Uma Ateia Lendo a Bíblia (fim)

Mais tempo se passou. Sucedeu que o povo escolhido fora subjugado pelos romanos. Estes, mesmo não tendo sido escolhidos e nem sabendo da existência de Deus, eram muito mais ricos e poderosos que o povo eleito. Entre usar um ato de sua vontade e eclipsar esses romanos da face da Terra ou persuadi-los a deixar seu povo em paz, Deus optou por mudar de assunto.

Resolveu vir à Terra como filho de si mesmo. Enquanto andou por aqui não tomou nenhuma providência para auxiliar seu povo na tribulação por que passava. Aproveitou o tempo para, entre outras coisas, revogar algumas de suas leis imutáveis, providenciar a bebida numa festa de casamento, chicotear trabalhadores que desempenhavam um serviço de utilidade pública no Templo, facilitando a vida dos que vinham cumprir a ordem do próprio Deus de fazer-lhe sacrifícios.

Falou muito, fez muitos sermões. Em alguns deles apresentou como novidade conceitos que os seres humanos já conheciam, como a solidariedade; em outros aconselhou que os seres humanos retribuíssem com o bem o mal que lhes fizessem, o que até poderia parecer muito bonito na teoria, mas na prática ensinaria aos malfeitores que o malfeito compensa.

Também ordenou a seus discípulos que saíssem pelo mundo anunciando a boa-nova de que, a partir dali, todos passavam a ser considerados o povo dele, mesmo que se considerassem povo de outro deus, mandando às favas o livre arbítrio das pessoas, pois caso o recusassem como seu único Deus, seriam condenados ao tormento eterno.

Por fim deixou-se matar crucificado para que, de então em diante, todos os seres humanos fossem inocentados de um delito que não cometeram.

Em momento nenhum ocorreu-lhe  mencionar que transferia aos seres humanos a responsabilidade por tê-los criado.

Que transferia ao ser humano a responsabilidade de, em sua Perfeição, Sabedoria, Justiça, Amor e Bondade ter criado um ser tão imperfeito, responsabilizando-o também por ser tal como fora criado.

Mais ou menos como se o ser humano, usando de falsas promessas, tivesse convencido Deus a criá-lo. E isso nós já vimos que não tem nenhum sentido, lá atrás.

E, se parece que essa narrativa também não tem o menor sentido, isso se deve ao fato de que Deus escreve certo por linhas tortas, embora não se imagine por que usar linhas tortas quando se pode usar linhas retas. Mas tudo também pode ser explicado pela premissa de que ao ser humano não é dado conhecer os desígnios de Deus.

Amém, irmãos?

 

 

Anúncios

11 Respostas

  1. Amém!

  2. Amen 2!![
    otima obra Shirley, continua sagaz – que o Deus do MEtal te ilumine
    voce merecia uma coluna ou espaço numa revista ou jornal! essa sabedoria tem q ser compartilhada!

  3. Muito Bem elaborado, parabéns Shirley Rodrigues, bom texto.

  4. Anônimo, muito obrigada.

  5. Greg

    Obrigada, mas não tô com essa bola toda não…rsrsr
    Falando em Deus do Metal, ainda bem que ele não pune quem lhe seja infiel, porque eu tenho sido….rsrsr
    Ele é justo, já que minha infidelidade é responsabilidade dele mesmo. Tempinho atrás eu fui na biblioteca daqui pegar um livro, tinha uma apresentação da escola de música e era tão bonito que parei pra assistir e no fim perguntei o que era, soube que era um concerto para flauta transversa de Vivaldi. Santo YouTube me valeu nessa hora e comecei a ver tudo quanto é vídeo de música clássica, só conhecia disso a musiquinha do caminhão de gás. E lá estava eu ouvindo Handel e percebi uma familiaridade na coisa, e em outros compositores também até que entendi que meio que ficava esperando entrarem guitarra e bateria. Me deu um estalo e orei pela ajuda de Santo Google, a fim de saber se alguma banda do metal usou música clássica nas suas composições e sabe o quê? O heavy tem como principal influência a música clássica, não o rock, como eu pensava.
    Agora eu sirvo a dois deuses e como palavra da revelação te digo:
    ouça música clássica, especialmente Vivaldi e seja abençoado pela beleza em estado puro.
    Amém.

  6. Amém irmã :)

    Essa de Jesus se deixar matar mais parece um golpe de chantagem, apesar de eu imaginar que essa história que a bíblia conta foi por demais exagerada, deve ter tido também fortes interesses político-religiosos porque a igreja sempre demonstrou claro sua ambição para comandar o mundo porque ela imagina que o mundo é de Deus, aliás, os evangélicos também estão sempre numa disputa pelo monopólio do poder e riqueza em nome do seu Deus.

    Há um pastor evangélico que conheço em meu Estado cujo lema de suas igrejas é: Tomando as Nações por herança e na propaganda para oferta$$$$, a igreja usa esta a frase de apelação “PORQUE DEUS AMA AO QUE DÁ COM ALEGRIA”.
    Se alguém quiser conferir é só acessar o link.

    http://parceiromissionarioifv.blogspot.com.br/p/igreja-fonte-da-vida.html

    E por aí vai, religião para mim, seja qual for é um barco furado é uma sociedade para fins lucrativos encostada na fé das pessoas menos desavisadas ou ingênuas e limitadas.

    Parabéns pelos artigos Shirley. Um abraço

  7. Shirley – eu escuto musica classica sim! é muito bom! mas HAndel NAo muito! mas Beethoven mesmo e Tchaicovsky , sei que escrivi errado, mas to com pressa! rsrssr
    yrm muito concerto belo no yOu tube , com o Pavarotti como tenos entao ! ele transmite uma emoçao! sem igual
    La dona mobile cantada por ele, é legal demais!
    as minhas preferidas: sinfonia 9 – molto vivace
    Wagner
    danza hungara
    Danza Rossini
    Danza Macabra
    Obertura coriolano 62
    las bodas de figaro
    Leonora III Obertura
    serenata 13 – alegro
    sinfonia n0 5 Alegro com brio
    sinfonia 8 molto vivace – muito foda!

    e a melhor de todas>

    Obertura 1812
    SENSACIONALLLLLL!
    nem Deus faria melhor!

  8. Shirley – eu escuto musica classica sim! é muito bom! mas HAndel NAo muito! mas Beethoven mesmo e Tchaicovsky , sei que escrivi errado, mas to com pressa! rsrssr
    yrm muito concerto belo no yOu tube , com o Pavarotti como tenos entao ! ele transmite uma emoçao! sem igual
    La dona mobile cantada por ele, é legal demais!
    as minhas preferidas: sinfonia 9 – molto vivace
    Wagner
    danza hungara
    Danza Rossini
    Danza Macabra
    Obertura coriolano 62
    las bodas de figaro
    Leonora III Obertura
    serenata 13 – alegro
    sinfonia n0 5 Alegro com brio
    sinfonia 8 molto vivace – muito foda!

  9. Eita Greg, cada vez mais percebo que tenho razão em te considerar um rapaz muito batuta! rsrsr
    Já ouviu Pavarotti cantando Nessun Dorma?

    Quando você tiver um tempo, me visita ‘lá em casa”…rsrrs
    http://srodriguesliberalateia.blogspot.com.br/

  10. o Greg
    voce é mesmo da pá virada…he..he..he.he
    tambem aprecio algumas

  11. Shirley =- ja te visitei, foi otimo! fiquei conhecendo o Avantasia! otimo blog, vou comentar quando possivel! parabens pelas reflexoes!
    onde vc mora mesmo?? SP? interior? rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!

    qualquer hora apareço ai e levo um presente de MINAS pra vc!
    OOoooooooo NAo apaga este blog NAo, pelo menos salva os textos entao! – talvez daqui a seculos estejam sendo estudados nas melhores faculdades ou lidos porq qualquer ser vivente que habite nossa galaxia!
    talvez um homosapiens 2!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: