Tu, Vós, Ela

— Então…?M.M

— Certamente tu não me puseste a par de todos os detalhes…

— O que dizes?!!

— Por exemplo: a tortura antes da execução…

— Não me refiro a isso! Já não te disse que eu posso te chamar de “tu”, mas que tu tens que me chamar de “vós”?

— Eu nunca consegui conjugar a segunda pessoa do plural. Eles riam de mim na escola, tá legal? Eu sofri bullying. Foi por isso que eu fugi pro deserto.

— E perdeste um tempo preciosíssimo, quando poderias ter estado fazendo o que te mandei lá para fazer. Voltaste em cima das buchas, quase no fim do prazo que te dei. Não é à toa que estou preocupado. Mas, enfim… Saiu tudo conforme planejei?

— É… Pode-se dizer que sim… Tipo… Fiz tudo o que você, digo, o que vós mandais eu fazer.

— “Vós mandais”?

Mandeis?

— “Que vós mandastes”!!!

— Ok… Fiz tudo que vós mandastes eu fazer.

— Foi difícil arranjar os dois discípulos conforme te instruí?

— Dois? Não seriam doze?

— Eu disse “dois”. Dois! Um que te trairia, e o outro que escreveria sobre tua passagem na Terra.

— Uai!, mas só uma pessoa iria escrever sobre mim?

— Mas é claro! Não quero um monte de gente inventando coisas absurdas só para o próprio livro ficar mais interessante do que os dos outros.

— Tá… Pois, nesse caso, se vós permitísseis

— “Permitirdes”.

— Que é isso?

— Infinitivo flexionado.

— Vaaalha! Eu disse o quê?

— Imperfeito do subjuntivo.

— Pois bem. Se vós permitirdes, eu vou dar uma descidinha rápida lá pra consertar isso também.

— Como assim “também”?

— É que vós tenhirdes me dito para…

— “Tínheis”.

— Vós tínheis me dito pra marcar uma data de retorno, confere?

— De fato. Quanto mais eficiente tu tiveres sido, mais rápido poderias voltar.

— Então… Foi o que eu pensei. Acontece que eu não tô muito a fim de voltar, não.

— Ooooo quêêêê??!

— Não quero mesmo. E não é nem tanto pelo que fizeram comigo. Mas é muito quente lá, venta pra… venta demais, o tempo todo entrando areia nos olhos da gente! Se eu tivesse nascido mais pro lado ali da Europa, vá lá… Um clima mais agradável, com neve…

— Chega! Marcaste para quando a tua volta?

— Olha, eu não lembro ao certo porque foi logo no começo, né? Foi uma época de só perambular pelas cidades fazendo acampamento, bebendo vinho e batendo papo. Daí que eu acho que disse que voltaria logo, antes que eles morressem de velhice, eu acho. Mas eu tava pensando que vós… o senhor… Tava pensando que o senhor mesmo podia querer ir em pessoa no meu lugar. Ou em Espírito. Assim… eu fui lá com a maior das boas intenções e eles me detonaram daquele jeito? E como eu não tenho um irmão mais velho, o senhor bem que podia descer lá e dar uma lição neles! Um dilúvio de lava seria uma ideia bem…

— Tu vais voltar, mas com toda a tua glória, com todo o teu exército!

— Exército??! Ooooolha… Agora sim! Se vai ter segurança, tudo bem.

— Mas, primeiro, todo mundo tem que já esperar pelo teu regresso.

— Quanto a isso, sem problemas, porque a mulher de Judas – o outro, meu primo – a mulher dele tava lá quando eu disse que não ia me demorar. A essas alturas, Judeia, Samaria, Galileia e até Roma já estão sabendo. Ô mulherzinha…

— Mas tem que ser toda a Terra. Tu andaste pelo mundo todo fazendo milagres, pois não?

— Como assim “pelo mundo todo”? Ali era lombo de jumento, colega! Não tinha bunda que desse conta! Eu fiz o que deu.

— Eu te falei para andar sobre as águas! Era a isso a que me referia: usar teus poderes para cruzar os oceanos.

— Ah, tá. Eu tinha entendido literalmente. Mas não vos estressardes porque…

— “Não vos estresseis”.

— Não vos estresseis, porque eu volto lá e dou o prazo que vós acheis melhor.

— “Achardes melhor”.

— Tá vendo por que eu fugi pro deserto?

— Voltas lá coisa nenhuma! O que está feito está feito. O que tu queres que pensem de nós? Que somos amadores? Tu não voltarás até que toda a Terra esteja a te esperar.

— Então babou, porque eu dei a entender que voltava tipo… em duas décadas.

— Duas décadas? Em dois mil anos ainda vai estar faltando a Coreia do Norte!

— Sério? Mas a Coreia do Norte que se dane: o resto do mundo vai tá conosco. Digo, convosco! Quer dizer… Na verdade: comigo, né? Porque… Vós saberdes que…

— Que marmota é essa?!

— “Sa-Saibais”? “Sabêsseis”?

— É “sabeis”!! Mas que negócio é esse de que o mundo vai estar “contigo”?

— Sim… Eu tava pensando que, poxa vida… Vós sois – o verbo ser e o “to be” eu sei decorado. Poi bem, vós sois muito duro, muito dramático, muito violento, e eu cheguei lá com isso de paz e amor, de dar a outra face… O pessoal gostou um bocado!

— Mas tu não disseste a eles que as leis do Antigo Testamento estavam revogadas?

— Quer dizer que aquilo de fazer sacrifícios, apedrejar quem trabalha fim de semana, cônjuge infiel, homossexuais, adoradores de outros deuses, filhos desobedientes… Isso tudo deixou de valer?

— Foi o que te mandei dizer.

— Putz! Esqueci geral! E olha que tive um bom motivo pra lembrar. Depois que voltei do deserto, sem ter dado notícias por 18 anos, mamãe me deu uma surra que me deixou de cama. Por pouco uma chinela havaiana não vira o símbolo do cristianismo. E agora? O que a gente faz?

— Saulo. Volta lá e aparece a Saulo de Tarso. Ele difundirá o que tu negligenciaste.

— Saulo? Aquilo é um cangaceiro! Um capitão do mato! Uma carniça! Ele prenderia a própria mãe se visse ela fazer o pelo-sinal.

— Ele vai colaborar.

— Pois eu duvido muito.

— Faz como te digo: surpreende-o num lugar ermo, subjuga-o e enfia isso nele.

— Cruz-credo! Mas enfiar onde? Ah, tá. É autoexplicativo. Deixa comigo.

— Diz-lhe que, se ele não colaborar, isso vai arder como pimenta, e vai aumentar de diâmetro.

— Misericórdia! Quem teve essa ideia, gente? Deixa pra lá. Tudo bem. Mando ele falar o negócio lá que eu esqueci, e também posso dizer que eu só volto daqui a dois mil anos? Ou a gente espera pela Coreia do Norte?

— Não. Deixa isso quieto. Ninguém vai notar. À medida que passarem as gerações, as pessoas continuarão esperando de todo jeito. Preciso de tempo para consertar as coisas que não saíram como planejei.

— Tem mais uma coisa que também não saiu muito conforme o planejado…

— O quê?

— Sabe a Maria Madalena?

— Ahhhrrr!! Maldito Dan Brown!

— Quem é esse?

— Cala-te! Não quero ouvir nem mais um pio sobre esse assunto. Tu vais ficar aqui com a bunda colada nesse trono respondendo preces e cuidando da religião que nasceu da tua morte. Eu vou pensar num meio de evitar um mal maior…

— Mas e a Madal?

— Ouve bem. Tu ficas aí cuidando da tua igreja. Para cada vez que tu pronunciares o nome, ou mesmo para cada vez que tu tiveres pensamentos, quer sejam eles lúbricos ou castos, direcionados àquela desqualificada, tu terás mais uma denominação cristã na Terra para tomares de conta. E só te digo uma coisa: eu não digo é nada. E ainda te digo mais: só te digo isso!

 

29 Respostas

  1. Texto inocente e cheio de humor. Penso que Ele perdoará…

  2. E pronto! Foi iniciada a confusão!

  3. Olhem, um texto novo do Barros, ôh glória, vou contar essa bênção lá na igreja, e todos vão aplaudir de pé kkkkkk

  4. Pois então, Yeshua disse que só voltará quando o evangelho for pregado a toda criatura na face da terra. E ainda tem a Coreia do Norte com mais de 25 milhões de habitantes para dificultar mais as coisas. Vai precisar de mais uns dois mil anos.

    Os crentes vão ter que correr muito porque lá tem o Kim Il Sung que é o ídolo deles e o povo de lá é mais bravo que cachorro doido.

    Fiz uma pesquisa e de acordo com a ONU estima-se que no mundo, aproximadamente 211.000 pessoas nascem por dia. Isso daria uma média de quase 3 nascimentos por segundo, ou 180 por minuto. A cada dia nasce mais gente, há 2 mil anos falam que ele está voltando e enquanto isso a população só aumenta.

    Eu acho que esse Yeshua pregou uma grande mentira para seus 12 “cupanherus” ou então alguma coisa não deu certo.

  5. Jesus, vocês sabem, era judeu ortodoxo e, supostamente, deveria obedecer cegamente as leis do Antigo Testamento. Entretanto, devido ao seu distúrbio mental, que o fazia pensar ser o “Messias” das antigas profecias de seu povo (como tantos outros do seu tempo, e o Inri Cristo do nosso), ele arvorava o direito de escolher que lei cumprir. Se por um lado dizia que o sábado foi feito para o homem e não o homem para o sábado, por outro ele era a favor do apedrejamento de adúlteras, como bem mostra a famosa cena da Maria Madalena.

    Tem gente que encara essa passagem como se Jesus fosse o herói que veio em socorro da desvalida mulher. Não era o caso. Ele apenas era a favor de que as pessoas (ele não se incluindo aí) deveriam cumprir todas as leis, e não apenas aquelas que considerassem as mais divertidas, como apedrejar prostitutas…

  6. “Atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecados” era apenas um modo de chamar seus patrícios de hipócritas, pois ninguém ali parecia estar cumprindo as leis, exceto a parte dela que mandava matar a quem fosse pego descumprindo-as.

  7. os judeus fariseus tinham como guia as leis de “deus” representadas por moisés, hipocritamente queriam provar que Jesus não respeitava as supostas leis de deus, para poderem assassina-los com aprovação do povo.
    de tal forma que levaram pedras para apedrejarem jesus mais do que a adultera.
    Então tentando pegar Jesus nesta armadilha hipocritamente disseram:
    “meste eis que pegamos tal mulher cometendo em adultério, (ha…ha…ha..ha) as leis de Deus @moises mandam apedrejar “pecadores até a morte, vós pois o que nos dizes?
    Jesus conhecendo a malicia hipócrita dos fariseus, disse:
    “a verdadeira lei de Deus não se encontra escrita em um livro,mas sim dentro da suas consciências”
    eis que os seguidores fanaticos das leis de moises, consultaram
    as leis de Deus escrita dentro da própria consciência e tambem rejeitaram a biblia!

    palavra da salvação crente: segundo São Criaturos vers 171 cap 01/04

    http://ateusxcrentes.forumeiros.com/

  8. Me tire uma dúvida.

    Por que Jesus teve “medinho” de dizer que, sim, aquelas leis imbecis e bárbaras não deveriam ser aplicadas? Ele não queria morrer? Mas não era esse o plano? Ele não foi enviado para ser sacrificado?

    E outra: se os fariseus quisessem mesmo apedrejá-lo, bastaria que tivessem perguntado se ele andava divulgando por aí que o sábado havia sido feito para o homem; em vez do homem para o sábado. Que frasezinha mágica o Jesus ia proferir para se livrar das pedradas? Ou ele mentia e dizia que “não dissera tal absurdo”; ou dizia que “sim”, e seria apedrejado.

    O problema da realidade de vocês, crentes, se sustentar sobre um punhado de histórias da carochinha é esse: elas não fazem mesmo o menor sentido.

    E, aproveitando que você parece que é pastor de igreja, me explica aí aquela cena em que Jesus se recusa a curar uma criança samaritana, dizendo que ele, Jesus, havia descido à Terra apenas para o povo judeu.

  9. putz!
    Barros presta atenção que eu acabei de detonar a crença dos fanáticos evangélicos que afirmam que a biblia é a fiel palavra de Deus e voce me vem com chorumelas?

    E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas.
    E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?
    Mas ele disse-lhes: Nunca lestes o que fez Davi, quando estava em necessidade e teve fome, ele e os que com ele estavam?
    Como entrou na casa de Deus, no tempo de Abiatar, sumo sacerdote, e comeu os pães da proposição, dos quais não era lícito comer senão aos sacerdotes, dando também aos que com ele estavam?
    E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.
    Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor.
    Marcos 2:23-28

    a ironia é que ao contrario de voce eu nem catecismo fiz…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    acho que voce esta confundindo era uma criança sirio felicia:

    E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.
    Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.
    E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
    Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!
    Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos.
    E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores.
    Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.
    Mateus 15:22-28

    se for esta a passagem veja que ele acabou curando a menina,mas se eu estiver equivocado post a passagem corretamente?

    Feliz ano novo!
    uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

  10. O texto é esse mesmo. Não havia pedido para você transcrevê-lo, mas explicá-lo: Jesus, segundo ele próprio, veio para “os filhos” de Deus, o povo escolhido de Israel. O resto da humanidade é tudo cachorrinho.

  11. A NECESSIDADE DE UM DEUS
    Onipotente, onisciente e onipresente.

    Bem, o homem criou Deus conforme suas necessidades, medos, incertezas e a frase do Criaturo se encaixa 100% quando ele diz que “A verdadeira lei de Deus não se encontra escrita em um livro, mas sim dentro da suas consciências”, isto é: Ele existe apenas dentro da subjetividade do homem refletido por sua espiritualidade, senão o homem não o teria criado, porém isso não prova que é preciso leis divinas para ter ética e moral, pois estas atitudes são intrínsecas nos homens independente de um deus, o que não significa, no entanto, supor que os seres humanos são inerentemente maus ou bons por natureza.

    Aliás, Deus não faz nada, porque é apenas uma ilusão.

    As principais razões para a criação de deus seria para fazer o homem sentir-se grande, perdoado, confortado e compensado pela [suposta] garantia de uma outra vida pós-morte e ainda por cima ao lado desse ser tão poderoso e onipotente já que não é e nunca foi onipresente a não ser na cabeça do homem que sempre aspirou uma felicidade plena e eterna nunca antes experimentada, mas isso é uma utopia.

    Só que esse Deus tem todos os defeitos do próprio homem, é claro, é o reflexo dele mesmo com todas suas características. Ele é bom ou mau conforme as circunstancias, possui um ego muito grande e quer ser adorado por todos 24 horas por dia, senão, criou um local de fogo ardente para jogar ali os desobedientes para queimar eternamente, (bonzinho demais esse Deus) que mostra sinais das fraquezas humanas, erra, acerta, se arrepende, faz desfaz, sente amor, ira, mata, cura doenças, castiga. Esse é o Deus que reflete todos os sentimentos que existem dentro do homem, por isso eles são tão semelhantes, inclusive ele é macho.

    Na bíblia fala que Deus se arrependeu de ter criado o homem. Agora eu pergunto: Se ele é onisciente, aquele que sabe de tudo, porque se arrependeu do que já sabia que daria errado?

    Darwin anotou em seu caderno de notas.
    O homem, na sua arrogância se considera uma grande obra… digna de intervenção de uma divindade.

    Anos depois Friedrich Niechzche completou: “ E o homem, em seu orgulho, criou Deus, a sua imagem e semelhança”.

    FELIZ ANO NOVO!!!

  12. Clap-clap-clap-clap-clap…

    Feliz 2018

  13. Barros

    O texto é esse mesmo. Não havia pedido para você transcrevê-lo, mas explicá-lo: Jesus, segundo ele próprio, veio para “os filhos” de Deus, o povo escolhido de Israel. O resto da humanidade é tudo cachorrinho.

    os cananeus eram repudiados pelos judeus por serem os donos de Canaã terra prometida por “deus” de moises aos israelitas!
    não bastasse ainda cultuavam o deus Baal ao qual faziam sacrificios de crianças.
    logo a mulher confessou que ela e o povo dela os canasteus eram um povo cachorro, no sentido de fazerem cachorradas religiosas!
    Jesus resolveu atende-la somente ao ve-la reconhecedora de tal fato.
    alem do que os judeus foram o povo escolhido para assassinar Jesus, logo quanto mais jesus se sacrificasse por eles por eles,maior seria a culpa deles!
    pensando assim Jesus foi mandado eles ou foam escolhidos por Deus porque:

    “os são não precisam de médicos”

    felite new years

  14. Elma Carneiro

    voce esta mais para uma ovelha perdida! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    sim tem razão o homem criou um conceito deus segundo a sua própria imagem e semelhança.

    tudo que existe dentro da cabeça humana foi absorvida da interpretação do mundo fisico, isto justifica o conceito antropomórfico de Deus,mas considerando que todas invenções humanas foram criadas e sairiam do mundo da imaginação para se tornarem realidade, o fato de deus ser um conceito humano abstrato não significa quer ele seja totalmente inexistente!

  15. logo quanto mais jesus se sacrificasse por eles por eles,maior seria a culpa deles!

    Uau!! Que Deus mau-caráter, viu?!! KKKkkkkkkkk

  16. Criaturo, é verdade, fico mais como uma ovelha perdida quando entro num mundo irreal, depois volto à tona quando vejo que realmente o homem sabe criar climas de acordo com suas conveniências e para tanto é bem fantasioso quando coloca seu intelecto em ação.

    Suprimindo as verdades óbvias, visíveis e palpáveis, quase tudo é conceito, inclusive a existência de um Deus humano abstrato, porém, o lado positivo disso é ser consciente de que apesar da sua falsa existência muitas vezes leva as pessoas a praticarem seu lado bom com ações adequadas.

    Um abraço, que tenha seus 365 dias da melhor forma possível, com muita saúde, vontade de viver e amar.

  17. Essas histórias milenares dos tempos dos cananeus, judeus, Canaã, terra prometida, Moisés, israelitas são tão antigas não é? Acho que o mundo atual modificou um pouco, até sua geografia não é mais a mesma.

    A bíblia precisa ser atualizada, inclusive tem muita coisa a ser revista e consertada com os adventos da ciência, aliás, li esta semana de que nenhum documento egípcio menciona Moisés só a Bíblia fala nele.

    Danosse.

  18. Elma, muitas vezes temos que entrar nesse mundo irreal quando toda a esperança se foi. Quando se faz tudo o que é possível e não se consegue fazer mais, só resta uma solução: confiar no Pai, confiar em Jesus, confiar nos espíritos dos falecidos…Aliás, eu já estou um pouco a aderir à ideia de que existe um mundo povoado de espíritos. E Jesus talvez seja um espírito superior que nos ajudou a conhecer outro grande espírito: Aba.
    Paulo também diz que depois de ressuscitados os corpos mudam de corruptíveis para incorruptíveis. E na espera pela vinda de Jesus, os que estarão vivos na altura serão transformados. Ele referiu-se a essa revelação como se fosse um mistério. Ora, o que ele queria dizer era que todos seríam espirituais. Na minha opinião, Jesus foi como todos nós um homem carnal que morreu, ressuscitou (Paulo assim o afirma baseado em testemunhos, alguns ainda vivos na época em que ele escrevia as suas epístolas) e apareceu a vários grupos de pessoas na sua forma espiritual.
    Não me perguntem porque não estarão os mortos a sair das suas tumbas e a fazer aparições. Penso que a ressurreição dos mortos dar-se-à apenas quando Jesus chegar e, como disse Paulo, depois será o FIM.
    Jesus foi ressuscitado pela vontade de Deus. Ele venceu a morte.
    Bom, estou escrevendo isto sem fanatismos. Prefiro dizer que não tenho certezas mas posso ter esperança quando tudo o mais falha.

  19. logo quanto mais jesus se sacrificasse por eles,maior seria a culpa deles!

    Uau!! Que Deus mau-caráter, viu?!! KKKkkkkkkkk
    normal é mesmo muito difícil conseguir agradar céticos dexcrentes! hihihihihihiihi

  20. Elma Carneiro, on 31/12/2017 at 19:08 said:
    Criaturo, é verdade, fico mais como uma ovelha perdida quando entro num mundo irreal, depois volto à tona quando vejo que realmente o homem sabe criar climas de acordo com suas conveniências e para tanto é bem fantasioso quando coloca seu intelecto em ação.

    esta sendo contraditória se afirma que os homens sabem criar climas seus intelectos não podem ser fantasiosos e sim reais eis a prova:

    Suprimindo as verdades óbvias, visíveis e palpáveis, quase tudo é conceito, inclusive a existência de um Deus humano abstrato, porém, o lado positivo disso é ser consciente de que apesar da sua falsa existência muitas vezes leva as pessoas a praticarem seu lado bom com ações adequadas.

    neste ponto ateus são mais racionais, fazem o certo mesmo não tendo esperança que terão algum tipo de recompensa divina!
    esta ai algo para voce poder refletir como algo que seja totalmente inexistente consegue influenciar boas ações de pessoas?

    Um abraço, que tenha seus 365 dias da melhor forma possível, com muita saúde, vontade de viver e amar.

    Nasmatê , arygatô, tudo de bom para voce tambem!
    Seja feliz sempre!

  21. Alma

    a biblia não é um documento histórico e sim um história para de tirar a moral!

    hihihihihihihihi..desculpe-me não resisti!

  22. Caramba Maria! é bem mais crente do que eu!

  23. digo:
    a biblia não é um documento histórico e sim um história para se tirar a moral!

  24. Prezados amigos

    passem la no meu novo fórum para darem seus pitacos por la também, estou precisando trocar ideias com pessoas cultas e inteligentes, fica ai o convite:

    http://ateusxcrentes.forumeiros.com/

  25. Feliz ano novo para todos nós …uuuuuhuuuuuuuuuuuuu!

  26. Maria, sem querer subestimar suas crenças, você sabe que cada um de nós é único.

    No vocabulário do meu mundo não existem as palavras:

    Pai celestial – Deus
    Espírito superior
    Jesus
    Espíritos falecidos
    Paulo ou Saulo e suas epístolas
    Ressuscitação
    Diabo
    Corpos corruptíveis ou incorruptíveis
    Espírito superior – Aba [?]
    Ressurreição
    Jesus está voltando
    Mistérios.
    (Misterioso para mim é o Universo que a ciência aos poucos nos vai revelando e comprovando o princípio e a razão das diversidades vida, seja ela qual for.)

    Meu mundo real satisfaz mais, tento viver de acordo com o que ele me apresenta, e “sou livre de dragões e demônios”

    Grande abraço, um bom ano para seu calendário particular.

  27. Não tenho crenças, Elma. Apego-me a um mundo que não vejo porque a vida me conduziu a isso.
    Quem diz que acredita a pés juntos, canta no coro, discursa do púlpito, dá catequese, só finge porque interiormente é assolado pelos mesmos maus pensamentos que eu. E exteriormente pode magoar com palavras ou atos como eu posso fazê-lo. Quem vai a Roma e vê o Papa parece religioso mas isso não tem qualquer significado prático. Como diz Paulo, a caridade é mais importante até do que a própria fé. Prefiro dizer que não creio pois crer envolve mudança e abnegação. E eu continuo a mesma desde que nasci, poluída até à medula. É por isso que os escritos de Paulo me fascinam. Ele mudou e sofreu atrozmente por Aquele que se lhe manifestou. Como posso eu comparar-me a ele, dizendo que creio?

  28. Ele mudou e sofreu atrozmente por Aquele que se lhe manifestou.

    Todas as denominações cristãs têm mesmo esse culto ao “sofrimento”.

    Jesus — o Deus encarnado — precisou sofrer muito para, teoricamente, provar seu amor pela humanidade, o que, a meu ver, é uma das maneiras mais inúteis, imbecis e absurdas de se fazer isso. E tanto mais inútil, imbecil e absurda quanto mais poderoso, inteligente e amoroso fosse aquele que se prestasse a fazer isso.

  29. de fato se fazer de vitima não ajuda em nada os que desejam praticar o mal, alias só os encoraja ainda mais!
    alem do que tem gente que acha bonito um inocente levar suas culpas….arghhhhhh!

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: