Como fundar sua própria igreja [3/4]

Circo Gospel

Capítulo 5 – Cultos

Os cultos são uma coisa muito importante, pois não existe igreja sem cultos, certo? No Gênesis da sua obra capitalista espiritual para com os carentes, você não precisa fazer cultos a cada hora, como nas igrejas mais poderosas, mas precisará de um mínimo de atividade. Promova dois cultos semanais, um no domingo de manhã e outro no meio da semana, podendo ser quinta-feira à noite, num horário acessível a todos, ou seja, depois do trabalho. Evite a quarta-feira por ser este o dia do futebol na televisão, algo que realmente afasta as pessoas do caminho da fé. Os cultos deverão durar cerca de uma hora, e você deverá estar bem vestido. Arrume um terno preto o mais rápido possível.

Por enquanto você é o único pastor da igreja, o responsável por comandar os dois cultos semanais. Mas não é tão difícil assim não. Basta lembrar as aulas teóricas e enrolar a multidão com alguns versículos da Bíblia, interpretados do jeito que você quiser, valendo até achismo se você não entender direito o versículo. Não interessa: todo mundo vai acreditar na sua palavra. Depois de fazer uma leitura e interpretação de alguns trechos bíblicos, escolhidos por você aleatoriamente uma hora antes do culto (para dar tempo de ler pelo menos uma vez antes), bote gasolina na fogueira e comece a gritar palavras de ordem contra o Diabo, dizendo que Jesus Cristo tem o poder para vencer o mal e a sua igreja possui o mais direto elo com Jesus. Logo depois desse sermão, lembre os seus seguidores de que a fidelidade no dízimo é condição sine qua non (muita gente não vai entender, mas todos vão achar bonito) para que Jesus se lembre de cada um deles. O dízimo é a prova da aliança entre Deus e os homens. Na verdade você não está pagando, mas está devolvendo ao Senhor, pois Ele já lha dá toda a proteção contra o demônio, está assim no livro de Malaquias e blablablá. Lembre-se de repetir isso em todos os cultos, para que as pessoas sintam um medo absolutamente mortal de ousar não devolver o dízimo naquele mês.

Uma vez por semana, contrate algumas pessoas para aparecerem aos seus fiéis, dizendo que você as curou de algum encosto ou que a sua igreja as livrou de uma crise de dívidas ou coisa que o valha. Esses depoimentos acontecerão logo antes do culto dominical e farão com que os adeptos acreditem ainda mais em você. Logo depois, antes de começar o culto, peça a todos que tentem divulgar a igreja aos seus amigos e parentes, afinal essa igreja realmente ajuda as pessoas, como ficou bem claro nos depoimentos.

Capítulo 6 – Expandindo o quadro de pastores

Veja o profissionalismo de um pastor.

Depois de um tempo, a sua igreja começará a ficar conhecida na comunidade, graças aos milagres operados e devidamente divulgados por você e pelos depoimentos das pessoas contratadas, e o número de fiéis deverá estar na casa de 500 dentro de poucos meses. A essa altura, a Igreja Multinacional da Máfia de Deus recolhe cerca de 20 a 30 mil reais por mês com os dízimos, e você já pode pensar em começar a expandir o seu negócio. Vamos contratar mais pastores para a igreja!!

O salário de um pastor está por volta de 3 mil reais por mês, um ótimo pagamento, sendo que ele trabalha poucas vezes por semana. Contrate três pastores profissionais para fazerem todo o seu trabalho na igreja, agora você não precisará mais comandar os cultos pessoalmente. Além disso, com esse novo pessoal, os cultos poderão ser diários e duas vezes por dia, sendo um dia manhã e noite, o outro dia tarde e noite e assim sucessivamente, com o horário previamente distribuído entre os três pastores. Apareça de vez em quando no culto do domingo para falar sobre as pessoas que mudaram de vida com a igreja (incluindo aí você mesmo), acompanhando os depoimentos semanais. Assim você não deixa de ser lembrado pelos seus seguidores sem mais ter de fazer sozinho todo o trabalho, ou a obra, no jargão crente.

Treine os pastores para que eles consigam imitar perfeitamente seus gestos e voz. Isso possui um efeito subliminar muito importante sobre os fiéis. Eles inconscientemente ficarão com a sensação de que você está sempre por perto, acreditando que você tem o dom da onipresença.

Capítulo 7 – Expandindo a igreja

As igrejas evangélicas, na falta de saúde pública na região, também curam os enfermos.

Agora você nem precisa mais bancar o pastor, pois já tem um quadro de profissionais competentes para isso, e o rebanho de fiéis cada vez mais aumenta, chegando uma hora em que o seu barracão não comporta mais todo mundo. Chegou a hora de você construir uma sede maior para a igreja. Para ter uma ideia de como é uma igreja evangélica de médio porte, faça como você já fez nas aulas teóricas: vá até uma Igreja Universal e anote toda a infraestrutura, desde o tamanho até o número de cadeiras disponíveis, a quantidade de cômodos além do auditório, incluindo secretaria e centros de atendimento aos fiéis. Nesse ponto, estimo que se passou um ano desde a fundação da igreja, e você deverá ter por volta de 100 mil reais disponíveis para erguer um templo de verdade, digno da sua ambição.

Compre um terreno próximo ao barracão clerical onde você fundou a igreja e inicie a construção do novo templo, que deverá suportar até 5000 pessoas, incluindo agora cadeiras de melhor qualidade, um altar igual àqueles usados na IURD, alguns banheiros e um setor de atendimento ao cliente. Dentro de alguns meses o complexo estará pronto, desde que você contrate uma boa equipe de pedreiros e um engenheiro confiável para a obra. A despesa da construção estará entre 100 e 200 mil reais para um templo de tamanho médio, mas se você já tem 1000 fiéis, serão 70 mil reais por mês com as ofertas, e mesmo descontando aluguel, contas e salários, sobram mais de 50 mil, portanto um ano é mais do que suficiente para angariar os fundos necessários à expansão da igreja.

Quando a nova sede ficar pronta, imediatamente transfira todas as atividades para lá, assim você não precisará mais pagar aluguel todo mês. Agora a sua igreja está bem maior do que no início, e certamente você já contratou secretárias, faxineiras e mais alguns pastores, possibilitando cultos três vezes por dia. Você já é conhecido nos bairros vizinhos também, inclusive atraindo pessoas da classe média, agora que o templo está mais sofisticado, o que significa que o dízimo só tende a aumentar.

Está na hora de criar mais algumas atrações para o seu respeitável público.


Anúncios

12 Respostas

  1. fiquei interessado nesta franquia, quanto custa ? Para entrarmos no ramo da fé alheia ?

  2. Você pode abrir uma igreja com um galpão alugado, umas cem cadeiras de plástico, um altar feito de duas mesas de bar, uma Bíblia, e muita cara de pau, que é a qualidade necessária para se aproveitar da idiotice dos outros.

  3. Cheguei a pensar em largar mão dos pincéis e tintas e abrir uma igreja seguindo suas orientações que são ótimas, quem seguir suas dicas vai mesmo ficar rico. Aliás, já virou moda abrir igreja.

    Mas, para tanto vou precisar ser cara de pau e ficar focada na idiotice dos meus fieis, mas, deus vai me ajudar porque vai entrar muita grana.
    Tá na moda agora as mulheres abrirem igreja, são as pastoras ou bispas e andam chiquérrimas, carro do ano e roupas de grife, pés e mãos bem tratados, cabelo da moda, liso com mechas douradas, pele bem tratada com dermatologistas, mulheres viajadas.

    Outro dia fiquei abismada com um nome de igreja que nunca na minha vida pensei existir. Esses pastores são mesmo muito intelectuais e inteligentes, o nome da igreja é “Igreja Primitiva Neanterdais de Cristo” que parece ter sido aberta numa esquina com portas de correr tipo garagem num bairro qualquer de periferia. Que coisa incrível, mas, daí pensei: porque não voltar aos tempos primitivos se a bíblia sagrada conta contos e lendas tão antigas que ninguém pode duvidar que algumas delas tenham acontecido na época dos Neandertais?

    Então eu colhi uma foto da igreja no Google imagens e fiz uma montagem bem compatível e, para ver é só clicar AQUI .

  4. Esse é um efeito perverso da revoluçao protestante, agora quarqué Zé Mané acha que tem autoridade para interpretar as escrituras segundo “sua” visão. É preciso ter unicidade de interpretacao e para isso só tendo uma unica igreja como antigamente.

  5. Como dito no texto final, pequenas igrejas, grandes negócios. Ana, o empreendedor aí da sua imagem pode ir longe, criativo ele é.

    André

    Esse é um efeito perverso da revoluçao protestante, agora quarqué Zé Mané acha que tem autoridade para interpretar as escrituras segundo “sua” visão. É preciso ter unicidade de interpretacao e para isso só tendo uma unica igreja como antigamente

    Será mesmo que isso é coisa só do protestantismo? Eu digo que não…E os motivos de dizer isso, aliás, vêm das fontes que mostram que unicidade de interpretação é a coisa que menos teve na igreja católica, começando lááá atrás.

    Arianismo, Macedonianismo, Monofisismo, Nestorianismo, Valdenses, Cátaros ou Albigenses, Grande Cisma do Oriente ou Cisma Grego, Grande Cisma do Ocidente ou Cisma Papal; e tudo isso foi antes da Reforma Protestante.

    Vi no outro post que você diz ser esse neo pentecostalismo uma característica do vulgo brasileiro. Só que não. Isso veio de fora. Aliás, com a crise econômica em países europeus, o neo pentecostalismo está ganhando forças por lá.
    E não é que os europeus cultos sigam as “religiões tradicionais”, eles costumam ser indiferentes a elas. Enquanto a crise não os pega também…

  6. E André, não sou eu quem diz que europeu bem de vida costuma ser indiferente ás religiões:

    Na Europa acontece a secularização e isso vai acabar excluindo Deus da vida das pessoas. Vai-se viver como se Deus não existisse. Isto se dá também, porque as pessoas têm o que desejam: emprego, família bem cuidada, plano médico, quer dizer, não precisam de nada. E essa atitude secularizante é muito forte na Europa.

    Para você que faz questão de doutorados e que tais o homem não deixa a desejar. Russell Shedd, doutor, PhD, formou-se em Edimburgo, etc.

  7. SS,

    As separações da igreja que você citou, primeiro que nao significaram mudancas doutrinarias do nivel do protestantismo, e segundo que nem se comparam na sua granulidade, hoje em dia qualquer pastor é sua própria igreja.

    Sobre o alegado crescimento do pentecostalismo na Europa, desconheço mas sei do creacimento do islamismo, quer dizer que europeu esta virando muçulmano? Claro que nao, tem sim um monte de norte africanos vivendo la e que sao muçulmanos. O mesmo com o pentecostalismo, coisa de imigrante. Sobre a europa religiosa ou nao, nao nego que é menos religiosa que na idade média, mesmo ainda hoje é muito mais teista que ateista

  8. André

    As separações da igreja que você citou, primeiro que nao significaram mudancas doutrinarias do nivel do protestantismo, e segundo que nem se comparam na sua granulidade, hoje em dia qualquer pastor é sua própria igreja.

    Não significaram? Então por que foi que a Igreja Católica criou a Inquisição para tratar de algumas delas? Então por que foi que a igreja se separou em ortodoxa grega e russa e a versão do Ocidente? Por que foi que Henrique VIII criou a igreja anglicana?

    O fato é que nunca houve unicidade de interpretação no cristianismo. E isso inclui o catolicismo, a menos que você queira agora dizer que este não faz parte daquele.

    E André, você deveria se lembrar de que o cristianismo começou foi com a ralé. Fica ridículo você estar a todo momento empinando o narizinho, com esse ar de nojinho pela plebe neo pentecostal.
    Eles podem ser a elite da crença amanhã, basta que façam o que fizeram as denominações “tradicionais”: se imbriquem no poder. Foi assim que catolicismo, protestantismo e as ortodoxas se tornaram elite.

  9. SS,

    Igreja Anglicana, Ortodoxa tem as mesmas crenças com pouquissima diferença, nem se compara com a revolução protestante, é isso que dá ateu querer dar aula de Criatianismo.

    Qto a ralé, qual é o seu ponto? Tenho que elogiar a ignorancia? Vc é da turma do Lula, daqueles que se orgulham de nunca ter estudado no vida?

    Nunca critiquei a rale economica, a qual as pessoas sao vitimas sem culpa. Ja a ignorancia, ainda que sem culpa do ignorante, nao pode ser transformada no correto.

  10. André

    Não gosto muito de usar o bendito kkkkk mas realmente tem horas que ele serve muito bem.

    kkkkkkkkkkk! Então tá. O protestantismo surgiu de outra religião que não o cristianismo, se as demais denominações é que têm crença em comum com o catolicismo.
    E tudo bem também, façamos de conta que o cristianismo surgiu entre a elite culta e não entre o zé-povinho analfabeto daquele tempo. kkkkkkkkkkk!!
    Ai, o que a pessoa não faz para tentar justificar as tolices que escreve. Só Jesus na causa.

  11. kkkkkkkkkkk! Então tá. O protestantismo surgiu de outra religião que não o cristianismo

    kkkkkkk, Quem disse isso? Eu é que não fui kkkkkkkk

    E tudo bem também, façamos de conta que o cristianismo surgiu entre a elite culta e não entre o zé-povinho analfabeto daquele tempo. kkkkkkkkkkk!!

    kkkkkk o detalhe é que eu não tenho nada contra povo ou analfabeto, mas tem sim muito contra gente burra e preguiçosa, o que eles não eram kkkkkkk

  12. À Elma, a dois anos atrás já publicava neste blog! Veja a relatividade das coisas, então, você é a rabi que quer fundar a sua igreja! Felizmente Jesus não pregou a construção de nenhuma igreja de pedra ou tijolos ou concreto! Até predisse a derrubada de todas elas!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: