A ciência salvou minha alma

Foi santo Agostinho quem disse que “a razão destrói a fé”? É incrível como só um pouco de conhecimento é suficiente para tornar qualquer ideia de Deus insignificante, quando não completamente desnecessária.

 

 

Anúncios

102 Respostas

  1. Excelente vídeo. Existe a versão dublada.

  2. A razão não destrói a Fé, no entanto deixa-nos mais atentos e espertos, cientes de como tudo é complexo . A FÉ sábia faz a pessoa amitir q tem mta coisa mal explicada na bíblia e nas religiôes em geral, mas mesm assim há ENORME PROBABILIDADE q Deus e os demais itens espirituais existam, como mt gente ja chegou a ir ao céu, ao inferno, a ver espíritos etc. Sejam REALISTAS, há a parte material da vida e há a part espoiritual, q sabemos mt poko.

  3. Valmidênio Barros, kd vc? publica texto novo pra gente ler/ Barros, kd vc? seus comentários ácidos tbém queremos ver…

  4. vai ver que virou crente!
    ou melhor dizendo voltou a ser crente.

  5. Quem usa a razão torna-se ateu

    “uma mudança com base na razão, na realidade e no amor à aprendizagem”.
    “nos últimos sete anos ponderou muito sobre a idade e a extensão do cosmos e sobre a simplicidade elegante da evolução da seleção natural das espécies”.
    Bob Ripley

    http://www.paulopes.com.br/2014/10/pastor-surpreende-fieis-ao-escrever-que-se-tornou-ateu.html#.VElsl5RdV1Z

  6. O conhecimento faz deixar para trás toda e qualquer ideia dogmática criada por uma imaginação desfocada pela fé em deuses.
    O ciclo da ignorância vai sempre prevalecer pela incapacidade de perceber com plenitude o que revela a verdadeira face da existência e enquanto isso sempre existirá aqueles deuses furiosos humanos, frutos de uma imaginação limitada o que nada mais é do que resultado de uma consciência acorrentada pelo medo, reflexo do não saber nada mais além do horizonte avistado a olho nu.
    É preciso aprender mais, entender mais das coisas reais que nos cercam e jamais permitir que o medo gerado pela ausência do conhecimento nos transforme em seres incapazes, sempre percorrendo caminhos que levam aos mesmos lugares, seguindo conceitos bloqueadores, inclusive aqueles que poderiam m conduzir ao próprio crescimento.
    O conhecimento pode sim salvar vidas da ignorância que gera a fé em seres inexistentes alimentados pela mente humana e que só os levam ao conformismo, aceitação e regressão mental.

  7. Se o ponto do video é que temos que apreciar o conhecimento, tem o meu apoio. Porem o video nao demonstrou porque isso é contra ser religioso. Eu sou religioso e aprecio as descobertas cientificas. O mundo esta cheio de universidades catolicas fazendo ciencia.
    Ficou esquisito o cara com voz de locutor falar coisa do tipo “fucking” e ” shit”, ai qdo aplico o criterio de olhar os frutos de algo para julgar algo, nao me deixou boa impressao o fucking video.

  8. Como o Barros está de férias, ou se converteu, vou comentar uma notícia… para os amantes do Stephen Hawkings, aquele da cadeira de rodas que todo mundo fica com dó mas que é bem safadinho e marqueteiro, sabe vender um livro como ninguém.

    Veja o que disse Martin Rees, cientista e nada menos que o presidente da Real Sociedade Britânica (hoje, ex-presidente), o órgão top de ciência no país, e lá vocês sabem que não é como aqui que o Sarney vira imortal ao escrever um livro na vida. Enfim, ele falou o seguinte sobre o colega Hawkings que andou dizendo por aí que “Deus acabou”, que “Não precisamos de Deus para explicar a criação. Disse ele:

    “Stephen Hawking é uma pessoa sensacional que conheço há 40 anos e por essa razão, qualquer afirmação “oracular” que ele faz recebe publicidade exagerada. Eu conheço o Stephen Hawkings o suficiente para saber que ele leu muito pouco sobre filosofia e menos ainda sobre teologia, portanto, eu não acho que deveríamos dar qualquer crédito para as suas opiniões nesse assunto”.

    Chuuuuupa… quem mandou ficar falando do que não entende… Deveria ser o ótimo físico que é, e ficar na sua.

    http://www.independent.co.uk/news/people/profiles/martin-rees-we-shouldnt-attach-any-weight-to-what-hawking-says-about-god-2090421.html

    “Stephen Hawking is a remarkable person whom I’ve know for 40 years and for that reason any oracular statement he makes gets exaggerated publicity. I know Stephen Hawking well enough to know that he has read very little philosophy and even less theology, so I don’t think we should attach any weight to his views on this topic”

  9. “Stephen Hawking é uma pessoa sensacional que conheço há 40 anos e por essa razão, qualquer afirmação “oracular” que ele faz recebe publicidade exagerada. Eu conheço o Stephen Hawkings o suficiente para saber que ele leu muito pouco sobre filosofia e menos ainda sobre teologia, portanto, eu não acho que deveríamos dar qualquer crédito para as suas opiniões nesse assunto”.

    Hawking é um físico e para a física, que lida com o concreto e objetivo do mundo natural, deuses ficam fora da equação.

    Filosofia e teologia permitem divagações esdrúxulas, dependendo da ”qualidade” do filósofo/teólogo.

    A teologia ocidental é parcial por princípio, pois é judaico-cristã.
    A filosofia pode também ser uma ferramenta para a desconstrução de hipóteses teístas. Portanto não é algo exclusivo do pensamento religioso, ou ateu.

    Chuuuuupa… quem mandou ficar falando do que não entende… Deveria ser o ótimo físico que é, e ficar na sua.

    Ué! Mas ele falou sobre o que entende. Para a física nada indica que há um deus judaico-cristão no comando.

  10. MAF/Márcio,
    O ponto foi que o Hawking declarou o fim da filosofia, mas o seu peer, cientista respeitado, presidente na época da declaração da Academia Real Britânica mandou recado dizendo que o Hawking entende de filosofia e teologia igual o Tiririca entende de física quântica. O ponto é que o cara não sabe nem do que está falando, portanto, deveria ficar no seu ramo, que é a física, onde eu não exijo que ele aceite Deus já que na física é necessária uma manifestação material. Mas que não venha dar uma de filósofo e teólogo e dizer que Deus não existe, por que ele é um ignorante nesse ramo. O máximo que ele pode dizer é: “na física não vi manifestação divina”. É bem diferente de dizer “Deus não existe” e “Filosofia não serve para nada”.

  11. Hawkings disse que filosofia não serve pra nada?

    Bom. Filosofia sem bases sólidas e lógicas é só fumaça onírica.

    Aliás. Qualquer que seja o deus, se ele agir nesse mundo terá que faze-lo por alguma interação material.
    E isso deixará indícios físicos mensuráveis. Portanto…

  12. Hawkings disse que filosofia não serve pra nada?
    Bom. Filosofia sem bases sólidas e lógicas é só fumaça onírica.

    Essa parte do “sem bases sólidas” foi você que colocou, Hawking disse que não serve para nada. E caiu a cara pois o seu colega de 40 anos recomendou ignorar Hawking quando ele falar de filosofia ou teologia, pois disso ele nada entende.

    Esse é o problema desses físicos i.e Hawking, Kraus, e antropólogos i.e. Dawkings, eles se acham mesmo… Eles nem ao menos foram se educar na area, se informar sobre o assunto, simplesmente querem humilhar colegas de cátedra, um departamento inteiro de filosofia que existe em praticamente todas as universidades do mundo. É muita empáfia achar que um departamento inteiro não sabe o que está fazendo, sendo que ele, o físico, nunca sequer abriu um livro de filosofia.

    A gente tende a pensar que se o cara é bom, o cara é bom, mas a verdade é que ele, Hawking, em conhecimento filosófico ou teológico é um baita ignorante. Deveria fechar a boca, a menos que ele ache que o Tiririca tem autoridade para falar de física em suas músicas.

  13. Essa parte do “sem bases sólidas” foi você que colocou,

    Mas é vero. Filosofar sem bases sólidas e lógicas certamente não vai gerar uma boa filosofia, as hipóteses seriam absurdas.

    A filosofia é mãe de todas as ciências. Surgiu antes dos métodos experimentais científicos, quando tudo o que se precisava para estudar a existência era uma mente lógica e os cinco sentidos alimentadores de dados.
    Hoje não é mais assim. Nossos sentidos foram ampliados pelos aparelhos medidores da realidade. A filosofia deve acompanhar isso ou acabará se estagnando.

    E a filosofia não necessariamente gera só hipóteses teístas. Ela pode ser usada para desconstruir deuses também.

    Quanto à teologia ocidental, ela é parcial. Alicerçou-se sobre uma hipótese mitológica judaico-cristã apenas.

  14. MAF,

    Não posso discordar que bases sólidas e lógicas são importantes, acho que nenhum filósofo discordaria.

    Hoje não é mais assim. Nossos sentidos foram ampliados pelos aparelhos medidores da realidade. A filosofia deve acompanhar isso ou acabará se estagnando.

    Poderia elaborar mais o seu ponto? A meu ver, a filosofia lida com a realidade, se temos o telescópio Hubble para ajudar, então a realidade de hoje inclui fotos do Hubble, antigamente era olho nu. Você acha que a filosofia se recusa a usar informação provida por instrumentos?

    E a filosofia não necessariamente gera só hipóteses teístas. Ela pode ser usada para desconstruir deuses também.

    Fair game. Desde que seja lógica, a filosofia deve ir onde manda a lógica, seja ela teísta ou não. Não acho que algúm filósofo tenha proposto algo diferente.

    Quanto à teologia ocidental, ela é parcial. Alicerçou-se sobre uma hipótese mitológica judaico-cristã apenas.

    Agora saimos de filosofia e fomos para a teologia. Teologia é, por definição, o estudo de uma crença religiosa. Se eu sou teólogo cristão, por definição estou estudando o cristianismo. Mas eu posso ser teólogo budista ou hindu.

    É impossível falar em teologia cristã sem que seja de uma hipótese judaico-cristã, assim como é impossível para um budista ser teólogo sem que seja de uma hipótese budista.

  15. André:
    Deixe ver onde mesmo que começamos essa discussão.

    “Stephen Hawking é uma pessoa sensacional que conheço há 40 anos e por essa razão, qualquer afirmação “oracular” que ele faz recebe publicidade exagerada. Eu conheço o Stephen Hawkings o suficiente para saber que ele leu muito pouco sobre filosofia e menos ainda sobre teologia, portanto, eu não acho que deveríamos dar qualquer crédito para as suas opiniões nesse assunto”.

    Visto que filosofia pode também fornecer divagações lógicas contra hipóteses teístas, fica então claro que ela não é um baluarte incontestável para defender somente tais hipóteses.

    A teologia é parcial, navega segundo o mito local sobre criação, não sendo portanto um norteador universal para um suposto deus que é também universal por princípio.
    Assim quaisquer teorias teístas geradas por ela (ou elas, as teologias ao redor do mundo)fica restrita à cultura que as gerou.

    Então me parece que disciplinas subjetivas, como são a filosofia e a teologia, por enquanto, não se prestam para tratar com exatidão do universo objetivo natural.

    Por fim, é estranho que Martin Rees, um cosmologista e astrofísico, deixe de lado sua disciplina objetiva e se escore nas subjetivas, filosofia e teologia, para criticar uma afirmação antiteísta de Hawkings.
    Hawkings falou como físico, Martin deveria rebate-lo como astrofísico que é.

  16. E André. Viu o que o Papa Francisco disse sobre as teorias científicas atuais? Sobre como é infantil a interpretação que muitos dão ao mito da criação judaico-cristão?
    A ICAR é de longe a instituição cristã mais sensata quando se trata de ciências naturais versus religião.

  17. MAF:

    Então me parece que disciplinas subjetivas, como são a filosofia e a teologia, por enquanto, não se prestam para tratar com exatidão do universo objetivo natural.

    Quanto a teologia, sim, concordo que ela parte de uma premissa, e essa premissa não é provada, é uma questão subjetiva. Por ex. na teologia Cristã, a premissa é que Jesus era quem dizia que era, que realmente venceu a morte e ressucitou. Essa é a premissa. Mas veja que a teologia não se pretende ser ciência e objetiva. O teólogo sabe que há uma premissa discutível.

    Quanto a filosofia, não acho que seja subjetiva, acho que o filósofo pode iniciar seu raciocinio de forma subjetiva, mas esse só terá valor se no final formar uma premissa lógicamente válida.

    Veja, o físico acha que sua ciência é universal, pois 2+2 é 4 em qualquer lugar, qualquer tempo. Ok, é verdade. Mas o mesmo vale para a lógica, portanto, uma premissa filosófica válida, é válida hoje, ontem e sempre, e em qualquer lugar.

    O Martin Rees é da opinião de que Filosofia, Teologia e Física podem conviver, uma não anula a outra. Alias, sempre foi assim, até surgirem essas figurinhas, cientistas pop-star como o Hawking, Dawkings, e a Lawrence Krauss.

  18. MAF:

    O mais interessante é que o que o Papa Francisco disse não é nada de novo. A doutrina da igreja Católica está toda publicada online, através do Catecismo. Está la no site do Vaticano em inúmeras línguas para quem quiser ler. E la diz que o católico está livre para acreditar no evolucionismo ou não. Não é um dogma da igreja.

    Por aí você vê a confusão, até da imprensa, fazendo manchete de coisa não-nova. E o mesmo passou em relação as declarações do Papa sobre os gays. Nada de novo.

    A ICAR entende que a narrativa da criação do mundo em Genesis é claramente alegórica, tenta passar uma idéia, uma mensagem, mas não é uma narração literal e cronológica dos fatos.

    A ICAR não está tão presa à bíblica quanto as igrejas protestantes, por que para a ICAR, a tradição cristã também tem um peso importante, afinal, os primeiros cristãos praticaram o cristianismo por 400 anos antes que houvesse um grupo de livros chamado bíblia. E a própria bíblia é composta de livros escolhidos pela ICAR.

    Porém o protestantismo não pode aceitar a tradição, senão se veria obrigado a aceitar a autoridade da ICAR. Portanto, adotaram a visão de “solo scriptura”, só vale o que está na bíblia. E nesse caso, imagino, se sentem mais forçados a interpretar o Genesis mais literalmente, mas não tenho dados sobre isso, é só uma opinião..

  19. Interessante esta discussão sobre a possível (ou não) interação entre disciplinas diferentes como física, astrofísica, filosofia, teologia, etc.
    Poucas pessoas tomam o devido cuidado antes de navegar de uma disciplina para outra e “atirar” suas conclusões.
    Parece-me que o próprio Barros (autor do blog) não tomou esse cuidado no início do artigo.
    Barros escreveu ‘Foi santo Agostinho quem disse que “a razão destrói a fé”? É incrível como só um pouco de conhecimento é suficiente para tornar qualquer ideia de Deus insignificante, quando não completamente desnecessária.’
    Claro que o objetivo de Barros era talvez só provocar, mas revela grande desconhecimento de Agostinho e do raciocínio dele.
    Segundo estudiosos de Agostinho, sua posição é bem diferente: “Intellige ut Credas, Crede ut Intelligas”, “Compreender para crer, crer para compreender.” E também “A fé e a razão caminham juntas, mas a fé vai mais longe.”
    Talvez os ateístas de plantão pudessem buscar entender melhor a filosofia, assim como pedem(?) para os filósofos entenderem mais de física.
    Just my opinion.
    Abraços a todos!

  20. Oi galerinha do mundo ateu… só uma obs : “Quem usa a razão torna-se ateu” … ri muito :P … Que razão tu falas? A metafísica ou aquela que é oriunda dos neurônios sacudindo em sua cabeça??? Ta iludida com seus neurônios??? rsrsrsrsrsr

    “a simplicidade elegante da evolução da seleção natural das espécies” … huuummm como é notável a evolução. Deus está se contorcendo de inveja :D

    Argumento da Física Digital:

    Premissa 1: Simulações só podem existir em um computador ou uma mente.
    Premissa 2: O universo é uma simulação.
    Premissa 3: Uma simulação de um computador ainda deve ser simulado em uma mente.
    Premissa 4: Portanto, o universo é uma simulação em uma mente (2,3).
    Premissa 5: Essa mente é o que chamamos Deus.
    Conclusão: Portanto, Deus existe.

    Galerinha do mundo racional ateu… Refutação racional para este argumento lhes aguarda.

    Fiquem com Darwin.

  21. Premissa 5: Essa mente é o que chamamos Mente.
    Conclusão: Portanto, Mente existe.

    A premissa 5 foi um tanto forçada não?

    Poderia prosseguir:
    Premissa 5: Toda mente reside um um cérebro.
    Premissa 6: Portanto, a simulação do Universo ocorre num cérebro.

    Argumento fraquinho!

  22. Muito apropriada é a frase de Charles Bukowski que diz: “O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas”.

  23. Essa mente é o que chamamos de Deus. O humano está inserido dentro desse universo.

    O cérebro não cria a mente … Qual evidência vc tem q cérebro cria a mente? Neurociencia? Biologia molecular? Mecânica quantica é avassaladora contra seu argumento de que sua mente está dentro do seu cérebro . Em Q.M seu cérebro é que está em sua mente. :D

  24. Essa mente é o que chamamos de Deus. O humano está inserido dentro desse universo

    Bom! Primeiro terá que provar que o Universo é um simulacro.
    Segundo, se provado a afirmação acima, nomear de Deus a mente onde está contida a simulação, nada significa, é apenas forçar uma conclusão sem bases. Qualquer um poderia chama-la do que bem quiser, inclusive Satã.

    O cérebro não cria a mente … Qual evidência vc tem q cérebro cria a mente?

    Deixe-me arrancar pedacinhos do seu cérebro e perceberemos que sua mente vai perdendo funções. Com ele todo destruído, onde está a mente?

    Mecânica quantica é avassaladora contra seu argumento de que sua mente está dentro do seu cérebro .

    Sério?

    Em Q.M seu cérebro é que está em sua mente. :D

    Dependendo da interpretação em M.Q. é a carroça que puxa o burro!

    Acho que você deve ser um daqueles que acredita que o observador consciente determina alguma realidade.

  25. “O cérebro não cria a mente … Qual evidência vc tem q cérebro cria a mente?
    Deixe-me arrancar pedacinhos do seu cérebro e perceberemos que sua mente vai perdendo funções. Com ele todo destruído, onde está a mente?”

    Pode ser a metade … Não sabia??? :D

    http://www.istoe.com.br/reportagens/12560_A+VIDA+SEM+PARTE+DO+CEREBRO

    Ignorantes reduzem a mente a matéria.

    Aqui você pode se aventurar no mundo daqueles que a mente ainda estava ativa mesmo qndo seus cérebros haviam parado de funcionar… http://ndestories.org/dr-eben-alexander/

    “Bom! Primeiro terá que provar que o Universo é um simulacro.”

    Tem muita coisa a se provar, big bang, multiverso, evolução cega… São todas teorias … Eis aí a física digital :D

    “Dependendo da interpretação em M.Q. é a carroça que puxa o burro!”

    Dependendo da interpretação tu não está na frente do teu computador agora… Dependendo da interpretação eu sou criação da sua mente, dependendo da interpretação estamos mergulhados em profundo solipsismo.

    Para mim, ainda bem que existe uma mente eterna para manter as coisas em ordem.

    “Acho que você deve ser um daqueles que acredita que o observador consciente determina alguma realidade.”

    Eu sou daqueles que acha que existe uma mente ao qual todo o cosmo está sujeito… Não sou um solipsista.

  26. Jeph,

    Apenas alguns esclarecimentos. (Sem querer me intrometer mas já me intrometendo).

    Pode ser a metade … Não sabia?

    O artigo anexado apenas mostra a capacidade de reorganização do cérebro. De modo algum isto pode ser interpretado como a existência de mente sem cérebro.

    Aqui você pode se aventurar no mundo daqueles que a mente ainda estava ativa mesmo qndo seus cérebros haviam parado de funcionar

    O link anexado apresenta conteúdo sobre pessoas em estado de coma. Isso não é o mesmo que um cérebro sem funcionar e sim um estado de inconsciência onde o cérebro perde muitas de suas funções.

    Agora, se tiver algum link que mostre alguém totalmente sem cérebro e que evidencie uma mente, pode me ajudar a mudar de opinião.

  27. Melhor ainda. O jephsimples pode mandar retirarem o seu cérebro e depois voltar aqui para nos contar como é a experiência.

  28. Pode ser a metade … Não sabia??? :D

    Pode! Existem áreas mais ou menos relevantes no cérebro, a diferença entre ficar com sequelas mais ou menos graves depende de qual área foi afetada.
    Mas se o cérebro morrer a mente desaparece.

    Aqui você pode se aventurar no mundo daqueles que a mente ainda estava ativa mesmo qndo seus cérebros haviam parado de funcionar

    Estado de coma existe em graus variados, e o cérebro não para de funcionar totalmente. Em alguns casos pode haver processos mentais ocorrendo sem atividade motora.

    Tem muita coisa a se provar, big bang, multiverso, evolução cega… São todas teorias … Eis aí a física digital :D

    Certo! São Teorias científicas.
    Uma mente controlando o Universo é uma hipótese. Umas poucas premissas não provam que ela é verdadeira.

    Dependendo da interpretação tu não está na frente do teu computador agora… Dependendo da interpretação eu sou criação da sua mente, dependendo da interpretação estamos mergulhados em profundo solipsismo.
    Para mim, ainda bem que existe uma mente eterna para manter as coisas em ordem.

    Você concluiu isso apenas com aquelas premissas lá de cima?

    Eu sou daqueles que acha que existe uma mente ao qual todo o cosmo está sujeito… Não sou um solipsista.

    Você só ACHA, outros ACHAM outras coisas.
    E afinal, o que há de errado em duvidar e contestar tudo aquilo que nos é dado a interpretar além da nossa própria mente?
    Se calhar, a sua frase acima é solipsista.

  29. Anônimo.

    “Melhor ainda. O jephsimples pode mandar retirarem o seu cérebro e depois voltar aqui para nos contar como é a experiência.”

    Vai ler um pouquinho sobre EQMs, cérebro, consciência, subconsciência,mente… Antes de falar asneira.

  30. “Estado de coma existe em graus variados, e o cérebro não para de funcionar totalmente. Em alguns casos pode haver processos mentais ocorrendo sem atividade motora.”

    EQMs não são um estado de coma, são casos onde não existe NENHUMA FUNÇÃO cardíaca e cerebral< mas depois a pessoa retorna as atividades vitais.

    Lê um pouquinho mais, não faz mal nenhum.

    "Certo! São Teorias científicas.
    Uma mente controlando o Universo é uma hipótese. Umas poucas premissas não provam que ela é verdadeira."

    Não, uma mente controlando o universo, é uma inferência, basta ler o argumento.

    O argumento se baseia em uma teoria chamada Física Digital.

    Obvio que teorias carecem de provas… Eu acho ;D

    "E afinal, o que há de errado em duvidar e contestar tudo aquilo que nos é dado a interpretar além da nossa própria mente?
    Se calhar, a sua frase acima é solipsista."

    Se calhar o materialismo filosófico não pode resolver o problema do solipsismo.

  31. Marcos,

    “O artigo anexado apenas mostra a capacidade de reorganização do cérebro. De modo algum isto pode ser interpretado como a existência de mente sem cérebro.”

    Isso também mostra o quão ele é mais sofisticado que qualquer computador de ultima geração 2015 :D… E não poderia estar reduzido a matéria, pois se assim o fosse ele fritaria. Ainda bem que ele foi bem projetado…

    Na verdade essa realidade obedece um sistema de interação cérebro- mente…Mas não partilho da crença de que existe apenas essa realidade, nem compartilho da crença que essa mesma realidade se compreende apenas em conceitos materialistas. Isso é profundamente nonsense.

  32. Vai ler um pouquinho sobre EQMs, cérebro, consciência, subconsciência,mente… Antes de falar asneira.

    Isso aí já é sem o cérebro?

  33. Anônimo,

    Isso é muito pra sua cabeça.

  34. Papai Darwin já confessara :
    Mas então,a terrível dúvida sempre me surge, se as convicções da mente do homem, que foi desenvolvido a partir da mente dos animais inferiores, são de qualquer valor ou confiáveis. Qualquer um confiaria nas convicções da mente de um macaco, se há alguma convicção em tal mente?

  35. EQMs não são um estado de coma, são casos onde não existe NENHUMA FUNÇÃO cardíaca e cerebral< mas depois a pessoa retorna as atividades vitais.

    Porra!!!!! Isso aí é ressurreição!!!!!!!!!!

    Explique o mal de Alzheimer X Mente Imaterial.

    Aí, prosseguimos.
    Ah, antes defina Mente.

    Não, uma mente controlando o universo, é uma inferência, basta ler o argumento.
    O argumento se baseia em uma teoria chamada Física Digital.

    Não há nada mais materialista do que essa tal de física digital, e minimalista, baseada em 0/1. Beleza!!!! Adiante…

    Se calhar o materialismo filosófico não pode resolver o problema do solipsismo.

    Talvez, quem sabe…pense!

  36. “EQMs não são um estado de coma, são casos onde não existe NENHUMA FUNÇÃO cardíaca e cerebral< mas depois a pessoa retorna as atividades vitais.
    Porra!!!!! Isso aí é ressurreição!!!!!!!!!!"

    Né não?

    "Explique o mal de Alzheimer X Mente Imaterial.
    Aí, prosseguimos.
    Ah, antes defina Mente."

    Non sequitur, o Alzheimer, não refuta EQMs, que mostram um estado de conciencia, mesmo com coração e cérebro desativados.

    Depois eu não nego relação entre mente, cérebro, funções biológicas.

    Não nego a existência da "matéria", mas nem mesmo neste cosmos é possível reduzir inumeros eventos, sistemas a matéria. Ou a um mundinho restritamente material. É uma crença bem arcaica.

    Mais sobre a incrível capacidade do cérebro, que não pode ser reduzido a uma maquina, como um carro, por exemplo: http://www.telegraph.co.uk/culture/books/11039266/The-man-with-the-missing-brain.html

    Não sou em qm define o que é mente.

    Se quiser saber minhas idéias sobre mente, consciência veja aqui: http://www.evolutionnews.org/2014/09/neuroscience_tr090061.html

    "Não, uma mente controlando o universo, é uma inferência, basta ler o argumento.
    O argumento se baseia em uma teoria chamada Física Digital.
    Não há nada mais materialista do que essa tal de física digital, e minimalista, baseada em 0/1. Beleza!!!! Adiante…"

    Uma teoria que inclui informação, quântica, não é redutivelmente materialista (seja lá o que vc entende por matéria).

    Mas, é irrelevante, segue o argumento da Física Digital.

    Uma confissão: Obrigado pelo debate direto :D

  37. Anônimo,
    Isso é muito pra sua cabeça.

    Sem enrolação, simples. Direto ao ponto: essas suas últimas manifestações já são sem o cérebro? Você já está acionando o teclado em algum estado imaterial? Se não, shut up.
    Em tempo: as convicções da sua mente evoluída a partir dos animais inferiores, no que toca à sua crença numa mente criadora do universo merece tanta confiança quanto a convicção da mente de um macaco, se tal coisa existir. Se ela (sua convicção) fosse sólida, você não estaria gastando seu latinório aqui ou alhures.

  38. Porra!!!!! Isso aí é ressurreição!!!!!!!!!!”
    Né não?

    Na verdade, não é.
    Falta de atividade aparente não é sinal de morte total. As unidades celulares podem estar vivas em estado mínimo de atividade(ou paralisadas), como acontece em órgãos retirados para transplantes.
    Vide também casos onde o indivíduo sofre acidente em ambiente muito frio tendo suas atividades paralisadas por dezenas de minutos e que se recuperam totalmente após manobras médicas.

    Non sequitur, o Alzheimer, não refuta EQMs, que mostram um estado de conciencia, mesmo com coração e cérebro desativados.

    Alzheimer refuta a hipótese de uma mente operante sem o suporte cerebral intacto.
    isso é, sem cérebro parece não haver mente ativa com todos seus recursos preservados.
    A mente depende da matéria.

    Não nego a existência da “matéria”, mas nem mesmo neste cosmos é possível reduzir inumeros eventos, sistemas a matéria. Ou a um mundinho restritamente material. É uma crença bem arcaica.

    Depende do que se entenda estritamente por “matéria”. Meu mundinho abrange também “energias” e todas as interações que ocorrem.
    Ainda ha o fato de se compreender o que seja “energia”, além daquelas que são propriedades da matéria há a ENERGIA que forma a própria matéria.
    Veja que não é um mundinho tão restrito assim. :)

    Mais sobre a incrível capacidade do cérebro, que não pode ser reduzido a uma maquina, como um carro, por exemplo:

    Evidentemente a redução não cabe, ha maquinas e maquinas, o cérebro é uma máquina biológica imensamente mais complexa, e isso faz muita diferença.

    Uma teoria que inclui informação, quântica, não é redutivelmente materialista (seja lá o que vc entende por matéria).

    Informação mais primal, o elemento mínimo de informação (0/1) que pode estar (ou ser) inscrito em base material ou energética. Matéria e energia se confundem no mundo micro.

    Não sou em qm define o que é mente.
    Se quiser saber minhas idéias sobre mente, consciência veja aqui:

    Perdoe-me, meu inglês é agoniante (só algum inglês técnico). Se possível gostaria de saber da sua própria definição.

    Uma confissão: Obrigado pelo debate direto :D

    Valeu! Idem!
    Minha confissão: Já debati contigo várias vezes! :D

    Voltando ao começo:

    Argumento da Física Digital:
    Premissa 1: Simulações só podem existir em um computador ou uma mente.
    Premissa 2: O universo é uma simulação.
    Premissa 3: Uma simulação de um computador ainda deve ser simulado em uma mente.
    Premissa 4: Portanto, o universo é uma simulação em uma mente (2,3).
    Premissa 5: Essa mente é o que chamamos Deus.
    Conclusão: Portanto, Deus existe.

    Mas o argumento acima está refutado porque não se pode provar que o Universo é uma simulação como afirma a premissa 2.
    Além de que a premissa 5 é arbitrária, uma mente pode ser qualquer mente com “n” características diferentes daquelas também arbitradas para um suposto deus.
    Portanto a a conclusão é falsa.

    ;D

  39. “Na verdade, não é.
    Falta de atividade aparente não é sinal de morte total. ”

    Não é falta de atividade aparente, é real. Cérebro e coração estão TOTALMENTE inativos…

    Existem estudos científicos sobre EQMs, não é filosofia, argumentação lógica, são dados.

    E a sigla diz que não se trata de morte total, Experiencia de QUASE Morte.

    Mas o quase morte não tem a ver com quase ter morrido, ou estado de coma, tem a ver com a pessoa não ter qualquer atividade cerebral e cardíaca e mesmo assim voltar a vida, depois relatar consciência mesmo no estado de inatividade vital.

    “Alzheimer refuta a hipótese de uma mente operante sem o suporte cerebral intacto.
    isso é, sem cérebro parece não haver mente ativa com todos seus recursos preservados.
    A mente depende da matéria.”

    As coisas não funcionam assim segundo os dados.Repito só EQMs refutariam essa crença materialista.

    http://www.medicine.virginia.edu/clinical/departments/psychiatry/sections/cspp/dops/greyson-publications/NDE64.pdf

    University of Virginia, University of Virginia Health System, 210 10th Street, NE, Suite 100, Charlottesville, VA 22902-4754

    Resumo

    “Experiências de quase-morte” incluem fenômenos que desafiam reducionismo materialista, tais como o aumento da atividade mental e de memória durante o comprometimento cerebral, percepções precisas a partir de uma perspectiva fora do corpo, e relatos de visões de pessoas falecidas, incluindo aqueles que não se saiba que estavam falecidas. Consciência complexa, incluindo cognição, percepção, memória.

    E sob condições, tais como paragem cardíaca e anestesia geral, quando não se pode ser associado com função normal do cérebro , exige uma cosmologia revista não ancorada na física clássica do século 19 mas sim em física quântica do século 21, que inclui a consciência em sua formulação conceitual.

    A física clássica, ancorado no materialismo reducionista, ofereceu descrições adequadas da mecânica do cotidiano, mas em última análise, revelou-se insuficiente para descrever a mecânica de velocidades extremamente altas ou pequenas dimensões, e foi suplementada há um século pela física quântica.

    Psicologia materialista, com base no reducionismo da física clássica, também oferece descrições adequadas de funcionamento mental todos os dias, mas em última análise, se revelou insuficiente para descrever mentação sob condições extremas, tais como a continuação da função mental quando o cérebro está inativo ou prejudicado, tal como ocorre perto da morte.

    A mente não é dependente da matéria, a mente interage ou se manifesta através da matéria, assim como por exemplo podemos usar meios para transmitir informação, sendo que a informação não depende dos meios mas sim interage com eles.

    “Depende do que se entenda estritamente por “matéria”.”

    Materialismo, fisicalismo, naturalismo.

    Eu BASICAMENTE tenho isso comigo: mente>quântica>física clássica.

    O naturalismo quer conciliar quântica e mente a física clássica. E fazendo da física clássica a base do universo e da mente.

    Enfim eu não nego essa realidade. Mas não acho que apenas esta realidade seja tudo o que existe.

  40. “Mais sobre a incrível capacidade do cérebro, que não pode ser reduzido a uma maquina, como um carro, por exemplo:
    Evidentemente a redução não cabe, ha maquinas e maquinas, o cérebro é uma máquina biológica imensamente mais complexa, e isso faz muita diferença.”

    Eu desconheço qualquer coisa que seja mais complexo que o cérebro humano. O mais incrível é que com toda sua complexidade absurda ele consome uma quantidade irrisível de energia, apoiando que ele não está reduzido ao mundo material, mesmo sendo ele formado por “matéria” orgânica.

    “Argumento da Física Digital:
    Premissa 1: Simulações só podem existir em um computador ou uma mente.
    Premissa 2: O universo é uma simulação.
    Premissa 3: Uma simulação de um computador ainda deve ser simulado em uma mente.
    Premissa 4: Portanto, o universo é uma simulação em uma mente (2,3).
    Premissa 5: Essa mente é o que chamamos Deus.
    Conclusão: Portanto, Deus existe.”

    Mas o argumento acima está refutado porque não se pode provar que o Universo é uma simulação como afirma a premissa 2.
    Além de que a premissa 5 é arbitrária, uma mente pode ser qualquer mente com “n” características diferentes daquelas também arbitradas para um suposto deus.
    Portanto a a conclusão é falsa.”

    Na verdade o argumento se baseia em uma teoria, portanto o argumento não é uma verdade absoluta, é um argumento razoável.

    Mas…
    Você acha que o universo é baseado em que???

    Você acha que o próprio big bang se baseia em que ? Quântica se baseia em que?

    São modelos matemáticos, informação (bits) e simulação de computador.

    Olha essa simulação por exemplo http://gizmodo.uol.com.br/gigantesca-simulacao-do-universo/

    “Além de que a premissa 5 é arbitrária, uma mente pode ser qualquer mente com “n” características diferentes daquelas também arbitradas para um suposto deus.
    Portanto a a conclusão é falsa.”

    Tal qual é magnitude, grandeza, majestade, absurda complexidade a nível micro e macro dessa simulação, tal qual essa mente deve estar a essa altura de dar conta…. Essa mente portanto, chamamos de Deus.

  41. jephsimple,

    e aih fio ! ta bonzinho ?

    tem noticias do nosso amigo Diogo Azetech ?

    sds

  42. Mas o quase morte não tem a ver com quase ter morrido, ou estado de coma, tem a ver com a pessoa não ter qualquer atividade cerebral e cardíaca e mesmo assim voltar a vida, depois relatar consciência mesmo no estado de inatividade vital.

    E se o relato for uma ilusão criada durante o processo de voltar à atividade? Tipo uma fantasia baseada em retalhos de memória?
    Há tantas outras explicações plausíveis.

    “Alzheimer refuta a hipótese de uma mente operante sem o suporte cerebral intacto.
    isso é, sem cérebro parece não haver mente ativa com todos seus recursos preservados.
    A mente depende da matéria.”

    As coisas não funcionam assim segundo os dados.Repito só EQMs refutariam essa crença materialista.

    Bom, primeiro é preciso provar que os relatos pós EQMs são genuínos. Independente disso o mal de Alzheimer parece provar que a mente cognitiva, ativa, lógica, perde coerência diretamente proporcional ao agravamento da doença.
    E isso significa que a mente é dependente do cérebro.
    Tenho experiências pessoais com isso durante longos anos e com dois entes queridos.

    “Experiências de quase-morte” incluem fenômenos que desafiam reducionismo materialista, tais como o aumento da atividade mental e de memória durante o comprometimento cerebral, percepções precisas a partir de uma perspectiva fora do corpo, e relatos de visões de pessoas falecidas, incluindo aqueles que não se saiba que estavam falecidas. Consciência complexa, incluindo cognição, percepção, memória.

    Há outros estudos que refutam tais afirmações.
    Veja bem, se o aparato cerebral estava INATIVO durante o EQM, como se registrou na memória cerebral os eventos ocorridos em inatividade e relatados posteriormente?
    Percebeu o paradoxo?

    E sob condições, tais como paragem cardíaca e anestesia geral, quando não se pode ser associado com função normal do cérebro , exige uma cosmologia revista não ancorada na física clássica do século 19 mas sim em física quântica do século 21, que inclui a consciência em sua formulação conceitual.

    No século 21 a FÍSICA QUÂNTICA, tem se prestado às mais estapafúrdias explicações para estranhezas diversas.
    Gozado que quem realmente se debruça em estudos e pesquisas sobre F.Q. não parece crer em tais explicações.

    Em tempo, o Universo é Quântico, nossa interpretação aproximada é que é clássica.

    A mente não é dependente da matéria, a mente interage ou se manifesta através da matéria, assim como por exemplo podemos usar meios para transmitir informação, sendo que a informação não depende dos meios mas sim interage com eles.

    Resta provar isso, além das demências e acidentes que danificam a máquina cerebral em graus variados.

    O naturalismo quer conciliar quântica e mente a física clássica. E fazendo da física clássica a base do universo e da mente.

    Tudo é quântico, inclusive a matéria.

    Eu desconheço qualquer coisa que seja mais complexo que o cérebro humano. O mais incrível é que com toda sua complexidade absurda ele consome uma quantidade irrisível de energia, apoiando que ele não está reduzido ao mundo material, mesmo sendo ele formado por “matéria” orgânica.

    E?
    Não é uma quantidade irrisível de energia, é até bem razoável. E o cérebro não usa apenas energia elétrica (como os computadores) , ele parece usar mais de reações químicas reversíveis.
    Alegar complexidade absurda para aventar outros aportes de energia sobrenaturais não é muito válido.
    Alguém já disse que complexidade é apenas um conjunto de simplicidades.

    [Mas o argumento acima está refutado porque não se pode provar que o Universo é uma simulação como afirma a premissa 2.
    Além de que a premissa 5 é arbitrária, uma mente pode ser qualquer mente com “n” características diferentes daquelas também arbitradas para um suposto deus.
    Portanto a a conclusão é falsa.”]

    Na verdade o argumento se baseia em uma teoria, portanto o argumento não é uma verdade absoluta, é um argumento razoável.

    Sim, eu sei disso. Não estamos aqui debatendo verdades absolutas, estamos apenas discutindo a validade ou não do argumento.

    Mas…
    Você acha que o universo é baseado em que???
    Você acha que o próprio big bang se baseia em que ? Quântica se baseia em que?
    São modelos matemáticos, informação (bits) e simulação de computador.

    Se calhar, TUDO é informação.
    Mas nem todo grupo de informações é uma simulação.
    Uma simulação se baseia em dados colhidos sobre um sistema existente que se quer estudar e que depois é representado por algum meio equivalente, análogo, baseado em alguma linguagem mais simples, que é posto a funcionar com o intuito de se ver o que acontece. Quanto mais e melhores são os dados colhidos mais perfeita seria a simulação.
    Simular um universo em computador, não significa, criar um universo.
    Virtualmente se pode simular muitas coisas reais que tem graus variados de complexidade, para poder testa-las.
    Logo, afirmar que o nosso Universo corrente é uma simulação, é meio que equivocado. Acho.

    Tal qual é magnitude, grandeza, majestade, absurda complexidade a nível micro e macro dessa simulação, tal qual essa mente deve estar a essa altura de dar conta…. Essa mente portanto, chamamos de Deus.

    Antes prove que tudo é uma simulação, e pode chama-la de qualquer coisa que quiser.
    Veja que ” magnitude, grandeza, majestade, absurda complexidade”, são adjetivos arbitrados à partir de nosso próprio mundo local, ou mesmo do Universo corrente.
    Quem garante que além dele não possa existir sistemas trilhões de vezes mais magnânimos, grandiosos, majestosos, de absurda complexidade?

    Aliás, o Universo geralmente é muitíssimo violento, tendo em seus meandros sistemas que fariam o suposto inferno e congêneres, parecer um paraíso infantil.

  43. Mente

    Deveras apreciável essa sua aula de racionalidade. Receio no entanto que o objeto alvo dela não a aproveitará. No momento mesmo em quer vier a ler seus argumentos, o objeto alvo já estará acionando os circuitos cerebrais em busca de refutações baseadas na crença.
    Ou seja, o simples, em nenhum momento avaliará os argumentos que você apresenta por eles mesmos, mas como matéria que precisa ser negada, não por outros argumentos, mas pela crença lambuzada num mix de tinturas fac símile das pesquisas científicas.
    É assim que a mente dele funciona.

  44. que ironia a Mente falando sobre si mesmo! he…he…he..he..he

  45. que ironia a Mente falando sobre si mesmo! he…he…he..he..he

    Não é ironia. Pois só uma mente pode pensar sobre sí mesma.
    “Penso, portanto existo.”

  46. Deveras apreciável essa sua aula de racionalidade. Receio no entanto que o objeto alvo dela não a aproveitará. No momento mesmo em quer vier a ler seus argumentos, o objeto alvo já estará acionando os circuitos cerebrais em busca de refutações baseadas na crença.
    Ou seja, o simples, em nenhum momento avaliará os argumentos que você apresenta por eles mesmos, mas como matéria que precisa ser negada, não por outros argumentos, mas pela crença lambuzada num mix de tinturas fac símile das pesquisas científicas.
    É assim que a mente dele funciona.

    Caro Anônimo: Não seja tão severo assim com o Jeph. Afinal todos temos nossas crenças, lógico que me refiro à crença no sentido estrito do conjunto de coisas que acreditamos, geralmente tal sistema tende a resistir bravamente às mudanças, porque, creio eu, é algo que faz parte de nossa personalidade e mudar isso significa mudar a nós mesmo.
    Acho que o Jeph tem duas partes em conflito dentro de sí, mas veja que pelo menos ele tenta procurar conhecimento mais abrangente, que parece ir além daquilo por qual tem uma empatia natural mais forte.

  47. Mente

    Não é ironia. Pois só uma mente pode pensar sobre sí mesma.
    “Penso, portanto existo.”

    prefiro essa: “sinto logo existo”

    a mente pensar sobre si mesma não é um paradoxo ?

  48. jephsimple
    Essa mente é o que chamamos de Deus. O humano está inserido dentro desse universo.
    O cérebro não cria a mente … Qual evidência vc tem q cérebro cria a mente? Neurociencia? Biologia molecular? Mecânica quantica é avassaladora contra seu argumento de que sua mente está dentro do seu cérebro . Em Q.M seu cérebro é que está em sua mente. :D

    concordo que Deus contem o todo

    mas o cérebro pode ser comparado a capacidade mecânica de um computador:
    ele cria ações aleatórias como se fossem pensamentos, analisa sentimentos mecânicos e toma decisões de novas ações.
    no entanto semelhante ao homem ele também não consegue criar algo que seja totalmente inexistente a realidade perceptiva humana.
    apesar das invenções humanas refletirem o comportamento humano, o homem difere de um computador por possuir sentimento abstratos irracionais, como amor, ódio, tristeza e alegrias

  49. prefiro essa: “sinto logo existo”

    Quando você diz “sinto, logo existo”, já está pensando.
    Se não se pensar sobre o que se sente, nenhuma conclusão pode ser formulada. Logo, só o ato de pensar pode concluir pela existência.

    a mente pensar sobre si mesma não é um paradoxo ?

    Não, já que só uma mente pode pensar. Inclusive sobre sí mesma, e isso se chama autoconsciência. O “eu sou” define bem isso.

  50. a faculdade de sentir não esta atrelada a capacidade de raciocinar , nem é exclusiva de cérebros.
    plantas sentem que estão vivas, sentem e buscam pela luz do sol isto ja é um principio de vontade ensaiando os primeiros passos que conduzem a razão!

  51. segundo você a matéria começou a questionar sobre a propria origem

  52. a faculdade de sentir não esta atrelada a capacidade de raciocinar , nem é exclusiva de cérebros.

    Sim. E eu não disse o contrário.

    plantas sentem que estão vivas, sentem e buscam pela luz do sol isto ja é um principio de vontade ensaiando os primeiros passos que conduzem a razão!

    Não, plantas não sentem que estão vivas. Elas não possuem sistema nervoso. Elas possuem mecanismos automáticos que reagem a alguns estímulos como a luz do sol ou contato físico.
    Evidentemente as plantas não tem a consciência que permite sentir-se vivo.

    segundo você a matéria começou a questionar sobre a propria origem

    Sim, mas só aquela matéria que está formatada como cérebro humano.

  53. Complementando:

    a faculdade de sentir não esta atrelada a capacidade de raciocinar , nem é exclusiva de cérebros.

    Sim. E eu não disse o contrário. Mas só a capacidade de raciocinar (pensar) é que pode gerar autoconsciência.
    O “sentir” aí é conceituado como um fluxo de sinal oriundo de sensores que ativa alguma resposta automática.

  54. Mente

    Não, plantas não sentem que estão vivas.
    tem certeza ? Voce tambem acha que elas não percebem quando estão morrendo?

    Elas não possuem sistema nervoso. Elas possuem mecanismos automáticos que reagem a alguns estímulos como a luz do sol ou contato físico.
    isso não seria a mesma coisa ?
    elas possuem sentido sensoriais semelhantes aos nossos, talvez suas reações sejam tão mecânicas quanto as nossas ao respirarmos.
    ou seja a natureza nos programou com algumas funções mecânicas automáticas visando a nossa sobrevivência.
    para sentir-se vivo não é necessário saber, apenas a existência de sentimento.
    por exemplo animais pensam e até racionam em um grau menor que o humano,apesar de pensarem eles ignoram que estão vivos, se bem que instintivamente desejam permanecer vivos, como ja disse no caso das plantas a vontade própria é o primeiro passo para atingir a razão!

    Evidentemente as plantas não tem a consciência que permite sentir-se vivo.
    neste caso quando eliminamos tais seres,não estamos cometendo nenhum crime ?

    O “sentir” aí é conceituado como um fluxo de sinal oriundo de sensores que ativa alguma resposta automática.

    resposta automáticas, denota uma pre inteligencia programada com esse objetivo.

  55. Criaturo

    Não, plantas não sentem que estão vivas.
    tem certeza ?

    Voce tambem acha que elas não percebem quando estão morrendo?

    Se sequer percebem que estão vivas, como poderiam perceber quando estão morrendo?
    Uma jabuticaba percebe que está sendo comida?

    Elas não possuem sistema nervoso. Elas possuem mecanismos automáticos que reagem a alguns estímulos como a luz do sol ou contato físico.

    isso não seria a mesma coisa ?

    Não é a mesma coisa. Nas plantas, certos estímulos produzem reações físicas e/ou químicas diretas que acionam mecanismos determinados. Elas não possuem um sistema de trafego de sinais semelhante aos nervos em animais.

    elas possuem sentido sensoriais semelhantes aos nossos, talvez suas reações sejam tão mecânicas quanto as nossas ao respirarmos.

    Elas não possuem nenhum sentido sensorial que se assemelhe ao que animais possuem. São máquinas biológicas mais basais.
    Se você construir um robozinho cheio de sensores e que realize algumas funções automáticas, você poderia afirmar que ele percebe que está vivo?
    Minha máquina de lavar sabe que está viva?

    ou seja a natureza nos programou com algumas funções mecânicas automáticas visando a nossa sobrevivência.

    A maioria das nossas funções são automáticas por motivos óbvios e sequer temos consciência da maioria delas. E isso não invalida o fato de que é preciso ter um núcleo cerebral para se poder ter consciência de muitas outras atividades correntes.

    para sentir-se vivo não é necessário saber, apenas a existência de sentimento.
    por exemplo animais pensam e até racionam em um grau menor que o humano,apesar de pensarem eles ignoram que estão vivos, se bem que instintivamente desejam permanecer vivos, como ja disse no caso das plantas a vontade própria é o primeiro passo para atingir a razão!

    Você vai ter que me definir o que entende por “sentimento”.
    Para sentir-se vivo é preciso um núcleo cerebral mínimo que seja capaz de analisar as informações sensoriais existentes e que realize algum algoritmo que produza algum grau de autoconsciência.
    Grande parte dos animais não humanos possuem esse núcleo. As plantas não.

    Por favor, me explique como plantas podem ter vontade própria se sequer possuem algo que seja minimamente considerado um suporte para algum grau de autoconsciência?

    Evidentemente as plantas não tem a consciência que permite sentir-se vivo.

    neste caso quando eliminamos tais seres,não estamos cometendo nenhum crime ?

    O que juízo moral tem à ver com o fato de plantas não terem autoconsciência?

    O “sentir” aí é conceituado como um fluxo de sinal oriundo de sensores que ativa alguma resposta automática.

    resposta automáticas, denota uma pre inteligencia programada com esse objetivo.

    Eu quis dizer que o “sentir” que você semantizou nessa nossa discussão, e que eu acatei, se refere muito primariamente ao fluxo de sinal gerado em algum sensor. tipo:
    “A célula fotovoltaica sentiu a luz incidente vinda da lanterna.”

    Evidentemente aquilo que uma autoconsciência sente é muito mais complexo que isso.

    E SENTIR-SE VIVO, tem à ver com a definição semântica mais complexa.

    P.S.: Eu não acredito que estou discutindo isso. :)

  56. Mente

    De fato, crença, visão de mundo ou que nome se dê, faz parte da nossa personalidade e mudar isso em algum grau implica mudar essa personalidade na mesma medida.
    Mas, não acho que pessoas como jephsimple procuram conhecimento além da própria crença. O que fazem é usar o conhecimento para poder afirmar que o deus no qual acreditam existe, aproveitando-se do que ainda é desconhecimento.
    É lá, no desconhecido, que o deus habita. Ele já esteve logo ali, além da nossa atmosfera, hoje perambula nas partículas-onda e sabe-se lá onde estará amanhã…
    E sempre haverá jephsimple para usar as fronteiras do conhecimento como morada do deus.
    Não é, portanto, questão de severidade, só serena constatação dos fatos.

  57. Mente

    Se sequer percebem que estão vivas, como poderiam perceber quando estão morrendo?
    percepção é diferente de consciência, diria que é o principio dela.

    Uma jabuticaba percebe que está sendo comida?
    não,mas provavelmente a planta sente que foi retirada parte de si

    Não é a mesma coisa. Nas plantas, certos estímulos produzem reações físicas e/ou químicas diretas que acionam mecanismos determinados. Elas não possuem um sistema de trafego de sinais semelhante aos nervos em animais.

    sistema de percepção químicos e eletroquímicos doa animais e plantas possuem a mesma essência atômica.

    Elas não possuem nenhum sentido sensorial que se assemelhe ao que animais possuem. São máquinas biológicas mais basais.
    Se você construir um robozinho cheio de sensores e que realize algumas funções automáticas, você poderia afirmar que ele percebe que está vivo?

    matéria inanimada não possui consciência, no caso do robô é ação de matéria sofrendo reação de outra matéria.
    alem do mais a percepção da matéria animada difere da inanimada

    Minha máquina de lavar sabe que está viva?

    não! da mesma forma que um celular pode ser Vivo, sem ter consciência disso.

    A maioria das nossas funções são automáticas por motivos óbvios e sequer temos consciência da maioria delas. E isso não invalida o fato de que é preciso ter um núcleo cerebral para se poder ter consciência de muitas outras atividades correntes.
    quais seriam ?

    Você vai ter que me definir o que entende por “sentimento”.
    sentimento difere da simples percepção mecânica, ele é algo mais complexo que define a individualização do ser.

    Para sentir-se vivo é preciso um núcleo cerebral mínimo que seja capaz de analisar as informações sensoriais existentes e que realize algum algoritmo que produza algum grau de autoconsciência.
    Grande parte dos animais não humanos possuem esse núcleo. As plantas não.

    para sentir a vida não é necessário ter consciência dela, seres vivos não são apenas maquinas programadas eles esboçam vontade própria a procura de uma razão.

    Por favor, me explique como plantas podem ter vontade própria se sequer possuem algo que seja minimamente considerado um suporte para algum grau de autoconsciência?
    Evidentemente as plantas não tem a consciência que permite sentir-se vivo.

    Sem a interferência de consciências humanas, são as plantas que definem para qual direção seus galhos deverão seguir, a vontade aparece quando seus galhos seguem por direções diferentes, sempre buscam pela luz, pois sentem necessidade de evolução.

    neste caso quando eliminamos tais seres,não estamos cometendo nenhum crime ?
    O que juízo moral tem à ver com o fato de plantas não terem autoconsciência?

    nenhum, em compensação a falta de auto consciência não implica na falta do sentimento de estar -se vivo.

    Eu quis dizer que o “sentir” que você semantizou nessa nossa discussão, e que eu acatei, se refere muito primariamente ao fluxo de sinal gerado em algum sensor. tipo:
    “A célula fotovoltaica sentiu a luz incidente vinda da lanterna.”
    Evidentemente aquilo que uma autoconsciência sente é muito mais complexo que isso.

    exato! porem sentir-se que esta vivo não implica a necessidade de auto consciência, apenas de ser animado.

    E SENTIR-SE VIVO, tem à ver com a definição semântica mais complexa.
    P.S.: Eu não acredito que estou discutindo isso. :)

    eu gosto!

  58. Anonimo

    De fato, crença, visão de mundo ou que nome se dê, faz parte da nossa personalidade e mudar isso em algum grau implica mudar essa personalidade na mesma medida.
    personalidade e grau de conciência

    É lá, no desconhecido, que o deus habita.

    sim dentro do ser humano ha uma ignorância divina

    Ele já esteve logo ali, além da nossa atmosfera, hoje perambula nas partículas-onda e sabe-se lá onde estará amanhã…

    que tal em tudo, dentro do todo ?

  59. O Criaturo 1 esmiuçou o comentário do Mente e moeu cada argumento kkkk imagina o Criaturo sendo pastor dakela igreja dos templos enormes da fogueira santa, bom de argumento assim, convenceria as pessoas a ofertar até o nariz kkkkkk

  60. Como o Barros não posta mais texto novo pra nós, o jeito é se contentar em comentar os comentários kkkkkkk comentar os comentários kkkkkkk

  61. Criaturo 2
    o Criaturo sendo pastor dakela igreja dos templos enormes da fogueira santa, bom de argumento assim, convenceria as pessoas a ofertar até o nariz kkkkkk
    Deus me livre disso…ha..ha…ha..ha..ha

  62. Criaturo 1: Estou brincando kkkk pelo q vc escreve parece ser um cara mt direito e humano. Nossa, vc gosta mesmo desse blogue, sete e meia da manhã e ja escreveu kkkkk nossa, gente, rezem pra CHOVER AKI EM SAMPA STATE q a coisa ta seca. e ECONOMIZEM ÁGUA pq ELA É PRECIOSÍSSIMA, mais importante q o ouro, o ouro serve só de enfeite pra exibimento, já a ÁGUA MATA A SECA QUE RESSECA SUA BOQUINHA seja ela CARNUDA ou desdentada kkkk e BANHA SEU CORPINHO seja ele SEXY OU NÃO kkkk é com água q sua casa e suas coisas ficam limpinhas, pra sua casa não virar um chiqueiro de porco kkkk viram como a ÁGUA É IMPORTANTE????

  63. Criaturo 1: ”da mesma forma que um celular pode ser Vivo, sem ter consciência disso” kkkkk gostei do trocadilho, me fez rir disso dentro do onibus kkkk

  64. Criaturo 2

    o que mais me preocupa no momento é a irresponsabilidade politica agravando a crise da falta de água.
    oh governo incompetente!
    condomínios sofrem menos ja que possuem reservatórios com milhares de litros, alem do mais por ficarem no sub solo, são os primeiros a serem abastecidos, gostaria que baseado no consumo livre antes da crise fosse estipulado um racionamento de 50% dessa média sob pena de multa automática na conta de água, tai uma medida economicamente viável, barata e objetiva.
    o duro é ter que aguentar a hipocrisia dos políticos falando que esta tudo sobre controle, quando as torneiras ja estão secas faz tempo!

  65. Criaturo,

    Tudo na ordem.

    “tem noticias do nosso amigo Diogo Azetech ?”

    Sempre comentando no darwinismo.wordpress, fora isso, parece que ele não apareceu mais aqui ..

  66. Mente,

    “E se o relato for uma ilusão criada durante o processo de voltar à atividade? Tipo uma fantasia baseada em retalhos de memória?”

    Existe sim casos de ilusão… Mas não seria o caso dos relatados nas EQMs…

    EQMs não baseiam-se apenas em relatos. Embora existam relatos precisos confirmados por terceiros.

    “No século 21 a FÍSICA QUÂNTICA, tem se prestado às mais estapafúrdias explicações para estranhezas diversas.”

    Na verdade as estranhezas são apenas para o materialismo.

    A dualidade, a transferência instantânea de informação quântica, a inexistência de leis da física clássica, a decoerência quântica e etc não me causam estranheza …

    “Resta provar isso, além das demências e acidentes que danificam a máquina cerebral em graus variados.”

    Se a mente fosse reduzida ao cérebro, assim como o cérebro é responsável por funções biológicas, ele fritaria.

    Aliás assim como vc diz que eu tenho que provar isto, cabe a ti provar que e mente esta reduzida ao cérebro.

    “FÍSICA QUÂNTICA” é um termo inadequado.

  67. Mente,

    “Tudo é quântico, inclusive a matéria.”

    Isso é reducionismo.

    Caso fosse assim não teríamos a física clássica, Existem eventos que ocorrem apenas em quântica, e outros que ocorrem apenas em física clássica.

    Aquilo que vc chama de matéria é uma realidade aparente sujeita a um cérebro calibrado e a mente… Quando ocorre o desequilíbrio, o cérebro tem problemas em interagir com essa realidade aparente…

    …Cérebro com defeito e morte.

    “Se calhar, TUDO é informação.”

    Eu não sei a que tudo você se refere…

    Estou falando de informação quântica, e a outra informação que conheço é a biológica… Fora isso a unica informação que conheço é a criada por humanos.

    “Não é uma quantidade irrisível de energia, é até bem razoável. E o cérebro não usa apenas energia elétrica (como os computadores) , ele parece usar mais de reações químicas reversíveis.
    Alegar complexidade absurda para aventar outros aportes de energia sobrenaturais não é muito válido.
    Alguém já disse que complexidade é apenas um conjunto de simplicidades.”

    É sim Mente, e eu não me referi a energia elétrica somente…

    na verdade com toda as suas operações o cérebro consome uma energia de aproximadamente 25 watts.

    Mas vc sabe o que seria preciso para o homem criar algo similar ao cérebro, tem noção da quantidade de energia, para criar algo que funcione como o cérebro humano?

    Considerando isto o consumo do DI chamado cérebro é irrisível deixando os engenheiros do Projeto Cérebro Humano comendo toneladas e toneladas de poeira.

    Quando eu aleguei complexidade absurda foi apenas pra relatar um fato, não para invocar o sobrenatural (seja lá o que vc quer dizer com isso).

    Conjuntos de simplicidade se não forem organizados de forma irredutível não passam de simples lixo.

  68. Anonimo

    “É assim que a mente dele funciona.”

    Alem de leitura mental…

    Vc realmente acha que mentes FUNCIONAM?

    Vc acha que vc é o cara desprovido de crenças?

    É incrível como existem pessoas deste tipo, que acham que refutaram toda a história da filosofia, da metafísica, a historia da religião, a história da ciência.

    E acha realmente que o ateísmo é a nata da razão.

    E que os religiosos são um bando de idiotas que não sabem nada além do que leem em seus livros religiosos.

    Isso mostra quem tem mais dificuldades com crenças contrárias; quem sofre de dissonância cognitiva aqui com certeza não sou eu Anônimo…

  69. Criaturo

    Se sequer percebem que estão vivas, como poderiam perceber quando estão morrendo?

    percepção é diferente de consciência, diria que é o principio dela.

    Só que é preciso um núcleo minimamente consciente para perceber alguma coisa. Plantas não tem tal núcleo.

    Uma jabuticaba percebe que está sendo comida?
    não,mas provavelmente a planta sente que foi retirada parte de si

    Sente nada, plantas não tem sistema nervoso.

    sistema de percepção químicos e eletroquímicos dos animais e plantas possuem a mesma essência atômica.

    What???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    matéria inanimada não possui consciência, no caso do robô é ação de matéria sofrendo reação de outra matéria.
    alem do mais a percepção da matéria animada difere da inanimada

    Acho que você quer dizer:
    Matéria animada= sistemas orgânicos
    Matéria inanimada= sistemas inorgânicos

    No meu conceito matéria animada se refere a todo sistema, orgânico ou não, que possua alguma ação própria autônoma.

    Respondendo:
    Claro né. Só matéria animada pode suportar consciência.
    Determinadas formas biológicas são tão simples como certas máquinas e algumas máquinas podem até ser mais complexas que plantas e alguns insetos.
    Ainda assim sistemas animados simples, sem um núcleo nervoso complexo, não podem ter consciência.
    E tanto no caso do robô quanto no caso da planta, é a mesma coisa, matéria interagindo com matéria.
    Ou você quer dizer que seres orgânicos não são feitos de matéria?

    não! da mesma forma que um celular pode ser Vivo, sem ter consciência disso.

    OI?!!!!! Mas é CLARO que o celular VIVO não tem consciência, pois ele não possui um Sistema Nervoso suficientemente capaz de suportar auto-consciência. Foi o TIM que me disse isso.

    A maioria das nossas funções são automáticas por motivos óbvios e sequer temos consciência da maioria delas. E isso não invalida o fato de que é preciso ter um núcleo cerebral para se poder ter consciência de muitas outras atividades correntes.

    quais seriam ?

    As funções automáticas?
    Ora. São tantas. Geralmente muitos sistemas funcionam dentro de nós automaticamente, na verdade a maioria deles felizmente.
    Imagina se você tivesse que pensar sobre cada evento que ocorre todo o tempo e tivesse que tomar alguma decisão para cada uma dessas ocorrências?
    Seria inviável.

    sentimento difere da simples percepção mecânica, ele é algo mais complexo que define a individualização do ser.

    What??????????

    para sentir a vida não é necessário ter consciência dela, seres vivos não são apenas maquinas programadas eles esboçam vontade própria a procura de uma razão.

    Só os seres vivos que possuem consciência são capazes de procurar alguma razão nisso ou naquilo.

    Sem a interferência de consciências humanas, são as plantas que definem para qual direção seus galhos deverão seguir, a vontade aparece quando seus galhos seguem por direções diferentes, sempre buscam pela luz, pois sentem necessidade de evolução.

    Plantas não possuem vontades pois não tem um núcleo complexo que gere consciência. Elas executam suas funções automaticamente.

    O que juízo moral tem à ver com o fato de plantas não terem autoconsciência?

    nenhum, em compensação a falta de auto consciência não implica na falta do sentimento de estar -se vivo.

    Como algo pode ter sentimentos sem ter consciência?
    Você poderia me explicar isso?

    exato! porem sentir-se que esta vivo não implica a necessidade de auto consciência, apenas de ser animado.

    Estar vivo não é a mesma coisa que sentir-se vivo.
    Ta difícil você compreender isso. Aff!!!!!

  70. Jephsimple

    “E se o relato for uma ilusão criada durante o processo de voltar à atividade? Tipo uma fantasia baseada em retalhos de memória?”
    Existe sim casos de ilusão… Mas não seria o caso dos relatados nas EQMs…
    EQMs não baseiam-se apenas em relatos. Embora existam relatos precisos confirmados por terceiros.

    Tá certo!

    “No século 21 a FÍSICA QUÂNTICA, tem se prestado às mais estapafúrdias explicações para estranhezas diversas.”
    Na verdade as estranhezas são apenas para o materialismo.
    A dualidade, a transferência instantânea de informação quântica, a inexistência de leis da física clássica, a decoerência quântica e etc não me causam estranheza …

    Eu me referia às coisas místicas e pseudocientíficas que usam a F.Q. como parafernália para certificar suas sandices.

    “Resta provar isso, além das demências e acidentes que danificam a máquina cerebral em graus variados.”

    Se a mente fosse reduzida ao cérebro, assim como o cérebro é responsável por funções biológicas, ele fritaria.

    Você nega então que alguns danos no cérebro provocam perda de lucidez e coerência mental?
    Se supor uma mente fora do cérebro ela comportaria o que exatamente?
    Não seria só aporte de energia eu suponho.

    Aliás assim como vc diz que eu tenho que provar isto, cabe a ti provar que e mente esta reduzida ao cérebro.

    Além de outras coisas, o Mal de Alzheimer prova isso.

    “FÍSICA QUÂNTICA” é um termo inadequado.

    Porque?
    Ahhh! Deixe-me adivinhar; será porque você acredita que a Quântica não “lida” apenas com coisas físicas?

    “Tudo é quântico, inclusive a matéria.”
    Isso é reducionismo.
    Caso fosse assim não teríamos a física clássica, Existem eventos que ocorrem apenas em quântica, e outros que ocorrem apenas em física clássica.

    A realidade é quântica em sua essência.
    Grandes corpos massivos interagem entre sí por meio de propriedades descritas por uma interpretação clássica suficientemente válida para o seu meio macro.
    Aquelas interações do mundo micro tem muitas propriedades diferentes e exigem outra interpretação ou abordagem
    O que uma partícula faz sozinha não é a mesma coisa que um montão delas faz em conjunto.

    Aquilo que vc chama de matéria é uma realidade aparente sujeita a um cérebro calibrado e a mente… Quando ocorre o desequilíbrio, o cérebro tem problemas em interagir com essa realidade aparente…
    …Cérebro com defeito e morte.

    Só se pode interpretar a realidade, as partes dela, não se pode saber exatamente como ela é. Só podemos intuir que ela existe o resto é mera interpretação.

    “Se calhar, TUDO é informação.”
    Eu não sei a que tudo você se refere…
    Estou falando de informação quântica, e a outra informação que conheço é a biológica… Fora isso a unica informação que conheço é a criada por humanos.

    Tudo é informação. Se se pode pegar partes de qualquer coisa que existe e interpretar, registrar e até mesmo replicar, então tudo é informação.

    É sim Mente, e eu não me referi a energia elétrica somente…
    na verdade com toda as suas operações o cérebro consome uma energia de aproximadamente 25 watts.
    Mas vc sabe o que seria preciso para o homem criar algo similar ao cérebro, tem noção da quantidade de energia, para criar algo que funcione como o cérebro humano?
    Considerando isto o consumo do DI chamado cérebro é irrisível deixando os engenheiros do Projeto Cérebro Humano comendo toneladas e toneladas de poeira.

    Bom. Eles tentam criar algo que funcione como o cérebro humano com tecnologia que usa de elementos eletrônicos que não são tão complexos se comparados ao neurônio, e eficientes quanto ao consumo.
    Mas ja foi pior. Pense que o primeiro computador eletrônico era feito de válvulas termoiônicas e gastava horrores de energia e era tão grande que exigia um prédio de alguns andares para acomoda-lo.
    Hoje uma máquina equivalente cabe na sua mão e gasta quase nada de energia além de ser muito mais eficiente.

    Talvez a tecnologia eletrônica, pelas suas limitações, não seja capaz de imitar uma máquina cerebral totalmente, igualando suas capacidades em eficiência e consumo.

    Quando eu aleguei complexidade absurda foi apenas pra relatar um fato, não para invocar o sobrenatural (seja lá o que vc quer dizer com isso).

    Ok. Anotado.

    Conjuntos de simplicidade se não forem organizados de forma irredutível não passam de simples lixo.

    Isso não muda o fato de que grandes conjuntos funcionais são constituídos de pequenos conjuntos basais simplificados.
    Além de que ao se reduzir complexidade, tem-se que levar em conta a mudança de função.

  71. Anônimo

    De fato, crença, visão de mundo ou que nome se dê, faz parte da nossa personalidade e mudar isso em algum grau implica mudar essa personalidade na mesma medida.
    Mas, não acho que pessoas como jephsimple procuram conhecimento além da própria crença. O que fazem é usar o conhecimento para poder afirmar que o deus no qual acreditam existe, aproveitando-se do que ainda é desconhecimento.
    É lá, no desconhecido, que o deus habita. Ele já esteve logo ali, além da nossa atmosfera, hoje perambula nas partículas-onda e sabe-se lá onde estará amanhã…
    E sempre haverá jephsimple para usar as fronteiras do conhecimento como morada do deus.
    Não é, portanto, questão de severidade, só serena constatação dos fatos.

    Todos nós temos crenças Anônimo.
    Mas veja que até agora o Jephsimple não mencionou deus algum em particular.
    O máximo que ele defende é que alguma mente deve ser a responsável pela existência do Universo. Ele chama isso de deus.
    E uma mente não é necessariamente algum deus.
    Veremos onde isso vai parar.

  72. Exato deus é um conceito humano relativo

  73. A vida efêmera do ponto de vista ateísta, de fato não faz mesmo o menor sentido!
    E pensar ao contrario disso é que é a verdadeira ilusão ateísta procurando uma base de sustentação para manter a razão!
    pergunto: Qual o sentido de manter uma razão sabendo que é efêmera ? pura ilusão do ego para os que acreditarem que estarão deixando um legado! anão ser que ele queira continuar sendo orgulhoso “até depois de morto”…ha..ha…ha…ha
    Se a vida é breve, nossos conceitos cairão literalmente “todos por terra”, serão esquecidos e bem enterrados juntos com todo o nosso orgulho, Então qual o sentido de prezar pela memórias da nossa imagem quando elas ja não existirão mais, para o individuo que perde a consciência delas, não fará mais a menor importância, de quem foi , o que foi , como foi, o que pensava,sentia ou como agia.
    resumindo se a vida não for eterna, esta vida efêmera não faz o menor sentido!

  74. Mente @ Simple

    com licença!
    Você nega então que alguns danos no cérebro provocam perda de lucidez e coerência mental?
    Se supor uma mente fora do cérebro ela comportaria o que exatamente?
    Não seria só aporte de energia eu suponho.

    de fato o cérebro é responsável por criar muitas fantasias,a em caso de mal funcionamento por doenças ou efeitos de drogas.
    Porem exatamente ao contrario no caso de EQMs em cirurgias onde o paciente esta dopado, ele consegue descrever com precisão e coerência todo o processo cirúrgico, houve registro de que em alguns casos conseguiram também descrever fatos ocorridos em outros lugares fora da sala de cirurgia , sugerindo um passeio do seu espirito pelo hospital!

  75. Criaturo

    A vida efêmera do ponto de vista ateísta, de fato não faz mesmo o menor sentido!

    Do ponto de vista teísta-eternista, você quis dizer.
    Deixa eu lhe falar uma coisa.
    Vida eterna também não faz o menor sentido prático se você tiver que ficar babando o ovo de algum deus no “paraíso”, ou fritando em óleo fervente no inferno.
    Ou seja lá o que for que faça, até cansar de fazer e depois querer ser desintegrado por causa do tédio.

    E pensar ao contrario disso é que é a verdadeira ilusão ateísta procurando uma base de sustentação para manter a razão!

    Só algo efêmero pode ter o devido valor. Pois vai-se acabar um dia.
    É raridade, coisa que nunca mais vai-se repetir.
    Pois então, do ponto de vista de um “efemerista “, a existência efêmera tem um valor imenso, pois é ÚNICA.
    Reveja seus conceitos meu caro.

    Se a vida é breve, nossos conceitos cairão literalmente “todos por terra”, serão esquecidos e bem enterrados juntos com todo o nosso orgulho, Então qual o sentido de prezar pela memórias da nossa imagem quando elas ja não existirão mais, para o individuo que perde a consciência delas, não fará mais a menor importância, de quem foi , o que foi , como foi, o que pensava,sentia ou como agia.
    resumindo se a vida não for eterna, esta vida efêmera não faz o menor sentido!

    Faz todo o sentido se você deixar um legado, deixar seus feitos, sua arte, seus ensinamentos; deixar suas vitórias e derrotas, tristezas e alegrias, como exemplos para os que estão caminhando.

    No começo inventaram a tal vida eterna, linda e maravilhosa.
    Beleza! Esta-se descontente com tudo por aqui, então mate-se pra ir logo para aquele lugar eterno.
    Então logo tiveram que inventar o inferno para acomodar os suicidas.
    Hahahahaha!!!!!!!

  76. Mente


    Só que é preciso um núcleo minimamente consciente para perceber alguma coisa. Plantas não tem tal núcleo.

    o limite da ciência não pode querer padronizar a natureza, só porque neste planeta a evidências de inteligencia na matéria , isto não significa que ja fica provado que não pode haver vida inteligente fora da matéria.
    Como ja citei ha também evidências disso nas EQMs.
    E só sendo planta para saber o que elas sentem ou deixam de sentir.
    é por isso que o ateísmo radical é uma fé tão grande quanto o crente fanático.

    Uma jabuticaba percebe que está sendo comida?
    não,mas provavelmente a planta sente que foi retirada parte de si
    Sente nada, plantas não tem sistema nervoso.
    a ciência não conhece nem domina todos os sentidos humanos.

    sistema de percepção químicos e eletroquímicos dos animais e plantas possuem a mesma essência atômica.
    What???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
    na existência terrena a composição da matéria é padrão átomos são uma espécie de energia que compõe toda matéria
    .

    Acho que você quer dizer:
    Matéria animada= sistemas orgânicos
    Matéria inanimada= sistemas inorgânicos
    No meu conceito matéria animada se refere a todo sistema, orgânico ou não, que possua alguma ação própria autônoma.

    me refiro aos seres vivos


    Claro né. Só matéria animada pode suportar consciência.
    Determinadas formas biológicas são tão simples como certas máquinas e algumas máquinas podem até ser mais complexas que plantas e alguns insetos.

    exato! mas animada por quem ou pelo que ?
    Biológica= vida racional
    não pode ser considerada algo tão simples ao ponto de poder ser animada pela simples ciência humana

    Ainda assim sistemas animados simples, sem um núcleo nervoso complexo, não podem ter consciência.

    nada impede deles possuírem outro tipo de sentimento, diferentes dos humanos, ou mesmo o da intuição desprezado pela ciência.

    E tanto no caso do robô quanto no caso da planta, é a mesma coisa, matéria interagindo com matéria.
    Ou você quer dizer que seres orgânicos não são feitos de matéria?
    Sim estrutura atômica
    não! da mesma forma que um celular pode ser Vivo, sem ter consciência disso.
    OI?!!!!! Mas é CLARO que o celular VIVO não tem consciência, pois ele não possui um Sistema Nervoso suficientemente capaz de suportar auto-consciência. Foi o TIM que me disse isso.

    ha..ha..ha..ha..ha
    A maioria das nossas funções são automáticas por motivos óbvios e sequer temos consciência da maioria delas. E isso não invalida o fato de que é preciso ter um núcleo cerebral para se poder ter consciência de muitas outras atividades correntes.
    quais seriam ?
    As funções automáticas?
    Ora. São tantas. Geralmente muitos sistemas funcionam dentro de nós automaticamente, na verdade a maioria deles felizmente.
    Imagina se você tivesse que pensar sobre cada evento que ocorre todo o tempo e tivesse que tomar alguma decisão para cada uma dessas ocorrências?
    Seria inviável.

    Muito bem “pensado” este piloto automático, não ?
    sentimento difere da simples percepção mecânica, ele é algo mais complexo que define a individualização do ser.
    What??????????
    A capacidade de consciência esta muito alem da matéria que constitui uma foto célula ou mesmo um olho humano. Digamos assim, no inicio os seres primitivos possuíam apenas vida mecânica agindo e reagindo (interagindo) uns nos outros, este seria uma espécie de pré-percepção , já no segundo estagio de evolução obteve-se percepção através da observação da repetição de ações e reações causando sentimentos distintos, depois atingindo o terceiro estagio nasceu a vontade, a intenção de agir com propósito desejado de reagir sentimentos agradáveis, nascia ai o principio da consciência humana.
    É por isso que disse: “sinto logo existo” no sentido do meu “eu”.
    para sentir a vida não é necessário ter consciência dela, seres vivos não são apenas maquinas programadas eles esboçam vontade própria a procura de uma razão.
    Só os seres vivos que possuem consciência são capazes de procurar alguma razão nisso ou naquilo.
    Consciente ou inconscientemente, todos os seres vivos vivem a procura por uma razão, esta é lei da evolução.
    Sem a interferência de consciências humanas, são as plantas que definem para qual direção seus galhos deverão seguir, a vontade aparece quando seus galhos seguem por direções diferentes, sempre buscam pela luz, pois sentem necessidade de evolução.
    Plantas não possuem vontades pois não tem um núcleo complexo que gere consciência. Elas executam suas funções automaticamente.
    Então por que no caso citado toso os galhos da arvore não fazem fila indiana, cada um escolhe o seu caminho ?
    Como algo pode ter sentimentos sem ter consciência?
    A raça humana destaca-se dos demais seres vivos por ter atingindo a consciência da sua individualidade alma, os demais possuem consciência dos seus sentimentos em um estagio mais primitivo o da percepção, mas não são apenas maquinas pré programadas, eles também possuem individualidade alma e vontade própria.
    Os mais primitivos (vegetais) apesar de não possuírem consciência e uma vontade mais forte, eles também possuem sentimentos que estão vivos, ou de que estão morrendo ,Já que a força vital naturalmente fica mais fraca, ou menos concentrada neles.
    Todos seres vivos ensaiam os primeiros passos para uma a consciência da sua individualidade enquanto ser único (diferenciado).
    Estar vivo não é a mesma coisa que sentir-se vivo.
    Ta difícil você compreender isso. Aff!!!!!

    Para mim é a mesma coisa pois, “sinto logo existo”

  77. Mente

    A vida efêmera do ponto de vista ateísta, de fato não faz mesmo o menor sentido!
    Do ponto de vista teísta-eternista, você quis dizer.
    Deixa eu lhe falar uma coisa.
    Vida eterna também não faz o menor sentido prático se você tiver que ficar babando o ovo de algum deus no “paraíso”, ou fritando em óleo fervente no inferno.
    Ou seja lá o que for que faça, até cansar de fazer e depois querer ser desintegrado por causa do tédio.

    Temos ainda uma opção mais lógica apenas continuar a vida do jeito que ela já é , pois tantos teístas quanto ateístas insatisfeito com a vida atual é que desejam e esperam por mudanças “radicais”: sofrimento eterno, prazer eterno ou o “ateu” descanso eterno, é aqui que ateus se confundem com crentes!
    Os crentes de mudanças radicais, são ilógicos pois insinuam que a vida atual é sádica já que poderia ser melhor e não é, assim sonham com retorno a moleza do paraíso perdido.
    E pensar ao contrario disso é que é a verdadeira ilusão ateísta procurando uma base de sustentação para manter a razão!
    Só algo efêmero pode ter o devido valor. Pois vai-se acabar um dia.
    Pelo contrario é ilógico e ilusório querer considerar algo efêmero importante, sabendo que tudo e todos estão fadados a uma breve inexistência.

    É raridade, coisa que nunca mais vai-se repetir.
    Pois então, do ponto de vista de um “efemerista “, a existência efêmera tem um valor imenso, pois é ÚNICA.
    Reveja seus conceitos meu caro.

    Então por que rejeita a idéia de um Deus único ?
    Provavelmente por já ter observado que a vida é socialmente dependente, o individuo que é uma ilusão do ego, não existe um “eu” e sim um Todo Deus”.
    Porem para que possa haver seres “únicos” esta ilusão de individualidades é necessária, ou seja emular seres “diferentes” ou como você entende “únicos”.
    Ser diferente de Deus é que cria o nosso conceito de “mal”, mas se sermos diferentes é que torna possível a existência do nosso “eu”, isto deveria ser considerado algo “bom” e não ruim .
    O ponto de vista ateu sobre uma vida efêmera deveria ser de que sendo breve, deveria possuir tanto valor quanto o de uma criança nati-morta diante da eternidade poderia ter contribuído mais, pois diante de uma breve inexistência “para nós” não mais importará o quanto vivemos, nem o que fomos, pensamos, ou fizemos, muito menos se fomos únicos ou não, toda nossa vida se tornará insignificante, inexistente.
    Ateísmo deveria ser pregado em velórios!

    Se a vida é breve, nossos conceitos cairão literalmente “todos por terra”, serão esquecidos e bem enterrados juntos com todo o nosso orgulho, Então qual o sentido de prezar pela memórias da nossa imagem quando elas ja não existirão mais, para o individuo que perde a consciência delas, não fará mais a menor importância, de quem foi , o que foi , como foi, o que pensava,sentia ou como agia.
    resumindo se a vida não for eterna, esta vida efêmera não faz o menor sentido!
    Faz todo o sentido se você deixar um legado, deixar seus feitos, sua arte, seus ensinamentos; deixar suas vitórias e derrotas, tristezas e alegrias, como exemplos para os que estão caminhando.
    Bom se isso poderia ser um premio de consolação, mas somente com a opção da continuação da vida, ou da sua consciência a respeito de tais ações do seu legado terrestre, mas a única coisa que a crença da inexistência eterna pode ofertar é este tipo de orgulho ilógico, de que contribuiu com a vida efêmeras, e que breve também se tornarão inexistentes.
    Não adianta querer bancar o “bom samaritano ” deixando de existir, pois na fatal inexistência universal nada disso terá alguma utilidade, como já argumentei a vida apenas material efêmera é ilusória e não faz o menor sentido, “para quem decidiu tomar a pílula azul.
    No começo inventaram a tal vida eterna, linda e maravilhosa.
    Beleza! Esta-se descontente com tudo por aqui, então mate-se pra ir logo para aquele lugar eterno.
    Então logo tiveram que inventar o inferno para acomodar os suicidas.
    Hahahahaha!!!!!!!

    A fé ateísta na esperança de uma breve inexistência expressa um profundo descontentamento com a vida atual

  78. se todos vão para inexistência todas lembranças consideradas más ou boas serão enterradas juntas com nosso orgulho, achismo e crenças, pouco a importância que o universo terá para nós será a mesma que teremos para ele, nenhuma! o Ateismo é muito cruel…cruel…pois tira todo sentido da vida!

  79. Cenário A: Você tem um determinado prazo finito e apertado para realizar uma tarefa.

    Cenário B: Você tem um prazo infinito para realizar uma tarefa.

    Pergunta: Qual dos dois casos exigiria mais de suas capacidades físicas e mentais? Em qual dos casos você se dedicaria mais?
    Em qual dos casos você daria mais valor ao tempo, às atitudes?

    Ao meu ver, a certeza de uma existência eterna tornaria as mentes relapsas e preguiçosas. Sem rumo definido acabariam perdendo o sentido de todas as coisas.

  80. Todos nós temos crenças Anônimo.
    Mas veja que até agora o Jephsimple não mencionou deus algum em particular.
    O máximo que ele defende é que alguma mente deve ser a responsável pela existência do Universo. Ele chama isso de deus.
    E uma mente não é necessariamente algum deus.
    Veremos onde isso vai parar

    Tampouco eu mencionei algum deus em particular, caro Mente. Note que escrevi com inicial em minúscula.
    No que tange a crenças, a minha bem pode ser não levar a sério aqueles que se servem do conhecimento para sacrificar no altar da ignorância…

  81. Anônimo

    Tampouco eu mencionei algum deus em particular, caro Mente. Note que escrevi com inicial em minúscula.
    No que tange a crenças, a minha bem pode ser não levar a sério aqueles que se servem do conhecimento para sacrificar no altar da ignorância…

    Quando falei em “crença”, eu me referí em um sentido genérico não apenas no modo religioso.
    Se ver bem, todo conjunto de conhecimentos de uma pessoa se baseia na sua maioria, em absorção de informações externas em que acreditamos segundo nossas capacidades intelectuais.
    Só que há crenças bem fundamentadas e outras nem tanto.

  82. Mente

    Ao meu ver, a certeza de uma existência eterna tornaria as mentes relapsas e preguiçosas. Sem rumo definido acabariam perdendo o sentido de todas as coisas.
    Concordo parcialmente, pois se assim é assim deve ser, a ignorância é naturalmente divina!
    mas, dois pesos e duas medidas:
    A crença e uma breve inexistência, um materialismo convicto pode tornar os seres mais egoísta do tipo :” A vida é breve terei que aproveitar o máximo possível.” Certamente se os que destroem o planeta tivessem a consciência que seriam eles mesmos a herda-lo no futuro, quem sabe numa próxima vida, eles seriam mais responsa veis e menos egoístas,mas também como você bem argumentou , poderia surtir um efeito contrario o da irresponsabilizabilidade, do tipo: ” ja que viveremos de novo podemos errar a vontade”.

  83. Mente

    Se ver bem, todo conjunto de conhecimentos de uma pessoa se baseia na sua maioria, em absorção de informações externas em que acreditamos segundo nossas capacidades intelectuais. Só que há crenças bem fundamentadas e outras nem tanto.

    Nem tudo se presta à relativização. Posso não entender bulhufas de física quântica (e não entendo), mas a questão é: entre esta e um, digamos, ser, com identidade ou anônimo, qual dos dois reúne condições de ter pelo menos uma de suas afirmações testada, falseada?
    Mas, o principal é que tudo o que se afirma hoje sobre física quântica poderá ser negado amanhã, ou alterado. Quem hoje aceita as proposições da ciência o faz com reservas, pois sabe-se que na ciência não existem verdades absolutas. A meu ver, o conhecimento que absorvemos é menos uma crença e mais uma aceitação temporária.
    A crença religiosa não admite isso. Na ciência, que é o que gera o conhecimento, partimos da pergunta para talvez chegar a uma resposta.
    Na crença religiosa, parte-se da resposta para adequar as perguntas a essa resposta.
    Então, o conhecimento que absorvo, de acordo com minhas capacidades intelectuais (o que seria a minha crença) não pode ser posto em pé de igualdade com a crença dos jephsimple e criaturos.
    P.S.: Isto, de modo algum deve significar que me coloco em posição de superioridade em relação aos crentes religiosos, deve significar apenas que, como dito no começo, nem tudo se presta à relativização.

  84. Bom…

    Eu não quero mais debater teísmo e ateísmo.

    Eu o poderia, aliás, em minha vida diária, sempre estou a me informar sobre biologia, física, quântica.

    Mas eu não quero passar para meu próximo; Deus como uma explicação, uma causa, uma razão, embora isso não seja um equívoco.

    Porém não estou mais me importando com o que o ateu pensa, nem com o que o teísta pensa.

    Esta é a ultima vez que venho a este blog,

    Mas vim me despedir do mesmo e deixar uma mensagem…

    Dizer que se existir algum ateu aqui, nem que seja um! Saiba que Deus vai alcançar você, e te dar uma oportunidade.

    Não me dirijo aqueles que não estão nem aí pra Deus… São auto suficientes, as vezes parecem ser maiores que a morte, realmente acreditam que tem dentro de si VIDA.

    Aliás esse é o único motivo que tenho de estar aqui… Pois não me importo com a descrença do ateu, nem suas justificativas.

    Eu me importo com a alma do ser humano…

    Então o que separa uma pessoa de Deus, não é o ateísmo, é sua sinceridade, suas intenções. E eu não sei da intenção de pessoas que não conheço.

    Mas falo aos sinceros, humildes, o que é uma raridade neste planeta.

    Você está tendo a oportunidade de CONHECER Jesus, entregar sua alma a Ele hoje.

    Se quiser saber mais visite meu blog, se não; pode seguir sua breve vida, tu és livre!

    Vou deixar a mensagem no comentário a seguir…

    Adeus…

  85. Eis, a mensagem:

    É com grande satisfação que escrevo sobre a minha vida, o meu envolvimento com as drogas e sobre a maneira como encontrei esperança e a minha Salvação.

    Tenho 33 anos de idade e sou profissional na área de Rádio, TV e Cinema. Filho de pais que sempre me amaram e lutaram muito para me oferecer o melhor. Trabalhei na Rede Record, Record News e Afiliadas, GLOBO, Band, SBT. Também fiz trabalhos para grandes produtoras no Brasil.

    Durante a infância fui um menino inquieto e sempre buscava algo para me acalmar e preencher o meu vazio interior. Tinha muitas dúvidas, muitos desejos, sonhos e vontade de “ser alguém”. Em determinados momentos, o meu comportamento era inconstante: amável, tranquilo e alegre, e logo após nervoso, agressivo e triste. Nesse meu “universo de sentimentos” nasceu a angústia: minha inseparável companheira até poucos dias atrás.

    Já adulto, na universidade, tive meu primeiro contato com a cocaína. Foi algo que me assustou! A droga já me havia sido apresentada, entretanto, no primeiro momento não tive coragem de experimentá-la, apesar do encanto que ela me causou. Com o tempo acabei usando, e a droga se tornou parte da minha vida. Junto a ela o sentimento de angústia sempre presente.

    Era um novo modo de viver e aceitar a vida. Meu corpo físico teve contato com uma substância que dominou meus pensamentos.

    Os anos se passaram, me formei e fui trabalhar na TV. Aquela “angústia companheira” exercia domínio sobre mim. Tentava afastar essa angústia com mulheres, bebidas e cocaína. A princípio funcionava como uma anestesia e tudo era ótimo, porém, logo depois, tudo ficava péssimo.

    Todas às vezes que busquei sair e fugir desse estilo de vida, algo acontecia para impedir: novas parceiras sexuais, novas amizades, promoção na empresa etc. Acabei me tornando um escravo do vício.

    Procurei em inúmeras religiões a cura para o vício e aquela angústia continuava me machucando de uma maneira muito severa. Fui para o espiritismo, igreja católica, candomblé, umbanda, ufologia e até igrejas evangélicas.

    Sentia nesses lugares uma falsa sensação que conseguiria sair daquela minha situação, entretanto, me tornei escravo das religiões, e o vício e a angústia continuavam. Comecei a ter hábitos estranhos que não eram meus e usava drogas diariamente.

    …. Continua ….

  86. A minha vida desabou. Pensei em suicídio. As drogas já não ofereciam mais a sensação de paz.

    Busquei tratamento através das drogas medicinais. Mas a angústia e a droga seguiram no comando da minha vida.

    Após dois acidentes graves de carro, acidentes de moto e problemas no emprego, eu me tornei um viciado que lutava para ter uma dose diária da droga para me manter vivo.

    Fui internado em uma conceituada clínica onde me disseram que eu tinha uma doença progressiva, incurável e fatal. Falaram que eu teria que seguir uma programação para me manter vivo.

    Fiquei 10 meses sem usar drogas, porém, “chapado” de medicamento. Após cada reunião do NA ficava ainda mais deprimido. Aquela fissura constante e interminável era o que mais me preocupava… Sonhos perdidos, desejos, recaídas emocionais, brigas desnecessárias. E aquela voz na minha mente pedindo: “Só mais uma dose.”

    Diante de tamanho sofrimento, meu pai buscou ajuda e me presenteou com o livro “A Última Pedra”. Eu passei a ver meus problemas de modo diferente. Fui ao Tratamento para a Cura dos Vícios e lá tudo aconteceu. Eu vi um homem, o bispo Formigoni, preparado e com total domínio sobre o assunto: vícios. Esse homem falou sobre todos os sentimentos que eu tinha. Em suas palavras, falou do sofrimento do viciado e mostrou o seu conhecimento sobre a libertação. Diferentemente dos médicos.

    Participando do Tratamento, eu não tive mais fissura da droga e hoje sinto nojo. Eu voltei a lutar pela minha vida e quero ser instrumento para ajudar outras pessoas através do meu testemunho de cura. Retorno às reuniões em busca de “mais uma dose” de paz e de alegria. Hoje estou novo e disposto a me viciar pela Palavra de Deus.

    Atenciosamente,

    Henrique Alberto Almirates Neto

    fonte: http://blogs.universal.org/bispomacedo/2015/02/13/eu-nasci-de-novo/#more-31655

  87. Neste domingo, 8, Andressa Urach esteve em uma igreja evangélica em São Paulo para contar os fiéis o drama pelo qual passou. Acompanhada da mãe, Marisete, do filho, Arthur, e do irmão, Vinícius, a modelo subiu ao palco da Igreja Universal do Reino de Deus para, segundo ela, dar seu testemunho. A gaúcha passou 25 dias internada em um hospital em Porto Alegre por uma grave inflação ocasionada pela aplicação de hidrogel nas pernas. Em entrevista ao EGO, ela disse que após sua recuperação, renasceu e é uma nova pessoa.

    Segundo estimativa da modelo, estavam presentes no local mais de 10 mil pessoas para ouvi-la, sendo que cerca de 2,5 mil fiéis ficaram do lado de fora do templo, pois a lotação no interior do templo já estava esgotada. “Foi muito emocionante. Espero que eu sirva de exemplo para muitas pessoas. Espero que Deus toque o coração delas através do meu testemunho. Só eu e Deus sabemos o que passei. Aquela Andressa morreu e eu estou muito feliz. Não tenho palavras para descrever. O testemunho foi do fundo do meu coração, aberto para Deus.”

    Andressa disse ainda que o fato de passar a seguir a religião da mãe foi um compromisso que ela assumiu. “Disse para Deus que se ele me salvasse louvaria seu nome para os quatro cantos do mundo. Não tenho vergonha nenhuma disso. Podem me chamar do que for, de louca até. Não virei crente nem beata. Sou cristã, amo a Deus, a Cristo, sou temente a Ele, mas nem por isso serei aquela doida de andar com roupa que esconde tudo. Vou andar conforme as leis de Deus e Deus conhece meu coração Eu não irei decepcioná-lo porque essa é minha única e última oportunidade e eu vou abraçar com as duas mãos.”

    http://ego.globo.com/famosos/noticia/2015/02/andressa-urach-fala-sobre-seu-drama-em-igreja-de-sao-paulo.html

  88. Falou, Jephsimple!

    Tanta discussão para terminar em proselitismo religioso.

    Não há como negar a importância da religião para resolver certos problemas de fundo psicológicos.
    Mas também não há como negar as falcatruas promovidas por aqueles que se dizem iluminados.

    Jesus “salva” pessoas em mundos cristãos, assim como Buda “salva” em mundos budistas e etc e tal.
    E isso não prova que alguma espécie de deus antropomórfico exista de fato.

    Mesmo assim, fico grato pelo curto debate entre nós.

  89. Ah! Jesus salva, mas por via das dúvidas é melhor procurar um hospital também!!!!

  90. Hoje estou novo e disposto a me viciar pela Palavra de Deus.
    Atenciosamente,
    Henrique Alberto Almirates Neto

    Hahahahahaha!!!! Trocou um vício por outro.

  91. Olha que surpresa (só que não…)!
    O jephsimples é evangélico da IURD…
    Quanto ao mimimi do drogado e da Urach, falemos sério, por favor.
    São legítimos representantes dessa geração de mente vazia, ególatras. Ao trocar, um, a cocaína, a outra, o exacerbado culto de si mesma por Deus ou Edir Macedo, estão ambos apenas substituindo um recheio existencial por outro. Não vale a pena nem gastar piedade com gente assim.

  92. Mente,

    Passei aqui pq esqueci de publicar meu site.

    Eu poderia debater com vc por muito tempo, sobre argumentos pró existência divina.

    Poderia discutir com vc sobre design inteligente, sobre argumentos lógicos, sobre física [não que eu fosse especialista] …

    Como eu disse esse debate tornou-se irrelevante diante dos fatos e de minha experiencia recente.

    Não vou debater nem mesmo em sites teístas que costumava debater.

    Mas entendo que vc tem a liberdade de crer ou não… Não me refiro a crer que Deus existe, mas no sentido de enxergar a sua própria condição humana… Enxergar que sua vida vai ter um fim, MAIS CEDO OU MAIS TARDE. E que você precisa HOJE, AGORA, de do SALVADOR JESUS CRISTO.

    Não tenho acesso a sua mente, ao seu coração, não posso esquadrinhar suas intenções… Mas Deus conhece você…

    Conhece a todos os humanos, sejam eles teístas, budistas, muçulmanos, agnósticos, ateus… Conhece todas as suas razões e intenções, seus mais profundos segredos.

    Então não vou mais me preocupar em tentar provar a existência de Deus pra ninguém.

    Isso no sentido teórico, a maior prova da existência de Deus é sua ação real nos sinceros e humildes.

    Quem não é sincero jamais chegará a verdade…

    Então não me importo mais com o argumento do ateu.

    O que importa é o ser humano, ateu ou não, religioso ou não… Quando se deparar com o pior momento de sua vida, o pior mesmo, na melhor definição das palavras, e ver seus argumentos, sua vida se desmoronarem e depender somente de Deus para sobreviver.

    Deus não vai dar a essa pessoa sincera um argumento convicente, lógico, Ele, vai mudar o interior dela, se ela se entregar a Ele de corpo alma e espírito.

    Cito o caso da Andressa Urach, ela era atéia praticante [aliás existem muitos religiosos que são ateus, na pratica] como muitos.

    Qualquer duvida entre em contato comigo em meu blog, diga isso aos seus amigos viciados em cocaína, bala, lança perfume, diga isso a seu amigo que esta com depressão, diga a ele para acessar meu blog.

    Se você não crê, quem sou eu pra te forçar a crer em alguém que vc nunca viu e não conhece?

    Mas se vc tem um pouco de amor no seu coração avisa aos seu amigos problemáticos, se vc tiver um, que vc leu, ouviu dizer que tem uma saída.mesmo que para ciência o vício não tenha cura, existe um lugar que existe não apenas cura dos vícios, mas cura da alma.

    https://jephmeuspensamentos.wordpress.com/2015/02/15/a-conversao-de-andressa-urach/

    Um forte abraço, e adeus…

    Agora sim, Adeus ao “debate”.

  93. Boa sorte Jephsimple!

    Contra experiências pessoais, não há argumento que dê conta!

    Adeus!

  94. Anônimo, faltou depoimentos de cantores(as) mundanos(as) que caíram no ostracismo e só então encontraram Jesus e o mundo gospel de consumidores musicais.

  95. De todo o exposto pelo jephsimples a coisa mais…não sei, digamos surpreendente, é acreditar na conversão da moça ex-dependente de hidrogel. Enfim, com tanta religião por aí, a pessoa ir se pendurar logo na IURD, é desespero de causa mesmo. Sad but true.

  96. Mente
    Se eu fosse Deus, não escapava um/a único/a cantor/a gospel. Condenava todos e não pela conversão oportunista, mas por causa desse gênero insuportável….rsrsrsr
    Enfim, com tanta religião por aí, a pessoa ir se pendurar logo na IURD, é desespero de causa mesmo. Sad but true.
    Vá em paz, jephsimple e não peque mais.

  97. O melhor argumento contra um suposto deus bondoso-justo-misericordioso-onipotente-lindo-cheiroso, é o fato de que ele parece atender “choramingos” egoístas de pessoas que cometem atos mundanos e pecaminosos que posteriormente se arrependem por causa de algum acontecimento traumático, mas deixa algumas crianças inocentes de tenra idade sofrerem fome, doenças terríveis, abusos, etc e tals.
    Fora que adora dar shows-da-fé em templos de Macedo, Valdemiro, Soares, Malafaia, Feliciano, Agenor Duque (argh!) e outros da mesma estirpe

    Bolas!!!!! O país sem educação é gospel mesmo.

  98. Já faz tempo que o Barros saiu de cena e eu gostaria de saber porque?Será que alguém sabe por que o Sr. Valmidênio Barros nunca mais escreveu textos aqui no blog dele, ele tá fazendo falta por aqui!

  99. desconfio que andou tendo deusilusão amorosas

  100. Mente = MAF ?

    a ignorância nata que causa o mal e o sofrimento é uma imposição divina mas e dai ?

    é normal pessoas se converterem as igrejas que de alguma forma conseguiram amenizar suas dores.

    de fato elas prestam um grande função social resgatando viciados e marginais.

    é lógico que tudo tem um preço né ?

  101. Talvez o silencio de mr Barros seja uma incógnita intencional que devemos interpretar, talvez signifique q ele ja disse o q tinha q dizer, QUEM TEM OLHOS PARA LER, LEIA kkkk

  102. vai ver que voltou a ser crente ! he…he..he..he.he

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: