Hífen — um castigo divino (2)

novo-dicionario-houaiss-da-lingua-portuguesa-inclui-cd-rom-completo-com-a-nova-ortografia-houaiss-antonio-9788573029635-photo14374305-12-c-10

Clique na imagem para ganhar 15 dias de acesso online gratuito ao maior e melhor dicionário da língua portuguesa

O Acordo Ortográfico de 1990 foi implementado com o objetivo de unificar a língua portuguesa escrita. Segundo seu próprio texto, já haviam tentado isso em 1931, 1943, 1945, 1971, 1973, 1975 e 1986. Depois de todos esses fracassos, alguém achou, por algum motivo, que em 1990 o negócio iria dar certo! Não deu.

Aliás, tomando por base estudos de linguistas portugueses, opositores ao Acordo argumentam que o número de palavras que são escritas de forma diferente no português brasileiro e no português europeu aumentou depois da reforma ortográfica. Agora chupa essa manga! A propósito, chupa essa manga é uma expressão idiomática escrita do mesmo jeito na nova ortografia e na antiga. Mas não é isso que garante que um moçambicano, por exemplo, vá entender o que eu escrevi. É provável até que muitos brasileiros não entendam, porque certos aspectos do idioma podem ficar restritos a pequenas regiões, a uma determinada faixa etária, ou mesmo a um grupo específico de falantes.

A comunicação escrita vai muito além da ortografia. Não entendo como ninguém na Academia Brasileira de Letras ou na Academia das Ciências de Lisboa se deu conta disso. E olha que eles tiveram quase todo o século 20 para pensar no assunto! Brasil e Portugal são culturalmente diferentes, e a maneira como se escreve é uma das manifestações da cultura. O dano à minha identidade cultural com a perda do acento agudo e do trema devido a uma «idéia inconseqüente» pode ser comparado a um arranhão em face da amputação sofrida pela língua-mãe, que perdeu suas consoantes mudas e encontra-se agora nesta «aflicta objecção». 

Eu já escrevo na nova ortografia desde 2009 e, para ser sincero, nada na reforma ortográfica me incomoda… exceto essa maldição de Deus: o hífen.

Antes de voltar a esse tema, porém, divulgo abaixo o vídeo de uma explicação bem convincente do Sr. Sérgio de Carvalho Pachá, demitido de sua função de lexicógrafo-chefe da ABL por não ter concordado com o real motivo por trás do Acordo Ortográfico de 1990.

 

3 Respostas

  1. Só no Brasil mesmo para sermos obrigados a engolir essas e outras coisas…
    Brasil é um país tão ridículo que é considerado o mais espírita.
    Nenhum francês lembra quem foi Kardec. Lá ninguém deu a mínima. Só aqui nesta merda de país ele conseguiu alguma coisa, mesmo que após sua morte. Daí veio os chicos e vcs já sabem da história…
    Mas daí vai vir alguém e falar “não há profeta sem honra senão na sua casa”…
    Aí eu pego minhas malas e me mudo pra Suécia, que além de ser o país mais ateu do mundo é um dos mais prósperos e com menos desigualdade social. Por que será?

  2. Um país sem Deus é um país condenado a desgraça e ao sofrimento. Por isso que nosso país está sofrendo as conseqüências do nosso distanciamento Dele. Orai e vigiai pois não sabem a que horas vem o ladrão.

  3. Sou a favor da reforma ortográfica, só acho q deviam manter o trema. É tão bonitinho.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: