O vício mórbido das palavras vãs (parte 4)

 Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura.”

(Coríntios, 1:14)

O crente em Deus se utiliza do conveniente subterfúgio de ajustar a realidade às suas crenças religiosas. Se as evidências não estão servindo para sustentar sua teoria, então as evidências é que devem estar erradas, sendo necessário desprezá-las ou reinterpretá-las a contento, porque a teoria — é claro — precisa estar correta. Esse artifício engenhoso blinda a fé contra qualquer argumento baseado na razão. O efeito colateral disso é que o discurso do crente em defesa de suas convicções etéreas não faz o menor sentido, porque a religião se baseia na fé, e fé é apenas a vontade de que as coisas sejam como a gente gostaria que fossem. 

O problema é que, enquanto você pode ter vontade de viver para sempre fazendo caminhadas por um jardim florido, eu poderia preferir estar em companhia de 72 virgens, pelos menos durante os primeiros dois meses de eternidade… Daí que, se as nossas vontades forem incompatíveis, nossos deuses também serão. Ou isso, ou você teria que me convencer de que não veria problema nenhum se, durante seus passeios eternos, esbarrasse aqui e ali com alguns muçulmanos fazendo suruba.

Nossa vontade não tem o poder de criar um mundo para o qual seguiremos após a nossa morte, onde seremos recompensados ou punidos, de acordo com os desígnios do deus do nosso povo. O cristão concorda incondicionalmente com essa afirmação, desde que aplicada às vontades alheias. E é quando ele tenta explicar por que a sua vontade é a única que merece crédito; por que apenas o seu Deus não é uma invenção humana; quando tenta explicar por que ele tem tanta certeza de que o mundo funciona de acordo com suas crenças — o que já é, por si, uma contradição ridícula — , é aí que se percebe como a fé e seus sistemas de crenças institucionalizados não passam de alucinações coletivas.

E por que pessoas mentalmente sãs não conseguem perceber isso? Simplesmente porque elas estão viciadas na sua crença.

 

 

 

 

Anúncios

5 Respostas

  1. Barros,

    E por que pessoas mentalmente sãs não conseguem perceber isso? Simplesmente porque elas estão viciadas na sua crença.

    Você já leu o livro “Por Que as Pessoas Acreditam em Coisas Estranhas (Michael Shermer)?
    Michael Shermer é um psicólogo, escritor e historiador da ciência que nesta obra aborda de forma didática a razão que levam pessoas inteligentes a acreditarem em coisas sem evidência.
    Ele não aborda só religião, mas também lendas urbanas e outras crenças disseminadas informalmente, como o mito de usarmos apenas 10% do nosso cérebro.
    Você pode conseguir bastante inspiração para suas postagens neste livro.

    É uma literatura interessante também para os religiosos, pois, ao contrário deste blog, ele procura evitar ridicularizar a crença das pessoas. (Não é uma crítica. Apenas uma observação)

    P.S.: Outra dica do mesmo autor – “Cérebro e Crença: De Fantasmas e Deuses à Política e às Conspirações – como nosso cérebro constrói nossas crenças e as transforma em verdades.” (Michael Shermer)

  2. Barros, peço a jesus que Ele te lave com seu sanque.!

  3. Marcos, essa é uma boa dica de leitura para os crentes! A mim não interessa porque eu já sei como e por que as pessoas acreditam em bobagens como a religião. Na verdade, em última análise e em última instância, a religião é apenas mais um grupo social, e o ser humano é um animal sociável. Vou passar a recomendar esses títulos a uns crentes de manada que eu conheço. Valeu pela dica.
    Abraço!

  4. Credo, um deus de amor lavando outros filhos com sangue do seu filho. Será que ele não tinha uma solução mais eficaz não? Talvez tipo sair detrás de uma nuvem sem sangue sem terrorismo sem inferno etc. Garanto que daria até mais Ibope.

  5. Coitado de JESUS, se Reencarnar novamente, terá que dar de novo seu sangue? Tem gente que quer ver o sangue dos outros mas o seu não quer oferecer. Isto está mais para vampiragem do que outra coisa. É só praticar as virtudes que nos eleva e não precisamos nos elevar através do sangue de JESUS, ele já sofreu demais, e ainda continua a sofrer ao ver qta. ignorância que ainda existe na terra. Fiquem com Deus.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: