Mente aberta (Pt. 3)

 gagarin

.

No início da década de 1960, no auge da Guerra Fria, os americanos estavam muito preocupados com o avanço tecnológico demonstrado pela União Soviética. Eles haviam lançado o primeiro satélite e, agora, como informava a capa da revista Life de 21 de abril de 1961, Yuri Gagarin tinha sido o primeiro astronauta na órbita da Terra. Nada incomodava mais os Estados Unidos do que saber que os soviéticos estavam podendo ir aonde eles não podiam. A população, que havia apoiado o uso de armas atômicas na Segunda Guerra, começava a perceber que também poderia ser vítima delas, lançadas diretamente de cima de suas cabeças, pois seu maior inimigo havia conquistado o espaço.

De fato, desde 1958 os soviéticos já sabiam que era até relativamente fácil pôr um homem em órbita. O difícil era trazê-lo de volta vivo. A edição de 12 de abril de 2001 do Pravda (que significa “verdade”, em russo) revelou que Gagarin foi a tentativa que “deu certo”. E foi a décima. Os outros nove astronautas que foram lançados antes dele se espatifaram no pouso, ou foram torrados vivos durante a perigosíssima reentrada na atmosfera, ou foram fuzilados ao caírem em território inimigo. O que é mais provável é que Gagarin tenha servido apenas como garoto-propaganda do Partido, repetido a frase “A Terra é azul”, ouvida de um dos seus antecessores, e se contentado com a fama. Ou talvez não tenha se contentado o suficiente, porque, seis meses depois de seu “feito”, o avião militar que pilotava sofreu, digamos… um acidente. Seu corpo nunca foi encontrado.

Alheio a tudo isso, mas certamente empenhado em diminuir a inquietação dos americanos, o então presidente John F. Kennedy fez um discurso memorável no congresso nacional. Pouco mais de um mês depois daquela revista ter sido publicada, o mundo logo tomou conhecimento de que os Estados Unidos haviam se comprometido a pousar um homem na Lua “antes que essa década acabe”. A década era a de 1960 e, como você já deve saber, o primeiro pouso do homem na Lua supostamente se deu quase que “no último minuto do prazo”, em 20 de julho de 1969.

Ou porque o país precisava honrar a promessa feita pelo seu mais carismático líder, assassinado em 1963; ou porque era inadmissível deixar os soviéticos pensando que tinham uma tecnologia superior; ou porque eles todos precisavam de um feito que lhes levantasse o moral, depois do fiasco que estava sendo a Guerra do Vietnã; ou para justificar os 200 bilhões de dólares gastos no Projeto Apollo; ou por tudo isso junto, alguém tinha que aparecer na tevê caminhando na Lua. Mas isso era impossível naquela época, como ainda é impossível hoje.

Situações desesperadoras exigem medidas desesperadas. E foi assim que resolveram convocar um novo membro para a Missão Apollo 11.

Walt Disney.

moon hoax

 

Anúncios

6 Respostas

  1. O ateu tem a pessima mania de duvidar das coisas!
    depois que se começa a usar o raciocinio logico, nao se consegue mais parar!
    o que mais me intriga é o fato de 40 anos depois NAo ser comum ao homem ir a lua ou mesmo dar uma voltinha no espaço!
    seria o 1o caso da historia da humanidade que um feito ou criaçao militar nao é utilizado na area civil. Guerra e investimentos militares sempre deram grande passo no desenvolvimento, mas parece que nesse caso, parou ali em 69 e nunca mais se fez nada parecido!
    vai fazer 45 anos dessa falcatrua do homem na lua e nada de uma excursao a marte ou mesmo um passeio de ferias pela orbita da terra! muito estranho nemhuma empresa de viajens nao se aproveitar disso!
    enfim: tem gente que acredita em qualquer! quanto mais improvavel e impossivel melhhor! o ser humano tem um fascinio com a mentira!

  2. Será que este texto afirma que o homem não pousou o pé na lua? Estou com receio de não ter discernimento suficiente para o compreender.

  3. Isto não passa de mais uma não crença do Barros. Especulação com base em artigos especulatórios de outros autores. Não é possível ao homem comum apropriar-se de provas em contrário. Será que também diz que o holocausto não aconteceu? E a 2ª Guerra Mundial?

  4. Será que também diz que o holocausto não aconteceu?

    Não, não diz isso. Estou abordando apenas a suspeita — não somente minha, mas de cidadãos americanos — de que o pouso na Lua foi uma farsa, e que o 11 de setembro, como eles próprios dizem, foi um inside job.

  5. Bom dia Barros.

    Por gentileza, você possui algum texto que fale sobre ” bíblia fala por metáfora” ,ou algo parecido? O cristianismo não se cansa de arrumar desculpas para defender a bíblia e usa de vários argumentos… Não sei se estou sendo claro, me desculpe. Obrigado mais uma vez e não esquecendo de agradecer sempre pelo envio das publicações.

    Date: Sun, 6 Apr 2014 13:51:02 +0000 To: luiscesarx@hotmail.com

  6. Não, você não está sendo claro. Se quiser pesquisar no blog, basta digitar o termo de busca na ferramenta de pesquisa lá no cabeçalho da página, à direita.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: