Deus criou a vida ou a morte?

 

Texto de autoria do leitor Greg


Morte

É proclamado em quase todas as religiões do mundo que a verdadeira vida está lá. Lááááá… em outro lugar. Um lugar bem distante do qual não se pode mais voltar. E esse lugar deve ser mesmo muito bom, afinal, não houve registro, até hoje, de alguém que voltou. As religiões, inegavelmente, preparam as pessoas para a outra vida, que infelizmente só se pode conhecer depois que se morre. E “essa” vida; como fica? Pelo que parece, essa vida está mais para morte. Se, como dizem, a “morte” é só uma passagem, um caminho, o que na verdade seria vida e morte?

Usando um racionalismo prático, vida seria a consciência da sua existência ou o seu “existir” simplesmente. E morte, a inconsciência ou o “não existir”. De acordo com as religiões, vida e morte são apenas momentos diferentes de um “existir”. Mas, se a parte boa e “divertida” está no momento “morte” do existir, o que podemos concluir da colocação de que Deus criou a “vida” e tudo o que há nela? Sei não, mas alguma coisa não cheira bem.

A partir do momento em que se dá valor à vida – aqui e agora — , o que as religiões vendem perde o apelo. Vá e viva a sua vida da melhor maneira possível nunca vai ser o desejo da religião, mas sim um tabu. Nunca ouvi falar de uma religião de caráter hedonista ou próxima a isso. As doutrinas religiosas se fundamentam mais no sofrimento e martirização de seus líderes e seguidores. Prazeres são coisas deste mundo, mas como a verdadeira vida e felicidade estão em outra dimensão, há um conflito aí. A pessoa de fé vai argumentar que Deus criou um belo e magnífico meio para que a vida surja e se expresse em suas mais variadas formas. Tudo perfeito, tudo organizado, tudo testado e aprovado. Será mesmo??

O mágico sistema funciona mais ou menos assim: todo ser vivente tem como necessidade básica se alimentar de algo, pois precisa de energia para continuar a existir. E de onde vem essa fonte de energia? Basicamente de outro ser vivo ou de algo que algum concorrente na saga da vida precise para viver também. Na grande maioria das vezes, mais de um ser vivente disputa a mesma fonte de energia, e é aí que a grande obra do criador não parece tão… como posso dizer… grandiosa.

Na natureza, a morte é de suma importância para manter a vida. No reino animal selvagem, a luta entre presa e predador é implacável e cruel. Mas a obra-prima do criador, conhecido por ser humano, na maioria dos casos não acredita estar tão envolvido nesta trama. Se acha especial, evoluído demais, quase que… divino. Mas não é esse tal de ser humano o maior predador do planeta?, o bicho-papão dos outros animais?, que come de tudo, não faz cerimônia em se tratando de alimento? Para essa espécie, não existe presa específica, tudo pode ser morto para um bem maior, para a sua missão divina neste mundo, o qual não é o “mundo” que ele tanto deseja. O irônico é que quanto mais ele mata, mais distante ele está do que realmente busca.

Uns mais iluminados da espécie vão dizer: “Eu não mato para comer, ou melhor, eu não como outros animais, sou vegano!”. Ah… tá bom, não mata. Não mata certos tipos de seres viventes, mas quantas vidas são ceifadas nas colheitas e lavouras agrícolas? Cerca de 1.000.000 de seres por metro quadrado são aniquilados pelos pesticidas e vários produtos contra “pragas”, para manter a vida desses iluminados. Pragas – depende de que lado você está, da caça ou do caçador. Lagartas que um dia viriam a ser borboletas, joaninhas, abelhas, grilos, formigas etc., etc., etc., quase que incontáveis. Esses só os que podem ser vistos a olho nu; fora os microscópicos, mas esses últimos não devem ser nem seres, né? São muito pequenos, simples e primitivos. Eles fazem parte de um plano maior, a morte deles mantém os evoluídos vivos.

O lugar mais estéril que podemos encontrar com certeza é de uma plantação cultivada por uma indústria de alimentos ou qualquer corporação agrícola. Será que o criador nunca pensou num jeito de todos ficarem vivos? Ou pelo menos não sofrerem quando o fatídico momento chegar? Só podemos concluir que não, porque até hoje o sistema não mudou um milímetro sequer.

Morte é a palavra-chave para a vida. Sem ela nada teria acontecido. A vida é produto da morte. Até o Deus-Jesus morreu para nos dar a “vida”. Fica claro que esse foi o melhor sistema criado por Deus, tanto é que ele morreu para mantê-lo. Meus olhos se enchem d’água quando penso que meu criador saiu de seu mundo mágico e perfeito para vir e salvar sua criatura preferida deste mundo mal e cruel que coincidentemente também foi feito por ele.

Vai entender.

 

Anúncios

41 Respostas

  1. Obrigado pelo texto, Greg. Achei bem interessante. Na verdade, o cristianismo é uma religião de culto à morte!

  2. Obrigado Barros
    é uma satisfação enorme
    infelizmente so nao posso contribuir mais por falta de tempo e coisas da vida que nao deixam a gente fazer mais o que gosta !
    se pudesse ja teria enviado outros textos, tenho muitas ideias e trabalhos pela metade. muitas vezes tenho uma inspiração , mas se eu nao colocar no papel na hora o no tempo certo, eu perco; pelo fato de ter que dar atençao a outras coisas da vida.
    vou ver se busco mais vontade e dou um jeito de enviar mais material
    gostei da imagem que vc colocou, ficou bem forte – parece ate album de banda de metal!! rsrsrsrsrsrsrsr

  3. é dificil poder falar de todas as religioes em geral, o ser humano é muito criativo e inventou muitas, mas eu acho que as 3 principais monoteistas cultuam e dao enfase a morte . parecem que estao mais preocupadas com o outro lado do que com o “aqui”

  4. o Barros – na ultima frase do 1o paragrafo , na frase:a vida é so uma passagem = coloca acento na palavra só!!!! – please

  5. Greg,
    Parabens pelo texto, você conhece minha posição e sabe que temos divergencias mas o texto faz pensar.
    Qto a questão de um ser comer o outro, como disse, é impossivel sobreviver sem matar um outro ser ainda que seja um gafanhoto. Por isso creio que nosso dever é não esbanjar, consumir somente o necessario para a nossa sobrevivencia, sem exageros.
    Qto ao culto a morte, o cristianismo defende ferrenhamente a vida, sendo contra o aborto e a eutanasia por ex. O hedonismo não leva à felicidade plena, se voce acha que uma vida religiosa é cheia de privações, portanto infeliz, te garanto que beber, transar, consumir desmedidamente so vai lhe trazer um barato passageiro, acho que isso ja esta fartamente demonstrado. Se alguem souber a receita da felicidade baseado em nossos desejos carnais, me passe por favor.

  6. o cristianismo defende ferrenhamente a vida, sendo contra o aborto e a eutanasia por ex.

    Quanta hipocrisia! Ou… Quanta ignorância!

    Não sei o que é pior.

  7. Barros:

    Quanta hipocrisia! Ou… Quanta ignorância!
    Não sei o que é pior.

    Eu dei exemplos: igreja é contra aborto, contra eutanásica, contra métodos anticoncepcionais, a favor do casamento QUE GERA FILHOS (não o gay), entende que a vida é um dom de Deus, portanto sagrada, e eu poderia continuar aqui com muitos outros examplos.

    O que você me responde? Os desaforinhos de sempre. Você nunca me responde, você só sai pela tangente.

  8. Enviando novamente:

    Barros:

    Quanta hipocrisia! Ou… Quanta ignorância!
    Não sei o que é pior.

    Eu dei exemplos: igreja é contra aborto, contra eutanásica, contra métodos anticoncepcionais, a favor do casamento QUE GERA FILHOS (não o gay), entende que a vida é um dom de Deus, portanto sagrada, e eu poderia continuar aqui com muitos outros examplos.
    O que você me responde? Os desaforinhos de sempre. Você nunca me responde, você só sai pela tangente.

  9. Com religião ou sem religião a vida e a morte andam de mãos dadas.

  10. Ei mencionei sua ignorância ou hipocrisia porque, para sustentar sua tese insustentável, você precisa se referir à “igreja” como se toda a História da humanidade tivesse sido escrita a partir do dia em que você aprendeu a ler.

  11. Andre Lopes
    seja sincero entao:
    vc nao acha que seria possivel Deus ter usado um pouco mais sua inteligencia e vontade para criar um sistema de vida que preservasse a “vida”? dos seres aqui da terra? nao é questao só de consumir pouco ou o necessario, afinal isso é relativo. o que pode ser muito para um pode ser pouco para outro e vice-versa
    porq todos os seres nao se alimentam pelo sol por exemplo? depois de um certo tempo se morreria naturalmente e NAo predatoriamente!
    ao meu ver esse sistema se adequa muito mais a evoluçao por competiçao do que algo que foi pensado de antemão.

  12. Maria
    eu sei que normalmente as maes e pais defendem os filhos
    no caso do seu filho Jesus que tambem é o PAiii,ele poderia ter feito um sistema de interaçao entre os seres vivos um pouco melhor , nao?
    afinal daria pra saber ou entender onde esta a vida e a morte nisto tudo

  13. Barros:

    Ei mencionei sua ignorância ou hipocrisia porque, para sustentar sua tese insustentável, você precisa se referir à “igreja” como se toda a História da humanidade tivesse sido escrita a partir do dia em que você aprendeu a ler.

    Não entendi, eu quis dizer ao Greg que o cristianismo não é crença de morte, portanto, é óbvio que se estou falando do cristianismo, tenho que me referir à igreja para explicar o meu ponto. Não tem sentido você jogar na conversa “história da humanidade”. Esse não foi o assunto.

  14. Greg:

    Sim, esse mundo é de sofrimento. Eu gostaría que ninguém comesse ninguém (só no sentido literal, claro), a vida fosse eterna e não houvesse doenças. Portanto, concordo que há uma batalha diária para a sobrevivência.

    Esse fato, por si só, na minha opinião, não é mais relevante que os inúmeros indícios que tenho para a existência de um criador. Ou seja, o fato de haver sofrimento, não derruba a tese de não haver criador, no máximo você pode questionar a bondade do criador.

    E aqui entra uma outra questão: a de qual é a verdadeira vida, essa nossa material ou outra imaterial. Os cristãos acreditam na vida eterna da alma, portanto, 80 anos na terra é ínfimo, irrelevante, e sob esse prisma, o criador não é necessariamente mau ao permitir o sofrimento por um período ínfimo de tempo. Há também a crença de alguns que o sofrimento ensina, coloca as coisas em perspectiva, por ex. quem já passou pela experiência de perder a saúde própria ou de alguém na família e então perceber como a busca material é pequena perto de algo que nem percebemos como a nossa saúde?

    Se você não analisar a questão sob o prisma de existir uma vida após a morte, realmente a vida na terra é sofrida para a maioria.

  15. Não entendi, eu quis dizer ao Greg que o cristianismo não é crença de morte,

    Errado. O cristianismo é o culto à morte. Essencialmente, as pessoas são ensinadas a passar essa vida tentando se livrar de um castigo e obter uma recompensa que virá após morrerem. Essa vida, em suma, não importa. É apenas uma gincana pra saber quem merece uma coisa ou outra.

    Não tem sentido você jogar na conversa “história da humanidade”. Esse não foi o assunto.

    Se você faz afirmações inconsistentes com a história, é claro que faz sentido. Afirmar que a igreja é a favor da vida é ignorar tudo que ela fez para se impor como força reguladora da sociedade.

    Mas você é desonesto demais para eu perder meu tempo tentando ter uma conversa. Eu às vezes me esqueço disso: não há lógica em discutir com crentes fanáticos, justamente porque o fanatismo é o resultado do abandono da razão.

  16. Greg

    Muito bom o texto! Me fez pensar o seguinte: a ignorância é o argumento por excelência da crença, e a morte é sua fiadora.
    É no desconhecimento do que eventualmente pode acontecer depois que morremos que os “líderes” dos crentes se fiam para levar todos pelo nariz., cristianismo incluso.

  17. Barros:

    Mas você é desonesto demais para eu perder meu tempo tentando ter uma conversa.

    Pare com isso, Barros. Não são os ateus que tem argumentos de sobra contra os fanáticos crentes? Não fuja de um debate comigo, não perca a oportunidade de massacrar um ‘crente fanático’.

    O cristianismo é o culto à morte. Essencialmente, as pessoas são ensinadas a passar essa vida tentando se livrar de um castigo e obter uma recompensa que virá após morrerem.

    Você entendeu errado, o cristianismo cultua tudo que é criação divina, incluindo e sobretudo o ser humano e sua vida. O que você não percebeu é que dizer que essa vida não é um fim em si mesmo, o que é a coisa mais lógica do mundo para quem acredita em vida após a morte. Portanto, crer que essa vida é uma oportunidade de amar a Deus e desenvolvernos, não quer dizer culto à morte.

    Afirmar que a igreja é a favor da vida é ignorar tudo que ela fez para se impor como força reguladora da sociedade.

    Diga-me UMA LEI que a igreja ‘pressionou’ que seja a favor da morte. Não encontrarás, muito pelo contrário, só encontrarás a ‘força reguladora’ da igreja atuando a favor da vida, ex. leis anti-aborto, anti-eutanásia, anti-pena de morte, etc.

  18. Não fuja de um debate comigo,

    Debater com alguém que desconhece completamente a História e até acha que os hindus cultuam o Deus bíblico? Não, eu passo.

  19. Greg, eu concordo com tudo o que escreveu. A predação, a cadeia alimentar sempre me impressionou e me fez duvidar da existência de um criador. Eu só defendo Jesus Filho do homem.

  20. Barros:

    Eu lhe dei exemplos da influência da igreja para defender a vida, quando lhe pedi exemplos que comprovem o contrário (a sua tese), qual foi a resposta? Mais uma vez, silêncio. É sempre assim, você muda de assunto.

    Debater com alguém que desconhece completamente a História e até acha que os hindus cultuam o Deus bíblico? Não, eu passo.

    É um direito seu. A sua afirmação acima sobre o que eu teria supostamente dito o Deus hindu e cristão comporta uma longa explicação. Mas você não quer debater, quer jogar ao ar as palavras e sair de fininho.

    Mas se o Richard Dawkings pode sair de fininho contra o William Lane Craig, por que você não pode fazer o mesmo?

  21. Eu lhe dei exemplos da influência da igreja para defender a vida, quando lhe pedi exemplos que comprovem o contrário (a sua tese), qual foi a resposta?

    Minha resposta foi mandar você estudar História.

  22. Mas Barros, nem precisa estudar História. Sabia que a maioria da população brasileira é a favor da instituição da pena de morte no Brasil?
    E que a maioria dos abortos clandestinos são feitos por cristãos?

    Onde vai parar a versão de que o cristianismo defende a vida em todas as instâncias?
    Provavelmente no mesmo lugar onde a hipocrisia dos cristãos junta todas as incoerências, mentiras e manipulações para esconder que o cristianismo usa o medo da morte para chantagear suas ovelhinhas…

  23. Aposta quanto como ele vai dizer que “a igreja nunca cometeu nenhum aborto”? kkkkkk

    “A igreja” é boazinha e só quer o nosso bem.

    Eu só me ocupo de crente de manada. Os crentes fanáticos eu deixo pra conversar com o Azetech e com o Criaturo.

  24. Qto a questão de um ser comer o outro, como disse, é impossivel sobreviver sem matar um outro ser ainda que seja um gafanhoto

    e tem ser comendo o outro por se amarem, isto prova que a natureza não é tão cruel assim que nem todo aquele que deseja comer o outro esta desejando lhe o mal, pelo contrario pode estar fazendo um bem danado.

    ps. quando tiver mais tempo, falarei mais serio.

  25. Barros:

    Minha resposta foi mandar você estudar História.

    Típica resposta de quem quer sair de fininho. Foi incapaz de dar 2 ou 3 exemplos, só 2 linhas e eu ficaria grato.

  26. SOS Rodrigues:

    Mas Barros, nem precisa estudar História. Sabia que a maioria da população brasileira é a favor da instituição da pena de morte no Brasil?
    E que a maioria dos abortos clandestinos são feitos por cristãos?

    Filha, se 90% da população é cristã, como será possível que a maioria dos abortos seja feita por ateus? É óbvio que a maioria será de cristãos, tanto para coisas boas quanto coisas ruins.

    Será que eu tenho que explicar que estamos discutindo o cristianismo como religião e não se fulano ou um grupo de fulanos faz isso ou aquilo?

  27. Barros:

    Eu só me ocupo de crente de manada. Os crentes fanáticos eu deixo pra conversar com o Azetech e com o Criaturo.

    Vocês só se ocupa de quem você sabe que não tem argumentos para te contrariar. É o chamado ‘bater em bêbado’. Se tiver alguém com argumentos, aí você sai de fininho e muda de assunto.

  28. Barros:

    Aposta quanto como ele vai dizer que “a igreja nunca cometeu nenhum aborto”? kkkkkk

    k k k, pela sua lógica se a torcida do Corinthians fuma maconha, o cluble Corinthians é defensor da maconha.

    Veja o quão básico eu tenho que descer, depois crente que é burro.

  29. Criaturo,

    Acho que ateu pensa que cristão não come ninguém, nem tem tesão. Mas tem um ditado que diz: fulana é crente, mas crente do c…. quente.

  30. Vocês só se ocupa de quem você sabe que não tem argumentos para te contrariar.

    O seu argumento de que estamos todos nessa barca furada porque uma cobra falante convenceu uma mulher feita da costela de um homem de barro a comer uma fruta mágica realmente me contraria muito.

  31. Crente do cu quente! kkkkkkkkk Minha vó falava isso.

  32. Criaturo
    eu , com certeza voce e a maioria das pessoas quando comemos um animal NAo desejamos o mal dele! nunca joguei praga em nemhum bicho! a gente apenas enche a barriga e fica feliz! tao satisfeito ou mais como se tivesse comido “no bom” sentido o outro ser humano.

    porem nem todo mundo come apenas ser humano, outros ate gostam de relaçao com um de outra especie, gosto nao se discute! rrsrsrsrsrsrssrrsrsrsrsrsrsrs
    voce tocou num ponto que me fez pensar: na unica hora que um ser come “outro” no “bom” sentido e ambos se satisfazem e ninguem sai morto, há uma restriçao enorme, um complexo e uma culpa imposta pela religiao! bacanal é pecado, swing é pecado e varios atos de natureza sexual coniventes entre as partes sao pecado.
    Outro dia vi a entrevista do Silas MAlacheia no THE NOITE do gentili e ele falou que namorou 7 anos e casou virgem.
    so podia beijo e pegar nao mao.
    Nos poucos momentos de prazer entre seres humanos a religiao condena as coisas boas da vida. È ou nao é uma religiao voltada para a MORTE? como o Barros diz, um culto , uma negaçao a esta vida!
    o Silas nao podia comer a mulher se nao o DEUS dele iria ficar enciumado!
    realmente esses evangelicos so podem ficar ricos mesmo! porq as coisas materiais que nao sao proibidas é que fazem diferença na vida deles. o Silas disse q a biblia fala muito sobre finanças e esse é um dos principais assuntos da biblia!
    concordo! nao é a toa que os pastores estao riquissimos!

  33. Barros,

    Ja falei mas repito, e esse entendimento esta de acordo com a Igreja Catolica: ha livros claramente escritos de firma simbolica e alegorica, o Genesis sendo um deles. Por isso que o peao tem que estudar anos antes de sair por ai querendo ser interprete da biblia, para nao falar besteira. A nao ser que vc queira um emprego na Igreja Universal.

  34. Greg,

    Que prazeres que vc diz que a igreja só condena? Sexo, drogas e rock & roll? Olhe para alguem que pratica os de acima sem limites e tem uma vida genuinamente feliz e duradoura. Esse é o mistério, a felicidade não esta no dinheiro, sexo, drogas, etc. O país mais feliz do mundo não é um paiseco la pobre que nem me lembro o nome perto do Tibet?

  35. Andre lopes
    a
    a igreja condena quase tudo que possa ser prazer fora da igreja.
    O sujeito tem de buscar felicidade so dentro de uma igreja ou credo.
    a religiao nunca gostou de competiçao. ou voce esta com ela ou esta errado.
    O engraçado é que hoje em dia no cristianismo quem faz a funçao que a igreja catolica fazia antigamente é a pentecostal e as evangelicas em geral, condenando tudo o que é MUNDANO.
    a catolica se ve obrigada a aceitar a pessoa que gosta de uma cervejinha, um pagode, samba, funk ou rock – faz sexo fora do casamento, antes de casar, usa qualquer tipo de roupa e tem uma vida mais normal sem muitas privaçoes!
    cada instituiçao fica com um tipo de CLIENTE!
    o cliente catolico nao abre mao de certas coisas, quem se aventura a ser crente , tem de se privar mais e viver em prol da igreja.
    Tem um padrinho da minha namorada que é um cara bacana e gosta de tomar uma cerveja e fazer o churrasco dele e ir pescar! so que de ums tempos para cá resolveu se alucinar numa boca de culto onde mulher fica de um lado homem de outro!

    o cara nao bebe mais, mesmo cheio de vontade vendo a gente beber, tem que ficar tomando o lixo de refrigerente que alias nao faz bem a saude, mas como a igreja ta cagando para saude do cara: FODA_SE!
    o cara tem q pescar de calça, num calor dos diabos, nao pode usar short, nao pode aquilo, nao pode isso. e ainda tem q ir na igreja umas 3 vezes na semana! cara é pedreiro e trabalha muito. tem necessidade de se privar e submeter a umas coisas dessas???
    depois voce vem e diz que a igreja so proibe sexo, drogas e rock´roll !
    o melhor de tudo é o sentimento de culpa que botam na cabeça do cara. O temor! O medo!

  36. Greg,

    Agora entendi quem você está criticando. A revolução protestante trouxe esse problema: agora quarqué mané acha que pode abrir ‘a sua igreja’ e sair por aí ditando o que é o certo e o errado. E o Brasil, por ser um país atrasado, essas igrejinhas florecem como em nenhum outro lugar. Não perca o seu tempo com eles, infelizmente onde há muitas pessoas ignorantes, esse tipo de fiel vai sempre existir.

    Porém, pense grande, pense nas igrejas sérias na Europa, nos EUA, nos lugares desenvolvidos. Eu posso falar pela igreja que eu sigo, que é a Católica Apostólica Romana. Na igreja católica os ensinamentos não mudam por que a ‘concorrência’ aumentou. A igreja católica encheria se a camisinha e a pílula fossem aceitas, ainda assim a posição não foi mudada.

    Eu lamento que você, ao se deparar com essas igrejinhas de fundo de quintal, acaba por generalizar as más impressões. As igrejas mais tradicionais como a Católica e outras têm uma doutrina consolidade, pensada e refinada por vários teólogos e filósofos ao longo de séculos.

  37. Gregs

    É proclamado em quase todas as religiões do mundo que a verdadeira vida está lá.

    isto serve como um estimulo a pessoa continuar vivendo e progredindo, somos adestrados por promessas de recompensas.
    Melhor esse otimismo crente do que o pessimismo da morte eterna pregada por ateus, falando nisto quando é que voce voltará a ser espirita?

    Lááááá… em outro lugar. Um lugar bem distante do qual não se pode mais voltar. E esse lugar deve ser mesmo muito bom, afinal, não houve registro, até hoje, de alguém que voltou.

    a sim milhares de casos de pessoas ao morrerem terem indo se despedir em espíritos dos seus entes queridos, minha mãe sentiu a presença do meu tio na sala, antes do telefone tocar avisando que ele havia morrido.
    O filme abaixo relata bem este fenômeno que e bem comum:

    “todos desejam ir para o céu, mas morrer ninguém quer.”
    Ateus possuem fé que a morte eterna os livrará das suas frustrações, crentes igualmente, porem estes últimos ainda não desapegaram do prazer proporcionado pela vida.
    Crentes e descrentes elegeram a morte como uma porta de fuga para suas frustrações humanas, mas “se herrar é umano” por que desejam parar de errar ?
    Queremos ser Deus ?
    Penso que a morte seja apenas a continuação desta vida de outra forma, ou em outra fôrma.
    Lagrimas e sorrisos formam a essência do ser humano e deixar de ser humano é contrario as leis divinas.

    A pessoa de fé vai argumentar que Deus criou um belo e magnífico meio para que a vida surja e se expresse em suas mais variadas formas. Tudo perfeito, tudo organizado, tudo testado e aprovado. Será mesmo??

    pera ai! O ideal de perfeito humanos, seria 100% prazer que ao meu ver um grande equivoco, bem apontado no filme Matrix.
    A vida é composta de prazer e sofrimento malgrado o desejo humano, é assim que ela se auto sustenta desde os primórdios.

    O mágico sistema funciona mais ou menos assim: todo ser vivente tem como necessidade básica se alimentar de algo, pois precisa de energia para continuar a existir. E de onde vem essa fonte de energia? Basicamente de outro ser vivo ou de algo que algum concorrente na saga da vida precise para viver também. Na grande maioria das vezes, mais de um ser vivente disputa a mesma fonte de energia, e é aí que a grande obra do criador não parece tão… como posso dizer… grandiosa.

    essa crueldade divina não diminui em nada sua grandiosidade, apenas contraria nossa visão de justiça e principalmente a de ateus adeptos a crença da morte eterna.
    A consciência é formada através de ações e reações criando sentimentos e principalmente a vontade do ser “eu”, para isso é necessário haver uma interação “ativa” entra matéria e consciência , ou seja eu sinto que o mundo pulsa! E Transformação é sinônimo de vida evoluindo.

    Uns mais iluminados da espécie vão dizer: “Eu não mato para comer, ou melhor, eu não como outros animais, sou vegano!”. Ah… tá bom, não mata. Não mata certos tipos de seres viventes, mas quantas vidas são ceifadas nas colheitas e lavouras agrícolas? Cerca de 1.000.000 de seres por metro quadrado são aniquilados pelos pesticidas e vários produtos contra “pragas”, para manter a vida desses iluminados. Pragas – depende de que lado você está, da caça ou do caçador. Lagartas que um dia viriam a ser borboletas, joaninhas, abelhas, grilos, formigas etc., etc., etc., quase que incontáveis. Esses só os que podem ser vistos a olho nu; fora os microscópicos, mas esses últimos não devem ser nem seres, né? São muito pequenos, simples e primitivos. Eles fazem parte de um plano maior, a morte deles mantém os evoluídos vivos.

    trechos de uma discussão com o azetech no meu blog: http://religiaodeuslivre.wordpress.com/2013/10/25/nao-existe-um-criador/#comment-600

    Ja mandei um monte de espermas para o ralo, sem dó nem piedade, tudo pelo prazer !

    Então és hipócrita e falso moralista, visto que uma célula, apesar de possuir baixo “nivel de complexidades dos seus sistemas nervosos” TAMBÉM é um ser VIVO.
    isso contradiz o teu suposto lema: ““viva e deixe viver” nem a nossa vida nos pertence quanto mais a dos outros seres.”
    Puro orgulho!

    Va reclamar com Deus, ta esquecendo dos sonhos!
    Mas de fato quanto maior a consciência do ser, maior será o peso do crime, eu respondo apenas pelo meus crimes intencionais voluntários, quantos aos involuntários onde deus usa cruelmente o sacrifico da vida de uns para manter a vida de outros, ele que responda pela suas criações, por exemplo o sistema imunológico mata seres invasores, para manter a nossa vida.
    Mas se eu piso inconscientemente em cima de uma formiguinha, devo ser punido pela minha ignorância nata concedida por Deus ?

    Mas se tu achas a tua vida tão importante quanto ao de uma ameba……. seja feliz.

    De fato acho, pois isso faz parte da justiça divina.
    O homem esta inserido em um sistema interativo, pelo qual deve viver em harmonia, o fato de Ter alcançado a evolução primiro não lhe da o direito de ser um tirano ,juiz e carrasco das vidas que não lhes pertence, se acham deuses porem não possuem nenhum poder sobre criar vidas.

    Mas isso não o isenta de ser o topo da criação neste universo.

    sim um micro universo ao qual ele age e sofre reações
    A vida microscópica existente dentro do homem ignora que interage com um ser ainda mais complexo, talvez isso também aconteça com o homem em relação a Deus.

    Então tu és um genocida quando manda os espermatozoides para o ralo.

    não! Sou apenas mais um naturalista libertando os seres cativos do meu “saco cheio”.

    O lugar mais estéril que podemos encontrar com certeza é de uma plantação cultivada por uma indústria de alimentos ou qualquer corporação agrícola. Será que o criador nunca pensou num jeito de todos ficarem vivos? Ou pelo menos não sofrerem quando o fatídico momento chegar? Só podemos concluir que não, porque até hoje o sistema não mudou um milímetro sequer.

    pesticidas não pode ser bom para ninguem eles também matam os homem lentamente, assim como todos os antibióticos eles são contra a vida.

    Até o Deus-Jesus morreu para nos dar a “vida”. Fica claro que esse foi o melhor sistema criado por Deus, tanto é que ele morreu para mantê-lo. Meus olhos se enchem d’água quando penso que meu criador saiu de seu mundo mágico e perfeito para vir e salvar sua criatura preferida deste mundo mal e cruel que coincidentemente também foi feito por ele.
    Vai entender.

    Os meus tambem, de tanto rir:

    o deus de Moises faz suas lei incoerentes ensinando nos matarmos em seu nome, ao fazermos a vontade dele, tipo apedrejando pessoas, seremos condenados e punidos com a morte eterna, então ele vem finge-se de homem e diz “ filhinhos burrinhose teimosos” que eu mesmo criei, vocês aprenderam direitinho o que eu ensinei através de Moises a roubar e matar sem piedade , mas como isto não pegou muito bem para minha imagem de santo, agora eu me disfarcei de homem, e ME PUNIREI NO LUGAR DE VOCES, que ao afinal das contas, não possuem culpa nenhuma em seguir as minhas ordens, então irei para cruz.
    Mas depois de dois dias: “há…..há…há…..enganei todos vocês ! Porque sou Deus e não morro nunca, continuo aqui em carne e ossos…..,mas agora não me segurem , não! Que estou indo para o céu, Deus me livre de continuar aqui neste inferno ,Eita! que bichinhos ruins que eu mesmo criei…cruz credo ! he……he.…he……he……he……he

  38. Gregs

    “bom” sentido e ambos se satisfazem e ninguem sai morto, há uma restriçao enorme, um complexo e uma culpa imposta pela religiao! bacanal é pecado, swing é pecado e varios atos de natureza sexual coniventes entre as partes sao pecado.

    entenda “amar a Deus sobre todas as coisa ” como um desapego a materia.
    pois um apego em demasia acaba desvirtuando a moralidade humana que visa o bem comum.
    por exemplo na outra vida o Barros era um crente fanatico, uma ovelha de igreja que seguia seu pastor fielmente ,mas enquanto ele trabalhava fazendo obras na igreja, o pastor estava na casa dele fazendo obras na mulher dele.
    Quando sua mulher engravidou desesperado disse:
    “mulher o que vem a ser isto, sou estéril? ”
    Mas sua esposa muito religiosa, em lagrimas comovente de pronto deu seu testemunho:
    milagre…milagre, não te disse que esse pastor era bom mesmo !

    ôôôôh gloria!

    a reencarnação explica a revolta do ex-irmão Barros contra as religiões.

  39. Criaturo

    se o Barros nao tem consciencia da “vida” dele quando crente , entao NAo era o Barros.
    essa é uma das absurdidades do espiritismo! – mesmo que vc continuasse vivendo nao sei como de outra forma, como sua consiencia é outra, vc tambem é outro individuo!
    se toda a sua memoria e experiencias NAO existem e na outra vida vc adquire outras memorias e experiencias entao voce é outro ser, completamente diferente do anterior!

  40. Gregs

    exato! a evolução existe mais é gradativa e necessaria, da vida só guardamos as experiência mais marcantes, inconscientemente elas ficam registradas e vão formando o nosso ser.
    uma coisa é observável a personalidade é nata ao ser.

  41. O Criaturo

    a gente tava falando de outroas vidas , nao é mesmo??? NAo estamos falando de evoluçao nesta vida atual!
    O problema do espirititismo é isso! vc paga um karma que NAo lembra, se a vida cotinua, vc teria que lembrar das coisas e continuar aprendendo, se vc nao lembra , nao tem memoria, isso é outra vida! outra pessoa. vc mesmo disse que a gente , nossa personalidade é formada com as experiencias e vivencias, mas se vc nasce de novo! e perde toda a sua experiencia adquirida, pra mim isso é ser outra pessoa!
    espiritismo é muito lindo de um lado, mas muito triste por outro aspecto! basta vc analisar e refletir!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: