quando o rei Vítor Emanuel finalmente unificou a Itália, o papa Pio IX declarou-se prisioneiro do poder laico e se encafurnou no Vaticano, isso por que a igreja perdeu uma parte significativa de território, e consequentemente de poder de mando e o papa não quis se submeter ao novo poder.
    A igreja só fez isso 59 anos depois da unificação sob a condição de receber uma polpuda indenização por parte do Estado italiano, devido a essas perdas territoriais. Além de ter a religião católica declarada como religião oficial do Estado.

  109. Rodrigues,

    a existência do Vaticano não se fundamenta apenas na religião, Quando o rei Vítor Emanuel finalmente unificou a Itália, o papa Pio IX declarou-se prisioneiro do poder laico e se encafurnou no Vaticano, isso por que a igreja perdeu uma parte significativa de território, e consequentemente de poder de mando e o papa não quis se submeter ao novo poder.

    Obrigado pelo esclarecimento.
    Eu sabia por alto que se tratava de um acordo político, mas não quis acusar nada sem saber dos detalhes.

  110. Esse pseudo Andre Lopes desconfio que seja um tal de tierno , se for este cara é um doente psicotico com religião . Mas só desconfio . E fiquei sem respostas.

  111. Engraçado é um teísta querer debater sobre a existência dos deuses de maneira científica , já que a composição que constitui o tal Deus deles é totalmente impossível de ser observada. Pois ele é um deus imaterial , atemporal , aespacial , como eles chegaram a isso eu não sei , mas sendo assim , com estas características , ele só pode ser feito de imaginação e jamais poderá ser trazido para dentro dos métodos científicos , a começar pelo fato de ser imaterial , sem matéria , neste caso nos métodos científicos que conhecemos fica muito difícil fazer qualquer coisa a respeito disso.

  112. Ateu Atento

    Não seria a primeira vez que alguém se faz passar por outra pessoa aqui.

    Achei sua observação a propósito de os teístas pretenderem debater cientificamente o deus deles, dadas as características com que eles definem esse deus, muito bem colocada.

  113. Marcos:

    Demorei para responder por que estava viajando. Sobre o nosso ‘desafio’ sobre o que disse o Papa Francisco. Link abaixo mostra que a mídia se apressou em tirar conclusões sobre as quais o próprio Papa está desmentindo:

    http://www.ncregister.com/daily-news/journalist-pope-concerned-about-misunderstanding-of-la-repubblica-interview/

    O Papa não revogou nada da doutrina da igreja, a visão de que ‘o bem está dentro de cada um, façamos o que nossa consciência manda’ não é do cristianismo e dúvido que o Papa quis dizer isso. Se ele realmente falou algo com essas palavras, só posso interpretar que eles se referia a algo assim ‘mesmo os não cristãos, se se esforçarem para fazer o bem, ainda que no seu entendimento, o mundo seria melhor’, o que é bem diferente de dizer que o bem cada um de nós define como quisermos.

  114. Ateu Atento:

    Não sou outra pessoa não, inocentemente desde o início acabei utilizando o meu nome. Pensando tem, seria melhor o codinome “Teísta Atento”, mas agora já foi.

    Se você quiser debater teísmo vs ateísmo de forma científica e filosófica, estou aberto. Mas prepare-se para apresentar as suas razões científicas e filosóficas do porquê Deus não existe. Já cansei de debater com ateu que no fim só sabe criticar os meus argumentos e não tem nada para mostrar.

    Já adianto também que uma resposta do tipo ‘por que não há nada que prove, nada a observar, ouvir, cheira, portanto não existe’ não me convencerá. Eu te pergunto então se podemos concluir que ETs não existem usando essa linha de raciocínio.

    Para os que entendem inglés, há um programa muito bom nos EUA que periodicamente discute o ateísmo. É um programa católico e eles convidam ateus para ligarem e fazerem suas perguntas, o tema é discutido de forma civilizada e racionalmente. O programa pode ser ouvido online ou baixado em forma de Podcast:

    http://www.catholic.com/radio/shows/why-are-you-an-atheist-8902

    Aqui a lista dos outros programas sobre o tema:

    http://www.catholic.com/radio/shows/browse/all/all/Trent%20Horn/all?page=1

  115. Andre Lopes,

    Link abaixo mostra que a mídia se apressou em tirar conclusões sobre as quais o próprio Papa está desmentindo

    A mídia reproduziu a fala do papa de forma literal e o fato de ele alegar ter sido mal interpretado apenas confirma que ele realmente disse estas palavras.
    Você há de convir que, se houve mal entendido, a culpa foi do papa e não da mídia.
    Tanto é assim que você mesmo não acreditou que ele tivesse dito isto, ou seja, sua interpretação foi a mesma da mídia.

    O Papa não revogou nada da doutrina da igreja,

    Eu não disse que renovou a doutrina. Eu até admiti que o termo “dogma” não era o adequado no contexto, mas é inegável que a fala do papa exprime uma certa relativização da moral católica.

    Se ele realmente falou algo com essas palavras

    Ele proferiu estas palavras e este fato é indiscutível. O curioso é que no link que você postou o papa não desfaz o “mal entendido” pessoalmente, só manda recado.

    só posso interpretar que eles se referia a algo assim ‘mesmo os não cristãos, se se esforçarem para fazer o bem, ainda que no seu entendimento, o mundo seria melhor’, o que é bem diferente de dizer que o bem cada um de nós define como quisermos.

    Interessante. Não vejo diferença significativa entre a sua fala e a do papa. Ambos relativizaram a moral católica.
    O papa diz que cada um tem uma visão de bem e mal, e deve seguir o bem e fugir do mal.
    Você diz que cada um deve fazer o bem, ainda que no seu entendimento.
    Qual a diferença?

  116. Já cansei de debater com ateu que no fim só sabe criticar os meus argumentos e não tem nada para mostrar.

    Até onde eu me lembro eu passei uma lista com alguns argumentos que apontam para uma quase certa inexistência de deus e você ainda não tinha “tido tempo” para analisar.
    Estou aguardando.

  117. Marcos:

    sobre as razoes para o ateísmo, o que me lembro é que você criticou as 20 razoes para a existência de Deus que eu sugeri e qdo eu lhe perguntei quais são as suas, você respondeu que ateus não precisam provar a não existência de algo.

    Pode fazer a gentileza de enviar novamente?

    A única vez que eu disse não ter tempo foi qdo eu fui viajar a semana passada. Acho que após algumas discussões que tivemos, você já tivesse notado que eu não fujo de uma discussão com você.

  118. Marcos:

    Interessante. Não vejo diferença significativa entre a sua fala e a do papa. Ambos relativizaram a moral católica.
    O papa diz que cada um tem uma visão de bem e mal, e deve seguir o bem e fugir do mal.
    Você diz que cada um deve fazer o bem, ainda que no seu entendimento.
    Qual a diferença?

    O que eu quis dizer é que uma coisa é dizer: o seu entendimento do que é o bem, ainda que seja diferente da minha, pode fazer o mundo melhor. Isso o Papa pode ter dito.

    O que eu digo que ele NAO disse, é que cada um de nós temos uma visão do bem, e tudo bem, o bem não é algo objetivo, mas sim relativo a cada um. Isso ele JAMAIS vai dizer por que contraria a doutrina católica.

  119. André Lopes

    Essa fala do papa me despertou um eco, agora lembrei. Ela faz parte de uma entrevista que ele concedeu a um jornalista ateu, motivada por uma carta aberta que o ateu, me parece que um editor do jornal, tinha publicado. Ele realmente disse isso. Me lembrei também que o Vaticano desautorizou essa fala do papa.
    Para ter certeza fui pesquisar, então você está enganado na sua certeza, olha só:

    Santitá, esiste una unica visione del bene? E chi la stabilisce?

    Ciascuno di noi ha una sua visione del bene e anche del male. Noi dobbiamo incitarlo a procedere verso quello che lui pensa sia il bene

    Palavras textuais. Se quiser conferir,aí vai o link do La Repubblica

    http://www.repubblica.it/cultura/2013/10/01/news/papa_francesco_a_scalfari_cos_cambier_la_chiesa-67630792/

  120. ssrodrigues:

    Digamos que ele falou isso, o importante é se ele confirma ou não a interpretação da imprensa. O Vaticano se disse preocupado com as interpretações, a doutrina católica acredita na verdade objetiva, ou seja, essa coisa de ‘a minha verdade’ e ‘a sua verdade’, é coisa de new age… não de cristão. Não se enganem, ele não desfalou nada sobre o doutrina católica, é só uma questão de estilo. Doutrinariamente ele e o Bento são iguais.

  121. André Lopes

    Que confirmação? A fala é tão direta como se ele estivesse dizendo “eu quero um copo d’água”. Mas eu entendo. A palavra-chave aqui é
    interpretação, né? Como em:

    Matai dentre as crianças todas do sexo masculino e matai toda mulher que coabitou com algum homem, deitando-se com ele. Porém todas as meninas e as jovens virgens, deixai-as viver para vós (Números 31: 17,18)

    É indispensável “interpretar” algumas falas, seja do Deus Perfeição, seja do papa infalível. Sem isso não dá para manter a fé.
    Ou pode ser também uma “questão de estilo”.
    Eu entendo.

  122. Shirley

    A não ser pelas exceções que só o cristão pode apontar, o AT não tem mais nenhuma validade, e o Deus descrito nele está morto e enterrado. Para o cristão, a Bíblia é o Novo Testamento, e Deus é um Papai Noel com poderes ilimitados, apesar de nunca usá-los para coisas minimamente úteis.

    É como eu digo sempre: o deus dos cristãos é Jesus. E o pai dele, de Jesus, é um Deus que não aparece na Bíblia.

  123. ssrodrigues:

    Qual a sua tese aqui? Se o papa diz que não disse algo, que foi mal interpretado, mas você insiste que ele disse sim, a tese é de que ele pensa algo, disse num momento de sinceridade mas agora tem medo de reafirmar?

  124. Barros

    Sim, mas pessoalmente eu estou interessada em observar até onde os cristãos estão dispostos a ir na questão. Que eliminaram Deus da crença é fato, só que ficam com um problema e tanto atravancando o caminho. Seria bem mais fácil inventarem outra origem para o Jesus se não existissem coisas como os criacionistas, já que disposição para entortar o cérebro não falta, por parte dos crentes de Jesus. Aliás, não seria de duvidar que daqui a poucas gerações se estabeleça um conflito sério entre eles e os criacionistas, sobre criação do mundo, paternidade de Jesus, essas coisas.

    P.S.: Não estou dizendo que criacionistas não entortam o cérebro eles por enquanto estão ocupados fazendo isso sobre a origem do universo.

  125. André Lopes

    Por falar em entortar o cérebro. Não foi o papa quem se desmentiu, o Vaticano é quem fez isso por ele e eu já escrevi isso aqui.
    Se o papa tivesse dito que não disse o que disse, seria um puta dum mentiroso, já que suas palavras foram tornadas públicas ipsis litteris.
    E quer saber? Eu só estava pondo os pingos nos ii, pra mim tanto faz que o papa diga ‘a’ ou ‘b’, eu não vivo minha vida preocupada com o que ele pensa.

  126. Ssrodrigues:

    O Vaticano nao desmentiria nada sem a anuencia do Papa. Concordo, acho o debate “disse vs nao disse” perda de tempo.

  127. Andre Lopes,

    sobre as razoes para o ateísmo, o que me lembro é que você criticou as 20 razoes para a existência de Deus que eu sugeri e qdo eu lhe perguntei quais são as suas, você respondeu que ateus não precisam provar a não existência de algo.
    Pode fazer a gentileza de enviar novamente?

    O fato de você pedir novamente argumentos já apresentados significa claramente que não tem real interesse em analisar opiniões opostas a sua. Ou seja, seu interesse por argumentos é só da boca pra fora.
    Mas tudo bem. Vou refrescar sua memória.

    Em 23/01/14 (O Paradoxo do Anus de Cristo – fim)

    (Criaturo) – Quais seriam suas evidências que dão sentindo a inexistência divina ? as idéias furadas do Aquino, navalha de occam , contradições biblicas, achismo próprio ?

    (Marcos) – Estes são alguns exemplos, mas não os únicos.

    (Criaturo) – Continuo sendo todo “olhos”, mas por enquanto só me resta aguardar por um nível melhor de debate.

    (Marcos) – Você sequer invalidou seus próprios exemplos, como navalha de occam e contradições bíblicas (…).
    (…) Por que não começa por aí?

    (Marcos) – Para mantê-lo entretido posso te adiantar outros como o argumento do “deus das lacunas”, o argumento da “não revelação divina”, o argumento da pessoalidade de deus, do paradoxo da onipotência, do dilema de eutifron, das contradição das características divinas, da incompatibilidade entre as diversas religiões, do ateísmo prático.

    (Marcos) – Reitero que não se trata de “prova”, pois deus não é um assunto da ciencia (…) Sempre preferi o termo “evidencia suficiente”.

    (Marcos) – Trata-se de evidências no sentido de indícios fortes e racionais a favor da inexistência (ou mesmo irrelevância) de deus, frente à falta de evidências em contrário.

    (Marcos) – Tem mais alguns. Vai brincando com esses aí, depois me chama.

    (Andre) – As minhas evidências eu já mostrei e você já analisou. Agora aguardo as suas para que eu possa analisar.

    (Marcos) – Meu comentário para o Criaturo tem um passatempo. Pode pegar lá alguns argumentos.

    Desde então você simplesmente ignorou meus argumentos e mudou para o tema “base moral do ateísmo”.
    Você não parece dar muita importância para argumentos. Talvez esteja muito ocupado dando atenção apenas a idéias que lhe agradam.

  128. Andre Lopes,

    O que eu quis dizer é que uma coisa é dizer: o seu entendimento do que é o bem, ainda que seja diferente da minha, pode fazer o mundo melhor.

    Isso não melhorou o seu caso. Continua relativizando o padrão de “bem.
    Significa que meu entendimento do que é bem pode fazer o mundo melhor, mesmo sendo diferente do catolicismo. Ou seja, a moral católica não é absoluta.

    O que eu digo que ele NAO disse, é que cada um de nós temos uma visão do bem, e tudo bem, o bem não é algo objetivo, mas sim relativo a cada um. Isso ele JAMAIS vai dizer por que contraria a doutrina católica.

    Não sei se notou mas foi exatamente isso que ele disse e que você repetiu por duas vezes tentando consertar e nem percebeu.

    Digamos que ele falou isso, o importante é se ele confirma ou não a interpretação da imprensa.

    Curioso. Falar ele fala pessoalmente, mas para corrigir ele manda recado por terceiros.

    O Vaticano se disse preocupado com as interpretações, a doutrina católica acredita na verdade objetiva, ou seja, essa coisa de ‘a minha verdade’ e ‘a sua verdade’, é coisa de new age… não de cristão.

    O Vaticano tem andado preocupada com algumas declarações e com a postura menos formal do novo papa.
    Na minha opinião ele está adotando uma nova estratégia de marketing que vai atrair os mais jovens e diminuir a dissidência, mas se ele não está de acordo com o entendimento da ICAR talvez devessem excomungá-lo.

  129. Marcos:

    Se você não entendeu até agora o que eu disse, azar o seu companheiro. Não adianta você vir brincar de advogadozinho jovem engajado e tentar plantar na minha boca contradições. Já passei dessa fase faz tempo. Eu não vou perder mais o meu tempo com você neste assunto do Papa, acho que vocês estão preocupados demais com algúem que não significa nada para vocês.

    Sobre outra pérola sua:

    …mas se ele não está de acordo com o entendimento da ICAR talvez devessem excomungá

    Primeiro confirma que realmente você não entendeu até agora o que estou tentando explicar. Segundo, revela uma ignorância sem tamanho da doutrina católica, pois quem excomunga é o Papa, portanto não tem esse de “devessem” excomungá-lo.

  130. Marcos:

    (Marcos) – Para mantê-lo entretido posso te adiantar outros como o argumento do “deus das lacunas”, o argumento da “não revelação divina”, o argumento da pessoalidade de deus, do paradoxo da onipotência, do dilema de eutifron, das contradição das características divinas, da incompatibilidade entre as diversas religiões, do ateísmo prático.

    Vamos lá então doutor. Só que, para começar, você vai ter que EXPLICAR o seu argumento, não só vomitar o título de cada um deles. E façamos o seguinte, como eu tenho vida familiar e profissional, eu não posso perder muito o meu tempo com você. Então eleja o seu MELHOR argumento, explique-o decentemente e deixe-me debater como você.

    Pronto, agora vai lá pensar um pouco.

  131. O Vaticano nao desmentiria nada sem a anuencia do Papa.

    Entendi. O papa é um covarde então. Primeiro ele escreve uma carta ao um jornalista ateu na qual diz que cada um de nós tem uma visão do que seja bem e mal e cabe incentivar que cada qual faça o bem de acordo com isso, e que tal coisa deveria ser bastante par tornar o mundo um lugar melhor. Depois, numa entrevista com esse mesmo jornalista ele faz questão de dizer que confirma essas palavras, sabendo que a entrevista será publicada.
    Quando vem a repercussão negativa por parte dos fiéis ele se esconde atrás do porta-voz do Vaticano para negar o que por duas vezes afirmou.

    Mas sabe o que estou achando muito instrutivo? A forma como ocorre a adulteração da história. Por irrelevante que seja, o papa realmente disse aquelas coisas, mas desagradou meio mundo então meio mundo se põe a reescrever o acontecido. Isso nesta nossa época, em que as coisas ficam registradas. Imagine como era no tempo em que Deus cagava no mato.

  132. ssrodrigues:

    Que tal deixarmos de lado a questão do cristianismo, você pode pensar o que quiser dele e de sua bíblia. Vamos examinar a questão da existência ou não de um criador inteligente. Qual o seu melhor argumento (ou 2-3 melhores argumentos) para crer que esse universo, no qual nos incluímos, é fruto do acaso?

  133. André Lopes,

    Se você não entendeu até agora o que eu disse, azar o seu companheiro.

    Não vejo como azar, pois não tenho interesse na opinião do papa ou na sua, mas o fato é que você repetiu a mesma idéia da fala do papa só mudando a ordem de algumas palavras. Alega haver outra interpretação mas não consegue demonstrar o sentido correto do discurso.

    quem excomunga é o Papa, portanto não tem esse de “devessem” excomungá-lo.

    Se você não entende uma pequena ironia, então tem alguma deficiência cognitiva.

    você vai ter que EXPLICAR o seu argumento, não só vomitar o título de cada um deles.

    Interessante. Para me apresentar seus preciosos 20 argumentos você faz um crtl+c / ctrl+v de um site em inglês, de modo que se eu não tivesse conhecimento prévio do idioma teria que “aprender” primeiro para depois discutir o assunto.
    Já quando se trata de você, eu sou obrigado a descrever os argumentos detalhadamente pois você não quer se dar ao trabalho de pesquisar rapidamente o assunto.
    Esta diferença de critérios demonstra claramente que você não tem interesse verdadeiro para analisar argumentos que não lhe agradam. Este interesse é o mínimo necessário para debater com honestidade algum assunto.
    Mas tudo bem, se sua preguiça é tanta eu explico.

    Então eleja o seu MELHOR argumento, explique-o decentemente e deixe-me debater como você.

    Como eu já disse e você insiste em ignorar, minha conclusão se baseia em um conjunto de argumentos, e não acho que um seja melhor do que os outros, mas já que temos que começar por algum lugar vamos pelo primeiro.

    O argumento do deus das lacunas é a observação do fato de que desde o início das civilizações, inúmeros eventos e fenômenos naturais eram atribuídas a deus. Com o avanço do conhecimento humano e com o desenvolvimento do método científico, estes fenômenos foram sendo demonstrados como sendo puramente naturais, não sendo originados por intervenção divina.
    Ou seja, fica evidente que a desculpa “deus” ocupa tão somente as lacunas do conhecimento humano, que estão cada vez menores. Como diria Neil deGrasse Tyson, a cada dia deus se torna um bolso cada vez mais vazio.
    Esta constatação é um forte indício de que o deus, inicialmente imaginado como autor de todas estas coisas, quase que com certeza não existe realmente.

  134. André Lopes

    O fato de sermos parte de um conjunto de eventos que resultaram no que chamamos de universo, isso que vocês denominam “acaso”é algo que incomoda muito à maioria das pessoas. Não me incomoda. Bem provavelmente esse universo originou-se do evento chamado Big Bang; o que teria dado origem a ele não sei, e o resto da humanidade também não.

    Agora, você precisa decidir se quer um criador do universo, ponto. Ou se quer um criador inteligente. No segundo caso a coisa complica muito.
    Admitamos por um momento que o universo tenha um criador e que esse criador tem alguma espécie de inteligência. Pelos fatos disponíveis, teremos que admitir que essa inteligência é de um tipo bastante inepto.
    Vou deixar você pensando no nosso sistema solar, para ver se consegue perceber do que estou falando.

  135. Marcos:

    Já quando se trata de você, eu sou obrigado a descrever os argumentos detalhadamente pois você não quer se dar ao trabalho de pesquisar rapidamente o assunto.

    Errado. Eu aceito que você use crtl+v também, porém tem que me apresentar algo, eu tenho que saber qual o seu entendimento, não posso basear a minha análise num título seu e depois no que EU achar sobre o assunto. Você tem que me dar o conteúdo a ser analisado. Isso é elementar em qualquer discussão, mas vou dar um desconto para você.

    Como eu já disse e você insiste em ignorar, minha conclusão se baseia em um conjunto de argumentos, e não acho que um seja melhor do que os outros, mas já que temos que começar por algum lugar vamos pelo primeiro.

    Como eu disse, pegue o seu melhor argumento, se eu já de cara responde-lo, poucas as chances você tem de se dar bem com os outros argumentos. Se o nosso debate estivesse sendo publicado na pagina principal do blog talvez eu investisse mais do meu tempo, mas só para você, sinto muito, tenho mais o que fazer.

    Sobre o seu Argumento das Lacunas, que em resumo diz que o que não podemos explicar, atribuímos a Deus, ou seja, Deus preenche as lacunas do nosso conhecimento.

    Esse argumento pressupõe equivocadamente que teístas creem em Deus única e exclusivamente pelo fato de não conseguir explicar fenômenos naturais. Os vários argumentos como o do ajuste fino do universo, o de que nada vem do nada, da primeira causa, da moralidade objetiva, etc, parte ‘do que sabemos’ e nos levam a conclusão de que deve haver um criador.

    Esse argumento das lacunas é um dos mais fraquinhos, achei que você viria com coisa melhor.

  136. ssrodrigues:

    Admitamos por um momento que o universo tenha um criador e que esse criador tem alguma espécie de inteligência. Pelos fatos disponíveis, teremos que admitir que essa inteligência é de um tipo bastante inepto

    Acho que a natureza é fantástica e mesmo doenças, virus, são mostras de uma inteligência inerente. Mas admitamos por um momento que o universo é imperfeito, você crê que a imperfeição já significa ausência de um criador? Não podemos pensar em outra hipóteses, ex. 1) Deus tem motivos para criar o que na nossa percepção é imperfeição 2) Deus criou um universo imperfeito por vontade ou por incompetência, ainda assim houve um criador.

  137. André Lopes,

    Esse argumento pressupõe equivocadamente que teístas creem em Deus única e exclusivamente pelo fato de não conseguir explicar fenômenos naturais.

    Tem razão em pedir explicações. Se com elas você já faz inferências erradas como essa imagine sem elas.
    O argumento não pressupõe uma razão única para os teístas acreditarem em deus. Ele apenas constata de que UM DOS fatores que, desde o principio da existência humana, mais instigou a crença em deus, vem sendo obrigado a se encolher cada vez mais.

    Os vários argumentos como o do ajuste fino do universo, o de que nada vem do nada, da primeira causa, da moralidade objetiva, etc, parte ‘do que sabemos’ e nos levam a conclusão de que deve haver um criador.

    Não estamos discutindo a crença dos teístas, mas sim a descrença dos ateus. Tá lembrado?

    Num primeiro momento: pouco conhecimento (ou conhecimento nenhum) = mais deus;
    Num segundo momento: mais conhecimento = menos deus.
    Esta linha de raciocínio simples, básica e lógica se repetindo sempre que a barreira do conhecimento é empurrada aponta no sentido da inexistência ou irrelevância de deus.
    Para tentar de fato refutar este argumento você precisa demonstrar que este não aponta no sentido que estou afirmando.

    Mais algumas observações para evitar desonestidade intelectual:
    1 – Há muito tempo concordamos que não estamos tratando de provas, mas de evidências no sentido de indícios.

    2 – Assim como não há uma razão única para crer pelo lado dos teístas, a descrença dos ateus também se embasa num conjunto de argumentos.

    Esse argumento das lacunas é um dos mais fraquinhos, achei que você viria com coisa melhor.

    Se este que é um dos mais fraquinhos você não respondeu a contento, que dirá dos mais fortes.

  138. Marcos,

    Entao deixa eu ver se entendi: o seu melhor argumento para a inexistencia de Deus se baseia no fato que no passado atribuiu-se a Deus coisas que eram naturais. Portanto, e necessariamente, o mesmo ainda ocorre hoje. Com que certeza isso ocorre hoje? Qual a premissa que leva necessariamente a essa conclusao?
    Sobre as vezes que a ciencia errou no passado, devo concluir que a ciencia nao tem metodos confiaveis?
    Nem vamos entrar na discussao que seu argumento nao ataca de frente a questao da inexistencia de Deus.

  139. André Lopes,

    Entao deixa eu ver se entendi: o seu melhor argumento para a inexistencia de Deus se baseia no fato que no passado atribuiu-se a Deus coisas que eram naturais. Portanto, e necessariamente, o mesmo ainda ocorre hoje.

    Não, você ainda não entendeu direito o funcionamento do argumento.

    Mas o que você disse é fato. O avanço do conhecimento humano continua, ainda hoje, empurrando a desculpa “deus” cada vez mais para o canto da sala.

    Com que certeza isso ocorre hoje? Qual a premissa que leva necessariamente a essa conclusao?

    Com o mesmo grau de certeza que a ciência nos oferece.
    A premissa é a já apresentada e acho desnecessário repetir.
    Desde os primórdios, a idéia de deus vem se mostrando, paulatinamente, cada vez mais desnecessária e irrelevante para explicar os “mistérios” do mundo. Caminhando neste sentido é possível projetar um futuro onde simplesmente não haja mais sombra ou lacuna para deus se esconder.

    Sobre as vezes que a ciencia errou no passado, devo concluir que a ciencia nao tem metodos confiaveis?

    Claro que não. O fato de a ciência permitir a descoberta de falhas em hipóteses é justamente o que a faz tão confiável. Se a ciência não oferecesse possibilidade de falseabilidade, ela seria religião e não ciência.

    Nem vamos entrar na discussao que seu argumento nao ataca de frente a questao da inexistencia de Deus.

    Existem duas falhas básicas no seu entendimento do argumento:

    1º – Você imagina que o argumento deve funcionar isoladamente, sem se somar a outras evidencias. Se isso fosse verdade, seria uma “prova” e não uma “evidência”. Já falamos sobre isso.

    2º – Você está misturando “validade” do argumento com “força” do argumento. Meu argumento é perfeitamente válido, embora você o ache insuficiente para determinar que deus não existe. Posso até concordar que a “força” do argumento é insuficiente, mas a força da conclusão se encontra na soma dos argumentos.

  140. Marcos:

    Começamos a discussão onde você iria me dar o seu MELHOR argumento a favor da não existência de Deus. E você veio com o infantil argumento de que no passado atribuimos a Deus a causa de fenômenos naturais e que isso, por sí só, GARANTE que todos os fenômenos inexplicáveis hoje e no futuro serão explicados pela ciência. Você está pedindo que eu tenha fé na ciência???

    A premissa de que fenômenos da natureza (incluindo o Big Bang) têm SEMPRE uma explicação natural sem a possibilidade de intervenção de um criador externo simplesmente não se sustenta do ponto de vista filosófico e científico. O seu argumento simplemente prova que fenomenos no passado, i.e. um eclipse lunar, foram considerados sobrenaturais e que hoje sabemos ser fenomenos naturais. Parou aí. Se quiser extrapolar as conclusões já morreu pela boca.

    Portanto, seu argumento não passa nem no primeiro teste, sem contar que mesmo que fosse válido, somente revelaria uma incompetência dos seres humanos, e não a inexistência de Deus.

    Mas estou aberto a ouvir sua retórica, me explique como o seu argumento tem a NECESSÁRIA conclusão lógica que todos os fenômenos observáveis hoje e no futuro sempre terão uma explicação natural.

  141. André Lopes

    Deus tem motivos para criar o que na nossa percepção é imperfeição

    Nesta sua hipótese, Deus é um ser que está além de nossa capacidade de compreensão; é irrelevante para nossa existência, ainda mais considerando que além de incognoscível, é ausente.

    Deus criou um universo imperfeito por vontade ou por incompetência, ainda assim houve um criador

    Se foi por vontade, ele é indiferente às consequências, sendo então inútil.
    Se foi por incompetência, mais inútil ainda.

  142. ssrodrigues:

    Ok, vamos supor que os seus argumentos estejam corretos para seguirmos em frente. Você fala de um Deus inútil, ausente, etc, mas não ví você falar de um Deus inexistente.

  143. Andre Lopes,

    Começamos a discussão onde você iria me dar o seu MELHOR argumento a favor da não existência de Deus.

    Começamos não. Você começou.

    (…) e que isso, por sí só, o futuro GARANTE que todos os fenômenos inexplicáveis hoje e no futuro serão explicados pela ciência.

    Quem falou que garante?
    Você é que está criando um espantalho para nao precisar refutar o argumento.

    Você está pedindo que eu tenha fé na ciência???

    Quem falou em fé? Desde quando ciência precisa de fé? Parece que não leu uma linha do que escrevi.

    A premissa de que fenômenos da natureza (incluindo o Big Bang) têm SEMPRE uma explicação natural sem a possibilidade de intervenção de um criador externo simplesmente não se sustenta do ponto de vista filosófico e científico.

    Quem falou em “sempre”? Tente ler de novo.

    O seu argumento simplemente prova que fenomenos no passado, i.e. um eclipse lunar, foram considerados sobrenaturais e que hoje sabemos ser fenomenos naturais.

    Está quase lá. Agora repita este processo para cada descoberta científica já feita desde o primeiro contato com trovões, passando pela Evolucao até as mais modernas descobertas da genética. Se projetar isso para o futuro o resultado esperado (não garantido) será a irrelevância de deus.

    Se quiser extrapolar as conclusões já morreu pela boca.

    Por que?

    me explique como o seu argumento tem a NECESSÁRIA conclusão lógica que  os fenômenos observáveis hoje e no futuro terão uma explicação natural.

    Leia de novo o argumento e os esclarecimentos. Está tudo aí e você finge não ver.
    Se você testemunha um fenômeno se repetir milhões de vezes em determinadas condições, a tendência lógica é prever que vai continuar acontecendo naquelas condições.
    Não se trata de “garantia”, mas se não tiver a honestidade para esquecer a idéia de “prova” não vamos sair do lugar.
    Mas acredito que é exatamente o que você quer, não é?

  144. André Lopes

    Vamos por um pouco de ordem nessa bagunça.
    É possível haver/ter havido um criador do que conhecemos como universo? Tudo é possível, embora nem tudo seja provável. Na hipótese de haver/ter havido um criador, só para começar, teríamos que lidar com a questão da origem desse criador e com a questão que diz respeito a que tipo de ente daria origem a outro capaz de produzir galáxias e o resto. E que tipo de ente daria origem ao ente que deu origem ao criador do universo…
    Assumir simplesmente que esse criador do universo seria atemporal, eterno, é escapismo de mentes preguiçosas e/ou medrosas.

    Agora, o ente que designa o deus das religiões – todas elas – esse definitivamente só existe como produto da imaginação das pessoas.

  145. ssrodrigues:

    Então você admite a possibilidade da existência de um ente criador do universo. Seria você mais agnóstica que ateia? E quando você diz que é possivel, mas talvez não provável, o que te leva a crer que nosso universo é fruto do acaso? Voltei a pergunta inicial. É que na minha opinião o universo tem um ajuste fino de ordem milimétrica, e é mais improvável que provável que o acaso tenha permitido a inteligência no universo, e ainda nem temos certeza se somos os mais inteligentes, eu arriscaria dizer que não.

  146. Marcos,

    Então o seu MELHOR argumento, nas suas próprias palavras, tem força insuficiente, não garante sua aplicabilidade, e nem tem validade permanente.

    E além de tudo é inútil, pois como explicado o teísta parte do conhecido para concluir pela existência de Deus.

    Valeu a tentativa, mas acho que você precisa estudar mais. Volte para os livros e quem sabe no futuro eu te conceda uma revanche.

  147. André Lopes

    Primeiro: Sou definitiva, completa e indubitavelmente ateia de toda a sorte de criaturas míticas envoltas em misticismo, como são todos os deuses, qualquer nome que tenham: Alá, Javé, Jesus, Shiva, Brahma, etc. e ad nauseam.
    São todos fruto da ignorância, da bestialidade, arrogância, autoritarismo, crueldade, maldade, medos, capacidade de manipular e mentir, do ser humano. Penso que se o cérebro humano alguma vez foi capaz de defecar, foi quando criou essas coisas. A fé na existência desses entes torna o ser humano muito pior do que poderia ser.

    Segundo: eu não “creio” em nada. Eu sou tão cética que chego ao ponto do cinismo. Nem mesmo acho que crentes de fato creiam nessas excreções mentais chamadas deuses. Usam-nos como muletas convenientes, para os mais variados propósitos.

    Terceiro: quando falo sobre a possibilidade da existência de algum tipo de criador, não estou admitindo que é possível que exista sob o conceito de crença. O que admito é que se em algum momento de minha existência fossem obtidos conhecimentos que levassem à probabilidade de existência desse hipotético criador, eu aceitaria isso como a probabilidade que seria. Nem mais nem menos.

  148. Shirley

    olha so que cover otimo do Dio = ums dos melhores covers que ja vi

    bem que Deus podia existir né Shirley, assim o Dio estaria fzendo otimos shows la IN HELL!!! hehehehehehehe

  149. André Lopes,

    Então o seu MELHOR argumento, nas suas próprias palavras, tem força insuficiente, não garante sua aplicabilidade, e nem tem validade permanente.

    Você não lê meus comentários para responde-los.
    Desde o início eu disse não haver um argumento melhor do que o outro. É você que insiste nesta imbecilidade.
    Quanto à força insuficiente e garantia dos resultados, desde o início eu disse que concordo.
    No entanto, você deve admitir que o argumento e tem “validade lógica”, apesar de não ter “força” para determinar “sozinho” que deus não existe.

    E além de tudo é inútil, pois como explicado o teísta parte do conhecido para concluir pela existência de Deus.

    Errado. O teísta parte justamente do desconhecido para concluir a existência de deus.

    Valeu a tentativa, mas acho que você precisa estudar mais. Volte para os livros e quem sabe no futuro eu te conceda uma revanche.

    Se você prefere fugir a argumentar, é uma prerrogativa sua.
    Só não ache que teve sucesso em refutar o argumento. Você só engana a si mesmo.

  150. ssrodrigues,

    Nem mesmo acho que crentes de fato creiam nessas excreções mentais chamadas deuses. Usam-nos como muletas convenientes, para os mais variados propósitos.

    Você tem toda razão.
    Esta é a base do meu argumento do ateísmo prático.
    A crença da maioria dos teístas se restringe ao discurso. As ações e atitudes seguem a moral secular, da mesma forma que os ateus.

  151. Marcos:

    Então quando os evangélicos são contra casamento gay eles estão seguindo a moral secular?

  152. Marcos:

    Desde o início eu disse não haver um argumento melhor do que o outro. É você que insiste nesta imbecilidade

    Sei, então no planeta do Marcos ganha quem tem mais argumentos, a gente conta os argumentos e pronto. Não há argumento melhor que o outro… e eu que pensava que ateus entendiam um pouco de argumentação, mas não vou extender meu juízo de valor a toda a classe, seria injusto.

    Errado. O teísta parte justamente do desconhecido para concluir a existência de deus.

    Errado você. Quando eu parto dos fatos conhecidos como o ajuste fino do universo ou o Big Bang, eu NÃO estou partido do desconhecido.

    Se você prefere fugir a argumentar, é uma prerrogativa sua.
    Só não ache que teve sucesso em refutar o argumento. Você só engana a si mesmo.

    Eu sabia que você ia vir com essa. Eu quero parar de bater e você pede para apanhar mais. Como eu disse, meu tempo vale mais e se você não se convenceu da escachapante derrota, pouco me importa.

  153. Greg:

    Gostei do crucifixo do Black Sabbath, parecem ser pessoas de fé…

  154. Marcos
    Num primeiro momento: pouco conhecimento (ou conhecimento nenhum) = mais deus;
    Num segundo momento: mais conhecimento = menos deus.
    Esta linha de raciocínio simples, básica e lógica se repetindo sempre que a barreira do conhecimento é empurrada aponta no sentido da inexistência ou irrelevância de deus.

    Todo animal “irracional” não tem nenhum conhecimento de Deus ….. logo , em todo ser onde é retirado o conhecimento de Deus, tende a irracionalidade, ateísmo não é outra coisa se não ausência da razão Deus

  155. Marcos
    a ciência humana continua criando rodas observando o formato da lua, não passamos de crianças aprendendo movimentar e encaixar as peças ja existente dentro do lego divino.
    Descobrir a razão Deus é o natural da ciência.

  156. André Lopes,

    Então quando os evangélicos são contra casamento gay eles estão seguindo a moral secular?

    Na maioria das vezes sim. Eles utilizam a religião para justificar suas deficiências de caráter.
    Mais ou menos como “Eu não sou homofóbico. Não sou eu quem diz que o homossexualismo é uma abominação. É a bíblia que diz.”

    Ou seja, ele pode praticar o preconceito sem admitir que é preconceituoso.

    Perceba que eu não disse “sempre”. Depois não venha novamente me atribuir coisas que eu não disse.

  157. André Lopes

    Você faz uso de algum entorpecente ou de bebida alcoólica?
    Ou tem menos de dez anos de idade? Ou não sabe que as outras pessoas sabem ler?
    Ou presume que todos compartilham da sua incapacidade de compreender conceitos simples?
    Ou é só muito cara de pau?

    O Marcos vem explicando coisas simplíssimas de uma forma didática, direta, você não entende nada, só escreve besteira, afirma na maior cara dura que ele escreveu coisas que não escreveu, e agora se sai com essa de “eu quero parar de bater e você pede para apanhar mais”…
    Você tem noção de quanto você soa ridículo, risível?

    E é acachapante.

  158. Greg

    Fui comparar com o original, os caras são bons mesmo. Enquanto estava vendo o Dio, fiquei pensando de onde aquele magriço baixinho tirou aquela voz.

  159. ssrodrigues:

    Querida, você é a mamãe do Marcos ou só um guarda-costas mesmo?

    Tenho absoluta certeza que minhas palavras são claras e compreensíveis. Contra bully sou vacinado, pegue outro.

  160. Marcos:

    E quando crente critica a nudez na tv, é também por que por dentro não gosta de ver nudez, mas põe a culpa na igreja?

  161. André Lopes,

    Sei, então no planeta do Marcos ganha quem tem mais argumentos, a gente conta os argumentos e pronto. Não há argumento melhor que o outro

    É triste eu ter que explicar algo que qualquer pessoa com mais de 8 anos deveria saber. Mas vamos lá.

    1 – Concordamos anteriormente que não há “provas” da existência nem da inexistência de deus.

    2 – A crença em deus, assim como a descrença, não se baseia em um único argumento, mas em um conjunto de observações e indícios que apontam em uma direção ou em outra.

    3 – De (1) e (2) temos que, só é possível discutir qual opinião está mais próxima da verdade avaliando a “validade” e a “persuasão” (no sentido de poder de convencimento) dos argumentos dos dois lados.

    A validade de cada argumento é absoluta e pode ser verificada de forma lógica, empírica e/ou científica. O argumento é válido ou não é. Não existe meio termo.

    A persuasão é relativa. Alguns argumentos podem ser mais convincentes que outros, mas não necessariamente. O importante para se aproximar da verdade é avaliar se, no conjunto, os argumentos sustentam a opinião.

    Tentar argumentar de outra forma exigiria provas, o que ambos concordamos não existirem.
    A não ser que tenha alguma. Se tiver alguma “prova” fique à vontade para apresentar.
    Eu, de minha parte, não tenho nenhuma “prova” e já expliquei o porquê.

    Errado você. Quando eu parto dos fatos conhecidos como o ajuste fino do universo ou o Big Bang, eu NÃO estou partido do desconhecido.

    O ajuste fino não é um fato conhecido. É uma ilusão oriunda da soberba do ser humano. Uma falha de interpretação gerada pelo desconhecimento.
    O Big Bang é um fato conhecido mas ele não serve de partida para a conclusão da existência de deus (inclusive muitos teístas ainda negam o Big Bang). Neste caso a conclusão da existência de deus é um salto que o teísta dá justamente partindo do fato de ainda ser desconhecida a causa do Big Bang.

    Como eu disse, meu tempo vale mais e se você não se convenceu da escachapante derrota, pouco me importa.

    Se vai te fazer bem repita isto em frente ao espelho como um mantra.
    Com insistência você vai acabar se convencendo. Afinal, até em deus você acredita.

  162. André Lopes,

    E quando crente critica a nudez na tv, é também por que por dentro não gosta de ver nudez, mas põe a culpa na igreja?

    Muitas vezes sim.
    Você pretende chegar a algum lugar com estas perguntas débeis?
    Achei que você fosse um cara ocupado.

  163. Marcos:

    Você pretende chegar a algum lugar com estas perguntas débeis?

    Só estou testando a sua hipótese, não precisa ficar nervoso. Eu sou ocupado, mas essas perguntas são rápidas.

  164. Nem mãe nem guarda-costas, André. É que me dá um certo fastio ver que de uns tempos pra cá a ignorância, a desonestidade intelectual (se cabe associar a palavra intelectual a esse tipo de coisa) e a mediocridade não só saíram das tocas da estupidez como parecem ter orgulho em expor-se publicamente.

    E André, alegar bulliyng é coisa típica de medíocre sem argumento.
    No meu tempo gente assim era chamada bundão. Sabe aquele remelento que provocava, levava uns trancos e saía choramingando pela mãe?

  165. ssrodrigues:

    Sabe que eu não tenho raiva de você, não entendo por que. Acho que é por que você passa longe em me desafiar intelectualmente. Já o Marcos é inteligente, e gosto dos debates que tenho com ele pois ele testa a minha inteligência.

    Sabe aquele remelento que provocava, levava uns trancos e saía choramingando pela mãe?

    Lembro sim desse tipinho, hoje em dia é um pouco diferente, eles saem correndo para a mamãe dizendo “homofóbico” ou “racista”.

  166. Andre, voce nao te meio grandinho demais pra usar o argumento furado do opressor que virou vitima so porque a vitima cansou de apanhar?

  167. Alyson, Marcos, ssrodrigues:

    Tá bom, tá bom, neste mundo dos politicamente corretos, você pode chamar a pessoa de imbecil, alcoolatra, desonesto, ignorante, medíocre, e por ai vai, mas se falou em “bater e apanhar”, ainda que no sentido figurado por que estamos num debate virtual, aí vem a patrulha dizer que estou me excedendo, ‘partindo para a agressão física’..

    Marcos, minhas desculpas públicas para você, não deveria ter usado tais palavras.

  168. André

    A todos estes epítetos elencados por você eu acrescento cara de pau mentiroso. Ninguém escreveu que você está partindo para a agressão física. E a lenga-lenga de bullying é que é coisa típica dessa porcaria de politicamente correto.
    Comporte-se André, que hoje estou sem paciência para esse tipo de coisa.

  169. ha…ha…ha…ha…..que comédia isto aqui ta ficando pior que o BBB

  170. Marcos

    quando ignoram minhas refutações eu fico na duvida , se ela foi ridícula ou se ficaram sem argumentos plausíveis.

    Marcos
    Num primeiro momento: pouco conhecimento (ou conhecimento nenhum) = mais deus;
    Num segundo momento: mais conhecimento = menos deus.
    Esta linha de raciocínio simples, básica e lógica se repetindo sempre que a barreira do conhecimento é empurrada aponta no sentido da inexistência ou irrelevância de deus.

    Todo animal “irracional” não tem nenhum conhecimento de Deus ….. logo , em todo ser onde é retirado o conhecimento de Deus, tende a irracionalidade, ateísmo não é outra coisa se não ausência da razão Deus

  171. Criaturo,

    quando ignoram minhas refutações eu fico na duvida , se ela foi ridícula ou se ficaram sem argumentos plausíveis.

    Por favor, não entenda isso como uma ofensa ou uma resposta mal criada, mas li seu comentário anterior e me pareceu apenas uma frase sem sentido, algum tipo de pregação.
    Não vi refutação alguma.

    Todo animal “irracional” não tem nenhum conhecimento de Deus ….. logo , em todo ser onde é retirado o conhecimento de Deus, tende a irracionalidade

    Você define deus como sendo a “razão” e portanto quem está à parte dessa “razão” é irracional.

    ateísmo não é outra coisa se não ausência da razão Deus

    A conclusão me parece coerente.
    A premissa “deus = razão” é que, na minha opinião, não tem validade.

    Não sei como podemos discutir qualquer coisa nestes termos. Por isso, não respondi.

  172. Marcos

    o orgulho sempre aparece

    Você define deus como sendo a “razão” e portanto quem está à parte dessa “razão” é irracional.

    A premissa “deus = razão” é que, na minha opinião, não tem validade.

    Se você afirma ser um produto da irracionalidade,para você deveria fazer todo o sentido, afirmar que ateus são irracionais.
    A não ser que acredite que seja possível um burro dar a luz a um sábio.
    Mas neste caso sua fé ateísta não é párea, para evidências ciêntificas que um burro não consegue gerar um sábio, a não ser que a sua fé nisto ja chegou ao nível dos “milagres” !

  173. Criaturo,

    Se você afirma ser um produto da irracionalidade,para você deveria fazer todo o sentido, afirmar que ateus são irracionais.

    Não faz sentido.
    Um produto da irracionalidade não é necessariamente irracional.
    Por exemplo, a inteligência humana é produto de milhões de anos de processo evolutivo, ou seja, um processo irracional.

    A não ser que acredite que seja possível um burro dar a luz a um sábio.

    Está falando de um burro literalmente ou como uma metáfora. Você fica variando e eu nunca sei.

    Mas neste caso sua fé ateísta não é párea, para evidências ciêntificas que um burro não consegue gerar um sábio, a não ser que a sua fé nisto ja chegou ao nível dos “milagres” !

    Não sei o que uma coisa tem a ver com a outra.

    Se está sendo metafórico quanto ao burro, saiba que evidências científicas não se aplicam à metáforas.

    Se está sendo literal quanto ao burro, o seu discurso não faz o menor sentido. Tanto o sábio quanto o burro são frutos de um processo que não envolve raciocínio (evolução).

  174. Marcos:

    Um produto da irracionalidade não é necessariamente irracional.
    Por exemplo, a inteligência humana é produto de milhões de anos de processo evolutivo, ou seja, um processo irracional.

    Então você deve admitir a inteligência irracional, ou vai negar que há inteligência no processo evolutivo?

  175. André Lopes,

    Então você deve admitir a inteligência irracional, ou vai negar que há inteligência no processo evolutivo?

    Depende do que você está chamando de inteligência.
    Se você se refere a um processo orientado por uma “mente” através do raciocínio, então não, não há inteligência no processo evolutivo.

  176. Marcos
    Por exemplo, a inteligência humana é produto de milhões de anos de processo evolutivo, ou seja, um processo irracional.
    Agora entendi: os limites da razão alheias são definidos pela sua falta de razão, bela referência.

    A não ser que acredite que seja possível um burro dar a luz a um sábio.
    Está falando de um burro literalmente ou como uma metáfora. Você fica variando e eu nunca sei.
    Tanto faz, pois a suposta irracionalidade na criação deveria criar seres proporcionalmente irracionais ao invés de sábios.
    A simetria , o equilíbrio do corpo evidenciam uma origem racional.
    Se está sendo literal quanto ao burro, o seu discurso não faz o menor sentido. Tanto o sábio quanto o burro são frutos de um processo que não envolve raciocínio (evolução).

    Seria mais justo, afirmar que o projeto do burro quanto do sábio, não fazem parte da sua racionalidade.
    Mas isto não serve como evidência que são frutos de uma total irracionalidade.
    Apenas que seres irracionais não podem produzir processos racionais.

  177. Criaturo,

    Agora entendi: os limites da razão alheias são definidos pela sua falta de razão, bela referência.

    Não faço idéia do que você esteja falando.
    Que limites foram definidos?

    a suposta irracionalidade na criação deveria criar seres proporcionalmente irracionais ao invés de sábios.

    Não. Um exemplo que eu já dei é a Evolução.

    A simetria , o equilíbrio do corpo evidenciam uma origem racional.

    Não. A simetria e equilíbrio do corpo só evidenciam que estas características tiveram melhor desempenho em sobreviver ao meio ambiente e passar adiante seus genes.

    Seria mais justo, afirmar que o projeto do burro quanto do sábio, não fazem parte da sua racionalidade.

    Não sei.
    Não sei do que está falando ao mencionar “projeto” ou “minha racionalidade”.

    Mas isto não serve como evidência que são frutos de uma total irracionalidade.

    O estudo da evolução (que já está amplamente confirmada na ciência) descreve um processo natural que não depende de absolutamente nenhuma mente para funcionar. Até onde eu sei, não é possível racionalidade sem mente, portanto o processo evolutivo pode ser classificado como totalmente irracional.

    Apenas que seres irracionais não podem produzir processos racionais

    Acho que concordamos nisso.
    No entanto, a evolução exemplifica que o contrário é possível, ou seja, processos irracionais podem produzir seres racionais.

  178. 1. Agora entendi: os limites da razão alheias são definidos pela sua falta de razão, bela referência.
    Não faço idéia do que você esteja falando.
    Que limites foram definidos?

    voce vê razão apenas dentro do homem, embora ela não consiga te esclarecer como foi parar la, então isto para voce torna-se um processo naturalmente irracional.
    Ou seja toda existência que existe externa a sua consciência voce classifica como irracional, sua razão é egocêntrica

    a suposta irracionalidade na criação deveria criar seres proporcionalmente irracionais ao invés de sábios.
    Não. Um exemplo que eu já dei é a Evolução.
    exemplos de fé não servem como evidências, prove que a evolução é irracional ?

    A simetria , o equilíbrio do corpo evidenciam uma origem racional.
    Não. A simetria e equilíbrio do corpo só evidenciam que estas características tiveram melhor desempenho em sobreviver ao meio ambiente e passar adiante seus genes.
    tdodo esse esforço direcionado em um propósito irracional ?

    Seria mais justo, afirmar que o projeto do burro quanto do sábio, não fazem parte da sua racionalidade.
    Não sei do que está falando ao mencionar “projeto” ou “minha racionalidade”.
    se não são projetos humanos, então só podem ser da irracionalidade ?

    Mas isto não serve como evidência que são frutos de uma total irracionalidade.
    O estudo da evolução (que já está amplamente confirmada na ciência) descreve um processo natural que não depende de absolutamente nenhuma mente para funcionar. Até onde eu sei, não é possível racionalidade sem mente, portanto o processo evolutivo pode ser classificado como totalmente irracional.

    concordo qu não precise de uma mente humana, mas querer afirmar que não precise de outra inteligência voce apela pra fé

    Apenas que seres irracionais não podem produzir processos racionais
    Acho que concordamos nisso.
    No entanto, a evolução exemplifica que o contrário é possível, ou seja, processos irracionais podem produzir seres racionais.

    como um peixe no aquário, ignorar a razão externa a nossa não a torna inexistente

  179. Criaturo,

    exemplos de fé não servem como evidências, prove que a evolução é irracional ?

    Não é fé. É ciência.
    O processo evolutivo (que já está mais do que provado cientificamente) não envolve a intervenção ou participação de nenhuma mente. Não há racionalidade sem mente. Portanto, o processo é irracional.

    Não adianta fechar os olhos e os ouvidos e continuar cantando “lá lá lá lá lá lá láááá, eu não tô ouvindo nadaaaa, lá lá lá lá lá lá láááá”.

    tdodo esse esforço direcionado em um propósito irracional ?

    Não há um propósito irracional nem racional.
    Não há propósito algum. Evolução é um fato científico.
    Assim como a gravidade. A gravidade não existe com o propósito de nos manter no chão.

    se não são projetos humanos, então só podem ser da irracionalidade ?

    Não há projeto humano nem da irracionalidade na evolução.
    Não há projeto algum na evolução.

    concordo qu não precise de uma mente humana, mas querer afirmar que não precise de outra inteligência voce apela pra fé

    Preste atenção.
    A Teoria da Evolução já foi provada cientificamente e ela funciona perfeitamente sem a intervenção de nenhuma inteligência. Portanto, ela não precisa de nenhuma inteligência para funcionar.
    Se precisasse, ela não poderia ser provada cientificamente sem a necessidade desta inteligência.

    como um peixe no aquário, ignorar a razão externa a nossa não a torna inexistente

    Evolução não é razão externa à nossa. É fato científico estudado e solidamente comprovado.

  180. ok! considerando que toda existência conhecida é fruto da casualidade de uma mecânica burra de pai e mãe.
    Sabemos que os nossos projetos mecânicos são racionais,mas é lógico consideramos os mecanismos encontrados na natureza como irracionais ?
    prove que átomos mecânicos passaram a raciocinar sem uma interferência inteligente.

  181. Marcos:

    Em sua resposta ao Criaturo você disse:

    Não há um propósito irracional nem racional.
    Não há propósito algum. Evolução é um fato científico.
    Assim como a gravidade

    1) A Teoria de Darwin é TEORIA, concordo que é aceita pela maioria, etc mas é modelo teórico. Além do mais, a teoria tem pontos de divergência entre os próprios evolucionistas, como a parte que diz que uma espécie pode transformar-se em outra. É um exagero comparar a certeza da gravidade com a teoria de Darwin.

    2) Se há ou não um propósito na evolução nem o Darwin nem ninguém simplesmente não podem saber. Estão extrapolando e vendendo mais do que têm para entregar. Assim como dizer que não há inteligência no modelo da evolução. Os cientistas deveriam ficar nos limites da ciência, que é o que se pode observar e não extrapolar para a especulação.

  182. Criaturo,

    prove que átomos mecânicos passaram a raciocinar sem uma interferência inteligente.

    A evolução já é um fato mais que comprovado cientificamente por abundantes evidências.
    Se quer aulas de evolução pague por um curso. Não vou te dar isso de graça.

  183. André Lopes,

    A Teoria de Darwin é TEORIA

    Na primeira vez que você disse esta asneira eu achei que pudesse ter sido por ignorância científica ou por desonestidade intelectual.
    Insistir no erro mesmo tendo sido ensinado comprova que trata-se mesmo de desonestidade.
    Estude! Leia algum livro além da gibíblia!

    A Teoria da Evolução é tão comprovada quanto a Teoria da Gravitação. Ambas têm o mesmo status de “Teoria Científica”.

    Em seu próximo comentário, provavelmente você vai dizer “Mas a gravidade é uma lei enquanto a evolução é só uma teoria.
    Alerto para que estude estes conceitos científicos antes de postar bobagem e passar vergonha.

    Os cientistas deveriam ficar nos limites da ciência, que é o que se pode observar e não extrapolar para a especulação.

    A ciência já “provou” que a evolução funciona sem a necessidade de deus ou qualquer alegada inteligência divina.
    Ou seja, em toda a descrição e explicação científica do fenômeno a palavra “deus” não é citada em nenhum trecho do processo, não é necessária para conectar nenhuma das peças do quebra-cabeças.
    Qualquer vírgula além disso é a mais pura especulação religiosa e deve ser evidenciada pelos religiosos que a alegam e não pelos cientistas.

    Por outro lado, se você afirma que existe intervenção de algum tipo de inteligência, você tem que “provar” (assim como a ciência fez):
    1 – Que esta inteligência existe;
    2 – Que esta inteligência é “necessária” para o processo;
    3 – Que esta inteligência não é o Mestre Yoda ou o Dr. Manhattan.

  184. Marcos:

    Na primeira vez que você disse esta asneira eu achei que pudesse ter sido por ignorância científica ou por desonestidade intelectual.
    Insistir no erro mesmo tendo sido ensinado comprova que trata-se mesmo de desonestidade.

    A ssrodrigues tem um orgasmo cada vez que você fala assim machão comigo e com esse ar professoral. Acho que um dia vou deixar você ganhar só para ver ela feliz.

    Esse assunto de Darwinismo já discutimos antes, te mandei um documentário e você preferiu desqualificar o documentário. Neste documentário havia pesquisadores universitários especialistas no assunto na Europa e EUA questionando parte da teoria Darwinista. Não me leve a mal, mas prefiro acreditar neles a acreditar em você.

  185. “André Lopes”
    Sabe que a cada dia mais você tem me lembrado alguém?

  186. Nossa que mistério…não sei não, tô fora.

  187. André Lopes,

    Neste documentário havia pesquisadores universitários especialistas no assunto na Europa e EUA questionando parte da teoria Darwinista.

    Não importa o mensageiro e sim a evidência.
    O documentário não traz nenhuma evidência que refute a Evolução. É sempre o argumento da ignorância.

    Não me leve a mal, mas prefiro acreditar neles a acreditar em você.

    Eu sei.
    Diferente de mim, você simplesmente escolhem em quê acreditar.
    Eu apenas sou convencido de algum assunto diante de evidencias.

  188. Marcos:

    Não importa o mensageiro e sim a evidência.
    O documentário não traz nenhuma evidência que refute a Evolução. É sempre o argumento da ignorância.

    E ninguém está refutando a evolução aqui, o que se refuta é até que ponto a teoria se aplica, ex. se uma espécie pode gerar outra. Você naturalmente não assistiu ao documentário.

    Eu sei.
    Diferente de mim, você simplesmente escolhem em quê acreditar.
    Eu apenas sou convencido de algum assunto diante de evidencias

    Quando for para encher linguiça e não citar fato novo, é melhor ficar quieto, me poupa ter que responder.

  189. Andre Lopes,

    Quando for para encher linguiça e não citar fato novo, é melhor ficar quieto, me poupa ter que responder.

    Tem alguém te obrigando?
    Parece meio obcecado.

  190. Andre Lopes,

    A ssrodrigues tem um orgasmo cada vez que você fala assim machão comigo e com esse ar professoral. 

    Se só pelos comentários dá pra você chegar a essa conclusão, podemos concluir também que você tá de rolo com o Criaturo.
    Não tenha receio. Saia do armário.
    Eu te ajudo a defender os seus direitos.

  191. Marcos,

    Não queira equiparar as coisas, quantas vezes o Criaturo “me aplaudiu de pé” ou te escreveu para dar bronquinha em você por ter sido mal criado comigo? A Shirley já fez isso comigo, é a maior patrulha, parece o zagueiro da Ponte Preta no meu cangote. Não tem a menor comparação.

  192. Marcos

    Se quer aulas de evolução pague por um curso. Não vou te dar isso de graça.

    malcriadinho heim ?

  193. belo exemplo de evolução

  194. Marcos

    Se só pelos comentários dá pra você chegar a essa conclusão, podemos concluir também que você tá de rolo com o Criaturo.
    Não tenha receio. Saia do armário.
    Eu te ajudo a defender os seus direitos.

    que isso fio , tá possuído por um espirito de porco ?
    que papo estranho é esse? saia agora desse corpo que ele não te pertence!
    agora, sim! ja que esta animado a querer defender alguma , coisa , comece pela volta do seu bom senso e pare com esse inicio de baixaria, que não acrescenta, pelo contrario.
    obs: estimo sinceras melhoras!

  195. Criaturo:

    Deixa o Marcos, ele estava tentando arrumar cliente. É a lei da sobrevivência, Darwin explica.

  196. só lamento…….

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: