Por que se acredita no inacreditável

Há trinta anos o psicólogo americano Michael Shermer se dedica a combater superstições. Ele criou uma ONG, uma revista (Skeptic Magazine), sites e programas de TV focados em promover o pensamento científico e desmascarar charlatões. Shermer, que chega ao Brasil no fim deste mês para uma série de palestras, é autor de quinze livros. O último, Cérebro e Crença, foi lançado em português na semana passada. Nesta entrevista, ele diz que a tendência de se iludir com fantasias é própria do processo mental humano e defende o combate à crendice em favor do progresso.

Por que as pessoas acreditam no inacreditável?

A evolução fez do cérebro uma espécie de máquina de reconhecimento de padrões na natureza. Às vezes, esses padrões são reais, mas na maioria dos casos são fruto da imaginação. Milhões de anos no passado, ao ouvir um barulho vindo da mata, um hominídeo poderia supor que se tratava de algo inofensivo, como o vento. Se estivesse errado, e fosse um predador, correria o risco de ser devorado. Nosso ancestral poderia, por outro lado, imaginar a presença de uma divindade perigosa no mato e se afastar o mais rápido possível. A segunda opção é a que a maioria adota. Imaginar o perigo e fugir garante a sobrevivência, mas também a ignorância. Ir até o mato verificar do que realmente se trata o barulho exige curiosidade e uma batalha contra os instintos. É nessa categoria, a dos homens que não se rendem a narrativas fictícias, que se encaixa o cientista. Os crentes seguem a trilha inversa, a dos que se contentam com suposições sobrenaturais. É um fenômeno que tem a ver com a química do cérebro: a convicção de que o pensamento mágico é o que basta para a compreensão do universo produz uma sensação de prazer. Ficamos felizes em imaginar que seres místicos, sejam eles deuses ou extraterrestres, se preocupam e cuidam de nós. Não nos sentimos sós.

Como se sabe que o cérebro é propenso a acreditar no fantástico?

A neurociência identifica padrões de ondas cerebrais distintos que nos levam a criar crendices e a ter prazer na constatação de que temos respostas às nossas dúvidas. Em situações extremas, como as enfrentadas por quem está no limite da resistência física ou próximo à morte, o cérebro reage com a redução da atividade na área responsável pela consciência e o aumento em regiões ligadas à imaginação. Essa reação natural está na origem das alucinações. Não há mistério nesse processo. Os cientistas são capazes de produzir visões ou a sensação de transcendência espiritual com o estímulo artificial de certas áreas do cérebro.

O senhor foi um cristão evangélico ativo no esforço de atrair fiéis para sua igreja. Como se tornou um cético?

Somos mais abertos à religião na juventude e na velhice. Naturalmente, no fim da vida é comum procurar por conceitos reconfortantes, ainda que irreais. No meu caso, o apelo da crendice me atingiu na juventude, como uma explicação fácil para tudo o que existe. A religião tem um apelo social enorme. O ambiente alentador de uma comunidade ajuda a afastar as dúvidas até daqueles que não acreditam plenamente no sobrenatural e nos dogmas religiosos. Desvencilhei-me da crença ao entrar para a comunidade científica. O método científico, cujo princípio básico é o de que qualquer afirmação deve ser comprovada em experimentos repetidos, alimenta o ceticismo e favorece o progresso.

O que faz com que a ciência seja a melhor ferramenta para explicar o mundo?

A ciência é democrática. Qualquer um pode estudar e chegar a conclusões racionais. Cientistas estão abertos à possibilidade de estarem errados e, por isso, promovem a invenção e a reinvenção de conceitos. É o que garante o avanço do conhecimento. A crendice é intolerante. Fixa uma verdade e não abre espaço para perguntas. Se nos apegássemos apenas ao sobrenatural, nunca teríamos saído da floresta e criado a civilização.

No mundo moderno, ainda precisamos da crença?

É impossível deixar de crer. A ciência também depende da nossa capacidade de elaborar crenças. Qualquer experimento nasce com uma premissa baseada no que se acredita ser verdade. Ideologias também precisam da habilidade de crer. Eu acredito no liberalismo, na democracia e nos direitos humanos. Podemos, porém, abandonar o que não pode ser explicado, como deuses e bruxos. Não nos faria falta.

Há vantagens na crença?

A evolução nos concedeu a habilidade de acreditar por boas razões. A crença em divindades nos levou a temer o mundo e, com isso, nos ajudou a sobreviver nele. Também contribuiu para a formulação de leis que regiam comunidades primitivas. A moral e a ética nasceram na religião.

Se a ética tem origem religiosa, por que ela prevalece na sociedade laica?

As igrejas se tornaram um fator de corrupção, motivo de guerras e perseguições. Por sorte, presenciamos o declínio da crença no sobrenatural. Países do norte europeu, onde apenas um quarto da população segue alguma religião, têm índices de criminalidade, suicídio e doenças sexualmente transmissíveis inferiores aos de estados em que a maioria dos habitantes é de crentes, como os Estados Unidos e o Brasil. Se a religião se declara um bastião da bondade, por que, historicamente, estados teocráticos são mais suscetíveis à criminalidade do que os seculares?

Apesar de vivermos na era da ciência, cresce a crença no sobrenatural. Por quê?

É verdade que vivemos num mundo em que a ciência faz parte do dia a dia. todos gostam de iPhones e admiram as naves que pousam em Marte. Mas poucos abdicam de crenças sobrenaturais e aceitam a ciência como ferramenta para explicar o universo. A maioria só quer aproveitar os produtos da ciência. Quando se trata de responder a dúvidas primordiais, como a origem do universo ou o sentido da existência, preferem explicações irreais, mas convincentes em suas narrativas fictícias.

Por que o senhor se dá ao trabalho de combater a superstição?

Sempre me perguntam por que não deixo os crentes em paz. Ocorre que a crença no sobrenatural não é inócua. Ao contrário, é bastante perigosa. Acreditar  na dita medicina alternativa é um exemplo. Muita gente morre por substituir o tratamento médico sério por procedimentos supersticiosos, como o consumo de ervas com propriedades supostamente milagrosas.

Não é possível provar a existência de divindades e criaturas fantásticas. O senhor concorda que também é difícil provar que não existem?

O fato de não explicarmos um mistério não significa que ele exija explicações sobrenaturais. Só mostra que ainda não há resposta. O ônus da prova cabe aos crentes. O cético só crê no que é provado. Nesse aspecto, a ciência tem feito bom trabalho ao desmascarar mitos. No passado, já se acreditou que a Terra viajava pelo cosmo no lombo de um elefante. Existem 10.000 religiões. Espanta-me a arrogância de quem supõe que só uma crença seja correta em meio a tantas.

O senhor leva em consideração que pode estar errado?

Assim como todos, só descobrirei a resposta quando morrer. Como cientista, estou aberto à possibilidade de ter me enganado. Se houver um ou vários deuses, ficarei surpreso. Mas não tenho medo. Se há um Deus, ele me deu um cérebro para pensar. Meu pecado seria usá-lo para raciocinar e buscar explicações? Um ser benevolente não me puniria por utilizar bem as armas que me concedeu.

 

Fonte: Revista Veja, edição 2283, páginas 84 e 85.

Abaixo, link para outra entrevista intitulada “O risco da crendice”:

http://veja.abril.com.br/090102/entrevista.html

Anúncios

43 Respostas

  1. 1*os seres humanos acreditam no incrivel ou no inacreditável , por causa da ilusao que foi criado(plantado nas mentes) aqui no umbral(inferno) terra, onde estao todos neste buraco(poço terra) ,cegos nas trevas, pedindo$$ a luz(deuses,divindades,anjos,etc…) bens materiai$$ , ou curas de alguma doença inconcientemente provocado pelo próprio consumo iilusório e vaidoso que o poder financeiro$(salário$) causou na vaidade do egocentrismo,e qdo surgem algum problemas neste ilusório poder financeiro$ e que este poder naõ possa ressolver , logo busca a procura da soluçoes deste problema pelo invisivel , pelo divino e naquele determinado momento nao pelo poder financeiro$ (dinheiro$) . e é por isto que povo “egoísta” buscam só qdo precisam, acreditar no inacreditável mas real . esta explicado???

  2. Como já disse, um pouco de ceticismo sadio é sempre bom; o problema é o fanatismo, seja religioso ou cético.

    A Skepti e revistas e sites similares são muito bons para desmascarar falsas aparições de OVNI’s, charlatães, superstições, curandeirismo, falsas crenças e religiões, para promover o pensamento crítico e científico, etc. Mas, quando trata de Deus, Jesus e, em especial, sobre os grandes milagres da Igreja Católica, seus artigos e argumentos deixam muito a desejar; deixando o bom senso e o método científico de lado e partindo para o campo da especulação, do cientificismo e da pregação do ateísmo.

    Muitas vezes, travestidos de divulgadores científicos e arautos da verdade, eles não promovem a verdade e a ciência; mas sim, o cientificismo e o ateísmo. Tentando jogar a religião contra a ciência, como se ambas fossem inimigas e irreconciliáveis; fazendo com que muitos se afastem da religião e outros da ciência.

    Chega a ser ridículo as tentativas vãs dos ativistas céticos (como James Randi, Joe Nickell, Garlaschelli, etc.) em tentar desmascarar o Santo Sudário, a Imagem de Guadalupe, o Milagre Eucarístico de Lanciano, o Sangue de São Genaro, os milagres de Lourdes, a incorrupção de corpos de santos, entre tantos outros; diante de tantas evidências e estudos científicos sérios feitos por renomados cientistas de verdade que tiveram a oportunidade de estudar tais milagres.

    Em quem acreditar? Nos ativistas céticos, no mágico Joe Nickell e companhia limitada e em suas especulações pseudo-científicas ou em cientistas de verdade e em seus estudos científicos sérios? Tais como: Richard Kuhn (Prêmio Nobel de Química), Phillip Callaghan e Jody Brant Smith (cientistas da NASA), Dr. Aste Tonsmann (Centro Científico da IBM), Dr. Javier Torroella (consultor da OMS), Dr. Enrique Graue (um dos mais competentes oftalmologistas da América) e tantos outros que estudaram o MILAGRE DA IMAGEM DE GUADALUPE! E tais como: Dr. Raymond Rogers (famoso químico de Los Alamos com mais de 40 artigos publicados com peer review), competentes físicos (como os do ENEA e da NASA), cientistas das mais diversas áreas da equipe do STURP, químicos, botânicos, médicos, anatomistas, legistas, microscopistas, etc.; que estudaram e ainda estudam o SANTO SUDÁRIO?

    – Por que as pessoas acreditam no inacreditável?

    Parece que há muita especulação nesses argumentos da origem das religiões; pois, não sabemos como de fato surgiram a maioria das religiões,

    Porém, não podemos negar o fato de que o judaísmo/cristianismo é que acabou com o politeísmo, com o paganismo e com as religiões mitológicas e de mistério; tanto que os primeiros cristãos eram considerados ateus pelos romanos por não acreditarem em seus deuses.

    – Como se sabe que o cérebro é propenso a acreditar no fantástico?

    Mera especulação!

    O cérebro pode nos iludir e fazer muitas coisas, até sonhos e alucinações; menos fazer PROFECIAS e MILAGRES autênticos!

    E se tem uma coisa que a Igreja Católica está cheia é de profecias e milagres autênticos.

    – O senhor foi um cristão evangélico ativo no esforço de atrair fiéis para sua igreja. Como se tornou um cético?

    O problema é que os evangélicos ou não acreditam nos milagres da Igreja ou temem que são obras do Demônio; e muitas religiões fundamentalistas se opõem à Ciência e tendem a negar as descobertas científicas. Por isso, muitos evangélicos, quando começam a estudar ciências, acabam perdendo a fé.

    Talvez, se ele tivesse estudado a fundo a história da Igreja e feito um estudo comparativo das religiões e de seus milagres, em vez de cair no ceticismo, quem sabe teria se convertido ao catolicismo?

    – O que faz com que a ciência seja a melhor ferramenta para explicar o mundo?

    Sem dúvida, não podemos negar o valor da Ciência (aliás, a Igreja nunca negou o seu valor), ela é um dos maiores instrumentos inventados pelo homem para a busca da verdade e do conhecimento.

    Porém, como o próprio entrevistado reconhece, ela não é infalível. O homem só pode ter certeza daquilo que pode ser, direta ou indiretamente, observado; seja através de seus sentidos ou através de instrumentos científicos e tecnológicos. Sem observação e comprovação empírica, as teorias científicas (como o Big Bang, Teoria das Cordas, Multiverso, etc.) não passam de meras especulações mais bem elaboradas com requintes matemáticos. E, na busca pela Verdade, onde a ciência não chega, só podemos avançar através da matemática, da filosofia e da teologia,

    Por isso, por mais importante que seja, não devemos ENDEUSAR a Ciência; pois, no fundo, ela é tão limitada quanto o próprio homem que a criou!

    E, pelo menos Igreja Católica sempre acreditou que Deus se revelou e ‘escreveu’ aos homens através de dois livros: o Livro da Bíblia e o Livro da Natureza; e que, tanto a teologia como a ciência e a filosofia, tendem ao longo da história para a Verdade.

    – Há vantagens na crença?
    – Se a ética tem origem religiosa, por que ela prevalece na sociedade laica?

    Depende da crença; com algumas exceções (como o islamismo, o satanismo, etc.), a maioria das religiões pregam e promovem a paz.

    O problema da violência em muitos países não é por causa da religião, mas sim por causa da cultura, da miséria, da multiplicidade tribal e racial, da diferença de classes, da má distribuição de renda, da corrupção, etc. Independente de religião ou não, sociedades mais homogêneas tendem a ser menos violentas.

    E se o homem foi capaz de cometer atrocidades em nome de Deus, a própria história do mundo mostrou que, quando o homem renega a Deus na sociedade, é capaz de cometer barbaridades e atrocidades maiores ainda. Como a eugenia nazista, como as mais de 100 milhões de mortes pelos regimes comunistas (como mostrado no excelente “O Livro Negro do Comunismo”) e de mais de 1 milhão de abortos anuais cometidos pela nossa sociedade moderna em nome da liberdade sexual, etc.

    – Apesar de vivermos na era da ciência, cresce a crença no sobrenatural. Por quê?

    Não só as religiões, mas todas as instituições e o mundo todo está se corrompendo; inclusive, a própria ciência moderna. É cada vez maior o número de fraudes científicas, de trabalhos e pesquisas com interesses escusos e de cientistas que abandonam a sagrada ética científica em prol da fama e do sucesso financeiro e profissional.

    Cada hora é publicada uma pesquisa científica contradizendo estudos anteriores; fazendo com que muitas pessoas deixem de acreditar não somente nas religiões, mas na própria ciência.

    – Por que o senhor se dá ao trabalho de combater a superstição?

    É muito importante combater superstições, crendices, charlatanismo, etc. Mas, na busca pela Verdade, a Ciência tem que ser totalmente imparcial e não pode ter preconceitos; devendo sempre buscar a Verdade, seja ela qual for.

    Se de fato existem fenômenos sobrenaturais no mundo e a Ciência descartá-los a priori, em vez de investigá-los, ela estará se afastando da Verdade em vez de se aproximar dela e encontrá-la um dia!

    – Não é possível provar a existência de divindades e criaturas fantásticas. O senhor concorda que também é difícil provar que não existem?

    Como já disse acima, a Ciência é limitada àquilo que podemos, direta ou indiretamente, observar. Há mistérios que, talvez, a Ciência jamais poderá explicar; como, por exemplo, sobre a origem do universo, da vida e da consciência; sobre o que havia antes do Big Bang ou o que existe além dos limites do universo visível; sobre as dimensões superiores e sobre o mundo espiritual; sobre as profecias e os milagres autênticos; etc. No fundo, no fundo, tudo é uma questão de fé!

    Sim, existem milhares de religiões no mundo com crenças e doutrinas totalmente diversas e contraditórias. Mas, como ele pode se espantar que somente uma crença seja verdadeira? Já que a Verdade é uma só e a ÚNICA CONCLUSÃO LÓGICA possível dessa diversidade de religiões é que: ou todas as religiões são falsas ou somente uma pode ser verdadeira!

    Ainda mais pelo FATO de que, dentre todas essas milhares de religiões, por incrível que pareça, em APENAS UMA (na Igreja Católica) ocorrem milagres autênticos que passam pelo crivo da própria Ciência!

    – O senhor leva em consideração que pode estar errado?

    Concordo!

    A própria Bíblia diz que, das três virtudes teologais: a esperança, a fé e a caridade; no Céu só vai entrar a caridade; já que, depois da morte, não precisaremos mais nem da esperança e nem da fé; pois, veremos Deus face a face.

  3. Os Babilônicos faziam os experimentos e a igreja católica copiava

  4. A gente tem q basear nossas crenças e vida nas DIRETRIZES DA BÍBLIA, é mais seguro q se basear nessas tais de profecias da corrompida Igreja Católica cheia de crenças pagãs, pq há risco q não sejam, oriundos de DEUS. Além disso, como uma igreja pode ainda estar no espírito se desobedece friontalmente várias diretrizes da bpíblia, ao adotar imagens e ao proibir padres de casar (se a bíblia memop fala q é melhor casar q viver abrasado? ela mesma fala q o bispo deve ser marido de uma só mulher, portanto não tem sentido uma igreja expor seus proprios sacerdotes a vida sem sexo a vida toda). A igreja CATÓLICA precisa VOLTAR PRA BÍBLIA e logo

  5. O criaturo 2 pensa muito em sexo, não é? O casamento é apenas para esse fim?
    Aí num outro artigo também falou que era pecador e andava nuns esquemas com uma rapariga, que estranho, e depois culpava a igreja católica por haver padres pedófilos. Se ler os jornais verá que não só padres são pedófilos, mas pedreiros, educadores de infância, monitores de centros de férias, advogados, locutores de televisão, médicos, casados, solteiros, ajuntados…Quem não quiser submeter-se ao celibato, não vai para padre, e ninguém é obrigado a permanecer padre até ao fim. Não culpe a igreja católica como instituição pelos desvios sexuais das pessoas. Padres pedófilos continuariam pedófilos mesmo se fossem casados.
    Estou a ver que tem uma opinião muito livre sobre a sua própria sexualidade e o que fazer com ela. Onde estão os preceitos cristãos? Encontra-os na bíblia que tanto lê e defende? Segue o que aconselha Paulo? Apenas vida sexual no casamento?
    Já que anda na faculdade, parece ser um jovem que não controla as próprias hormonas e os seus desvarios pelas opiniões que revela acerca das mulheres. Já utilizou termos como «boazuda». Quase que cheguei a acreditar que era um evangélico como afirma tantas vezes. Que pena, agora só acredito no Criaturo I, esse sim, sempre coerente.

  6. Obrtigado pelo texto, srta Maria, gostei da franqueza apresentada com polidez. Pois é, minha luta contra a carne é grande, é sofrido a gente pecar, na hora é até bom, mas depois a gente se sente um ser impuro e indigno, é triste, mas tou lutando e procuro ser um cristão vberdadeiro sim.

  7. Hahaha Maria, isso até que ficou engraçado com a resposta do Criaturo2
    Esses crentes são assim mesmo, na hora H perdem o controle e esquecem dos ensinamentos de Deus. :)))

  8. Olá, Ana. Resta saber se este evangélico pecador é fidedigno, a Internet tem gente mascarada de tudo, uns de evangélicos, outros de católicos.
    O Criaturo 2 era bom de mais para ser verdade. Um cristão consciente das torpezas do texto bíblico mas, mesmo assim, agarrado à sua fé. Não se aguentou e usou palavras baixas aí num certo comentário. A porcaria acaba sempre por vir à tona.

  9. Nossa, gente, não me julguem, fikei triste, viu? :( mas gostei dos elogios e agradeço. Maria, é de Portugal, sou fã do país de vcs, acho linda sua bandeira, mais bonita até do q a brasileira. Abração e q Deus perdoe nossos deslizes e sigamos fraternalmente em nossas caminhadas.

  10. Bom, estou pronta para mais uma recaída sua mas não espere benevolência.

  11. Prezada Maria, obrigado pelo texto, gostei mesmo, pq foi sincero e é na sinceridade q a gente percebe outros ângulos de visão, reflete e procura ver o q pode ser melhorado.

    Acho bonito o sotaque Português de vcs, uma vez um senhor português foi ao hotel onde eu trabalhava e batemos o maior papo, embora certas coisas q ele falou eu não compreendi direito. Ele chamava todo mundo de patrício kkkk Engraçado q algumas palavras do português de vcs é meio diferente do nosso, por exemplo, vc escreveu HORMONAS, aki nós falamos HORMÔNIOS.

    Eu sou muito fã da língua portuguesa, vira e mexe acesso o youtube pra ouvir entrevistas de Angola, Moçambique, Portugal etc

    Glória a DEUS por ter criado a Língua Portuguesa

  12. O criaturo 2 pensa muito em sexo, não é? O casamento é apenas para esse fim?

    sim depois de muito sexo o fim dele é quase inevitável ..kkkkkkk

    ola Maria que bons ventos a trazem de volta , saudades dos seus embates com a SS rodriguesmasi ou menos a calmaria contra a tempestade.

    sds

  13. Obrtigado pelo texto, srta Maria, gostei da franqueza apresentada com polidez. Pois é, minha luta contra a carne é grande, é sofrido a gente pecar, na hora é até bom, mas depois a gente se sente um ser impuro e indigno, é triste, mas tou lutando e procuro ser um cristão vberdadeiro sim.

    minha luta tambem é contra carne viva porque as mortas ja faz anos que eu não como mais kkkkkkkk

    ps: não sou necromante e sim um quase vegetariano!

  14. Criaturo.

    Como a mulher não um vegetal, pode ser apreciada como carne viva sem medo de pecar. Dessa você não pode escapar. (se ainda gosta) :)

  15. poi é fia, quando perguntam se como carne eu sempre digo”só como carne que ainda possuem espirito”.
    sexo é uma associação de de energias boas e ruins, por isso não deve ser feita com qualquer um, ha de se ter afinidades.

  16. Não posso deixar de dar toda a razão à minha alma gémea (Criaturo I) nesta última declaração. Há que se ter afinidades. Além do sexo, a vida em conjunto tem que continuar com uma certa harmonia, feita de concessões e sem manifestações de poder.

  17. Só come carne que ainda tem espírito kkkkkk mas o Criaturo 1 ta besteirento hoje kkk se a Maria ler isso ela te xinga todo como me xingou kkkkk pois é, carne com espírito é boa demais, mas como não sou casado não posso nem pensar nisso por enquanto :(

  18. Tou preocupado com o BARROS, pra vcs verem o q dá ficar bolindo com DEUS :( q ele tenha dó dakela rebelde alma

  19. Esquenta não que ele deve ter tido uma recaída crente e ta com vergonha de aparecer falando bem da biblia.
    ?
    quanto ao sexo responsável com quem se ama não tem nada de ruim.

  20. pense bem! se pretende passar o resto da sua vida com outra pessoa é melhor querer conhece-la antes, para depois não querer dizer “fui engando e agora é tarde!”

  21. É complexa a questão do sexo antes do casamento, pq biblicamente é pecado gravíssimo, porém, como o xará citou, é complicado casar com alguém sem saber sua na cama . É um risco, mas se DEUS mandou nos guardarmos pro casamento o jeito é obedecer (eu um ex-comedor de moça falando isso kkkk), eu QUERO SER FIEL DAKI PRA FRENTE, só nao sei como, mas tenho FÉ q Deus me judará a obedecer seu sagrado mandamento da pureza sexual .

  22. De que adianta o 2 falar em pureza sexual se já fez o que fez com a pior linguagem possível (ex-comedor de moça)? Não bastam os atos também as palavras. Devia era optar pelo celibato pois não vejo outra forma de se redimir. E ainda por cima diz que quer ser fiel daqui para a frente. Posso perguntar-lhe se já escolheu no calendário o dia, o mês e o ano a que o DAKI PRA FRENTE diz respeito? Também diz não saber como ser fiel ao mandamento. Difícil. Teremos que ser nós, ateus, a guiar um pobre evangélico perdido?
    Não gosto quando as pessoas se fazem passar por aquilo que não são. Estou até com saudades da SSrodrigues. Era convicta, dura mas honesta.

  23. Desculpem, foi só um desabafo honesto. Até o Paulo da bíblia passava por problemas assim, pq ele falou q o bem q ele quer fz ele não consegue, mas o mal q não quer , esse ele fazia. É duro, viu, só Jesus na nossa causa. Por isso falo, QUEM É VIRGEM Q SE GUARDE PRO CASAMENTO pq depois q vc pega gosto pela fruta é duro não querer de novo kkk

  24. 2, você não sabe em concreto quais eram os problemas de Paulo. Bem e mal, é tudo vago. O que sabemos é que ele aconselhava o estado celibatário presumindo-se que ele próprio se encontrava nesse estado e que não lhe custava nada. Experimente, vai ver que não quer outra coisa.

  25. Hahahahahahaha!!!!!!
    Quer dizer que o Criaturinho Dois, “comedor de moça” é antropófago também?

  26. antropófago kkkkkk donde op quartzolit tirou isso, só se eu comi o célebro de café com farinha de mandioca e não lembro kkk

  27. dele. só se eu comi o célebro dele com farofa kkk

  28. antropófago kkkkkk donde op quartzolit tirou isso, só se eu comi o célebro de café com farinha de mandioca e não lembro kkk

    Ué! Cê num falô que é um “comedor de moça”?
    Logo: Antropófago.

  29. Ah kkkk mas de outra maneira kkkk usando um termo bíblico: fornicador, mas Jesus me livre disso :P preciso mesmo vencer a carne a cada dia…
    o sexo é um problema pro cristão, não sei pq Deus faz isso ca gente. Pq casar eu não tenho condições agora, e mesm q tivesse é mt complicado, tem q conhecer bem a pessoa p ter certeza… se alguém sabe de algum remédio ou terapia p diminuir desejo, por favor, comunique, faça esse favor pra nós leitores sofridos kkkk sério .

  30. Terapia para vencer o desejo…Primeiro, desejo por quem e quando ocorre. É por toda a mulher indiscriminadamente, sempre que vê um rabo de saia? É no contexto de uma relação saudável em que a amizade tem um papel importante, vulgo namoro assumido? É dentro da igreja, no trabalho, em casa, sozinho, acompanhado? Olha para a mulher ou namorada dos outros e apetece-lhe? Tudo serve, homem, mulher e ovelha? É preciso esclarecer essas coisas para poder dar conselhos. Depois, que tipo de ocupação tem? Muitas horas vagas sem fazer nada? A mente divaga quando faz exercício físico, passeia o cão ou o gato, cozinha, escreve, lê, cava o quintal ou mantém uma horta na varanda, faz bricolage, artesanato, trabalhos manuais, relatórios, limpa a casa toda em duas horas sem descansar? Aprenda a costurar, vai ver que é uma boa terapia.
    Pondo a hipótese de que está desempregado, a frustração aliada a problemas financeiros pode fazer com que se ligue demasiado ao sexo como forma de escape. Aí, tem que recorrer às suas forças interiores e de oração porque ir a um psicólogo requer recursos económicos dispendiosos.
    2, não conhecendo a vida que cada um tem, os conselhos nem sempre servem. E nem sempre são seguidos porque ninguém é obrigado a isso.
    Estou um pouco irritada consigo que não conheço porque me desiludi com a sua linguagem. É realmente estranho esperarmos sinceridade através da Internet.

  31. Maria, eu acho que você está alimentando um Troll sem se dar conta disso.
    Rsrsrs!!!!

    Namastê!

  32. Gostei do texto da srta Maria. Verdade, isso q escrevi. Tem a ver com a Patricia, uma pessoa q conheci e saboreei mas não devia ter saboreado kkkk sempre dá vontade de rever ela, sabe qd vou dormir aí lembro dumas coisas q aconteceu, é duro kkkk mas não sou um tarado como vc possa estar pensando kkk é algo relativo a uma certa pessoa em particular, uma pessoa legal mas totalmente fora dos caminhos de Deus, pessoa q eu nunca devia ter me aproximado, mas agora é dificil esquecer kkkk vcs mulheres sabem fz manha pra conqstar um rapaz kkk

  33. Entendo, srta Maria, alguns brincam pela internet, mas outros a aproveitam para ser totalmente francos, como estou sendo, pq tem coisas q se a gente falar pra pessoas de nosso convívio elas nos olham como fracos e sem moral, sendo q não é bem assim. Eu sou mt franco na minha vida comm todos, porém esses assuntos eu não menciono pq alguns julgam e desvaloriza agente q ja sofre com esse dilema interno.

  34. Agora sobre a linguagem de Portugal, achei bonita mesmo, e tem umas coisas q não sei o q significam, tipo bricolage kkk outras soam estranhas pra nós brasileiros: passeia o cão kkkk aki no Bra a gente fala passeia com o cachorro .

  35. Ah, 2, o senhor me faz voltar para explicar o que é bricolage. São trabalhos em madeira, prateleiras, por exemplo, coisas simples que os homens gostam de fazer em casa, mais propriamente na garagem. Transformar uma porta numa mesa, reciclar caixotes e fazer uma estante…Passear o cão é igualzinho a passear com o cachorro, a gente puxa a trela e ele é obrigado a ir por onde nós queremos.
    O português do Brasil tem um vocabulário muito rico, feito de muitas adaptações do inglês, acho eu, e ainda utilizam palavras um pouco em desuso cá em Portugal. Gosto muito, principalmente pela originalidade dos nomes próprios.
    Quanto à Patrícia, penso que não a devia nomear pelo seu nome verdadeiro. Porque acha que ela está desviada dos caminhos de Deus? Você também se desvia de vez em quando…Fizeram qualquer coisa juntos que agradou a ambos mas você está relutante em aproximar-se dela de novo. Ela é uma má influência? Como é que dizia Paulo? Não tenho a bíblia ao pé de mim mas a mulher cristã podia ter um marido não cristão e vice-versa. Pois um deles podia converter o outro com paciência ao longo do tempo.
    Se o problema for droga ou promiscuidade sexual aí é aconselhável o afastamento. Se for falta de ética, pode tentar conduzi-la através de bons exemplos. Se for falta de crença, não se preocupe. Um dia, a sua perseverança poderá dar resultados se for acompanhada de verdadeiro amor, abnegação e oração. Sem insistir demasiado, sem obrigar. Cada um sendo livre para crer ou não.
    Se sente um impulso irresistível por ela que só tem a ver com o contacto físico é melhor pensar três vezes. Se não está disposto a dar amor nem pretende recebê-lo mais vale não a procurar.
    2, você deve estar a rir-se de mim neste momento. Estou a tentar adivinhar o seu dilema, aventurando-me a conselhos inúteis que não não têm nada a ver com a situação real, não é?

  36. Oi, obrigado pelo texto, nossa, bricolage seria então um tipo de marcenaria? Trabalhos com madeira aki são chamados de marcenaria. Aki no Brasil, Patrícia é nome próprio, aí em Portugal não é?? Concordo com vc, devo me afastar dela …

  37. Quetzalcoatl, acha que o 2 é uma farsa? Ele é um bocado irónico, deve andar à procura de conversa.

  38. Maria, no fundo, bem lá no fundo, todo troll sofre de uma brutal carência afetiva.

    Salve!

  39. Cada coisa. Carente td mundo é um poko, mas tenho amigos, faço facul, tenho Facebook, uma vida meio difícil ne alguns aspectos, mas no geral boa. Não perco tempo com trollagens, vcs podem ver q tds meus textos tem conteúdo e q procuro apresentar meus pontos de vista com respeito e equilíbrio. Bom, vou tirar férias desse site, já q seu Barros não posta mais nada pra nós :'( Quero dizer q me diverti e aprendi muito com vcs. Apesar de não conhecê-los, sinto um certo afecto por vários participantes, como o Criaturo 1. Talvez lá pro fim do ano eu volte acessar, será q conseguirei me afastar dessas deliciosas teclagens? kkk

  40. Texto cima meu : Criaturo 2

  41. Viva minha Piracicaba, SP, Brasil . Acho o máximo ser paulista e piracicabano. Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  42. BOA VIAGEM .

  43. Queria deixar um versículos pros irmãos divorciados q estão pensando em recasar. Sei q a solidão é dolorida e a carência arde, eu compreendo e me solidarizo com vcs, porém é importante refletir sobre a postura da bíblia sobre o tema: MATEUS 5 32 e 1 CORÍNTOS 7, 10 e11 , 7;15 e 7:28. Boa leitura E BOAS DECISÕES

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: