Como ‘esqueçer’ um “Ç”

como esquecer um Ç

O leitor Fernando me alertou que, no meu texto final da série “A NORMAL”, eu havia escrito “esquecer” com Ç: ‘esqueçer’. Acabei de mandar um e-mail curtinho pra ele — agradecendo pela correção apontada — e estou escrevendo esse texto aqui como forma de retratação, porque um erro de dedografia que consegue escapar das minhas inúmeras revisões tem a minha admiração.

Felizmente, eu consegui identificar a origem desse pecado gramatical, o que sem dúvida é um passo decisivo para evitar cometê-lo de novo. Numa das revisões, eu usei a tecla Delete para mudar a flexão do verbo de “esqueça” para “esquecer”, esquecendo eu mesmo de conduzir a deletação até o Ç. 

Eu já havia tratado desse tema antes no post Eu acho que vi um gatinho, onde eu informo os leitores sobre a criação da aba Comunicar erros, que já tem 164 comentários, e o primeiro deles é de um Fernando que não é o mesmo do Ç. Apenas para constar, eu não cometi 164 erros de ortografia até agora. Quase todos os erros identificados pelos meus leitores crentes dizem respeito à minha postura quanto a um ser que se esconde numa dimensão mágica. Mas eu só levo em consideração os comentários referentes a erros gramaticais, porque pessoas religiosas não merecem muita confiança quando o assunto é a vida real, já que elas leem a Bíblia e não conseguem perceber que estão diante de uma coleção de fábulas.       

Receber um elogio é a segunda coisa mais importante para um escritor; a primeira, é ser lido. O problema é que ninguém em sã consciência volta a ler um autor que escreve errado. Eu não volto. Portanto, se você leitor, se você leitora não quiser ou não tiver motivos para me elogiar, saiba que, pelo menos, suas correções terão de volta os meus mais sinceros agradecimentos.

Anúncios

2 Respostas

  1. Olá Barros! Bom dia!
    você é um escritor excelente! pensa e escreve incrivelmente maravilhoso! seu raciocínio é admirável! eu admiro você demais! Parabéns! Sou muito feliz por ter o privilégio de poder ler seus textos e, principalmente, entende-los rs, Queria muito que existisse mais pessoas com suas características mais perto de mim, adoro pessoas realistas, que enxergam a vida, o mundo como você, aborrece ouvir crendices e irracionalismos, ainda mais quando já não se faz mais parte disso, e já enxergamos c/ a mente aberta as tolices das crenças, tomara que cada vez mais as pessoas possam ser como você, o mundo seria muuito melhor! Abraço forte!

  2. Oi, Dri. Muito obrigado, querida! Tô no meio do nada agora, em viagem, mas depois te mando um e-mail. Beijo

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: