Parabéns!

.

Hoje o DeusILUSÃO completa 3 anos de existência.

.

Se você quiser saber por que eu comecei esse blog, basta ler meu texto 2 perguntas, 3 respostas e a apresentação que faço de mim mesmo na aba o Criador.

Se quiser saber por que diabos eu ainda continuo escrevendo, então leia a explicação que dei em Efeito borboleta.

Você pode também querer dar uma olhada na coletânea dos melhores textos que eu já produzi nesses três anos; estão aqui, na aba Melhores Textos. Se Deus quiser, volto a atualizar o site logo depois do Ano Novo.

Uma ex-namorada, católica, quando soube que eu tinha acabado de montar esse blog, sentenciou que eu não teria nem competência, nem paciência, nem força de vontade suficientes para mantê-lo por mais de dois meses. Depois de três anos, eu posso dizer que ela estava tremendamente errada.

Um colega de trabalho, pela mesma época, sentenciou que o blog jamais seria capaz de crescer — interneticamente falando — , e estaria condenado a ser, enquanto durasse, um blog de poucos leitores. Esse estava tremendamente certo.

Mas eu vejo isso pelo lado bom: eu bem que poderia não ter leitor nenhum!

Portanto, o meu muito obrigado a quem, no meio de trilhões de outras, resolveu visitar essa página, ler os meus textos, e até, às vezes, deixar um comentário.

.

Anúncios

Algumas palavras ao vento

 

É até bem provável que ninguém venha ver o site hoje, de tão ocupados que estamos todos nós ante a escolha que precisamos fazer: mais ou menos como decidir entre amputar uma perna ou um braço. Mas estou voltando de férias e queria só escrever alguma coisa para marcar o meu regresso; mesmo sem fazer a correção do texto, mesmo antes do café.

Quero agradecer imensamente ao Saracura por ter mantido o blog durante a minha ausência, dessa forma tão invejavelmente criativa e atuante. Não fosse ele, que eu já conheci ateu muito antes do meu próprio “despertar”, esse blog, esse ponto de encontro virtual teria definhado como um jardim sem seu jardineiro. A você, Saracura, que foi nosso jardineiro fiel, de todos que se beneficiam desse espaço, de um jeito ou de outro, pelos motivos de cada um, o nosso muitíssimo obrigado. E eu, que o conheço pessoalmente e já tive o prazer de ser presenteado inúmeras vezes com alguns nacos da sua erudição, impregnada nas suas palavras rápidas e precisas, difundida num raciocínio contundente e desconcertante, tenho que lhe agradecer em dobro, sem esquecer de ainda pedir para contar sempre com sua colaboração aqui.

Como a segunda-feira é o dia dos textos semanais do Saracura, os meus começam a sair a partir da terça, dia 2. Como é Dia de Finados, resolvi escrever sobre a morte na cruz do mais famoso finado que já existiu: Jesus Cristo.

Na quarta, sob o título Mentes Pré-Históricas, eu vou explicar por que considero a fé religiosa um tipo de retardo mental.

Quinta-feira apresento o Teste Seus Amigos Crentes 2. Uma perguntinha que você poderá fazer para testar os “argumentos” dos seus amigos religiosos, ou pra se livrar mesmo de um crente chato que resolveu te encher a paciência.

No sábado próximo, eu publico um post convidando os leitores — ateus ou não — a me mandarem seus textos para publicação aqui no blog, uma vez por semana, sempre aos sábados. Diferentemente dos crentes, nós, ateus, não tememos textos religiosos, nem tentamos evitar que nossos parentes, amigos ou filhos entrem em contato com esse mundo da fé, como uma forma de “mantê-los a salvo de algum tipo de mal”.

É isso. Agora eu vou tomar café. Depois vou ali; escolher se perco um braço ou uma perna.

As férias de outubro

.


Estou de férias e vou ficar afastado do DeusILUSÃO por todo esse mês. Estarei viajando, aproveitando essa única vida que eu vou viver.

A ideia inicial era cruzar o Atlântico: uma semana inteira para conhecer Portugal e, em seguida, tirar uns dias visitando algumas cidadezinhas do interior da França; depois Suíça, Bélgica e, finalmente, a Rússia. Ah, a mãe Rússia!…

Mas, enfim, ontem eu peguei uma calculadora e alguns extratos bancários e descobri muito contrariado que, com o dinheiro que eu consegui economizar, só dá pra ir até o Piauí.

E fui.

Deixo-vos aos cuidados do filósofo Saracura, e só volto na segunda semana de novembro. Aproveito a deixa para incentivar a leitura dos meus melhores textos (opinião minha, ok?), que você vai sempre poder encontrar na aba com o mesmo nome aí em cima, à direita, na página:


O post inominável

A divina tragédia

A chantagem suprema

Eternidade

Inferno

Deus, Alice e a Matrix

As Fadas de Barro

De Olhos bem Fechados

O Deus que não estava lá

Nada a ver com Deus

Quando os deuses se cansam

Três deuses e um funeral

Deus está nu

O livre-arbítrio

Deus: aprecie com moderação

Efeito borboleta

Eu explico

Textos Avulsos

Deus apareceu pra mim

As pérolas, os porcos, e a 5ª edição do universo

Seus problemas acabaram!

Barros vs. Diabo

Evidências de Deus

A insuportável arrogância do ser

A moral de Deus

A sociedade torturadora de bebês

A moral flutuante de Deus

Barros, a mulher e o jumento

Por que não acreditar

O sacrifício

Meu próprio Pai-Nosso

As flores do mal

O Deus que não estava lá [o filme]


.

TRADUÇÕES:

Jesus, o Charlatão

A honestidade do ateísmo

No que você acredita?

Nossos valores vêm de Deus?

O falso poder da oração

Sobre Deus e o nada

Uma viagem até as estrelas

O sepulcro vazio de Jesus

Quem escreveu os Evangelhos?

Deus é uma droga

Pensamentos reconfortantes sobre a morte que nada têm a ver com Deus

%d blogueiros gostam disto: